Rangers, Comandos, Paras, etc

  • 3582 Respostas
  • 563379 Visualizações
*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 6867
  • Recebeu: 425 vez(es)
  • Enviou: 513 vez(es)
  • +23/-2
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3540 em: Janeiro 17, 2018, 05:38:08 pm »
O novo Comandante da BrigRR o Brigadeiro-General José Rebelo.

Nem dás tempo a que se escreva um texto bonito ;D.
http://www.operacional.pt/brigadeiro-general-coelho-rebelo-comanda-a-brigada-de-reacao-rapida/
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Cabeça de Martelo

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14207
  • Recebeu: 694 vez(es)
  • Enviou: 702 vez(es)
  • +50/-30
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3541 em: Janeiro 19, 2018, 12:18:35 pm »


Pára-quedistas no Afeganistão com as espingarda Galil 5.56mm. Em 2018 está previsto que a força pára-quedista que vai actuar na RCA volte a utilizar a sua antiga arma, a espingarda G-3 7,62mm de coronha retráctil.  :o

Fonte : http://www.operacional.pt/balanco-do-www-operacional-pt-em-2017/
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

alphaiate

  • Membro
  • *
  • 193
  • Recebeu: 15 vez(es)
  • Enviou: 3 vez(es)
  • +0/-0
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3542 em: Janeiro 19, 2018, 12:30:22 pm »


Pára-quedistas no Afeganistão com as espingarda Galil 5.56mm. Em 2018 está previsto que a força pára-quedista que vai actuar na RCA volte a utilizar a sua antiga arma, a espingarda G-3 7,62mm de coronha retráctil.  :o

Fonte : http://www.operacional.pt/balanco-do-www-operacional-pt-em-2017/

Ainda bem!
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: mafets

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14207
  • Recebeu: 694 vez(es)
  • Enviou: 702 vez(es)
  • +50/-30
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3543 em: Janeiro 19, 2018, 02:35:58 pm »
Espero que já que têm que andar de G3 dos Comandos, então também tenham as MG-4!
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14207
  • Recebeu: 694 vez(es)
  • Enviou: 702 vez(es)
  • +50/-30
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3544 em: Janeiro 26, 2018, 11:08:38 am »


Aprontamento da 3ª Força Nacional Destacada na Republica Centro Africana. Campo de tiro de Alcochete foi o palco de vários exercícios com vista à preparação desta força que parte brevemente. Na foto os militares do 1º Batalhão de Paraquedistas treinam tiro de combate com utilização de viaturas.



Aprontamento da 3ª Força Nacional Destacada na Republica Centro Africana. Campo de tiro de Alcochete foi o palco de vários exercícios com vista à preparação desta força que parte brevemente. Na foto os militares do 1º Batalhão de Paraquedistas disparam o morteirete de 60mm para apoio com fogos indirectos.

Fonte : The Way of the Warriors
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF, ACADO

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 6867
  • Recebeu: 425 vez(es)
  • Enviou: 513 vez(es)
  • +23/-2
« Última modificação: Janeiro 30, 2018, 08:36:57 pm por Lightning »
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14207
  • Recebeu: 694 vez(es)
  • Enviou: 702 vez(es)
  • +50/-30
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3546 em: Janeiro 31, 2018, 05:53:06 pm »
Investigadores defendem monitorização em tempo real de instruendos de Comandos

Dois investigadores da Universidade do Porto defenderam hoje em tribunal a monitorização em tempo real dos parâmetros fisiológicos de todos os instruendos dos cursos de Comandos, mas reconheceram que isso é inviável devido aos custos associados.

“O ideal seria todos [os formandos] serem monitorizados, mas devido ao financiamento, isso não é viável”, lamentou Joana Guedes, uma das docentes que faz parte do projeto liderado pelo professor Mário Vaz (que também defendeu a mesma ideia hoje em tribunal) que está a ser desenvolvido em parceria com o Exército, com vista à deteção precoce da rabdomiólise (desintegração das fibras musculares devido ao excessivo esforço).

A professora da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto explicou ao Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa que dois dos 67 instruendos do 127.º curso de Comandos, no qual morreram os recrutas Hugo Abreu e Dylan Silva, em setembro de 2016, foram “escolhidos aleatoriamente" pelos Comandos para vestirem "um colete fino" durante o curso, equipado com um dispositivo que regista parâmetros como a temperatura corporal e as frequências cardíaca e respiratória.

“Tratou-se de uma fase de experimental, na qual utilizámos os equipamentos apenas para recolha de dados e sem interferência na instrução. Os dados dos dois instruendos estavam normais, face à intensidade do exercício ministrada. Os indicadores mostram que houve fases de exercício físico intenso intercaladas com fases de descanso”, explicou a docente.

Contudo, Joana Guedes deixou uma ressalva: “Não estive lá, não sei qual o tipo de instrução dada”, sublinhou, acrescentando que as respostas diferem de instruendo para instruendo, razão pela qual “não pode garantir” nem se pode extrapolar estes resultados para os restantes formandos do 127.º curso de Comandos.



A professora contou que no próximo curso de Comandos serão, no máximo, seis os instruendos que usarão estes equipamentos, devido aos custos elevados associados.

Joana Guedes salientou que os mesmos “ajudarão a reduzir os riscos” inerentes a uma atividade física intensa e, desta vez, com uma intervenção “mais direta” por parte dos investigadores responsáveis pelo projeto.

Mário Vaz, líder deste projeto, também ouvido por videoconferência, reiterou a posição de Joana Guedes, congratulando-se com o facto de no próximo curso de Comandos “haver maior rigor científico, uma componente científica”, o que não acontecia no passado.

O académico sublinhou que a instrução nos cursos de Comandos mudou.

“O treino foi repensado, há uma proteção acrescida [aos instruendos], o acompanhamento médico é outro”, frisou Mário Vaz.

Questionada pela procuradora do Ministério Público (MP), Cândida Vilar, sobre se sabia que o guião do 127.º curso de Comandos permitia apenas três litros de água por dia, e que no dia 04 de setembro de 2016 estavam 23 dos instruendos numa tenda “por falta de água”, o docente disse desconhecer o valor previsto no manual de instrução.

Contudo, ressalvou que nas reuniões que manteve com os responsáveis militares pelo 127.º curso, estes tinham sempre presente “uma preocupação” com a água que seria dada aos instruendos.

Mário Vaz disse ainda que até agora só recebeu “parcialmente” os dados clínicos dos instruendos que estiveram internados no hospital, os quais são “importantes” para se perceber exatamente o que se passou no dia 04 de setembro de 2016.

Para a manhã de quinta-feira ficou agendado o início do debate instrutório.

A instrução é uma fase processual facultativa que visa a comprovação ou o arquivamento por um juiz da acusação da acusação do MP, cabendo ao juiz decidir se leva ou não os arguidos a julgamento.

Em junho do ano passado, o MP acusou 19 militares no processo relativo à morte de dois recrutas dos Comandos e internamento de outros, considerando que os arguidos atuaram com "manifesto desprezo pelas consequências gravosas que provocaram nos ofendidos".

Entre os acusados está o tenente-coronel Mário Maia, diretor da primeira prova (Prova Zero) do 127.º curso de Comandos, o capitão Rui Monteiro, Comandante da Companhia de Formação do mesmo curso, Miguel Domingues, capitão e médico responsável pela equipa sanitária, e o sargento enfermeiro João Coelho.

https://24.sapo.pt/atualidade/artigos/investigadores-defendem-monitorizacao-em-tempo-real-de-instruendos-de-comandos
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

ACADO

  • Investigador
  • *****
  • 2349
  • Recebeu: 87 vez(es)
  • Enviou: 33 vez(es)
  • +2/-2
  • The Way of the Warrior(s) - www.warriors.pt
    • http://www.warriors.pt
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3547 em: Janeiro 31, 2018, 06:11:35 pm »
Aprontamento da 3ª Força Nacional Destacada na Republica Centro Africana. Campo de tiro de Alcochete foi o palco de vários exercícios com vista à preparação desta força que parte brevemente. Na foto um militar do 1º Batalhão de Paraquedistas treina tiro com uso de abrigos. #Paraquedistas #1ºBIPARA #exercito #army #specialforces #minusca #onu #eu #NATO #Portugal #forçasespeciais #rca #car #tacp #jtac #fac #FAP #ForçaAerea #RepublicaCentroAfricana #ForçaNacionalDestacada #CAV #LandRover #hummer #humvee #WeAreNATO

The way of the Warrior(s) - www.warriors.pt:
" Only fools and dead Men don´t change their minds. Fools won´t and dead Men can´t !! "
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Cabeça de Martelo

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14207
  • Recebeu: 694 vez(es)
  • Enviou: 702 vez(es)
  • +50/-30
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3548 em: Fevereiro 02, 2018, 01:00:00 pm »
Custos de Formação Especialidade 20 Paraquedista

Combate Praças - 688 horas - Custo por Formando 2.817,87 € - 2016

Paraquedismo Militar Módulo C - 150 horas - Custo por Formando 1.026,77 € - 2015

Técnicas de Socorrismo de Combate - 60 horas -  Custo por Formando 631,52 €

Operador de Abastecimento Aéreo - 288 horas - Custo por Formando 3.271,93 € - 2015

Dobrador de Paraquedas - 288 horas - Custo por Formando 1.588,41 € 2016

Auxiliar de Precursor - 1.150 horas - Custo por Formando 7.970,17 € - 2015

Custos de Formação Especialidade 21 Operações Especiais

Operações Especiais - 970 horas - Custo por Formando 9.743,42 € - 2016

Patrulhas de Reconhecimento de Longo Raio de Ação - 381 horas - Custo por Formando 2.095,07 € - 2016

SNIPER –385 horas - Custo por Formando 7.873,19 € - 2016

CUSTOS DE FORMAÇÃO ESPECIALIDADE 22 COMANDOS

Comandos - 901 horas - Custo por Formando 4.885,31 € - 2016

Operador de Embarcações - 74 horas - Custo por Formando 606,49 € - 2016

Custos de Formação Especialidade CFP07 Fuzileiros

Formação de Praças Fuzileiros - e 1.260 horas - 6.795,18 €

Aperfeiçoamento em Explosivos, Demolições, Minas e Armadilhas - 150 horas - 1.260,53 €

Aperfeiçoamento em Armas Pesadas - 3.695,00 €

...

Podemos concluir que as Tropas Paraquedistas são das três forças em estudo, aquelas que apresentam o maior valor em termos de custos totais de formação, aproximadamente um milhão e trezentos mil euros, facto que se prende principalmente com dois fatores. O primeiro relaciona-se com a grande variedade de cursos que esta Força possui ao seu dispor, o segundo prende-se pelo elevado custo de formação de alguns destes cursos, o curso de Auxiliar de Precursor é um bom exemplo.
Contrariamente, as forças Fuzileiros apresentam o menor custo imputado à Fazenda Nacional, contudo apresentam um custo de formação por formando muito próximo das Forças Paraquedistas, facto que se prende com o número reduzido de formandos na frequência de alguns cursos com um custo bastante elevado, o que encarece o custo de formação por formando, bons exemplos do explanado anteriormente são o Curso de Aperfeiçoamento em Armas Pesadas e o Curso de Fuzileiros.
Concluímos também que apesar de serem as Tropas Paraquedistas aquelas que somam um maior valor em termos de custos de formação, são as Forças de Operações Especiais que somam o custo mais elevado por formando, tal facto prende-se também com dois motivos principais.

O primeiro está relacionado com o elevado custo de formação de muitos dos cursos disponíveis a esta Força, o curso de SNIPER, e o próprio curso de Operações Especiais são um bom exemplo disso, o segundo fator está relacionado com o número reduzido de vagas de acesso a estes cursos, sendo estes cursos bastante dispendiosos e o número de formandos bastante reduzido, vai encarecer o valor de formação por formando.
Por último as Tropas Comando são aquelas que apresentam os custos de formação mais reduzidos. Tal facto deve-se em suma ao baixo custo de formação dos cursos que esta especialidade tem ao seu dispor, apesar do curso de Comandos ter um valor bastante significativo.
É importante referir que o estudo que foi realizado não é estanque, ou seja, dentro destas especialidades é passível que existam outros cursos que possam ser frequentados pelas Praças pertencentes a estas Forças Especiais, contudo tentou-se abranger os principais.

 :arrow: https://comum.rcaap.pt/bitstream/10400.26/19236/1/CARDOSO.pdf
« Última modificação: Fevereiro 02, 2018, 02:39:47 pm por Cabeça de Martelo »
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14207
  • Recebeu: 694 vez(es)
  • Enviou: 702 vez(es)
  • +50/-30
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3549 em: Fevereiro 06, 2018, 03:56:57 pm »
Citar
Como é que o meu Tenente-Coronel considera que o 1BIPara está equipado e armado para o cumprimento da sua missão? E no caso especifico da componente terrestre da FRI?

Temos o que o exército nos pode fornecer. Existem lacunas, sim é verdade, mas que vão ser colmatadas com a aquisição de material, equipamento e armamento que está a ser adquirido e que esperamos muito em breve receber, já que algum do material, armamento e equipamento está a atingir o ponto de saturação máximo. De acordo com a Lei de programação Militar em vigor irá ser feita a aquisição de diverso armamento e equipamento nos quais se incluem não só as novas espingardas automáticas mas também armas anticarro de curto, médio e longo alcance./quote]

7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 6867
  • Recebeu: 425 vez(es)
  • Enviou: 513 vez(es)
  • +23/-2
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3550 em: Fevereiro 07, 2018, 09:13:28 pm »
Penso que ainda não foi cá posto, video sobre os Comandos na RCA, feito pelo Exército.

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14207
  • Recebeu: 694 vez(es)
  • Enviou: 702 vez(es)
  • +50/-30
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3551 em: Fevereiro 27, 2018, 03:54:34 pm »

O 2º Batalhão de Paraquedistas, no âmbito do seu plano anual de treino operacional realizou mais um estágio de aperfeiçoamento de combate para atirador especial "DESIGNATED MARKSMAN", que decorreu no período de 05 a 14 de fevereiro, no Regimento de Infantaria nº 10, na carreira de tiro da Gala e no Campo de Tiro de Alcochete.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF

*

ACADO

  • Investigador
  • *****
  • 2349
  • Recebeu: 87 vez(es)
  • Enviou: 33 vez(es)
  • +2/-2
  • The Way of the Warrior(s) - www.warriors.pt
    • http://www.warriors.pt
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3552 em: Março 07, 2018, 08:47:13 pm »
Imagens da formação de Designated Marksman do 2º Batalhão de Paraquedistas

http://warriors.pt/galerias/treino-de-atirador-especial-2o-batalhao-paraquedistas/







The way of the Warrior(s) - www.warriors.pt:
" Only fools and dead Men don´t change their minds. Fools won´t and dead Men can´t !! "
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Cabeça de Martelo

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14207
  • Recebeu: 694 vez(es)
  • Enviou: 702 vez(es)
  • +50/-30
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3553 em: Março 08, 2018, 10:14:05 am »
Não importava-me mesmo nada que também comprassem para as ML...

7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 3995
  • Recebeu: 205 vez(es)
  • Enviou: 224 vez(es)
  • +9/-0
Re: Rangers, Comandos, Paras, etc
« Responder #3554 em: Março 12, 2018, 10:54:51 pm »
novos brinquedos para as FOE.

Citar
The Portuguese Army’s Special Operations Force (FOE) has received an undisclosed quantity of new small arms and accessories.

Deliveries mainly comprised Barret M107A1 .50 cal and Accuracy AXMC .338 precision rifles, Heckler & Koch HK417 7.62x51 mm assault rifles, FABARM STF/12 Compact FE 12-gauge shotguns, and Heckler & Koch HK269 40x46 mm grenade launchers, as well as several associated PM II series scopes from Schmidt & Bender.

The FOE, which is based in Lamego and is a sub-unit of the Special Operations Troops Centre (which itself is integrated within the Portuguese Army’s Rapid Reaction Brigade), has also received an initial batch of MRZR2 MT and Sportsman MV850 MT all-terrain vehicles.

janes
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: LM

 

Video "RANGERS"

Iniciado por NunoQuadro Exército Português no ForumDefesa.com

Respostas: 2
Visualizações: 3176
Última mensagem Janeiro 22, 2007, 12:41:35 pm
por Cabeça de Martelo
Procuro - "Filme" combate paras Timor

Iniciado por LMQuadro Livros-Revistas-Filmes-Documentários

Respostas: 6
Visualizações: 4888
Última mensagem Setembro 20, 2016, 09:31:28 pm
por JPMM
Dúvidas sobre unidades de Comandos na Guerra Colonial

Iniciado por DuarteQuadro Conflitos do Passado e História Militar

Respostas: 1
Visualizações: 3924
Última mensagem Junho 26, 2008, 12:07:46 am
por Lightning
Mama Sume: Comandos na Fuerzas Militares del Mundo

Iniciado por Pedro MonteiroQuadro Exército Português no ForumDefesa.com

Respostas: 0
Visualizações: 1313
Última mensagem Janeiro 02, 2013, 04:15:09 pm
por Pedro Monteiro
Doutrinas operacionais dos Comandos e Operações Especiais

Iniciado por PereiraMarquesQuadro Exército Português no ForumDefesa.com

Respostas: 22
Visualizações: 8854
Última mensagem Setembro 24, 2005, 01:36:12 pm
por Cabeça de Martelo