FAs de Timor Leste

  • 41 Respostas
  • 15926 Visualizações
*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14936
  • Recebeu: 971 vez(es)
  • Enviou: 929 vez(es)
  • +161/-151
Re: FAs de Timor Leste
« Responder #30 em: Setembro 18, 2010, 05:37:46 pm »
Mais uma vez errado, quando os Portugueses sairam de lá, eram poucos os Timorenses que falavam Português e que eram cristãos. Com a ocupação Indonésia a Igreja tornou-se num polo aglutinador de todos os timorenses e é por isso é que hoje em dia a Igreja é uma das instituições mais importantes. Os poucos timorenses que realmente aprenderam Português eram por norma os que serviram nas Forças Armadas ou que trabalhavam para a admnistração pública local.

 :arrow: http://pt.wikipedia.org/wiki/Jos%C3%A9_Ramos-Horta

Vez...
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Daniel

  • Especialista
  • ****
  • 1190
  • Recebeu: 40 vez(es)
  • Enviou: 5 vez(es)
  • +52/-533
Re: FAs de Timor Leste
« Responder #31 em: Setembro 18, 2010, 06:05:24 pm »
Cabeça de Martelo
Citar
Mais uma vez errado, quando os Portugueses sairam de lá, eram poucos os Timorenses que falavam Português e que eram cristãos. Com a ocupação Indonésia a Igreja tornou-se num polo aglutinador de todos os timorenses e é por isso é que hoje em dia a Igreja é uma das instituições mais importantes. Os poucos timorenses que realmente aprenderam Português eram por norma os que serviram nas Forças Armadas ou que trabalhavam para a admnistração pública local.

Hó :?:  quanto a questão da igreja concordo contigo, bom, haver se começas a ler os meus postes com mais calma, se não vou ter de dar razão ao Luso-Efe, assunto encerrado. c34x
A Vida é um teste e uma incumbência de  confiança.
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14936
  • Recebeu: 971 vez(es)
  • Enviou: 929 vez(es)
  • +161/-151
Re: FAs de Timor Leste
« Responder #32 em: Setembro 19, 2010, 02:57:23 pm »
Se não tivessemos saido de Timor, o país era sem dúvida MUITO diferente.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6742
  • Recebeu: 294 vez(es)
  • Enviou: 201 vez(es)
  • +160/-0
Re: FAs de Timor Leste
« Responder #33 em: Setembro 22, 2010, 05:14:33 pm »
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6742
  • Recebeu: 294 vez(es)
  • Enviou: 201 vez(es)
  • +160/-0
Re: FAs de Timor Leste
« Responder #34 em: Setembro 24, 2010, 11:10:14 pm »
Primeiro pelotão de Fuzileiros de Timor recebeu boinas

http://ww1.rtp.pt/noticias/?t=Primeiro- ... 76069&tm=7
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6742
  • Recebeu: 294 vez(es)
  • Enviou: 201 vez(es)
  • +160/-0
Re: FAs de Timor Leste
« Responder #35 em: Setembro 26, 2010, 12:48:49 am »
Citar
O extenso programa de actividades incluiu deslocações ao Quartel-General das F-FDTL em Tasi-Tolu, ao Centro de Instrução Comandante Nicolau Lobato em Metinaro, e à Base Naval de Hera, sede da Componente Naval das F-FDTL, tendo sido proporcionado um contacto próximo com os diversos Projectos de Cooperação Técnico Militar Luso-Timorense sediados nestas três unidades militares, designadamente o Projecto nº 1 de apoio à Estrutura Superior das F-FDTL, o Projecto nº2 de apoio à Componente Naval e o Projecto nº3 de apoio ao Centro de Instrução.

Durante a visita à Base Naval de Hera, e aproveitando a fase final das Acções de Formação do 2º Curso das Especialidades de Marinha e do 1º Curso de Fuzileiros, ministradas por uma equipa da Marinha Portuguesa, o CEMA assistiu a uma demonstração das diversas capacidades adquiridas pelos militares da Componente Naval das F-FDTL nestes cursos.

Todas as especialidades ministradas estiveram representadas, mas o destaque mediático recaiu sobre as actividades ligadas ao 1º Destacamento de Fuzileiros Navais. Foram efectuadas abordagem a um navio a navegar por uma equipa de boarding, diversas perícias envolvidas em acções de descida em fast rope, subida de redes de abordagem, evoluções diversas no meio aquático, com botes do tipo zebro ou a nado, saltos para a água com equipamento completo, bem como actividades associadas à Limitação de Avarias, com demonstrações várias de combate a diversos tipos de incêndios, utilizando as facilidades do Parque de Incêndios edificado pelos formadores e formandos durante a Acção de Formação.  

Ainda durante a visita à Base Naval de Hera foi possível visitar as Oficinas de Mecânica e Electricidade, adequadamente equipadas com material moderno, fornecido por Portugal no âmbito da Acção de Formação, e remodeladas pelos alunos durante a formação. Estas oficinas, que funcionaram até agora essencialmente como laboratórios de aulas práticas, começarão progressivamente a ser utilizadas no apoio à manutenção dos meios navais da Componente Naval, bem como dos diversos sistemas e equipamentos existentes na Base Naval de Hera.

A visita à Base Naval de Hera terminou com a visita aos espaços destinados à futura Escola de Tecnologias Navais e ao futuro Centro de Saúde Naval, cujas edificação e operacionalização plena aguardam ainda a tomada de decisão final por parte das competentes autoridades timorenses. Durante esta fase foi possível constatar in loco as difíceis condições de trabalho em que decorreram algumas das sessões de formação, quer para os formadores, quer para os formandos, por motivos de ordem climatérica.    

Após a saída da Base Naval de Hera foi ainda possível assistir a uma demonstração de um raid anfíbio, realizado a cerca de 3 quilómetros a Oeste de Hera, onde militares do 1º Destacamento de Fuzileiros Navais efectuaram o assalto a um objectivo militar em terra, simulando o desembarque a partir de uma unidade naval, a infiltração e ataque propriamente dito e a posterior retirada e reembarque na mesma unidade naval.
Todas as actividades em demonstração foram acompanhadas pelos militares afectos ao Projecto nº 2 de Cooperação Técnico Militar, mas foram na sua totalidade executadas pelos formandos dos diversos cursos, tendo sido possível observar uma grande dedicação destes militares.  

O Almirante CEMA visitou igualmente as instalações do Hospital de Liquiçá, recuperado em 2002 com a ajuda dos elementos da guarnição da Fragata NRP Hermenegildo Capelo, tendo aproveitado a ocasião para efectuar a entrega de um lote assinalável de medicamentos aos responsáveis daquela instituição, bem como deixado a promessa de doação posterior de material e diverso equipamento de apoio ao regular funcionamento daquela unidade de saúde, designadamente um gerador e meios frigoríficos destinados a assegurar a correcta protecção dos diversos medicamentos, bem como outro tipo de apoio.

No dia 16, terminada a visita à Base Naval, o Almirante Melo Gomes participou como convidado especial na cerimónia de entrega da Medalha da Solidariedade de Timor-Leste e da Medalha de Missão da UNMIT aos militares da Guarda Nacional Republicana Portuguesa, do sub-agrupamento. Esta cerimónia decorreu no Palácio Presidencial e foi presidida pelo Presidente da República.
 
Na sequência do término das Acções de Formação de Especialidades o Almirante Melo Gomes desempenhou um importante e significativo papel na cerimónia de entrega dos diplomas aos formados dos diversos cursos das especialidades de Marinha e de Fuzileiros e ainda na imposição de Boinas aos novos Fuzileiros Navais da Componente Naval das F-FDTL, os primeiros militares com preparação específica em operações especiais da República Democrática de Timor Leste.
 
A cerimónia foi presidida por SEXA o Presidente da República Democrática de Timor Leste e contou com a presença de numerosos representantes políticos e militares, nacionais e internacionais, bem como as famílias dos militares em parada, tendo decorrido frente ao recém inaugurado Terminal de Passageiros do Porto de Dili, local onde se encontrava igualmente atracado o Navio Escola Sagres que se constituiu assim num muito especial pano de fundo a esta tão significativa e memorável cerimónia.

Aproveitando o facto de o Navio Escola Sagres, actualmente a efectuar uma viagem de circum-navegação, se encontrar atracado no Porto de Dili, foram igualmente realizados diversos eventos a bordo que contaram com a presença do Almirante CEMA, destacando-se entre eles um almoço a bordo oferecido às mais altas entidades políticas e militares da RDTL e a recepção oficial oferecida às autoridades timorenses e aos numerosos elementos da Comunidade Portuguesa e internacional actualmente em Dili
 
Antes de terminar a sua visita oficial, na tarde de 18 de Setembro, o Almirante Melo Gomes efectuou uma emotiva passagem pelo Arquivo & Museu da Resistência Timorense, acompanhado pelo Chefe do Estado Maior General das FALINTIL-FDTL, Major General Taur Matan Ruak e pelo Director do Museu.

O facto de fazerem parte do espólio daquele importante espaço de memória colectiva algumas evidências da ajuda fornecida pelo Estado Português ao movimento de Resistência Timorense, e a participação directa de alguns dos presentes nesse mesmo movimento, conferiu um simbolismo especial a este momento, tendo no final o Almirante CEMA sido convidado a assinar o Livro de Honra daquele espaço, tendo nele deixado uma emotiva mensagem.

http://www.marinhasplp.org/PT/historico ... Timor.aspx









 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6742
  • Recebeu: 294 vez(es)
  • Enviou: 201 vez(es)
  • +160/-0
Re: FAs de Timor Leste
« Responder #36 em: Novembro 19, 2010, 10:07:56 pm »
Citar
17-11-2010   VISITA DO CHEFE DO ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO A TIMOR-LESTE  

 
O Chefe do Estado-Maior do Exército (CEME), General José Luís Pinto Ramalho, visitou no período de 8 a 12 Novembro, a República Democrática de Timor-Leste.

Do programa da visita destacou-se: a recepção pelo Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas, Major General Taur Matan Ruak, o encontro com o Embaixador de Portugal, Luís Barreira de Sousa, com S. Exª o Presidente da República, Ramos Horta e Primeiro Ministro Xanana Gusmão, a audiência com S. Exª Revª o Bispo de Díli, a visita ao Quartel-General das FALINTIL – Forças de Defesa de Timor-Leste (QG/F-FDTL) (em Taci Tolu) e Hospital de Liquiçá - onde foram doados medicamentos e agulhas de suturação, a visita à Componente Naval  e Projecto 2 (em Hera), ao Centro de Instrução Militar “Comandante Nicolau Lobato” – Projecto 3 (em Metinaro), ao SubAgrBravo da Guarda Nacional Republicana, à Escola Portuguesa, à Catedral de Díli, ao Museu da Resistência, a realização de uma missa na Igreja Motael e por fim uma visita ao Cemitério de Santa Cruz em homenagem aos mortos no massacre ocorrido em 1991.

A convite de S. Exª o Presidente da República de Timor-Leste, S. Exª o General CEME proferiu uma palestra subordinada ao tema “Factores e Limitações na Escolha de uma Política de Segurança e Defesa por uma Pequena Potência”, no módulo sobre o enquadramento de Timor-Leste do Curso de Piloto de Defesa e Segurança.

A visita de trabalho permitiu cimentar os laços de cooperação entre os dois povos e, simultaneamente, ter um conhecimento real da participação militar portuguesa em Timor-Leste.
           


http://www.exercito.pt/Noticias/Paginas ... TIMOR.aspx
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6742
  • Recebeu: 294 vez(es)
  • Enviou: 201 vez(es)
  • +160/-0
Re: FAs de Timor Leste
« Responder #37 em: Novembro 22, 2010, 03:33:36 pm »
Citar
Equipe Maubere III - Projeto de Cooperação Brasileira para formação de militares das Forças de Defesa do Timor-Leste
 
Dili - Timor Leste

Realizou-se, no dia 11 de novembro, a solenidade militar de conclusão do Curso de Polícia Militar, bem como o encerramento das atividades da Equipe Maubere III, inseridas no Projeto de Cooperação Brasileira para formação de militares das Forças de Defesa do Timor-Leste (F-FDTL).

O evento foi presidido pelo Major-General Taur Matan Ruak, Chefe do Estado-Maior General das FALINTIL-FDTL.

http://www.exercito.gov.br/image/journa ... 9924957819

http://www.exercito.gov.br/image/journa ... 9924957822
 

*

flyer

  • Membro
  • *
  • 32
  • +0/-0
Forças de Defesa de Timor-Leste
« Responder #38 em: Abril 20, 2012, 03:06:13 pm »
Olá,

Só para documentar aqui, o inventário militar deste pequeno país, se tiverem mais alguma coisa a acrescentar, força.

Bom fim de semana.

EQUIPAMENTO

Componente Naval

NRLT Oé-cusse (P101) - Portugal - Classe Albatroz (NRP Albatroz) - 2002
NRLT Ataúro (P102) - Portugal - Classe Albatroz (NRP Açor) - 2002
NRLT Jaco (P211) - Republica Popular da China - Classe Shanghai III, Type 062 I - 2010
NRLT Betano (P212) - Republica Popular da China - Classe Shanghai III, Type 062 I - 2010
NRLT Kamenassa (P???) - Coreia do Sul - Classe Chamsuri - 2011
NRLT Díli (P???) - Coreia do Sul - Classe Chamsuri - 2011
NRLT Hera (P???) - Coreia do Sul - Classe Chamsuri - 2011

Exercito

M16 (Espingardas de Assalto) - 1.500
M203 (Lançadores de Granadas) - 75
FN Minimi (Metralhadora Pesada) - 75
Espingardas de Precisão - 50
Colt M1911 (Pistolas Automáticas) - ??

Unidades

1º Batalhão de Infantaria Ligeira
Localização: Baucau
Composta por: 1x Companhia de Combate; 1 x Companhia de Apoio; 1 x Companhia de Comando   
2 º Batalhão de Infantaria Ligeira
Localização: Melinauro
Composta por: 1x Companhia de Combate; 1 x Companhia de Apoio; 1 x Companhia de Comando   
1 x Companhia de Polícia Militar
Guarnição Naval
Polícia Nacional de Timor-Leste

Abraço,

Nuno Silva
« Última modificação: Junho 23, 2016, 10:18:13 am por flyer »
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 7638
  • Recebeu: 326 vez(es)
  • Enviou: 563 vez(es)
  • +195/-204
Re: FAs de Timor Leste
« Responder #39 em: Janeiro 29, 2013, 12:15:02 pm »
Citar
U.S. and Timor-Leste Naval Forces Build Maritime Partnerships
   
   
(Source: U.S Navy; issued January 25, 2013)
 
 
   
   PORT HERA NAVY BASE, Timor-Leste --- The U.S. Navy and Timorese Navy commenced the first Cooperation Afloat Readiness and Training (CARAT) Timor-Leste exercise Jan. 25, with an opening ceremony held at Port Hera Navy Base.

U.S. Ambassador Judith Fergin and Col. Falur Rate Laek, Chief of Staff of the Timor-Leste Defense Force (F-FDTL), officiated the ceremony.

Fergin reaffirmed U.S. support for Timor-Leste's efforts to consolidate peace and security gains, noting the exercise enhanced mutual cooperation.

"The contributions that the participants in Exercise CARAT will make this week will strengthen the foundations of cooperation between our two countries for years to come," said Fergin.

In his opening remarks, Laek noted that the upcoming exercises build a stronger relationship between Timor-Leste and U.S. naval forces.

"The partnership between the Timor-Leste and U.S. Navy and Marines is not a new one. These Naval and Marine exercises between Timor-Leste and United States help to will ensure peace, build experience, and strengthen the permanent partnership between Timor-Leste and the United States," said Laek.

Over the next four days, Marines from U.S. Fleet Antiterrorism and Security Team (FAST), Pacific, will conduct hands on skill transfers and combat fundamentals with their F-FDTL counterparts.

In addition to FAST, Coast Guardsmen from the U.S. Coast Guard Maritime Training Branch homeported in Yorktown, Va., and Seabees from Naval Mobile Construction Battalion (NMCB) 5, homported in Port Hueneme, Calif., will conduct subject matter expert exchanges with the F-FDTL Navy on several F-FDTL ships. Coast Guardsmen will hold training on engineering, navigation, seamanship and damage control, while the Seabees will conduct medical, mechanical and electrical classroom courses.

Representing U.S. forces, Lt. Cmdr. Jennie Stone, CARAT Liaison Officer, Logistics Group Western Pacific, noted these exchanges allowed maritime professionals to share best practices and build partnerships.

"Our partners in the F-FDTL are skilled professionals, and this exercise helps increase interoperability between our forces, while at the same time building personal and professional relationships. This ongoing development becomes critical should future events call for our forces to work side-by-side," said Stone.

CARAT is a series of annual, bilateral maritime exercises between the U.S. Navy and the armed forces of Bangladesh, Brunei, Cambodia, Indonesia, Malaysia, the Philippines, Singapore, Thailand, and Timor-Leste.

-ends-

http://www.defense-aerospace.com/articl ... ships.html
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 8490
  • Recebeu: 757 vez(es)
  • Enviou: 1246 vez(es)
  • +73/-34
    • http://youtube.com/HSMW
Re: FAs de Timor Leste
« Responder #40 em: Julho 25, 2015, 02:10:16 am »


Citar
COOPERAÇÃO TECNICO- MILITAR COM TIMOR LESTE VISITA DE S. EXª O GENERAL CEMGFA DE TIMOR LESTE Á COMPONENTE TERRESTRE

     Decorreu no passado dia 13 de Julho de 2015 uma visita de trabalho de S. Exª o CEMGFA de Timor-Leste, General Lere, à Componente Terrestre. Foi recebido pelo respetivo Comandante à Porta de Armas, onde lhe foram prestadas as respetivas honras regulamentares.

     Durante a visita o General Lere teve um encontro com os militares da Companhia de Veteranos, que pertenceram à Resistência Timorense, que têm um lugar de destaque na Componente Terrestre onde desempenham funções de grande responsabilidade, nomeadamente no controlo e guarda de todo o material de guerra. Estes militares merecem por parte de todos um enorme respeito e consideração por um passado de luta e sacrifício. No final da visita S. Exª o General CEMGFA agradeceu o esforço desenvolvido na Componente Terrestre e fez uma menção especial ao trabalho desenvolvido pela assessoria portuguesa do Projeto 4 pelo “apoio próximo e vontade em melhorar a capacidade operacional daquela componente”.



 :arrow: http://www.exercito.pt/sites/BrigMec/No ... ESTRE.aspx
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 7638
  • Recebeu: 326 vez(es)
  • Enviou: 563 vez(es)
  • +195/-204
Re: FAs de Timor Leste
« Responder #41 em: Novembro 06, 2017, 06:37:28 pm »
Austal to build two pacific patrol boats for Timor Leste



Timor Leste has agreed to have two Guardian-class pacific patrol boats (PPBs) built by Australian shipbuilder Austal.

This was announced by the Australian Prime Minister, Malcolm Turnbull and Timor-Leste Prime Minister, Mari Alkatiri, at the Asia Pacific conference in Perth, Australia.

Timor Leste is a new member of Australia’s Pacific Maritime Security Program which will now build 21 steel-hulled vessels to replace the existing fleet of pacific patrol boats.

With the additional two boats for Timor Leste, the total production quantity goes to 21 from the 19 already committed.

“The PPB program is intended to aid regional security in the South Pacific by helping to secure the Timor Leste maritime border and represents an example of defence diplomacy fostering close relations between countries in the Asia-Pacific,” Austal CEO David Singleton said.

“The first of the current order of Guardian Class patrol boats is already well into its construction phase and is running on time and on budget. Handover of the first vessel is projected to be in the third quarter of CY 2018,” Singleton said.

The pacific patrol boat contract was awarded to Austal in May, 2016 and is worth $305m for the original 19 vessels and associated in service support.

Austal has separately partnered with Fassmer of Germany for the Commonwealth of Australia’s $3.5 billion offshore patrol vessel program and is in a teaming agreement with ASC to compete for the build of the $35 billion future frigate Program.

http://navaltoday.com/2017/11/06/austal-to-build-two-pacific-patrol-boats-for-timor-leste/
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

 

Timor, transferência de território ou Portugal o Idiota útil

Iniciado por Luso

Respostas: 20
Visualizações: 12180
Última mensagem Setembro 13, 2007, 07:51:04 pm
por comanche
Crise em Timor - o que pode fazer Portugal?

Iniciado por Rui Elias

Respostas: 49
Visualizações: 17721
Última mensagem Junho 23, 2006, 10:22:37 am
por Rui Elias
Austrália praticou «extorsão» no Mar de Timor, diz livro

Iniciado por comanche

Respostas: 0
Visualizações: 2198
Última mensagem Junho 02, 2007, 04:41:20 pm
por comanche
Timor-Leste: Ramos Horta Eleito Presidente

Iniciado por P44

Respostas: 0
Visualizações: 2155
Última mensagem Maio 10, 2007, 01:32:29 pm
por P44
PR indonésio quer mais investimento em Timor-Leste

Iniciado por comanche

Respostas: 1
Visualizações: 2762
Última mensagem Junho 06, 2007, 12:44:24 am
por Nuno Bento