Marinha Norueguesa

  • 63 Respostas
  • 5508 Visualizações
*

Barlovento

  • Membro
  • *
  • 118
  • Recebeu: 52 vez(es)
  • Enviou: 14 vez(es)
  • +7/-2
Re: Marinha Norueguesa
« Responder #30 em: Novembro 18, 2018, 12:17:13 pm »
Isso é pura especulação, caro Barlovento. O que dá para ver nas fotografias é um grande buraco a estibordo acima da linha de água, que se prolonga para baixo da linha de água. No entanto, como o navio já tem uma grande parte da ré (a estibordo) submersa, não podemos afiançar que o impacto se deu abaixo da linha de água. O que podemos afirmar é que há um grande buraco acima da linha de água causado pelo impacto do petroleiro, como aliás aconteceu com os contra-torpedeiros americanos no Pacífico.

Ainda é cedo para defender a Navantia, ou qualquer outra entidade. Há que esperar que o navio seja re-flutuado e aguardar pelos relatórios.

Si la proa del petrolero impactó en el costado de estribor de la fragata, tenemos que tener en cuenta el bulbo, que sobresale bastante y es siempre lo primero que impacta, de ahí que tras una colisión se recomiende no separar los buques, pues ese mismo bulbo hace de tapón. Claro que una cosa es la teoría y otra la práctica, pues la propia velocidad de la fragata, 17 nudos en el momento del impacto, pudo haberlos separado.

Tampoco es siempre fácil reaccionar bien a un abordaje y lo digo con conocimiento de causa, por haberme visto envuelto en mas de uno durante mi vida como navegante. Como curiosidad comentar que en uno sucedido hace muchos años, cerrados en niebla al sur de Cabo Carboeiro, tras el abordaje y al ver como se alejaba el contrario, el Capitán se puso a dar voces y a decir, entre otras cosas, "se escapa", sin darse cuenta que éramos nosotros los nos escapábamos ya que íbamos " toda avante" porque el Capitán había olvidado dar la orden de "para máquinas".
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF

*

ICE 1A+

  • Analista
  • ***
  • 617
  • Recebeu: 412 vez(es)
  • Enviou: 37 vez(es)
  • +32/-0
Re: Marinha Norueguesa
« Responder #31 em: Novembro 22, 2018, 09:59:37 pm »
Pela minha experiência o problema não é o buraco abaixo da linha de água!
Se fosse por aí as anteparas estanques tinham bloqueado a entrada  de água em mais compartimentos do navio, ele adornaria mas continuaria flutuável.

Quando o buraco se estende  acima da linha de água, (se  nessas zonas já não há anteparas estanques?) a água consegue  entrar por cima das anteparas alagando  uma atrás da outra......até ao colapso total.

Titanic parte 2

Mas só quando retirarem o navio da água é que se poderá ter a certeza.
« Última modificação: Novembro 22, 2018, 10:01:21 pm por Jorge Pereira »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW

*

jpthiran

  • Membro
  • *
  • 215
  • Recebeu: 51 vez(es)
  • Enviou: 68 vez(es)
  • +7/-8
Re: Marinha Norueguesa
« Responder #32 em: Novembro 22, 2018, 10:23:13 pm »
comparado com a Oliver Hazard Perry vista em baixo...atacada com todo o tipo de munições durante 12 horas!...dá que pensar!...

« Última modificação: Novembro 22, 2018, 10:26:07 pm por jpthiran »
 

*

ICE 1A+

  • Analista
  • ***
  • 617
  • Recebeu: 412 vez(es)
  • Enviou: 37 vez(es)
  • +32/-0
Re: Marinha Norueguesa
« Responder #33 em: Novembro 22, 2018, 10:53:40 pm »
Pela minha experiência o problema não é o buraco abaixo da linha de água!
Se fosse por aí as anteparas estanques tinham bloqueado a entrada  de água em mais compartimentos do navio, ele adornaria mas continuaria flutuável.

Quando o buraco se estende  acima da linha de água, (se  nessas zonas já não há anteparas estanques?) a água consegue  entrar por cima das anteparas alagando  uma atrás da outra......até ao colapso total.

Titanic parte 2

Mas só quando retirarem o navio da água é que se poderá ter a certeza.
comparado com a Oliver Hazard Perry vista em baixo...atacada com todo o tipo de munições durante 12 horas!...dá que pensar!...


Harpoons não afundam navios! Poem-nos fora de combate!

O embate contra um petroleiro de 100 000 toneladas a 17 nós + a velocidade do petroleiro liberta mais energia que duas dúzias de Harpoons!
 

*

jpthiran

  • Membro
  • *
  • 215
  • Recebeu: 51 vez(es)
  • Enviou: 68 vez(es)
  • +7/-8
Re: Marinha Norueguesa
« Responder #34 em: Novembro 22, 2018, 11:04:31 pm »
...o petroleiro acho que lhe acertou de raspão e fez um pequeno buraco de lado!...
...mas admito que possa ter sido mais em cheio...
...seja como for, parece que a fragata da Navantia não está preparada para grandes violências!...
...os compartimentos estanques do navio não serviram para nada!...
...o navio simplesmente afundou!...
 

*

Barlovento

  • Membro
  • *
  • 118
  • Recebeu: 52 vez(es)
  • Enviou: 14 vez(es)
  • +7/-2
Re: Marinha Norueguesa
« Responder #35 em: Novembro 23, 2018, 07:48:46 pm »
...o petroleiro acho que lhe acertou de raspão e fez um pequeno buraco de lado!...
...mas admito que possa ter sido mais em cheio...
...seja como for, parece que a fragata da Navantia não está preparada para grandes violências!...
...os compartimentos estanques do navio não serviram para nada!...
...o navio simplesmente afundou!...

Si las puertas estancas estaban abiertas y nadie se acordó de cerrarlas... hummm.

Lo malo es que nunca lo vamos a saber. Si fuera un mercante, en el plazo de un año sabríamos el resultado de la investigación, pero al haber un barco militar por medio, posiblemente nunca se sepa nada.

Hay en Internet el video del VTS con las conversaciones e imágenes de radar previos al abordaje y resultan increíbles tantos errores
y tan gruesos. También he visto fotos del petrolero en las que aparentemente golpeó a la fragata con el ancla de estribor. Dicha ancla, mientras está en su estiba, sobresale bastante del casco, tiene un escoben que sobresale bastante para evitar que al apear el ancla, esta pueda golpear el bulbo.
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 4870
  • Recebeu: 808 vez(es)
  • Enviou: 538 vez(es)
  • +39/-16
Re: Marinha Norueguesa
« Responder #36 em: Novembro 24, 2018, 04:17:58 pm »
Citar
KNM Helge Ingstad mayday call with english subtitles


Saudações
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW, Barlovento, perdadetempo

*

jpthiran

  • Membro
  • *
  • 215
  • Recebeu: 51 vez(es)
  • Enviou: 68 vez(es)
  • +7/-8
Re: Marinha Norueguesa
« Responder #37 em: Novembro 24, 2018, 05:20:57 pm »
...enfim, andaram a brincar ao golpe de vista a ver se passava!...batem numa coisa grande como um prédio!...está tudo tranquilo, como se nada se tivesse passado!...no final, uns 600-000 mil euros de prejuízo!...só visto!...contado ninguém ia acreditar!...obrigado Mafets por estes dados concretos!...está visto que dinheiro a mais também não é boa coisa!...
« Última modificação: Novembro 24, 2018, 05:34:53 pm por jpthiran »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW, mafets, Barlovento

*

ICE 1A+

  • Analista
  • ***
  • 617
  • Recebeu: 412 vez(es)
  • Enviou: 37 vez(es)
  • +32/-0
Re: Marinha Norueguesa
« Responder #38 em: Novembro 26, 2018, 02:12:59 am »
A realidade é só uma:
Os navios militares atualmente abdicaram de toda e qualquer blindagem em prol  de velocidade e agilidade!
Qualquer navio mercante é construído com chapa mais espessa! 

Nunca se interrogaram  porque motivo os navios militares actualmente parece que tem a chaparia toda enrugada?
É simples: de tão fina que é, fica deformada com o calor das soldaduras!

Um choque com um petroleiro de 100 000 toneladas é quase “morte” garantida.
Em caso de um ataque convencional esses navios estão completamente nas “mãos” das suas próprias defesas.

Vendo o vídeo do afundamento da Hazard Perry pensem numa coisa muito simples:  comparem a chapa de um automóvel  anos 70 com a chapa de um carro actual!
Com os navios militares passou-se mais ou menos a mesma coisa!

PS: os Americanos continuam, mesmo assim, a usar chapa mais espessa que os europeus!
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: jpthiran

*

Barlovento

  • Membro
  • *
  • 118
  • Recebeu: 52 vez(es)
  • Enviou: 14 vez(es)
  • +7/-2
Re: Marinha Norueguesa
« Responder #39 em: Novembro 26, 2018, 11:38:04 am »
Los mercantes usan un tipo de acero distinto que los barcos militares y supongo que bastante mas resistente.

En cúanto a la chapa de los automóviles, los de los 70 se oxidaban y pudrían y los de ahora no.
 

*

ICE 1A+

  • Analista
  • ***
  • 617
  • Recebeu: 412 vez(es)
  • Enviou: 37 vez(es)
  • +32/-0
Re: Marinha Norueguesa
« Responder #40 em: Novembro 27, 2018, 01:06:29 am »
Los mercantes usan un tipo de acero distinto que los barcos militares y supongo que bastante mas resistente.

En cúanto a la chapa de los automóviles, los de los 70 se oxidaban y pudrían y los de ahora no.

O resultado está á vista: a fragata afundou o petroleiro teve uns arranhões na pintura!

 

*

goldfinger

  • Membro
  • *
  • 65
  • Recebeu: 16 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +1/-0
Re: Marinha Norueguesa
« Responder #41 em: Novembro 28, 2018, 02:33:44 pm »
A España servir hasta morir
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 2534
  • Recebeu: 952 vez(es)
  • Enviou: 292 vez(es)
  • +75/-5
Re: Marinha Norueguesa
« Responder #42 em: Novembro 30, 2018, 04:45:47 pm »
Norwegian report blames shipbuilder for frigate sinking, watchstanders for collision


Photo: Norwegian Navy

Leaks in HNoMS Helge Ingstad’s watertight compartments could be responsible for the frigate’s sinking following a collision in the Hjeltefjorden fjord, a preliminary report from the Norwegian Accident Investigation Board (AIBN) suggests.

In addition to blaming the vessel’s lack of watertight integrity for the sinking, the report points to the two ships’ watchstanders as the main factors in the collision itself.

Released on November 29, 21 days after HNoMS Helge Ingstad collided with the tanker Sola TS in the Hjeltefjorden fjord near Bergen, the report points to flooding in the aft generator room, crew quarters, and the stores room.
While there was some uncertainty as to whether the steering engine room, the aftmost compartment, was also filling up with water, the report states that the crew definitely found that water from the aft generator room was running into the gear room via the hollow propeller shafts and that the gear room was filling up fast.

From the gear room, the water then ran into and was flooding the aft and fore engine rooms via the stuffing boxes in the bulkheads.
Based on the findings, AIBN has recommended Spanish shipbuilder Navantia, the vessel’s designer, to look into the issues identified during the investigation and to determine whether this was also an issue with other vessels.
 
Who is responsible for the collision between HNoMS Helge Ingstad and Sola TS?

Noting the fact that this was a preliminary report, AIBN did not explicitly identify who is responsible for the collision, adding that it was not caused by any single act or event, but can be explained by a series of interacting complex factors and circumstances.
What is certain is that the investigation board is treating the bridge crews aboard the frigate and the tanker and the Fedje Vessel Traffic Service Centre as the three main entities in this investigation.

Based on initial findings, AIBN said it was a clear night when HNoMS Helge Ingstad sailed southwards along Hjeltefjorden, and the lights from the Sture terminal must have been visible from afar. When the terminal first became visible from Helge Ingstad, Sola TS was alongside at the terminal.

While the deck of the tanker was well-lit ahead of its departure, the report says it would be difficult to separate the lights on the tanker from the lights at the terminal, which means that it is likely that the frigate crew thought the lights belonged to a stationary object.

After the watch change at around 03:40–03:45, this was the basis for the bridge crew’s understanding of the situation. Even though Sola TS left the quay at around that time, there continued to be little relative movement of the lights as the tanker turned from a southerly to a northerly course.

The tanker’s use of deck lights after departure also meant that the frigate crew were unable to spot the navigation lights on Sola TS. When ‘KNM Helge Ingstad’ at approximately 04:00 stated that they could not turn to starboard, it was based on a continued perception of the lights as being stationary and that a turn to starboard would send them straight into the lit object. They also believed that they were communicating with one of the three northbound vessels that they were monitoring on the radar. It was not until just after this that the crew on HNoMS Helge Ingstad became aware that they were on collision course, at which time it was impossible to avoid a collision.
 
An operation to raise the frigate and transport it to the Haakonsvern base is currently underway after water ingress caused the frigate to slip almost completely below the water’s surface.

https://navaltoday.com/2018/11/30/norwegian-report-blames-shipbuilder-for-frigate-sinking-watchstanders-for-collision/

Abraços
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: jpthiran

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 4870
  • Recebeu: 808 vez(es)
  • Enviou: 538 vez(es)
  • +39/-16
Re: Marinha Norueguesa
« Responder #43 em: Dezembro 01, 2018, 10:21:31 am »


Citar
Accident Investigation Board Norway (AIBN) publishes preliminary accident report into loss of KNM Helge Ingstad

"the accident was not caused by any single act or event, but can be explained by a series of interacting complex factors and circumstances”

AIBN also said design of Helge Ingstad was flawed. 3 watertight compartments were breached but sinking was caused by water leaking through hollow propeller shafts & stuffing boxes in bulkheads.

Raises safety concerns about Nansen-class & potentially Spanish Bazan & Australian Hobart class warships.

https://www.aibn.no/Marine/Investigations/18-968?fbclid=IwAR1bHiGbCfopSELLDbUc82GHX76w4_Uq8m_QQbZXsPVi5yIgMJ6g0Qprksw

Saudações
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: jpthiran

*

zawevo

  • Membro
  • *
  • 164
  • Recebeu: 21 vez(es)
  • Enviou: 4 vez(es)
  • +2/-1
Re: Marinha Norueguesa
« Responder #44 em: Dezembro 01, 2018, 06:59:27 pm »

Incrível!
 

 

Marinha Francesa com "Escoltas" antiquadas?

Iniciado por Rui Elias

Respostas: 10
Visualizações: 5346
Última mensagem Agosto 11, 2005, 03:52:05 pm
por smaerd
"Navios da marinha russa, visitam Lisboa em Agosto"

Iniciado por P44

Respostas: 17
Visualizações: 7673
Última mensagem Setembro 16, 2004, 10:36:07 am
por P44
Novo trimaran da marinha dos Estados Unidos da America

Iniciado por dremanu

Respostas: 2
Visualizações: 1532
Última mensagem Maio 28, 2004, 09:13:04 pm
por Luso
6 novos patrulhas rápidos para a Marinha do Egipto

Iniciado por JLRC

Respostas: 0
Visualizações: 1189
Última mensagem Setembro 28, 2004, 02:11:53 am
por JLRC
Entrega do submarino U-33 (tipo A209A) à Marinha Alemã

Iniciado por Tiger22

Respostas: 2
Visualizações: 1231
Última mensagem Fevereiro 06, 2005, 03:07:16 pm
por Miguel