Petrobras: Notícias

  • 8 Respostas
  • 4828 Visualizações
*

Marauder

  • Investigador
  • *****
  • 2102
  • +1/-0
Petrobras: Notícias
« em: Agosto 01, 2006, 03:14:17 pm »
Citar
Petrobras investe 3,8 mil M€ na exploração de petróleo

A empresa estatal brasileira Petrobras anunciou segunda-feira investimentos de 10,5 mil milhões de reais (3,79 mil milhões de euros) na exploração de petróleo no Brasil.


A Petrobras, parceira da Galp no Brasil e da Sonangol em Angola, assinou seis contratos com as empresas brasileiras Norberto Odebrecht, Petroserv, Queiroz Galvão e Schahin Engenharia.

Os contratos referem-se à construção de sondas flutuantes para exploração de petróleo, a partir de 2010, avançou o presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli.

A estatal assinou ainda um memorando de entendimento com a Samsung para o aluguer de nova sonda de 3.000 metros no Golfo do México, onde a empresa também opera na exploração de petróleo.

«Dado o aquecimento do mercado, estamos a fazer a antecipação de renovação de contratos para viabilizar condições melhores para manter por mais tempo algumas das sondas», disse Gabrielli.

Actualmente, a Petrobras detém 23 sondas flutuantes alugadas, além das seis cujos contratos foram hoje assinados, e outras três que já estão com contratos negociados.

O objectivo da empresa estatal brasileira é duplicar a produção diária de petróleo e gás para 4,55 milhões de barris até 2015, com investimentos de 68,1 mil milhões de euros entre 2007 e 2011.

Cerca de 70 por cento dos investimentos no estrangeiro deverão ser aplicados na área de exploração e produção, nomeadamente na costa ocidental do continente africano e no Golfo do México.

Diário Digital / Lusa


de:
http://diariodigital.sapo.pt/dinheiro%5 ... news=70091
 

*

Marauder

  • Investigador
  • *****
  • 2102
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #1 em: Agosto 09, 2006, 11:41:07 pm »
Citar
Petrobras investe 1,55 mil M€ no gás natural da Venezuela

A petrolífera estatal brasileira Petrobras anunciou que vai investir dois mil milhões de dólares (cerca de 1,55 mil milhões de euros) num projecto de gás natural na Venezuela.


O projecto envolve um acordo com a companhia venezuelana de petróleo (PDVSA) e criará uma empresa que desenvolverá a produção de gás natural na região sul do país, gerando uma unidade de gás natural liquificado - o denominado GNL - que estará operacional em 2011.

A produção inicial de GNL será de 20 milhões de metros cúbicos por dia, sendo a nova empresa controlada em 65% pela PDVSA, ficando a Petrobras com os restantes 35%.

09-08-2006 7:57:25


de:
http://diariodigital.sapo.pt/dinheiro%5 ... news=70376
 

*

SSK

  • Moderador Global
  • *****
  • 1523
  • Recebeu: 13 vez(es)
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #2 em: Maio 26, 2007, 12:46:38 pm »
Citar
Petrobras firma acordo para fornecer combustível a Portugal

Lisboa, 18 Mai (Lusa) - A petrolífera lusa Galp Energia e a Petrobras firmaram nesta sexta-feira um memorando de entendimento para a formação de uma joint venture para a exploração de negócios na área de biocombustíveis, com a possibilidade de fornecimento a Portugal de 300 mil toneladas de biodiesel.

O presidente-executivo da Galp, Manuel Ferreira de Oliveira, e o da Petrobras, Sérgio Gabrielli, afirmaram, em entrevista coletiva após a assinatura do memorando, que trata-se de um entendimento que vai ser construído a partir de "um papel em branco", depois de estudos de viabilidade técnica, econômica e financeira para a produção, comercialização e distribuição de óleos vegetais e/ou biocombustíveis.

As negociações deverão estar concluídas até o final de julho.

Ferreira de Oliveira disse que as duas empresas estão iniciando um estudo que pode levar a "uma parceria material" capaz de produzir 600 mil toneladas de biocombustíveis por ano.

Dessas 600 mil toneladas, Ferreira de Oliveira admite que 300 mil se destinem a suprir as necessidades do mercado interno, para cumprir com o objetivo de incorporar 10% de biocombustível no setor rodoviário até 2010.

As outras 300 mil toneladas deverão ser destinadas ao mercado da Europa, uma vez que a Petrobras tem ambições de exportação de biocombustíveis para o continente.

Sobre os investimentos destinados a este projeto, não foram revelados números, e tão pouco a forma como o negócio será organizado entre as duas empresas.

O presidente da Petrobras afirmou que este memorando visa à realização de estudos para analisar "as condições de produção, de processamento, de transporte, de mercado, as condições societárias de parceria, a rede de fornecedores e de distribuidores".

Criação de valor

Ferreira de Oliveira destacou, no entanto, que a Galp está de olho em toda a rede que envolve desde a produção de oleaginosas até a comercialização de biocombustíveis, e que pretende "colocar o investimento onde exista maior criação de valor".

O presidente da Galp afasta a hipótese de que a empresa venha a construir em Portugal unidades para a produção de biocombustíveis de primeira geração.

A Galp está ainda estudando oportunidades de investimento na área de biocombustíveis na África.

Gabrielli disse acreditar que a Petrobras e a Galp estejam "fazendo história, pois esta parceria pode resultar em um mercado novo e em um produto novo".
"Ele é invisível, livre de movimentos, de construção simples e barato. poderoso elemento de defesa, perigosíssimo para o adversário e seguro para quem dele se servir"
1º Ten Fontes Pereira de Melo
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14936
  • Recebeu: 971 vez(es)
  • Enviou: 929 vez(es)
  • +160/-151
(sem assunto)
« Responder #3 em: Maio 26, 2007, 02:11:57 pm »
Já não é a primeira vez que as duas empresas fazem Joint ventures, pois não?
Desde que seja para baixar o preço dos combustiveis em Portugal estou sempre de acordo.  :wink:
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11057
  • Recebeu: 376 vez(es)
  • Enviou: 227 vez(es)
  • +62/-46
Re: Petrobras: Notícias
« Responder #4 em: Dezembro 14, 2010, 11:25:06 pm »
Petrobras quer produzir biodiesel em Portugal com a Galp


A Petrobras está a intensificar os estudos para a construção de unidades de produção de "diesel verde" a partir do óleo de palma, o dendê, afirmou o director do sector do etanol da empresa em balanço feito hoje.

"Estamos a intensificar os estudos para a construção de unidades de produção do biodiesel ou diesel verde, um produto com qualidades superiores ao diesel mineral", declarou Ricardo Castello Branco, director de etanol da área dos biocombustíveis da Petrobras.

"A fábrica será instalada numa das refinarias da Galp, em Portugal, e o detalhe (pormenores) do projecto ainda está em estudo, mas será construído de forma coerente com o prazo do óleo que estamos a começar a plantar", salientou Castello Branco.

Os projectos de produção de biodiesel a partir do óleo de palma prevêem a construção de uma fábrica própria no Estado do Pará, na região Norte do Brasil, com início de operação em Julho de 2013, e também Portugal em parceria com a Galp Energia, o denominado Projecto Belém.

Em Lisboa, foi assinado este ano um acordo entre as duas petrolíferas para produção de biocombustíveis em Portugal, na refinaria de Sines, com capacidade de produção para cerca de 260 mil toneladas de biodiesel por ano.

A estratégia de suprimento da unidade de biodiesel em Portugal prevê a implantação de um pólo agroindustrial no Brasil de cultivo da palma com uma produção estimada de 300 mil toneladas por ano. Os investimentos somam 290 milhões de dólares no Brasil.

O investimento total estimado para o projecto é de 530 milhões de dólares, a ser realizado em partes iguais pelas empresas.

Ao serem questionados sobre a possibilidade de a Petrobras ingressar na estrutura accionista da Galp, os directores da empresa estatal brasileira presentes no encontro com a imprensa no Rio de Janeiro informaram que "não têm nenhum comentário a fazer" e, caso haja alguma intenção neste sentido, a empresa irá pronunciar-se no momento adequado.

Lusa
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11057
  • Recebeu: 376 vez(es)
  • Enviou: 227 vez(es)
  • +62/-46
Re: Petrobras: Notícias
« Responder #5 em: Abril 25, 2012, 10:15:21 pm »
Petrobras garante que conjuntura internacional não afectará investimentos para 2012


A presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster, garantiu hoje que a conjuntura internacional não afetará os investimentos da empresa para este ano, estimados em 88 mil milhões de reais (35,4 mil milhões de euros).

"A conjuntura de preços internacionais não tem afetado a capacidade de investimento da Petrobras", afirmou a executiva, citada pela Agência Brasil.
 
Graça Foster participou hoje de uma sessão de apresentação na Câmara dos Deputados brasileira, onde informou que a estatal trabalha com um preço médio de 119 dólares por barril de petróleo. A executiva garantiu ainda que o fato de a empresa não refletir as oscilações da cotação do petróleo internacional para o mercado consumidor brasileiro não está a afetar as contas da empresa.
 
"Garanto a vocês que o não repasse para o preço até este momento não tem minimizado a nossa capacidade de investimento", ressaltou a executiva.
 
Graça Foster admitiu, no entanto, que poderá haver reajustes no preço interno, caso o barril  atinja o patamar de 130 dólares, como apontam algumas previsões do mercado. O barril de petróleo Brent terminou esta terça-feira cotado a 118,16 dólares na Internacional Exchange Futures (ICE, na sigla em inglês), de Londres.
 
A presidente da Petrobras enviou ainda um recado sutil aos investidores, a garantir que é seguro investir no Brasil, uma vez que a Petrobras "não rasga contratos".
 
A declaração é uma referência indireta ao recente episódio na vizinha Argentina, que anunciou este mês a decisão de nacionalizar a petroleira YPF Repsol.

Lusa
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11057
  • Recebeu: 376 vez(es)
  • Enviou: 227 vez(es)
  • +62/-46
Re: Petrobras: Notícias
« Responder #6 em: Maio 03, 2012, 08:34:44 pm »
Petrobras pede a países africanos regulação do sector energético


A presidente da petrolífera brasileira Petrobras, Maria das Graças Foster, defendeu hoje a necessidade de os países africanos criarem regulação específica no setor da energia, para dar mais segurança aos investidores estrangeiros.

"A Petrobras está completamente disponível para colaborar na construção desse marco regulador, que é extremamente importante para que as companhias no segmento de energia possam continuar a investir nos vários países da África", afirmou Graça Foster.
 
A presidente da Petrobras mencionou os "sucessos relevantes" que a petrolífera brasileira apresenta em países africanos, nomeadamente na Nigéria - onde produz atualmente 58 mil barris de petróleo por dia -, em Angola - com uma produção estimada em dois mil barris por dia - e em Moçambique - com grandes investimentos na produção de etanol.
 
"O projeto em Moçambique é um projeto muito valioso para a Petrobras. Tivemos retorno positivo recentemente sobre a possibilidade de produzirmos o etanol através do melaço [desenvolvido a partir da cana-de-açúcar], mas evidentemente, existe uma série de questões que precisam ser discutidas", avançou Graça Foster, em reforço da defesa da criação de regras normativas no setor dos biocombustíveis.
 
A presidente da Petrobras falava no seminário "Investindo na África: Oportunidades, Desafios e Instrumentos para Cooperação Económica", promovido pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Económico e Social (BNDES), que contou ainda com a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Lusa
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11057
  • Recebeu: 376 vez(es)
  • Enviou: 227 vez(es)
  • +62/-46
Re: Petrobras: Notícias
« Responder #7 em: Maio 23, 2012, 07:00:27 pm »
Petrobras vai aumentar investimentos em exploração e produção


O director financeiro da Petrobras, Almir Barbassa, informou que a petrolífera brasileira pretende aumentar os seus investimentos no sector de exploração e produção (E&P), que representa 57 por cento do plano de investimentos para 2011-2015. Barbassa explicou na terça-feira que o maior investimento será na área do pré-sal, enquanto no pós-sal - responsável actualmente por 80 por cento da produção total da companhia - haverá projectos de desenvolvimento com vista a garantir sua sustentabilidade no longo prazo.

De acordo com a assessoria de imprensa da Petrobras, o director adiantou ainda que a estimativa de produção na região do pré-sal é de 15 a 20.000 milhões de barris de petróleo.

«Não há outra empresa no mundo que tenha o mesmo conjunto de oportunidades que a Petrobras tem hoje», garantiu Barbassa, durante um evento para investidores nacionais e estrangeiros realizado no Rio de Janeiro.

O responsável revelou ainda que a empresa vai alcançar em breve a marca de 100.000 barris diários no campo de Lula (antigo Tupi), onde a portuguesa Galp possui uma participação de 10 por cento, em parceria com a Petrobras e a britânica BG Group.

Barbassa acrescentou ainda que a Petrobras passa por uma fase de grandes investimentos, que renderão retornos sólidos aos investidores na medida em que se tornem produtivos.

A Petrobras produz actualmente no Brasil cerca de 2,4 milhões de barris de óleo equivalente por dia e o seu último plano de negócios, referente a 2011-2015, prevê investimentos da ordem de 224.400 milhões de reais (cerca de 177.000 milhões de euros, ao câmbio de hoje).

Lusa
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11057
  • Recebeu: 376 vez(es)
  • Enviou: 227 vez(es)
  • +62/-46
Re: Petrobras: Notícias
« Responder #8 em: Agosto 04, 2012, 04:40:50 pm »
Petrobras tem prejuízo de 535 milhões de €€€ no segundo trimestre


A petrolífera brasileira Petrobras anunciou hoje um prejuízo de 1,346 mil milhões de reais (535 milhões de euros) no segundo trimestre deste ano, em função principalmente da desvalorização do real face ao dólar. No mesmo período do ano passado, a empresa havia lucrado 10,943 mil milhões de reais (4,35 mil milhões de euros). O prejuízo registado no segundo trimestre deste ano foi o primeiro que a empresa teve nos últimos dez anos.

O efeito do câmbio foi sobretudo sentido a nível da dívida em dólares da companhia, bem como nos ganhos com a venda de combustíveis importados no mercado interno.

No acumulado do ano até Junho, a companhia reportou um lucro líquido de 7,87 mil milhões de reais (3,13 mil milhões de euros), valor 64 por cento inferior ao ganho de 21,93 mil milhões de reais (8,73 mil milhões de euros) obtido no mesmo período de 2011.

A previsão é de que o aumento no preço da gasolina e do diesel, anunciado recentemente, tenha consequências positivas para os resultados da actividade da empresa no próximo período.

Lusa
 

 

Energias do Brasil: Notícias

Iniciado por Marauder

Respostas: 0
Visualizações: 2136
Última mensagem Junho 29, 2006, 11:07:56 am
por Marauder
Varig: Notícias

Iniciado por Marauder

Respostas: 3
Visualizações: 3587
Última mensagem Agosto 09, 2006, 11:53:44 pm
por Marauder
Petrobras confirma furto de informações sigilosas

Iniciado por falb

Respostas: 2
Visualizações: 3141
Última mensagem Fevereiro 28, 2008, 07:33:37 pm
por André
Ações da Petrobras valem US$ 107,85 bi

Iniciado por Sniper BR

Respostas: 0
Visualizações: 3113
Última mensagem Janeiro 06, 2007, 01:17:36 am
por Sniper BR