Missão militar portuguesa na RCA

  • 710 Respostas
  • 112576 Visualizações
*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7450
  • Recebeu: 636 vez(es)
  • Enviou: 771 vez(es)
  • +101/-30
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #690 em: Setembro 20, 2019, 10:02:02 am »
Parece que a actual rotação na RCA vai ser a última com a G3 e a seguinte já irá equipada de SCAR.

https://www.tsf.pt/portugal/politica/interior/portugal-recebeu-convite-para-liderar-missao-militar-da-uniao-europeia-11320233.html
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: LM, jorgeshot1

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 3923
  • Recebeu: 1817 vez(es)
  • Enviou: 692 vez(es)
  • +520/-70
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #691 em: Setembro 20, 2019, 10:48:32 am »
Haviam era da despachar umas dezenas de coronéis e oficiais generais para lá, para (estive meia hora a pensar e nada, alguém que me ajude, sff)  :N-icon-Axe: :N-icon-Gun: :N-icon-Gun:

é complicado eu sei, eles são tantos, que só de oficiais formávamos pelo menos quatro batalhões completos, ( batalhões a 600 elementos não a 300 como temos tido por esses quarteis fora a que chamam de regimentos  ::)) e isto num Exército com cerca de 13000 efectivos, é obra !!

Abraços
« Última modificação: Setembro 20, 2019, 10:50:50 am por tenente »
 

*

LM

  • Analista
  • ***
  • 753
  • Recebeu: 110 vez(es)
  • Enviou: 715 vez(es)
  • +101/-0
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #692 em: Setembro 20, 2019, 11:43:26 am »
Parece que a actual rotação na RCA vai ser a última com a G3 e a seguinte já irá equipada de SCAR.

https://www.tsf.pt/portugal/politica/interior/portugal-recebeu-convite-para-liderar-missao-militar-da-uniao-europeia-11320233.html
~

"A troca de fardamento no exército arrasta-se há vários anos, o fardamento atual não é mais produzido e muitos militares veem-se obrigados a comprar em lojas civis cópias do mesmo fardamento para não andarem... em farrapos. Na TSF, o Ministro da Defesa assumiu que não sabia da situação: "confesso que desconhecia em absoluto essa possibilidade e, enfim, se ela existe... é algo que evidentemente tem de ser alterado". Mas garante que já há dinheiro para os novos fardamentos: "já demos a autorização para a aquisição dos fardamentos novos do exército e, portanto, ao longo dos próximos meses, os militares do exército irão ter os seus fardamentos novos. O exército já tem disponível o montante necessário para isso"."

Haviam de ter perguntado pelas "fisgas" (e radares civis) na Marinha (e pelos kits para G3, MG3 dos Fuzos) e pela modernização das BD - inferiores à das fragatas Holandesas, e que lá não vão ser as de "alta intensidade" e vão ser substituídas em meia dúzia de anos... e muito outra coisa, mas só aqui havia "pano para mangas".   

« Última modificação: Setembro 20, 2019, 05:07:10 pm por LM »
Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 3923
  • Recebeu: 1817 vez(es)
  • Enviou: 692 vez(es)
  • +520/-70
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #693 em: Setembro 20, 2019, 12:27:57 pm »
Parece que a actual rotação na RCA vai ser a última com a G3 e a seguinte já irá equipada de SCAR.

https://www.tsf.pt/portugal/politica/interior/portugal-recebeu-convite-para-liderar-missao-militar-da-uniao-europeia-11320233.html
~

"A troca de fardamento no exército arrasta-se há vários anos, o fardamento atual não é mais produzido e muitos militares veem-se obrigados a comprar em lojas civis cópias do mesmo fardamento para não andarem... em farrapos. Na TSF, o Ministro da Defesa assumiu que não sabia da situação: "confesso que desconhecia em absoluto essa possibilidade e, enfim, se ela existe... é algo que evidentemente tem de ser alterado". Mas garante que já há dinheiro para os novos fardamentos: "já demos a autorização para a aquisição dos fardamentos novos do exército e, portanto, ao longo dos próximos meses, os militares do exército irão ter os seus fardamentos novos. O exército já tem disponível o montante necessário para isso"."

Haviam de ter perguntado pelas "fisgas" (e radares civis) na Marinha (e pelos kits para G3, MG3 dos Fuzos) e pela modernização das BD - inferiores à das fragatas Holandesas, que não vão ser as de "alta intensidade" e vão ser substituídas em meia dúzia de anos... e muito outra coisa, mas só aqui havia "pano para mangas".   

Estes tristes, muito tristes, episódios só vem reconfirmar o que eu penso acerca dos políticos que vão gerindo á sua maneira, seu bel prazer as nossas FFAA.
As limitações em pessoal, e equipamentos são uma constante, estes episódios caricatos revelam e bem o que os Irresponsáveis políticos pensam e mais grave como actuam em prol das FFAA Nacionais.

Os "esquecimentos/desconhecimentos" de situações como esta, são uma realidade diária, a obsolescência a que a grande maioria dos equipamentos militares chegaram isso revelam, os atrasos nas compras/aquisições de material são o pão nosso de cada dia, as melhorias efectuadas, quando são implementadas, são tardia e limitadamente, gastando-se rios de dinheiro em upgrades que deveriam ter sido aplicados muitos anos antes.

Esta aquisição da nova espingarda de assalto e afins, é uma migalha, já devia ter ocorrido há pelo menos duas décadas;
A deficiente aquisição dos Pandur revela bem como os contratos de aquisição/MNT e posteriormente o acompanhamento das construções/fabrico dos diversos materiais é efectuado;
A aquisição dos Vamtac, ainda nos primeiros passos, deveria ter ocorrido há uma década, esperamos que não seja uma segunda edição do que se passou com os Pandur;
A compra de peças/obuses de 15,5 para substituição dos M114 já devia ter acontecido há muito, mas nada se sabe;
A aquisição de mais BF de 10,5 também já devia ter ocorrido, o numero de BF deste calibre, apenas 21, é ridículo;
A substituição dos M113 deveria ter acontecido há muito, mas pelo que se vê vai  ser efectuada no mínimo quando fizerem 50 anos de serviço;
A compra de viaturas lança pontes e de desempanagem para a frota dos Leopards deve estar para ser efectuada quando se chegar á conclusão que Portugal vai vender os CC's;
A compra de um SHORAD, devera acontecer daqui a uns dez anos, na melhor das hipoteses;

A substituição das corvetas, classe de navios que ainda tem duas unidades ao serviço, pelos NPO's deveria ter terminado o ano passado, em 2108, com as dez unidades previstas já construídas;
A substituição do NRP Bérrio também já devia ter ocorrido há mais de dez anos;
A colocação ao serviço dos potentíssimos Classe Tejo, comprados há mais de cinco anos, continua a bom ritmo, a uma cadência de um navio colocado operacional a cada ano e meio; :mrgreen:
A substituição das VdG já devia estar em andamento, a verba alocada para a sua modernização, 120 milhões não faz qq sentido pois a classe de fragatas faz trinta anos em 2021. Ao invés, essa verba, reforçada com averba que o sr Costa referiu em 2018 para a construção de um NPL, 300 milhões, coisa que nunca irá acontecer, deveria ser aplicada na entrada num consórcio de construção de um novo modelo de fragata;
A aquisição de dois sistemas Marlin para equipar os dois NPO 12,7, continua uma incógnita por desvendar, será que as peças vem por estrada Romana ????
As melhorias nas G3 dos nossos Fuzos, revelam bem o ridículo a que uma Nação chegou quanto ao armamento individual de uma tropa especial, estamos em pleno sec 21;
A aquisição dos Pandur para os Fuzos, que não se veio a verificar, continua a limitar a capacidade operacional deste corpo de tropas. Apesar da verba alocada permitir que se procedesse a compra de outro modelo de VBR, até á data non passa nada ;

Os upgrades dos F16 que já se deviam ter iniciado, mas ainda ninguém sabe sequer se se irão efectuar;
A compra dos helis de evaKuação também já devia estar a acontecer mas ainda não se sabe de que modelo se pensa adquirir;
a aquisição do brinquedo Kualita, um heli ultra moderno mas que pouco ou nada mais oferece á FAP, em relação ao seu antecessor;
A aquisição errada dos 390, quando a aeronave que se deveria ter comprado, deveria ter sido com maior capacidade de transporte e raio de acção;
A Aquisição de armamento condigno para a variante CSAR dos 101. De acordo com a FAP esta variante " está equipada com um “Radar Warning Receiver” (RWR), um “Missile Warning System” (MWS) e um “Counter Measures Dispensing System” (CMDS). Tem a capacidade para reabastecimento “Hovering In Flight Refueling” (HIRF) e “Air to Air Refueling” (AAR). Mas, quanto ao armamento O/B nada é referido, porque será ???

A lista poderia continuar mas penso que chega para vermos o volume de esquecimentos/desconhecimentos a que os políticos relegam as FFAA, NO ENTANTO NÃO SE ESQUECEM DE PROMOVER E PROTEGER O ELEVADO NUMERO DE OFICIAIS GENERAIS/ALMIRANTES QUE COMPARTICIPAM NESTES ESQUECIMENTOS/DESCONHECIMENTOS !!

Abraços
« Última modificação: Setembro 20, 2019, 03:43:02 pm por tenente »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: LM, Major Alvega, NVF, HSMW, jorgeshot1, MATRA

*

Major Alvega

  • Perito
  • **
  • 563
  • Recebeu: 478 vez(es)
  • Enviou: 240 vez(es)
  • +311/-115
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #694 em: Setembro 20, 2019, 04:23:38 pm »
 O problema não é esse. Isso ainda é o menos. O grande problema das nossas FA's (segundo vi há pouco) é os lituanos receberem ajudas dos "amaricanos".
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF, tenente

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 3923
  • Recebeu: 1817 vez(es)
  • Enviou: 692 vez(es)
  • +520/-70
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #695 em: Setembro 20, 2019, 04:25:56 pm »
O problema não é esse. Isso ainda é o menos. O grande problema das nossas FA's (segundo vi há pouco) é os lituanos receberem ajudas dos "amaricanos".

OK, " prontos ", estava errado, tanta prosápia para nada, vou apagar o post  :mrgreen:
Vivam os " Amaricanos " !!!

Abraços
« Última modificação: Setembro 20, 2019, 04:26:58 pm por tenente »
 

*

smg

  • Membro
  • *
  • 58
  • Recebeu: 77 vez(es)
  • +39/-0
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #696 em: Setembro 27, 2019, 09:32:59 pm »
Boa noite . Mais uma má notícia , esta vinda da RCA . Um helicóptero senegalês MI-35 P despenhou-se hoje em Bouar . Morreram 3 tripulantes e um outro ficou ferido . Esse helicóptero de combate voltava de uma missão operacional , tinha ido bombardear uma base do grupo 3R , responsável pelo massacre de 46 pessoas em maio , em Koui no noroeste do país . A 5 FND esteve na zona durante um mês . A Minusca vinha exigindo a entrega de mais alguns responsáveis pela matança , e parece que perdeu a paciência . Relembro que em agosto houve uma reunião com 13 dos 14 grupos que assinaram o acordo de paz , para lhes dizer que não seriam toleradas mais violações . Em Birao no nordeste têm havido violentos combates entre dois grupos , o MLCJ e a FPRC , que já causaram dezenas de mortos e milhares de deslocados . Perante esse cenário não sei se a 6 FND vai ter o tal mês de adaptação ao clima . São muitos focos de problemas a surgir ao mesmo tempo e parece que a Minusca decidiu passar à acção já que os discursos não tiveram grandes resultados . Espero que tudo corra bem com os nossos militares que provavelmente não vão ter muito sossego durante os 6 meses de missão . Um abraço .
P.S. : na minha modesta opinião mais duas pandur com canhão de 30 mm não seriam de mais no TO. Se já estiveram na Lituânia onde a probabilidade de haver combates era muito inferior , na RCA poderiam ser úteis . Relembro que vários grupos armados foram vistos com armas pesadas ('canhões') montadas em cima de veículos . Mais vale ter poder de fogo a mais do que a menos naquele TO .
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: LM, NVF, HSMW, Stalker79, MATRA

*

smg

  • Membro
  • *
  • 58
  • Recebeu: 77 vez(es)
  • +39/-0
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #697 em: Outubro 01, 2019, 05:01:16 pm »
Boa tarde . Segundo OCS da RCA capacetes azuis portugueses terão tomado de assalto algumas bases do grupo armado 3R no noroeste do país  , pondo em debandada os milicianos . Esta informação carece de confirmação . Estas bases ficavam fora dos locais atribuídos e autorizados ao grupo 3R . Não sei se alguém pode confirmar ou não estes dados ?
Um abraço .
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: LM, jorgeshot1, MATRA, Red Baron

*

devonshire

  • Membro
  • *
  • 2
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +1/-0
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 3923
  • Recebeu: 1817 vez(es)
  • Enviou: 692 vez(es)
  • +520/-70
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #699 em: Outubro 01, 2019, 10:08:41 pm »
Pelo que li dos artigos mencionados não houve baixas entre a força Portuguesa.
Quanto ás duas viaturas danificadas não consegui ler nada que refira tal incidente nem tão pouco que nos pertençam.



Abraços
« Última modificação: Outubro 01, 2019, 10:12:33 pm por tenente »
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15017
  • Recebeu: 1004 vez(es)
  • Enviou: 945 vez(es)
  • +171/-168
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #700 em: Outubro 04, 2019, 09:25:31 am »
"Os Páras portugueses na RCA não param, não estão ali para brincar", quem o diz é a imprensa local!

Em 26 e 27 de Setembro de 2019 a acção das forças portuguesas na MINUSCA não foi noticia em Portugal mas na RCA foi!

Excertos de artigo de Yamale Edouard, publicado em 30 de Setembro de 2019 no site "Le Tsunami net".

(tradução livre da responsabilidade do Operacional )

«...As forças especiais portuguesas da Missão de Paz da ONU na República Centro-Africana (MINUSCA) empreenderam na quinta-feira 26 e sexta-feira 27 de Setembro, uma acção militar contra Abbas Sidiki, o mercenário dos Camarões cujos elementos controlam o triângulo Koui-Bocaranga-Ngaoundaye.
(…)
A EXEMPLARIDADE CONTINGENTE PORTUGUÊS DA MINUSCA.
O contingente português da MINUSCA é o único actualmente, (…) para fazer entender aos grupos armados que eles não têm o monopólio da força em nenhum lugar na República. Eles mostraram várias vezes que não vieram à República Centro-Africana para brincar com bandidos, mas para esmagá-los e fazê-los desaparecer, para que a autoridade do Estado seja restaurada.
Foi graças a eles que Bambari escapou da invasão dos grupos armados nos dias 9 e 10 de Janeiro, por ocasião do Dia Mundial da Alimentação (JMJ)
(…)
SE TODAS AS FORÇAS DA MINUSCA FOSSEM COMO OS PORTUGUESES, A PAZ ESTARIA RESTAURADA HÁ MUITO TEMPO.
(…)
Portanto, é errado e doentio dizer, como alguns, que os portugueses saquearam nossos recursos com a sua presença na MINUSCA.
Sem fazer de advogado do diabo, lembro os portugueses que estavam na Republica Centro Africana antes e depois da Independência e que eram considerados comerciantes honestos, pagando regularmente seus impostos e cumprindo as leis e regulamentos do país, em comparação com os libaneses muito perversos...»

O artigo é longo e não fala só dos portugueses mas aqui fica, o testemunho de quem está no terreno e vê a actuação das nossas forças.

https://letsunami.net/index.php/2019/09/30/centrafrique-pourquoi-la-traque-contre-abbas-sidiki-et-le-demantelement-de-ses-positions-dans-les-sous-prefectures-de-koui-bouar-et-baboua-par-minusca-portugal/?fbclid=IwAR1LKAOKJwd7P7z7kOQxlVleHm3ExCpSXj8afdOejlAbAuO2uPPoUep2RwI

Fonte: Operacional
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: MATRA, Claust

*

Claust

  • Membro
  • *
  • 13
  • Recebeu: 10 vez(es)
  • Enviou: 33 vez(es)
  • +3/-0
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #701 em: Outubro 04, 2019, 11:42:52 am »
"Os Páras portugueses na RCA não param, não estão ali para brincar", quem o diz é a imprensa local!


Há relatos que a coisa não foi bonita. Que houve fuga de informação. Falam em feridos e mortos dos dois lados. Ainda falta uma fonte oficial...

https://letsunami.net/index.php/2019/09/29/crash-de-bouar-finalement-un-helicoptere-abattu-un-vehicule-incendie-et-plusieurs-blesses/

Les forces spéciales portugaises de la Minuca ont été bien surpris par la stratégie mise en place par ces rebelles, un véhicule de la Minusca a été incendié, plusieurs blessés probablement des morts de deux côtés. Les affrontements ont duré plusieurs heures, et ce qu’il faut noter, n’eut été la venue annoncée des portugais, la perte allait être élevée du côté 3R par effet de surprise, mais, hélas ils ont été informés avant.

Tradução via google:
"As forças especiais portuguesas de Minuca ficaram muito surpresas com a estratégia posta em prática por esses rebeldes, um veículo da Minusca foi queimado, vários feridos provavelmente mortos de ambos os lados. Os confrontos duraram várias horas, e o que deve ser observado, não fosse a chegada anunciada dos portugueses, a perda seria alta no lado 3R de surpresa, mas, infelizmente, eles foram informados antes."

 

*

zocuni

  • Especialista
  • ****
  • 995
  • Recebeu: 12 vez(es)
  • Enviou: 29 vez(es)
  • +24/-0
    • http://www.mochileiros.com
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #702 em: Outubro 04, 2019, 03:03:30 pm »
"Os Páras portugueses na RCA não param, não estão ali para brincar", quem o diz é a imprensa local!

Em 26 e 27 de Setembro de 2019 a acção das forças portuguesas na MINUSCA não foi noticia em Portugal mas na RCA foi!

Excertos de artigo de Yamale Edouard, publicado em 30 de Setembro de 2019 no site "Le Tsunami net".

(tradução livre da responsabilidade do Operacional )

«...As forças especiais portuguesas da Missão de Paz da ONU na República Centro-Africana (MINUSCA) empreenderam na quinta-feira 26 e sexta-feira 27 de Setembro, uma acção militar contra Abbas Sidiki, o mercenário dos Camarões cujos elementos controlam o triângulo Koui-Bocaranga-Ngaoundaye.
(…)
A EXEMPLARIDADE CONTINGENTE PORTUGUÊS DA MINUSCA.
O contingente português da MINUSCA é o único actualmente, (…) para fazer entender aos grupos armados que eles não têm o monopólio da força em nenhum lugar na República. Eles mostraram várias vezes que não vieram à República Centro-Africana para brincar com bandidos, mas para esmagá-los e fazê-los desaparecer, para que a autoridade do Estado seja restaurada.
Foi graças a eles que Bambari escapou da invasão dos grupos armados nos dias 9 e 10 de Janeiro, por ocasião do Dia Mundial da Alimentação (JMJ)
(…)
SE TODAS AS FORÇAS DA MINUSCA FOSSEM COMO OS PORTUGUESES, A PAZ ESTARIA RESTAURADA HÁ MUITO TEMPO.
(…)
Portanto, é errado e doentio dizer, como alguns, que os portugueses saquearam nossos recursos com a sua presença na MINUSCA.
Sem fazer de advogado do diabo, lembro os portugueses que estavam na Republica Centro Africana antes e depois da Independência e que eram considerados comerciantes honestos, pagando regularmente seus impostos e cumprindo as leis e regulamentos do país, em comparação com os libaneses muito perversos...»

O artigo é longo e não fala só dos portugueses mas aqui fica, o testemunho de quem está no terreno e vê a actuação das nossas forças.

https://letsunami.net/index.php/2019/09/30/centrafrique-pourquoi-la-traque-contre-abbas-sidiki-et-le-demantelement-de-ses-positions-dans-les-sous-prefectures-de-koui-bouar-et-baboua-par-minusca-portugal/?fbclid=IwAR1LKAOKJwd7P7z7kOQxlVleHm3ExCpSXj8afdOejlAbAuO2uPPoUep2RwI

Fonte: Operacional

Bem que somos um país de emigrantes isso é largamente sabido mas nunca ouvi falar que tivessemos tido na RCA.Quanto ao resto obviamente espero que esteja tudo bem.
Até julgava que após a celebração de paz com os locais houvesse mais tranquilidade mas sabemos que isso não é bem assim pois são de países limítrofes.Que coisa sem soluão aparente.
zocuni
 

*

Lancero

  • Investigador
  • *****
  • 4143
  • Recebeu: 28 vez(es)
  • +60/-0
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #703 em: Outubro 04, 2019, 11:43:04 pm »
A emigração portuguesa na RCA é atualmente residual mas foi muito importante nos anos 70 e 80. Ainda hoje são muito considerados como comerciantes honestos pelas pessoas mais anciãs de Bangui.

Não houve feridos entre os portugueses, deixem os filmes. Houve, de facto, duas viaturas que regressaram a Boar rebocadas....  Nada que seja novo
"Portugal civilizou a Ásia, a África e a América. Falta civilizar a Europa"

Respeito
 


 

Origem da palavra "Commando" portuguesa?

Iniciado por PereiraMarques

Respostas: 1
Visualizações: 2669
Última mensagem Setembro 03, 2005, 11:58:47 pm
por dremanu
Legião Estrangeira Portuguesa (LEP)

Iniciado por Miguel

Respostas: 58
Visualizações: 22896
Última mensagem Setembro 09, 2008, 10:10:53 am
por Dead_Corpse
Mísseis de Concepção Portuguesa

Iniciado por Luso

Respostas: 11
Visualizações: 8922
Última mensagem Outubro 18, 2008, 06:51:06 pm
por Nitrox13
Legião Portuguesa

Iniciado por inox

Respostas: 6
Visualizações: 4435
Última mensagem Fevereiro 19, 2009, 06:28:05 pm
por teXou
A unidade militar mais "dura"

Iniciado por Yosy

Respostas: 17
Visualizações: 8840
Última mensagem Julho 09, 2005, 06:05:45 pm
por Yosy