Estarão os EUA a ficar para trás?

  • 255 Respostas
  • 41015 Visualizações
*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 9353
  • Recebeu: 307 vez(es)
  • Enviou: 211 vez(es)
  • +17/-7
Re: Estarão os EUA a ficar para trás?
« Responder #240 em: Março 21, 2018, 11:50:22 am »
Trump ignorou avisos de assessores para não felicitar Putin por reeleição


O presidente norte-americano, Donald Trump, ignorou as recomendações dos seus assessores para a segurança nacional para não felicitar Vladimir Putin pela sua reeleição como chefe de Estado russo.

Segundo o jornal The Washington Post, funcionários da Casa Branca que tiveram acesso à chamada telefónica, na segunda-feira, entre Trump e Putin, revelaram que o documento preparatório desta conversa, elaborada pelos assessores para a segurança nacional, tinha em letras maiúsculas: "Não felicitar".

Além disso, a equipa também tinha incentivado Trump a abordar com Putin o recente ataque a um ex-espião russo e à sua filha, em Inglaterra, algo que o presidente norte-americano também ignorou.

Em declarações aos jornalistas, na segunda-feira, Trump descreveu a "muito boa chamada [telefónica]" que manteve com o líder do Kremlin: "Falei por telefone com o presidente Putin e felicitei-o pela sua vitória, a sua vitória eleitoral", disse.

"A chamada teve a ver também com o facto de que provavelmente vamos reunir-nos num futuro não muito distante para que possamos falar sobre armamento", acrescentou o presidente dos EUA.

A felicitação a Putin motivou novas críticas a Trump, como a do senador republicano e antigo candidato presidencial, John McCain. A felicitação é "um insulto a cada cidadão russo que viu negado o seu direito de votar numas eleições livres e justas", defendeu. "Um presidente norte-americano não lidera o mundo livre felicitando ditadores", condenou.

O Kremlin (Presidência russa) também confirmou na segunda-feira que o presidente dos Estados Unidos tinha felicitado por telefone Vladimir Putin pela sua reeleição nas eleições presidências de domingo passado e que os dois líderes tinham abordado a possível realização de um encontro ao mais alto nível e a coordenação de esforços entre Washington e Moscovo para "limitar a corrida ao armamento".

"Em termos gerais, a conversa foi construtiva (...), focada na resolução de problemas acumulados no contexto das relações russo-americanas", referiu o Kremlin.

Putin e Trump encontraram-se pela última vez em novembro passado, à margem da cimeira da Cooperação Económica Ásia-Pacífico (APEC), que decorreu na cidade vietnamita de Danang.

Ainda sobre a conversa telefónica desta segunda-feira, o Kremlin esclareceu que os dois líderes não conversaram sobre o caso do envenenamento do ex-agente duplo russo Serguei Skripal e a sua filha, Yulia, com um agente neurotóxico em solo britânico, cuja responsabilidade está a ser atribuída a Moscovo.

Vladimir Putin foi reeleito Presidente da Rússia no domingo passado com 76,67% dos votos.


>>>>>>>>  https://www.jn.pt/mundo/interior/trump-ignorou-avisos-de-assessores-para-nao-felicitar-putin-por-reeleicao-9202735.html
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 9353
  • Recebeu: 307 vez(es)
  • Enviou: 211 vez(es)
  • +17/-7
Re: Estarão os EUA a ficar para trás?
« Responder #241 em: Abril 03, 2018, 11:32:38 am »
Agência de Proteção Ambiental dos EUA rejeita medida de Obama


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 9353
  • Recebeu: 307 vez(es)
  • Enviou: 211 vez(es)
  • +17/-7
Re: Estarão os EUA a ficar para trás?
« Responder #242 em: Abril 17, 2018, 07:47:08 pm »
Livro de Comey sobre administração Trump chega às livrarias


 

*

Camuflage

  • Investigador
  • *****
  • 1209
  • Recebeu: 63 vez(es)
  • Enviou: 29 vez(es)
  • +4/-15
Re: Estarão os EUA a ficar para trás?
« Responder #243 em: Abril 17, 2018, 09:05:27 pm »
Foi director do FBI desde 2013 a 2016 e só tem memórias do Trump?  ::)
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 9353
  • Recebeu: 307 vez(es)
  • Enviou: 211 vez(es)
  • +17/-7
Re: Estarão os EUA a ficar para trás?
« Responder #244 em: Maio 17, 2018, 03:23:10 pm »
Comité do Senado confirma interferência da Rússia


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 9353
  • Recebeu: 307 vez(es)
  • Enviou: 211 vez(es)
  • +17/-7
Re: Estarão os EUA a ficar para trás?
« Responder #245 em: Julho 13, 2018, 09:48:52 pm »
Centro de Londres enche-se com protestos anti-Trump


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 9353
  • Recebeu: 307 vez(es)
  • Enviou: 211 vez(es)
  • +17/-7
Re: Estarão os EUA a ficar para trás?
« Responder #246 em: Julho 14, 2018, 11:55:40 pm »
Donald Trump sob protestos na Escócia


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 9353
  • Recebeu: 307 vez(es)
  • Enviou: 211 vez(es)
  • +17/-7
Re: Estarão os EUA a ficar para trás?
« Responder #247 em: Julho 16, 2018, 09:16:08 pm »
Putin confessa preferência por Trump, mas nega ingerência


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 9353
  • Recebeu: 307 vez(es)
  • Enviou: 211 vez(es)
  • +17/-7
Re: Estarão os EUA a ficar para trás?
« Responder #248 em: Agosto 17, 2018, 12:43:53 pm »
Adiada parada militar desejada por Trump


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 9353
  • Recebeu: 307 vez(es)
  • Enviou: 211 vez(es)
  • +17/-7
Re: Estarão os EUA a ficar para trás?
« Responder #249 em: Agosto 17, 2018, 06:37:15 pm »
Sem parada militar nos EUA, Trump estará em Paris a 11 de novembro


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 9353
  • Recebeu: 307 vez(es)
  • Enviou: 211 vez(es)
  • +17/-7
Re: Estarão os EUA a ficar para trás?
« Responder #250 em: Agosto 23, 2018, 05:27:51 pm »
Trump: "destituição provocaria queda dos mercados"


 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14325
  • Recebeu: 736 vez(es)
  • Enviou: 730 vez(es)
  • +54/-47
Re: Estarão os EUA a ficar para trás?
« Responder #251 em: Outubro 23, 2018, 11:47:04 am »
Trump's Withdrawal from the INF Treaty Formalized What Was Already True

The treaty was already dead, and Moscow cannot afford new weapons systems. Now with the INF treaty officially buried, Washington can turn the screws on Beijing.

by Salvatore Babones

President Donald Trump announced on October 20 that he would withdraw from the Intermediate-Range Nuclear Forces Treaty (INF) agreed upon by Ronald Reagan and Mikhail Gorbachev more than thirty years ago. Inspired by the nuclear near-miss of the Cuban Missile Crisis, the agreement was designed as a de-escalation measure in what turned out to be the final days of the superpower standoff between the United States and the Soviet Union.

It is widely assumed that Trump’s National Security Advisor, John Bolton, is behind the move. Bolton is visiting Moscow this week for talks on foreign policy and national security. He has long advocated that the United States should withdraw from the INF Treaty.

From a military standpoint, the INF Treaty was a dead letter right from the start. For example, it covered only land-based missiles. So even under the INF Treaty , both the United States and the Soviet Union (later Russia) could position intermediate-range, nuclear-armed ships and submarines right off each other’s coasts. And the treaty doesn’t prohibit missiles with ranges greater than 5500 kilometers. (3418 miles), which of course can hit targets within that range if required.

The treaty also doesn’t prohibit drones, drone-launched missiles, air-launched missiles, or sea-launched missiles. It doesn’t prohibit America’s North Atlantic Treaty Organization or Pacific allies from deploying their own intermediate-range missiles. And if Russia is ever able to attract willing allies, it doesn’t bind them. Perhaps most importantly, it doesn’t stop China from developing land-based intermediate-range missiles that can strike both Russia on land and the United States in the Pacific.

So why would anyone sign such an empty treaty in the first place? The answer is simple: money. On the American side, Ronald Reagan was desperately trying to climb out of the deficit hole he had dug in his first term. Banning entire weapons systems like the Pershing II ballistic missile and the BGM-109G cruise missile allowed Reagan to make massive cuts to defense procurements without seeming soft on the Soviets. And as we now know, Mikhail Gorbachev and the Soviet Union were facing a system-wide economic meltdown. They couldn’t even afford the weapons they had, never mind developing new ones.

 
Fast forward thirty years and the resulting gaps in each country’s arsenal have largely been filled. While sticking to the letter of the treaty, both sides have infringed on the spirit of the treaty to such an extent that the agreement itself is now mostly meaningless—so far as the United States and Russia are concerned.

Today’s Russia, with no real allies and an economy less than one-tenth the size of America’s economy, cannot possibly hope to compete with the United States in a high-technology arms race . But China is another matter. The Trump administration is pressing hard for reform in China just as China’s planned economy is starting to falter, and China can ill afford significant new defense spending on top of its existing buildup.

As things stood last week, China was free to develop intermediate-range carrier-killer missiles at its own pace, with no direct pressure from the United States or Russia. China’s DF-26 ballistic missile and DH-10/CJ-10 cruise missile seem to fall squarely inside the parameters of the INF Treaty. Now China may face some competition.

If Xi Jinping is smart, then he will back down on expensive weapons systems development before China goes too far down the Soviet road—and he finds himself in the same retirement home as Gorbachev. China should come to the table and endorse the status quo in the Pacific. For as the Soviet Union found out thirty years ago, expansionism comes at a steep cost. Bolton seems prepared to teach Xi that simple historical lesson.

Salvatore Babones is the author of The New Authoritarianism: Trump, Populism, and the Tyranny of Experts .

https://nationalinterest.org/feature/trumps-withdrawal-inf-treaty-formalized-what-was-already-true-34092
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Lusitan

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 9353
  • Recebeu: 307 vez(es)
  • Enviou: 211 vez(es)
  • +17/-7
Re: Estarão os EUA a ficar para trás?
« Responder #252 em: Outubro 25, 2018, 11:25:39 am »
Intercalares geram tensão em Nova Iorque


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 9353
  • Recebeu: 307 vez(es)
  • Enviou: 211 vez(es)
  • +17/-7
Re: Estarão os EUA a ficar para trás?
« Responder #253 em: Outubro 28, 2018, 11:28:13 am »
Ataque a sinagoga nos EUA deixa 11 mortos


 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14325
  • Recebeu: 736 vez(es)
  • Enviou: 730 vez(es)
  • +54/-47
Re: Estarão os EUA a ficar para trás?
« Responder #254 em: Novembro 04, 2018, 07:39:53 pm »
Vejam até ao fim!

7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

 

Novo "bicho" para os "Nighstalkers"

Iniciado por Ricardo NunesQuadro Exércitos/Sistemas de Armas

Respostas: 3
Visualizações: 3275
Última mensagem Maio 14, 2004, 07:44:34 pm
por Spectral
Novos Radares para as "Novas" "M"?

Iniciado por SintraQuadro Marinha no ForumDefesa.com

Respostas: 6
Visualizações: 4929
Última mensagem Maio 23, 2007, 08:52:59 pm
por Sintra
Winchester "vem" para Portugal

Iniciado por LusoQuadro Exército Português no ForumDefesa.com

Respostas: 0
Visualizações: 2527
Última mensagem Janeiro 31, 2006, 08:52:09 pm
por Luso
CIOFE - Apoio para Militares e Ex-militares das FA's

Iniciado por tenentecarlosQuadro Área Livre-Outras Temáticas de Defesa

Respostas: 1
Visualizações: 3107
Última mensagem Março 21, 2009, 09:24:21 am
por Ranger Rebelde
DE COIMBRA PARA O MUNDO / FROM COIMBRA TO THE WORLD

Iniciado por Miguel Silva MachadoQuadro Livros-Revistas-Filmes-Documentários

Respostas: 0
Visualizações: 1453
Última mensagem Abril 17, 2011, 12:12:33 pm
por Miguel Silva Machado