NOTP - Núcleo de Operações Táticas de Projeção (ex-UPF)

  • 629 Respostas
  • 153766 Visualizações
*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14547
  • Recebeu: 823 vez(es)
  • Enviou: 805 vez(es)
  • +92/-90
Estava a ver umas coisas na net quando vi um artigo sobre a Rescom no Europeu de Futebol:

"A principal responsabilidade da segurança em Lisboa fica a cargo da PSP, com forças da GNR em reserva, mas o Correio da Manhã sabe que a Força Aérea destacou aeronaves, controladores aéreos tácticos e uma unidade de elite (a RESCOM) para reforço da segurança, a primeira vez que uma força militar é destacada com tal amplitude no âmbito de uma acção em prol da segurança pública.

É um empenhamento militar que se enquadra nas novas missões das Forças Armadas, mas tem estado escondido dos olhares do grande público. No entanto, a recente intervenção em Coimbra obrigou a levantar a ponta do véu, que agora se revela na sequência da segurança em Lisboa. O Estado-Maior da FAP confirmou a existência dos helicópteros armados, mas não quis adiantar números. No entanto, o CM sabe que há pelo menos dois helicópteros Allouette III armados com canhões de 20 mm e outros tantos Puma transportando entre 30 e 50 elementos da RESCOM, uma unidade de combate de elite, que pode operar a partir de helicópteros abrindo fogo para terra – com especial preocupação para os telhados dos edifícios contra atiradores furtivos – ou com heliassalto."

Sei que estão equipados com MP5 e G-36, que vão ao CIOE fazer um curso de Infiltração/Exfiltração e pouco mais.
Alguém sabe mais alguma coisa sobre esta unidade? É quase top secret esta unidade, tal é a falta de informações sobre o treino e equipamento!
« Última modificação: Outubro 15, 2015, 03:42:51 pm por Cabeça de Martelo »
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Yosy

  • Especialista
  • ****
  • 1086
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #1 em: Julho 13, 2005, 04:24:57 pm »
Pois é. Pelo que sei a RESCOM (RESgate em COMbate) tem como missão principal recuperar pilotos abatidos atrás das linhas inimigas e é composta por pessoal da Polícia Aérea.
 

*

Pedro Monteiro

  • Analista
  • ***
  • 832
  • Recebeu: 68 vez(es)
  • Enviou: 9 vez(es)
  • +5/-0
    • http://www.pedro-monteiro.com
Re: Rescom
« Responder #2 em: Julho 13, 2005, 10:37:11 pm »
No dia da FAP, em Aveiro, estava em exposição estática o equipamento do RESCOM, a saber:
- FN Minimi;
- HK MSG90;
- MP5SD6;
- HK USP;
- HK USP Compact;
- Glock 17;
- G36KV com lanterna e laser;
- G36K (julgo ser esta a versão) com lança granadas e visor térmico;
A G-3 foi abandonada com a introdução, há cerca de quatro anos, da nova G-36. Mantem-se a estrutura anterior: oito sargentos e um oficial da Polícia Aérea.
Cumprimentos,
Pedro Monteiro
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14547
  • Recebeu: 823 vez(es)
  • Enviou: 805 vez(es)
  • +92/-90
RESCOM
« Responder #3 em: Julho 14, 2005, 12:18:58 pm »
Só?!
No artigo falam na ordem das dezenas e eu acho que já vi um artigo na revista da Força Aérea que dizia que eram pelo menos uns 20. E estou a falar num artigo com alguns anos. Se calhar estou a fazer confusão, mas de qualquer maneira eu acho que esse numero é de todo insuficiente para as necessidades reais da nossa FA.  :cry:
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Pedro Monteiro

  • Analista
  • ***
  • 832
  • Recebeu: 68 vez(es)
  • Enviou: 9 vez(es)
  • +5/-0
    • http://www.pedro-monteiro.com
Re: RESCOM
« Responder #4 em: Julho 14, 2005, 02:15:26 pm »
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Só?!
No artigo falam na ordem das dezenas e eu acho qur já vi um artigo na revista da Força Aérea que dizia que eram pelo menos uns 20. E estou a falar num artigo com alguns anos. Se calhar estou a fazer confusão, mas de qualquer maneira eu acho que esse numero é de todo insuficiente para as necessidades reais da nossa FA.  :cry:


Posso sugerir a leitura de um artigo do TCor Miguel Machado publicado na Mais Alto nº 324 Março/Abril de 2000 (a revista oficial da FAP). É o melhor artigo sobre o RESCOM - salvo erro, a Raids (e/ou a Defensa) publicou uma cópia actualizada. Se quiser perder algum tempo numa biblioteca sugiro também a leitura de um artigo da edição de 21/2/2000 do Correio da Manhã. O referido artigo dá conta, em 2000, dos planos da FAP para alargar as capacidades do RESCOM para infiltração. Contudo, em conversa com os militares da PA foi-me referido que de momento a única missão é resgate em combate, ou seja, CSAR. E há que ser realista: para tal não é necessário um elevado número de homens. A situação actual da Força Aérea é que nenhuma aeronave é abatida em território inimigo há mais de duas décadas - o que, obviamente, não significa que tal não venha a ocorrer. Os quatro EH-101 para CSAR irão certamente promover uma reflexão do futuro do RESCOM - e já promoveram, aliás. Porém, há que dar tempo ao tempo...
Um aspecto curioso: os militares do RESCOM fazem a sua formação de sniper no CIOE (a única unidade militar que faz esse tipo de formação) e, também, no GOE da PSP. No Euro 2004 eles estiveram de facto a bordo dos Puma e Al III nas missões indicadas nessa notícia. Aliás, segundo o que me foi dito o RESCOM é a única unidade nacional (militar e mesmo em termos de forças de seguranças) com capacidade para tiro de precisão a partir de helicópteros.
Uma nota: não estará confundir as duas dezenas de militares do DAE com os do RESCOM?
Cumprimentos,
Pedro Monteiro
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14547
  • Recebeu: 823 vez(es)
  • Enviou: 805 vez(es)
  • +92/-90
RESCOM
« Responder #5 em: Julho 16, 2005, 02:05:51 pm »
Obrigado pela resposta tão pronta e sim tens razão eu devo estar a confundir com o DAE. Mas diz-me uma coisa, se é apenas 1 oficial e 8 sargentos só deve haver uma unica equipa de snipers, certo?!
Olha que eu vi no programa bombordo da RTP2 os DAE a abordar um navio e eles tinham um helicoptero com os elementos que abordavam própriamente o navio e outro um sniper a dar apoio, por isso não é a única unidade com esse tipo de treino ou capacidade. Mais uma coisa, se tu fores ao site do exército, às unidades e fores ver os cursos que são dados no CIOE lá encontras o curso de Infiltração e exfiltração para o elementos da Rescom. Será que eles colocavam essa informação se não fosse verdade?
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Pedro Monteiro

  • Analista
  • ***
  • 832
  • Recebeu: 68 vez(es)
  • Enviou: 9 vez(es)
  • +5/-0
    • http://www.pedro-monteiro.com
Re: RESCOM
« Responder #6 em: Julho 16, 2005, 08:42:13 pm »
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Obrigado pela resposta tão pronta e sim tens razão eu devo estar a confundir com o DAE. Mas diz-me uma coisa, se é apenas 1 oficial e 8 sargentos só deve haver uma unica equipa de snipers, certo?!
Olha que eu vi no programa bombordo da RTP2 os DAE a abordar um navio e eles tinham um helicoptero com os elementos que abordavam própriamente o navio e outro um sniper a dar apoio, por isso não é a única unidade com esse tipo de treino ou capacidade. Mais uma coisa, se tu fores ao site do exército, às unidades e fores ver os cursos que são dados no CIOE lá encontras o curso de Infiltração e exfiltração para o elementos da Rescom. Será que eles colocavam essa informação se não fosse verdade?


A questão é esta: o RESCOM não se trata de modo algum numa unidade sniper, tal como não acontece com o DAE; eles têm essa valência e capacidade, pois possuem militares com essa especialidade. Por outro lado, talvez possa estar ser abusivo no termo sniper: o RESCOM faz tiro de precisão a partir de helicópteros e protecção a VIPs, equipas de atiradores de precisão como convencionalmente conhecemos, só no CIOE.
Um outro aspecto: o CIOE é, a nível nacional, a única unidade militar apta a dar instrução nesta especialidade. Ou seja, DAE e RESCOM fazem aí o curso. No entanto, as referências que eu tenho - segundo os militares do RESCOM - é que são os únicos a ter capacidade para tiro ar-solo de precisão. Desconhecia essa valência no DAE - unidade que, aliás, também usa MSG 90. Por outro lado, se ler a minha resposta verá que não disse que não era verdade que o RESCOM fazia a sua instrução de infiltração e exfiltração - infelizmente não tomei nota da lista de cursos que estava exposta em Aveiro - e creio que será mesmo o caso. Contudo, as informações não muito extensas. Sugiro, pois, a leitura dos artigos que permitem esclarecer, em parte, alguns destes detalhes.
Cumprimentos,
Pedro Monteiro
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14547
  • Recebeu: 823 vez(es)
  • Enviou: 805 vez(es)
  • +92/-90
Rescom
« Responder #7 em: Julho 19, 2005, 01:59:33 pm »
O quê, não tomou nota dos cursos?! Vou já buscar um missel stinger para abater o A-7  :lol:
Obrigado pelas informações, não estava à espera de tanto!
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7137
  • Recebeu: 527 vez(es)
  • Enviou: 652 vez(es)
  • +36/-12
(sem assunto)
« Responder #8 em: Agosto 29, 2006, 01:25:08 am »
Actualmente a RESCOM também possui praças, mas não sei a constituição exacta da unidade, apenas que está situada no interior da Base Aérea nº6 no Montijo, onde se situa o Centro de Sobrevivência da Força Aérea.

http://www.emfa.pt/www/po/maisalto/suma ... numero=362

cliquem em "54º Aniversário da Força Aérea em Braga", é um ficheiro pdf, a meio do ficheiro está uma foto de um militar da RESCOM... andam estes tipos aqui de G36 e camuflados de deserto enquanto os Comandos estão no Afeganistão de G3 e de "verde"... isto é alguma brincadeira???
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14547
  • Recebeu: 823 vez(es)
  • Enviou: 805 vez(es)
  • +92/-90
(sem assunto)
« Responder #9 em: Agosto 29, 2006, 01:30:54 am »
Hélder tanto os militares da FAP, como os Pe que estão no Afeganistão, usam um camuflado especifico de deserto. Por isso, não é nada de anormal.

PS: os Portugueses não são os unicos a usar o camuflado normal no Afeganistão, já que eu vi fotos de outras unidades a usarem camuflados "normais".  :wink:
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7137
  • Recebeu: 527 vez(es)
  • Enviou: 652 vez(es)
  • +36/-12
(sem assunto)
« Responder #10 em: Agosto 29, 2006, 01:32:25 am »
Não sabia que estavam PEs no Afeganistão.
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14547
  • Recebeu: 823 vez(es)
  • Enviou: 805 vez(es)
  • +92/-90
(sem assunto)
« Responder #11 em: Agosto 29, 2006, 01:40:51 am »

 :wink:
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7137
  • Recebeu: 527 vez(es)
  • Enviou: 652 vez(es)
  • +36/-12
(sem assunto)
« Responder #12 em: Agosto 29, 2006, 05:50:41 pm »
Citação de: "Cabeça de Martelo"

 :wink:


Como é que sabe que são PEs? Conheçe-os? Não vejo nada na foto que identifique a sua função. Eu tinha a ideia que só o pessoal da FAP é que tinha esses camuflados "esbranquiçados" se os PEs do exército também o usam porque é que os Comandos do exército não o usam também?
Para mim esses militares podiam muito bem ser controladores aéreos tácticos.
 

*

ricardonunes

  • Investigador
  • *****
  • 3534
  • Recebeu: 24 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +4/-4
(sem assunto)
« Responder #13 em: Agosto 29, 2006, 06:09:06 pm »
O bigode do Sr. do meio revela a sua identidade :lol:
Potius mori quam foedari
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7137
  • Recebeu: 527 vez(es)
  • Enviou: 652 vez(es)
  • +36/-12
(sem assunto)
« Responder #14 em: Agosto 29, 2006, 06:13:47 pm »
E que tal este senhor?
Coronel Piloto-Aviador da Força Aérea Portuguesa, comandante do aeroporto de Kabul aquanto do comando português...

http://www.emfa.pt/www/noticias/noticia ... 15122005X1