Missão militar portuguesa na RCA

  • 404 Respostas
  • 67712 Visualizações
*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7008
  • Recebeu: 469 vez(es)
  • Enviou: 579 vez(es)
  • +24/-2
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #150 em: Julho 09, 2017, 10:54:38 am »
Alguém sabe mais alguma coisa do militar ferido? Circunstâncias, estado? Ficou? Regressou?

Vi numa notícia que o foi buscar um C-130 com equipa médica.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: perdadetempo

*

Camuflage

  • Investigador
  • *****
  • 1209
  • Recebeu: 63 vez(es)
  • Enviou: 29 vez(es)
  • +4/-15
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #151 em: Julho 09, 2017, 12:39:17 pm »
Vai regressar a Portugal, possivelmente já regressou, o caso não é grave, mas também não é apropriado politicamente ter feridos na zona.
 

*

perdadetempo

  • Perito
  • **
  • 446
  • Recebeu: 145 vez(es)
  • Enviou: 272 vez(es)
  • +15/-1
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #152 em: Julho 09, 2017, 07:14:21 pm »
Não seria mais prático terem enviado um FALCON?

Citar
Vi numa notícia que o foi buscar um C-130 com equipa médica.

Para se ter uma ideia do vespeiro em que aquele país se transformou e com alguns contigentes da MINUSCA acusados de se juntarem à festa:
Citar
Centrafrique: manifestation populaire contre la Minusca
Par Journaldebangui.com avec APA - 07/07/2017
Les populations de Bria et de Bambari ont manifesté jeudi pour dénoncer ce qu’ils considèrent comme la partialité des casques bleu dans la protection civile

 

Des manifestations populaires ont été organisées jeudi, 06 juillet, dans les villes de Bria et Bambari pour dénoncer les manquements de certains contingents de la Mission multidimensionnelle intégrée des Nations unies pour la stabilisation en République centrafricaine (Minusca) dans leurs actions de protection des populations.

A Bria, les habitants ont manifesté devant la base pour exiger le départ du contingent marocain basé dans la région.

Les manifestants dénoncent le fait que ce contingent n’a pas fait assez pour bloquer des mercenaires venus du Tchad. Lesquels ont voulu attaquer le site des déplacés situé tout près de leur base, mercredi.
Cette attaque a causé la mort de trois personnes dont une femme présentes sur le site.

 © ©Droits réservés

Par contre à Bambari, la population exige le retrait du contingent mauritanien qu’elle accuse d’être de connivence avec certains groupes armés à qui il distribue des armes, selon les manifestants.

Les habitants de Bambari demandent par ailleurs le maintien des forces spéciales du Portugal et les contingents burundais et congolais.

Dans ces deux villes, les manifestants ont remis un mémorandum aux autorités administratives pour que leurs revendications soient relayées aux autorités de Bangui.

Depuis plus de six mois les régions Est de la RCA sont en proie à des violences qui ont aggravé encore plus les conditions de vie précaires et ajouté au drame que vivent les populations. Ce regain de violence a un impact dramatique et entrave l’accès des humanitaires.

O Tradutor do Google faz um trabalho razoável se for necessário traduzir
https://translate.google.pt/?hl=pt-PT

Cumprimentos,
« Última modificação: Julho 09, 2017, 10:08:17 pm por perdadetempo »
 

*

jorgeshot1

  • Membro
  • *
  • 75
  • Recebeu: 6 vez(es)
  • Enviou: 212 vez(es)
  • +2/-0
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #153 em: Julho 09, 2017, 09:24:03 pm »
Não seria mais prático terem enviado um FALCON?

Citar
Vi numa notícia que o foi buscar um C-130 com equipa médica.

Parra se ter uma ideia do vespeiro em que aquele país se transformou e com alguns contigentes da MINUSCA acusados de se juntarem à festa:
Citar
Centrafrique: manifestation populaire contre la Minusca
Par Journaldebangui.com avec APA - 07/07/2017
Les populations de Bria et de Bambari ont manifesté jeudi pour dénoncer ce qu’ils considèrent comme la partialité des casques bleu dans la protection civile

 

Des manifestations populaires ont été organisées jeudi, 06 juillet, dans les villes de Bria et Bambari pour dénoncer les manquements de certains contingents de la Mission multidimensionnelle intégrée des Nations unies pour la stabilisation en République centrafricaine (Minusca) dans leurs actions de protection des populations.

A Bria, les habitants ont manifesté devant la base pour exiger le départ du contingent marocain basé dans la région.

Les manifestants dénoncent le fait que ce contingent n’a pas fait assez pour bloquer des mercenaires venus du Tchad. Lesquels ont voulu attaquer le site des déplacés situé tout près de leur base, mercredi.
Cette attaque a causé la mort de trois personnes dont une femme présentes sur le site.

 © ©Droits réservés

Par contre à Bambari, la population exige le retrait du contingent mauritanien qu’elle accuse d’être de connivence avec certains groupes armés à qui il distribue des armes, selon les manifestants.

Les habitants de Bambari demandent par ailleurs le maintien des forces spéciales du Portugal et les contingents burundais et congolais.

Dans ces deux villes, les manifestants ont remis un mémorandum aux autorités administratives pour que leurs revendications soient relayées aux autorités de Bangui.

Depuis plus de six mois les régions Est de la RCA sont en proie à des violences qui ont aggravé encore plus les conditions de vie précaires et ajouté au drame que vivent les populations. Ce regain de violence a un impact dramatique et entrave l’accès des humanitaires.

O Tradutor do Google faz um trabalho razoável se for necessário traduzir
https://translate.google.pt/?hl=pt-PT

Cumprimentos,
Pelo que eu sei perdadetempo o C 130 foi enviado com mantimentos e logística para a continuação da missão e aproveitaram a viagem e levaram uma equipa médica e evacuaram o militar ferido. Acho que foi isso o que aconteceu .
Pelo menos estão a gostar do nosso trabalho pelo que querem a nossa continuação em Bambari !!! Somos os melhores sem dúvidas !!! :G-bigun: :G-beer2:
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: perdadetempo

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7008
  • Recebeu: 469 vez(es)
  • Enviou: 579 vez(es)
  • +24/-2
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #154 em: Julho 11, 2017, 06:21:07 pm »
A operação de evacuação médica do C-130 à Republica Centro-Africana.

Esquadra 501 - “Bisontes”. 9 mil Km e 20 horas de voo para recuperar militar ferido na República Centro Africana
https://www.facebook.com/notes/for%C3%A7a-a%C3%A9rea-portuguesa/esquadra-501-bisontes-9-mil-km-e-20-horas-de-voo-para-recuperar-militar-ferido-n/999148980224926/
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7008
  • Recebeu: 469 vez(es)
  • Enviou: 579 vez(es)
  • +24/-2
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #155 em: Julho 30, 2017, 06:22:03 pm »
Vi no programa olhar o mundo rtp3, dizer que quem vai substituir os Comandos na RCA vão ser paraquedistas.
 

*

Camuflage

  • Investigador
  • *****
  • 1209
  • Recebeu: 63 vez(es)
  • Enviou: 29 vez(es)
  • +4/-15
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #156 em: Julho 30, 2017, 08:59:58 pm »
Também não faz sentido os Comandos não serem substituídos porque alguns elementos estão a ser investigados, até parece que só há meia dúzia de efectivos.
 

*

asalves

  • Membro
  • *
  • 165
  • Recebeu: 52 vez(es)
  • Enviou: 16 vez(es)
  • +4/-4
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #157 em: Julho 31, 2017, 03:02:04 am »
http://observador.pt/2017/07/30/organizacoes-humanitarias-pilhadas-na-republica-centro-africana/

Citar
Organizações humanitárias declararam ter sido pilhadas à margem dos “violentos combates” de sábado na República Centro-Africana, país que um alto responsável das Nações Unidas descreveu hoje estar numa “situação perigosa” e com riscos de retrocesso.

“A 29 de julho à tarde, ocorreram violentos combates na cidade de Batangafo (noroeste). As residências das organizações humanitárias foram pilhadas e centenas de deslocados pediram refúgio num antigo hospital”, disse à AFP a organização não-governamental Médicos.

“A nossa equipa acolheu três feridos que conseguiram chegar ao hospital. Pensamos que há outros na cidade, mas não sabemos onde”, esclareceram os Médicos sem Fronteira (MSF).

“A MSF apela a todos os combatentes para respeitarem a população civil, o hospital e o trabalho humanitária”, acrescenta a organização.

A República Centro-Africana saiu de um conflito que teve início em 2013 e que opôs os grupos armados ‘Seleka’, maioritariamente muçulmanos e ‘anti-Balaka’, predominantemente cristãos, apesar da intervenção da França (2013-2016) e da Missão das Nações Unidas na República Centro-Africana MINUSCA, que tem 12.500 homens, entre os quais um grupo de militares portugueses.
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14325
  • Recebeu: 736 vez(es)
  • Enviou: 730 vez(es)
  • +54/-47
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #158 em: Agosto 01, 2017, 10:51:47 am »
Também não faz sentido os Comandos não serem substituídos porque alguns elementos estão a ser investigados, até parece que só há meia dúzia de efectivos.

Penso que o que vai acontecer é que a força que irá substituir os Comandos que vão agora arrancar para a RCA serão uma Companhia de Páraquedistas.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

raphael

  • Especialista
  • ****
  • 1074
  • Recebeu: 124 vez(es)
  • Enviou: 134 vez(es)
  • +8/-0
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #159 em: Agosto 01, 2017, 11:00:22 am »
Também não faz sentido os Comandos não serem substituídos porque alguns elementos estão a ser investigados, até parece que só há meia dúzia de efectivos.

Penso que o que vai acontecer é que a força que irá substituir os Comandos que vão agora arrancar para a RCA serão uma Companhia de Páraquedistas.

Isso só iria acentuar o mau planeamento do Exército e a questão das "quintas"...ou seja, o Exército já tem a malta dos Comandos para a rotação treinados e aprontados, mas como implica uma comissão de serviço com as vantagens associadas, os Páras ao mesmo tempo foram fazendo o aprontamento para uma eventualidade ou pior estão a aprontá-los à pressão para irem render os Comandos no teatro de operações...
Para mim se a missão foi entregue aos Comandos deveriam ser eles a executar a rotação e concluir esta missão, na próxima logo mandavam os Páras.
Um abraço
Raphael
__________________
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Cabeça de Martelo

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7008
  • Recebeu: 469 vez(es)
  • Enviou: 579 vez(es)
  • +24/-2
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #160 em: Agosto 01, 2017, 11:34:12 am »
Quando é que começa a missão no Afeganistão? Pode ter a ver com isso.
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14325
  • Recebeu: 736 vez(es)
  • Enviou: 730 vez(es)
  • +54/-47
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #161 em: Agosto 01, 2017, 11:48:48 am »
Também não faz sentido os Comandos não serem substituídos porque alguns elementos estão a ser investigados, até parece que só há meia dúzia de efectivos.

Penso que o que vai acontecer é que a força que irá substituir os Comandos que vão agora arrancar para a RCA serão uma Companhia de Páraquedistas.

Isso só iria acentuar o mau planeamento do Exército e a questão das "quintas"...ou seja, o Exército já tem a malta dos Comandos para a rotação treinados e aprontados, mas como implica uma comissão de serviço com as vantagens associadas, os Páras ao mesmo tempo foram fazendo o aprontamento para uma eventualidade ou pior estão a aprontá-los à pressão para irem render os Comandos no teatro de operações...
Para mim se a missão foi entregue aos Comandos deveriam ser eles a executar a rotação e concluir esta missão, na próxima logo mandavam os Páras.

Atenção eu escrevi que para mim a Companhia de Páraquedistas só irá na próxima vez e não agora. Eles nunca deviam ter designado os militares em questão para esta missão e agora vão buscar nem que seja o fulano da secretaria para os substituir.

Tenho que referir que eu NÃO tenho qualquer tipo de informação de dentro, estou meramente a especular.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 9353
  • Recebeu: 307 vez(es)
  • Enviou: 211 vez(es)
  • +17/-7
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #162 em: Setembro 04, 2017, 01:08:57 pm »
Partiu novo contingente militar para a República Centro Africana


Força partiu com um mês de atraso porque teve de substituir seis militares acusados da morte de dois recrutas.

O grosso do segundo contingente militar português na República Centro Africana (RCA) deixou Lisboa na madrugada desta segunda-feira, informaram fontes militares.

Os 138 efetivos vão juntar-se aos 21 do destacamento avançado que estão em Bangui há alguns dias, para os quais já foi feita a transferência de autoridade (TOA) da primeira Força Nacional Destacada (FND) naquele país africano, adiantou uma das fontes ouvidas pelo DN.

A primeira força, enviada em janeiro para a RCA sob o comando do tenente-coronel Musa Paulino, chega a Lisboa ao fim da tarde desta segunda-feira, anunciou o Estado-Maior General das Forças Armadas.

O novo contingente comandado pelo tenente-coronel Alexandre Varino, maioritariamente composto por militares comandos e com três controladores aéreos táticos da Força Aérea, partiu com mais de um mês de atraso porque seis dos seus elementos tiveram de ser substituídos devido a regras da ONU.

Esses seis militares comandos - três oficiais, dois sargentos e uma praça - estão acusados da morte de dois recrutas no curso iniciado em setembro de 2016 e as normas da ONU, relativas à certificação das forças de capacetes azuis, não permitem a sua presença nos seus contingentes.

Nesse documento, datado de janeiro de 2016, a organização "pede que os governos dos Estados membros certifiquem, por escrito, que nenhum dos militares destacados ou a destacar" para as operações de paz da ONU "tenham estado envolvidos" em casos envolvendo ofensas criminais, "incluindo de natureza sexual".

A orientação da ONU abrange também os militares que "tenham sido condenados, ou estejam presentemente sob investigação ou sejam acusados por qualquer ofensa criminal".


>>>>  http://www.dn.pt/portugal/interior/partiu-novo-contingente-militar-para-a-republica-centro-africana-8747000.html
 

*

Camuflage

  • Investigador
  • *****
  • 1209
  • Recebeu: 63 vez(es)
  • Enviou: 29 vez(es)
  • +4/-15
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #163 em: Setembro 04, 2017, 08:53:07 pm »
Vá lá, pensei que o país não tivesse 6 elementos para substituir os Comandos que se encontram sob investigação...
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7008
  • Recebeu: 469 vez(es)
  • Enviou: 579 vez(es)
  • +24/-2
Re: Missão militar portuguesa na RCA
« Responder #164 em: Setembro 06, 2017, 10:40:45 am »
Falta de efetivos nos Comandos obriga a integrar paraquedistas em missão da ONU
http://www.dn.pt/portugal/interior/falta-de-efetivos-nos-comandos-obriga-a-integrar-paraquedistas-em-missao-da-onu-8749999.html

PS: O texto tem um erro, os Páras podem ser a FND a enviar para a RCA no inicio de 2018 e não no inicio de 2017, ainda não conseguimos viajar no tempo.
« Última modificação: Setembro 06, 2017, 10:43:20 am por Lightning »
 

 

Livro " POLÍCIA à Portuguesa"

Iniciado por safurdaoQuadro Forças de Segurança

Respostas: 57
Visualizações: 15314
Última mensagem Dezembro 06, 2008, 12:21:55 pm
por Cabeça de Martelo
A IMPORTÂNCIA DA LÍNGUA PORTUGUESA E A GEOPOLÍTICA DA LÍNGUA

Iniciado por Paulo RamiresQuadro Portugal

Respostas: 0
Visualizações: 2379
Última mensagem Maio 31, 2014, 04:58:07 am
por Paulo Ramires
Origem da palavra "Commando" portuguesa?

Iniciado por PereiraMarquesQuadro Exército Português no ForumDefesa.com

Respostas: 1
Visualizações: 2295
Última mensagem Setembro 03, 2005, 11:58:47 pm
por dremanu
A MARINHA DE GUERRA PORTUGUESA, DO FIM DA II GUERRA MUNDIAL AO 25 DE ABRIL

Iniciado por P44Quadro Livros-Revistas-Filmes-Documentários

Respostas: 0
Visualizações: 2369
Última mensagem Dezembro 31, 2015, 03:31:49 pm
por P44
Tagus Park: "mini Silicon Valley" portuguesa?

Iniciado por MarauderQuadro Portugal

Respostas: 1
Visualizações: 1760
Última mensagem Julho 05, 2006, 06:40:52 pm
por typhonman