Iberismo e a dissolução de Portugal: ameaça real

  • 1308 Respostas
  • 140797 Visualizações
*

papatango

  • Investigador
  • *****
  • 5580
  • Recebeu: 9 vez(es)
  • +1/-0
    • http://www.areamilitar.net
(sem assunto)
« Responder #15 em: Abril 30, 2006, 11:28:44 pm »
:anjo:  :twisted:

= = = = = = = =

De qualquer forma, são interessantes as movimentações no país vizinho e  as movimentações em Portugal devem ser analisadas tendo em consideração o que se passa.

Evidentemente que não é coisa para os próximos 10 anos.

Uma das coisas curiosas, é a reorganização administrativa, que vai fazer com que algumas autonomias se fundam com outras.

Uma das mais curiosas, é a questão da unificação de Navarra com o País Basco, pois étnicamente têm origens idênticas.

Ao juntar Navarra ao País Basco, reconstruindo o antigo Reino de Navara, os bascos adquirem o que até agora não têm, que é a legitimidade histórica.

Também deverá ser separada a "velha castela" ou Castela-a-velha de Leão.

Estou neste momento a ler dois livros sobre os antecedentes da guerra civil espanhola, um em inglês e outro em castelhano, e é engraçado como a situação presente, é parecida com a de 1932-1936.

Naturalmente existe a diferença provocada pela adesão à U.E. e pela não existência de tensões sociais tão fortes, mas as tensões étnicas estão todas de volta e as discussões sobre o que é a Espanha, são idênticas.

A União Europeia, é o principal seguro para efectuar as transformações, e não pode ser implatada a república sem mais nem menos, porque é preciso evitar o que aconteceu nos anos 30, em que a implantação da república, levou a que os espiritos republicanos da Catalunha e da Galiza viessem rapidamente ao-de-cima incontroláveis.

Muitos dsses espiritos "repúblicanos" no entanto, eram claramente iberistas e acreditavam que seria possivel a existência de tal construção política.

Pessoalmente estou convencido que é impossível.

A Europa, como escreveu um filosofo contemporâneo (não me lembro o nome) encontra-se perante um problema de dificil solução:
Ou se transforma num super-estado, ou será inevitavel o resurgir das nações.

Este problema com o resurgir das nações europeias, não é exclusivo da Espanha e afecta também a Alemanha, a Italia e também em parte a França e o Reino Unido.

Nós somos dos poucos países que não terá esse tipo de problema por termos uma população homogenea, mas não deixará de haver quem tente fazer umas regionalizaçõeszinhas para ganhar uns cobres.

Cumprimentos
 

*

papatango

  • Investigador
  • *****
  • 5580
  • Recebeu: 9 vez(es)
  • +1/-0
    • http://www.areamilitar.net
(sem assunto)
« Responder #16 em: Abril 30, 2006, 11:39:15 pm »
Citar
E já agora, Papatango, parece-lhe correcto - mas o que é correcto agora - que um ministro de uma nação soberana afirme tal coisa?
Vamos ignorar tais afirmações?
Como se faz com as criancinhas a que os paizinhos satisfazem todos os caprichos para mais tarde se tornarem bestas sociopatas?
Não é por isso que estamos como estamos?


Bom, obviamente eu não acho correcto que se afirme tal coisa, mas para mim essas afirmações do ministro Lino não são uma surpresa, logo não me espantam especialmente.

Mário Lino não é uma pessoa com grande peso específicio no governo, e não sei se falou em seu nome ou em nome do governo, e se não terá falado apenas para castelhano ouvir.

Evidentemente que é uma demonstração de leviandade por parte do ministro, que a ser verdade, demonstra também uma terrivel debilidade nos conhecimentos históricos do ministro.

Confesso que fico mais preocupado com a confusão (ou a mentira se foi propositada) no que respeita às linguas.

Nós temos de facto um passado comum com parte da Espanha, não há como negar isso, e quem defende o rigor histórico não pode deixar de o referir.

Temos um passado comum com os galegos, os leoneses e os astures.

O resto, são mouros, bascos e franceses.

Logo, o ministro está errado e lavre no erro por duas razões

O iberismo é um disparate, um anacronismo e acima de tudo, a razão de guerras e conflitos. Os países da peninsula, não podem conviver sob um único governo. Não é a nossa não pertença à Espanha que não faz sentido.

É a Espanha como estado, que é um absurdo e um erro da história.

Nós devemos é tentar entender a história e aceita-la, percebe-la para não caír nos disparates de um ministrozeco qualquer, que nada entende de história e está apenas a tentar arrajar tacho.

Cumprimentos
 

*

Orlando

  • 1
  • +0/-0
    • http://www.garfos.letrascomgarfos.net/
(sem assunto)
« Responder #17 em: Maio 01, 2006, 12:00:13 am »
Citar
España no solo tiene frontera con Francia, como le pasa a Portugal con España, pero te aseguro que las relaciones con Francia aquí se consideran fundamentales.


Em relação ao que escreveu o Sierra002: O jornalista espanhol Ignacio Cembrero publicou recentemente o seu livro “Vecinos alejados” (Vizinhos Afastados), dedicado às relações entre a França e a Espanha e referindo-se, entre outros assuntos “quentes”, à ingerência da França na questão de Perejil, Ceuta e Melilha.

Não se coloca aqui o problema da anexação militar. Segundo o dicionário Porto Editora:
Iberismo
Substantivo masculino
Doutrina política dos que advogam a federação de Portugal com a Espanha, isto é, a constituição da União Ibérica;
(De ibero+-ismo)

Fonte: Dicionário Porto Editora

Ou mudam o significado de Iberismo e informam disso a Porto Editora (entre outras) ou não vamos desculpar o ministro, mesmo que tenha dito o que disse depois da segunda garrafa de Alvarinho.
Portugal Sempre!
 

*

papatango

  • Investigador
  • *****
  • 5580
  • Recebeu: 9 vez(es)
  • +1/-0
    • http://www.areamilitar.net
(sem assunto)
« Responder #18 em: Maio 01, 2006, 12:16:04 am »
Basicamente, a construção de um outro estado, que evidentemente seguirá a velha tradição castelhana.

Mas Lino, é um esquerdista ex-estalinista, logo o ibérismo dele vem do lado dos socialistas repúblicanos espanhóis.

Curiosidade no meu "Lello e Irmãos" diz "Partidario da união ibérica".

O ministro estava provavelmente alcoolizado, é igualmente uma possibilidade.

Não sei se pode ser responsabilizado por ter defendido o iberismo quando estava bêbado.

E obviamente, só sob o efeito de grandes quantidades de bom Alvarinho é que se pode dizer uma barbaridade daquelas.

Cumprimentos
 

*

Miguel

  • Investigador
  • *****
  • 2495
  • Recebeu: 19 vez(es)
  • Enviou: 6 vez(es)
  • +2/-4
(sem assunto)
« Responder #19 em: Maio 01, 2006, 08:47:16 am »
Havemos de chorar os mortos se os vivos não merecerem
 

*

Pantera

  • Perito
  • **
  • 399
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #20 em: Maio 01, 2006, 02:28:56 pm »
Citação de: "Miguel"
Havemos de chorar os mortos se os vivos não merecerem


Salazar :P

Só pergunto porque tanto alarido,até parece que muita gente deste forum fica ofendida.Defender o Ibérismo ou a União europeia vai dar tudo ao mesmo,no sentido de Portugal desaparecer.Esta declaração do meu ponto vista não é polémica,porque praticamente todos os deputados defendem a federalização da UE e não vejo ninguem a abrir tópicos a criticar isso.Uma língua,uma moeda,um povo, uma cultura, um governo, etc, e isso é conseguido seja no "Ibérismo" ou no "Federalismo"

*

Marauder

  • Investigador
  • *****
  • 2127
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #21 em: Maio 01, 2006, 03:24:43 pm »
Citação de: "Pantera"
porque praticamente todos os deputados defendem a federalização da UE


Caro colega, se possuí dados que nós, restantes humildes membros não tenhamos, que partilhe connosco. Ou isso ou você daria um político e peras...

Largar "pérolas" no fórum é facil....defender o que se diz com factos e argumentos já não o é.

Agora por mera brincadeira, mesmo que isso que afirmou seja verdade, não vai influenciar em nada. Isto porque numa outra discussão disse que Portugal por este caminho vai tornar-se uma vila cuja capital é Bruxelas, e bem, toda a gente sabe que o Parlamento Europeu está em Estrasburgo, portanto presumo que no "seu" modelo os deputados não tenham qualquer poder.


 :D

Cumprimentos
 

*

Menacho

  • Investigador
  • *****
  • 2725
  • Recebeu: 276 vez(es)
  • Enviou: 53 vez(es)
  • +3/-0
(sem assunto)
« Responder #22 em: Maio 01, 2006, 05:18:50 pm »
Citação de: "papatango"
:Uma das mais curiosas, é a questão da unificação de Navarra com o País Basco, pois étnicamente têm origens idênticas.

Ao juntar Navarra ao País Basco, reconstruindo o antigo Reino de Navara, os bascos adquirem o que até agora não têm, que é a legitimidade histórica.



Papatango, una vez mas he de decirte que de Historia de Espanha no tenes mucha idea, Navarra y el Pais Vasco, no tienen identidades ni tan siquiera semejantes, ni la lengua vasca se habla en Navarra ni su historia es comun.

Hoy dia ni tan siquiera un 5% de los ciudadanos navarros quiere anexionarse al Pais Vasco, cuya posibilidad solo esta en la calenturienta mente de algun radical vasco, nada mas.

Esa anexion es ilegal, entre otras cosas por que desharia el actal estado de las Autonomias, ademas de que deberia de ser por acuerdo de la s partes y con un 5%, es imposible.

Y decirte que si España como estado es un absurdo, mas absurda es la independencia de la lusitania, en vez de seguir perteneciendo a Espanha..... :twisted:
 

*

Menacho

  • Investigador
  • *****
  • 2725
  • Recebeu: 276 vez(es)
  • Enviou: 53 vez(es)
  • +3/-0
(sem assunto)
« Responder #23 em: Maio 01, 2006, 05:23:14 pm »
Citação de: "Luso"
Já aprendi várias lições ao querer cultivar um clima de cordialidade com os visitantes castelhanos. Vejo que é impossível.
Começo a ver como será na realidade o bom castelhano.



 :evil:  :evil:
 

*

sierra002

  • 436
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #24 em: Maio 01, 2006, 05:41:37 pm »
Se me ha censurado un post donde llamaba la atención sobre es misma frase y no creo que nadie pueda decir que insulté a nadie. Quizá lo que se me censuró fue mi ultima frase.

¿Cuando se va a sancionar a Papatango por haber violado las reglas del foro?

Ahora incluso (aunque no las primeras) con expresiones totalmente racistas.

Por mas que a algunos les cueste entenderlo, Papatango ridiculiza a los portugueses y aun más, a quienes le consienten.
 

*

papatango

  • Investigador
  • *****
  • 5580
  • Recebeu: 9 vez(es)
  • +1/-0
    • http://www.areamilitar.net
(sem assunto)
« Responder #25 em: Maio 01, 2006, 06:22:19 pm »
Citar
Papatango, una vez mas he de decirte que de Historia de Espanha no tenes mucha idea, Navarra y el Pais Vasco, no tienen identidades ni tan siquiera semejantes, ni la lengua vasca se habla en Navarra ni su historia es comun.
Bastaria conhecer os mapas desde o periodo de Carlos Magno, para entender que o que você nos diz é um disparate.

Mas enfim, falamos aqui da questão que se levantou depois que um ministro, eventualmente sob o efeito de doses consideráveis de vinho verde disse.

Quando um ministro alegadamente bêbado, diz uma enormidade como aquela que foi proferida por Mario Lino, em que mistura portugueses castelhanos e outros que tais, é perfeitamente natural e justificada a expressão referida sobre leoneses astures e galegos.

Esta é a realidade histórica e étnica. O resto é paisagem e propaganda politica da extrema-direita espanhola.


As expressões portugueseas relativamente à espanha / castela, são as que são e fazem parte da realidade histórica e da nossa cultura. Quem não entende a maneira de ser dos portugueses, pode protestar contra ela, mas não pode tentar usar as regras espanholas da auto-censura espanhola para impor a sua vontade aos portugueses e ainda mais num fórum português.

O Iberismo ainda não chegou a este fórum. E enquanto não chegar, as expressões sobre os espanhois que são características da nossa maneira de ser e da nossa cultura, não são nem podem ser consideradas insulto a ninguém.

Mais insultuoso seria aplicar a censura, apenas porque os espanhóis não gostam.

Portugal é assim!
E quem não gosta tem duas hipoteses:

Ou deixa na beira do prato
Ou come mais, para se habituar.

Cumprimentos
 

*

pedro

  • Investigador
  • *****
  • 1498
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #26 em: Maio 01, 2006, 06:56:18 pm »
Mais uma vez voce papatango tem toda a razao.
Cumprimentos :lol:
 

*

Pantera

  • Perito
  • **
  • 399
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #27 em: Maio 01, 2006, 08:26:31 pm »
Citação de: "Marauder"
Citação de: "Pantera"
porque praticamente todos os deputados defendem a federalização da UE

Caro colega, se possuí dados que nós, restantes humildes membros não tenhamos, que partilhe connosco. Ou isso ou você daria um político e peras...

Largar "pérolas" no fórum é facil....defender o que se diz com factos e argumentos já não o é.

Agora por mera brincadeira, mesmo que isso que afirmou seja verdade, não vai influenciar em nada. Isto porque numa outra discussão disse que Portugal por este caminho vai tornar-se uma vila cuja capital é Bruxelas, e bem, toda a gente sabe que o Parlamento Europeu está em Estrasburgo, portanto presumo que no "seu" modelo os deputados não tenham qualquer poder.


 :D

Cumprimentos


O CDS, PSD e PS defendem a federalização acho que não existe dúvidas,o bloco de esquerda também a defende mas não nestes termos,ou seja,são a favor do conceito de federalização mas não com aquelas leis que se queria aprovar.Cada vez mais leis serão determinadas pelos deputados europeus,a soberania está a passar de mãos,não sei qual a piada,era a mesma coisa que os espanhóis mandarem em nós.Apenas votamos nos deputados portugueses,e é totalmente anti-democrático mandarem em nós pessoas cujo não votamos.

*

Nadie

  • 81
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #28 em: Maio 01, 2006, 08:59:14 pm »
Q os parece mi idea? es mejor q las de Zapatero? :D



La bandera lleva escudo pero no se lo puse.
 

*

manuel liste

  • Especialista
  • ****
  • 1054
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #29 em: Maio 01, 2006, 09:01:16 pm »
Citação de: "Nadie"
Que os parece la idea? :twisted:

El escudo tendría que ser, naturalmente, una variación del de Felipe II. No acepte sucedáneos :lol:
 

 

Filipe I(II);Filipe II(III); Filipe III(IV) Reis de Portugal

Iniciado por TemplárioQuadro Livros-Revistas-Filmes-Documentários

Respostas: 0
Visualizações: 861
Última mensagem Abril 07, 2010, 01:22:56 pm
por Templário
Portugal "sem fronteiras"

Iniciado por TOMKATQuadro Portugal

Respostas: 6
Visualizações: 2253
Última mensagem Maio 10, 2006, 10:15:52 pm
por superbuzzmetal
"Napoleão e Portugal"

Iniciado por JoseMFernandesQuadro Livros-Revistas-Filmes-Documentários

Respostas: 5
Visualizações: 3075
Última mensagem Maio 22, 2006, 11:22:13 pm
por Luso
Iniciativa "Compromisso Portugal"

Iniciado por Tiger22Quadro Portugal

Respostas: 0
Visualizações: 1341
Última mensagem Fevereiro 11, 2004, 04:12:19 pm
por Tiger22
Winchester "vem" para Portugal

Iniciado por LusoQuadro Exército Português no ForumDefesa.com

Respostas: 0
Visualizações: 1736
Última mensagem Janeiro 31, 2006, 08:52:09 pm
por Luso