TROPAS ESPECIAIS VIGIAM FLORESTAS

  • 3 Respostas
  • 2127 Visualizações
*

Tiger22

  • Perito
  • **
  • 567
  • +1/-0
TROPAS ESPECIAIS VIGIAM FLORESTAS
« em: Abril 15, 2004, 01:45:19 am »
Correio da Manhã 2004/04/14

Citar
O triângulo mais crítico dos fogos florestais no Centro do País, entre Lousã, Arganil e Pampilhosa da Serra vai ser patrulhado pelas forças especiais do Exército, de 1 de Junho a 20 de Setembro. A medida faz parte da Operação ‘Presença Solidária’, fruto de um plano conjunto entre a Direcção-geral das Florestas e o Exército, ontem anunciado pelos ministros da Agricultura e Pescas, Sevinate Pinto e da Defesa Nacional, Paulo Portas.  
 
É um autêntico ‘matar dois coelhos de uma cajadada’, pois os Comandos, Pára-quedistas e ‘Rangers’ vão sair em três patrulhas diárias e, ao mesmo tempo, treinarem-se nas ‘Patrulhas de Longo Raio de Acção’ (LRA), uma valência própria das forças especiais.

A ‘Operação Presença Solidária’, decorre em quatro zonas de intervenção: no Norte: Vila Pouca de Aguiar/Vila Real/Montalegre/Chaves/Lamego e no Centro: Lousã/Arganil/Pampilhosa da Serra; Leiria/Dunas de Mira/Mata do Urso/ Pedrógão e Sintra.

Segundo os responsáveis militares, os requisitos para a selecção destas áreas passaram por serem matas nacionais e perímetros florestais (baldios) e pela existência de um número significativo de unidades militares na proximidade. De fora fica, pois, o sul do País, nomeadamente a Serra Algarvia.

Esta operação, em duas fases, visa essencialmente, e pela primeira vez, a participação do Exército em acções de prevenção dos fogos florestais, numa primeira fase, a começar no próximo dia 19 e até 30 de Junho, de reparação e abertura de 250 quilómetros de caminhos e aceiros, nas matas nacionais e perímetros florestais, a cargo da Engenharia militar.

A segunda fase, de 1 de Junho a 30 de Setembro, além das patrulhas motorizadas e apeadas, apoiadas na capacidade dissuasora e na recolha de informações, envolve ainda a participação, também inovadora, dos Sapadores Especiais para a Defesa da Floresta Contra Incêndios (SEDFCI), nas zonas de Boticas e Arganil, destinados à primeira intervenção no combate ao fogo e acções de rescaldo.

Vai ser um total de 26 100 homens, de 18 unidades, nos quatro meses críticos dos fogos florestais, divididos entre 200 militares/ dia em patrulhas, apoiados em 13 viaturas ligeiras, quatro médias e 15 pesadas, acrescidos de 30 homens/dia de Engenharia, durante dois meses e meio. Os custos estimados rondam os 250 mil euros.  


Excelente :G-Ok:
Treinam e ao mesmo tempo vigiam as nossas florestas.
"you're either with us, or you're with the terrorists."
 
-George W. Bush-
 

*

emarques

  • Especialista
  • ****
  • 1178
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #1 em: Abril 15, 2004, 03:15:45 pm »
Já estou a imaginar uns tipos a preparar-se para riscar o fósforo para "pôr o fogo", quando de repente lhes saem da mata Rangers de arma apontada. :D
Ai que eco que há aqui!
Que eco é?
É o eco que há cá.
Há cá eco, é?!
Há cá eco, há.
 

*

JNSA

  • Analista
  • ***
  • 835
  • +1/-1
(sem assunto)
« Responder #2 em: Abril 15, 2004, 03:31:45 pm »
Citar
reparação e abertura de 250 quilómetros de caminhos e aceiros, nas matas nacionais e perímetros florestais, a cargo da Engenharia militar.

É uma maneira óptima de poupar no orçamento... Não têm que sub-contratar empresas civis para abrir os caminhos... O porreiro é que o "portuga" vai continuar a dizer que a "tropa" só serve para gastar dinheiro...  :2gunsfiring:

Citar
Já estou a imaginar uns tipos a preparar-se para riscar o fósforo para "pôr o fogo", quando de repente lhes saem da mata Rangers de arma apontada.


Não são uns Rangers quaisquer... são os temíveis Park Rangers  :G-Ok:

De qualquer maneira, são boas notícias para as matas nacionais (isto é, para as que ainda não arderam...  :oops:  )
 

*

psychocandy

  • Membro
  • *
  • 109
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #3 em: Abril 29, 2004, 01:49:17 pm »
Convem nao esquecer que apos a guerra do vietname foi com acçoes de apoio as populações que os rangers norte-americanos reconquistaram a popularidade no seio da opiniao publica americana, se as nossas forças armadas tambem nao estao assim tao bem vistas na sociedade civil, acho que estas acções alem de uteis so ajudam a' reputação ;)
"The nation which forgets its defenders will be itself forgotten."
 

 

Forças de Operações Especiais (sub-unid. operacion. do CTOE)

Iniciado por Miguel

Respostas: 9
Visualizações: 8170
Última mensagem Novembro 09, 2008, 07:58:20 pm
por 01
As melhores forças especiais/de elite nas FA portuguesas

Iniciado por JNSA

Respostas: 22
Visualizações: 12229
Última mensagem Março 14, 2009, 10:22:11 pm
por voador
Doutrinas operacionais dos Comandos e Operações Especiais

Iniciado por PereiraMarques

Respostas: 22
Visualizações: 10178
Última mensagem Setembro 24, 2005, 01:36:12 pm
por Cabeça de Martelo
Designação das unidades de Comandos e Operações Especiais

Iniciado por Duarte

Respostas: 30
Visualizações: 14946
Última mensagem Novembro 16, 2011, 01:12:21 pm
por carlospires
Escolher entre Fuzileiros e Operações Especiais

Iniciado por jonyfra

Respostas: 11
Visualizações: 3453
Última mensagem Abril 19, 2016, 10:17:20 am
por Cabeça de Martelo