UE no Conselho da ONU.

  • 2 Respostas
  • 515 Visualizações
*

zocuni

  • Especialista
  • ****
  • 1057
  • Recebeu: 20 vez(es)
  • Enviou: 45 vez(es)
  • +26/-2
UE no Conselho da ONU.
« em: Fevereiro 13, 2019, 08:19:31 am »


O tema não é novo não sei se faz sentido contudo o tema voltou a ser assunto.Curioso ser o Giuseppe Conte a vir com esse tema de repente é mais uma artimanha devido a tensão entre Itália e França,estou a especular pois ao que parece para isso ocorrer a Grança teria de abdicar desse seu status e passa-lo para a UE mas aí ainda haveria o caso da legalidade de tal acto e se isso é contemplado na Carta das Naçoes Unidas,sinceramente de nada sei sobre o assunto.
O certo é que com o Braxit  apenas a França terá assento nesse conselho tao estratégico e importante na prática a Europa perde um voto nas decisoes.
Um vez que ja existe um esboço da criação de um exército europeu por certo essa medida seria uma evolução no processo de cada vez mais a UE actuar como bloco a todos os níveis.
O tema admito que seja fracionante eu mesmo não sei o que pensar no momento mas não deixa de ser um tema como outro qualuqer e que sempre é bom recolher diversas opiniões para enriquecer o tema.
zocuni
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Lusitan

*

Lusitan

  • Membro
  • *
  • 226
  • Recebeu: 54 vez(es)
  • Enviou: 58 vez(es)
  • +114/-5
  • Hic et Ubique
Re: UE no Conselho da ONU.
« Responder #1 em: Fevereiro 13, 2019, 10:37:00 am »


O tema não é novo não sei se faz sentido contudo o tema voltou a ser assunto.Curioso ser o Giuseppe Conte a vir com esse tema de repente é mais uma artimanha devido a tensão entre Itália e França,estou a especular pois ao que parece para isso ocorrer a Grança teria de abdicar desse seu status e passa-lo para a UE mas aí ainda haveria o caso da legalidade de tal acto e se isso é contemplado na Carta das Naçoes Unidas,sinceramente de nada sei sobre o assunto.
O certo é que com o Braxit  apenas a França terá assento nesse conselho tao estratégico e importante na prática a Europa perde um voto nas decisoes.
Um vez que ja existe um esboço da criação de um exército europeu por certo essa medida seria uma evolução no processo de cada vez mais a UE actuar como bloco a todos os níveis.
O tema admito que seja fracionante eu mesmo não sei o que pensar no momento mas não deixa de ser um tema como outro qualuqer e que sempre é bom recolher diversas opiniões para enriquecer o tema.

A França não está disponível para perder o seu lugar no Conselho de Segurança. Acordou, no entanto, apoiar a inclusão da Alemanha no Conselho de Segurança e o alargamento dos membros permanentes do Conselho de Segurança.

https://veja.abril.com.br/mundo/alemanha-pede-a-franca-que-de-sua-vaga-no-conselho-de-seguranca-a-ue/

https://www.dn.pt/lusa/interior/franca-propoe-que-conselho-de-seguranca-da-onu-tenha-mais-membros-permanentes-10254605.html

A Itália é como o irmão mais novo que quer ter os privilégios dos irmãos mais velhos, sem ter as responsabilidades dos mesmos, sendo sempre mais um factor de instabilidade do que um actor sério a nível internacional. Ainda me lembro de como pagavam aos talibans para não atacarem as suas forças em segredo, e quando foram substituídos pelos franceses não os avisaram do acordo. Os franceses foram apanhados de surpresa na primeira patrulha e morreram uma dezena de franceses.

https://web.archive.org/web/20100106004351/http://www.timesonline.co.uk/tol/news/world/Afghanistan/article6875376.ece



 

*

zocuni

  • Especialista
  • ****
  • 1057
  • Recebeu: 20 vez(es)
  • Enviou: 45 vez(es)
  • +26/-2
Re: UE no Conselho da ONU.
« Responder #2 em: Fevereiro 14, 2019, 09:29:57 am »
A França não está disponível para perder o seu lugar no Conselho de Segurança. Acordou, no entanto, apoiar a inclusão da Alemanha no Conselho de Segurança e o alargamento dos membros permanentes do Conselho de Segurança.

https://veja.abril.com.br/mundo/alemanha-pede-a-franca-que-de-sua-vaga-no-conselho-de-seguranca-a-ue/

https://www.dn.pt/lusa/interior/franca-propoe-que-conselho-de-seguranca-da-onu-tenha-mais-membros-permanentes-10254605.html

A Itália é como o irmão mais novo que quer ter os privilégios dos irmãos mais velhos, sem ter as responsabilidades dos mesmos, sendo sempre mais um factor de instabilidade do que um actor sério a nível internacional. Ainda me lembro de como pagavam aos talibans para não atacarem as suas forças em segredo, e quando foram substituídos pelos franceses não os avisaram do acordo. Os franceses foram apanhados de surpresa na primeira patrulha e morreram uma dezena de franceses.

https://web.archive.org/web/20100106004351/http://www.timesonline.co.uk/tol/news/world/Afghanistan/article6875376.ece

Eu vejo este tema vir à tona mais como uma birra da Itália devido às relações conturbadas entre ambos países.Quanto à legalidade disso ser possível pelo que li a Frana diz que não pode mas não li outras opiniões então vale o que vale.
Quabto à Alemanha fazer parte do conselho da ONU não concordo pois foi a potência invasora do último confronto mundial o mesmo se aplica ao Japão,não tem sentido algum.
Quabto ao alrgamento desse conselho não sou adepto de tal ideia.
O certo é que caso o Braxit ocorra a UE em termos de presença nesse conselho perde um voto e um direito de veto,de certa forma perde influência.
zocuni