Tempestade Lusitana

  • 65 Respostas
  • 27069 Visualizações
*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 7355
  • Recebeu: 211 vez(es)
  • Enviou: 331 vez(es)
  • +14/-85
(sem assunto)
« Responder #30 em: Dezembro 09, 2004, 10:41:15 am »
Citação de: "papatango"
===
comentário aparte
===

Está toda a gente com gripe e a delirar para invasões. :mrgreen: ) então, fica mais simples ainda.

Portugal pode tomar o controlo militar da Espanha, como a Holanda poderia tomar o controlo de grande parte da Alemanha e vice versa.
Do ponto de vista meramente teorico, quem atacar de surpresa ganha sempre, mesmo que com uma grande desproporção de forças.

A facilidade com que hoje um país dentro da União Europeia pode invadir o outro, apenas vem demonstrar o absurdo de tal operação.

Cumprimentos


Caro Papatango, também já afirmei aqui que Portugal podia ser ocupado por 24h, o que foi rudemente (para utilizar um termo "simpático") descrito como um "DISPARATE"....
Fico pelo menos satisfeito de não ser o único "lunático" aqui presente :wink:
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 7355
  • Recebeu: 211 vez(es)
  • Enviou: 331 vez(es)
  • +14/-85
(sem assunto)
« Responder #31 em: Dezembro 09, 2004, 10:48:23 am »
Citação de: "Spectral"


Quanto ao resto, o Papatango parece-me ter acertado em cheio  :P


olha somos 3 lunáticos, afinal... :wink:
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

Tiger22

  • Perito
  • **
  • 567
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #32 em: Dezembro 09, 2004, 10:33:48 pm »
Citação de: "papatango"
Nos dias de hoje, Portugal pode ser ocupado pelos espanhois em 24 horas, se estes conseguirem montar uma operação rápida e secreta.


Ao mesmo tempo, embora seja mais complicado, garanto que, desde que com possibilidade de ocultar a operação, Portugal poderia tomar as principais bases aéreas espanholas em 12 horas, e tomar as principais cidades (centros de poder politico). Em Espanha por causa dos governos autonomos, há que confesar que a coisa fica mais complicada.
Quando estiverem operacionais os 8x8 (que ainda têm que ser escolhidos  ) então, fica mais simples ainda
.


 :G-deal:
"you're either with us, or you're with the terrorists."
 
-George W. Bush-
 

*

nestor

  • Membro
  • *
  • 225
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #33 em: Dezembro 10, 2004, 03:35:59 am »
Se puede saber ¿para que ibamos a querer invadir Portugal en 24 horas, en 48 o en 72?

Si es así, que no cuenten conmigo.

Prefiero ir de turista y disfrutar de muchas cosas buenas que puede ofrecer Portugal, sin peligro de morir en el empeño.

Saludos.
 

*

Paisano

  • Especialista
  • ****
  • 905
  • Recebeu: 6 vez(es)
  • +1/-0
    • http://defesabrasil.com/forum
(sem assunto)
« Responder #34 em: Dezembro 10, 2004, 10:22:14 am »
Citação de: "nestor"
Se puede saber ¿para que ibamos a querer invadir Portugal en 24 horas, en 48 o en 72?

Si es así, que no cuenten conmigo.

Prefiero ir de turista y disfrutar de muchas cosas buenas que puede ofrecer Portugal, sin peligro de morir en el empeño.

Saludos.


nestor, você é que é esperto. :wink:
As pessoas te pesam? Não as carregue nos ombros. Leva-as no coração. (Dom Hélder Câmara)
_________________
Volta Redonda
_________________
 

*

JNSA

  • Analista
  • ***
  • 835
  • +0/-1
(sem assunto)
« Responder #35 em: Dezembro 10, 2004, 10:50:04 am »
Citação de: "nestor"
Se puede saber ¿para que ibamos a querer invadir Portugal en 24 horas, en 48 o en 72?

Si es así, que no cuenten conmigo.

Prefiero ir de turista y disfrutar de muchas cosas buenas que puede ofrecer Portugal, sin peligro de morir en el empeño.

Saludos.


Apoiado, nestor. Até porque em 24 horas não ficam a conhecer bem o país, por isso é melhor vir como turista, e com tempo. :wink: ) são dignos daquele maravilhoso fórum paquistanês que muitos de vocês de certeza que conhecem. Para os que não conhecem, isto não é um elogio... :wink:

Em vez de andarmos à procura de inimigos fictícios, e de ver uma ameaça em qualquer compra de armamento Espanhola, devíamos pensar   em combater os nossos verdadeiros inimigos, os internos, e infelizmente recorrentes: os corruptos, os incompetentes, os que fogem aos impostos, os que vivem das aparências e não contribuem para que o nosso país assuma o lugar que é seu por direito.

E se passarem por Burgos, visitem o "Las Venguillas", para verem que nem tudo o que vem de Espanha é mau... :wink:
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 7355
  • Recebeu: 211 vez(es)
  • Enviou: 331 vez(es)
  • +14/-85
(sem assunto)
« Responder #36 em: Dezembro 10, 2004, 12:20:36 pm »
Citação de: "JNSA"
Em vez de andarmos à procura de inimigos fictícios, e de ver uma ameaça em qualquer compra de armamento Espanhola, devíamos pensar em combater os nossos verdadeiros inimigos, os internos, e infelizmente recorrentes: os corruptos, os incompetentes, os que fogem aos impostos, os que vivem das aparências e não contribuem para que o nosso país assuma o lugar que é seu por direito.


Apoiado.
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

JLRC

  • Investigador
  • *****
  • 2509
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +1/-10
(sem assunto)
« Responder #37 em: Dezembro 10, 2004, 01:47:33 pm »
Citação de: "JNSA"

Sem querer censurar ninguém, mas alguns dos tópicos que têm surgido, bem como alguns dos argumentos utilizados (dos dois lados da "barricada"  :roll:

Em vez de andarmos à procura de inimigos fictícios, e de ver uma ameaça em qualquer compra de armamento Espanhola, devíamos pensar   em combater os nossos verdadeiros inimigos, os internos, e infelizmente recorrentes: os corruptos, os incompetentes, os que fogem aos impostos, os que vivem das aparências e não contribuem para que o nosso país assuma o lugar que é seu por direito.


Grande JNSA  
:G-beer2:
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 7355
  • Recebeu: 211 vez(es)
  • Enviou: 331 vez(es)
  • +14/-85
(sem assunto)
« Responder #38 em: Dezembro 10, 2004, 01:58:53 pm »
Citação de: "JLRC"


Grande JNSA  
:G-beer2: :G-beer2: :G-beer2:
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

ferrol

  • Analista
  • ***
  • 717
  • +0/-0
Un lugar no mundo
« Responder #39 em: Dezembro 10, 2004, 03:43:03 pm »
Citação de: "JLRC"
Grande JNSA  
:G-beer2:
Hola JLRC: Un agarimoso saúdo, home. Xa que estamos dacordo en que os palmeiros poden criticar a outros palmeiros, e aproveitando que parece que todos estamos dacordo coa mensaxe anterior, quixera preguntar sobre unha frase do texto de JNSA:
Citação de: "JNSA"
o nosso país assuma o lugar que é seu por direito.

¿Cal é o lugar que se supón debe ocupar Portugal no mundo? É dicir, Portugal, como todos os outros países pasou por moitas situacións diversas ó longo da Historia. Por eso a miña pregunta. ¿Que lugar é o que pensamos que Portugal debería ocupar no concerto internacional hoxe en día?

Porque, hasta onde eu chego, os europeos hoxe vivimos mellor que en calquera outra época da historia, sen guerras, sen epidemias, sen fames... Por eso penso que a posición que hoxe ocupamos será a que no futuro quererán vivir, non somos nós os que debemos sentir envexa polo pasado, senón que será os que veñan no futuro os que a sentirán por nós.

Pero de todos xeitos deixo a pregunta no foro, se alguén a quere respostar.

Un saúdo.
Tu régere Imperio fluctus, Hispane memento
"Acuérdate España que tú registe el Imperio de los mares”
 

*

JLRC

  • Investigador
  • *****
  • 2509
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +1/-10
Re: Un lugar no mundo
« Responder #40 em: Dezembro 10, 2004, 04:25:17 pm »
Citação de: "ferrol"
¿Cal é o lugar que se supón debe ocupar Portugal no mundo? É dicir, Portugal, como todos os outros países pasou por moitas situacións diversas ó longo da Historia. Por eso a miña pregunta. ¿Que lugar é o que pensamos que Portugal debería ocupar no concerto internacional hoxe en día?


Caro Ferrol
Penso que o JNSA é a pessoa mais indicada para responder a essa questão, no entanto posso dar-lhe a minha interpretação.
Eu também penso que é altura de Portugal ocupar o lugar que lhe pertence, exercer uma atitude mais intervencionista em África, em defesa dos seus interesses comerciais (poucos por enquanto, daí desenvolver as trocas comerciais com as ex-colónias) e da defesa da lingua portuguesa. Portugal, dada a sua longa história africana, poderá e deverá ser uma ponte entre a UE e África. Aumentar as trocas comerciais com a América Latina e em especial com esse grande país que é o Brasil (e que Portugal soube deixar intacto aos brasileiros), o maior da América Latina e um dos maiores do Mundo. Saber defender os seus interesses na maior ZEE da UE e 2ª da Europa. Defender os seus interesses militares no triangulo estratégico Continente, Açores, Madeira. Exigir que a UE respeite e defenda os interesses portugueses, como no caso das pescas, em vez de submeter Portugal aos interesses dos gigantes da pesca europeus. Como é possível, que num país que é o maior consumidor de peixe da Europa per capita, que consome mais peixe do que pesca, se proponha diminuir ainda mais a capacidade pesqueira? Deveríamos exigir saber quem nos virá vender o peixe que vamos deixar de apanhar e qual a redução das quotas de pesca que esse/esses países irão sofrer, proporcionalmente a Portugal. Depois é altura de termos políticos competentes, que não prefiram a Moda Lisboa aos jantares de Estado, menos "boys for the jobs" e mais técnicos competentes, sejam de que partidos forem ou sem partido. Os lugares têm de ser para os competentes e não para as clientelas partidárias. Sei de um caso em que uma administradora hospitalar foi preterida para um cargo em favor de um desses boys. O conselho que lhe deram foi que se deveria filiar num grande partido. Depois que a burocracia diminua para que a economia se desenvolva e cresca para atingirmos a média da UE, ficarmos por exemplo ao nível da França, com melhores ordenados dos trabalhadores mais humildes (porque os nossos técnicos são dos que melhor ganham na Europa, o presidente da TAP, o brasileiro Pinto, ganha mais de 85 000 euros por mês), que o direito à saúde seja realmente para todos. Que os futuros governos governem para a maioria do povo e não para os interesse de uma pequena minoria que compra Ferraris à custa da exploração da mão de obra infantil. Muito mais haveria para dizer, mas não quero que a ala da extrema direita deste forum tenha uma apoplexia.... :oops:
Para mim isto seria Portugal ocupar o lugar que lhe pertence por direito.
Cumptos
 

*

fgomes

  • Perito
  • **
  • 476
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #41 em: Dezembro 10, 2004, 05:11:28 pm »
JLRC, básicamente estou de acordo consigo. Quantos aos nossos técnicos serem os mais bem pagos, deve estar a referir-se aos gestores com certeza. No caso do administrador da TAP o brasileiro Pinto, acho que ele merece o ordenado que ganha, aliás como todos os gestores competentes. O nosso problema são os "boys" promovidos pelos partidos a dirigentes e gestores públicos, que na sua maioria difícilmente arranjaria emprego numa empresa ou na administração pública, se não fossem as "cunhas", devido à sua incapacidade e incompetência.
 

*

komet

  • Investigador
  • *****
  • 1664
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #42 em: Dezembro 10, 2004, 05:40:10 pm »
JLRC concordo consigo no geral.

Citar
o presidente da TAP, o brasileiro Pinto, ganha mais de 85 000 euros por mês)

É alguém que mostra trabalho, tirou a TAP dos prejuízos quando as companhias aéreas pelo mundo fora andavam a falir, e que eu saiba não está muito mal presentemente, mostrou trabalho.
Não sou contra quem tem rios de dinheiro, desde que tenha trabalhado duro para isso.
"History is always written by who wins the war..."
 

*

JLRC

  • Investigador
  • *****
  • 2509
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +1/-10
(sem assunto)
« Responder #43 em: Dezembro 10, 2004, 05:45:58 pm »
Citação de: "fgomes"
JLRC, básicamente estou de acordo consigo. Quantos aos nossos técnicos serem os mais bem pagos, deve estar a referir-se aos gestores com certeza. No caso do administrador da TAP o brasileiro Pinto, acho que ele merece o ordenado que ganha, aliás como todos os gestores competentes. O nosso problema são os "boys" promovidos pelos partidos a dirigentes e gestores públicos, que na sua maioria difícilmente arranjaria emprego numa empresa ou na administração pública, se não fossem as "cunhas", devido à sua incapacidade e incompetência.


Exacto fgomes, estava-me a referir aos técnicos superiores e gestores. Quanto ao Pinto, não é ele que ganha muito (bom, se calhar até ganha mas como é competente...já do Mira Amaral nem quero falar!!!), são os restantes trabalhadores que ganham pouco. O diferencial entre os ordenados mais baixos e os mais altos é enorme em Portugal. A amplitude é a maior da Europa e isso é que está mal. De resto, compartilho a sua opinião sobre os "boys".
Cumptos
 

*

JoseMFernandes

  • Perito
  • **
  • 394
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #44 em: Dezembro 10, 2004, 06:43:42 pm »
Chamo a atençao  que esta questao de comparar remuneraçoes e salarios esta viciada a partida, desde que nao tenha em conta a taxa dos impostos directos, os descontos sociais,  o numero de meses de salario(12 além Pirinéus), dos valores reais atribuidos em aposentaçao, do tratamento fiscal de benesses (carros de empresa, tickets refeiçao e transporte, etc).Tenho estado atento ao longo dos ultimos quinze anos a grelha de salarios na Europa(especialmente, França, Benelux, Espanha, Alemanha) e uma analise dos resultados surpreenderia muita gente.
Por outro lado comparar remuneraçoes de gestores de grandes empresas, supoe tratar-se de valores fixos e variaveis(normalmente direito de opçoes em acçoes) de acordo com resultados e objectivos a atingir  bem definidos , com possibilidades de rescisao  negociadas (as quais sujeitas também a tratamento fiscal).
No que respeita ao administrador brasileiro da TAP, o valor mensal parece-me talvez exagerado ( certo que aqui 'apenas' corresponderia a  32 a 37000 euros liquidos, por mes, mas mesmo assim superior aos valores dos responsaveis da SNBrussels, que tem uma dimensao bem superior a TAP)
 

 

Operação "Jusitiça Lusitana"

Iniciado por dremanu

Respostas: 8
Visualizações: 5145
Última mensagem Abril 11, 2006, 05:24:27 pm
por pedro
Tempestade na Pérsia 'Achmadinejad versus o ocidente'

Iniciado por papatango

Respostas: 47
Visualizações: 19322
Última mensagem Janeiro 09, 2007, 04:46:31 am
por p_shadow
Tempestade Dom Sebastião

Iniciado por Miguel

Respostas: 33
Visualizações: 18038
Última mensagem Agosto 24, 2009, 12:03:48 am
por Luis Manuel
Tempestade Laranja

Iniciado por Miguel

Respostas: 121
Visualizações: 36163
Última mensagem Agosto 23, 2009, 11:18:19 pm
por Luis Manuel