Base Aérea na Madeira

  • 132 Respostas
  • 28227 Visualizações
*

pedro

  • Investigador
  • *****
  • 1439
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #120 em: Novembro 18, 2005, 11:18:48 am »
eu acho e que portugal nao queria ter mais colonias :lol:
 

*

TOMKAT

  • Especialista
  • ****
  • 1175
  • +0/-0
Re: Colónias
« Responder #121 em: Novembro 18, 2005, 05:36:17 pm »
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Porque são blacks e nós não podemos ser "imperialistas".  :?

Nessa viagem a S. Tomé e Principe espantou-me a naturalidade com que muitos naturais da ilha aceitavam estar sobre soberania portuguesa, tendo uma autonomia como a dos Açores.

ps. ainda não tinha sido descoberto petróleo nas águas do arquipélago. :wink:
IMPROVISAR, LUSITANA PAIXÃO.....
ALEA JACTA EST.....
«O meu ideal político é a democracia, para que cada homem seja respeitado como indivíduo e nenhum venerado»... Albert Einstein
 

*

pedro

  • Investigador
  • *****
  • 1439
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #122 em: Novembro 18, 2005, 07:53:20 pm »
caros amigos ca para nos eu acho e que paises com sao tome o guine nao estao muito contentes com a independencia :lol:
 

*

komet

  • Investigador
  • *****
  • 1664
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-1
(sem assunto)
« Responder #123 em: Novembro 18, 2005, 08:13:44 pm »
Deixai-os estar  :wink:
"History is always written by who wins the war..."
 

*

pedro

  • Investigador
  • *****
  • 1439
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #124 em: Novembro 18, 2005, 08:18:00 pm »
talvez tenha razao amigo komet. :lol:
 

*

pedro

  • Investigador
  • *****
  • 1439
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #125 em: Novembro 18, 2005, 09:41:21 pm »
mas caro amigo komet sao as proprias pessoas que dizem isso. :lol:
 

*

TOMKAT

  • Especialista
  • ****
  • 1175
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #126 em: Novembro 18, 2005, 10:32:15 pm »
Citação de: "pedro"
caros amigos ca para nos eu acho e que paises com sao tome o guine nao estao muito contentes com a independencia :lol:


S. Tomé e Príncipe e Cabo Verde são países independentes e como muito bem disse o Komet: "deixai-os estar".

Qualquer alteração nesta pensamento ou intenção será sempre contra-natura.

Da nossa parte seria sempre considerado como revivalismo colonialista.

Da parte deles só pode ser considerado como oportunismo circunstancial,
estão mal,...apenas querem estar melhor,...até uma nova mudança de ideias fruto de um qualquer nacionalista radical.
IMPROVISAR, LUSITANA PAIXÃO.....
ALEA JACTA EST.....
«O meu ideal político é a democracia, para que cada homem seja respeitado como indivíduo e nenhum venerado»... Albert Einstein
 

*

Maginot

  • 76
  • Recebeu: 3 vez(es)
  • +0/-0
    • http://www.emfa.pt/
(sem assunto)
« Responder #127 em: Novembro 22, 2005, 12:18:20 pm »
Citar
so depois é que foi habitada, é uma perfeita palermisse falar-se na independencia da ilha da madeira.


As canárias eram habitadas.
EX MERO MOTU
 

*

balburdio

  • Perito
  • **
  • 307
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #128 em: Dezembro 05, 2005, 02:52:15 am »
Citação de: "TOMKAT"
Citação de: "pedro"
caros amigos ca para nos eu acho e que paises com sao tome o guine nao estao muito contentes com a independencia :lol:

S. Tomé e Príncipe e Cabo Verde são países independentes e como muito bem disse o Komet: "deixai-os estar".

Qualquer alteração nesta pensamento ou intenção será sempre contra-natura.
:

Não vejo bem porquê! São países onde o povo é paupérrimo, o desenvolvimento nulo e governados por uma classe política extremamente corrupta. Além de que Cabo Verde é um território economicamente inviável. Creio bem que é da natureza dos povos, a história o demonstra, unir esforços quando muitos laços os juntam e quando essa união só tráz vantagens. Poderse-ia dizer que a raça é um óbice, mas não será isso apenas uma forma mais de racismo?

Citar
Da nossa parte seria sempre considerado como revivalismo colonialista.

Da parte deles só pode ser considerado como oportunismo circunstancial,
estão mal,...apenas querem estar melhor,...até uma nova mudança de ideias fruto de um qualquer nacionalista radical.


É uma ideia não só absurda como imoral, já que é por ela que se condenou 2 populações de territórios economicamente inviáveis a viver na mais abjecta miséria durante todo este tempo.
É além disso uma forma inapercebida de racismo!
A Madeira e os Açores, como são povoados por Portugueses brancos, são parte inalianável da nossa Pátria, mas Cabo Verde e São Tomé como são abituados por negros já podem ser alienados.
Puro racismo!
 

*

pedro

  • Investigador
  • *****
  • 1439
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #129 em: Dezembro 05, 2005, 06:03:32 pm »
Talvez tenha razao :lol:
 

*

TOMKAT

  • Especialista
  • ****
  • 1175
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #130 em: Dezembro 06, 2005, 02:33:09 am »
Citação de: "balburdio"
Não vejo bem porquê! São países onde o povo é paupérrimo, o desenvolvimento nulo e governados por uma classe política extremamente corrupta. Além de que Cabo Verde é um território economicamente inviável. Creio bem que é da natureza dos povos, a história o demonstra, unir esforços quando muitos laços os juntam e quando essa união só tráz vantagens. Poderse-ia dizer que a raça é um óbice, mas não será isso apenas uma forma mais de racismo?
balburdio o desenvolvimento económico e a qualidade humana e política dos governantes de um país nunca podem servir de argumento para um povo não ter direito à indepêndencia.
A ser assim, com as devidas diferenças dos exemplos que citaste, olhando para o nosso desenvolvimento económico e para a qualidade dos nossos políticos, darias razão aos que dizem que deveriamos ser todos espanhóis. :wink:
Citação de: "balburdio"
Citação de: "TOMKAT"
Da nossa parte seria sempre considerado como revivalismo colonialista.

Da parte deles só pode ser considerado como oportunismo circunstancial,
estão mal,...apenas querem estar melhor,...até uma nova mudança de ideias fruto de um qualquer nacionalista radical.

É uma ideia não só absurda como imoral, já que é por ela que se condenou 2 populações de territórios economicamente inviáveis a viver na mais abjecta miséria durante todo este tempo.
É além disso uma forma inapercebida de racismo!
A Madeira e os Açores, como são povoados por Portugueses brancos, são parte inalianável da nossa Pátria, mas Cabo Verde e São Tomé como são abituados por negros já podem ser alienados.
Puro racismo!


Conheces pouco da realidade desses países pelo que escreves.
Não fossem os políticos corruptos, aí estou de acordo contigo, S. Tomé estaria hoje numa situação invejável em relação ao resto de África:
- 200 mil habitantes
- Reservas de petróleo
- Clima tropical propício a investimentos turisticos.
- Terra generosa (em tempos de crise a floresta "alimenta-os")
- Localização estratégica importante.
- Ser uma ilha (fronteira natural que os torna "imunes" aos tradicionais conflitos inter-raciais africanos).

Repara que apesar de toda a corrupção, falta de desenvolvimento, problemas de saúde pública, nunca se ouviu falar de fome em S. Tomé.
Resta acrescentar que S. Tomé já era habitado quando os portugueses
"descobriram" a ilha.

Cabo-Verde não conheço tão bem a sua realidade, mas olhando para o seu grau de desenvolvimento em comparação com a esmagadora maioria dos países africanos, e olhando para os seus recursos,...até estão a fazer um trabalho bem feito.

Último argumento: A vontade de indepêndencia de um povo. E negar este argumento é negar o próprio direito à nossa existência existência como país. Também lutámos e proclamámos a nossa indepêndencia de Castela.
E fizemos isso devido à nossa vontade de ser independentes.
IMPROVISAR, LUSITANA PAIXÃO.....
ALEA JACTA EST.....
«O meu ideal político é a democracia, para que cada homem seja respeitado como indivíduo e nenhum venerado»... Albert Einstein
 

*

balburdio

  • Perito
  • **
  • 307
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #131 em: Fevereiro 24, 2006, 11:21:50 pm »
Citar
balburdio o desenvolvimento económico e a qualidade humana e política dos governantes de um país nunca podem servir de argumento para um povo não ter direito à indepêndencia.
Parece-me que a independencia é um direito menos fundamental que a qualidade de vida, a segurança, o progresso, etc.


Citar
A ser assim, com as devidas diferenças dos exemplos que citaste, olhando para o nosso desenvolvimento económico e para a qualidade dos nossos políticos, darias razão aos que dizem que deveriamos ser todos espanhóis. :wink:
Nós podemos ser menos desenvolvidos que Espanha, mas não passamos fome nem andamos realmente "de tanga", aliás o nosso grande problema resulta mais de uma certa falta de auto-estima dos Portugueses e de um desinteresse geral pela política.
Quando temos bons governantes não descansamos enquanto não os metemos a andar e repetimos sempre a mesma asneira de meter políticos que já provaram ser maus a governar.



Citar
Conheces pouco da realidade desses países pelo que escreves.
Por acaso conheço bastante bem. Já lá estive e durante algum tempo.


Citar
Não fossem os políticos corruptos, aí estou de acordo contigo, S. Tomé estaria hoje numa situação invejável em relação ao resto de África:
- 200 mil habitantes
- Reservas de petróleo
- Clima tropical propício a investimentos turisticos.
- Terra generosa (em tempos de crise a floresta "alimenta-os")
- Localização estratégica importante.
- Ser uma ilha (fronteira natural que os torna "imunes" aos tradicionais conflitos inter-raciais africanos).
E ser cobiçado pelas suas reservas pelas nações que exploram os recursos

Citar
Repara que apesar de toda a corrupção, falta de desenvolvimento, problemas de saúde pública, nunca se ouviu falar de fome em S. Tomé.
Resta acrescentar que S. Tomé já era habitado quando os portugueses
"descobriram" a ilha.
Miséria não é só ter fome, e o povo de S. Tomé é miserável.
Não havia habitantes em S. Tomé, são todos oriundos de Angola e levados pelos Portugueses.


Citar
Cabo-Verde não conheço tão bem a sua realidade, mas olhando para o seu grau de desenvolvimento em comparação com a esmagadora maioria dos países africanos, e olhando para os seus recursos,...até estão a fazer um trabalho bem feito.
???? Todo o desenvolvimento de CV se deve à ajuda externa, ou seja é uma nação que vive de esmolas.

Citar
Último argumento: A vontade de indepêndencia de um povo. E negar este argumento é negar o próprio direito à nossa existência país.
 Também lutámos e proclamámos a nossa indepêndencia de Castela.
E fizemos isso devido à nossa vontade de ser independentes.

Nós não somos uma nação miseravel, economicamente inviavel nem uma república das bananas. CV e ST são!
Além de que enquanto que nós tornamo-nos independentes pela força das armas, CV e ST receberam a sua independencia de mão beijada dada pelos traidores do 25 de Abril.
Até o mentecapto do Soares já reconheceu que a cedencia de independencia a CV foi um erro crasso.
 

*

pedro

  • Investigador
  • *****
  • 1439
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #132 em: Fevereiro 24, 2006, 11:54:38 pm »
e ja agora gostaria de saber a vossa opiniao sobre cabinda?
Cumprimentos
 

 

Petição: TROPAS PÁRA-QUEDISTAS, PARA A FORÇA AÉREA!

Iniciado por paraquedista

Respostas: 3
Visualizações: 3218
Última mensagem Março 11, 2016, 07:53:23 pm
por paraquedista
Qual as prioridades para a Força Aérea entre 2011-2020 ?

Iniciado por dc

Respostas: 38
Visualizações: 10353
Última mensagem Novembro 15, 2010, 02:34:53 pm
por bokaido
CDS propõe 12 anos de serviço para pilotos da Força Aérea

Iniciado por Marauder

Respostas: 19
Visualizações: 8916
Última mensagem Setembro 12, 2007, 02:40:44 am
por raphael
Açores: radares de defesa aérea a partir de 2011

Iniciado por pmdavila

Respostas: 18
Visualizações: 9248
Última mensagem Maio 20, 2008, 04:09:50 pm
por Lancero
Força Aérea Portuguesa no V Festival Aéreo de Vigo

Iniciado por bucanero

Respostas: 8
Visualizações: 5279
Última mensagem Julho 30, 2008, 06:15:06 pm
por bucanero