P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa

  • 88 Respostas
  • 5284 Visualizações
*

dc

  • Especialista
  • ****
  • 1081
  • Recebeu: 196 vez(es)
  • Enviou: 32 vez(es)
  • +50/-16
Re: P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa
« Responder #60 em: Junho 18, 2019, 07:21:36 pm »
Afinal não há pod  ;D Porque se terá optado por esta solução quando hoje existem pods de reconhecimento fotográfico (visível e IV) de elevada resolução, que podem ser empregues em vários tipos de aeronaves?

@dc é um farol de busca para missões nocturnas.



O pod ia afectar a performance aerodinâmica em dogfight, algo perfeitamente compreensível!  :mrgreen:

Calculei que fosse um farol, mas não tendo a certeza, melhor sempre perguntar.  :G-beer2:
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 2327
  • Recebeu: 1114 vez(es)
  • Enviou: 616 vez(es)
  • +432/-154
Re: P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa
« Responder #61 em: Junho 18, 2019, 08:12:51 pm »
Isso de pods é com o "Ká-Cê" que poderá levar o Litening para certas missões...
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)
 

*

Red Baron

  • Membro
  • *
  • 238
  • Recebeu: 50 vez(es)
  • Enviou: 69 vez(es)
  • +75/-10
Re: P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa
« Responder #62 em: Junho 18, 2019, 08:13:30 pm »
Não dêem ideias a quem desgoverna isto!  :mrgreen:
É que se comprássemos isto, ficávamos muito mais bem servidos com mais C-295 MPA, esses sim são poucos e dava jeito virem também armados.  ::)

Tal como nas Esquadras de combate se pensa quase exclusivamente no F-35A, para substituto do P-3C CUP+ quem continua a recolher a maioria das preferências é o P-8 Poseidon. É uma valência que a FAP nunca mais quer perder depois do hiato ocorrido de praticamente uma década entre o abate do P2V-5 Neptune e a entrada ao serviço do P-3P Orion.

O MPA da Airbus, uma variante do A320 Neo designada por A320M3A (Modular Multi-Mission Aircraft), também deverá ser considerado pois trata-se de um conceito mais abrangente e bastante interessante.


Por acaso gostava que a Airbus desenvolve-se um A330 MPA.
Assim debaixo de numa plataforma podíamos ter AEW, transporte, abastecimento em voo e MPA.
 

*

Major Alvega

  • Perito
  • **
  • 505
  • Recebeu: 411 vez(es)
  • Enviou: 186 vez(es)
  • +220/-113
Re: P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa
« Responder #63 em: Junho 18, 2019, 11:02:48 pm »


O Poseidon dos "pobres". Apresentado hoje em Le Bourget baseado na plataforma do C-130J.
Um kit "roll on" que pode ser usado nos C-130J já existentes.
« Última modificação: Junho 18, 2019, 11:04:27 pm por Major Alvega »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Charlie Jaguar

*

dc

  • Especialista
  • ****
  • 1081
  • Recebeu: 196 vez(es)
  • Enviou: 32 vez(es)
  • +50/-16
Re: P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa
« Responder #64 em: Junho 18, 2019, 11:13:36 pm »
Mas para isso já temos os P-3, que com o upgrade das hélices NP2000 ficavam um mimo... No entanto gosto especialmente da calha dupla para os Harpoon, e dos Hellfire. Resta saber se os P-3 ou os P-8 poderão usar o mesmo. ::)

Acho que o substituto natural será o P-8, mas isto só lá para 2035, ou até mais tarde, consoante os upgrades que o P-3 leve ou não até lá... E mais uma vez, volta à baila a data 2035... vamos precisar de encontrar petróleo debaixo da Assembleia da Republica para pagar isto tudo.  :mrgreen:
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 2327
  • Recebeu: 1114 vez(es)
  • Enviou: 616 vez(es)
  • +432/-154
Re: P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa
« Responder #65 em: Junho 19, 2019, 09:45:25 am »


O Poseidon dos "pobres". Apresentado hoje em Le Bourget baseado na plataforma do C-130J.
Um kit "roll on" que pode ser usado nos C-130J já existentes.


Também já tinha lido. Conceito muito interessante para países com essa necessidade e menores recursos, mas que no entanto operam o C-130J como são os casos do Bangladesh e da Tunísia, por exemplo. ::)
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)
 

*

ocastilho

  • Membro
  • *
  • 44
  • Recebeu: 21 vez(es)
  • Enviou: 16 vez(es)
  • +18/-2
Re: P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa
« Responder #66 em: Junho 19, 2019, 09:51:52 am »


Também já tinha lido. Conceito muito interessante para países com essa necessidade e menores recursos, mas que no entanto operam o C-130J como são os casos do Bangladesh e da Tunísia, por exemplo. ::)

E para nós também, isto sim é o verdadeiro duplo-uso.
"Se servistes à pátria, que vos foi ingrata, vós fizestes o que devíeis, ela o que costuma."
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 2327
  • Recebeu: 1114 vez(es)
  • Enviou: 616 vez(es)
  • +432/-154
Re: P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa
« Responder #67 em: Junho 19, 2019, 10:07:34 am »


Também já tinha lido. Conceito muito interessante para países com essa necessidade e menores recursos, mas que no entanto operam o C-130J como são os casos do Bangladesh e da Tunísia, por exemplo. ::)

E para nós também, isto sim é o verdadeiro duplo-uso.

Não falei do nosso caso porque isso está obviamente fora de questão; primeiro, obviamente, porque com o rumo que as coisas estão a seguir é infelizmente cada vez mais remota a hipótese de ver o C-130J ao serviço da FAP. E depois, porque nós não somos um país pobre, talvez antes "pobre". Isto porque se quer tudo novo mesmo que não haja dinheiro para mandar cantar um cego (ou, como é o nosso caso, não haja vontade de dar dinheiro ao cego para ele cantar). ::)

Entre o abate do Neptune e a IOC dos P-3P, os C-130H efectuaram missões de patrulha marítima, ou melhor, vigilância marítima, mas eram notoriamente desadequados para essa missão o que levou a que se comprassem os P-3B ex-RAAF. Até há pouco tempo ainda constava como missão secundária dos Bisontes.

Na altura em que for necessário pensar a sério na substituição do P-3C CUP+ opções é o que não faltarão, e tendo em conta a nossa tradição e área de responsabilidade marítima optaremos por uma plataforma independente e polivalente como o P-8 ou a aeronave concorrente da Airbus, que também por essa altura deverão ter um custo mais acessível. O que interessa é que se elabore e contrate nos próximos anos o "MLU 2" do CUP+ para que este continue a ser relevante até 2035. ;)



P.S. A não ser que também venhamos a optar pelo "Sea Ká-Cê"...  ::)

« Última modificação: Junho 19, 2019, 10:10:43 am por Charlie Jaguar »
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)
 

*

ocastilho

  • Membro
  • *
  • 44
  • Recebeu: 21 vez(es)
  • Enviou: 16 vez(es)
  • +18/-2
Re: P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa
« Responder #68 em: Junho 19, 2019, 10:29:11 am »
Certamente, CJ. O meu comentário não era uma critica ao teu, antes um gozo aos sujeitos que passam a vida a falar em duplo-uso e depois quando há uma plataforma com efectivo duplo uso, assobiam para o lado.

Porque penso que para um pais como o nosso, quantas mais plataformas houver que consigam ser multi-missão melhor. Mas acho que aprendi o Português errado e "duplo-uso" para eles significa fazer as missões civis bem e as militares uma m*rda. :mrgreen:
"Se servistes à pátria, que vos foi ingrata, vós fizestes o que devíeis, ela o que costuma."
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: LM, Charlie Jaguar

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 2327
  • Recebeu: 1114 vez(es)
  • Enviou: 616 vez(es)
  • +432/-154
Re: P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa
« Responder #69 em: Junho 19, 2019, 10:42:47 am »
Certamente, CJ. O meu comentário não era uma critica ao teu, antes um gozo aos sujeitos que passam a vida a falar em duplo-uso e depois quando há uma plataforma com efectivo duplo uso, assobiam para o lado.
;)

É o novo jargão e disseminado ad nauseam pelos ignorantes da comunicação social para toda a Parvónia: duplo-uso. Que acaba por ser uso nenhum senão veja-se o caso do NavPol que não vê a luz do dia por mais promessas que se façam (e novenas com a Cristas). ::)


Mas acho que aprendi o Português errado e "duplo-uso" para eles significa fazer as missões civis bem e as militares uma m*rda. :mrgreen:

É a progressiva "Koalização" das Forças Armadas. :mrgreen:
« Última modificação: Junho 19, 2019, 11:41:26 am por Charlie Jaguar »
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF, Stalker79, ocastilho

*

Red Baron

  • Membro
  • *
  • 238
  • Recebeu: 50 vez(es)
  • Enviou: 69 vez(es)
  • +75/-10
Re: P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa
« Responder #70 em: Junho 19, 2019, 09:32:53 pm »


Também já tinha lido. Conceito muito interessante para países com essa necessidade e menores recursos, mas que no entanto operam o C-130J como são os casos do Bangladesh e da Tunísia, por exemplo. ::)

E para nós também, isto sim é o verdadeiro duplo-uso.

Não falei do nosso caso porque isso está obviamente fora de questão; primeiro, obviamente, porque com o rumo que as coisas estão a seguir é infelizmente cada vez mais remota a hipótese de ver o C-130J ao serviço da FAP. E depois, porque nós não somos um país pobre, talvez antes "pobre". Isto porque se quer tudo novo mesmo que não haja dinheiro para mandar cantar um cego (ou, como é o nosso caso, não haja vontade de dar dinheiro ao cego para ele cantar). ::)

Entre o abate do Neptune e a IOC dos P-3P, os C-130H efectuaram missões de patrulha marítima, ou melhor, vigilância marítima, mas eram notoriamente desadequados para essa missão o que levou a que se comprassem os P-3B ex-RAAF. Até há pouco tempo ainda constava como missão secundária dos Bisontes.

Na altura em que for necessário pensar a sério na substituição do P-3C CUP+ opções é o que não faltarão, e tendo em conta a nossa tradição e área de responsabilidade marítima optaremos por uma plataforma independente e polivalente como o P-8 ou a aeronave concorrente da Airbus, que também por essa altura deverão ter um custo mais acessível. O que interessa é que se elabore e contrate nos próximos anos o "MLU 2" do CUP+ para que este continue a ser relevante até 2035. ;)



P.S. A não ser que também venhamos a optar pelo "Sea Ká-Cê"...  ::)



Por acaso podíamos comprar os EP-3E ARIES II que a USAF vai retirar este ano e experimentar neles o futuro MLU aos CUP+. :mrgreen: :mrgreen:
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7308
  • Recebeu: 594 vez(es)
  • Enviou: 735 vez(es)
  • +79/-27
Re: P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa
« Responder #71 em: Junho 24, 2019, 07:16:43 pm »
Anda um P-8 a participar no Contex/Phibex?

« Última modificação: Junho 24, 2019, 07:17:06 pm por Lightning »
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 3034
  • Recebeu: 125 vez(es)
  • Enviou: 11 vez(es)
  • +122/-30
Re: P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa
« Responder #72 em: Junho 24, 2019, 07:31:36 pm »
Anda um P-8 a participar no Contex/Phibex?



Sim, espero que o nosso futuro MPA.

Quanto aos pods Litening, o C-130J também o usa, caso das unidadas da ANG e da RAAF.

Cumprimentos,
Artigo 308º

Traição à Pátria

Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:

a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 2327
  • Recebeu: 1114 vez(es)
  • Enviou: 616 vez(es)
  • +432/-154
Re: P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa
« Responder #73 em: Junho 25, 2019, 12:02:51 pm »
O único sistema de vigilância EO/IR a bordo é o MX-15HDi retráctil no nariz, equipado com 3 sensores diferentes: câmara TV de alta resolução; sensor IR e uma câmara de grande magnitude para pequenos detalhes (Spotter Scope). No ventre não há câmaras, apenas as do FLIR e portáteis operadas pelos tripulantes.

Conjunto de sensores do P-3C CUP+:



Na 601 fala-se que o contrato para o fornecimento do sistema FLIR MX-20D estará eventualmente assinado desde 2015, mas que terá sido alvo das cativações do sr. Centeno. Será esse o upgrade do P-3C na LPM? ::)

https://www.wescam.com/products-services/airborne-targeting/mx-20d/




P.S. O MX-20D, com a capacidade de designação de alvos activada, podia tornar o P-3C CUP+ num bombardeiro inteligente, tal como o Atlantique 2 que a Marinha Francesa já empregou desta forma no Sahel...

« Última modificação: Junho 25, 2019, 12:22:05 pm por Charlie Jaguar »
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)
 

*

ocastilho

  • Membro
  • *
  • 44
  • Recebeu: 21 vez(es)
  • Enviou: 16 vez(es)
  • +18/-2
Re: P-3 Orion na Força Aérea Portuguesa
« Responder #74 em: Junho 25, 2019, 12:48:56 pm »






P.S. O MX-20D, com a capacidade de designação de alvos activada, podia tornar o P-3C CUP+ num bombardeiro inteligente, tal como o Atlantique 2 que a Marinha Francesa já empregou desta forma no Sahel...



Mais um exemplo de que o verdadeiro duplo-uso não é tido em consideração e que o apregoado duplo-uso de que tanto falam é só areia para os olhos do povão.
"Se servistes à pátria, que vos foi ingrata, vós fizestes o que devíeis, ela o que costuma."
 

 

Equipa portuguesa que controlava o aerop. de Kabul regressa

Iniciado por PereiraMarques

Respostas: 4
Visualizações: 2590
Última mensagem Outubro 31, 2006, 07:46:01 pm
por Cabeça de Martelo
Acidentes na aviação militar portuguesa

Iniciado por mcalberto

Respostas: 0
Visualizações: 1133
Última mensagem Junho 28, 2016, 02:59:51 pm
por mcalberto
Açores: radares de defesa aérea a partir de 2011

Iniciado por pmdavila

Respostas: 18
Visualizações: 9146
Última mensagem Maio 20, 2008, 04:09:50 pm
por Lancero
FAP A-10 em treino na base aérea Monte Real

Iniciado por antoninho

Respostas: 93
Visualizações: 22442
Última mensagem Fevereiro 23, 2007, 06:19:12 am
por Nuno Bento
Desactivação da Base aérea nº 6 do Montijo

Iniciado por Mar Verde

Respostas: 364
Visualizações: 59567
Última mensagem Julho 18, 2019, 03:39:17 pm
por tenente