O GALE - Missões, Organização, Aeronaves

  • 535 Respostas
  • 115685 Visualizações
*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7009
  • Recebeu: 469 vez(es)
  • Enviou: 579 vez(es)
  • +24/-2
Re: O GALE - Missões, Organização, Aeronaves
« Responder #480 em: Maio 12, 2015, 09:25:06 pm »
Citação de: "PereiraMarques"
A conversa está interesse...mas na vida real a UALE está praticamente extinta... :mrgreen:

Penso que há que diferenciar aqui duas coisas.

1 - A UALE, unidade territorial, ex-BA3, que possui a pista, torre de controle, etc.

2 - O GALE/GHE, unidade operacional de helicópteros que nunca chegou a sair do papel.

A UALE (unidade territorial), não deve ser extinta, pode é mudar de nome, porque tem sempre que existir algo para manter a pista capaz de receber aviões para dar apoio aos treinos dos Paras, isto é, os serviços para manter o aeródromo operacional, controlo de tráfego aéreo, meteorologia, comunicações, bombeiros, depósitos de combustíveis de aviões, ter ou não ter estas capacidades é o que torna o aeródromo certificado para poder receber certo tipo de aeronaves, outras coisas são necessárias para certificação de pista para operação com pouca ou nenhuma visibilidade como iluminação de pista, ajudas rádio, tamanho da pista, consoante a utilidade que se pretende dar à pista, um grande aeroporto internacional tem certas requisitos, um pequeno aeródromo municipal tem outros, os da pista da UALE devem ser, poder receber aviões tamanho até C-130 e ter as condições para que eles possam aterrar/descolar de noite.
 

*

diogo13350

  • Membro
  • *
  • 127
  • Recebeu: 16 vez(es)
  • Enviou: 2 vez(es)
  • +1/-0
Re: O GALE - Missões, Organização, Aeronaves
« Responder #481 em: Maio 12, 2015, 09:36:36 pm »
Solução=>Num país assim tão pequeno o exercito não precisa de helis sendo assim a FAP vai comprar em 2019 novos helis, que deveriam ser na minha opinião 15 c635... um modelo criado para Portugal...

http://www.aereo.jor.br/wp-content/uplo ... -auran.jpg
« Última modificação: Maio 12, 2015, 09:40:32 pm por diogo13350 »
 

*

Bravo Two Zero

  • Especialista
  • ****
  • 1015
  • Recebeu: 13 vez(es)
  • Enviou: 16 vez(es)
  • +0/-0
Re: O GALE - Missões, Organização, Aeronaves
« Responder #482 em: Maio 12, 2015, 09:37:36 pm »
Citação de: "Lightning"
Citação de: "mafets"
Andamos para aqui a divagar e para a UALE a solução é simples: Agora que se acabou com a EMA passa-se os KAMOV e Fennec para o Exercito, fazendo os primeiros heliassalto e os segundos escolta. Nas horas vagas continuam a fazer SAR, evacuação médica, e na época de incêndios volta-se a por o Balde. E assim só é preciso adquirir helicópteros para a FAP...

Não sei se os nossos soldados gostariam de ser transportados por um Kamov... Se não me engano a cabine interna possui uma altura de 1.40m... :mrgreen:

Certo, aquilo é apertado:



Cabin (length, height, width), m: 4.52 х 1.24 х 1.3

http://www.titanhelicopters.com/uploads ... _KA-32.pdf
"Há vários tipos de Estado,  o Estado comunista, o Estado Capitalista! E há o Estado a que chegámos!" - Salgueiro Maia
 

*

night_runner

  • Membro
  • *
  • 171
  • Recebeu: 59 vez(es)
  • Enviou: 119 vez(es)
  • +2/-0
Re: O GALE - Missões, Organização, Aeronaves
« Responder #483 em: Maio 12, 2015, 09:50:25 pm »
Citação de: "Lightning"
Citação de: "mafets"
Andamos para aqui a divagar e para a UALE a solução é simples: Agora que se acabou com a EMA passa-se os KAMOV e Fennec para o Exercito, fazendo os primeiros heliassalto e os segundos escolta. Nas horas vagas continuam a fazer SAR, evacuação médica, e na época de incêndios volta-se a por o Balde. E assim só é preciso adquirir helicópteros para a FAP...

Não sei se os nossos soldados gostariam de ser transportados por um Kamov... Se não me engano a cabine interna possui uma altura de 1.40m... :(
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 8160
  • Recebeu: 651 vez(es)
  • Enviou: 948 vez(es)
  • +37/-6
    • http://youtube.com/HSMW
Re: O GALE - Missões, Organização, Aeronaves
« Responder #484 em: Maio 12, 2015, 10:13:33 pm »
Citação de: "Bravo Two Zero"
Citação de: "Lightning"
Citação de: "mafets"
Andamos para aqui a divagar e para a UALE a solução é simples: Agora que se acabou com a EMA passa-se os KAMOV e Fennec para o Exercito, fazendo os primeiros heliassalto e os segundos escolta. Nas horas vagas continuam a fazer SAR, evacuação médica, e na época de incêndios volta-se a por o Balde. E assim só é preciso adquirir helicópteros para a FAP...

Não sei se os nossos soldados gostariam de ser transportados por um Kamov... Se não me engano a cabine interna possui uma altura de 1.40m... :mrgreen:
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 4726
  • Recebeu: 771 vez(es)
  • Enviou: 536 vez(es)
  • +34/-15
Re: O GALE - Missões, Organização, Aeronaves
« Responder #485 em: Maio 12, 2015, 10:28:54 pm »
Como o do Fenec, por isso os GIOE vêm cá fora ao fresco... :mrgreen:

Também podem ir sentadinhos para viagens mais longas... :twisted:

E não se pode dizer que vão estranhar a transição do AL III... :mrgreen:

Agora com um espaço deste, falta calor humano e ainda se perdem com tanta porta... :twisted:


Saudações
« Última modificação: Maio 12, 2015, 10:35:24 pm por mafets »
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 1980
  • Recebeu: 535 vez(es)
  • Enviou: 1419 vez(es)
  • +28/-0
Re: O GALE - Missões, Organização, Aeronaves
« Responder #486 em: Maio 12, 2015, 10:32:58 pm »
Citação de: "Lightning"
Citação de: "NVF"
Para as restantes missões do Exército e Marinha adquiria-se um heli com provas dadas, daqueles que toda a gente utiliza (NH90 ou H-60). A minha preferência seria o modelo americano, simplesmente por já ser mais que testado e por ser mais mais barato de operar (e também por ser o meu favorito  :D mas... eles não são grandes demais para operar das nossas Fragatas? :?

Salvo erro, as nossas MEKO são as únicas a ter o hangar divido de modo a albergar 2 Lynx. A maioria dos outros utilizadores operam Seahawks (1 por navio) a partir das suas MEKO200 (Grécia, Turquia, Austrália). As Karel Doorman holandesas e belgas sofreram modificações para operarem o NH90, que é da mesma categoria dos Seahawks.
 

*

ACADO

  • Investigador
  • *****
  • 2350
  • Recebeu: 92 vez(es)
  • Enviou: 33 vez(es)
  • +2/-2
  • The Way of the Warrior(s) - www.warriors.pt
    • http://www.warriors.pt
Re: O GALE - Missões, Organização, Aeronaves
« Responder #487 em: Maio 13, 2015, 11:04:13 am »
Citação de: "Lightning"
Citação de: "PereiraMarques"
A conversa está interesse...mas na vida real a UALE está praticamente extinta... :mrgreen:

Penso que há que diferenciar aqui duas coisas.

1 - A UALE, unidade territorial, ex-BA3, que possui a pista, torre de controle, etc.

2 - O GALE/GHE, unidade operacional de helicópteros que nunca chegou a sair do papel.

A UALE (unidade territorial), não deve ser extinta, pode é mudar de nome, porque tem sempre que existir algo para manter a pista capaz de receber aviões para dar apoio aos treinos dos Paras, isto é, os serviços para manter o aeródromo operacional, controlo de tráfego aéreo, meteorologia, comunicações, bombeiros, depósitos de combustíveis de aviões, ter ou não ter estas capacidades é o que torna o aeródromo certificado para poder receber certo tipo de aeronaves, outras coisas são necessárias para certificação de pista para operação com pouca ou nenhuma visibilidade como iluminação de pista, ajudas rádio, tamanho da pista, consoante a utilidade que se pretende dar à pista, um grande aeroporto internacional tem certas requisitos, um pequeno aeródromo municipal tem outros, os da pista da UALE devem ser, poder receber aviões tamanho até C-130 e ter as condições para que eles possam aterrar/descolar de noite.

So emendava a capacidade da pista para conseguir receber avioes do tamanho/tipo do C17 Americano ou equivalente.
Parece que nao, se existir uma grande operacao aerotransportada da NATO ha uma grande probabilidade de termos de ser projectados por meios Americanos devido a autonomia, velocidade e sobrevivencia dos seus avioes.
The way of the Warrior(s) - www.warriors.pt:
" Only fools and dead Men don´t change their minds. Fools won´t and dead Men can´t !! "
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14338
  • Recebeu: 742 vez(es)
  • Enviou: 730 vez(es)
  • +54/-48
Re: O GALE - Missões, Organização, Aeronaves
« Responder #488 em: Maio 13, 2015, 11:22:11 am »
A mim o que venderam é que a Pista pode ser usada por qualquer avião incluindo o C-17.




7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 4726
  • Recebeu: 771 vez(es)
  • Enviou: 536 vez(es)
  • +34/-15
Re: O GALE - Missões, Organização, Aeronaves
« Responder #489 em: Maio 13, 2015, 12:01:41 pm »
Citação de: "Cabeça de Martelo"
A mim o que venderam é que a Pista pode ser usada por qualquer avião incluindo o C-17.

Tancos tem uma pista com 2438m (http://roteiro.apau.org/zp_tancos.html ou http://scrif.igeo.pt/ASP/pistas_bd.asp?codid=AGA+2-25). O C17 pode assim usar pois aterra em 1067 metros e precisa de  2316 metros para descolar. http://pt.wikipedia.org/wiki/Boeing_C-17_Globemaster_III
Citar
Carga máxima das asas: 750 kg/m²
Pista máxima (MTOW): 2 316 m (7 600 ft)
Distância para aterrissagem: 1 060 m (3 480 ft)
Dados da Wikipédia anglófona - C-17 Globemaster III

O C5 Galaxy é que era mais complicado, já que precisa de 2600 de pista para levantar, embora aterre em 1100 metros (teoricamente poderia assim aterrar mas levantar só possivelmente com imitações de peso e combustível). Assim, de facto era positivo se fosse aumentada mais umas centenas de metros.  :wink:  
Citar
Takeoff roll: 8,400 ft (2,600 m)
Landing roll: 3,600 ft (1,100 m)
http://en.wikipedia.org/wiki/Lockheed_C-5_Galaxy


Cumprimentos
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

ACADO

  • Investigador
  • *****
  • 2350
  • Recebeu: 92 vez(es)
  • Enviou: 33 vez(es)
  • +2/-2
  • The Way of the Warrior(s) - www.warriors.pt
    • http://www.warriors.pt
Re: O GALE - Missões, Organização, Aeronaves
« Responder #490 em: Maio 13, 2015, 12:17:41 pm »
Citação de: "mafets"
Citação de: "Cabeça de Martelo"
A mim o que venderam é que a Pista pode ser usada por qualquer avião incluindo o C-17.

Tancos tem uma pista com 2438m (http://roteiro.apau.org/zp_tancos.html ou http://scrif.igeo.pt/ASP/pistas_bd.asp?codid=AGA+2-25). O C17 pode assim usar pois aterra em 1067 metros e precisa de  2316 metros para descolar. http://pt.wikipedia.org/wiki/Boeing_C-17_Globemaster_III
Citar
Carga máxima das asas: 750 kg/m²
Pista máxima (MTOW): 2 316 m (7 600 ft)
Distância para aterrissagem: 1 060 m (3 480 ft)
Dados da Wikipédia anglófona - C-17 Globemaster III

O C5 Galaxy é que era mais complicado, já que precisa de 2600 de pista para levantar, embora aterre em 1100 metros (teoricamente poderia assim aterrar mas levantar só possivelmente com imitações de peso e combustível). Assim, de facto era positivo se fosse aumentada mais umas centenas de metros.  :wink:  
Citar
Takeoff roll: 8,400 ft (2,600 m)
Landing roll: 3,600 ft (1,100 m)
http://en.wikipedia.org/wiki/Lockheed_C-5_Galaxy


Cumprimentos

O C5 usa-se maioritariamente para transporte de equipamento muito pesado, duvido que seja usado nas fases iniciais de operacoes aerotransportadas.
Nem nunca vi nenhum nas bases norte americanas da 82a ou 101a. Enquanto C17 e C130 sao as pargas...
The way of the Warrior(s) - www.warriors.pt:
" Only fools and dead Men don´t change their minds. Fools won´t and dead Men can´t !! "
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 4726
  • Recebeu: 771 vez(es)
  • Enviou: 536 vez(es)
  • +34/-15
Re: O GALE - Missões, Organização, Aeronaves
« Responder #491 em: Maio 13, 2015, 01:03:44 pm »
Citação de: "ACADO"
O C5 usa-se maioritariamente para transporte de equipamento muito pesado, duvido que seja usado nas fases iniciais de operacoes aerotransportadas.
Nem nunca vi nenhum nas bases norte americanas da 82a ou 101a. Enquanto C17 e C130 sao as pargas...
A razão porque falei no C5 GALAXY é porque se trata de um Avião que vai às Bases do US ARMY que estejam preparadas para tal (o Exercito tem cerca de 60 bases aereas, mas uma parte têm pistas inferiores a 2000m) buscar directamente material pesado (como por exemplo a de Hunter* que tem 3.467m e permite assim aos aviões GALAXY directamente levarem ou deixarem equipamento) http://en.wikipedia.org/wiki/List_of_United_States_Army_airfields . E afinal estamos na Base da UALE/GALE. :wink:


Citar
http://pt.wikipedia.org/wiki/Antonov_An-124

Cumprimentos

* Fort Campbel é a sede da 101a, onde também se  situa a 160th Special Operations, a qual tem 4 batalhões com o terceiro baseado na Base de Hunter, a tal que tem a pista com dimensões mais que suficientes para receber os GALAXY. Curiosamente este video foi realizado sobre Fort Brag, sede da 82ª o qual é servido pelo Aeródromo de POPE, que segundo as dimensões não pode receber o C5 (2286 metros), sendo salvo erro os Sheridan e as tropas aerotransportadas transportadas até à Base de Dover por C130 da 2d Airlift Squadron baseado em Pope, mas se fosse o caso de ter sido a 101ª podiam ter recebido as tropas, tanques Sheridan e equipamento directamente em Hunter . :wink:
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 1980
  • Recebeu: 535 vez(es)
  • Enviou: 1419 vez(es)
  • +28/-0
Re: O GALE - Missões, Organização, Aeronaves
« Responder #492 em: Maio 13, 2015, 04:54:12 pm »
Bem sei que o novo Jurassic Park está quase aí à porta, mas tanques Sheridan? O camarada mafets acordou um bocado nostálgico :mrgreen:
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 4726
  • Recebeu: 771 vez(es)
  • Enviou: 536 vez(es)
  • +34/-15
Re: O GALE - Missões, Organização, Aeronaves
« Responder #493 em: Maio 13, 2015, 06:13:15 pm »
Citação de: "NVF"
Bem sei que o novo Jurassic Park está quase aí à porta, mas tanques Sheridan? O camarada mafets acordou um bocado nostálgico :wink:  :mrgreen:  :wink:



Saudações
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 2290
  • Recebeu: 852 vez(es)
  • Enviou: 264 vez(es)
  • +61/-5
Re: O GALE - Missões, Organização, Aeronaves
« Responder #494 em: Maio 13, 2015, 10:17:43 pm »
Citação de: "mafets"
Citação de: "Cabeça de Martelo"
A mim o que venderam é que a Pista pode ser usada por qualquer avião incluindo o C-17.

Tancos tem uma pista com 2438m (http://roteiro.apau.org/zp_tancos.html ou http://scrif.igeo.pt/ASP/pistas_bd.asp?codid=AGA+2-25). O C17 pode assim usar pois aterra em 1067 metros e precisa de  2316 metros para descolar. http://pt.wikipedia.org/wiki/Boeing_C-17_Globemaster_III


Citar
Carga máxima das asas: 750 kg/m²
Pista máxima (MTOW): 2 316 m (7 600 ft)
Distância para aterrissagem: 1 060 m (3 480 ft)
Dados da Wikipédia anglófona - C-17 Globemaster III


Cuidado com os erros das definições da WIKI.........

Pista máxima nada tem a ver com MTOW nada de nada mesmo !!!!
MTOW significa maximum take off weight em Português PMD !!
O que deveriam querer dizer era algo como LDA, ASDA, TODA ...... etc

Quanto a capacidade das pistas não é só necessário termos em linha de conta as distancias das mesmas mas a sua capacidade de carga, o ACN/PCN das pistas.
Poderão existir aeronaves cujos PMD's estão acima da classificação das ditas e como tal, não é possível operar, o C5 poderá estar incluído nessa lista !!!

Cumprimentos


Citar
O C5 Galaxy é que era mais complicado, já que precisa de 2600 de pista para levantar, embora aterre em 1100 metros (teoricamente poderia assim aterrar mas levantar só possivelmente com imitações de peso e combustível). Assim, de facto era positivo se fosse aumentada mais umas centenas de metros.  :wink:  
Citar
Takeoff roll: 8,400 ft (2,600 m)
Landing roll: 3,600 ft (1,100 m)
http://en.wikipedia.org/wiki/Lockheed_C-5_Galaxy


Cumprimentos
[/quote]

Cumprimentos
Ten
« Última modificação: Maio 13, 2015, 10:25:17 pm por tenente »
 

 

Porta-Aviões e Porta-Aeronaves, uma questão de cultura

Iniciado por JoseMFernandesQuadro Armadas/Sistemas de Armas

Respostas: 15
Visualizações: 8083
Última mensagem Setembro 25, 2006, 03:00:50 am
por p_shadow
Comando da NATO em Oeiras reforça o seu peso na organização

Iniciado por PereiraMarquesQuadro Portugal

Respostas: 0
Visualizações: 1826
Última mensagem Novembro 04, 2006, 12:44:50 am
por PereiraMarques
Organização da marinha: Unidades combatentes principais.

Iniciado por papatangoQuadro Armadas/Sistemas de Armas

Respostas: 36
Visualizações: 8752
Última mensagem Outubro 07, 2005, 06:33:59 pm
por alfsapt
Proposta para Organização de Companhia de Combate

Iniciado por MiguelQuadro Exércitos/Sistemas de Armas

Respostas: 27
Visualizações: 9692
Última mensagem Março 02, 2008, 07:16:08 pm
por tyr
Missões para os Fuzileiros... para quando?

Iniciado por Dead_CorpseQuadro Marinha no ForumDefesa.com

Respostas: 46
Visualizações: 11381
Última mensagem Janeiro 21, 2009, 09:24:57 pm
por Arkkkangel