Artilharia do Exército

  • 360 Respostas
  • 117451 Visualizações
*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6806
  • Recebeu: 341 vez(es)
  • Enviou: 211 vez(es)
  • +204/-0
Re: Artilharia do Exército
« Responder #330 em: Março 13, 2019, 11:00:50 am »

Intervention Brigade -  M114 (to be replaced by the M777, Caesar or some surprise that we are not seeing);


Second-hand M198? https://en.wikipedia.org/wiki/M198_howitzer
« Última modificação: Março 13, 2019, 11:03:39 am por PereiraMarques »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: tenente, Stalker79

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 3995
  • Recebeu: 1866 vez(es)
  • Enviou: 710 vez(es)
  • +527/-70
Re: Artilharia do Exército
« Responder #331 em: Março 13, 2019, 11:14:26 am »

Intervention Brigade -  M114 (to be replaced by the M777, Caesar or some surprise that we are not seeing);


Second-hand M198? https://en.wikipedia.org/wiki/M198_howitzer

Muito provavelmente será este o substituto, não sei porquê mas algo me diz que será a opção !


um M198 em tiro vertical.

O único erro é atribuir este obús, como apoio directo de fogos á BrigInt, quando deveria ser atribuído como 4ª BBF do GAC,  apoio de fogos de conjunto, sendo alocadas á BrigInt 03 BBF ligeiras, as adequadas e indicadas para o apoio de fogos directo, AFD !

https://www.defesaaereanaval.com.br/exercito/exercito-brasileiro-ira-adquirir-canhao-m198-howitzer

Abraços
« Última modificação: Março 13, 2019, 11:18:06 am por tenente »
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7507
  • Recebeu: 384 vez(es)
  • Enviou: 119 vez(es)
  • +135/-194
Re: Artilharia do Exército
« Responder #332 em: Março 13, 2019, 11:18:33 am »
Se isto fosse um país independente e não uma colónia conduzida por Condes e Condessas de Abranhos, eu daria todas as condições e mais algumas para a deslocalização da Denel, antes que a África do Sul dê o estoiro.
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15017
  • Recebeu: 1004 vez(es)
  • Enviou: 945 vez(es)
  • +171/-168
Re: Artilharia do Exército
« Responder #333 em: Março 13, 2019, 11:48:45 am »

Intervention Brigade -  M114 (to be replaced by the M777, Caesar or some surprise that we are not seeing);


Second-hand M198? https://en.wikipedia.org/wiki/M198_howitzer

Muito provavelmente será este o substituto, não sei porquê mas algo me diz que será a opção !


um M198 em tiro vertical.

O único erro é atribuir este obús, como apoio directo de fogos á BrigInt, quando deveria ser atribuído como 4ª BBF do GAC,  apoio de fogos de conjunto, sendo alocadas á BrigInt 03 BBF ligeiras, as adequadas e indicadas para o apoio de fogos directo, AFD !

https://www.defesaaereanaval.com.br/exercito/exercito-brasileiro-ira-adquirir-canhao-m198-howitzer

Abraços

Com os meios da GAC da BrigRR? A BrigRR ficava com os morteiros pesados de 120mm como no tempo do CTP?
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15017
  • Recebeu: 1004 vez(es)
  • Enviou: 945 vez(es)
  • +171/-168
Re: Artilharia do Exército
« Responder #334 em: Março 13, 2019, 11:57:41 am »
Se isto fosse um país independente e não uma colónia conduzida por Condes e Condessas de Abranhos, eu daria todas as condições e mais algumas para a deslocalização da Denel, antes que a África do Sul dê o estoiro.

Seria excelente, já que a Denel tem muita coisa interessante. Mas dúvida que um Exército com a envergadura do Português fosse chamativo ou sequer que houvesse vontade da parte sul-africana.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 3995
  • Recebeu: 1866 vez(es)
  • Enviou: 710 vez(es)
  • +527/-70
Re: Artilharia do Exército
« Responder #335 em: Março 13, 2019, 12:10:26 pm »

Intervention Brigade -  M114 (to be replaced by the M777, Caesar or some surprise that we are not seeing);


Second-hand M198? https://en.wikipedia.org/wiki/M198_howitzer

Muito provavelmente será este o substituto, não sei porquê mas algo me diz que será a opção !


um M198 em tiro vertical.

O único erro é atribuir este obús, como apoio directo de fogos á BrigInt, quando deveria ser atribuído como 4ª BBF do GAC,  apoio de fogos de conjunto, sendo alocadas á BrigInt 03 BBF ligeiras, as adequadas e indicadas para o apoio de fogos directo, AFD !

https://www.defesaaereanaval.com.br/exercito/exercito-brasileiro-ira-adquirir-canhao-m198-howitzer

Abraços

Com os meios da GAC da BrigRR? A BrigRR ficava com os morteiros pesados de 120mm como no tempo do CTP?

Eu não sugeri isso, o que sei é que a artilharia necessita de, pelo menos, mais duas BBF de 10,5 para apoiar os dois Mini BatInf da BrigInt.
Os 15,5 são materiais muito pesados, que levam demasiado tempo a entrar em bateria, a sua deslocação é muito mais lenta que os 10,5 e quando é necessário adquirir novas posições para acompanhar o deslocamento das unidades de manobra o tempo necessário para se efectuar a saída das posições, movimentar para e tomar as novas posições é tempo que é desperdiçado, pois durante esse tempo, a guerra / o confronto não para, mas os batalhões ficam sem o apoio da artilharia, essa é uma verdade !

De qualquer modo seria preferível ter a BRR com o apoio dos 120 e uma BBF de 10,5 a colocar duas BBF's de 10,5 na BrigInt.
Eu até diria mais, quando as BF são em numero mais reduzido é preferível ter as BBF's a dois pelotões = quatro Bocas de Fogo.
Chegamos a formar GAC's com três Batarias a 04 BF cada !!

Se assim fosse feito a BRR poderia ter oito 10,5 em duas batarias e a BrigInt duas batarias com doze 10,5 isto de ter os 15,5 em apoio directo além de ser inadequado é errado !

Abraços
« Última modificação: Março 13, 2019, 12:12:46 pm por tenente »
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15017
  • Recebeu: 1004 vez(es)
  • Enviou: 945 vez(es)
  • +171/-168
Re: Artilharia do Exército
« Responder #336 em: Março 13, 2019, 12:59:26 pm »

Intervention Brigade -  M114 (to be replaced by the M777, Caesar or some surprise that we are not seeing);


Second-hand M198? https://en.wikipedia.org/wiki/M198_howitzer

Muito provavelmente será este o substituto, não sei porquê mas algo me diz que será a opção !


um M198 em tiro vertical.

O único erro é atribuir este obús, como apoio directo de fogos á BrigInt, quando deveria ser atribuído como 4ª BBF do GAC,  apoio de fogos de conjunto, sendo alocadas á BrigInt 03 BBF ligeiras, as adequadas e indicadas para o apoio de fogos directo, AFD !

https://www.defesaaereanaval.com.br/exercito/exercito-brasileiro-ira-adquirir-canhao-m198-howitzer

Abraços

Com os meios da GAC da BrigRR? A BrigRR ficava com os morteiros pesados de 120mm como no tempo do CTP?

Eu não sugeri isso, o que sei é que a artilharia necessita de, pelo menos, mais duas BBF de 10,5 para apoiar os dois Mini BatInf da BrigInt.
Os 15,5 são materiais muito pesados, que levam demasiado tempo a entrar em bateria, a sua deslocação é muito mais lenta que os 10,5 e quando é necessário adquirir novas posições para acompanhar o deslocamento das unidades de manobra o tempo necessário para se efectuar a saída das posições, movimentar para e tomar as novas posições é tempo que é desperdiçado, pois durante esse tempo, a guerra / o confronto não para, mas os batalhões ficam sem o apoio da artilharia, essa é uma verdade !

De qualquer modo seria preferível ter a BRR com o apoio dos 120 e uma BBF de 10,5 a colocar duas BBF's de 10,5 na BrigInt.
Eu até diria mais, quando as BF são em numero mais reduzido é preferível ter as BBF's a dois pelotões = quatro Bocas de Fogo.
Chegamos a formar GAC's com três Batarias a 04 BF cada !!

Se assim fosse feito a BRR poderia ter oito 10,5 em duas batarias e a BrigInt duas batarias com doze 10,5 isto de ter os 15,5 em apoio directo além de ser inadequado é errado !

Abraços

O 35e Régiment d'Artillerie Parachutiste tem o CAESAR, Morteiros de 120mm, Mistral, etc.

A GAC da BrigRR já emprega tanto os Light Gun como Morteiros de 120mm. Penso que fosse possível dispensar uma Bateria à BrigInt.
« Última modificação: Março 13, 2019, 02:32:26 pm por Cabeça de Martelo »
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 2848
  • Recebeu: 1251 vez(es)
  • Enviou: 2639 vez(es)
  • +485/-89
Re: Artilharia do Exército
« Responder #337 em: Março 13, 2019, 01:32:02 pm »
Adquirir as 198 em vez de 777 novas seria um erro estrondoso para umas FFAA pequenas como as nossas. Para o Brasil é perfeitamente razoável, já que não têm falta de pessoal e praticamente não empregam forças fora do seu território.

M777A2 vs legacy M198
                                       M777A2                           M198
Weight                          4,200 kg (9,300 lb)          7,154 kg (15,772 lb)
Emplacement time   2 min 10 s                   6 min 35 s
Displacement time   2 min 23 s                  10 min 40 s
No carried C-130      2                                   1
Crew Complement   5                                  9
« Última modificação: Março 13, 2019, 01:33:10 pm por NVF »
Everyone you will ever meet knows something that you don't.
- Bill Nye
 

*

LM

  • Analista
  • ***
  • 761
  • Recebeu: 110 vez(es)
  • Enviou: 721 vez(es)
  • +102/-0
Re: Artilharia do Exército
« Responder #338 em: Março 13, 2019, 02:44:54 pm »
Pois, mas desconfio que o custo não é o mesmo e como não apagam fogos florestais...
Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 

*

Stalker79

  • Especialista
  • ****
  • 1004
  • Recebeu: 204 vez(es)
  • Enviou: 1020 vez(es)
  • +100/-11
Re: Artilharia do Exército
« Responder #339 em: Março 13, 2019, 02:55:23 pm »
Pois, mas desconfio que o custo não é o mesmo e como não apagam fogos florestais...

Inventa-se umas munições á base de Halon pra mandar tiro em cima dos fogos!!!
 :jok: :jok: :jok:
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 2848
  • Recebeu: 1251 vez(es)
  • Enviou: 2639 vez(es)
  • +485/-89
Re: Artilharia do Exército
« Responder #340 em: Março 13, 2019, 03:19:38 pm »
Se os suecos utilizam bombas guiadas por laser, não vejo qual é o problema de o nosso Exército disparar umas salvas de artilharia 'contra-fogos'.  :mrgreen:
Everyone you will ever meet knows something that you don't.
- Bill Nye
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: jorgeshot1, Stalker79

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 3995
  • Recebeu: 1866 vez(es)
  • Enviou: 710 vez(es)
  • +527/-70
Re: Artilharia do Exército
« Responder #341 em: Março 30, 2019, 07:29:41 pm »
Se bem que não fazem propriamente parte da Arma de Artilharia, só em Forças de Defesa de reduzidas dimensões como a nossa é que integram aquela Arma, aqui vai um vídeo dos 120 em acção ! ;)


https://www.facebook.com/ExercitoPortuguesPRT/videos/830493037285247/

Abraços
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: perdadetempo

*

perdadetempo

  • Perito
  • **
  • 489
  • Recebeu: 161 vez(es)
  • Enviou: 306 vez(es)
  • +27/-1
Re: Artilharia do Exército
« Responder #342 em: Abril 09, 2019, 12:57:17 am »
Mas afinal  a artilharia em Portugal serve para quê?

Explicando-me melhor o que eu gostava de saber é se alguém tem conhecimento de algum documento com a doutrina para o uso da arma de artilharia no exército português. Estive a ver as 23 páginas deste tema e não consegui ficar esclarecido sobre esse detalhe.

E aproveitando o post anterior se o problema do exército é falta de pessoal arranjem um sistema destes. Com jeito até podiam reciclar uns UMM Alter Turbo :D:



Piadas à parte este sistema parece que já foi vendido algures no Médio Oriente pelo que já está/estará operacional. A titulo de exemplo, e tendo em conta o pouco pessoal necessário, podia substituir perfeitamente os morteiros de 81mm passando o exército a só utilizar os calibres de 60mm(pelotão) e 120mm (pelotão 6 peças 120mm ao nível batalhão/regimento indo passear passear uma secção 2/3 peças a acompanhar a companhia nas missões Lituânia/RCA/Afganistão).

Cumprimentos,
 

*

LM

  • Analista
  • ***
  • 761
  • Recebeu: 110 vez(es)
  • Enviou: 721 vez(es)
  • +102/-0
Re: Artilharia do Exército
« Responder #343 em: Abril 09, 2019, 03:46:53 pm »
Salva de tiros e manter a "escola"... e não discordo, é como os Leopard 2 A6 - é de reter a capacidade, por muito diminuta que seja... se for necessário é mais fácil de melhorar.

 
Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 

*

asalves

  • Perito
  • **
  • 412
  • Recebeu: 138 vez(es)
  • Enviou: 50 vez(es)
  • +20/-8
Re: Artilharia do Exército
« Responder #344 em: Abril 09, 2019, 06:20:03 pm »
Salva de tiros e manter a "escola"... e não discordo, é como os Leopard 2 A6 - é de reter a capacidade, por muito diminuta que seja... se for necessário é mais fácil de melhorar.

Não seria possível com pouco dinheiro (ou já o é) ter unidades (ou grupos, ou como se chama) em que podia participar em "pequenas" missões da NATO/ONU de baixo risco? tipo lituânias e afins?
 

 

Unidades do Exército a "criar"

Iniciado por PereiraMarques

Respostas: 0
Visualizações: 2717
Última mensagem Junho 16, 2006, 01:28:18 pm
por PereiraMarques
Qual deveria ser a prioridade para o Exército até 2015-2020?

Iniciado por HSMW

Respostas: 265
Visualizações: 44281
Última mensagem Maio 04, 2016, 04:47:56 pm
por paraquedista
Glock 17 Gen5 FS Coyote - a nova pistola do Exército Português

Iniciado por ACADO

Respostas: 4
Visualizações: 1033
Última mensagem Outubro 19, 2019, 07:33:59 pm
por tenente
Novo sistema Anti-Carro para o Exército

Iniciado por typhonman

Respostas: 2
Visualizações: 2520
Última mensagem Julho 27, 2004, 09:27:57 pm
por Spectral
Exército Português volta a querer adquirir o EC 635T1

Iniciado por coleccionador

Respostas: 8
Visualizações: 5888
Última mensagem Setembro 20, 2004, 07:11:29 pm
por Ricardo Nunes