"lhéngua" vive "momento mágico"

  • 30 Respostas
  • 5980 Visualizações
*

Lancero

  • Investigador
  • *****
  • 4144
  • Recebeu: 28 vez(es)
  • +60/-0
"lhéngua" vive "momento mágico"
« em: Outubro 19, 2006, 11:35:23 am »
Citar
Mirandês: Oito anos depois do reconhecimento a "lhéngua" vive "momento mágico"

Por Helena Fidalgo (texto) e Paulo Novais (fotos)

       
      Miranda do Douro, Bragança, 18 Out (Lusa) - O pequeno "chicharrica" tinha apenas 3 anos quando o mirandês foi reconhecido como segunda língua oficial de Portugal, em Outubro de 1998, na Assembleia da República.

      Cresceu a falar e a escrever a língua e ganhou a alcunha de "chicharrica" (cigarrinha) porque, tal como a cigarra, não se cala e se for preciso canta para orgulhosamente mostrar como fala bem "la lhéngua".

      O Bruno é um dos 400 alunos que frequentam as aulas de mirandês nas escolas de Miranda do Douro, desde a pré-primária ao 12ºano.

      Um cenário "inimaginável" para Carlos Ferreira, que há algumas décadas era "proibido" pelos professores de falar mirandês nas aulas.

      As crianças tinham de aprender a língua "grave" (importante), o português, e a da sua terra, considerada "uma ignorância" e uma "corruptela" (distorção), ficava para as brincadeiras do recreio.

      Oito anos depois do reconhecimento, a "lhéngua" mirandesa galgou as fronteiras do pequeno território junto a Espanha, no Nordeste Transmontano, e deixou de ser exclusiva dos cerca de 10.000 falantes, que a herdaram por tradição oral.

      O herói de banda desenhada Astérix vai falar, pela segunda vez, em mirandês com a tradução do "Grande Fosso" para "L Galaton", um ano depois de ter saído "Asterix L Goulés".

      Amadeu Ferreira é mais uma vez o tradutor e, segundo disse à Lusa, o lançamento está previsto para final de Novembro, início de Dezembro.

      É também o coordenador de mais um curso de mirandês para adultos, que arranca quinta-feira, em Lisboa, com duas turmas divididas pela Oxford School e por uma colectividade de Corroios.

      Os 35 alunos vão juntar-se aos mais de 200 que nos últimos seis anos frequentaram estes cursos, gratuitamente, na capital, onde um grupo de mirandeses criou a Associação da Língua Mirandesa para promover a cultura das suas origens.

      Professor de direito e vice-presidente da CMVM (Comissão de Mercado de Valores Mobiliários), Amadeu Ferreira dedica o tempo livre à causa da língua e considera que se "está a viver um momento mágico" com o desenvolvimento da escrita.

      O ensino do mirandês já chegou às novas tecnologias com um curso na Internet, também gratuito, acessível no endereço www.sendim.net.

      Nos últimos anos, foram publicadas várias obras em mirandês e uma convenção ortográfica com algumas regras para a escrita, que poucos dominam, o que leva o presidente da Câmara, Manuel Rodrigo, a dizer que de "língua do campo e do trabalho, o mirandês passou a língua de doutores".

      Para Amadeu Ferreira "é uma evolução natural, quem domina a escrita está a dar os primeiros passos", e só lamenta que por terras de Miranda não se promovam também cursos para adultos em mirandês.

      Nas escolas mirandesas, a "lhéngua" é disciplina de opção encaixada nos horários do final da manhã ou tardes livres das turmas, "o que não é propriamente motivador", na opinião do professor Duarte Martins.

      Este jovem docente vive num rodopio de escola em escola, pois tem praticamente todas as turmas, com excepção de duas, a cargo do professor Domingos Raposo.

      Ambos defendem que seria necessário, pelo menos, mais um professor, mas Domingos Raposo, admite que, apesar das dificuldades, a realidade de hoje é bem diferente de há 20 anos quando foi pioneiro das aulas de mirandês.

      "Hoje, as pessoas já assumem o valor da sua identidade, dada a importância que se tem dado à língua a nível académico, político e local", afirmou.

      Para este "prestígio", têm também contribuído o programa de Domingos Raposo na rádio local "Mirandum" ou as crónicas mensais de Amadeu Ferreira no jornal "Público" e uma página semanal no jornal "Nordeste".

      Todos acreditam que a nova geração ultrapassará as dificuldades na escrita, as quais se revelam no reduzido número de documentos de cidadãos dirigidos às entidades locais em mirandês, embora a lei lhes faculte esta possibilidade.
"Portugal civilizou a Ásia, a África e a América. Falta civilizar a Europa"

Respeito
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15017
  • Recebeu: 1004 vez(es)
  • Enviou: 945 vez(es)
  • +171/-168
(sem assunto)
« Responder #1 em: Outubro 19, 2006, 11:52:12 am »
Noticia interessante, ainda bem que o estado Português está a fazer o que lhe compete, que é salvaguardar a cultura e tradições Portuguesas.  :wink:
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

foxtrotvictor

  • Perito
  • **
  • 478
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #2 em: Outubro 19, 2006, 07:38:29 pm »
Mui bien. Para lo comemorar me bou a la adega bouber un copo de bino y comer un cibo de presunto. A ber se la gaçpoia es de la buena.  Ya naide quer pegar en la sachola para scabar la bina!
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15017
  • Recebeu: 1004 vez(es)
  • Enviou: 945 vez(es)
  • +171/-168
(sem assunto)
« Responder #3 em: Outubro 19, 2006, 08:42:49 pm »
És mesmo mau e não se arranja nada?  :wink:
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

ricardonunes

  • Investigador
  • *****
  • 3553
  • Recebeu: 29 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +10/-5
(sem assunto)
« Responder #4 em: Outubro 19, 2006, 08:54:56 pm »
A parte do vinho e do presunto eu entendo, o resto não.
Potius mori quam foedari
 

*

lecavo

  • 252
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #5 em: Outubro 19, 2006, 10:16:21 pm »
Viva!

"foxtrotvictor"

Parece que tens o condão de me surpreenderes contantemente pela positiva! Não te sabia versado nessa tal lhéngua!
Um abraço.

--Lecavo
 

*

foxtrotvictor

  • Perito
  • **
  • 478
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #6 em: Outubro 19, 2006, 11:46:54 pm »
Amigo lecabo, (lecabo, pois o "V" não existe no mirandés) mi terrica es la  aldena d` Infainç (Ifanes en la lhéngua grave, fidalga). Pertenece a Miranda do Douro. Em mi aldena si que se fala la lhéngua mirandesa.




"Zgraçiado d’aquel, qu’abandonado
La patri’ an que naciu, la casa i l huôrto.
Tamien se squeçe de la fala! Quando
L furdes ber, talbéç que stéia muôrto!"
J. Leite de Vasconcelos

Desgraçado aquele que abandou
A pátria onde nasceu, a casa e o horto.
Também se esquece da língua!
Quando derdes por ela, talvez já esteja morto!

"Quien dirie qu’antre ls matos eiriçados
Las ourriêtas i ls rius d’esta tiêrra,
Bibie, cumo l chaugarço de la siêrra,
Ua lhéngua de sons tan bariados?

Mostre-se i fale-s’ essa lhéngua filha
D’un pobo que ten neilha l choro i l canto!
Nada por ciêrto mos cautiba tanto
Cumo la form' an que l’eideia brilha.

Zgraçiado d’aquel, qu’abandonando
La patri’ an que naciu, la casa i l huôrto.
Tamien se squeçe de la fala! Quando
L furdes ber, talbéç que stéia muôrto!"

J. Leite de Vasconcelos
In "Flores Mirandesas"
Livraria Portuense de Clavel & C.ª
1884


Eilhes tornán an Mirandés!

 

*

Doctor Z

  • Analista
  • ***
  • 831
  • +1/-0
    • http://www.oliven
(sem assunto)
« Responder #7 em: Outubro 20, 2006, 12:30:44 pm »
Esta placa de Ifanes já a tinha visto (na altura, tinha uma assinatura no
Mensageiro de Bragança e tinha noticiádo a lingua mirandês), mas será
que há placas semelhantes em toda a zona onde se fala o mirandês ?

foxtrotvictor a maneira da qual tu escreveres é muito semelhante ao
modo de falar que têm o pessoal na aldeia (ainda assim, a minha aldeia,
Paredes, ainda está longe de Ifanes) : é parecido com o português do
interior trasmontano falado nas aldeias ...

Já me perguntaram várias vezes aqui em Lisboa se não era romeno ...
por causa do meu sotaque meio trasmontano afrancesado ...
Blog Olivença é Portugal
"Se és Alentejano, Deus te abençoe...se não
és, Deus te perdoe" (Frase escrita num azulejo
patente ao público no museu do castelo de
Olivença).

:XpõFERENS./
 

*

foxtrotvictor

  • Perito
  • **
  • 478
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #8 em: Outubro 20, 2006, 01:50:25 pm »
Sim, Doctor Z, quase todas as aldeias do concelho de Miranda do Douro tem o nome nas duas línguas.
A foto da placa toponímica da minha aldeia fui eu que a tirei, durante uns dias bem passados, no ultimo Verão.

A pronúncia transmontana que se fala nas aldeias dos arredores de Bragança nada tem a ver com o mirandés. Se um dia tiveres oportunidade de viajar pelas aldeias de Miranda pede a alguém que ande pelas ruas que te fale mirandés e vais notar a diferença.  

A minha pronúncia transmontana, para grande orgulho meu, desmascara-me em qualquer lado. É o tal reino maravilhoso, de que falava Miguel Torga. Eu, nascido em Ifainç e criado em Bragança, só posso ser Transmontano de gema. Não te preocupes, que a mim também já me confundiram como nado noutras terras distantes. Quando isso acontece só me apetece chamar o gaiteiro da minha terra para que lhes toque o “Bilhano de Zamora”

“Vou falar-lhes dum Reino Maravilhoso. Embora muitas pessoas digam que não, sempre houve e haverá reinos maravilhosos neste mundo. O que é preciso, para os ver, é que os olhos não percam a virgindade original diante da realidade, e o coração, depois, não hesite. Ora, o que pretendo mostrar, meu e de todos os que queiram merecê-lo, não só existe, como é dos mais belos que se possam imaginar. Começa logo porque fica no cimo de Portugal, como os ninhos ficam no cimo das árvores para que a distância os torne mais impossíveis e apetecidos. E quem namora ninhos cá de baixo, se realmente é rapaz e não tem medo das alturas, depois de trepar e atingir a crista do sonho, contempla a própria bem-aventurança.
Vê-se primeiro um mar de pedras. Vagas e vagas sideradas, hirtas e hostis, contidas na sua força desmedida pela mão inexorável dum Deus criador e dominador. Tudo parado e mudo. Apenas se move e se faz ouvir o coração no peito, inquieto, a anunciar o começo duma grande hora. De repente, rasga a crosta do silêncio uma voz de franqueza desembainhada:
- Para cá do Marão, mandam os que cá estão!...
Sente-se um calafrio. A vista alarga-se de ânsia e de assombro. Que penedo falou? Que terror respeitoso se apodera de nós?
Mas de nada vale interrogar o grande oceano megalítico, porque o nume invisível ordena:
- Entre!
A gente entra, e já está no Reino Maravilhoso.(…)

O nome de Trasmontano, que quer dizer filho de Trás-os-Montes, pois assim se chama o Reino Maravilhoso de que vos falei.”

Miguel Torga.
 

*

lecavo

  • 252
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #9 em: Outubro 21, 2006, 12:18:55 am »
Viva!

Depois de ler o post anterior, só me ocorre uma coisa:

---Perguntem-lhe se está incluido nos tais 28%???? que querem ser Espanhois?

--Eu sei a resposta: A unica duvida reside na indecisão entre a Glock e a Beretta!!!!!!!  :lol:  :lol:  :lol:

PS: Esta é uma private joke
Um abraço.

--Lecavo
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7505
  • Recebeu: 384 vez(es)
  • Enviou: 119 vez(es)
  • +135/-194
(sem assunto)
« Responder #10 em: Outubro 21, 2006, 01:00:22 am »
Eu já passei uns tempos em Sendim.
Gente fantástica.
Boas carpas e achegãs.
E outras coisas mais (abençoadas sejam).
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

p_shadow

  • Perito
  • **
  • 448
  • +1/-0
    • http://www.falcoes.net/9gs
(sem assunto)
« Responder #11 em: Outubro 21, 2006, 03:20:29 am »
Citação de: "Luso"
Eu já passei uns tempos em Sendim.
Gente fantástica.
Boas carpas e achegãs.
E outras coisas mais (abençoadas sejam).


Folgo em saber que o Luso também é pescador... :P

Abraços
A realidade não alimenta fóruns....
 

*

p_shadow

  • Perito
  • **
  • 448
  • +1/-0
    • http://www.falcoes.net/9gs
(sem assunto)
« Responder #12 em: Outubro 21, 2006, 04:51:29 am »
Algumas imagens...

Miranda do Douro



Barca d'Alva



Bragança-Vinhais


Bragança-Montesinho


Ainda há sítios onde os peixes vêm comer às nossas mãos (Rio de Onor)...

http://img.photobucket.com/albums/v218/p_shadow/PORTUGAL/brag_ag06/P1040100.jpg

Vista nocturna do Castelo de Bragança...


E Espanha ali tão perto...


Para "pescarretas" (Barragem da Bemposta)... :P


Desculpem já estar a ser "off-topic" :oops:


Cumptos
« Última modificação: Outubro 22, 2006, 01:43:02 am por p_shadow »
A realidade não alimenta fóruns....
 

*

lecavo

  • 252
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #13 em: Outubro 21, 2006, 08:19:16 am »
Viva!

O restante pessoal do Forum que me desculpe, mas o meu conselho vai para a região Dão/Lafões - Distrito de Viseu. Sem esquecer uma passagem pelo Caramulo. Nesta terra, podem-se visitar dois belos museus, o do automóvel e o museu de arte.

Depois a comidinha costuma ser muito boa. Perto do Caramulo, há uma Localidade Chamada Cambra (pertence ao Concelho de Vouzela), onde se servem refeições divinais, típicas daquela região (como a vitela à Lafões por exemplo) - Chama-se Taberna do Lavrador (passe-se a publicidade - não tenho nada a ver com o dito restaurante, apenas já lá almocei e fiquei de tal forma satisfeito, que não posso deixar de lhe fazer publicidade). O restaurante é muito giro, para entrar, temos de atravessar uma pipa, que serve de porta. Ao fim de semana é muito difícil almoçar lá, amenos que se marque com alguma antecedência.

http://www.tabernadolavrador.com/index.htm

Se lá for, depois diga-me alguma coisa!
Um abraço.

--Lecavo
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7505
  • Recebeu: 384 vez(es)
  • Enviou: 119 vez(es)
  • +135/-194
(sem assunto)
« Responder #14 em: Outubro 21, 2006, 11:06:50 am »
E a Serra da Freita!
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

 

Lhéngua mirandesa

Iniciado por Hymy

Respostas: 13
Visualizações: 2407
Última mensagem Agosto 09, 2008, 02:22:27 pm
por Cabeça de Martelo
SIC exibe 1º Trailer "Star Wars-Ep III-Revenge Sith

Iniciado por P44

Respostas: 5
Visualizações: 2223
Última mensagem Novembro 07, 2004, 06:19:56 pm
por P44
Jaime Neves - "Não foi para isto que fizemos o 25/11

Iniciado por Lancero

Respostas: 6
Visualizações: 3268
Última mensagem Novembro 27, 2007, 04:43:10 pm
por Cabeça de Martelo
"Os Contemporâneos"

Iniciado por Luso

Respostas: 7
Visualizações: 1655
Última mensagem Maio 13, 2008, 08:27:45 pm
por pmdavila
Movimento "Fundir Portugal" quer anexar Portugal ao Brasil

Iniciado por Sertorio

Respostas: 7
Visualizações: 4412
Última mensagem Março 19, 2012, 06:29:36 pm
por cromwell