Destroyer´s Sul Coreanos

  • 19 Respostas
  • 8728 Visualizações
*

Sintra

  • Perito
  • **
  • 470
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +0/-0
Destroyer´s Sul Coreanos
« em: Março 05, 2007, 10:13:25 pm »
Num outro tópico, o Jorge Pereira fez um comentário que me deixou com a "pulga atrás da orelha"...
 Por quanto é que ficaria um navio AAW encomendado à Coreia do Sul?
 Os poucos nºs de que disponho são de 2005 e referem-se ao KDXIII que é um verdadeiro "Mamute", e andavam a atirar para o 1,2 biliões de dólares o Navio (bem barato para a bisarma que é)...
 Alguém tem por ai alguma coisa sobre custos do programa KDXII?
Isto:


Citar
General Characteristics
Displacement: 4,800 - 5,000 tons full load
Length: 150 m
Beam: 17 m
Propulsion: CODOG
Speed: 30 knots (56 km/h)
Crew Complement: 200

Citar
Weapon Systems
The ship has a 32-cell strike-length Mk 41 VLS for SM-2 Block IIIA area-air defence missiles, one 21-round RAM inner-layer defence missile launcher, one 30 mm Goalkeeper close-in weapon system, one Mk 45 Mod 4 127 mm gun, eight Harpoon anti-ship missiles and two triple 324 mm anti-submarine torpedo tubes.

Electronics suite includes one Raytheon AN/SPS-49(V)5 2D long-range radar (LRR), one Thales Nederland MW08 3D target indication radar (TIR), two Thales Nederland STIR240 fire-control radars with OT-134A Continuous Wave Illumination (CWI) transmitters, an SLQ-200(V)K SONATA electronic warfare system and a KDCOM-II combat management system which is derived from the Royal Navy Type 23 frigate's SSCS combat management system. BAE Systems WDS Mk 14 originally developed for the US Navy's New Threat Upgrade evaluates threats, prioritizes them, and engages them in order with SM-2.

On the 4th unit ROKS Wang Geon the 32-cell Mk 41 VLS is moved to the left and an indigenous VLS for a 'Korean VLA' is installed on the right. The ship's forward part is spacious enough to take a 64-cell Mk 41 VLS.
 

*

Jorge Pereira

  • Administrador
  • *****
  • 2198
  • Recebeu: 58 vez(es)
  • Enviou: 116 vez(es)
  • +16/-0
    • http://forumdefesa.com
(sem assunto)
« Responder #1 em: Março 05, 2007, 11:12:11 pm »
Boa questão caro Sintra. Eu já ando com essa pulga atrás da orelha há muito tempo. :roll:
Um dos primeiros erros do mundo moderno é presumir, profunda e tacitamente, que as coisas passadas se tornaram impossíveis.

Gilbert Chesterton, in 'O Que Há de Errado com o Mundo'






Cumprimentos
 

*

Rui Elias

  • Investigador
  • *****
  • 1697
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #2 em: Março 06, 2007, 10:52:39 am »
Acho curioso que tratando-se de navios sul-coreanos eles tenham sido impermeáveis ao seu maior aliado preferencial - os EUA, e tenham incorporada muita tecnologia europeia.

Quanto ao preço do KDX III, se se confirmar o custo dos 650 milhões de dólares, o que atira para os 580 milhões de euros (o custo aproximado de uma Nanssen norueguesa), e dependendo do tipo de armamento, parece-me ter um custo muito competitivo, se compararmos com as caríssimas F-100 ou as LCF, ou as mais caras ASW F-310, apesar de terem uma radar razoável.

Quanto às KDX II, acho um custo mediano, nenhuma pechinxa, tendo em conta que se trata de um navio que nem atinge as 6.000 ton, e que com equipamento medianos para navios novos para o século XXI, apesar de uma radar muito razoável.
« Última modificação: Março 06, 2007, 03:33:12 pm por Rui Elias »
 

*

antoninho

  • Perito
  • **
  • 562
  • Recebeu: 9 vez(es)
  • Enviou: 6 vez(es)
  • +2/-0
(sem assunto)
« Responder #3 em: Março 06, 2007, 01:35:20 pm »
A construção naval tem muito que se lhe diga, os preços indicados podem ter sido disfarçados, imaginem se os estaleiros receberam outras benesses estatais para praticarem tais preços???
 

*

Rui Elias

  • Investigador
  • *****
  • 1697
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #4 em: Março 06, 2007, 03:35:41 pm »
Pois, podem ser preços subsidiados, estilo para fazerem dumping, e os sul-coreanos ao nível da construção naval para as marinhas mercantes já foram acusados disso.

Qunato a navios militares, não sei, já que parecem ter equipamentos e sistemas ocidentais, e é isso que encarece o navio, mais que o casco e estrutura.

No entanto, seria um caso a analizar para Portugal, para quando chegar o tempo de substituir as 3 Vd e as 2 KD.
 

*

antoninho

  • Perito
  • **
  • 562
  • Recebeu: 9 vez(es)
  • Enviou: 6 vez(es)
  • +2/-0
(sem assunto)
« Responder #5 em: Março 06, 2007, 05:22:58 pm »
Rui, tem empresas ocidentais desses "equipamentos e sistemas" que recebem "compensações" dos governos só para não haver despedimentos, na guerra eu/usa isto chegou a um ponto que a ordem é vender a todo o custo....o contribuinte europeu está a ser entalado duma maneira que isto  vai mais tarde ter custos para os nossos netos.....
 

*

Sintra

  • Perito
  • **
  • 470
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #6 em: Março 06, 2007, 05:58:53 pm »
Citação de: "antoninho"
Rui, tem empresas ocidentais desses "equipamentos e sistemas" que recebem "compensações" dos governos só para não haver despedimentos, na guerra eu/usa isto chegou a um ponto que a ordem é vender a todo o custo....o contribuinte europeu está a ser entalado duma maneira que isto  vai mais tarde ter custos para os nossos netos.....


 Curiosamente, as compensações financeiras directas ou indirectas obtidas do Governo Federal pela Boeing, pela Lock Mart, Northrop, etc, etc costumam ser maiores do que as que as empresas Europeias recebem...
 Se querem ver um ramo de negócio/construção altamente subsidiado e pouquissimo concorrencial não encontro melhor exemplo do que os Estaleiros Navais Norte Americanos...
 

*

antoninho

  • Perito
  • **
  • 562
  • Recebeu: 9 vez(es)
  • Enviou: 6 vez(es)
  • +2/-0
(sem assunto)
« Responder #7 em: Março 06, 2007, 07:02:17 pm »
Por esse mesmo motivo escrevi, guerra eu/usa.....
Muito dos países que têm dinheiro para compras, estão a valer-se dessa guerra, para terem o melhor por bons preços, imaginem quem vai pagar a factura??
 

*

JLRC

  • Investigador
  • *****
  • 2509
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +4/-42
(sem assunto)
« Responder #8 em: Março 07, 2007, 02:01:49 am »
Citação de: "Rui Elias"
Quanto ao preço do KDX III, se se confirmar o custo dos 650 milhões de dólares, o que atira para os 580 milhões de euros (o custo aproximado de uma Nanssen norueguesa), e dependendo do tipo de armamento, parece-me ter um custo muito competitivo, se compararmos com as caríssimas F-100 ou as LCF, ou as mais caras ASW F-310, apesar de terem uma radar razoável.


As informações que tenho indicam um preço de $963 milhões de dólares por navio (KDX-III). Dos KDX-II não tenho nenhum dado.
 

*

Rui Elias

  • Investigador
  • *****
  • 1697
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #9 em: Março 09, 2007, 12:18:58 pm »
E que tal o projecto das Meko-D apresentado para renovar a nossa frota para daqui a 15 ou 20 anos?

Navios relativamente compactos (não ultrapassam as 4.000 ton de deslocamento), mas muito bem armados, com radar 3-D, peça de 127 mm e ainda células de VLS distribuidas de 8 + 16 + 16?
 

*

antoninho

  • Perito
  • **
  • 562
  • Recebeu: 9 vez(es)
  • Enviou: 6 vez(es)
  • +2/-0
(sem assunto)
« Responder #10 em: Março 09, 2007, 02:46:30 pm »
 

*

LM

  • Analista
  • ***
  • 741
  • Recebeu: 109 vez(es)
  • Enviou: 700 vez(es)
  • +97/-0
(sem assunto)
« Responder #11 em: Março 09, 2007, 03:01:24 pm »
Citar
Rui Elias a CEMA já!!!!


CEMA?!! Esse não manda nada - o melhor, e não seria a primeira vez na história :)
Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 

*

fealcap

  • 132
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #12 em: Março 11, 2007, 03:42:23 pm »
No estan nada mal estos 6 KDX 2
  • 975 Yi Sun Shin May
  • 976 Mun Mu Dae Wang
  • 977 Dae Jo Young
  • 978 Wang Gun
  • 979 Gang Gam Chan
  • 981 Choi Young


Por lo visto se van a incrementar el número de celdas de 32 a 64 para la inclusión de los misiles K-Asrok con el torpedo nacional Blue Shark y los nuevos misiles de crucero nacionales Sky Dragon.

Modificación de las celdas dejando espacio para las suplementarias


K-Asrok


Más fotos:





Saludos
 

*

Lancero

  • Investigador
  • *****
  • 4140
  • Recebeu: 28 vez(es)
  • +58/-0
(sem assunto)
« Responder #13 em: Maio 26, 2007, 03:15:00 pm »




Citar
SOUTH KOREA NEW DESTROYER-epa01019879 A handout photograph released 25 May 2007 by the South Korea's Hyundai Heavy Industries Co, world's largest shipyard, shows the launch of South Korea's first Aegis destroyer during a ceremony in Ulsan, southeast of Seoul, South Korea. on 25 May 2007. EPA/HYUNDAI HEAVY INDUSTRIES, CO
"Portugal civilizou a Ásia, a África e a América. Falta civilizar a Europa"

Respeito
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14993
  • Recebeu: 992 vez(es)
  • Enviou: 939 vez(es)
  • +171/-167
(sem assunto)
« Responder #14 em: Maio 26, 2007, 03:26:34 pm »
Que besta!  :shock:
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

 

Novo Destroyer/Porta-helicópteros Japonês

Iniciado por P44

Respostas: 5
Visualizações: 2958
Última mensagem Outubro 22, 2004, 09:30:14 am
por P44
Hamburg class destroyer scrapped in Portugal ????

Iniciado por AyalaBotto

Respostas: 0
Visualizações: 2014
Última mensagem Setembro 11, 2006, 02:36:01 pm
por AyalaBotto
Destroyer DD(X) da US Navy

Iniciado por JLRC

Respostas: 3
Visualizações: 1844
Última mensagem Agosto 03, 2005, 01:54:56 pm
por JLRC