Projecto Embraer KC-390

  • 1188 Respostas
  • 230997 Visualizações
*

pchunter

  • 368
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • Enviou: 16 vez(es)
  • +0/-0
Re: Projecto Embraer C-390
« Responder #45 em: Dezembro 16, 2009, 11:29:58 pm »
Aqui vai mais uma curiosidade do projecto da Embraer.



Citar
Isso o Hercules não faz

Devido à idade do projeto original do C-130, o mesmo possui restrições volumétricas. Um dos exemplos típicos é o transporte de um veículo blindado como o Patria AMV (na imagem acima na versão 8×8). A Polônia até pensou em desenvolver uma versão mais compacta do Patria para aerotransporte pelo Hercules, mas acabou desistindo.
O Hercules também apresenta restrições para transportar o MOWAG Piranha 8×8. Para que ele caiba dentro do compartimento de carga, existe a necessidade de se retirar a torreta, as antenas, e os lançadores de granas.
O KC-390, projeto que evoluiu a partir do C-390 mostrado na imagem acima, está sendo desenvolvido para não ter essas restrições.

Fonte: http://www.aereo.jor.br/2009/12/16/isso-o-hercules-nao-faz/
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7196
  • Recebeu: 554 vez(es)
  • Enviou: 694 vez(es)
  • +54/-20
Re: Projecto Embraer C-390
« Responder #46 em: Dezembro 17, 2009, 07:57:05 pm »
Se o KC-390 conseguir transportar um Pandur do Exército, já fica um concorrente sério.
 

*

pchunter

  • 368
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • Enviou: 16 vez(es)
  • +0/-0
Re: Projecto Embraer C-390
« Responder #47 em: Dezembro 17, 2009, 09:38:23 pm »
19 toneladas é pouco se comparado com as 37 do A-400, como disseram os franceses é um carrinho de mão. Mesmo com as fabricas da Embraer em Portugal não creio que será o sucessor do C-130.
 

*

Paisano

  • Especialista
  • ****
  • 905
  • Recebeu: 6 vez(es)
  • +1/-0
    • http://defesabrasil.com/forum
Re: Projecto Embraer C-390
« Responder #48 em: Dezembro 18, 2009, 06:06:19 pm »
Citação de: "brisa in Fórum Defesa Brasil"
Excelente PDF sobre o conceito do C-390

http://www.eceme.ensino.eb.br/portalcee ... nceito.pdf
As pessoas te pesam? Não as carregue nos ombros. Leva-as no coração. (Dom Hélder Câmara)
_________________
Volta Redonda
_________________
 

*

pchunter

  • 368
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • Enviou: 16 vez(es)
  • +0/-0
Re: Projecto Embraer C-390
« Responder #49 em: Dezembro 18, 2009, 06:12:29 pm »
Citação de: "Lightning"
Se o KC-390 conseguir transportar um Pandur do Exército, já fica um concorrente sério.

Os Pandur pesam à volta de 20 T dependendo da versão, esta fora de questão.
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14710
  • Recebeu: 893 vez(es)
  • Enviou: 862 vez(es)
  • +118/-111
Re: Projecto Embraer C-390
« Responder #50 em: Dezembro 19, 2009, 12:37:41 pm »
A verdade é que eu gosto cada vez mais deste projecto. Está a ser feito com muita inteligência e está a ganhar parceiros (ou possíveis parceiros) de destaque.

 :G-beer2:
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Jorge Pereira

  • Administrador
  • *****
  • 2195
  • Recebeu: 57 vez(es)
  • Enviou: 116 vez(es)
  • +12/-0
    • http://forumdefesa.com
Re: Projecto Embraer C-390
« Responder #51 em: Dezembro 21, 2009, 11:46:15 pm »
Eu não tenho grandes dúvidas de que vamos ter o C-390 na FAP. Só se o ”resultado final” for decepcionante é que tal não se concretizará. É obviamente uma opinião pessoal.
Um dos primeiros erros do mundo moderno é presumir, profunda e tacitamente, que as coisas passadas se tornaram impossíveis.

Gilbert Chesterton, in 'O Que Há de Errado com o Mundo'






Cumprimentos
 

*

bruno_dias

  • 8
  • +0/-0
Re: Projecto Embraer C-390
« Responder #52 em: Dezembro 23, 2009, 08:55:12 pm »
eu não participo muito no forum mas acho imensa piada como o pessoal chega e diz, encomenda 2 ou 5 ou 10, sem realmente saber se vale a pena encomendar, e depois mandam numeros para o ar
 

*

Paulo Gama

  • 7
  • +0/-0
Re: Projecto Embraer C-390
« Responder #53 em: Dezembro 24, 2009, 09:27:08 am »
Não se esqueçam que o governo a partir do proximo ano ira controlar outra vez o defice. E isso com certeza tera grandes implicações na despesa com a defesa(forças armadas). Por isso a meu ver sera apenas uma hipotese remota a substituição a medio prazo dos c130, ! :idea:
Paulo manuel gonçalves da gama
 

*

Paisano

  • Especialista
  • ****
  • 905
  • Recebeu: 6 vez(es)
  • +1/-0
    • http://defesabrasil.com/forum
Re: Projecto Embraer C-390
« Responder #54 em: Janeiro 28, 2010, 05:42:18 pm »
Portugal pode participar do projeto KC-390

Fonte: http://www.defesabrasil.com/site/notici ... kc-390.php

Citar
Brasil busca parcerias em Portugal para fabricar novo avião militar. O projecto do cargueiro KC-390 poderá ter a participação da Ogma.

Inês Sequeira

(Site Publico.pt) - O grupo Embraer, um dos maiores fabricantes mundiais de aeronaves para menos de 100 passageiros, está à procura de empresas portuguesas que participem no projecto de desenvolvimento e construção de um novo avião militar que está a ser pensado com o apoio da Força Aérea Brasileira, o KC-390.

O objectivo da Embraer será conseguir uma parceria industrial ao nível dos dois países. O PÚBLICO sabe que houve contactos da parte do Governo brasileiro com responsáveis do Governo português ligados à área da Defesa, no Verão de 2009, com o objectivo de debater este assunto.

Em causa está um projecto de desenvolvimento e fabrico de componentes para o futuro avião, e eventuais negócios na área das compras militares portuguesas.

A nova aeronave tem prevista a entrada em operação em 2015, depois de uma primeira fase de testes de voos que deverá avançar em 2012. O projecto do KC-390 foi oficialmente lançado em Abril do ano passado, numa apresentação internacional de aeronáutica militar realizada no Rio de Janeiro. O KC-390 inclui-se na classe das 20 toneladas de carga e é encarado como concorrente do C130.

O novo produto promete ser o maior avião alguma vez fabricado pela Embraer e é encarado em Brasília como um programa nacional, indicou numa entrevista à revista especializada Aviation Week o presidente executivo do grupo brasileiro, Frederico Fleury Curado. A própria Força Aérea Brasileira assinou no ano passado um contrato de desenvolvimento deste programa de 1,3 mil milhões de dólares (cerca de 930 milhões de euros).

Para hoje, está prevista uma apresentação pública, em Lisboa, onde irão falar o vice-presidente da Embraer para a área de engenharia e o gerente de produto ligado à nova aeronave. Esta sessão é promovida pela Aicep-Portugal Global e conta com cerca de 130 inscrições ligadas a empresas nacionais interessadas em saber mais sobre o programa. "Contribuir para o desenvolvimento de um cluster aeronáutico em Portugal" será o objectivo da entidade portuguesa que coordena o investimento directo estrangeiro em Portugal, indicou ao PÚBLICO uma fonte oficial do organismo presidido por Basílio Horta, que também vai intervir.

No encontro vai estar também o vice-presidente do negócio de aeroestruturas da Ogma-Indústria Aeronáutica de Portugal, Cezar Lima, que irá falar sobre as necessidades de fornecimento no âmbito do programa do KC-390 pela empresa de Alverca. Com efeito, tudo indica que a fábrica portuguesa poderá participar neste projecto, até porque tem uma forte ligação ao grupo Embraer.

O grupo brasileiro é desde 2005 o principal accionista da Ogma (ex-Oficinas Gerais de Material Aeronáutico), detendo mais de metade das acções da maior empresa de fabricação aeronáutica portuguesa. A estrutura accionista é partilhada pela holding europeia EADS (proprietária da Airbus e de outras empresas do sector) com a holding portuguesa de defesa, a Empordef, na qual o Estado é o único accionista. Esta última é dona de 35 por cento do capital da Ogma, actualmente presidida pelo brasileiro Eduardo Bonini. A Embraer também é dona de terrenos em Évora, nos quais se comprometeu a construir uma unidade fabril.
As pessoas te pesam? Não as carregue nos ombros. Leva-as no coração. (Dom Hélder Câmara)
_________________
Volta Redonda
_________________
 

*

pchunter

  • 368
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • Enviou: 16 vez(es)
  • +0/-0
Re: Projecto Embraer C-390
« Responder #55 em: Janeiro 28, 2010, 10:04:41 pm »
Os japoneses fizeram o Kawasaki XC-2(C-X), mas com capacidade para 34T. Os brasileiros deveriam subir a parada 19T é pouco.

http://www.aereo.jor.br/2010/01/28/asdf-testa-seu-jato-de-transporte-de-nova-geracao/
« Última modificação: Janeiro 29, 2010, 12:39:11 pm por pchunter »
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14710
  • Recebeu: 893 vez(es)
  • Enviou: 862 vez(es)
  • +118/-111
Re: Projecto Embraer C-390
« Responder #56 em: Janeiro 29, 2010, 11:40:44 am »
Portugal já tem 18 fornecedores para o avião da Embraer

A Embraer já identificou 18 fornecedores portugueses para estabelecer parcerias no âmbito da construção do seu novo avião de transporte táctico militar e civil KC-390.

Além da OGMA (Indústria Aeronáutica de Portugal) e da Lauak Portuguesa, a missão de prospecção da Embraer já identificou 16 empresas nacionais como potenciais fornecedores de componentes para o novo avião cargueiro KC-390. "Oito destas empresas já participaram, em 2009, num workshop realizado no Brasil, e estão agora prontas para apresentar propostas comerciais. Outras oito serão convidadas a seguir o mesmo caminho, em 2010", revelou Isilda Victor, responsável pelo centro de implementação das fábricas da Embraer, em Évora.

"Além do arranque do cluster aeronáutico, em Portugal, é uma oportunidade de cooperação estratégica com os países da CPLP. Onde está o Brasil, está a nossa agência. O Brasil é a prioridade das prioridades, a par de Angola", sublinhou, Basílio Horta, presidente da AICEP (Associação para o Investimento e Comércio Externo de Portugal).

Pela primeira vez, Portugal vai estar representado com um pavilhão próprio nos salões aeronáuticos de Farnborough (Reino Unido), em 2010 e de Le Bourget (França), em 2011", acrescentou o presidente da AICEP. Basílio Horta falava perante uma plateia composta por mais de 150 responsáveis de empresas nacionais de moldes e componentes interessadas em participar no programa proposto pela Embraer. Perante a 'avalanche' de inscrições nesta sessão de apresentação, a AICEP ainda equacionou a possibilidade de mudar para uma sala maior.

Selecção até 2011

De acordo com o calendário apresentado pelo gerente sénior do programa KC-390 na Embraer, José Eduardo Barbosa, a fase de selecção de parceiros e fornecedores vai decorrer até 2011; os primeiros protótipos do avião serão construídos em 2014; estando as primeiras entregas previstas a partir de 2016. "Não temos nada fechado ou assinado, mas vamos fazer este caminho para que Portugal seja parte integrante deste programa até ao fim do ano", frisou.

"Portugal será uma single source (fonte única de fornecimento) da Embraer, com capacidade para fornecer componentes para um aparelho e meio por mês, num projecto gerador de postos de trabalho altamente qualificado nos próximos 20 anos", concluiu o mesmo responsável.

No segmento entre peso médio e pesado dos aviões cargueiros, a Embraer identificou uma oportunidade de marcado para substituir 695 aparelhos (sobretudo, Hercules C-130) com mais de 25 anos em 77 países, após descontar aviões de países com mercados cativos (China, Rússia, Ucrânia, Cuba e Coreia do Norte) e de países comprometidos com aquisições de Airbus A400M e C-130J.

No entanto, José Eduardo Barbosa salientou que a Embraer "não está aqui para falar na venda do avião, mas num convite para estabelecer parcerias de desenvolvimento". Também Basílio Horta fez questão de separar os dois processos: "Não estão ligados, nem devem ser confundidas as duas coisas. Uma é a participação no programa, outra a aquisição dos aviões".

Mais convicto estava o vice-almirante Carlos Viegas Filipe, director-geral de Armamento e Equipamentos de Defesa, ao reiterar o interesse do Ministério da Defesa em "participar desde a primeira hora" no programa do Embraer KC-390. Ainda é cedo para Portugal se comprometer com a aquisição deste aparelhos mas, na opinião deste responsável, "é certo que os C-130 da Força Aérea terão de ser substituídos e que este avião é um potencial candidato".

 :arrow: http://aeiou.expresso.pt/gen.pl?p=stori ... ies/560638
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

cromwell

  • Especialista
  • ****
  • 1105
  • +1/-0
Re: Projecto Embraer C-390
« Responder #57 em: Fevereiro 22, 2010, 12:57:41 pm »
Citar
Portugal vai participar no desenvolvimento do novo cargueiro militar da Embraer: o KC-390
2010/02/13 — Clavis Prophetarum

Fontes do Ministério da Defesa português confirmaram o interesse em participar no desenvolvimento do avião de transporte militar Embraer KC-390 que foi alvo recentemente de uma apresentação de projeto em Lisboa, no âmbito de uma busca por parceiros que a empresa brasileira está a fazer em Portugal.

O projeto poderia servir de alavanca para o estabelecimento de um cluster aeroespacial em Portugal, abrindo assim caminho para que Portugal seja um dos clientes do aparelho, já que apesar das palavras pouco animadoras de Basílio Horta: “as coisas não estão ligadas, nem se devem ligar”, a verdade é que após o cancelamento da presença de Portugal no A400M e a inevitável substituição a prazo dos C-130H esta opção seria muito interessante, quer para a industria nacional, quer para suprir essa necessidade a prazo da FAP.

O projeto KC-390 assenta num contrato de 930 milhões de euros entre a Embraer e o governo brasileiro que assegura o financiamento estatal para o arranque do projeto, mas precisa de encontrar outros parceiros para reforçar a sua plena viabilidade financeira, de forma a cumprir o calendário e colocar no ar o primeiro protótipo até 2012 e as primeiras entregas até 2015.

A Embraer procura em Portugal parceiros capazes de construir segmentos de fuselagem, usinados e materiais compósitos, assim como serviços de engenharia e de software que fornecerão a fábrica que a empresa está a construir em Évora e que deverá estar terminada já em 2012, gerando 500 postos de trabalho altamente qualificados. A empresa espera construir em Portugal uma grande parte da fuselagem do aparelho, o que deverá representar mais 3000 postos de trabalho no país, já a partir deste ano de 2010, especialmente se Portugal se assumir como cliente do aparelho, podendo inclusivamente o país surgir como o local de montagem final do aparelho.

A OGMA, de Alverca e já detida maioritariamente pela Embraer em 65% poderá participar no desenvolvimento do aparelho, mas submete a sua participação há existência de “incentivos públicos aos custos de desenvolvimento”. Além das OGMA, a Embraer já identificou 16 empresas portuguesas e estabeleceu contactos preliminares com 8. O projeto é estratégico para Basílio Horta, presidente da AICEP (Associação para o Investimento e Comércio Externo de Portugal) já que “além do arranque do cluster aeronáutico, em Portugal, é uma oportunidade de cooperação estratégica com os países da CPLP. Onde está o Brasil, está a nossa agência. O Brasil é a prioridade das prioridades, a par de Angola”, logo o projeto poderá assumir-se como um elemento vital de união entre os países lusófonos.

No mundo, já existem vários interessados no novo avião brasileiro, como o Chile e a Polónia, mas o mercado global para um avião de transporte militar de 20 toneladas de carga é estimado pela construtora em mais de 695 aparelhos, em 77 países que usam atualmente aviões a carecerem de substituição e que agora dispõem apenas das alternativas pouco apelativas apresentadas pelo infiável C-130J e pelo caro e atrasado A400M e seria um erro de proporções babilónicas se Portugal não aproveitasse esta oportunidade para estabelecer um cluster aeronáutico viável e de futuro e sair da sua humilhante posição de consumidor passivo de equipamentos militares fabricados noutros países. O projeto permitiria também solidificar as relações com os países da CPLP e com o Brasil, criando no processo uma importante fonte de exportações e de geração de emprego de qualidade e altamente qualificado. É, pois, um projeto estratégico, e de interesse vital para o nosso país.

http://movv.org/2010/02/13/portugal-vai ... -o-kc-390/
"A Patria não caiu, a Pátria não cairá!"- Cromwell, membro do ForumDefesa
 

*

Portucale

  • Membro
  • *
  • 186
  • Recebeu: 5 vez(es)
  • +2/-0
Re: Projecto Embraer C-390
« Responder #58 em: Fevereiro 22, 2010, 10:49:38 pm »
Este projecto é muito interessante e nós Portugueses devemos estar atentos a estas oportunidades.
Concordo plenamente se a ideia for participar no desenvolvimento e fabrico parcial da aeronave.

O avião tem o seu espaço no mercado por isso é uma mais valia para a nossa economia.
Participar não quer dizer comprar até porque dada a situação actual do País a solução mais provável será a actualização dos C-130 para voarem mais uns anos.

Estes projectos não são para meia dúzia de anos, duram dezenas e podem trazer mais valias para Portugal.
Eis aqui
quase cume da cabeça da Europa toda
O Reino Lusitano
onde a Terra se acaba
e o Mar começa.

Versos de Camões
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4128
  • Recebeu: 248 vez(es)
  • Enviou: 258 vez(es)
  • +41/-2
Re: Projecto Embraer C-390
« Responder #59 em: Março 31, 2010, 09:31:15 am »
Citar
Oficinas de Alverca concorrem para fabricar componentes para o CK-390, o novo avião militar da Embraer. Montagem do avião em Portugal ainda é uma hipótese.

A OGMA - Indústria Aeronáutica de Portugal está a negociar o fabrico de componentes para o novo avião militar da Embraer, apurou o Diário Económico. O processo, que está a ser intermediado directamente pelo Ministério da Defesa e a quem cabe a decisão final, ainda se encontra numa fase embrionária, mas o Governo português e a fabricante brasileira têm trabalhado no sentido de integrar Portugal no programa do CK-390, que poderá substituir os actuais C-130H da Força Aérea Portuguesa.

Os contactos intensificaram-se desde o Verão passado, após o lançamento da primeira pedra da primeira fábrica da Embraer, em Évora (ver texto ao lado). O argumento, do lado português, é a valência da OGMA no fabrico de materiais compósitos (peças em plástico e fibra, que são mais leves).

Para já, a possibilidade da montagem final do avião também ser feita em Portugal ainda não foi definida, mas também não está afastada, de acordo com as fontes contactadas pelo Diário Económico. Até porque, garantem, ainda é cedo para definir essas questões.

Na mesma corrida estão países como o Chile, a Colômbia, África do Sul e ainda, embora na cauda das preferências, a Argentina. Também França, onde a Embraer tem uma filial, poderá participar neste programa.

Contactada pelo Diário Económico, fonte oficial da OGMA remeteu todos os esclarecimentos para o Ministério da Defesa e para a Embraer. Até à hora de fecho da edição não foi possível ter uma resposta da fabricante aeronáutica brasileira.
http://economico.sapo.pt/noticias/ogma- ... 85596.html
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

 

Impasse no projecto "EUROTRAINING"

Iniciado por paraquedista

Respostas: 10
Visualizações: 3536
Última mensagem Março 17, 2006, 06:29:27 pm
por Spectral