Sector do Turismo e Hotelaria

  • 206 Respostas
  • 51421 Visualizações
*

André

  • Investigador
  • *****
  • 3570
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +14/-0
(sem assunto)
« Responder #75 em: Abril 06, 2009, 07:11:14 pm »
Lisboa nos dez destinos mais baratos do turismo de luxo


Um inquérito divulgado pela www.Hotels.com , uma das maiores empresas mundiais fornecedoras de alojamento hoteleiro, coloca Lisboa entre as dez cidades com unidades de luxo mais baratas, onde um quarto cinco estrelas custa em média 123 euros.

Segundo os resultados do quarto trimestre de 2008 do Hotel Price Index da empresa, baseado numa amostra de um total de 68 mil hóteis de grandes cadeias e independentes, a capital portuguesa surge em décimo lugar da lista de preços médios pagos por quartos duplos nas diferentes classificações de estrelas, em ex-aequo com Berlim e depois de Banguecoque, Las Vegas, Cidade do México, Sydney, Varsóvia, Budapeste, Marraquexe, Praga e Dublin.

Em Lisboa, tal como na capital da Alemanha, 100 euros (50 por pessoa) permitem usufruir de 4,5 estrelas, um número superior ao registado em cidades como Barcelona (4,1), Londres (3,4), Paris (3,1), Rio de Janeiro (2,4) ou Nova Iorque, onde se registou o valor mais baixo (1,6).

Já nas cidades consideradas mais baratas a nível da hotelaria de Luxo - Banguecoque, Las Vegas, Cidade do México, Sydney e Varsóvia - esse montante é suficiente para que um casal passe a noite numa unidade de cinco estrelas.

A nível de preços médios por estrelas, um quarto duplo em Lisboa custa em média 57 e 79 euros se o hotel ostentar três ou quatro estrelas, mas ascende a 123 euros no caso de as instalações terem a classificação máxima, um valor próximo de uma noite de duas estrelas em Nova Iorque (122 euros) e inferior ao de um quarto de três estrelas em Cancun ou Moscovo (126 e 135 euros).

Lusa

 

*

André

  • Investigador
  • *****
  • 3570
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +14/-0
(sem assunto)
« Responder #76 em: Abril 07, 2009, 05:46:20 pm »
Ocupação hoteleira baixou cerca de 30% em Março no Algarve


A taxa de ocupação hoteleira no Algarve no mês de Março baixou cerca de 30 por cento em relação ao período homólogo de 2008, informou hoje a maior associação de hoteleiros da região.

Em Fevereiro, a taxa de ocupação desceu cerca de 20 por cento, quer na taxa de ocupação média por quarto, quer por cama, em comparação a 2008, tendo sido considerada a taxa de ocupação hoteleira mais baixa desde 1995 no Algarve.

Em comunicado, a Associação de Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA) informou hoje que a taxa de ocupaçao global media/quarto toi de 43,9 por cento, 27,9 por cento abaixo do valor verificado em 2008.

A taxa de ocupação global media/cama, por seu turno, foi de 32,2 por cento, tendo diminuído 30,0 por cento relativamente ao ano transacto.

As maiores descidas verificaram-se nas zonas de Albufeira (-36,4%), Carvoeiro/Armação de Pera (-34,8%) e Lagos/Sagres (-25,6%).

A zona de Monte Gordo/Vila Real de Santo António foi a que apresentou a taxa de ocupação mais elevada, com 75,7%, enquanto Tavira registou a taxa de ocupação mais baixa, com 34,0%.

As principais descidas, em termos de categorias hoteleiras, registaram-se nos hotéis e aparthotéis de quatro estrelas (-34,3%), aldeamentos e apartamentos de quatro estrelas (-21,8%) e nos hotéis de cinco estrelas (-18,8%).

Os britânicos representaram 39,8% das dormidas totais no Algarve, seguidos dos portugueses com 16,3% e dos holandeses, com 15,3%.

O volume de vendas total registou uma descida de 20,9% relativamente ao período igual de 2008.

Lusa

 

*

Chicken_Bone

  • 488
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #77 em: Abril 15, 2009, 07:45:11 pm »
Turismo isenta promotores de empreendimentos de taxas

Citar
O Secretário de Estado do Turismo, Bernardo Trindade, assinou um despacho no qual isenta os promotores dos empreendimentos turísticos das taxas devidas ao Turismo de Portugal, pelos processos de reconversão efectuados ao abrigo do Novo Regime Jurídico dos Empreendimentos Turísticos.

“Este processo de reconversão tinha custos inerentes para o promotor, que pagava ao Turismo de Portugal uma taxa pelas auditorias de reconversão”, explica a secretaria de Estado do Turismo, numa nota de imprensa.

A mesma fonte refere que devido à conjuntura actual “impõe-se a necessidade de desonerar as empresas do Turismo dos custos devidos por estes processos de reconversão”.

Esta isenção de taxas abrangerá os empreendimentos que se reclassifiquem até Abril de 2010.


http://www.jornaldenegocios.pt/index.ph ... &id=363464
"Ask DNA"
 

*

Chicken_Bone

  • 488
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #78 em: Abril 19, 2009, 02:52:29 pm »
Turismo: menor poder de compra britânico pode favorecer Algarve

Citar
A redução do poder de compra dos britânicos, principal mercado emissor de turistas para o Algarve, pode ter um efeito contrário ao esperado e ajudar a trazer mais turistas para a região, acredita um responsável do sector, citado pela Lusa.

A desvalorização da libra e a crise mundial estão a retrair os britânicos nas suas opções de férias e poderão levá-los a optar por destinos mais próximos, acredita Marc Sontag, director de Turismo Residencial do Grupo IMOCOM.

«Os ingleses fazem normalmente duas viagens por ano, uma de longa distância e outra de curta e nós achamos que se não fizerem a mais longa possam ficar mais perto e Portugal é o primeiro destino a tirar vantagem da situação», disse.

Com alguns investimentos no Algarve, o Grupo IMOCOM tem apostado no turismo residencial, segmento que cresceu nos últimos anos em Portugal entre 8 a 12 por cento e que Marc acredita que no futuro seja dos mais importantes da indústria turística mundial.

Mercado nacional está a ganhar peso

Os proprietários das unidades de turismo residencial do grupo no Algarve, o Monte Santo Resort, em Carvoeiro e o Cascatas Golf Resort & SPA, em Vilamoura, são maioritariamente estrangeiros, mas o mercado nacional também já começa a ganhar presença.

O preço dos apartamentos no resort Monte Santo varia entre os 150 mil e os 299 mil euros e as moradias entre os 419 e os 492 mil, preços pouco convidativos às bolsas portuguesas, que optam por alugá-los.

O aluguer, cujo valor médio ronda os 114 euros por noite, é possível desde que a unidade de alojamento faça parte integrante de um programa de arrendamento definido, realizado em sistema rotativo.

«O mercado nacional já é o nosso principal mercado», diz Gonçalo Campos e Sá, director-geral de Monte Santo, que acrescenta que o mercado interno já está a sobrepor-se ao externo.

Segundo aquele responsável, o mercado espanhol também começa a ganhar força no segmento do turismo residencial, especialmente vocacionado para famílias, que procuram, diz, qualidade e conforto.

«As nossas unidades de alojamento têm um grau de conforto e luxo muito acima da média das casas onde as pessoas residem habitualmente, além de que em sempre têm tempo para usufruir da sua casa», afirma.

Classe média portuguesa começa a deixar de fazer férias lá fora

Gonçalo Campos e Sá acredita ainda que muito rapidamente vai passar a haver no Algarve um público-alvo predominantemente nacional, pois cada vez mais portugueses da classe média-alta deixam de fazer férias no exterior.

Já David Madeira, director do Cascatas Golf Resort & SPA, acredita que a crise se faz sentir sobretudo no tempo de estadia, já que as pessoas estão a começar a fazer férias mais curtas e em vez de ficarem duas semanas, optam por ficar apenas uma.

David Madeira acredita que o turismo residencial está num «crescimento exponencial» a nível do Algarve, embora já se faça há muito tempo na região, tendo começado nos anos 70 em Vale do Lobo.


http://diario.iol.pt/economia/portugal- ... -4058.html
"Ask DNA"
 

*

Chicken_Bone

  • 488
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #79 em: Maio 04, 2009, 10:56:32 am »
Vai nascer Parque Urbano na cidade
Faro: investimento de 500 milhões e cria 11 mil empregos

Citar
Projecto conta com um centro comercial Dolce Vita, um hotel, residências assistidas e um espaço destinado à habitaçãoA cidade de Faro prepara-se para receber um investimento de 500 milhões de euros. Trata-se de um Parque Urbano e pretende ser o «maior jardim do concelho».

Este projecto, localizado no empreendimento Porta da Amoreira, vai assegurar a criação de 11 mil postos de trabalho, tanto directos como indirectos, revela a entidade promotora, em comunicado.

O Parque Urbano vai contar com um centro comercial Dolce Vita com 70 mil metros quadrados, uma área de saúde, um hotel de quatro estrelas e residências assistidas para a terceira idade. O projecto contempla ainda uma área reservada à habitação.

«O local onde vai ficar implantado o empreendimento Porta da Amoreira goza de acessos directos à Via do Infante (A22) e ao Aeroporto Internacional de Faro, contribuindo para a criação de uma nova centralidade urbana e para a requalificação da entrada Norte da Capital do Algarve», acrescenta o mesmo documento.

O novo empreendimento, desenvolvido num terreno com mais de 56 hectares, vai ser promovido pelo Fundo de Investimento Imobiliário Imogharb em articulação com a Câmara Municipal de Faro. O projecto é assinado pelo arquitecto Sidónio Pardal.


http://www.agenciafinanceira.iol.pt/not ... iv_id=1728
"Ask DNA"
 

*

Chicken_Bone

  • 488
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #80 em: Maio 10, 2009, 12:56:50 pm »
Revista britânica seleccionou 101 spas
Spa português entre os melhores do Mundo

Citar
Aquafalls Hotel, no Gerês, foi distinguido pela revista «Tatler»O Aquafalls Spa Hotel, em Vieira do Minho, Gerês, é o único hotel português a integrar o «Tatler Spa Guide 2009», que este sábado saiu para as bancas em Inglaterra.

Imagens de sonho

A revista britânica, que assinala este ano 300 anos de existência, apresentou anteontem os 101 melhores spas do Mundo.

Situado no Gerês, o Aquafalls Spa Hotel foi o único hotel português a integrar esta selecção.

Na crítica publicada, a «Tatler» considera o espaço «verdadeiramente excitante e fresco, e um spa verdadeiramente revigorante».

Relaxe aqui (fotos)

«Este novo, genuíno e baby spa hotel tem vista fantástica sobre as soberbas montanhas da Peneda-Gerês, único parque natural do país. Tratamentos mistos combinados com passeios por florestas encantadas de carvalhos retorcidos e garranos selvagens, onde a água brota de penhascos escorrendo sobre as rochas», refere a crítica publicada na «Tatler».

Ainda segundo a revista, e «de volta ao hotel, os quartos em design moderno estão harmoniosamente dispostos na encosta. O elegante enquadramento paisagístico inclui um jardim com duas piscinas, e o encantador spa Sisley proporciona tratamentos phito-aromáticos que empregam agradáveis óleos essenciais».


http://www.agenciafinanceira.iol.pt/not ... iv_id=1728
"Ask DNA"
 

*

André

  • Investigador
  • *****
  • 3570
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +14/-0
(sem assunto)
« Responder #81 em: Maio 11, 2009, 07:35:22 pm »
Portugal é 17º mais competitivo no turismo a nível mundial


Portugal é o 17º destino mais competitivo a nível mundial, mas 73% das dormidas totais estão concentradas no Algarve, em Lisboa e na Madeira sendo necessário diversificar, afirmou hoje o presidente do Turismo de Portugal.

"Esta é uma realidade que deriva da forma como emergiu a nossa realidade turística, mas devemos tentar fazer sobressair outras valências que podem transformar certas regiões do país em regiões de importância turística", afirmou Luis Patrão na conferência Economia do Turismo e da Cultura, que decorreu na Assembleia da República.

O presidente do Turismo de Portugal sublinhou, nesse sentido, a importância do património.

"O património de um país como o nosso, com 800 anos de história, contribui para criar uma apetência para certas regiões. Nessa matéria, a preservação patrimonial é extremamente importante", sublinhou.

A conferência, da iniciativa da subcomissão parlamentar do Turismo, debateu a importância de se aprofundarem as sinergias entre o turismo e a cultura, com particular enfoque na recuperação e preservação do património cultural para fins turísticos.

"Turismo e cultura são um cluster alargado por explorar, do qual Portugal praticamente ainda não tomou consciência", sintetizou o deputado e presidente da subcomissão de Turismo, Mendes Bota.

"A interacção entre o turismo e a cultura está por analisar, bem como o impacto económico no turismo das artes, da cultura e do património", acrescentou.

Segundo dados de 2005, divulgados hoje por Luis Patrão, o sector do turismo representava 7,8% do total nacional de emprego.

Em 2008, as receitas totais anuais do turismo situaram-se nos 7.500 milhões de euros, tendo o país recebido cerca de 13 milhões de turistas e 40 milhões de dormidas na hotelaria.

Portugal encontra-se ainda entre os 20 principais destinos turísticos do mundo, sendo o 17º destino mais competitivo a nível mundial, segundo o Turismo de Portugal.

O peso do sector é actualmente de cerca de 11% do Produto Interno Bruto (PIB), tendo como objectivo atingir os 15% em 2015.

Lusa

 

*

André

  • Investigador
  • *****
  • 3570
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +14/-0
(sem assunto)
« Responder #82 em: Junho 10, 2009, 01:55:31 pm »
Mais de um milhão de euros para promover o país em Moscovo, Varsóvia e Helsínquia


O Governo vai investir 1,12 milhões de euros na promoção de Portugal em Moscovo, Varsóvia e Helsínquia, potenciando o início dos voos regulares da TAP para essas três cidades, afirmou à Lusa o secretário de Estado do Turismo.

A partir de hoje a TAP começa a voar de forma regular, com cinco voos semanais, para Varsóvia e Moscovo e a partir de quarta-feira para Helsínquia.

«Nos três anos que vale o contrato assinado entre o Turismo de Portugal, a TAP, a ANA e a Associação de Turismo de Lisboa no sentido de financiar campanhas de marketing, vão ser investidos 500 mil euros em Moscovo, 417 mil euros em Varsóvia e 200 mil euros em Helsínquia», afirmou à Lusa o secretário de Estado do Turismo, Bernardo Trindade.

«Será um total de 1,12 milhões de euros comparticipados em 500 mil euros pelo Turismo de Portugal», acrescentou.

Segundo o secretário de Estado, o estabelecimento destes voos regulares com uma companhia aérea de bandeira abre boas perspectivas para que esses mercados continuem a crescer.

«Estes mercados tem vindo a crescer para Portugal a dois dígitos e com estes voos regulares, vão crescer mais», afirmou.

«Até ao presente momento, temos 16 mil reservas asseguradas para Moscovo, 15 mil para Varsóvia e 10 mil para Helsínquia», adiantou.

«Isto representa um esforço de visibilidade nestes mercados assinalável, que permite olhar para estes mercados de forma mais activa do que tínhamos vindo a olhar», acrescentou Bernardo Trindade.

É nesse sentido, disse o secretário de Esatdo, que vão as campanhas promocionais que Portugal está a desenvolver nestas três cidades através da rádio, televisão e outdoors (painéis de rua).

Lusa

 

*

cromwell

  • Especialista
  • ****
  • 1105
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #83 em: Junho 10, 2009, 04:57:24 pm »
Realmente, o turismo é um pão nosso de cada dia cá em Portugal, neste tempo de crise, visto estarmos na lista dos 20 países mais visitados no mundo.
"A Patria não caiu, a Pátria não cairá!"- Cromwell, membro do ForumDefesa
 

*

André

  • Investigador
  • *****
  • 3570
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +14/-0
(sem assunto)
« Responder #84 em: Julho 06, 2009, 06:38:23 pm »
Portugal é o vigésimo destino mais procurado


Portugal é o vigésimo destino turístico mais procurado com 12, 3 milhões de visitantes. A Organização Mundial do Turismo (OMT) divulgou o ranking liderado por França

O ranking da OMT é encabeçado pela França, com 79,3 milhões de chegadas de turistas estrangeiros, seguida dos Estados Unidos, com 58 milhões, e de Espanha, na 3.ª posição, com 57,3 milhões. Portugal ocupa a 20.ª posição, o que equivale a 12,3 milhões de visitas de turistas estrangeiros.

A 4.ª posição é ocupada pela China, com 53 milhões, e a Itália está na 5.ª com 42,7 milhões, segue-se o Reino Unido, com 30,2 milhões, a Ucrânia, com 25,4 milhões, a Turquia, com 25 milhões, a Alemanha, com 24,9 milhões, e o México, com 22,6 milhões.

Em Portugal, o crescimento das receitas turísticas foi de 0,5 por cento, o que ficou aquém da estimativa da OMT para a evolução média no ano passado, que aponta para um crescimento em 1,8 por cento, mas melhor do que a média europeia (-1,1 por cento).

SOL

 

*

André

  • Investigador
  • *****
  • 3570
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +14/-0
(sem assunto)
« Responder #85 em: Julho 23, 2009, 05:19:57 pm »
Turismo de Portugal pioneiro na sustentabilidade


O Turismo de Portugal vai passar a apresentar anualmente um relatório sobre o seu desempenho económico, ambiental e social, tornando-se na primeira entidade pública a fazê-lo no país e a segunda a nível europeu, a par do congénere sueco.

O anúncio foi feito hoje pelo presidente do Turismo de Portugal, Luís Patrão, na apresentação do primeiro relatório de sustentabilidade relativo a 2008, o primeiro ano completo de actividade do organismo.

Por enquanto, o documento só congrega dados sobre o desempenho do instituto, mas o objectivo é que em 2009 já inclua indicadores sobre o desempenho do sector (hotelaria, empresas turísticas, agências), adiantou o responsável.

No ano passado, o relatório revela que 95% da hotelaria nacional já tinha lâmpadas economizadoras de energia, 100% dos hotéis de cinco estrelas faziam recolha de resíduos e 78% mudavam toalhas e lençóis a pedido de clientes. Outros 17% aproveitavam a energia solar para o aquecimento de água, 22% utilizavam resíduos orgânicos para combustagem e 6% dos estabelecimentos tinham certificação ambiental.

«O objectivo para 2009 é aproximar o mais possível estes dados dos 100% de concretização», salientou Luís Patrão, sem quantificar as metas para 2009.

O mesmo responsável disse ainda que, no que toca ao Turismo de Portugal, devem optimizar-se os sistemas informáticos, por exemplo em processos de licenciamento ou em financiamento de projectos turísticos que ainda são feitos com recurso ao papel.

SOL

 

*

André

  • Investigador
  • *****
  • 3570
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +14/-0
(sem assunto)
« Responder #86 em: Julho 24, 2009, 10:48:05 pm »
Revista norte-americana diz que Madeira é a quarta melhor ilha da Europa


A Madeira está no topo das preferências dos leitores da revista norte-americana Travel & Leisure: é a quarta melhor ilha europeia, votaram, a contar para mais uma edição anual dos World’s Best Awards.

Na análise feita pela revista, ficaram à frente da Madeira as ilhas Aeolian, na Itália (primeiro lugar), Dalmatia, na Croácia (segundo), e Santorini, na Grécia (terceiro). Segundo o I, a lista das cinco melhores completa-se com as gregas Cyclades.

A Bola

 

*

Chicken_Bone

  • 488
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #87 em: Agosto 02, 2009, 04:15:17 pm »
Como talvez seja a única notícia por algum tempo, fica aqui, mesmo quase que não seja relacionada

Hollywood português: negócio milionário
Mil postos de trabalho envolvidos

Citar
O projecto Picture Portugal, que pretende atrair para o nosso país a indústria cinematográfica norte-americana, garantiu já onze produções.

Em conjunto, estas produções deverão gerar uma receita fiscal de 1.200 milhões de euros e envolver mais de mil postos de trabalho, segundo estimativas dos promotores daquele projecto, citados pela Lusa.

«Estas produções envolvem mais de um milhar de postos de trabalho directos na produção dos filmes», disse o produtor de cinema Artur Curado, um dos cinco consultores internacionais que acompanham o projecto Picture Portugal.

«Este lote de produções, num cenário pessimista, tem um potencial de lucros de 300 milhões de euros e de 1.500 milhões de euros de receitas», acrescentou ainda, para evidenciar o peso do sector que a empresa municipal pretende atrair para Portimão.


http://diario.iol.pt/economia/portugal- ... -4058.html
"Ask DNA"
 

*

cromwell

  • Especialista
  • ****
  • 1105
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #88 em: Agosto 02, 2009, 04:48:51 pm »
Citação de: "Chicken_Bone"
Como talvez seja a única notícia por algum tempo, fica aqui, mesmo quase que não seja relacionada

Hollywood português: negócio milionário
Mil postos de trabalho envolvidos

Citar
O projecto Picture Portugal, que pretende atrair para o nosso país a indústria cinematográfica norte-americana, garantiu já onze produções.

Em conjunto, estas produções deverão gerar uma receita fiscal de 1.200 milhões de euros e envolver mais de mil postos de trabalho, segundo estimativas dos promotores daquele projecto, citados pela Lusa.

«Estas produções envolvem mais de um milhar de postos de trabalho directos na produção dos filmes», disse o produtor de cinema Artur Curado, um dos cinco consultores internacionais que acompanham o projecto Picture Portugal.

«Este lote de produções, num cenário pessimista, tem um potencial de lucros de 300 milhões de euros e de 1.500 milhões de euros de receitas», acrescentou ainda, para evidenciar o peso do sector que a empresa municipal pretende atrair para Portimão.

http://diario.iol.pt/economia/portugal- ... -4058.html


Talvez possam fazer o filme: Manuel I, the Golden Age. :lol:
"A Patria não caiu, a Pátria não cairá!"- Cromwell, membro do ForumDefesa
 

*

Chicken_Bone

  • 488
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #89 em: Agosto 03, 2009, 06:45:01 pm »
Benhe, se continuáre assínhe, teremos q'abrire unhe tópico nobo.

Citar
Onze produções de Hollywood vão ser filmadas no Algarve
Segundo apurou o IOLCinema, Joaquim de Almeida já está em fase de contratações

O Algarve está a transforma-se no berço de um complexo de estúdios de cinema que pretende colocar a região no mapa das produções de Hollywood e que poderá alterar a lógica de funcionamento do sector em Portugal, noticia a agência Lusa.

O projecto intitula-se Picture Portugal, partiu da Câmara Municipal de Portimão e da Algarve Film Comission, e situa-se no Park Algar, uma estrutura com mais de uma centena de hectares junto ao Autódromo do Algarve e que inclui ainda hotéis e um centro tecnológico.

O actor Joaquim de Almeida é um dos rostos mediáticos deste projecto que tem como objectivo cativar responsáveis dos estúdios de cinema e os produtores norte-americanos para que escolham o Algarve para rodar os seus filmes. E este é um objectivo que começa a desenhar-se.

Existem já onze produções cinematográficas norte-americanas a realizar-se no âmbito do projecto Picture Portugal e que deverão gerar uma receita fiscal de 1.200 milhões de euros e envolver mais de mil postos de trabalho, estimam os promotores daquele projecto. Desconhecem-se, no entanto, pormenores sobre estes filmes. No entanto, segundo apurou o IOLCinema, Joaquim de Almeida já está em fase de contratações.

Em declarações à agência Lusa, Artur Curado, produtor de cinema e um dos cinco consultores internacionais que acompanham o projecto Picture Portugal, disse que «estas produções envolvem mais de um milhar de postos de trabalho directos na produção dos filmes».

«Este lote de produções, num cenário pessimista, tem um potencial de lucros de 300 milhões de euros e de 1.500 milhões de euros de receitas», disse ainda, para evidenciar o peso do sector que a empresa municipal pretende atrair para Portimão.


http://diario.iol.pt/cinema/picture-fil ... -4059.html
"Ask DNA"
 

 

Sector público nacional melhorou nos anos 90

Iniciado por Tiger22

Respostas: 0
Visualizações: 1476
Última mensagem Fevereiro 06, 2004, 02:12:50 am
por Tiger22
Sector da Saude - Hospitais, etc..

Iniciado por Marauder

Respostas: 130
Visualizações: 23987
Última mensagem Março 13, 2019, 09:20:41 pm
por Lusitano89
Sector da Agricultura e pecuária

Iniciado por Marauder

Respostas: 12
Visualizações: 4380
Última mensagem Dezembro 25, 2006, 06:54:01 pm
por Luso
Sector da Imprensa Escrita

Iniciado por TOMKAT

Respostas: 0
Visualizações: 1572
Última mensagem Agosto 31, 2006, 01:04:22 am
por TOMKAT
Sector Aeroportuario/Aeronautica

Iniciado por Malagueta

Respostas: 191
Visualizações: 33333
Última mensagem Março 25, 2019, 12:56:48 pm
por Lusitano89