Abertura do ano operacional

  • 30 Respostas
  • 13182 Visualizações
*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6743
  • Recebeu: 294 vez(es)
  • Enviou: 201 vez(es)
  • +161/-0
Abertura do ano operacional
« em: Outubro 23, 2006, 09:36:48 pm »
Citar
Marinha abriu o Ano Operacional - com fotos
 
Publicado em:
 2006-10-20

A Base Naval de Lisboa (BNL) foi hoje palco da cerimónia de Abertura do Ano Operacional, presidida pelo Chefe do Estado-Maior da Armada, Almirante Fernando Melo Gomes.

Na cerimónia, foram reconhecidos e agraciados com diversas medalhas os militares que durante o ano transato e na sua carreira se distinguiram operacionalmente.

Desfilaram em parada e no espelho de água da BNL uma representação de navios, unidades de Fuzileiors e de mergulhadores, bem como unidades da Polícia Marítima e Instituto de Socorros a Náufragos, representando o produto operacional de uma Marinha de duplo uso.

Foram ainda apresentados alguns dados representativos das acções realizadas pela Marinha no ano operacional transacto de entre os quais se destacam:

MILHAS PERCORRIDAS - 382.262 MILHAS (o equivalente a cerca de 18 voltas ao mundo)
DIAS DE MISSÃO - 5.113 DIAS  (14 navios por dia com missão atribuída) (média de 5 navios por dia no mar)
HORAS NAVEGADAS - 44.534 HORAS
ACÇÕES de Busca e Salvamento - efectuadas 607 acções de salvaguarda da vida humana no mar
PESSOAS SALVAS - foram salvas 508 vidas humanas
Acções de vistoria no mar - efectuadas 2758 de que resultaram 557 autos de noticia.

Fonte: http://www.marinha.pt/Marinha/PT/Menu/N ... cional.htm

Fotos
http://www.marinha.pt/NR/rdonlyres/E199 ... C_2449.JPG

http://www.marinha.pt/NR/rdonlyres/E199 ... C_2449.JPG

http://www.marinha.pt/NR/rdonlyres/E199 ... G_0212.JPG
 

*

Rui Elias

  • Investigador
  • *****
  • 1697
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #1 em: Outubro 24, 2006, 09:35:43 am »
De positivo, o sobrevoo da BNL pelos helis da Armada

De negativo a disposição dos navios de superfície.

Numa das fotos em primeiro plano nada mais nada menos que o velho NRP Shultz Xavier, e nem uma João Belo para compor a apresentação da Armada.
 

*

luis filipe silva

  • Investigador
  • *****
  • 2051
  • Recebeu: 4 vez(es)
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #2 em: Outubro 24, 2006, 03:32:38 pm »
Quem não sabe é como quem não vê.
Citar
Numa das fotos em primeiro plano nada mais nada menos que o velho NRP Shultz Xavier, e nem uma João Belo para compor a apresentação da Armada.

Se reparar bem, do outro lado do cais está a Sacadura embandeirada em arco. Mas como também não está a navegar!?!?...
-----------------------------
saudações:
Luis Filipe Silva
 

*

Rui Elias

  • Investigador
  • *****
  • 1697
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #3 em: Outubro 24, 2006, 04:50:36 pm »
Oras, Luís, só se vé o canhão na ré do navio
 

*

Bravo Two Zero

  • Especialista
  • ****
  • 1009
  • Recebeu: 13 vez(es)
  • Enviou: 16 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #4 em: Outubro 24, 2006, 07:55:21 pm »
Citação de: "Rui Elias"
Oras, Luís, só se vé o canhão na ré do navio


E se ampliar a útima foto, lê no passadiço (ò lá como se chama......) " N R ......SACAD......"  c34x
"Há vários tipos de Estado,  o Estado comunista, o Estado Capitalista! E há o Estado a que chegámos!" - Salgueiro Maia
 

*

luis filipe silva

  • Investigador
  • *****
  • 2051
  • Recebeu: 4 vez(es)
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #5 em: Outubro 24, 2006, 08:37:33 pm »
Citar
Oras, Luís, só se vé o canhão na ré do navio

Para bom observador meia fragata basta. E sempre é melhor do que afirmar que não estava lá nenhuma J.Belo.
-----------------------------
saudações:
Luis Filipe Silva
 

*

Rui Elias

  • Investigador
  • *****
  • 1697
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #6 em: Outubro 25, 2006, 04:56:16 pm »
Não estava na foto, Luís, na foto!!!

Esta gente é muito agarrada ao pormenorzinho    :?
 

*

luis filipe silva

  • Investigador
  • *****
  • 2051
  • Recebeu: 4 vez(es)
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #7 em: Outubro 25, 2006, 10:04:28 pm »
Rui Elias escreveu:
Citar
Não estava na foto, Luís, na foto!!!

Veja na foto., Rui,  na foto!!!
À direita, na proa do Schultz. O Rui "posta" muito mas não toma atenção ao que escreve(sem ofensa).

http://www.marinha.pt/NR/rdonlyres/E199 ... G_0212.JPG
-----------------------------
saudações:
Luis Filipe Silva
 

*

snakeye25

  • Membro
  • *
  • 133
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #8 em: Outubro 25, 2006, 11:23:20 pm »
Já para não falar na foto que ilustra a noticia no site da Armada, em que é bem visível uma João Belo.

http://www.marinha.pt/NR/rdonlyres/99DB ... cional.jpg

:roll:
Um abraço,

André Carvalho
 

*

Lancero

  • Investigador
  • *****
  • 4140
  • Recebeu: 28 vez(es)
  • +57/-0
(sem assunto)
« Responder #9 em: Outubro 25, 2006, 11:32:27 pm »
Partes do discurso do almirante CEMA:

Citar
Marinheiros,

Como sabem, preconizo uma política de pessoal centrada numa cultura de serviço, com um sistema de incentivos que se assuma como um instrumento de integração e motivação, e que reconheça a especificidade do pessoal embarcado, e daquele que actua na linha da frente operacional da Marinha. Neste sentido, foi já adoptado um variado conjunto de medidas, desde distinções individuais a alterações de uniformes, para permitir aos militares vestirem-se de acordo com a função que desempenham e não com a sua categoria, numa perspectiva de actualizar a imagem da Marinha.  Estas mudanças, no entanto, não estão a ser implementadas com a desejável celeridade, basicamente por problemas associados ao fornecimento.
^^^^^^
Fardas novas?


Citar
Marinheiros,

No meu mandato, defini como prioritária a edificação das capacidades necessárias à afirmação do carácter expedicionário da Força Naval, e ao reforço da componente de vigilância e fiscalização.
Os programas de regeneração da esquadra visam, essencialmente, a substituição dos meios navais em fim de vida, nomeadamente as fragatas da classe "João Belo", o reabastecedor "Bérrio", os submarinos da classe "Albacora" e as corvetas das classes "João Coutinho" e "Baptista de Andrade".

Apesar das dificuldades que o País atravessa, foi aprovada recentemente uma nova versão da Lei de Programação Militar de grande alcance estratégico, que contempla importantes programas de regeneração dos meios da Marinha. A concretização desses programas conferirá flexibilidade e versatilidade, criará sinergias, reduzirá custos de exploração e aumentará a eficácia no cumprimento da missão da Marinha.

Não vou referir detalhadamente os programas aprovados, até porque, na generalidade, são do conhecimento público. Indicarei, somente, os seus mais recentes desenvolvimentos:
- os submarinos encontram-se em fase avançada de construção e estamos a trabalhar na definição dos requisitos para o reordenamento infraestrutural da Esquadrilha;
- decorre nos Estaleiros Navais de Viana do Castelo o programa de construção de patrulhas oceânicos.  Como todos sabem, o programa regista atrasos significativos.   Para a Marinha, mais importante que o cumprimento do prazo é a qualidade do produto que vai servir a Esquadra nos próximos 30 anos, pelo que estamos a trabalhar com os Estaleiros no sentido da garantia da qualidade, sabendo que ainda não será este ano que teremos os primeiros navios a navegar, com as consequências que isso acarreta, em termos de custos em pessoal e manutenção. Estou convencido que tudo se irá resolver e que o programa se irá prolongar com novos contratos. Está também prevista para este estaleiro, a construção do Navio Polivalente Logístico e das Lanchas de Fiscalização Costeiras;

É ainda relevante referir:
- o reequipamento dos Mergulhadores e a activação de um novo destacamento destinado à Guerra de Minas;
- a edificação, no âmbito da capacidade de projecção de força, de um destacamento de pesquisa de informações por meios humanos;
- a substituição das fragatas da classe "João Belo", por duas unidades modernas e mais adequadas às nossas necessidades;
- o reapetrechamento tecnológico do IH e a transformação em curso do NRP "Gago Coutinho" em navio hidro-oceanográfico para realizar missões de carácter militar e de apoio à comunidade científica nacional;
- o programa de reequipamento, no âmbito da Autoridade Marítima.

Citar
Na vertente de defesa e apoio à política externa, a NATO continua a ser central no empenhamento internacional dos nossos meios, ao mesmo tempo que estamos, também, empenhados no desenvolvimento da defesa europeia, pelo que tenciono manter uma participação activa, em 2007, no Amphibious Battle Group da União Europeia.



http://www.marinha.pt/Marinha/PT/Menu/N ... cional.htm
"Portugal civilizou a Ásia, a África e a América. Falta civilizar a Europa"

Respeito
 

*

papatango

  • Investigador
  • *****
  • 5512
  • Recebeu: 9 vez(es)
  • +18/-0
    • http://www.areamilitar.net
(sem assunto)
« Responder #10 em: Outubro 25, 2006, 11:50:15 pm »
Citar
Como sabem, preconizo uma política de pessoal centrada numa cultura de serviço, com um sistema de incentivos que se assuma como um instrumento de integração e motivação, e que reconheça a especificidade do pessoal embarcado, e daquele que actua na linha da frente operacional da Marinha. Neste sentido, foi já adoptado um variado conjunto de medidas, desde distinções individuais a alterações de uniformes, para permitir aos militares vestirem-se de acordo com a função que desempenham e não com a sua categoria,

Ai tanta gente que se vai torcer de raiva... :mrgreen:

É bom que esse tipo de ideias, não se fiquem pelos discursos.
Este problema, esbarra (por exemplo) na questao de pessoal técnico com elevadas qualificações que não está nem vai estar embarcado...

Ver para crer.

No entanto, enquanto há vida há esperança.
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7499
  • Recebeu: 377 vez(es)
  • Enviou: 119 vez(es)
  • +125/-194
(sem assunto)
« Responder #11 em: Outubro 26, 2006, 12:04:27 am »
Também me soa a camuflados digitais em tons de azul.
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 7646
  • Recebeu: 327 vez(es)
  • Enviou: 564 vez(es)
  • +204/-204
(sem assunto)
« Responder #12 em: Outubro 26, 2006, 11:36:29 am »
Citação de: "snakeye25"
Já para não falar na foto que ilustra a noticia no site da Armada, em que é bem visível uma João Belo.

http://www.marinha.pt/NR/rdonlyres/99DB ... cional.jpg

:P
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

»»Submarinista»»

  • Membro
  • *
  • 94
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #13 em: Outubro 26, 2006, 06:08:02 pm »
Sim, é a Sacadura Cabral, foi no dia em que eu destaquei de lá.
Nem quis ficar para ouvir o Sr. Almirante falar :P
Atentamente
 

*

Lancero

  • Investigador
  • *****
  • 4140
  • Recebeu: 28 vez(es)
  • +57/-0
(sem assunto)
« Responder #14 em: Novembro 17, 2006, 12:36:48 pm »
Citação de: "Lancero"
Partes do discurso do almirante CEMA:

Citar
Marinheiros,

Como sabem, preconizo uma política de pessoal centrada numa cultura de serviço, com um sistema de incentivos que se assuma como um instrumento de integração e motivação, e que reconheça a especificidade do pessoal embarcado, e daquele que actua na linha da frente operacional da Marinha. Neste sentido, foi já adoptado um variado conjunto de medidas, desde distinções individuais a alterações de uniformes, para permitir aos militares vestirem-se de acordo com a função que desempenham e não com a sua categoria, numa perspectiva de actualizar a imagem da Marinha.  Estas mudanças, no entanto, não estão a ser implementadas com a desejável celeridade, basicamente por problemas associados ao fornecimento.
^^^^^^
Fardas novas?



Boina para militares não fuzileiros.

http://www.marinha.pt/ordens/index.asp? ... 47_06.html
"Portugal civilizou a Ásia, a África e a América. Falta civilizar a Europa"

Respeito
 

 

Actividade Operacional/Exercícios

Iniciado por Jorge Pereira

Respostas: 455
Visualizações: 105300
Última mensagem Agosto 24, 2019, 07:39:26 pm
por P44
Passos quer Marinha com nova "abertura ao mar"

Iniciado por zawevo

Respostas: 4
Visualizações: 3291
Última mensagem Maio 15, 2012, 09:42:43 am
por P44