Leonardo AW119 Mk.II Koala na FAP

  • 248 Respostas
  • 18258 Visualizações
*

MATRA

  • Membro
  • *
  • 142
  • Recebeu: 31 vez(es)
  • Enviou: 260 vez(es)
  • +12/-2
Re: Leonardo AW119 Mk.II Koala na FAP
« Responder #15 em: Fevereiro 12, 2019, 03:44:37 pm »
Realmente veio bem equipado para SAR, mesmo sem FLIR, e para missões costeiras tem tamanho mais que suficiente, o 101 é que era completamente desproporcional em algumas das situações costeiras dos últimos anos. Era vê-los a pairar em busca de pessoal que se tinha afogado etc.

Também me custa ver a fonte o o tamanho da Força Aeria Portuguesa na lateral, podiam simplificar como os amérias e colocar FAP , mas depois ia-mos ter a questão do que representa noutras línguas  :mrgreen:
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 2291
  • Recebeu: 1085 vez(es)
  • Enviou: 569 vez(es)
  • +290/-90
Re: Leonardo AW119 Mk.II Koala na FAP
« Responder #16 em: Fevereiro 12, 2019, 04:25:03 pm »
Também me custa ver a fonte o o tamanho da Força Aeria Portuguesa na lateral, podiam simplificar como os amérias e colocar FAP , mas depois ia-mos ter a questão do que representa noutras línguas  :mrgreen:

"FAP" em Inglês suponho eu, não é? Que mente tão perversa... :mrgreen:

Quer a fonte escolhida, quer o tamanho da mesma parecem um pouco ao lado, para ser sincero. Talvez seja o caso de, mais tarde, se acertarem ambas já em Portugal aquando das primeiras grandes manutenções, afinal não seria a primeira vez que tal aconteceria.  ;)

Vou voltar a um assunto lateral e já muito aqui discutido anteriormente, mas que com a confirmação da pintura cinza no Koala se impõe: neste momento na FAP a única aeronave que ainda enverga o tradicional esquema SEA é o EH-101 Merlin, tendo tudo o resto passado para vários cinza NATO de baixa visibilidade. Que saiba não está para breve ou para já sequer pensada a adopção de um esquema similar no Merlin, até devido à eficácia do SEA em território nacional aquando de missões de transporte táctico. Mas será que durará para sempre? Confesso que o EH-101 pintado de cinzento não é assim lá muito atraente por muito eficaz que o low-viz seja.  :-\

Merlin HC.4 Commando da Royal Navy, ex HC.3 da Royal Air Force


« Última modificação: Fevereiro 12, 2019, 04:36:04 pm por Charlie Jaguar »
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 2587
  • Recebeu: 1041 vez(es)
  • Enviou: 2241 vez(es)
  • +276/-5
Re: Leonardo AW119 Mk.II Koala na FAP
« Responder #17 em: Fevereiro 12, 2019, 05:13:44 pm »
Eles até aversão a helicópteros têm. Basta ver as prioridades nos últimos 15, 20, 30 anos e comparar os rácios de helis noutras  FFAA de países com dimensões e recursos semelhantes. Se incluirmos na equação as FS e de protecção civil ainda piora mais a coisa.
Everyone you will ever meet knows something that you don't.
- Bill Nye
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Charlie Jaguar, tenente, jorgeshot1, MATRA

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 3404
  • Recebeu: 1527 vez(es)
  • Enviou: 587 vez(es)
  • +252/-9
Re: Leonardo AW119 Mk.II Koala na FAP
« Responder #18 em: Fevereiro 12, 2019, 06:42:56 pm »
Eles até aversão a helicópteros têm. Basta ver as prioridades nos últimos 15, 20, 30 anos e comparar os rácios de helis noutras  FFAA de países com dimensões e recursos semelhantes. Se incluirmos na equação as FS e de protecção civil ainda piora mais a coisa.

Ora nem mais, no caso da NZ, a Marinha tem onze navios e opera oito Seasprite de um total de dez unidades recebidas da Austrália, o Exército e a Força Aérea possuem oito NH90 e cinco aw109, total 23 Helis para umas Forças de Defesa de cerca de 9500 elementos.







As nossas FFAA com cerca de 28.000 elementos, quase o triplo do efectivo das FD da Nova Zelândia, apenas possuem 22 Helis !!










Está tudo dito !!

Abraços
« Última modificação: Fevereiro 12, 2019, 07:16:29 pm por tenente »
 

*

raphael

  • Especialista
  • ****
  • 1188
  • Recebeu: 179 vez(es)
  • Enviou: 154 vez(es)
  • +28/-2
Re: Leonardo AW119 Mk.II Koala na FAP
« Responder #19 em: Fevereiro 12, 2019, 07:03:45 pm »
Uma coisa é possui-los outra é tê-los em condições de vôo e outra ainda é ter tripulações completas para operá-los...ou seja 22 de existências...falta saber quantos efetivamente úteis...
Um abraço
Raphael
__________________
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 3404
  • Recebeu: 1527 vez(es)
  • Enviou: 587 vez(es)
  • +252/-9
Re: Leonardo AW119 Mk.II Koala na FAP
« Responder #20 em: Fevereiro 12, 2019, 07:08:12 pm »
Uma coisa é possui-los outra é tê-los em condições de vôo e outra ainda é ter tripulações completas para operá-los...ou seja 22 de existências...falta saber quantos efetivamente úteis...

No que respeita a Portugal nem quinze helis terás operacionais, uns dois ALIII por MNT/Fim de vida, uns três Lynx por MLU e ainda mais uns três 101 por falta de tripulação.
Quanto aos Kiwis, penso que estão um pouco melhor que nós.
 

*

Major Alvega

  • Perito
  • **
  • 478
  • Recebeu: 375 vez(es)
  • Enviou: 165 vez(es)
  • +171/-103
Re: Leonardo AW119 Mk.II Koala na FAP
« Responder #21 em: Fevereiro 12, 2019, 09:36:58 pm »
 Aquilo a dizer "Força Aérea Portuguesa" estilo furgão de firma comercial é do mais ordinário e grosseiro que vi até hoje numa aeronave militar nacional, muito sinceramente. A sobriedade, sentido estético e bom senso parece coisa do passado. Temos as principais instituições do Estado num estado deplorável com gente à sua frente completamente impreparada e sem noção do ridículo.
Olhem por exemplo os AW109 da RNZAF. Custava alguma coisa?

 Estes 5 (esqueçam a opção do 6º) como referi atrás vão ser pau para toda a obra e vão usá-lo para tudo e mais alguma coisa como fosse um heli biturbina de maior capacidade. O AW119Kx e não "Koala Mk.2" (essa designação já não existe há muito - é uma designação inventada pelo pobre "tuga" e que por estupidez "colou") é um bom heli para instrução, pode transportar pontualmente um baldinho "bambi" e ponto final, acaba aí. O resto são apenas delírios...
« Última modificação: Fevereiro 12, 2019, 10:16:57 pm por Major Alvega »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF

*

Castro Santos

  • Membro
  • *
  • 9
  • Recebeu: 5 vez(es)
  • +0/-0
Re: Leonardo AW119 Mk.II Koala na FAP
« Responder #22 em: Fevereiro 13, 2019, 12:31:02 am »
Também me custa ver a fonte o o tamanho da Força Aeria Portuguesa na lateral, podiam simplificar como os amérias e colocar FAP , mas depois ia-mos ter a questão do que representa noutras línguas  :mrgreen:

"FAP" em Inglês suponho eu, não é? Que mente tão perversa... :mrgreen:

Quer a fonte escolhida, quer o tamanho da mesma parecem um pouco ao lado, para ser sincero. Talvez seja o caso de, mais tarde, se acertarem ambas já em Portugal aquando das primeiras grandes manutenções, afinal não seria a primeira vez que tal aconteceria.  ;)

Vou voltar a um assunto lateral e já muito aqui discutido anteriormente, mas que com a confirmação da pintura cinza no Koala se impõe: neste momento na FAP a única aeronave que ainda enverga o tradicional esquema SEA é o EH-101 Merlin, tendo tudo o resto passado para vários cinza NATO de baixa visibilidade. Que saiba não está para breve ou para já sequer pensada a adopção de um esquema similar no Merlin, até devido à eficácia do SEA em território nacional aquando de missões de transporte táctico. Mas será que durará para sempre? Confesso que o EH-101 pintado de cinzento não é assim lá muito atraente por muito eficaz que o low-viz seja.  :-\

Merlin HC.4 Commando da Royal Navy, ex HC.3 da Royal Air Force


Na minha opinião o merlin ficava bem todo verde

https://www.rediff.com/news/report/slide-show-1-defence-news-faq-all-about-the-vvip-helicopter-scam/20140206.htm


preto também não fica mal

https://theaviationist.com/2017/03/08/aw101-merlin-helicopter-a-prospective-sar-platform-for-the-polish-navy/



Mas existem planos para mudar para o cinza?
Porque na pintura actual ele é branco por baixo?
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 2965
  • Recebeu: 110 vez(es)
  • Enviou: 10 vez(es)
  • +81/-20
Re: Leonardo AW119 Mk.II Koala na FAP
« Responder #23 em: Fevereiro 13, 2019, 11:00:12 am »
Aquilo a dizer "Força Aérea Portuguesa" estilo furgão de firma comercial é do mais ordinário e grosseiro que vi até hoje numa aeronave militar nacional, muito sinceramente. A sobriedade, sentido estético e bom senso parece coisa do passado. Temos as principais instituições do Estado num estado deplorável com gente à sua frente completamente impreparada e sem noção do ridículo.
Olhem por exemplo os AW109 da RNZAF. Custava alguma coisa?

 Estes 5 (esqueçam a opção do 6º) como referi atrás vão ser pau para toda a obra e vão usá-lo para tudo e mais alguma coisa como fosse um heli biturbina de maior capacidade. O AW119Kx e não "Koala Mk.2" (essa designação já não existe há muito - é uma designação inventada pelo pobre "tuga" e que por estupidez "colou") é um bom heli para instrução, pode transportar pontualmente um baldinho "bambi" e ponto final, acaba aí. O resto são apenas delírios...

Eu já tinha dito isso aqui quando vi a primeira foto. O mesmo se passa com os c 295 c130 e p 3

Fica muito azeiteiro, mas é o que temos !
Artigo 308º

Traição à Pátria

Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:

a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6700
  • Recebeu: 262 vez(es)
  • Enviou: 185 vez(es)
  • +109/-0
Re: Leonardo AW119 Mk.II Koala na FAP
« Responder #24 em: Fevereiro 13, 2019, 11:19:02 am »
Se calhar os dizeres FORÇA AÉREA PORTUGUESA é para fazer pirraça ao Exército  :mrgreen: ...tipo "nós temos helis novos e vocês não"  :banana: :banana: :banana:
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 2291
  • Recebeu: 1085 vez(es)
  • Enviou: 569 vez(es)
  • +290/-90
Re: Leonardo AW119 Mk.II Koala na FAP
« Responder #25 em: Fevereiro 13, 2019, 11:44:27 am »
Se calhar os dizeres FORÇA AÉREA PORTUGUESA é para fazer pirraça ao Exército  :mrgreen: ...tipo "nós temos helis novos e vocês não"  :banana: :banana: :banana:

Mauzinho pá!  :mrgreen:

São normas NATO que nós não estávamos a cumprir, somente nos Falcon 50. Dada a natureza cada vez mais conjunta das acções da Aliança Atlântica, mas também as missões no estrangeiro ao serviço da UE, UN e UEO - e com a adopção progressiva dos esquemas cinza de baixa visibilidade - decidiu-se começar a aplicar o título "Força Aérea Portuguesa" em letras negras em quase todas as aeronaves de uso táctico para que haja uma clara identificação do seu operador.

Nos Alouette III e EH-101 Merlin não será aplicada por razões distintas (um porque está prestes a chegar ao fim da sua vida útil, o outro porque deverá manter por enquanto o esquema SEA), e nos F-16 já foi pensado mas rapidamente se chegou à conclusão de que não é necessário, tal como acontece com os aparelhos dos nossos congéneros da EPAF e USAF.

Em relação ao Koala, creio que tanto as letras como a Cruz de Cristo são de dimensões superiores às adequadas e regulamentadas, e que após a chegada a Portugal, ou pelo menos no decurso da primeira grande revisão, isso será corrigido.
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 3404
  • Recebeu: 1527 vez(es)
  • Enviou: 587 vez(es)
  • +252/-9
Re: Leonardo AW119 Mk.II Koala na FAP
« Responder #26 em: Fevereiro 13, 2019, 12:01:43 pm »
Mais uma foto do 119




Abraços
 

*

Major Alvega

  • Perito
  • **
  • 478
  • Recebeu: 375 vez(es)
  • Enviou: 165 vez(es)
  • +171/-103
Re: Leonardo AW119 Mk.II Koala na FAP
« Responder #27 em: Fevereiro 13, 2019, 01:11:26 pm »
Aquilo a dizer "Força Aérea Portuguesa" estilo furgão de firma comercial é do mais ordinário e grosseiro que vi até hoje numa aeronave militar nacional, muito sinceramente. A sobriedade, sentido estético e bom senso parece coisa do passado. Temos as principais instituições do Estado num estado deplorável com gente à sua frente completamente impreparada e sem noção do ridículo.
Olhem por exemplo os AW109 da RNZAF. Custava alguma coisa?

 Estes 5 (esqueçam a opção do 6º) como referi atrás vão ser pau para toda a obra e vão usá-lo para tudo e mais alguma coisa como fosse um heli biturbina de maior capacidade. O AW119Kx e não "Koala Mk.2" (essa designação já não existe há muito - é uma designação inventada pelo pobre "tuga" e que por estupidez "colou") é um bom heli para instrução, pode transportar pontualmente um baldinho "bambi" e ponto final, acaba aí. O resto são apenas delírios...

Eu já tinha dito isso aqui quando vi a primeira foto. O mesmo se passa com os c 295 c130 e p 3

Fica muito azeiteiro, mas é o que temos !

No C-130, C295 ou mesmo no obsoleto e recauchutado Falcon não me choca e não compromete. Porque a designação está com uma fonte sóbria e com a sua dimensão e proporcionalidade adequada como vemos em outras aeronaves congéneres da NATO.

Agora no Có-Ala Mk.2 aquilo é pura e simplesmente uma aberração e de um amadorismo confrangedor. Deve ter sido o mesmo indíviduo que fez aquela pintura no Alouette a verde-alface, amarelo vivo e vermelho que parece um heli dos Camarões ou do Senegal. Agora podemos arranjar todo o tipo de desculpas esfarrapadas e incríveis para justificar aquilo que é injustificável que isso nunca irá alterar a realidade.
Toda a razão: é o que temos e com tendência para pior...
« Última modificação: Fevereiro 13, 2019, 01:14:53 pm por Major Alvega »
 

*

Crypter

  • Especialista
  • ****
  • 1094
  • Recebeu: 174 vez(es)
  • Enviou: 186 vez(es)
  • +22/-5
Re: Leonardo AW119 Mk.II Koala na FAP
« Responder #28 em: Fevereiro 13, 2019, 02:41:57 pm »
Citação de: Major Alvega

No C-130, C295 ou mesmo no obsoleto e recauchutado Falcon não me choca e não compromete. Porque a designação está com uma fonte sóbria e com a sua dimensão e proporcionalidade adequada como vemos em outras aeronaves congéneres da NATO.

Agora no Có-Ala Mk.2 aquilo é pura e simplesmente uma aberração e de um amadorismo confrangedor. Deve ter sido o mesmo indíviduo que fez aquela pintura no Alouette a verde-alface, amarelo vivo e vermelho que parece um heli dos Camarões ou do Senegal. Agora podemos arranjar todo o tipo de desculpas esfarrapadas e incríveis para justificar aquilo que é injustificável que isso nunca irá alterar a realidade.
Toda a razão: é o que temos e com tendência para pior...

Credo homem.. tu deves ser engraçado nas festas..
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 2291
  • Recebeu: 1085 vez(es)
  • Enviou: 569 vez(es)
  • +290/-90
Re: Leonardo AW119 Mk.II Koala na FAP
« Responder #29 em: Fevereiro 13, 2019, 03:03:45 pm »
Aquilo a dizer "Força Aérea Portuguesa" estilo furgão de firma comercial é do mais ordinário e grosseiro que vi até hoje numa aeronave militar nacional, muito sinceramente. A sobriedade, sentido estético e bom senso parece coisa do passado. Temos as principais instituições do Estado num estado deplorável com gente à sua frente completamente impreparada e sem noção do ridículo.
Olhem por exemplo os AW109 da RNZAF. Custava alguma coisa?

 Estes 5 (esqueçam a opção do 6º) como referi atrás vão ser pau para toda a obra e vão usá-lo para tudo e mais alguma coisa como fosse um heli biturbina de maior capacidade. O AW119Kx e não "Koala Mk.2" (essa designação já não existe há muito - é uma designação inventada pelo pobre "tuga" e que por estupidez "colou") é um bom heli para instrução, pode transportar pontualmente um baldinho "bambi" e ponto final, acaba aí. O resto são apenas delírios...

Eu já tinha dito isso aqui quando vi a primeira foto. O mesmo se passa com os c 295 c130 e p 3

Fica muito azeiteiro, mas é o que temos !

No C-130, C295 ou mesmo no obsoleto e recauchutado Falcon não me choca e não compromete. Porque a designação está com uma fonte sóbria e com a sua dimensão e proporcionalidade adequada como vemos em outras aeronaves congéneres da NATO.

E tens razão porque não é mesmo a fonte Amarillo USAF que costumamos utilizar. É por isso que julgo que tanto a fonte como as suas dimensões serão alteradas dentro em breve ou num futuro próximo. A própria Cruz de Cristo não aparenta ter as proporções correctas.

A questão da alteração do número inicial da matrícula também ainda não foi explicado (passa-se do 196xx do Merlin para o 297xx nos Koalas), ficando assim por saber se é uma modificação exclusiva para os helicópteros ou se é geral e aplicável a todas as futuras aeronaves militares portuguesas.
« Última modificação: Fevereiro 13, 2019, 03:08:22 pm por Charlie Jaguar »
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)