Um conflito provável, num futuro médio

  • 78 Respostas
  • 28493 Visualizações
*

sergio21699

  • Especialista
  • ****
  • 933
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +1/-0
Re: Um conflito provável, num futuro médio
« Responder #60 em: Julho 22, 2010, 09:57:46 pm »
A pouca industria que tinhamos, alguém achou boa ideia acabar com ela, acho que agora não temos nada.
-Meu General, estamos cercados...
-Óptimo! Isso quer dizer que podemos atacar em qualquer direcção!
 

*

GI Jorge

  • 617
  • +0/-0
Re: Um conflito provável, num futuro médio
« Responder #61 em: Julho 22, 2010, 10:04:24 pm »
Citação de: "sergio21699"
A pouca industria que tinhamos, alguém achou boa ideia acabar com ela, acho que agora não temos nada.

entao quem produz as muniçoes, nao so para armas ligeiras como artilharia?
Confunde-se em Portugal tantas vezes a justiça com a violência que é vulgar não haver reacções contra o crime e haver reacções contra a pena.

Oliveira Salazar
 

*

sergio21699

  • Especialista
  • ****
  • 933
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +1/-0
Re: Um conflito provável, num futuro médio
« Responder #62 em: Julho 22, 2010, 10:08:43 pm »
Acho que vêm de Espanha, mas posso tar a dizer uma barbaridade :|
-Meu General, estamos cercados...
-Óptimo! Isso quer dizer que podemos atacar em qualquer direcção!
 

*

GI Jorge

  • 617
  • +0/-0
Re: Um conflito provável, num futuro médio
« Responder #63 em: Julho 22, 2010, 10:43:01 pm »
se isso for mesmo assim, e desculpem a linguagem, quem foi  o idiota armado em estúpido que se lembrou de:
a) comprar as raçoes de combate
b)comprar as munições
a Espanha? deve ter sido porque como sempre fomos aliados e tal...
ai, não, esperem lá... durante estes 900 anos, tínhamos uma guerra com eles de 100 em 100 anos...

Já agora, a próxima está agendada para quando?

ps: desculpem lá outra vez, mas esta situação é tão estúpida, por amor de deus...
Confunde-se em Portugal tantas vezes a justiça com a violência que é vulgar não haver reacções contra o crime e haver reacções contra a pena.

Oliveira Salazar
 

*

Snowmeow

  • 200
  • +0/-0
Re: Um conflito provável, num futuro médio
« Responder #64 em: Julho 23, 2010, 12:55:56 pm »
Citação de: "GI Jorge"
se isso for mesmo assim, e desculpem a linguagem, quem foi  o idiota armado em estúpido que se lembrou de:
a) comprar as raçoes de combate
b)comprar as munições
a Espanha? deve ter sido porque como sempre fomos aliados e tal...
ai, não, esperem lá... durante estes 900 anos, tínhamos uma guerra com eles de 100 em 100 anos...

Já agora, a próxima está agendada para quando?

Talvez, quando o próximo presidente de Portugal reclamar Olivença... :twisted:
"Não corte uma árvore no Inverno; pois sentirás falta dela no Verão." Jairo Navarro Dias
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14284
  • Recebeu: 720 vez(es)
  • Enviou: 721 vez(es)
  • +53/-33
Re: Um conflito provável, num futuro médio
« Responder #65 em: Julho 23, 2010, 12:57:26 pm »
Citação de: "zeNice"
Gostava que me ajudassem a tirar uma dúvida/curiosidade que tenho a algum tempo.

O objectivo das Forças Armadas Portuguesas é a defesa da Nação, a nossa Pátria.

Em termos de números, quantidade apenas, Portugal é capaz de se defender contra uma País como por exemplo a Holanda?

Tendo em conta o efectivo dos Militares no Exército, Marinha e Força Aérea, e todo o tipo de veículos de guerra.

Digo Holanda apenas pelo tamanho do País, para não dizer por exemplo EUA, digo Holanda que até é mais pequeno que Portugal.
Não porque ache que vá haver algum conflito, nem com Holanda nem com nenhuma outra Nação.

Outra curiosidade que tenho é: imaginando a situação, já em conflito. Nós (Portugal) somos capazes de comecar a produzir por nós próprios material de guerra (aviões, tanques, artilharia, etc), ou teriamos de comprar tudo?
Suponho que não temos indústria quase nenhuma desse tipo.


Cumprimentos

Zé com o fim do SMO atmbém acabou-se práticamente com as unidades territoriais (excepção so RG das regiões Autónomas), com isso ficamos com poucas unidades, e essas unidades com poucos militares. Os novos recrutas são de uma qualidade baixissima, e aposto que em caso de haver uma real possibilidade de guerra a maior parte rescindia de contracto. O Exército neste momento está mal equipado, mal treinado e péssimamente financiado. A Força Aérea tem falta de pilotos, a Marinha de marinheiros (e ainda mais os que querem ser tripulantes dos Navios da Armada).

Pessoalmente acredito que se houvesse uma guerra de surpresa as Forças Armadas eram derrotadas numa questão de dias. Se não fosse assim tanta surpresa e voltassemos a ter SMO, um orçamento digno desse nome e houvesse uma noção por parte dos portugueses que é preciso defendar a pátria...talvez desse para fazer alguma coisa.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14284
  • Recebeu: 720 vez(es)
  • Enviou: 721 vez(es)
  • +53/-33
Re: Um conflito provável, num futuro médio
« Responder #66 em: Julho 23, 2010, 12:58:29 pm »
Citação de: "GI Jorge"
se isso for mesmo assim, e desculpem a linguagem, quem foi  o idiota armado em estúpido que se lembrou de:
a) comprar as raçoes de combate
b)comprar as munições
a Espanha? deve ter sido porque como sempre fomos aliados e tal...
ai, não, esperem lá... durante estes 900 anos, tínhamos uma guerra com eles de 100 em 100 anos...

Já agora, a próxima está agendada para quando?

ps: desculpem lá outra vez, mas esta situação é tão estúpida, por amor de deus...

Pertencemos à UE e à OTAN, agora a guerra é nos bastidores.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

GI Jorge

  • 617
  • +0/-0
Re: Um conflito provável, num futuro médio
« Responder #67 em: Julho 23, 2010, 01:09:06 pm »
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Citação de: "GI Jorge"
se isso for mesmo assim, e desculpem a linguagem, quem foi  o idiota armado em estúpido que se lembrou de:
a) comprar as raçoes de combate
b)comprar as munições
a Espanha? deve ter sido porque como sempre fomos aliados e tal...
ai, não, esperem lá... durante estes 900 anos, tínhamos uma guerra com eles de 100 em 100 anos...

Já agora, a próxima está agendada para quando?

ps: desculpem lá outra vez, mas esta situação é tão estúpida, por amor de deus...

Pertencemos à UE e à OTAN, agora a guerra é nos bastidores.

Sim, mas as muniçoes e raçoes de combate nao sao foguetoes espaciais... Todos os paises devem ser autosuficientes a estes niveis...
Confunde-se em Portugal tantas vezes a justiça com a violência que é vulgar não haver reacções contra o crime e haver reacções contra a pena.

Oliveira Salazar
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14284
  • Recebeu: 720 vez(es)
  • Enviou: 721 vez(es)
  • +53/-33
Re: Um conflito provável, num futuro médio
« Responder #68 em: Julho 23, 2010, 02:22:24 pm »
Não é para aí que caminhamos, basta ver o que se está a fazer ao nível da defesa dentro da UE. Para mim tanto me faz se as rações e as munições vêm de Espanha ou de Marte, desde que sejam com qualidade. O problema é que nem a qualidade é assegurada, nem o dinheiro para essas coisas está a ser gasto cá em Portugal.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

zeNice

  • 258
  • +0/-0
Re: Um conflito provável, num futuro médio
« Responder #69 em: Julho 23, 2010, 02:55:51 pm »
Não era mais proveitoso ser feito em Portugal com postos de trabalho Portugueses?

Quer as rações, quer as munições, quer o fardamento, quer... o papel higiénico.
 

*

Snowmeow

  • 200
  • +0/-0
Re: Um conflito provável, num futuro médio
« Responder #70 em: Julho 23, 2010, 03:02:11 pm »
Citação de: "zeNice"
Não era mais proveitoso ser feito em Portugal com postos de trabalho Portugueses?

Quer as rações, quer as munições, quer o fardamento, quer... o papel higiénico.

Assino embaixo.

Pois, em um cenário de longo prazo, caso a Espanha queira enfraquecer Portugal, basta cortar a "veia" e a conquista será fácil.

Eu acho que Portugal tem que pensar nessa possibilidade, pois ser cobiçado pela Espanha, e receber os suprimentos mais básicos da mesma, é literalmente, "dormir com o inimigo".
"Não corte uma árvore no Inverno; pois sentirás falta dela no Verão." Jairo Navarro Dias
 

*

Vicente de Lisboa

  • Analista
  • ***
  • 740
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
Re: Um conflito provável, num futuro médio
« Responder #71 em: Julho 23, 2010, 03:13:22 pm »
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Não é para aí que caminhamos, basta ver o que se está a fazer ao nível da defesa dentro da UE. Para mim tanto me faz se as rações e as munições vêm de Espanha ou de Marte, desde que sejam com qualidade. O problema é que nem a qualidade é assegurada, nem o dinheiro para essas coisas está a ser gasto cá em Portugal.
E o que é que se está a fazer ao nível da defesa dentro da UE? É que eu não vejo nada...  :(
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14284
  • Recebeu: 720 vez(es)
  • Enviou: 721 vez(es)
  • +53/-33
Re: Um conflito provável, num futuro médio
« Responder #72 em: Julho 23, 2010, 03:14:23 pm »
Era se houvesse vontade para tal, qual é a prioridade do governo? Espanha.

E depois é mais fácil adquirir as coisas quando são precisas do que manter uma industria especializada neste tipo de coisas num país tão pequeno.

Como a ameaça está a curto e médio prazo afastada o governo nem pensa nisso.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

sergio21699

  • Especialista
  • ****
  • 933
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +1/-0
Re: Um conflito provável, num futuro médio
« Responder #73 em: Julho 23, 2010, 05:54:48 pm »
Citação de: "zeNice"
Não era mais proveitoso ser feito em Portugal com postos de trabalho Portugueses?

Quer as rações, quer as munições, quer o fardamento, quer... o papel higiénico.

Já para não falar naquela história do esperma importado  :twisted:  :twisted:
-Meu General, estamos cercados...
-Óptimo! Isso quer dizer que podemos atacar em qualquer direcção!
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6579
  • Recebeu: 172 vez(es)
  • Enviou: 138 vez(es)
  • +10/-0
Re: Um conflito provável, num futuro médio
« Responder #74 em: Julho 24, 2010, 12:15:49 am »
Para quem tiver paciência para ler estes documentos com algum detalhe, há de notar que as importações de munições ligeiras são da Europa de Leste ou Central (Alemanha, Aústria).

Os uniformes, por enquanto, continuam a ser fabricados em Portugal.
http://www.ogfe.pt/templates/Ogfe/
 

 

"O Futuro Começa Hoje"

Iniciado por LusoQuadro Mundo

Respostas: 1
Visualizações: 1340
Última mensagem Fevereiro 27, 2006, 06:39:05 pm
por Marauder
Futuro "best seller" português

Iniciado por LusoQuadro Área Livre-Outras Temáticas de Defesa

Respostas: 3
Visualizações: 1917
Última mensagem Maio 24, 2006, 03:34:54 pm
por Cabeça de Martelo
Novas Munições .223Rem militares/5,56mm - ainda terá futuro?

Iniciado por ACADOQuadro Exércitos/Sistemas de Armas

Respostas: 65
Visualizações: 14979
Última mensagem Abril 26, 2011, 05:12:43 pm
por ACADO
Quais as melhores fontes de energia para o nosso futuro?

Iniciado por kometQuadro Portugal

Respostas: 10
Visualizações: 3487
Última mensagem Setembro 22, 2005, 04:34:55 pm
por Cabeça de Martelo
Previsões do futuro feitas pelo Pentagono

Iniciado por dremanuQuadro Conflitos do Futuro

Respostas: 6
Visualizações: 6543
Última mensagem Junho 03, 2008, 07:27:22 pm
por major-alvega