Mais um CVN "afundado"

  • 16 Respostas
  • 6317 Visualizações
*

balburdio

  • Perito
  • **
  • 307
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #15 em: Março 07, 2006, 07:30:49 pm »
Citação de: "luis filipe silva"
Eu referia-me só aos casos apresentados, em que os submarinos só dispunham de torpedos. Claro que com mísseis a estrtégia de ataque muda completamente, com enrme vantagem para o submarino.


Assim é de facto, aliás a enfase posta neste tpo de exercícios em que a US NAVY procura a colaboração de potências europeias e similares, mais proficientes neste tipo de combate assimétrico (Na doutrina da US NAVY os submarinos ou são uma arma estratégica ou uma arma ASW destinada a proteger meios de superfície ou os SSBN).

Em exercícios como o "Silent Fury" na Austrália em que o submarino australiano HMAS Rankin (Kockums Type 471 = Classe Collins, com 6 tubos swim-out) enfrentou um "task-goup" ASW composto pelos contra-torpedeiros USS O'Kane e USS Paul Hamilton, a fragata USS Reuben James, o submarino SSN USS Key West, Um esquadrão P3C Orion ("Grey Knights") e um esquadrão de helicópteros SH-60B Seahawk ("Easy Riders").

Ante uma tal força qualquer pessoa sensata diria que o submarino não teria a mais pequena hipótese de escapar. Contudo essa pessoa estaria absolutamente errada, o Rankin não só "sobreviveu" como venceu o exercício ao "afundar" a fragata, que fazia o papel de alvo principal.

De notar que no exercício foram utilizados aviões e helicópteros ASW sem qualquer resultado, aparentemente os P3 iniciaram o exercício realizando missões EER ("Extended Echo Ranging") enquanto se sabia que o Rankin se aproximava das ilhas do Havai.
O submarino conseguiu penetrar no dispositivo e iniciou o ataque aos navios apesar da colaboração dos helicopteros.
 

*

balburdio

  • Perito
  • **
  • 307
  • +0/-0
Re: Mais um CVN "afundado"
« Responder #16 em: Março 07, 2006, 09:03:13 pm »
Citação de: "emarques"
Aparentemente, em exercícios ao largo da Califórnia, mais um porta-aviões americano foi afundado por um SSK que ultrapassou as defesas do seu grupo naval. Desta vez foi o sueco Gotland o "matador".



Já agora, e porque eu não segui a novela toda, a Kockums não apresentou o Gotland a concurso para Portugal? Se sim, porque é que não chegou ao fim?


A candidatura da Kockums foi recusada pela Marinha, juntamente com as da Fincantieri e RDM, reduzindo assim numa 1ª fase, a lista de candidatos a 2 (HDW e DCN).
As razões foram variadas, no caso da Kockums o AIP Stirling foi considerado pouco eficiente e demasiado volumoso. Existem ainda outras razões de pormenor.
A Fincantieri ficou de fora porque o seu producto foi considerado algo desfasado (Sauro) e a RDM por várias razões entre elas o número de anteparas estanques.
Curiosamente a DCN tb poderia ter sido eliminada logo à partida já que a marinha não apreciava o sistema Mesma, mais ruidoso e menos eficiente que o AIP da HDW.
 

 

Mais um Projecto Russo (Fragata)

Iniciado por P44

Respostas: 1
Visualizações: 1222
Última mensagem Agosto 11, 2004, 01:21:11 am
por JLRC
Mais uma proposta da Thyssen-Krupp - HDW

Iniciado por papatango

Respostas: 27
Visualizações: 7197
Última mensagem Janeiro 01, 2008, 07:49:19 pm
por zocuni
Fragata Russa "Gepard"

Iniciado por P44

Respostas: 2
Visualizações: 1376
Última mensagem Julho 18, 2004, 06:44:32 pm
por lf2a
O triste destino do "Clemenceau"

Iniciado por P44

Respostas: 0
Visualizações: 1131
Última mensagem Setembro 16, 2004, 10:49:30 am
por P44
Navio experimental dos EUA "Sea Flyer"

Iniciado por JLRC

Respostas: 0
Visualizações: 3135
Última mensagem Outubro 23, 2004, 01:26:09 pm
por JLRC