Dúvida de condição de ingresso

  • 66 Respostas
  • 43583 Visualizações
*

hrodrigues20

  • 7
  • +0/-0
GOE VS Tropas de Elite
« Responder #45 em: Fevereiro 08, 2008, 04:47:45 pm »
Para começar é errado comparar o GOE a qualquer força especial militar, porque são muito diferentes. Saber não ocupa lugar mas 98% do que se aprende e treina na tropa não tem ali qualquer utilidade, pelo inverso, cria hábitos e tiques que podem ser prejudiciais e menos positivos naquele tipo de instrução e funções.

Não falo das forças que não conheço, falo apenas dos páras, mas dos páras de há 15 anos atrás, os actuais não os conheço.

Numa coisa falhas logo, é no rigor. Nada nos páras se assemelha em termos de rigor ao GOE-PSP. Por exemplo: ali, o mais pequeno erro, distracção, inobservância das regras, mesmo que seja no ultimo minuto do curso implica a tua eliminação. Nada que se lhe compare vi nos paraquedistas. Dizem que têm o melhor curso de combate de Portugal, fi-lo, talvez seja. Enquanto eles são instruídos para estarem em combate durante dias, meses e até anos se necessário for, uma operação do Goe cuja parte critica demore mais de 5 minutos isso é uma eternidade.

Quanto à dureza e exigências psico-físicas é tudo muito relativizável.
Te garanto, a generalidade do pessoal pertencente às mais variadas forças especiais nem sequer passaria nos testes de admissão do GOE. Enquanto que qualquer homem desta unidade da PSP passaria por toda a instrução dessas tropas especiais sem dificuldades de maior.

Há até muita gente oriunda dessas forças que nem nas provas de acesso à escola de agentes da PSP e de praças da GNR passa. Parece um contra-senso, não parece? Mas acontece mais vezes do que à partida poderíamos imaginar.

Não é preciso ter 2 anos de serviço para concorrer ao GOE. Na PSP apenas o CSP os exige. Quem acabar o curso de agentes com 20 na disciplina de educação física e próximo disso a tiro, for robusto psiquicamente e craque em testes psicotécnicos tem grandes probabilidades vir a ser um GOE se para tal concorrer.

Editado pela última vez por Trafaria em Seg 19 Fev, 2007 10:49 pm, num total de 1 vez
---------------------------------------------------------------------

Deves pensar que os GOE são extra terrestres.. Primeiro nunca devias de comparar o treino de qualquer tropa de élite com o treino dos GOE. Segundo hoje em dia os para-quedistas tambem têm instrução em áreas urbanizadas e de tudo um pouco. para nao falar dos Operações Especiais!! mas conhecidos por "Rangers".  Rigor?! mínimo erro é eliminado?!  Depende dos erros que estás a falar.. Pois não deve ser muito diferente dos Pára-Quedistas.. tens um exemplo da quantidade de candidatos a ser Pára-Quedistas e os que chegam a ser.. Chegamos a ter recrutas de 700, 800 homens! E a taxa de sucesso é menos de metade. De certeza absoluta que no curso dos GOE não têm o tratamento que as tropas de elite têm.. até porque estamos a falar de uma policia e de um curso que não tem 1/4 dos candidatos..
Dizias tu que na generalidade o pessoal das forças especiais nao passaria nos testes.. Podes ter razão (o que duvido!)... mas se isso por algum motivo acontece-se não seria por falta de preparação física de certeza.
Quanto ao ingresso na GNR e na PSP.. tens razão, MAS não é contra-senso nenhum!!  Se disseres o pq do pessoal não passar nos testes.. e que testes são esses... Que eu me lembre, nas tropas de elite não dão aulas de cultura geral.. e não dão equivalências ao 11 ou 12 ano de escolaridade..
Não tirando o mérito ao GOE que é das melhores POLICIAS do mundo.. mas não quer dizer que seja para super homens!
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14338
  • Recebeu: 742 vez(es)
  • Enviou: 730 vez(es)
  • +54/-48
(sem assunto)
« Responder #46 em: Fevereiro 08, 2008, 05:13:10 pm »
hrodrigues20 sê bem-vindo ao fórum.

Em relação aos GOE/PSP acho que já foi dito tudo, são bons e muito exigentes. Acho de todo incorrecto estarmos a fazer comparações, mas se as temos de as fazer então que se compare com os Prec's. Da mesma forma que não se entra directamente para o GOE, tb não se entra directamente na Companhia de Precursor.

Da mesma forma que a maioria do pessoal não passa nas provas de acesso ao COE do GOE a maioria tb não passa nas provas de acesso ao curso de Axiliar de Precursor/Precursor.

Um exemplo:

 
Provas para o Curso de Auxiliar de Precursor/ Precursor:

http://www.youtube.com/watch?v=kRf2xYq_PV0

Companhia de Precursores:

http://www.youtube.com/watch?v=CcR7TqFohEw


De qualquer maneira todos sabemos que a maioria dos militares das Forças Armadas não podem entrar na PSP por falta de habilitações literárias.

Só uma coisa recrutas com 800 catatuas? Estás a falar ao longo do ano, certo?
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

hrodrigues20

  • 7
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #47 em: Fevereiro 08, 2008, 06:08:46 pm »
Não estou a falar de cursos como por exemplo o 230 por exemplo... agora com o fim da tropa obrigatória pelo que tenho ouvido é que estão a formar menos do que isso por ano.. bem menos
 

*

Lancero

  • Investigador
  • *****
  • 4080
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #48 em: Fevereiro 08, 2008, 06:25:52 pm »
O curso com mais elementos foi o 115 ( :roll: ) com 563 elementos - acabou a 10set82.

Fonte:

"Portugal civilizou a Ásia, a África e a América. Falta civilizar a Europa"

Respeito
 

*

jmg

  • Analista
  • ***
  • 642
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #49 em: Fevereiro 08, 2008, 07:23:11 pm »
Não sou policia e só conheço o GOE das noticias que me vão chegando pela comunicação social.
Tenho o maior respeito por eles e admiro a eficacia com que  desempenham as suas funções cada vez que são chamados a intervir.
Mas não vamos novamente tentar ver quem é melhor se os comandos, paraquedistas, fuzileiros, operações especiais, GOE´s PSP, COE´s GNR, DAE, ou até mesmo os últimos chegados ao clube das tropas de intervenção que são os inspectores da ASAE :lol: .
As missões são diferentes, a preparação é diferente, os meios são diferentes.
As únicas pessoas que poderiam dizer alguma coisa seriam aquelas que cumulariam todos os cursos e acho que isto não existe.
Todos têm o meu respeito e têm a sua utilidade.
Boa sorte para todos e continuem com o bom trabalho.
Não te fies de mim, se te faltar valentia.
(Inscrição gravada num antigo punhal.Autor desconhecido)

ΜΟΛΩΝ ΛΑΒΕ
 

*

hrodrigues20

  • 7
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #50 em: Fevereiro 08, 2008, 07:24:23 pm »
Eu conheço algun pessoal desse curso e eles dizem que foram á volta de 700 homens na recruta.
Mas falando por experiência própria na minha recruta eramos mais de 260 e no curso de paraquedismo eramos 120 já com os oficiais e sargentos que só foram fazer o curso.
 

*

Trafaria

  • Investigador
  • *****
  • 1956
  • Recebeu: 38 vez(es)
  • Enviou: 57 vez(es)
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #51 em: Fevereiro 08, 2008, 11:09:05 pm »
Pois eu tenho a ideia de que no meu tempo o número dos que começaram era muito próximo dos que chegaram à boina.

Do meu pelotão só recordo o caso de um que se aleijou a sério, torceu ou partiu um braço (nas cordas, acho).

Lembro-me de outro que se lesionou, andou por lá uns dias todo entrapado, mas chegou ao fim do curso (parece-me que se só no curso de paraquedismo se não podiam dar faltas, nas outras fases desde que medicamente justificadas e se não ultrapassassem um determinado numero não havia crise de maior)
::..Trafaria..::
Fórum da PSP
 

*

hrodrigues20

  • 7
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #52 em: Fevereiro 09, 2008, 12:47:35 am »
No curso de Pára-Quedismo há poucos militares a eliminar. Mas onde há eliminações é mesmo na recruta... Já agora o que é que conheces dos Precs?
 

*

Trafaria

  • Investigador
  • *****
  • 1956
  • Recebeu: 38 vez(es)
  • Enviou: 57 vez(es)
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #53 em: Fevereiro 09, 2008, 01:26:24 am »
Nada.
Nao fui um operacional.
O meu forte eram as Berliet´s.

Depois de pronto só fiz os saltos obrigatórios, aqueles minimos que me permitiam receber o subsidio.
::..Trafaria..::
Fórum da PSP
 

*

Trafaria

  • Investigador
  • *****
  • 1956
  • Recebeu: 38 vez(es)
  • Enviou: 57 vez(es)
  • +1/-0
Re: GOE VS Tropas de Elite
« Responder #54 em: Fevereiro 10, 2008, 12:11:49 pm »
Citação de: "hrodrigues20"
Deves pensar que os GOE são extra terrestres..


hrodrigues20
Não, nao penso. Acho é que devia ler melhor o que eu escrevi.

Apenas disse isto: Quem acabar o curso de agentes com 20 na disciplina de educação física e próximo disso a tiro, for robusto psiquicamente e craque em testes psicotécnicos tem grandes probabilidades vir a ser um GOE se para tal concorrer.

Por acaso há aqui alguma referência que o remeta para o pequenino ET ou familiares?

Trafaria
::..Trafaria..::
Fórum da PSP
 

*

Garcia

  • 141
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #55 em: Fevereiro 10, 2008, 12:44:04 pm »
Nao sao extraterrestres, mas sao "especiais" assim como "Rangers", DAE, Para-quedistas, etc, nao é qualquer um que tem capacidade para ser de uma destas Elites.


Cumps
 

*

Tilt

  • 85
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #56 em: Fevereiro 15, 2008, 09:55:34 am »
cada macaco no seu galho.......................
 

*

ShadIntel

  • 1514
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #57 em: Março 20, 2009, 02:15:01 pm »
Citação de: "JC1990"
Boa tarde a todos.Fiz recentemente 18 anos e gostaria de seguir a carreira militar, gostaria de ingressar nas forças especiais.
Pelo que consegui ver há uma área na GNR e outra na PSP, também vi que para ambas temos de ser GNR/PSP 1º e só depois entrar para essas unidades.O que eu gostava de saber era onde se encontram esses centros de treino(local), remunerações, comparação entre as 2 unidades, e se é possivel ao mesmo tempo tirar um curso?
 

*

fabio_lopes

  • 204
  • +0/-0
cumps
« Responder #58 em: Março 20, 2009, 03:13:35 pm »
Boas tenho lido atentamente o  topico e surgio me uma duvida porque motivo os militares oriundos de tropa especial(especial pois tem um treino rigoroso) chumbam nos testes de admissao a psp/gnr ?
eu tinha ideia que estes ate tinham mais facilidades pois ja vinham de um treino forte...cumps
Tudo por aquilo que sonho...

tratem me por tu sff
 

*

Trafaria

  • Investigador
  • *****
  • 1956
  • Recebeu: 38 vez(es)
  • Enviou: 57 vez(es)
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #59 em: Março 20, 2009, 03:45:05 pm »
Por muitas razoes.

- Porque as provas para as forças de segurança nao são apenas fisicas, mas tambem de conhecimentos, psicológicas e médicas.

- Porque concorreram depois de saírem da tropa e negligenciaram a sua condição física.

- Tambem os há que embora e à data dos concursos ainda pertençam a essas forças mas nunca mais tiveram instrução ou exercícios fisicos de alguma continuidade e a sério terminada a sua formação.
::..Trafaria..::
Fórum da PSP
 

 

Mais incentivos para ingresso Forças Armadas

Iniciado por LanceroQuadro Portugal

Respostas: 0
Visualizações: 2687
Última mensagem Maio 03, 2007, 03:33:00 pm
por Lancero
REDUÇÃO DO VALOR DO CURSO PARA CONCURSO DE INGRESSO NO SEF

Iniciado por ISLA FormaçãoQuadro Forças de Segurança

Respostas: 0
Visualizações: 1941
Última mensagem Novembro 17, 2009, 12:39:48 pm
por ISLA Formação
ESE-Escola de Sargentos do Exército (ingresso Sarg. dos QP)

Iniciado por Carla RibeiroQuadro Exército Português no ForumDefesa.com

Respostas: 192
Visualizações: 61700
Última mensagem Maio 05, 2017, 05:55:33 pm
por Miguel Angelo
AM-Academia Militar (ingresso Oficiais dos QP)

Iniciado por Imh0t3pQuadro Exército Português no ForumDefesa.com

Respostas: 265
Visualizações: 71771
Última mensagem Agosto 12, 2016, 12:05:47 am
por Di.alves
17 de Novembro - ingresso em Mafra [e-mail]

Iniciado por flavioQuadro Exército Português no ForumDefesa.com

Respostas: 2
Visualizações: 2169
Última mensagem Novembro 13, 2008, 08:13:01 pm
por flavio