Noticias de Angola

  • 55 Respostas
  • 17995 Visualizações
*

Get_It

  • Investigador
  • *****
  • 1694
  • Recebeu: 177 vez(es)
  • Enviou: 395 vez(es)
  • +7/-1
Re: Noticias de Angola
« Responder #45 em: Setembro 09, 2016, 06:30:35 pm »
Angolan Troops Slaughtered an Entire Village
(9 de Setembro de 2016)
Citação de: Peter Doerrie
Angola’s police and military attacked and almost completely eradicated a village inhabited by around 50 members of a Christian religious sect in August, according to Deutsche Welle.

If confirmed, it would mark the second large-scale attack on the sect after a similar massacre in April 2015, in which more than 100 people died.

The killings appeared to have occurred days after an altercation between between security forces and members of the Light of the World sect, in which five people, including two police officers, died. During that clash, police confronted violent members of the sect and recovered pistols and assault rifles from the scene.

Light of the World is a reclusive Adventist group that believes in the looming end of the world. There are up to 50,000 members in Angola.

The group’s leader, Jose Kalupeteka, was sentenced to 28 years in prison earlier this year after Angolan president José Eduardo dos Santos declared the sect a “threat to peace and national security.”

The two massacres received relatively little attention in the international press, a symptom of Angola’s tightly controlled media and political space.

But there’s a deeper set of incentives encouraging Angola to crack down. The government is trying to suppress all real or perceived challenges to its authority during an economic crisis. At the same time, the regime is attempting to navigate a transfer of power from one generation of elites to the next.

It’s hard to overstate the problem. Angola is experiencing a massive crisis as a result of consistently low oil prices — combined with the country’s vast offshore reserves contributing to 90 percent of its GDP.

This reliance was a boon when oil traded above $120 a barrel. Today’s current prices of around $45 is nowhere near enough to prop up the government’s massive military spending and patronage slush funds.

[continua]
Fonte: https://warisboring.com/angolan-troops-slaughtered-an-entire-village-4ab932b423f7

Cumprimentos,
:snip: :snip: :Tanque:
 

*

Get_It

  • Investigador
  • *****
  • 1694
  • Recebeu: 177 vez(es)
  • Enviou: 395 vez(es)
  • +7/-1
Negócio de telecomunicações militares a Angola na sombra da Bolsa portuguesa
« Responder #46 em: Janeiro 22, 2017, 07:10:37 pm »
Nem sei onde colocar esta novela. Se aqui, se no tópico de Tecnologia Portuguesa, se no fórum de Política ou se nos dedicados aos Países Lusófonos...

Seja como for, as nossas elites sempre dão que falar.

Negócio de telecomunicações militares na sombra da Bolsa portuguesa
Citação de: Cristina Ferreira, Público
A venda sigilosa a Angola de um sistema de comunicações encriptado foi financiada pelo BES, no que se pode tornar no último acto público conhecido de Ricardo Salgado. E revelado pelo P2 na semana em que o banqueiro é suspeito de corromper José Sócrates, que em Luanda validou o negócio de 113 milhões.

Quando em causa estão negócios militares em Estados emergentes, existe grande secretismo e um elevado grau de informalidade — os entendimentos são verbais, os suportes escritos escasseiam. E, se se movimentam muitos milhões, a par da competitividade forjam-se solidariedades e, talvez por isso, raramente se declaram as hostilidades. Já as traições não são toleradas. E, se há uma zanga marginal, ela ganha proporções atómicas.

Foi o que aconteceu nesta história, na qual o P2 vai revelar a venda de um sistema encriptado de telecomunicações de dados de voz, de origem portuguesa, aos serviços secretos angolanos (Serviço de Inteligência e Segurança do Estado-SISE). Uma operação pontuada por incidentes que lembram os tempos da Guerra Fria e estimada globalmente em 113 milhões de euros, dos quais 60 milhões já foram pagos— a transacção, financiada pelo ex-Banco Espírito Santo, ainda se encontra em curso.

No centro está a sociedade All2it, detida pela Reditus, uma grande tecnológica cotada no PSI20, na qual o Millennium bcp possui 18%, e presidida por Miguel Pais do Amaral, o principal accionista, com 25,6%. Pais do Amaral, conde de Alferrarede, é também dono da editora Leya e está à frente da gestão não executiva da Media Capital, proprietária da TVI.

Esta é uma história da qual não se saem bem as relações europeias e africanas e na qual um erro pode desencadear uma guerra feroz. E que Pais do Amaral resume deste modo: “uma loucura total” e “uma grande infelicidade.” Pais do Amaral é ainda o homem que um inspector do Estado angolano considera a imagem “do oficial e cavalheiro”, de “educação esmerada”.  O inspector em questão é o ex-comando português Ângelo Gonçalves, também ele protagonista nos eventos.

[continua]
Fonte: https://www.publico.pt/2017/01/22/economia/noticia/negocio-de-telecomunicacoes-militares-na-sombra-da-bolsa-portuguesa-1758878



Cumprimentos,
:snip: :snip: :Tanque:
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: perdadetempo

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 7265
  • Recebeu: 175 vez(es)
  • Enviou: 288 vez(es)
  • +12/-2
Re: Noticias de Angola
« Responder #47 em: Fevereiro 04, 2017, 03:42:30 pm »
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 8589
  • Recebeu: 286 vez(es)
  • Enviou: 202 vez(es)
  • +15/-3
Re: Noticias de Angola
« Responder #48 em: Agosto 18, 2017, 11:30:04 pm »
José Eduardo dos Santos deixa poder mas com imunidade, subvenção vitalícia e casa oficial


Após 38 anos como chefe de Estado angolano, José Eduardo dos Santos vai ter direito, quando deixar o cargo, a imunidade, residência oficial e uma subvenção mensal vitalícia de 80% do salário base do Presidente da República.

Com as eleições gerais em Angola agendadas para 23 de agosto, às quais José Eduardo dos Santos - que completa 75 anos cinco dias depois -, não se recandidata, a lei aprovada pela Assembleia Nacional, sobre o "Estatuto dos Antigos Presidentes da República de Angola", foi publicada em Diário da República a 17 de agosto.

No seu preâmbulo, a lei, consultada hoje pela Lusa, refere a necessidade de definir "deveres e os direitos dos antigos Presidentes da República", sendo certo que desde 1975 o país conheceu apenas dois chefes de Estado. O primeiro Presidente de Angola foi Agostinho Neto, sucedido, após a sua morte, por José Eduardo dos Santos, em 1979.

A lei agora em vigor define que os antigos Presidentes da República gozam de tratamento protocolar "compatível com a dignidade das altas funções anteriormente desempenhadas" e que têm direito, nomeadamente, a gabinete de trabalho, oficial às ordens, escolta pessoal, proteção e segurança especial na residência, entre outros benefícios extensíveis ao cônjuge e aos descendentes e ascendentes de primeiro grau, como o passaporte diplomático.

A subvenção mensal vitalícia a que terá direito José Eduardo dos Santos, enquanto antigo Presidente, após as eleições de 23 de agosto e tomada de posse do novo chefe de Estado, corresponde a 80% do salário base do Presidente da República, que está fixado desde junho último em 640.129,84 kwanzas (3.300 euros).

Esta subvenção, refere ainda a legislação, é acumulável com a pensão de aposentação ou de reforma e em caso de morte do beneficiário transmite-se em 75% ao cônjuge, descendentes ou ascendentes.

"O cônjuge do antigo Presidente da República, à data do exercício das suas funções, tem direito a uma subvenção mensal vitalícia equivalente a 60% do salário base de um ministro", lê-se ainda na lei, que entrou em vigor na quinta-feira.

Define igualmente que os antigos Presidentes "têm direito a uma residência oficial", que pode ser do Estado ou arrendada, e ainda a uma viatura protocolar "de modelo idêntico à viatura oficial atribuída ao vice-Presidente da República [em funções]".

"O Estado garante motoristas, combustível, manutenção e seguro contra todos os riscos", acrescenta o texto da lei, que refere ainda que os antigos Presidentes "têm também direito a viaturas, de uso pessoal, para apoio do cônjuge e filhos melhores ou incapazes a seu cargo".

José Eduardo dos Santos terá igualmente direito, conforme decorre da lei, a uma viagem anual de férias, "com passagens aéreas em primeira classe e ajudas de custo para si, cônjuge e filhos melhores ou incapazes, dentro do país ou no estrangeiro".

A imunidade atribuída aos antigos Presidentes da República é semelhante à conferida aos deputados à Assembleia Nacional.

A lei, que se aplica também aos antigos vice-presidentes, prevê que estes possam "renunciar aos direitos patrimoniais" previstos.


>>>>  http://www.dn.pt/mundo/interior/jose-eduardo-dos-santos-deixa-poder-mas-com-imunidade-subvencao-vitalicia-e-casa-oficial-8713440.html
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14097
  • Recebeu: 655 vez(es)
  • Enviou: 690 vez(es)
  • +47/-19
Re: Noticias de Angola
« Responder #49 em: Setembro 27, 2017, 02:26:20 pm »
Marcelo lamenta que "um ou outro português distraído" veja ovação em Luanda como vaia

27 set, 2017 - 10:45

O Presidente português lamentou, em Luanda, que haja "um ou outro português distraído" que tenha considerado como uma vaia a ovação que Portugal recebeu do povo angolano. Marcelo Rebelo de Sousa falava esta terça-feira à noite para a comunidade portuguesa residente em Angola, momentos antes de deixar Luanda, onde participou na cerimónia de investidura do novo Presidente de Angola, João Gonçalves. O Presidente português foi assobiado e aplaudido na tomada de posse, algo que foi interpretado por alguns meios de comunicação, incluindo a Renascença, como uma vaia. Porém, os assobios foram ouvidos noutros momentos da cerimónia como manifestação de aplauso (e não de crítica).

http://rr.sapo.pt/video/150091/marcelo_lamenta_que_um_ou_outro_portugues_distraido_veja_ovacao_em_luanda_como_vaia 
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 1648
  • Recebeu: 581 vez(es)
  • Enviou: 220 vez(es)
  • +41/-4
Re: Noticias de Angola
« Responder #50 em: Setembro 27, 2017, 09:33:04 pm »
Marcelo lamenta que "um ou outro português distraído" veja ovação em Luanda como vaia

27 set, 2017 - 10:45

O Presidente português lamentou, em Luanda, que haja "um ou outro português distraído" que tenha considerado como uma vaia a ovação que Portugal recebeu do povo angolano. Marcelo Rebelo de Sousa falava esta terça-feira à noite para a comunidade portuguesa residente em Angola, momentos antes de deixar Luanda, onde participou na cerimónia de investidura do novo Presidente de Angola, João Gonçalves. O Presidente português foi assobiado e aplaudido na tomada de posse, algo que foi interpretado por alguns meios de comunicação, incluindo a Renascença, como uma vaia. Porém, os assobios foram ouvidos noutros momentos da cerimónia como manifestação de aplauso (e não de crítica).

http://rr.sapo.pt/video/150091/marcelo_lamenta_que_um_ou_outro_portugues_distraido_veja_ovacao_em_luanda_como_vaia

ás vezes mais vale estarmos calados pois quando se abre a boca ou sai baboseira ou entra mosca e da grossa !!!!!
 

*

rbp

  • Membro
  • *
  • 42
  • Recebeu: 4 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +0/-0

*

perdadetempo

  • Perito
  • **
  • 399
  • Recebeu: 130 vez(es)
  • Enviou: 248 vez(es)
  • +14/-1
Re: Noticias de Angola
« Responder #52 em: Novembro 24, 2017, 08:10:36 pm »
Lançamento este mês nos estaleiros da Damen do novo navio de pesquisa do Ministério das pescas de Angola



http://www.damen.com/en/news/2017/11/damen_launches_cutting_edge_fishery_research_vessel_for_angolan_fisheries_ministry
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 8589
  • Recebeu: 286 vez(es)
  • Enviou: 202 vez(es)
  • +15/-3
Re: Noticias de Angola
« Responder #53 em: Dezembro 14, 2017, 08:52:38 pm »
Lourenço mobiliza Angola para "combate feroz" à corrupção e ao nepotismo


 

*

Daniel

  • Especialista
  • ****
  • 1122
  • Recebeu: 23 vez(es)
  • Enviou: 5 vez(es)
  • +43/-25
Re: Noticias de Angola
« Responder #54 em: Fevereiro 16, 2018, 10:32:47 am »
Dívida pública de Angola aumenta 18% e chega a 54.500 milhões de euros em 2018
http://24.sapo.pt/noticias/internacional/artigo/divida-publica-de-angola-aumenta-18-e-chega-a-54-500-milhoes-de-euros-em-2018_23718512.html

Citar
O Governo angolano prevê captar 6,721 biliões de kwanzas (23.800 milhões de euros) de dívida pública em 2018, totalizando 54.500 milhões de euros de endividamento até final, segundo prevê o Plano Anual de Endividamento (PAE)De acordo com o documento, elaborado pelo Ministério das Finanças e ao qual a Lusa teve hoje acesso, estas necessidades repartidas por 4,762 biliões de kwanzas (18.100 milhões de euros) a captar em dívida emitida internamente e 1,959 biliões de kwanzas (7.400 milhões de euros) em desembolsos externos, visam "colmatar as necessidades de financiamento" do Orçamento Geral do Estado (OGE) de 2018.

"O 'stock' de dívida governamental deverá permanecer com a tendência de crescimento verificada nos anos anteriores, que se fundamenta numa maior participação da dívida titulada", refere o documento, apontando um crescimento de 18% face a 2017.
.A cumprir-se, por outro lado, a previsão governamental de crescimento económico de 4,9% em 2018, o rácio da dívida pública angolana deverá ascender no final do ano a 60% do Produto Interno Bruto (PIB).

Desta forma, Angola deverá chegar ao final de 2018 com um volume de dívida pública governamental (exceto empresas públicas) de aproximadamente 14,302 biliões de kwanzas (54.500 milhões de euros).

O documento destaca ainda a emissão dos 'eurobonds' - títulos de dívida pública em moeda estrangeira - "de aproximadamente 437,4 mil milhões de kwanzas", o equivalente a 1.660 milhões de euros, à taxa de câmbio atual.

Além disso, o Ministério das Finanças estima, no PAE 2018, que o serviço da dívida governamental totalizará em 2018 cerca de 5,665 biliões de kwanzas (21.500 milhões de euros), dos quais cerca de 65% corresponderão aos encargos com a dívida interna e 35% com a divida externa.

Na componente da dívida interna, a emissão de Obrigações de Tesouro deverá liderar, com o Governo a esperar angariar 2,448 biliões de kwanzas (9.300 milhões de euros) em 2018, equivalente a 51,42% do total, seguida de Bilhetes de Tesouro, com uma previsão de 2,219 biliões de kwanzas (8.400 milhões de euros), representando um peso de 46,61%, entre outros instrumentos.

As Obrigações do Tesouro serão colocadas no mercado por meio de operações de leilão (63,57%), operações para capitalização das instituições públicas (9,39%), operações de regularização de passivos (26,80%) e operações destinadas à potencialização do crédito agrícola (0,24%), lê-se no documento.

O ministro das Finanças de Angola alertou esta semana que o peso da dívida pública ameaça "hipotecar as gerações futuras", defendo por isso que o eventual diferencial entre as receitas do petróleo, com a subida da cotação, seja utilizado na amortização.

Em causa está o preço de referência de 50 dólares por barril utilizado pelo Governo angolano para elaborar o OGE para 2018, quando o valor no mercado internacional tem estado acima dos 60 dólares, tendo mesmo chegado a tocar nos 70 dólares.

"O melhor é continuarmos a pensar no preço de referência definido no Orçamento Geral do Estado para 2018. Logicamente que se ao longo do exercício fomos verificando os aumentos que estamos a verificar até agora, isso significará para nós, em termos de gestão das finanças públicas, menor pressão sobre a dívida pública", admitiu o ministro Archer Mangueira.

O petróleo representa um peso de 95% sobre o total das exportações angolanas, tendo o Governo angolano estimado no OGE para 2018 - aprovado quarta-feira na Assembleia Nacional -, encaixar 2,399 biliões de kwanzas (9.150 milhões de euros) com impostos decorrentes das vendas de crude ao exterior.

"Temos de alterar a atual trajetória da dívida, sob pena de estarmos a hipotecar as gerações futuras. Portanto, o objetivo deve ser usar a folga que for obtida pelo diferencial do preço do petróleo, comparativamente ao preço de referência definido no Orçamento Geral do Estado, para reduzir a pressão sobre a dívida", disse, na quarta-feira, Archer Mangueira.
A Vida é um teste e uma incumbência de  confiança.
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 8589
  • Recebeu: 286 vez(es)
  • Enviou: 202 vez(es)
  • +15/-3
Re: Noticias de Angola
« Responder #55 em: Março 16, 2018, 03:53:44 pm »
Eduardo dos Santos quer novo líder do MPLA em dezembro ou abril de 2019


 

 

Johnson&Johnson: Notícias

Iniciado por MarauderQuadro Mundo

Respostas: 0
Visualizações: 1377
Última mensagem Junho 26, 2006, 06:36:44 pm
por Marauder
SIC Notícias suspende Plano Inclinado de Mário Crespo

Iniciado por P44Quadro Área Livre-Outras Temáticas de Defesa

Respostas: 15
Visualizações: 3819
Última mensagem Março 01, 2011, 06:20:55 pm
por papatango
Notícias (Forças Aéreas/Sistemas de Armas)

Iniciado por dremanuQuadro Forças Aéreas/Sistemas de Armas

Respostas: 1129
Visualizações: 212961
Última mensagem Abril 11, 2018, 09:23:42 pm
por Lusitano89
MB Libera Notícias / Fotos do Submarino Tikuna

Iniciado por ALXQuadro Armadas/Sistemas de Armas

Respostas: 1
Visualizações: 1414
Última mensagem Outubro 14, 2004, 01:45:09 pm
por J.Ricardo
Notícias sobre os novos blindados de rodas

Iniciado por TaGOsQuadro Exército Português no ForumDefesa.com

Respostas: 2
Visualizações: 1850
Última mensagem Novembro 02, 2004, 06:16:35 pm
por TaGOs