GOE (Grupo de Operações Especiais)

  • 784 Respostas
  • 256152 Visualizações
*

jorgeshot1

  • Membro
  • *
  • 77
  • Recebeu: 6 vez(es)
  • Enviou: 402 vez(es)
  • +2/-0
Re: GOE (Grupo de Operações Especiais)
« Responder #765 em: Novembro 09, 2018, 12:19:19 am »
O GOE adquiriu novas armas SIG SAUER MCX 5,56mm .   :G-bigun:
Mas só adquiriu 11 !!
Estas armas foram mostradas ao público no desfile militar dos 100 anos do armistício da Grande Guerra.
O Operacional postou uma foto no Instagram onde dá para ver perfeitamente a SIG MCX 5,56 mm

Abraços  :G-beer2:
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14648
  • Recebeu: 866 vez(es)
  • Enviou: 841 vez(es)
  • +105/-103
Re: GOE (Grupo de Operações Especiais)
« Responder #766 em: Novembro 20, 2018, 10:31:20 am »


Fonte: Portuguese Armed Forces
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: jorgeshot1

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7166
  • Recebeu: 544 vez(es)
  • Enviou: 668 vez(es)
  • +50/-14
Re: GOE (Grupo de Operações Especiais)
« Responder #767 em: Novembro 20, 2018, 01:48:39 pm »
O da frente foi para-quedista?
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14648
  • Recebeu: 866 vez(es)
  • Enviou: 841 vez(es)
  • +105/-103
Re: GOE (Grupo de Operações Especiais)
« Responder #768 em: Novembro 20, 2018, 02:24:16 pm »
Ou Ranger.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Lightning

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7166
  • Recebeu: 544 vez(es)
  • Enviou: 668 vez(es)
  • +50/-14
Re: GOE (Grupo de Operações Especiais)
« Responder #769 em: Novembro 20, 2018, 09:17:10 pm »
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14648
  • Recebeu: 866 vez(es)
  • Enviou: 841 vez(es)
  • +105/-103
Re: GOE (Grupo de Operações Especiais)
« Responder #770 em: Novembro 21, 2018, 11:08:00 am »
Ou Ranger.

Ou DAE ;D:G-beer2:

Aí já acho mais difícil... mas lembro-me de um senhor no dia da "Casa Mãe" dizer que os Páras eram um núcleo minoritário, mas importante no seio do GOE. Isto quase 20 anos atrás.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Lightning

*

Trafaria

  • Investigador
  • *****
  • 1959
  • Recebeu: 39 vez(es)
  • Enviou: 57 vez(es)
  • +2/-0
Re: GOE (Grupo de Operações Especiais)
« Responder #771 em: Novembro 22, 2018, 02:29:05 pm »
Ou Ranger.

Ou DAE ;D:G-beer2:

Aí já acho mais difícil... mas lembro-me de um senhor no dia da "Casa Mãe" dizer que os Páras eram um núcleo minoritário, mas importante no seio do GOE. Isto quase 20 anos atrás.

Quando da fundação do GOE talvez até fossem maioritários. Eram muitos....
« Última modificação: Novembro 22, 2018, 02:30:11 pm por Trafaria »
::..Trafaria..::
Fórum da PSP
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Cabeça de Martelo

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14648
  • Recebeu: 866 vez(es)
  • Enviou: 841 vez(es)
  • +105/-103
Re: GOE (Grupo de Operações Especiais)
« Responder #772 em: Fevereiro 05, 2019, 12:39:52 pm »
Regime de Maduro impede entrada do Grupo de Operações Especiais da PSP na Venezuela
André Cabrita-Mendes   

A unidade anti-terrorista da PSP tinha a missão de defender a embaixada e o consulado de Portugal na Venezuela, mas foi impedida de entrar no país pelas forças de segurança de Maduro, avança a RTP.

A força de elite da PSP foi impedida de desembarcar na Venezuela pelo regime de Nicolás Maduro. Os oitos elementos destacados para assegurar a missão das delegações diplomáticas naquele país foram barrados de entrar pelas autoridades, num momento de alta tensão política no país.

Os oito elementos do Grupo de Operações Especiais (GOE) da PSP partiram no sábado para a capital venezuelana no sábado. Ao aterrarem em Caracas no domingo, as forças de segurança do regime de Maduro impediram o seu desembarque, revelou a RTP.

Os oito operacionais da força anti-terrorista da PSP viajaram num Falcon 50 da Força Aérea para Caracas, um avião normalmente usado para viagens de Estado. O objetivo da sua missão era garantir a segurança da embaixada e do consulado de Portugal na capital da Venezuela. Quatro destes operacionais ficariam destacados na embaixada, enquanto os outros quatro iriam ficar destacados no consulado.

As autoridades venezuelanas impediram o desembarque dos oito elementos e das respetivas malas diplomáticas destes operacionais que continham armas, capacetes, coletes à prova de bala, entre outros equipamentos, noticiou a RTP. Durante as 12 horas que estiveram em Caracas, decorreram negociações diplomáticas entre Lisboa e Caracas. Contudo, estas negociações terminaram sem sucesso, pois os elementos das GOE regressaram a Lisboa na segunda-feira.

O ministério dos Negócios Estrangeiros rejeitou fazer comentários a esta situação, avança a Antena 1, que também tentou obter sem sucesso uma reação do ministério da Administração Interna, que tutela a PSP.

Os operacionais desta força de elite já estavam treinar para esta missão há cerca de três semanas, e a sua partida teve de ser adiantada devido ao aumento da tensão política na Venezuela, conforme escreveu o Correio da Manhã na altura da partida dos GOE para a América do Sul.

Este episódio teve lugar um dia antes de Portugal reconhecer a legitimidade de Juan Guaidó como presidente interno da Venezuela. No entanto, no domingo já se previa que Portugal viesse a reconhecer Juan Guaidó, pois Nicolás Maduro rejeitou convocar eleições antecipadas, conforme exigido por Portugal e por vários países europeus e sul-americanos.

https://jornaleconomico.sapo.pt/noticias/regime-de-maduro-impede-entrada-do-grupo-de-operacoes-especiais-da-psp-na-venezuela-407274
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

zocuni

  • Especialista
  • ****
  • 982
  • Recebeu: 11 vez(es)
  • Enviou: 29 vez(es)
  • +21/-0
    • http://www.mochileiros.com
Re: GOE (Grupo de Operações Especiais)
« Responder #773 em: Fevereiro 05, 2019, 12:59:37 pm »
Regime de Maduro impede entrada do Grupo de Operações Especiais da PSP na Venezuela
André Cabrita-Mendes   

A unidade anti-terrorista da PSP tinha a missão de defender a embaixada e o consulado de Portugal na Venezuela, mas foi impedida de entrar no país pelas forças de segurança de Maduro, avança a RTP.

A força de elite da PSP foi impedida de desembarcar na Venezuela pelo regime de Nicolás Maduro. Os oitos elementos destacados para assegurar a missão das delegações diplomáticas naquele país foram barrados de entrar pelas autoridades, num momento de alta tensão política no país.

Os oito elementos do Grupo de Operações Especiais (GOE) da PSP partiram no sábado para a capital venezuelana no sábado. Ao aterrarem em Caracas no domingo, as forças de segurança do regime de Maduro impediram o seu desembarque, revelou a RTP.

Os oito operacionais da força anti-terrorista da PSP viajaram num Falcon 50 da Força Aérea para Caracas, um avião normalmente usado para viagens de Estado. O objetivo da sua missão era garantir a segurança da embaixada e do consulado de Portugal na capital da Venezuela. Quatro destes operacionais ficariam destacados na embaixada, enquanto os outros quatro iriam ficar destacados no consulado.

As autoridades venezuelanas impediram o desembarque dos oito elementos e das respetivas malas diplomáticas destes operacionais que continham armas, capacetes, coletes à prova de bala, entre outros equipamentos, noticiou a RTP. Durante as 12 horas que estiveram em Caracas, decorreram negociações diplomáticas entre Lisboa e Caracas. Contudo, estas negociações terminaram sem sucesso, pois os elementos das GOE regressaram a Lisboa na segunda-feira.

O ministério dos Negócios Estrangeiros rejeitou fazer comentários a esta situação, avança a Antena 1, que também tentou obter sem sucesso uma reação do ministério da Administração Interna, que tutela a PSP.

Os operacionais desta força de elite já estavam treinar para esta missão há cerca de três semanas, e a sua partida teve de ser adiantada devido ao aumento da tensão política na Venezuela, conforme escreveu o Correio da Manhã na altura da partida dos GOE para a América do Sul.

Este episódio teve lugar um dia antes de Portugal reconhecer a legitimidade de Juan Guaidó como presidente interno da Venezuela. No entanto, no domingo já se previa que Portugal viesse a reconhecer Juan Guaidó, pois Nicolás Maduro rejeitou convocar eleições antecipadas, conforme exigido por Portugal e por vários países europeus e sul-americanos.

https://jornaleconomico.sapo.pt/noticias/regime-de-maduro-impede-entrada-do-grupo-de-operacoes-especiais-da-psp-na-venezuela-407274

Como pouco ou nada sei sobre o assunto a pergunta seria podem eles impedir tal acto?É legal ou ilegal?
Tanto quanto sei uma Embaixada e iu um Consulado seja la onde for é território nacional.
zocuni
 

*

overlord

  • Membro
  • *
  • 92
  • Recebeu: 5 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +0/-0
Re: GOE (Grupo de Operações Especiais)
« Responder #774 em: Fevereiro 05, 2019, 03:21:28 pm »
Regime de Maduro impede entrada do Grupo de Operações Especiais da PSP na Venezuela
André Cabrita-Mendes   

A unidade anti-terrorista da PSP tinha a missão de defender a embaixada e o consulado de Portugal na Venezuela, mas foi impedida de entrar no país pelas forças de segurança de Maduro, avança a RTP.

A força de elite da PSP foi impedida de desembarcar na Venezuela pelo regime de Nicolás Maduro. Os oitos elementos destacados para assegurar a missão das delegações diplomáticas naquele país foram barrados de entrar pelas autoridades, num momento de alta tensão política no país.

Os oito elementos do Grupo de Operações Especiais (GOE) da PSP partiram no sábado para a capital venezuelana no sábado. Ao aterrarem em Caracas no domingo, as forças de segurança do regime de Maduro impediram o seu desembarque, revelou a RTP.

Os oito operacionais da força anti-terrorista da PSP viajaram num Falcon 50 da Força Aérea para Caracas, um avião normalmente usado para viagens de Estado. O objetivo da sua missão era garantir a segurança da embaixada e do consulado de Portugal na capital da Venezuela. Quatro destes operacionais ficariam destacados na embaixada, enquanto os outros quatro iriam ficar destacados no consulado.

As autoridades venezuelanas impediram o desembarque dos oito elementos e das respetivas malas diplomáticas destes operacionais que continham armas, capacetes, coletes à prova de bala, entre outros equipamentos, noticiou a RTP. Durante as 12 horas que estiveram em Caracas, decorreram negociações diplomáticas entre Lisboa e Caracas. Contudo, estas negociações terminaram sem sucesso, pois os elementos das GOE regressaram a Lisboa na segunda-feira.

O ministério dos Negócios Estrangeiros rejeitou fazer comentários a esta situação, avança a Antena 1, que também tentou obter sem sucesso uma reação do ministério da Administração Interna, que tutela a PSP.

Os operacionais desta força de elite já estavam treinar para esta missão há cerca de três semanas, e a sua partida teve de ser adiantada devido ao aumento da tensão política na Venezuela, conforme escreveu o Correio da Manhã na altura da partida dos GOE para a América do Sul.

Este episódio teve lugar um dia antes de Portugal reconhecer a legitimidade de Juan Guaidó como presidente interno da Venezuela. No entanto, no domingo já se previa que Portugal viesse a reconhecer Juan Guaidó, pois Nicolás Maduro rejeitou convocar eleições antecipadas, conforme exigido por Portugal e por vários países europeus e sul-americanos.

https://jornaleconomico.sapo.pt/noticias/regime-de-maduro-impede-entrada-do-grupo-de-operacoes-especiais-da-psp-na-venezuela-407274

Como pouco ou nada sei sobre o assunto a pergunta seria podem eles impedir tal acto?É legal ou ilegal?
Tanto quanto sei uma Embaixada e iu um Consulado seja la onde for é território nacional.

O interior da embaixa é, o interior do avião é... mas não o aeroporto onde aterraram e ele não foi deixaram os elementos do goe entrarem, não deixaram foi as malas diplomaticas entrarem no pais que tinham o equipamento para a missão
 

*

zocuni

  • Especialista
  • ****
  • 982
  • Recebeu: 11 vez(es)
  • Enviou: 29 vez(es)
  • +21/-0
    • http://www.mochileiros.com
Re: GOE (Grupo de Operações Especiais)
« Responder #775 em: Fevereiro 05, 2019, 05:59:12 pm »
Regime de Maduro impede entrada do Grupo de Operações Especiais da PSP na Venezuela
André Cabrita-Mendes   

A unidade anti-terrorista da PSP tinha a missão de defender a embaixada e o consulado de Portugal na Venezuela, mas foi impedida de entrar no país pelas forças de segurança de Maduro, avança a RTP.

A força de elite da PSP foi impedida de desembarcar na Venezuela pelo regime de Nicolás Maduro. Os oitos elementos destacados para assegurar a missão das delegações diplomáticas naquele país foram barrados de entrar pelas autoridades, num momento de alta tensão política no país.

Os oito elementos do Grupo de Operações Especiais (GOE) da PSP partiram no sábado para a capital venezuelana no sábado. Ao aterrarem em Caracas no domingo, as forças de segurança do regime de Maduro impediram o seu desembarque, revelou a RTP.

Os oito operacionais da força anti-terrorista da PSP viajaram num Falcon 50 da Força Aérea para Caracas, um avião normalmente usado para viagens de Estado. O objetivo da sua missão era garantir a segurança da embaixada e do consulado de Portugal na capital da Venezuela. Quatro destes operacionais ficariam destacados na embaixada, enquanto os outros quatro iriam ficar destacados no consulado.

As autoridades venezuelanas impediram o desembarque dos oito elementos e das respetivas malas diplomáticas destes operacionais que continham armas, capacetes, coletes à prova de bala, entre outros equipamentos, noticiou a RTP. Durante as 12 horas que estiveram em Caracas, decorreram negociações diplomáticas entre Lisboa e Caracas. Contudo, estas negociações terminaram sem sucesso, pois os elementos das GOE regressaram a Lisboa na segunda-feira.

O ministério dos Negócios Estrangeiros rejeitou fazer comentários a esta situação, avança a Antena 1, que também tentou obter sem sucesso uma reação do ministério da Administração Interna, que tutela a PSP.

Os operacionais desta força de elite já estavam treinar para esta missão há cerca de três semanas, e a sua partida teve de ser adiantada devido ao aumento da tensão política na Venezuela, conforme escreveu o Correio da Manhã na altura da partida dos GOE para a América do Sul.

Este episódio teve lugar um dia antes de Portugal reconhecer a legitimidade de Juan Guaidó como presidente interno da Venezuela. No entanto, no domingo já se previa que Portugal viesse a reconhecer Juan Guaidó, pois Nicolás Maduro rejeitou convocar eleições antecipadas, conforme exigido por Portugal e por vários países europeus e sul-americanos.

https://jornaleconomico.sapo.pt/noticias/regime-de-maduro-impede-entrada-do-grupo-de-operacoes-especiais-da-psp-na-venezuela-407274

Como pouco ou nada sei sobre o assunto a pergunta seria podem eles impedir tal acto?É legal ou ilegal?
Tanto quanto sei uma Embaixada e iu um Consulado seja la onde for é território nacional.

O interior da embaixa é, o interior do avião é... mas não o aeroporto onde aterraram e ele não foi deixaram os elementos do goe entrarem, não deixaram foi as malas diplomaticas entrarem no pais que tinham o equipamento para a missão

Obrigado.Tem todo o sentido tua observaçao.
zocuni
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 3095
  • Recebeu: 1349 vez(es)
  • Enviou: 505 vez(es)
  • +173/-7
Re: GOE (Grupo de Operações Especiais)
« Responder #776 em: Fevereiro 05, 2019, 06:44:47 pm »
Regime de Maduro impede entrada do Grupo de Operações Especiais da PSP na Venezuela
André Cabrita-Mendes   

A unidade anti-terrorista da PSP tinha a missão de defender a embaixada e o consulado de Portugal na Venezuela, mas foi impedida de entrar no país pelas forças de segurança de Maduro, avança a RTP.

A força de elite da PSP foi impedida de desembarcar na Venezuela pelo regime de Nicolás Maduro. Os oitos elementos destacados para assegurar a missão das delegações diplomáticas naquele país foram barrados de entrar pelas autoridades, num momento de alta tensão política no país.

Os oito elementos do Grupo de Operações Especiais (GOE) da PSP partiram no sábado para a capital venezuelana no sábado. Ao aterrarem em Caracas no domingo, as forças de segurança do regime de Maduro impediram o seu desembarque, revelou a RTP.

Os oito operacionais da força anti-terrorista da PSP viajaram num Falcon 50 da Força Aérea para Caracas, um avião normalmente usado para viagens de Estado. O objetivo da sua missão era garantir a segurança da embaixada e do consulado de Portugal na capital da Venezuela. Quatro destes operacionais ficariam destacados na embaixada, enquanto os outros quatro iriam ficar destacados no consulado.

As autoridades venezuelanas impediram o desembarque dos oito elementos e das respetivas malas diplomáticas destes operacionais que continham armas, capacetes, coletes à prova de bala, entre outros equipamentos, noticiou a RTP. Durante as 12 horas que estiveram em Caracas, decorreram negociações diplomáticas entre Lisboa e Caracas. Contudo, estas negociações terminaram sem sucesso, pois os elementos das GOE regressaram a Lisboa na segunda-feira.

O ministério dos Negócios Estrangeiros rejeitou fazer comentários a esta situação, avança a Antena 1, que também tentou obter sem sucesso uma reação do ministério da Administração Interna, que tutela a PSP.

Os operacionais desta força de elite já estavam treinar para esta missão há cerca de três semanas, e a sua partida teve de ser adiantada devido ao aumento da tensão política na Venezuela, conforme escreveu o Correio da Manhã na altura da partida dos GOE para a América do Sul.

Este episódio teve lugar um dia antes de Portugal reconhecer a legitimidade de Juan Guaidó como presidente interno da Venezuela. No entanto, no domingo já se previa que Portugal viesse a reconhecer Juan Guaidó, pois Nicolás Maduro rejeitou convocar eleições antecipadas, conforme exigido por Portugal e por vários países europeus e sul-americanos.

https://jornaleconomico.sapo.pt/noticias/regime-de-maduro-impede-entrada-do-grupo-de-operacoes-especiais-da-psp-na-venezuela-407274

Como pouco ou nada sei sobre o assunto a pergunta seria podem eles impedir tal acto?É legal ou ilegal?
Tanto quanto sei uma Embaixada e iu um Consulado seja la onde for é território nacional.

O País é soberano e deixa entrar no seu território quem bem entender.
As embaixadas e consulados são á semelhanças das aeronaves e Navios, territórios dos Países que possuem essas aeronaves ou Navios.
O problema aqui é sair da aeronave e entrar em território Venezuelano, onde todos os qua aí circulam tem de se reger pelas normas Nacionais venezuelanas, a não autorização de entrada no País é, para todos os efeitos Legal !

Abraços
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 2280
  • Recebeu: 840 vez(es)
  • Enviou: 1924 vez(es)
  • +146/-2
Re: GOE (Grupo de Operações Especiais)
« Responder #777 em: Fevereiro 07, 2019, 01:21:07 am »
Foi uma medida inteligente deste governo, sem dúvida. Se tivessem enviado o GOE antes de terem reconhecido o Guaidó, provavelmente eles tinham passado sem problemas. Mas não, primeiro antagonizamos os gajos e depois mandamos o GOE. É só chico-espertos.
Everyone you will ever meet knows something that you don't.
- Bill Nye
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW, jorgeshot1

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7166
  • Recebeu: 544 vez(es)
  • Enviou: 668 vez(es)
  • +50/-14
Re: GOE (Grupo de Operações Especiais)
« Responder #778 em: Fevereiro 07, 2019, 07:32:59 pm »
Isto não podia ter sido feito assim no dia do ultimato, tinha que ser feito uma ou duas semanas atrás, se possível até antes do ultimato ter sido feito, mas pelas noticias parece que a equipa do GOE andou a treinar nas ultimas 3 semanas para isso, e visto assim não é muito compatível, ou treinavam, ou eram logo enviados. Pelo que percebi das noticias, a Venezuela tinha dado luz verde para o reforço da segurança da embaixada, mas no dia da chegada do avião mudou de ideias e desautorizou.

Infelizmente o GOE foi um bocado ridicularizado nas noticias com esta história, quando quase de certeza é o menos culpado, estas coisas coordenam-se a nível de negócios estrangeiros e embaixadas, nem deviam ter deixado isto passar para os órgãos de comunicação social, pelos menos esperavam que a equipa lá chegasse e se conseguia ou não chegar à embaixada, se tivessem que volta para trás como aconteceu, até ficavam era caladinhos.

O Correio da Manhã no dia 3 já dava a noticia
https://www.cmjornal.pt/portugal/detalhe/agentes-da-psp-partem-para-a-venezuela-para-defender-embaixada-portuguesa

Portugal reconhece Guaidó no dia 4
https://observador.pt/2019/02/04/portugal-e-outros-16-paises-dao-a-mao-a-guaido-e-deixam-maduro-mais-isolado/

O Falcon da FAP com os GOE aterra também dia 4 e regressa a 5
https://www.dn.pt/mundo/interior/goe-impedidos-de-entrar-na-venezuela-e-obrigados-a-regressar-a-portugal-10536612.html

Curiosidade, encontrei outras noticias sobre o GOE pelo mundo fora, e já não é a primeira vez que estes rapazes tem problemas diplomáticos  :mrgreen:

15 operacionais do Grupo de Operações Especiais (GOE) da PSP retidos na Guiné-Bissau devido a um conflito diplomático
https://www.cmjornal.pt/portugal/detalhe/15-operacionais-da-elite-da-psp-rendidos-na-guine

GOE salvou embaixador
https://www.cmjornal.pt/politica/detalhe/goe-salvou-embaixador

GOE regressa do Iraque
https://www.cmjornal.pt/portugal/detalhe/goe-regressa-do-iraque

GOE resgatam portugueses na Costa do Marfim
https://www.cmjornal.pt/portugal/detalhe/membros-do-goe-resgatam-portugueses

GOE à espera
https://www.cmjornal.pt/portugal/detalhe/goe-a-espera
« Última modificação: Fevereiro 07, 2019, 07:50:34 pm por Lightning »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW

*

Camuflage

  • Investigador
  • *****
  • 1225
  • Recebeu: 65 vez(es)
  • Enviou: 29 vez(es)
  • +7/-30
Re: GOE (Grupo de Operações Especiais)
« Responder #779 em: Fevereiro 07, 2019, 08:51:50 pm »
Não entendo é porque não os transferiram para a embaixada na Colômbia, seria muito mais fácil para entrarem na Venezuela quando a autorização chegar.
 

 

COT (Comando de Operações Tácticas) - Polícia Federal

Iniciado por marcelo bahia

Respostas: 10
Visualizações: 33053
Última mensagem Julho 08, 2010, 07:33:03 pm
por marcelo bahia
GAT (Grupo de Ações Táticas) da Polícia Maritima

Iniciado por ACADO

Respostas: 29
Visualizações: 11825
Última mensagem Dezembro 31, 2017, 04:46:40 pm
por ACADO
Grupo de Intervenção e Segurança Prisional

Iniciado por PereiraMarques

Respostas: 90
Visualizações: 42204
Última mensagem Abril 24, 2018, 05:52:15 pm
por jorgeshot1
BOPE - Batalhão de Operações Especiais - BRASIL

Iniciado por Heer.Skuda

Respostas: 149
Visualizações: 69997
Última mensagem Abril 26, 2018, 11:08:08 am
por Cabeça de Martelo
COE - Companhia de Operações especiais - VIDEO - BRASIL

Iniciado por Heer.Skuda

Respostas: 0
Visualizações: 3741
Última mensagem Junho 16, 2007, 01:16:45 am
por Heer.Skuda