Dúvida sobre o futuro

  • 8 Respostas
  • 394 Visualizações
*

SkippeR

  • Membro
  • *
  • 4
  • +0/-1
Dúvida sobre o futuro
« em: Fevereiro 07, 2019, 09:13:05 pm »
Sup,

Eu sou um aluno de ciências e tecnologias que está neste momento no 12º ano, pratico ginásio, crossfit, natação, atletismo há bastantes anos posso dizer que tenho um físico "robusto". Tenho media de 15.3 até ao momento. Fui ao Dia Nacional da defesa tentar esclarecer das MUITAS dúvidas que tinha, mas a confusão era muita e no fim não consegui colocar todas as minhas dúvidas e decidi falar neste fórum, onde poderá abrir uma discussão onde eu e toda gente no mesmo estado que eu vão estar interessados em ler. Como acima referido, eu tenho boas notas e tenho um bom físico, eu gostaria de ingressar numa força policial ou militar a Oficial, A minha "main question" é qual a diferença por exemplo da GIOE da gnr do GOE da PSP, porque é que o GOE faz mais ações enquanto é uma policia civil enquanto a GIOE é militar (supostamente fisicamente muito bem preparados) e tem curso de ranger etc..
Por exemplo se entrasse na AM(Academia militar) ou na ISCPSI(oficiais da policia i guess), e fizesse o curso durante os 5 anos e na AM, e depois ia para GNR e candidatava para GIOE(que implicaria curso de ranger 1º), e no caso da ISCPSI entrar nos GOE por exemplo... Quando estivesse pronto, qual era a nível Familiar, Social, etc.. a minha vida dai para a frente? Ia ser como nos filmes? Nunca estar com a família e amigos? Ter de abdicar da vida familiar para o trabalho? Qual na vossa opinião acerca da força policial OU militar que conjuga melhor a vida profissional com a da Família?
E por exemplo, porque é que a PSP tem mais "direitos" que a GNR, sendo a GNR militar e a Policiai civil? Sendo que acho uma Policia militar MUITO mais bem preparada na componente fisica, motora etc.. que uma civil.

Tenho mais duvidas, mas gostaria que me respondessem com factos verídicos. E por favor não venham com a típica historia do "Ainda nem entras-te já tas a pensar em sair" porque, sei que aquilo não é para fracos, sei que o duro na AM por vezes não são os treinos deles mas sim as Praxes durante a noite no 1º ano por exemplo.. Não me venham com conversas da treta ahahah

Anyway, como poderam perceber eu quero algo relacionado com OE´s, o que me aconselham seguir tenho tudo em aberto (AM, Escola Naval, AFA, ISCPSI, etc..)
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7162
  • Recebeu: 538 vez(es)
  • Enviou: 668 vez(es)
  • +47/-13
Re: Dúvida sobre o futuro
« Responder #1 em: Fevereiro 07, 2019, 10:53:56 pm »
Em relação às operações do GOE e do GIOE, se for em Portugal o território está dividido numa parte para a PSP (cidades) e numa parte para a GNR (vilas e aldeias), se em algum desses locais existir situações complicadas com reféns ou criminosos muito violentos, é certo que vão chamar a equipa OE respectiva da PSP ou da GNR consoante o sitio. Há noticias disso.

Em missões internacionais, ambas também tem feito, mas aqui já é bem diferente, enquanto o GIOE tem participado nas missões de paz que a GNR fez em Timor e Iraque. O GOE da PSP é a segurança de embaixadas em países de risco como Iraque, vários países de África ou seria agora na Venezuela.

Em relação à vida pessoal não sei responder, mas é normal estas pessoas terem vidas pessoais mais limitadas, não é um trabalho das 9 às 5, tem horários mais complicados, andar de um lado para o outro, mas acredito que em qualquer força seja PSP, GNR, Exército, a pessoa que esteja muitos anos nessa vida ou já tem a família "habituada", ou a pessoa chega a um ponto que quer "acalmar" e sai dos OE para uma função mais "das 9 às 5" para conciliar o trabalho com a família, mas também há muitos que é ao contrário, o "bichinho" entra, a adrenalina, e depois não sai, acredito que nessas equipas deve ter muitos divorciados.

Dos direitos entre GNR e PSP não tenho grandes conhecimentos sobre isso, mas os elementos da GNR são militares logo tem um estatuto que lhes impõe muitas obrigações, a PSP sei que são civis, mas como força de segurança também devem ter algo parecido em muitas coisas.

Não aconselho nenhum em particular, pois para mim todos tem valor, é uma questão de gosto pessoal, mas na AFA não há OEs, lá a elite são os Pilotos.
 

*

SkippeR

  • Membro
  • *
  • 4
  • +0/-1
Re: Dúvida sobre o futuro
« Responder #2 em: Fevereiro 07, 2019, 11:51:03 pm »
Citar
Em relação às operações do GOE e do GIOE, se for em Portugal o território está dividido numa parte para a PSP (cidades) e numa parte para a GNR (vilas e aldeias), se em algum desses locais existir situações complicadas com reféns ou criminosos muito violentos, é certo que vão chamar a equipa OE respectiva da PSP ou da GNR consoante o sitio. Há noticias disso.
Faz sentido, mas a nível de formação (não esquecer que o meu objetivo é Oficial) qual é a diferença a nível da formação? Pessoalmente acho que a GIOE tem maior flexibilidade, devido a fazer investigação etc.. Há milhares de noticias sobre os GOE e 2 ou 3 sobre a GIOE.. e acho estranho que em 2019 não haja muitas informações sobre algo na internet lmao

Citar
Em relação à vida pessoal não sei responder, mas é normal estas pessoas terem vidas pessoais mais limitadas, não é um trabalho das 9 às 5, tem horários mais complicados, andar de um lado para o outro, mas acredito que em qualquer força seja PSP, GNR, Exército, a pessoa que esteja muitos anos nessa vida ou já tem a família "habituada", ou a pessoa chega a um ponto que quer "acalmar" e sai dos OE para uma função mais "das 9 às 5" para conciliar o trabalho com a família, mas também há muitos que é ao contrário, o "bichinho" entra, a adrenalina, e depois não sai, acredito que nessas equipas deve ter muitos divorciados.
Isto é de tudo o que me "assusta", mesmo o GOE e a GIOE serem unidades de segurança interna (salvo erro), estão mais dentro do pais que fora (salvo erro 2x), o que eu ouvi falar da boca de um comandante da CTOE de Lamego é que um oficial comandante de lá, se tiver a vida bem organizada tem tempo para tudo mas eles parece que evitam falar da vida pessoal (o que acho normal)... Mas estas características do CTOE serão semelhantes á da GIOE ou GOE?
Tou com este assunto, porque acho que todas as pessoas quando decidem o seu futuro devem pensar na sua vida familiar e pessoal quando estiverem formados.

Citar
Dos direitos entre GNR e PSP não tenho grandes conhecimentos sobre isso, mas os elementos da GNR são militares logo tem um estatuto que lhes impõe muitas obrigações, a PSP sei que são civis, mas como força de segurança também devem ter algo parecido em muitas coisas.
Eu fico um bocado confuso quando fala-se em 2 forças de segurança num pais tão pequeno, e porque é que ambas tem uma rivalidade tão grande.. Na tua opinião qual é a força que prepara melhor os homens ou mulheres para o futuro( a nivel de conhecimento, prática, valores, princípios, etc..)?
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7162
  • Recebeu: 538 vez(es)
  • Enviou: 668 vez(es)
  • +47/-13
Re: Dúvida sobre o futuro
« Responder #3 em: Fevereiro 08, 2019, 07:45:13 am »
A PSP parece-me força de segurança pura, a GNR parece-me mais abrangente, de força de segurança, a operações quase militares, passando pelo GIPS onde existe variadíssimas capacidades.

As outras coisas não sei responder.
« Última modificação: Fevereiro 08, 2019, 07:46:41 am por Lightning »
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 8401
  • Recebeu: 724 vez(es)
  • Enviou: 1128 vez(es)
  • +55/-15
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Dúvida sobre o futuro
« Responder #4 em: Fevereiro 09, 2019, 09:39:29 pm »
Duro duro é andar na AM 4 anos para aprender a fazer a cama e a descascar a banana e a maçã de faca e garfo...

Isso é que eu não aguentava...

 :mrgreen:
« Última modificação: Fevereiro 09, 2019, 11:54:17 pm por HSMW »
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

SkippeR

  • Membro
  • *
  • 4
  • +0/-1
Re: Dúvida sobre o futuro
« Responder #5 em: Fevereiro 10, 2019, 02:40:49 pm »
Pelas dezenas de cadetes que eu ouvi falar, dizem que lá dentro aquilo é muito duro durante os 5/6 anos, principalmente nos 2 primeiros, portanto como é que podes afirmar o contrário? E pelo que pesquisei aqueles que entram na AM, e por exemplo depois vão tirar o curso de OE em Lamego, só tem uma taxa de 5% de reprovação que contrariamente aqueles que fazem o curso sem qualquer tipo de experiência (praças) 70 a 80% chumba. Se me pudesses explicar o porquê de disseres isso agradecia.

E nas minhas questões acima que ficaram por responder alguém que consiga responder?
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14644
  • Recebeu: 864 vez(es)
  • Enviou: 840 vez(es)
  • +104/-100
Re: Dúvida sobre o futuro
« Responder #6 em: Fevereiro 16, 2019, 12:25:35 pm »
A minha "main question" é qual a diferença por exemplo da GIOE da gnr do GOE da PSP, porque é que o GOE faz mais ações enquanto é uma policia civil enquanto a GIOE é militar (supostamente fisicamente muito bem preparados) e tem curso de ranger etc..

O GOE foi criado no seio da PSP nos anos 80, depois do Comandante da GNR ter-se recusado a que uma unidade dessas fosse criada na sua instituição. O primeiro curso era basicamente o mesmo curso que qualquer militar Britânico faz quando tenta entrar para o 22º SAS e como tal os instrutores eram Britânicos. Depois de muitas décadas em que o GOE era a única unidade com o tamanho e capacidade para fazer operações de alguma envergadura, a GNR passou o seu Pelotão de Operações Especiais a Companhia e posteriormente a Grupo com os recursos humanos e materiais a acompanhar esse aumento de importância. Se a UEP/GOE está encarregue da protecção das nossas Embaixadas no estrangeiro em caso de necessidade e por isso ter sido utilizado para várias missões de evacuação de nacionais de países em conflito, o GIOE já participou em várias missões de Manutenção/Imposição de paz (Iraque, Timor, etc).

Se pensas que o Curso de Operações Especiais do GOE é mais fácil que o Curso de Contraterrorismo do GIOE... não é.

Penso que os únicos que fazem o COE/QP do CTOE são os Oficiais, já que os restantes fazem isso sim o CCT.

Citar
Por exemplo se entrasse na AM(Academia militar) ou na ISCPSI(oficiais da policia i guess), e fizesse o curso durante os 5 anos e na AM, e depois ia para GNR e candidatava para GIOE(que implicaria curso de ranger 1º), e no caso da ISCPSI entrar nos GOE por exemplo... Quando estivesse pronto, qual era a nível Familiar, Social, etc.. a minha vida dai para a frente? Ia ser como nos filmes? Nunca estar com a família e amigos? Ter de abdicar da vida familiar para o trabalho? Qual na vossa opinião acerca da força policial OU militar que conjuga melhor a vida profissional com a da Família?
E por exemplo, porque é que a PSP tem mais "direitos" que a GNR, sendo a GNR militar e a Policiai civil? Sendo que acho uma Policia militar MUITO mais bem preparada na componente fisica, motora etc.. que uma civil.

A vida de um Oficial de uma dessas unidades deve ser bastante mais "dinâmica" que a de um que esteja a comandar um posto qualquer da PSP/GNR. Se queres um trabalhinho das 9 às 5, nem penses em ir para uma unidade dessas.

Em relação à PSP versus GNR escuso-me de comentar, mas estás a anos luz da verdade. Tens desde o Guarda/Agente com barriguinha ao todo "bombado". 
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

SkippeR

  • Membro
  • *
  • 4
  • +0/-1
Re: Dúvida sobre o futuro
« Responder #7 em: Fevereiro 17, 2019, 12:42:20 am »
Citar
A vida de um Oficial de uma dessas unidades deve ser bastante mais "dinâmica" que a de um que esteja a comandar um posto qualquer da PSP/GNR. Se queres um trabalhinho das 9 às 5, nem penses em ir para uma unidade dessas.

Em relação à PSP versus GNR escuso-me de comentar, mas estás a anos luz da verdade. Tens desde o Guarda/Agente com barriguinha ao todo "bombado". 

Se eu penso UM DIA  entrar numa unidade dessas implica que saiba que não é um "trabalhinho" das 9 ás 5, mas já que pareces informado sobre o assunto, mesmo numa unidade destas é possível ter uma vida pessoal e familiar saudável? É que na minha opinião quanto mais sucesso tivermos na nossa vida privada melhor serão desempenhadas as funções profissionais.. e não faz sentido estas unidades retirarem a vida privada aos seus efetivos, epá não sei

Em relação há PSP vs GNR, há assim tanta história em relação as duas? É que eu tenho um ponto de vista um bocado superficial, os militares não estão supostamente mais aptos fisicamente quer psicologicamente para situações difíceis que um civil que está numa força policial? Qual a vantagem de uma policial em relação a uma força militar?
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7162
  • Recebeu: 538 vez(es)
  • Enviou: 668 vez(es)
  • +47/-13
Re: Dúvida sobre o futuro
« Responder #8 em: Fevereiro 17, 2019, 10:19:33 am »
Skipper isso da vida privada imagina o seguinte, tás numa dessas equipas GOE ou GIOE etc, é um dia especial para ti, o teu filho faz anos, é o aniversário de casamento com a tua mulher, etc, já tens tudo organizado para nesse dia às 5 ires para casa pois é dia de festa. Até que pelas 20 ou 21h ligam-te do serviço pois algum dos teus colegas de serviço ficou doente do jantar, ou caiu das escadas e aleijou-se, qualquer treta assim, tens que largar tudo e avançar tu para o substituir, o que fazes?

Eu que não sou nada de "especiais" e já me chamaram para o serviço no 24 de Dezembro à noite, para estar na base no 25 de Dezembro as 9h porque a pessoa que ia fazer esse serviço ficou doente e estava no hospital e eu era o reserva, em muitos anos foi só uma vez, mas aconteceu.

É com este tipo de cenários que tens que estar mentalizado.
« Última modificação: Fevereiro 17, 2019, 10:26:26 am por Lightning »
 

 

Dúvida de condição de ingresso

Iniciado por Rebolt

Respostas: 66
Visualizações: 44874
Última mensagem Dezembro 16, 2016, 07:16:40 pm
por raphael
Forças Operacionais (Dúvida)

Iniciado por dtread

Respostas: 34
Visualizações: 16832
Última mensagem Outubro 02, 2007, 09:45:30 am
por dtread