Marinha Norueguesa

  • 100 Respostas
  • 10682 Visualizações
*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11089
  • Recebeu: 385 vez(es)
  • Enviou: 227 vez(es)
  • +62/-47
Re: Marinha Norueguesa
« Responder #15 em: Novembro 09, 2018, 12:57:14 pm »
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 7703
  • Recebeu: 335 vez(es)
  • Enviou: 599 vez(es)
  • +233/-232
Re: Marinha Norueguesa
« Responder #16 em: Novembro 09, 2018, 01:08:57 pm »



POSTED BY: PIETER WIJNEN 9. NOVEMBER 2018

Difficult to investigate inside KNM Helge Ingstad

The police maintain the cordoning off of the area surrounding KNM Helge Ingstad until Friday. The Frigate is so lopsided that it is difficult to investigate inside.

– The investigation is still in the first phase, and it is far too early to say something qualified about the cause of the collision, The Police writes in a press release on Thursday afternoon.

The Norwegian police are well underway with the technical and tactical investigation and carry out questioning of the crews from both of the involved vessels. The wrecked frigate lies heavily lopsided halfway underwater, and the police expect the investigation to last for a long time.

– It’s a lot of material to be collected and reviewed as well as many interrogations to be carried out. As long as the frigate lays as it does presently, it is also demanding to carry out technical investigations inside the vessel, the press statement states.

The Frigate KNM Helge Ingstad, after colliding with the fully loaded tanker Sola, was wrecked at 4 am on Thursday. Eight of the crew were slightly injured in the collision, and the military ship is now run ashore, bolted to the shoreline to avoid sinking.

When the two ships collided, the Frigate may have been virtually invisible on the radar, says former Frigate Commander, Jacob Børresen, to the national newspaper Dagbladet.

Stealthy

– The Frigates are built according to the Stealth principle, a construction form that makes them very difficult to detect by radar. In addition, these Frigates, unlike any other vessel of over 300 metric ton, are not required to use a satellite-based system. If this system was turned off, the combination could lead to that Frigate was invisible to the tanker, he explains.

According to the Oslo based newspaper, Aftenposten, the Frigate appeared on the ASL map a few minutes after the collision, indicating that the system was, indeed, turned off during the incident.


http://norwaytoday.info/news/difficult-inside-knm-helge-ingstad/
 
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 7703
  • Recebeu: 335 vez(es)
  • Enviou: 599 vez(es)
  • +233/-232
Re: Marinha Norueguesa
« Responder #17 em: Novembro 10, 2018, 05:06:08 pm »
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

perdadetempo

  • Perito
  • **
  • 489
  • Recebeu: 161 vez(es)
  • Enviou: 306 vez(es)
  • +27/-1
Re: Marinha Norueguesa
« Responder #18 em: Novembro 10, 2018, 06:26:14 pm »

........
When the two ships collided, the Frigate may have been virtually invisible on the radar, says former Frigate Commander, Jacob Børresen, to the national newspaper Dagbladet.

Stealthy

– The Frigates are built according to the Stealth principle, a construction form that makes them very difficult to detect by radar. In addition, these Frigates, unlike any other vessel of over 300 metric ton, are not required to use a satellite-based system. If this system was turned off, the combination could lead to that Frigate was invisible to the tanker, he explains.

According to the Oslo based newspaper, Aftenposten, the Frigate appeared on the ASL map a few minutes after the collision, indicating that the system was, indeed, turned off during the incident.


http://norwaytoday.info/news/difficult-inside-knm-helge-ingstad/

Neste vídeo  da rota do navio tanque, o sinal AIS da fragata norueguesa só aparece no segundo 20 o que parece confirmar que se encontrava desligado. è o NATO Warship F313.

https://www.youtube.com/watch?time_continue=21&v=izbXbQ1Shmk

Cumprimentos,
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11089
  • Recebeu: 385 vez(es)
  • Enviou: 227 vez(es)
  • +62/-47
Re: Marinha Norueguesa
« Responder #19 em: Novembro 10, 2018, 10:42:59 pm »
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 7703
  • Recebeu: 335 vez(es)
  • Enviou: 599 vez(es)
  • +233/-232
Re: Marinha Norueguesa
« Responder #20 em: Novembro 12, 2018, 01:26:24 pm »
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 3973
  • Recebeu: 1844 vez(es)
  • Enviou: 704 vez(es)
  • +524/-70
Re: Marinha Norueguesa
« Responder #21 em: Novembro 12, 2018, 06:21:17 pm »
Norwegian frigate finally secured to land as salvage plans move forward



Photo: Royal Norwegian Navy

The Royal Norwegian Navy’s stricken frigate HNoMS Helge Ingstad is now securely fixed with seven anchoring points on land and is out of danger of sinking, the navy has informed.

Over the weekend, a total of seven fixing points welded onto the frigate’s hull were fixed to anchors on land with steel wire.
The navy is now evaluating options for salvaging the frigate as anchor handling vessel Scandi Vega investigated the conditions of the sea bottom and a Hugin autonomous underwater vehicle mapped out the topography of the sea bottom around and below the frigate.

Once a risk assessment is completed, navy personnel will go onboard the vessel to evaluate the extent of damages that resulted from flooding and to try and insulate dry compartments from further water ingress.

HNoMS Helge Ingstad collided with the tanker Sola TS in the Hjeltefjorden fjord near Bergen. Following the collision, all 137 crew were evacuated while the frigate was intentionally grounded in order to prevent her from sinking in deep water.
An audio log obtained by Norwegian media has revealed that the frigate failed to change course despite repeated warnings that she was on collision course with the tanker.

https://www.youtube.com/watch?time_continue=3&v=jx_g_KBiFyg

https://navaltoday.com/2018/11/12/norwegian-frigate-finally-secured-to-land-as-salvage-plans-move-forward/

Abraços
« Última modificação: Novembro 12, 2018, 06:23:44 pm por tenente »
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 3973
  • Recebeu: 1844 vez(es)
  • Enviou: 704 vez(es)
  • +524/-70
Re: Marinha Norueguesa
« Responder #22 em: Novembro 13, 2018, 12:06:26 pm »
HNoMS Helge Ingstad now almost completely sunk, Norwegian Navy photos show


Photo: Royal Norwegian Navy

Latest photos of the stricken frigate HNoMS Helge Ingstad shared by the Royal Norwegian Navy on Tuesday reveal that the frigate is now almost completely underwater.
In a social media update in the early morning hours of Tuesday, the navy said unexpected events “complicated” plans for the salvage operation.
The navy subsequently shared photos which show the majority of the frigate underwater with only part of the mast and aft deck still above water.
The navy did not specify what caused the frigate to slip from the rocks in the night between Monday and Tuesday and sink further.
 

Photo: Royal Norwegian Navy

HNoMS Helge Ingstad collided with a tanker in the Hjeltefjorden fjord near Bergen at 4:26 (local time) on November 8. Following the collision, all 137 crew were evacuated while the frigate was intentionally grounded in order to prevent her from sinking in deep water.
In an update on Monday, the navy said the frigate had been firmly secured to land with steel wires. A total of seven fixing points welded onto the frigate’s hull were fixed to anchors on land.
The navy further said plans for salvaging the frigate had been underway as anchor handling vessel Scandi Vega investigated the conditions of the sea bottom and a Hugin autonomous underwater vehicle mapped out the topography of the sea bottom around and below the frigate.

Plans were also in place for navy personnel to go onboard the vessel to evaluate the extent of damages that resulted from flooding and to try and insulate dry compartments from further water ingress. It is not clear how the latest development and the fact that the frigate is now almost completely submerged will affect the plans.
 

Photo: Royal Norwegian Navy
 
https://navaltoday.com/2018/11/13/hnoms-helge-ingstad-now-almost-completely-sunk-norwegian-navy-photos-show/

Abraços
 

*

asalves

  • Perito
  • **
  • 412
  • Recebeu: 138 vez(es)
  • Enviou: 50 vez(es)
  • +20/-8
Re: Marinha Norueguesa
« Responder #23 em: Novembro 13, 2018, 05:11:04 pm »
Num bicho destes o que pode ser recuperável ? Casco, e partes mecânicas? ou ainda se consegue safar eletrónica e sensores?
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 2845
  • Recebeu: 1247 vez(es)
  • Enviou: 2631 vez(es)
  • +483/-89
Re: Marinha Norueguesa
« Responder #24 em: Novembro 13, 2018, 06:05:54 pm »
O casco pode ser recuperado, a electrónica, sistemas de armamento e de propulsão é para esquecer e só tende a piorar à medida que o tempo passa (a água do mar é extremamente corrosiva). Basicamente já era -- 500 ou 600 milhões de prejuízo!

Sem um relatório final só dá para especular, mas esta situação só pode deixar a Navantia preocupada. Sem querer estar a denegrir a qualidade da construção naval espanhola, o que é um facto é que os contratorpedeiros e fragatas americanos têm sobrevivido a ataques e colisões. Obviamente, que a disparidade de tamanho entre os AB e as Nansen é substancial, mas a Stark (mais pequena que a Helge) sobreviveu a dois Exocet (um explodiu e o outro provocou um grande incêndio).

A outra entidade que está em causa é, obviamente, a Marinha norueguesa, não só pela colisão mas, principalmente, pelas acções e decisões tomadas pós-incidente por parte da guarnição e comando do navio. Todos os procedimentos de damage control e treino das guarnições quase de certeza que vão ter que ser revistos.

« Última modificação: Novembro 13, 2018, 06:10:09 pm por NVF »
Everyone you will ever meet knows something that you don't.
- Bill Nye
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 7703
  • Recebeu: 335 vez(es)
  • Enviou: 599 vez(es)
  • +233/-232
Re: Marinha Norueguesa
« Responder #25 em: Novembro 14, 2018, 06:50:32 am »
Ainda não culparam os russos?  8)
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11089
  • Recebeu: 385 vez(es)
  • Enviou: 227 vez(es)
  • +62/-47
Re: Marinha Norueguesa
« Responder #26 em: Novembro 15, 2018, 11:30:29 pm »
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 5466
  • Recebeu: 1098 vez(es)
  • Enviou: 602 vez(es)
  • +375/-136
Re: Marinha Norueguesa
« Responder #27 em: Novembro 17, 2018, 06:07:50 pm »
https://www.youtube.com/watch?v=waLwDDH79uk
Citar
A fragata da Marinha Real Norueguesa KNM Helge Ingstad ficou quase completamente submersa após uma colisão com um petroleiro no fiorde de Hjeltefjorden, em 8 de novembro.

Se prosseguirem com os planos, a fragata será içada e carregada em uma barcaça comercial de 140 metros e transportada para a base de Haakonsvern na primeira semana de dezembro.

Planos para salvar a fragata começaram logo após a colisão, enquanto o mapeamento do fundo do mar já estava em andamento. De acordo com relatos da mídia norueguesa, obras de dragagem que permitiriam que a barcaça se aproxime da fragata também estão em andamento.

Em uma atualização em 14 de novembro, a Marinha Norueguesa disse que a Helge Ingstad estava em perigo de afundar ainda mais.

Após a colisão na quinta-feira, a fragata foi intencionalmente encalhada e sete pontos de fixação foram posteriormente estendidos ao casco da fragata e fixados a âncoras no solo. No entanto, como a fragata continua a embarcar água, o peso do navio torna-se maior.

A empresa norueguesa BOA Management e a consultora marítima DNV GL estão agora trabalhando com a Marinha para planejar e executar uma operação em que a fragata será içada e transportada para a base de Haakonsvern para uma primeira avaliação de danos. A Marinha ainda não deu informações se a fragata será consertada ou descartada, já que a maioria dos sistemas do navio ficou submersa.





Saudações
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

Barlovento

  • Membro
  • *
  • 196
  • Recebeu: 72 vez(es)
  • Enviou: 40 vez(es)
  • +59/-3
Re: Marinha Norueguesa
« Responder #28 em: Novembro 18, 2018, 12:51:45 am »
O casco pode ser recuperado, a electrónica, sistemas de armamento e de propulsão é para esquecer e só tende a piorar à medida que o tempo passa (a água do mar é extremamente corrosiva). Basicamente já era -- 500 ou 600 milhões de prejuízo!

Sem um relatório final só dá para especular, mas esta situação só pode deixar a Navantia preocupada. Sem querer estar a denegrir a qualidade da construção naval espanhola, o que é um facto é que os contratorpedeiros e fragatas americanos têm sobrevivido a ataques e colisões. Obviamente, que a disparidade de tamanho entre os AB e as Nansen é substancial, mas a Stark (mais pequena que a Helge) sobreviveu a dois Exocet (um explodiu e o outro provocou um grande incêndio).

A outra entidade que está em causa é, obviamente, a Marinha norueguesa, não só pela colisão mas, principalmente, pelas acções e decisões tomadas pós-incidente por parte da guarnição e comando do navio. Todos os procedimentos de damage control e treino das guarnições quase de certeza que vão ter que ser revistos.



No olvidemos que los Exocet impactan por encima de la línea de flotación, mientras que el petrolero incrusta el bulbo justo por debajo y eso es mortal para casi cualquier tipo de barco.
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 2845
  • Recebeu: 1247 vez(es)
  • Enviou: 2631 vez(es)
  • +483/-89
Re: Marinha Norueguesa
« Responder #29 em: Novembro 18, 2018, 01:07:55 am »
Isso é pura especulação, caro Barlovento. O que dá para ver nas fotografias é um grande buraco a estibordo acima da linha de água, que se prolonga para baixo da linha de água. No entanto, como o navio já tem uma grande parte da ré (a estibordo) submersa, não podemos afiançar que o impacto se deu abaixo da linha de água. O que podemos afirmar é que há um grande buraco acima da linha de água causado pelo impacto do petroleiro, como aliás aconteceu com os contra-torpedeiros americanos no Pacífico.

Ainda é cedo para defender a Navantia, ou qualquer outra entidade. Há que esperar que o navio seja re-flutuado e aguardar pelos relatórios.
Everyone you will ever meet knows something that you don't.
- Bill Nye
 

 

Marinha Francesa com "Escoltas" antiquadas?

Iniciado por Rui Elias

Respostas: 10
Visualizações: 5785
Última mensagem Agosto 11, 2005, 03:52:05 pm
por smaerd
"Navios da marinha russa, visitam Lisboa em Agosto"

Iniciado por P44

Respostas: 17
Visualizações: 8289
Última mensagem Setembro 16, 2004, 10:36:07 am
por P44
Novo trimaran da marinha dos Estados Unidos da America

Iniciado por dremanu

Respostas: 2
Visualizações: 1928
Última mensagem Maio 28, 2004, 09:13:04 pm
por Luso
6 novos patrulhas rápidos para a Marinha do Egipto

Iniciado por JLRC

Respostas: 0
Visualizações: 1486
Última mensagem Setembro 28, 2004, 02:11:53 am
por JLRC
Entrega do submarino U-33 (tipo A209A) à Marinha Alemã

Iniciado por Tiger22

Respostas: 2
Visualizações: 1536
Última mensagem Fevereiro 06, 2005, 03:07:16 pm
por Miguel