Exército Russo

  • 306 Respostas
  • 79050 Visualizações
*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4168
  • Recebeu: 264 vez(es)
  • Enviou: 263 vez(es)
  • +54/-13
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4168
  • Recebeu: 264 vez(es)
  • Enviou: 263 vez(es)
  • +54/-13
(sem assunto)
« Responder #31 em: Novembro 05, 2008, 09:56:42 pm »
Citar
MOSCOW - Russia will place short-range Iskander missile systems in the western territory of Kaliningrad to counter U.S. missile defense plans, President Dmitry Medvedev said on Nov. 5.

"Iskander missile systems will be deployed in Kaliningrad region to neutralize the missile defense system," Medvedev said, adding that electronic neutralizing devices would also be deployed.

http://www.defensenews.com/story.php?i= ... =EUR&s=AIR
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4168
  • Recebeu: 264 vez(es)
  • Enviou: 263 vez(es)
  • +54/-13
(sem assunto)
« Responder #32 em: Novembro 27, 2008, 11:11:11 pm »
Citar
Russia develops BREM-1M armoured repair and recovery vehicle

Russia's Nizhny Tagil-based Uralvagonzavod has completed development of the BREM-1M armoured repair and recovery vehicle (ARRV) to support its export sales of the T-90S-series main battle tank (MBT).

The vehicle is being marketed to customers who have purchased the T-90S MBT, including Algeria and India, as well as existing T-72 MBT users.

The original BREM-1 ARRV was based on the older T-72 MBT, but the company no longer manufactures the tank and so has turned to production of the T-90 and T-90S export version.

Typical roles of the BREM-1M ARRV include the recovery of damaged and disabled vehicles, then the support of minor repair work and replacement of key subsystems such as complete vehicle powerpacks. It is based on the lower chassis of a T-90S MBT and, according to Uralvagonzavod, has the same high level of protection over the frontal arc.

http://www.janes.com/news/defence/land/ ... _1_n.shtml


"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

HaDeS

  • 223
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #33 em: Dezembro 02, 2008, 11:16:29 am »
Citar
Exército russo em Chade

Tropas russas irão tomar parte em operações militares na África Central. França e a UE têm sido incapazes de lidar com a violência desse país. A luta está começando pela posse da zona das jazidas de urânio no Chade
ara a região de conflito deslocou 200 soldados russos e quatro helicópteros Mi-8. Neste âmbito, alguns peritos militares russos como ex-Chefe do Estado-Maior General Yuri Baluyevsky foi contra essa atitude, de enviar militares para África, temendo uma repetição do «Afeganistão em miniatura». Lembrando que recentemente os rebeldes disseram que eles estão em guerra com a França, voltamos com uma intervenção militar contra eles, bem como, com outras forças, que irão aparecer aqui sem a permissão deles. Por isso, eles prometeram abater aviões e helicópteros estrangeiros.

Porque é que a UE, representada pela França, fez esse pedido estranho para nós? As forças dos franceses para segurar o «património africano» após a redução das forças armadas, não são suficientes. Paris admitiu que, a fim de estabilizar a situação, precisa de 2500 soldados, que ele não tem. Esperava resolver este problema com a ajuda da OTAN, mas esta recusou a sua ajuda aos franceses.
A situação no Chade tem a ver com «confrontos étnicos», indicando que a «guerra nunca acaba». O segredo da contínua guerras na África, em geral, deve-se ao fato de que nos países mais pobres, existem enormes reservas de recursos naturais de urânio ao petróleo. Portanto, entre os vários grupos apoiados do exterior, se desenrola uma luta feroz ao controle deles.

O agravamento atual está diretamente ligada ao incidente no oeste de Darfur do Sudão, onde, após a descoberta de enormes reservas de petróleo em 2003, que resultou na guerra entre a população do norte, os árabes e tribos locais, que teve como consequencia a morte de 200 mil pessoas e centenas de milhares de refugiados.

O agravamento atual está diretamente ligada ao acontecimento no oeste de Darfur do Sudão, onde a situação de Darfur, no entanto, não se limitou apenas ao Sudão. Onde no território do Chade em 2005, regularmente era invadida pelos sudaneses árabes.

Os E.U.A e França, até recentemente, reconheciam o regime corrupto do Presidente Idriss Deby, que chegou ao poder através de golpe. No entanto, nem os franceses que defenderam a «liberdade, igualdade e fraternidade», nem democratas americanos com a sua democracia não tinham visto este despotismo. Aparentemente, o «ouro negro» fez-lhes cegar.

A luta atingiu o seu pico em fevereiro de 2008, quando rebeldes invadiram Ndjamen, quase derrubando o regime de Deby, salvado pelos franceses no último momento. No entanto, eles controlam apenas a cidade, e quase todo o país vive como quer.

Incapacidade de Deby para lidar com os rebeldes levou à sua substituição - no Chade operam abertamente militares americanos e franceses. Agora nós, os russos entramos nesta batalha. Nosso estoque de combustível nuclear é pouco.

Provavelmente, os franceses conseguiram seduzir a Rússia para o Chade com uma «proposta, que foi difícil de recusar». A questão e essa: quanto irá custar-nos o petróleo e urânio do Chade.

Dério Nunes pravda.ru
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4168
  • Recebeu: 264 vez(es)
  • Enviou: 263 vez(es)
  • +54/-13
(sem assunto)
« Responder #34 em: Dezembro 08, 2008, 11:02:04 pm »
Citar
New BMP-2 IFV upgrade rolls out

Russia's Kurganmashzavod has completed development of the latest upgrade for its Russian BMP-2 infantry fighting vehicle (IFV).

The upgrade covers all three main areas of armour, mobility and firepower, and is designed to enable end users, in most cases, to tailor vehicles by selecting elements to their requirements.

Older BMP-2 IFVs can either be returned to Kurganmashzavod or upgraded with kits at the operator's own facility, with the appropriate training.

The Russian BMP-2 IFV was developed by Kurganmashzavod, the original equipment manufacturer (OEM), in the late 1970s as a follow-on to the earlier BMP-1 IFV. About 30 countries still use the BMP-2 IFV and over the years Kurganmashzavod has developed a number of upgrades to enhance its capabilities.

In this latest upgrade, the chassis has been fitted with an appliqu� armour package claimed to provide protection against attack from 12.7 mm armour-piercing projectiles fired through a full 360 degrees at a range of 150 m. Additional protection against mines has been provided for the driver's station at the front left and the powerpack at the front right.

The additional armour and increased firepower has increased the combat weight of the upgraded BMP-2 from 14.3 to 16 tonnes and the UTD-20 diesel developing 300 hp of the original version has been replaced by the more recent UTD-23 diesel developing 350 hp.

The upgrade features a new suspension system that has improved cross-country mobility and is slightly lighter, featuring rubber pads to reduce noise when travelling on roads.

http://www.janes.com/news/defence/syste ... _1_n.shtml
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

HaDeS

  • 223
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #35 em: Dezembro 23, 2008, 12:30:51 am »
Citar
   
Moscovo anuncia construção de mísseis nucleares estratégicos
Armamento deverá integrar arsenal russo em 2011
Data: 22-12-2008

A Rússia vai construir nos próximos três anos - até 2011 - sete dezenas de novos mísseis nucleares estratégicos, de acordo com informações veiculadas por um alto responsável governamental aos Média.

Segundo o responsável Vladislav Putilin, o Kremlin decidiu investir 141.000 milhões de dólares (mais de 100.000 milhões de euros) no armamento.

Em causa estão 70 mísseis nucleares estratégicos e 30 de curto alcance do tipo Iskander, além de outro sofisticado equipamento militar.

O objectivo é alargar a vigência do programa para os mísseis estratégicos.

Putilin é o "número dois" da comissão governamental para a indústria militar.

Lusa

http://www.dnoticias.pt/default.aspx?fi ... 0504221208
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4168
  • Recebeu: 264 vez(es)
  • Enviou: 263 vez(es)
  • +54/-13
(sem assunto)
« Responder #36 em: Julho 14, 2009, 10:03:40 pm »
Citar
Russia Scraps over 40,000 Tanks

July 12, 2009: Russia is cutting its tank force again, from 22,000 to about 6,000. Sixty percent of these 6,000 will be in storage. The remaining 16,000 tanks will be scrapped. Twenty years ago, the situation was quite different. At the end of the Cold War in 1991, Russia had about 53,000 tanks in service (about 40 percent of them relics from the 1950s, or earlier). Over the last two decades, some 30,000 tanks were scrapped. Back in 1991, about half of the tanks were of questionable serviceability and usefulness, but that still left the Russians with 25,000 modern tanks, ready to roll west. With the collapse of the Soviet Union, 80 percent of the five million troops were sent home, and, in the next decade, only a few hundred new tanks were purchased.

The current tank fleet has about 260 T-90s and 1,200 T-80s (a third in storage). These are roughly equal to early model U.S. M-1s. Most of the current Russian tanks are late model T-72s, some of them upgraded with excellent electronics (fire controls systems and thermal sights).

For the last decade, no matter how many tanks the Russians say they had, only a few thousand are ready to roll, and go into combat. In effect, Russia has lost the use of some 90 percent of its tanks since 1991. Back then, nearly all those 53,000 were assigned to a combat division. OK, most of those were reserve divisions, but if most of the reservists showed up in wartime, they would know how to get most of their tanks operational. That reserve system collapsed along with the Soviet Union, so now, the Russians have faced the fact that they can only get about 5,000 tanks operational on short notice. That's a big drop from the 1980s.

The Russian tank fleet is outnumbered by what NATO has available, and is only slightly larger than China's. As much as Russian commanders dislike this, they have finally faced the facts, and decided to retain only as many tanks as they can actually maintain and operate.
http://www.strategypage.com/htmw/htarm/ ... 90712.aspx
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11090
  • Recebeu: 385 vez(es)
  • Enviou: 227 vez(es)
  • +62/-47
Re: Exército Russo
« Responder #37 em: Dezembro 15, 2010, 05:21:15 pm »
Militares têm frio com novo uniforme, dezenas doentes


Os novos uniformes militares da Rússia, criados por um estilista, levaram dezenas de soldados ao hospital porque o seu tecido muito fino não consegue proteger contra os rigores do frio russo, noticiou hoje a imprensa local.

O jornal Rossiyskaya Gazeta informou que entre 60 e 250 militares tiveram de ser internados com gripe e pneumonia em consequência dos novos uniformes.

«Eles sentiam-se praticamente nus ao ar livre», comentou o jornal. «Muitos foram parar no hospital. Alguns tiveram pneumonia», acrescentou.

O jornal refere ainda que os oficiais da Defesa admitiram ter recebido reclamações sobre os novos uniformes, por serem incompatíveis com o Inverno do país.

Introduzidos em 2008, os uniformes criados pelo estilista Valentin Yudashkin são mais elegantes e lembram os trajes usados pelo exército do Czar.

As versões usadas ao ar livre, no entanto, são muito leves e feitas de tecido muito fino.

A Rússia criou o seu primeiro uniforme pós-soviético nos anos de 1990, mas o modelo era muito impopular entre os oficiais, que reclamavam que o traje fazia parecer que serviam num exército do terceiro mundo.

Lusa
 

*

AtInf

  • Membro
  • *
  • 217
  • Recebeu: 7 vez(es)
  • +0/-0
Re: Exército Russo
« Responder #38 em: Janeiro 04, 2011, 12:03:16 pm »
O Exército Russo segue o exemplo do ramo naval: material novo, só se for estrangeiro.   :idea:
Entretanto vão fazendo testes com o Centauro.
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4168
  • Recebeu: 264 vez(es)
  • Enviou: 263 vez(es)
  • +54/-13
Re: Exército Russo
« Responder #39 em: Janeiro 05, 2011, 08:55:26 pm »


uma foto de meter respeito
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

Hammerhead

  • Membro
  • *
  • 47
  • Recebeu: 7 vez(es)
  • +0/-0
Re: Exército Russo
« Responder #40 em: Fevereiro 08, 2011, 01:11:05 am »
é pa estes Russos sao ca ums doidos :shock:

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15017
  • Recebeu: 1004 vez(es)
  • Enviou: 945 vez(es)
  • +171/-168
Re: Exército Russo
« Responder #41 em: Fevereiro 08, 2011, 12:23:22 pm »
Alguém abusou nos explosivos para a demonstração.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

sergio21699

  • Especialista
  • ****
  • 933
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +1/-0
Re: Exército Russo
« Responder #42 em: Fevereiro 08, 2011, 01:59:51 pm »
Esse video já foi postado aqui no fórum à uns tempos acho eu.
-Meu General, estamos cercados...
-Óptimo! Isso quer dizer que podemos atacar em qualquer direcção!
 

*

PILAO251

  • 184
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
Re: Exército Russo
« Responder #43 em: Fevereiro 08, 2011, 02:20:28 pm »
Correctooooooooooooo
 

*

GI Jorge

  • 617
  • +0/-0
Re: Exército Russo
« Responder #44 em: Fevereiro 08, 2011, 04:37:57 pm »
Citação de: "Hammerhead"
é pa estes Russos sao ca ums doidos :shock:
Confunde-se em Portugal tantas vezes a justiça com a violência que é vulgar não haver reacções contra o crime e haver reacções contra a pena.

Oliveira Salazar
 

 

High Tech "Battlelab" para o Exército Britânico

Iniciado por JLRC

Respostas: 0
Visualizações: 2480
Última mensagem Outubro 28, 2004, 11:04:28 pm
por JLRC
Grupo de Aviação Ligeira do Exército Osprey...Apache/Tiger

Iniciado por Boina_Verde

Respostas: 40
Visualizações: 14869
Última mensagem Setembro 19, 2007, 12:28:14 pm
por Luso
Imagem da nova espingarda de assalto do exército americano

Iniciado por lf2a

Respostas: 2
Visualizações: 2298
Última mensagem Outubro 01, 2004, 05:43:15 pm
por lf2a
Para que serve o Grupo de Aviação Ligeira (Exército)

Iniciado por papatango

Respostas: 19
Visualizações: 7431
Última mensagem Maio 14, 2008, 01:00:06 am
por tyr
Exército, Alemanha, França,Inglaterra, TOPS Pesquisa

Iniciado por Heer.Skuda

Respostas: 2
Visualizações: 3125
Última mensagem Junho 15, 2007, 01:11:48 am
por Nuno Bento