O Reapetrechamento da Marinha

  • 50 Respostas
  • 4529 Visualizações
*

FoxTroop

  • Investigador
  • *****
  • 1388
  • Recebeu: 239 vez(es)
  • Enviou: 162 vez(es)
  • +24/-115
Re: O Reapetrechamento da Marinha
« Responder #15 em: Dezembro 31, 2018, 06:15:21 pm »
O artigo do CM tem várias imprecisões ou enganos.

 1º Os sistemas das VdG não vão ficar obsoletos. Já estão obsoletos.

Concordo em absoluto.


 2º Não vai haver como se sabe qualquer modernização efectiva nos sensores nas BD. Mas sim apenas uma revisão e os sensores ficam os mesmos. Mesmo as BD depois dessa pseudo-modernização ficarão logo obsoletas. Porque objectivamente não há modernização. Um exemplo de modernização verdadeira é aquilo que os neo-zelandeses estão a efectuar no Canadá ás suas fragatas MEKO.


Como se sabe?!! Interessante essa… Essa sapiência é baseada em quê? Tem acesso a alguma informação interna que mais ninguém tem, mesmo entre aqueles que estão "na casa"? Podemos e devemos supor e discutir muita coisa aqui mas factos que é bom…. nada.

 Estamos a lidar com os mais refinados aldrabões e trapaceiros do regime, tanto o poder político como as chefias militares que em 40 anos de regime maçon-abrileiro, desmantelaram uma das mais importantes instituições da nossa História com mais de 600 anos.

Essa canalhada é sancionada por este povo mais de dormente. Perdi a conta às intermináveis horas que perdi/investi (?) a explicar a obtusos lavados pelos "fazedores de opinião" que pululam nos nossos meios de comunicação social, da necessidade das FA, dos submarinos dos F-16, etc, etc. A parte que interessa é que, na maioria esmagadora dos casos, o pessoal compreendeu e passou a ter outra perspetiva sobre as FA. O que não ajuda nada é os mamíferos parasitários que pululam nas FA e FS, virem para a rua protestar por ordenados em vez de equipamentos, treino e pessoal. Para o civiloide a 600/700€ por mês, é quase como cuspirem-lhe na cara.

 Dois submarinos mesmo actualmente modernos não contam para nada. Que é a mesma coisa de ter só um ou nenhum.


Sempre são dois mas nem sequer discuto que no mínimo dos mínimos deveriam ser 3 e o ideal seriam 6.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44, NVF, jorgeshot1, Claust

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 8333
  • Recebeu: 709 vez(es)
  • Enviou: 1066 vez(es)
  • +42/-9
    • http://youtube.com/HSMW
Re: O Reapetrechamento da Marinha
« Responder #16 em: Janeiro 05, 2019, 01:13:23 pm »


Citar
Marinha de Guerra Portuguesa presente e Futuro

Parto do princípio de que a compra das duas fragatas classe M "Karel Doorman" em segunda mão foi a melhor solução de momento para a Armada Portuguesa. Felizmente superou-se aquela situação em que estávamos em vias de aceitar como mendigos a sucata americana. Foi uma boa compra, se funcionarmos como o Governo português funciona.
Gostava apenas de fazer uma reflexão com horizontes mais amplos, que aliás por obrigação deviam ser os da responsabilidade governamental.
Numa altura em que se receava, e bem, que a nossa armada ficasse reduzida às três Meko, aquela compra veio repor o efectivo mínimo de cinco fragatas, com todas as boas condições de similitude quanto à manutenção. Isto, se não pensarmos em que vieram reforçar "mais do mesmo"...

Que são excelentes navios, belos nas qualidades de mar, satisfatórios como plataformas de guerra naval, ninguém nega. Antes pelo contrário. Só que nos magoa um pouco serem opções de segunda, para uma pátria de marinheiros que somos. Sabe a muito pouco...
Quando a nossa marinha tinha duas fragatas inúteis, quais eram as "João Belo", que tinham cumprido mais do que lhes tinha sico pedido, e se pretendia muito mais, isso não levou a que alguém pensasse como devia ser.
Continuou-se a ambicionar um NAVPOL desmesurado, sempre adiado, e que nada correspondia às nossas necessidades: ora vejam bem se precisamos de transportar um batalhão de fuzileiros e para onde... É uma visão neo-imperialista sem cabimento.

Nessa altura devia ter-se pensado mais realisticamente em necessidades pontuais e ocasionais numa dimensão mais reduzida (talvez uma companhia...).
E então dois navios da classe Absalon, pelo mesmo custo, podiam perfeitamente resolver o problema. Acentuando-se que, em condições de ameaças desiguais, melhor podiam acorrer às situações. Para além disso, são navios aptos a socorrer em casos de catástrofes naturais e que podem trazer uma unidade hospitalar no seu amplo deck.
A nossa marinha, em vez de um navio do género, bem podia ter dois.

Quase pelo mesmo preço, podíamos ter comprado dois navios destes, os quais também têm meios de auto-defesa, se fosse caso disso.
Atingido esse patamar, poder-se-ia pensar então na substituição das nossas Meko-200 (que talvez pudessem ser vendidas, por exemplo, à Turquia), encomendando-se três fragatas daquelas dinamarqueses, com radares APAR e SMART-L, mísseis ESSM e Standard SM-2, etc.
Bastava ter havido, entre nós. um pouco de visão de futuro!...

https://www.facebook.com/Centristnav/photos/a.289335204427084/2554223201271595/?type=3&theater
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

jpthiran

  • Membro
  • *
  • 234
  • Recebeu: 57 vez(es)
  • Enviou: 77 vez(es)
  • +7/-9
Re: O Reapetrechamento da Marinha
« Responder #17 em: Janeiro 05, 2019, 01:31:23 pm »
...muito bom essa referência às Absalon - já ganhei o dia ... sempre achei que era mais disso que precisávamos!...
 

*

Stalker79

  • Perito
  • **
  • 552
  • Recebeu: 90 vez(es)
  • Enviou: 629 vez(es)
  • +11/-8
Re: O Reapetrechamento da Marinha
« Responder #18 em: Janeiro 19, 2019, 09:25:12 pm »
"2028 substituição do Bérrio"!!! Tou pra ver o Bérrio a chegar lá por um canudo!!



 :rir:
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 2724
  • Recebeu: 1090 vez(es)
  • Enviou: 329 vez(es)
  • +81/-5
Re: O Reapetrechamento da Marinha
« Responder #19 em: Janeiro 19, 2019, 11:47:00 pm »
"2028 substituição do Bérrio"!!! Tou pra ver o Bérrio a chegar lá por um canudo!!



 :rir:

Só prova que os políticos nos mentem diariamente. Com que então a substituição do Bérrio só em  2028, daqui a nove anos para um navio que hoje tem cinquenta anos, é esticar a corda em demasia, demonstra bem a consideração que os políticos tem pelos militares !!
Navios a serem substituídos quando tem sessenta anos, nem nos países mais pobres do mundo se exige tanto dos seus meios militares !!

este artigo da Janes, mencionava que a substituição do Bérrio seria entre 2020 e 2022, mais uma mentirinha de uma alta chefia militar, por acaso não é o actual CEMA ??
Então se o navio é uma das maiores prioridades da Marinha, ainda se vai esperar mais nove anos para tal substituição ????

https://www.janes.com/images/assets/120/71120/Fleet_regeneration_Portugal_shapes_up_a_modern__balanced_fleet.pdf

Logistics and support

Alongside the continuation of the OPV project, the Portuguese Navy's other top priority is the acquisition of a new auxiliary replenishment oiler (AOR) to replace its in-service AOR, NRP Berrio. The AOR was originally commissioned into service with the UK Royal Navy (RN) in 1970 and then purchased from the UK's Royal Fleet Auxiliary (RFA) in March 1993.
"We have begun studies regarding the new tanker, with the possibility of replacing Berrio in the 2021/2022 timeframe," Vice Adm Mendes Calado said.
With various European navies currently replacing AORs under fleet renewal programmes, the Portuguese Navy is also looking for opportunities to join a construction programme, "which could give us gains of scale and synergies in terms of future support of those ships", Vice Adm Mendes Calado said. With this in mind, the navy has been in discussions with the RN, as well as the German, Dutch, and Spanish navies. "We've been speaking with each other, trying to find out which programmes they will carry on in the future, and we'll look for opportunities to join one of those programmes."
The acquisition of a second-hand ship is also an option, "although our aspiration is really for a new tanker," he said. "The procurement law will be reviewed next year and we will try to increase the funding for this programme to facilitate the decision-making around the tanker acquisition."
Requirements will be broadly based around a ship displacing around 15,000-16,000 tonnes, with a small crew, a helicopter deck, and some support to enable the projection of marines for special operations.



Abraços

« Última modificação: Janeiro 20, 2019, 11:29:30 am por tenente »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF, Stalker79

*

Stalker79

  • Perito
  • **
  • 552
  • Recebeu: 90 vez(es)
  • Enviou: 629 vez(es)
  • +11/-8
Re: O Reapetrechamento da Marinha
« Responder #20 em: Janeiro 20, 2019, 09:31:52 pm »
Tenente , honestamente é uma palhaçada e tambem fazer pouco dos que servem na marinha.
O governo que mantivesse os olhos abertos e que tentasse adquirir um dos AOR´s Wave class ingleses que vão estar disponiveis, os Tide class já estão ao serviço (quase todos)!
Com 15 anos, só tinhamos de voltar a pensar no assunto la pra 2040.
Olha-me esta 2028....  Tão tolos e o zé tuga é que embrulha!
 ;D
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 2724
  • Recebeu: 1090 vez(es)
  • Enviou: 329 vez(es)
  • +81/-5
Re: O Reapetrechamento da Marinha
« Responder #21 em: Fevereiro 04, 2019, 11:01:24 pm »
Tenente , honestamente é uma palhaçada e tambem fazer pouco dos que servem na marinha.
O governo que mantivesse os olhos abertos e que tentasse adquirir um dos AOR´s Wave class ingleses que vão estar disponiveis, os Tide class já estão ao serviço (quase todos)!
Com 15 anos, só tinhamos de voltar a pensar no assunto la pra 2040.
Olha-me esta 2028....  Tão tolos e o zé tuga é que embrulha!
 ;D

Se calhar, é o que vai acontecer e, não é nada mau pois como o Bérrio está, qq Navio que venha é melhor que o decano da MdG.

https://www.facebook.com/portuguesearmy/


Abraços
« Última modificação: Fevereiro 05, 2019, 12:26:13 am por tenente »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Stalker79

*

Lancero

  • Investigador
  • *****
  • 4071
  • Recebeu: 4 vez(es)
  • +1/-0
Re: O Reapetrechamento da Marinha
« Responder #22 em: Fevereiro 05, 2019, 02:34:55 pm »
O Berrio era para ser substituído em 2022 mas como deram prioridade imediata a outros vai ser alvo de revisão e substituído apenas em 28.  Deve chegar lá encostado
"Portugal civilizou a Ásia, a África e a América. Falta civilizar a Europa"

Respeito
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 7374
  • Recebeu: 221 vez(es)
  • Enviou: 338 vez(es)
  • +14/-95
Re: O Reapetrechamento da Marinha
« Responder #23 em: Fevereiro 05, 2019, 06:31:36 pm »
Ao Bérrio vai acontecer o mesmo que ao antecessor São Gabriel, só quando estiver em risco de affundar vão a correr comprar outro ao sucateiro que vender mais barato.

Nem dinheiro há para as 2 Marlins dos 2 mais recentes NPOs e vai haver dinheiro para um AOR e um NAVPOL? Deixem-se se sonhos, isso é só no papel!
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF, tenente, jorgeshot1

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 2724
  • Recebeu: 1090 vez(es)
  • Enviou: 329 vez(es)
  • +81/-5
Re: O Reapetrechamento da Marinha
« Responder #24 em: Fevereiro 05, 2019, 06:37:47 pm »
Ao Bérrio vai acontecer o mesmo que ao antecessor São Gabriel, só quando estiver em risco de affundar vão a correr comprar outro ao sucateiro que vender mais barato.

Nem dinheiro há para as 2 Marlins dos 2 mais recentes NPOs e vai haver dinheiro para um AOR e um NAVPOL? Deixem-se se sonhos, isso é só no papel!

Nem os semi-rígidos dos dois NPO's foram comprados, é mesmo uma miséria, estes políticos o que sabem fazer são, mentiras atrás de mentiras !!!!

Abraços
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44, NVF, Charlie Jaguar, jorgeshot1

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 7374
  • Recebeu: 221 vez(es)
  • Enviou: 338 vez(es)
  • +14/-95
Re: O Reapetrechamento da Marinha
« Responder #25 em: Fevereiro 05, 2019, 06:42:13 pm »
Ao Bérrio vai acontecer o mesmo que ao antecessor São Gabriel, só quando estiver em risco de affundar vão a correr comprar outro ao sucateiro que vender mais barato.

Nem dinheiro há para as 2 Marlins dos 2 mais recentes NPOs e vai haver dinheiro para um AOR e um NAVPOL? Deixem-se se sonhos, isso é só no papel!

Nem os semi-rígidos dos dois NPO's foram comprados, é mesmo uma miséria, estes políticos o que sabem fazer são, mentiras atrás de mentiras !!!!

Abraços

Eu quando ouvi aquela exposição do CEMA na AR sobre as futuras aquisições só me deu vontade de rir. Como se alguma vez aquilo viesse a acontecer.

Como diz o brasileiro , "conversa mole para boi dormir"
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 2724
  • Recebeu: 1090 vez(es)
  • Enviou: 329 vez(es)
  • +81/-5
Re: O Reapetrechamento da Marinha
« Responder #26 em: Fevereiro 05, 2019, 06:47:28 pm »
Ao Bérrio vai acontecer o mesmo que ao antecessor São Gabriel, só quando estiver em risco de affundar vão a correr comprar outro ao sucateiro que vender mais barato.

Nem dinheiro há para as 2 Marlins dos 2 mais recentes NPOs e vai haver dinheiro para um AOR e um NAVPOL? Deixem-se se sonhos, isso é só no papel!

Nem os semi-rígidos dos dois NPO's foram comprados, é mesmo uma miséria, estes políticos o que sabem fazer são, mentiras atrás de mentiras !!!!

Abraços

Eu quando ouvi aquela exposição do CEMA na AR sobre as futuras aquisições só me deu vontade de rir. Como se alguma vez aquilo viesse a acontecer.

Como diz o brasileiro , "conversa mole para boi dormir"

ou como nós dizemos " andas a encanar a perna á Rã " !!

Abraços
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44, NVF

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 4940
  • Recebeu: 844 vez(es)
  • Enviou: 542 vez(es)
  • +39/-18
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 2724
  • Recebeu: 1090 vez(es)
  • Enviou: 329 vez(es)
  • +81/-5
Re: O Reapetrechamento da Marinha
« Responder #28 em: Fevereiro 13, 2019, 02:49:28 pm »
Chile likely buyer of remaining two Dutch M-frigates


Royal Netherlands Navy file photo of HNMS Van Speijk (F828)

The Chilean Navy will likely acquire the remaining two Dutch Karel Dorman-class (M-frigates) frigates as they retire from the Royal Netherlands Navy’s service, following the signing of a letter of intent (LoI) between the two sides.

The LoI was signed during the visit of Dutch defense procurement organization director Vice Admiral Arie Jan de Waard to Chile.
According to the Chief of the Royal Netherlands Navy, Vice Admiral Rob Kramer, HNLMS Van Amstel and HNLMS Van Speijk are expected to be transferred to the Chilean Navy in 2024 and 2027, respectively.

Chile already operates two M-frigates  – former Tjer Kiddes and Abraham van der Hulst – which were sold in 2004 and renamed as Almirante Riveros (FF-18) and Blanco Encalada (FF-15) as they entered Chilean Navy service.

The Royal Netherlands Navy operated a total of eight Karel Doorman-class frigates, all of which will have been sold should Chile buy Van Amstel and Van Speijk. Other buyers of retired M-frigates are Belgium and Portugal.

Belgium and the Netherlands are currently in the process of jointly procuring new anti-submarine warfare-oriented frigates that are expected to start entering service in the mid-2020s. Vice Admiral Rob Kramer noted that the current M-frigates will be sold only after replacement units arrive.

M-frigates currently in service with the navies of the Netherlands, Belgium and Portugal will sail with new Thales identification friend or foe (IFF) systems from 2020.

https://navaltoday.com/2019/02/13/chile-likely-buyer-of-remaining-two-dutch-m-frigates/

Estas Já eram, se bem que não nos interessariam muito pela idade e não só !
Penso que mais um par de anos e temos de nos decidir se compramos novas fragatas ou avançamos para as que há em 2ª mão, e, neste caso as de Zeven provincien seriam uma das melhores escolhas, até porque o chile já não estará interessado na sua compra.





Abraços
« Última modificação: Fevereiro 13, 2019, 02:55:18 pm por tenente »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Stalker79

*

Stalker79

  • Perito
  • **
  • 552
  • Recebeu: 90 vez(es)
  • Enviou: 629 vez(es)
  • +11/-8
Re: O Reapetrechamento da Marinha
« Responder #29 em: Fevereiro 13, 2019, 03:07:25 pm »
Absolutamente. Até já tinha mencionado noutro post que seriam a melhor escolha. Duas unidades das De Zeven Provicien para ocupar o lugar das BD.
Nós podemos não estar muito bem, mas sempre temos mais arcaboiço e capacidade tecnica para opera-las do que o chile.
Não sei é se temos sitio para as pôr, com 144 metros de comprimento e 6000 toneladas de deslocamento são practicamente Destroyers!
 ;)
« Última modificação: Fevereiro 13, 2019, 03:09:17 pm por Stalker79 »
 

 

Passos quer Marinha com nova "abertura ao mar"

Iniciado por zawevo

Respostas: 4
Visualizações: 2852
Última mensagem Maio 15, 2012, 09:42:43 am
por P44
Marinha entrega pela primeira vez comando de navio a mulher

Iniciado por Marauder

Respostas: 38
Visualizações: 10860
Última mensagem Maio 18, 2006, 09:03:15 am
por Pedro Monteiro
Fragatas e Corvetas Portuguesas a vela da Marinha 1815/1860

Iniciado por mkorobok

Respostas: 9
Visualizações: 3363
Última mensagem Julho 12, 2011, 12:13:30 pm
por mkorobok
Fará sentido comprar mais EH-101 para a marinha?

Iniciado por papatango

Respostas: 28
Visualizações: 9367
Última mensagem Setembro 12, 2005, 05:04:26 pm
por Rui Elias
Novo artigo sobre a Esquadrilha de Helicópteros da Marinha

Iniciado por Pedro Monteiro

Respostas: 0
Visualizações: 1590
Última mensagem Maio 06, 2009, 09:03:24 pm
por Pedro Monteiro