DAE vs OEsp Lamego

  • 76 Respostas
  • 14673 Visualizações
*

piteira#19

  • Membro
  • *
  • 19
  • Enviou: 13 vez(es)
  • +0/-0
Re: DAE vs OEsp Lamego
« Responder #30 em: Fevereiro 13, 2016, 12:36:13 pm »
Para a classe de sargentos não é necessário ir para a escola de sargentos ou algo semelhante?
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14537
  • Recebeu: 817 vez(es)
  • Enviou: 803 vez(es)
  • +90/-90
Re: DAE vs OEsp Lamego
« Responder #31 em: Fevereiro 13, 2016, 12:56:29 pm »
Para a classe de sargentos não é necessário ir para a escola de sargentos ou algo semelhante?

Para RC? Não, basta o CFS. Depois sempre podes tentar ir para a ESE, já que a mesma não aceita ninguém vindo directamente da vida civil. Nos Fuzos acho que todos os Sargentos são QP e o curso é mais curto que na ESE.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: piteira#19

*

piteira#19

  • Membro
  • *
  • 19
  • Enviou: 13 vez(es)
  • +0/-0
Re: DAE vs OEsp Lamego
« Responder #32 em: Fevereiro 13, 2016, 01:21:53 pm »
Segundo vi fazia o CFS e depois fazia uma complementação numa especialidade (neste caso seria OEsp) ficando assim com uma formação bastante mais completa. Não é nada mal pensado, mas depois quando estiver no ativo as tarefas serão tão praticas como as dos praças ou serão mais teóricas como os oficiais ou e um meio termo?
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14537
  • Recebeu: 817 vez(es)
  • Enviou: 803 vez(es)
  • +90/-90
Re: DAE vs OEsp Lamego
« Responder #33 em: Fevereiro 13, 2016, 02:38:47 pm »
Estás a ver mal a coisa, tens tanta possibilidade de estares atrás de uma secretária como Praça, ou Sargento ou Oficial. O importante é a especialidade e a unidade a que pertences. Se estás no GOE Alfa/Bravo ou Charlie da FOEsp é uma coisa, se estás no Estado-Maior do CTOE é outra.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: piteira#19

*

piteira#19

  • Membro
  • *
  • 19
  • Enviou: 13 vez(es)
  • +0/-0
Re: DAE vs OEsp Lamego
« Responder #34 em: Fevereiro 13, 2016, 03:05:34 pm »
Compreendo. No entanto levantou-se outra duvida. como funciona a FOEsp? segundo entendi é diferente do CTOE.
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14537
  • Recebeu: 817 vez(es)
  • Enviou: 803 vez(es)
  • +90/-90
Re: DAE vs OEsp Lamego
« Responder #35 em: Fevereiro 13, 2016, 03:14:56 pm »
CTOE tem várias subunidades, que inclui a FOEsp.



O mesmo acontece com o Regimento de Paraquedistas.



E o Regimento de Comandos.

7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: piteira#19

*

piteira#19

  • Membro
  • *
  • 19
  • Enviou: 13 vez(es)
  • +0/-0
Re: DAE vs OEsp Lamego
« Responder #36 em: Fevereiro 13, 2016, 03:25:44 pm »
E é necessário pertencer aos QP para ingressar na FOEsp?
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14537
  • Recebeu: 817 vez(es)
  • Enviou: 803 vez(es)
  • +90/-90
Re: DAE vs OEsp Lamego
« Responder #37 em: Fevereiro 13, 2016, 03:46:01 pm »
Se a FOEsp tem desde Praças, a Sargentos a Oficiais, é claro que podes ser tanto RC como QP. A diferença é o curso para QP ter mais matérias.

COE para militares QP:

DURAÇÃO: 21 SEMANAS
DISTRIBUIÇÃO SEMANAL
1ª FASE :15 SEMANAS (ACÇÕES DIRECTAS)
2ª FASE : 6 SEMANAS (ACÇÕES INDIRECTAS)
Subversão e Guerrilha
Contra-subversão, contra-guerrilha
Ajuda militar

COE para Of./Sarg. RC

DURAÇÃO: 12 SEMANAS (1ªFASE) + 5 SEMANAS (2ªFASE)

COE para Praças RC

DURAÇÃO: 12 SEMANAS + 4 SEMANAS ICOMPL

Já agora, lê esta revista:

https://issuu.com/forcasdeoperacoesespeciais/docs/ponto_de_reuniao?e=4978513/2639000

7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: piteira#19

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7136
  • Recebeu: 527 vez(es)
  • Enviou: 652 vez(es)
  • +34/-12
Re: DAE vs OEsp Lamego
« Responder #38 em: Fevereiro 13, 2016, 06:39:23 pm »
Agora apanhaste-me com os Belgas... o que é que eles têm?

Para mim é o que eles não tem, nós temos corpo de fuzileiros, Regimento de comandos, para-quedistas, CTOE, DAE, Precursores, UPF. Os Belgas tem 2 Batalhões de Para-comandos e um grupo de forças especiais.
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14537
  • Recebeu: 817 vez(es)
  • Enviou: 803 vez(es)
  • +90/-90
Re: DAE vs OEsp Lamego
« Responder #39 em: Fevereiro 13, 2016, 06:49:34 pm »
Sim, mas eles têm a generalidade dos seus militares mais bem equipados e armados que nós. Na prática nós temos "n" unidades às moscas ou perto disso e com pessoal de qualidade duvidosa.


« Última modificação: Fevereiro 13, 2016, 07:00:22 pm por Cabeça de Martelo »
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

piteira#19

  • Membro
  • *
  • 19
  • Enviou: 13 vez(es)
  • +0/-0
Re: DAE vs OEsp Lamego
« Responder #40 em: Fevereiro 14, 2016, 08:54:14 pm »
A Armada só inseriu, salvo erro, 2 praças OP's nos QP. Os restantes quadros, para praças, estão fechados. O acesso das praças RC aos quadros passa pela via curso de sargentos ou Oficiais.

Sim, aceitam praças RC's nos DAE, bem como nos Mergulhadores, para já só os Submarinos é que ainda resistem a isto, mas será decerto por pouco tempo... infelizmente...

Fazerem-se leis "cegas" sem se olhar às especificidades dos Ramos ou mesmos às especialidades dentro dos ramos é mesmo de quem não quer ter trabalho a legislar!!!

isto nao faz muito sentido :/
 

*

piteira#19

  • Membro
  • *
  • 19
  • Enviou: 13 vez(es)
  • +0/-0
Re: DAE vs OEsp Lamego
« Responder #41 em: Fevereiro 14, 2016, 09:31:14 pm »
Sobre de não conhecer ninguém do Dae, não influencia nada a minha opinião!95% do que fazem tenho conhecimento, amanha (2ºfeiras) sei o nome completos deles,moradas, contribuinte,Nick names,todos sobre eles!basta querer.....
Dou-lhe um exemplo do meu conhecimento, saíram 2 elementos do Dae no mês passo para a vida civil, ambos iriam entrar no QP´s, ate sei os motivos que os levaram a sair,e vai ao encontro de pensamento esse motivos!A uns anos saio um Cabo do Dae que estava a concorrer ao curso de sargentos e abandonou tudo, para seguir o rumo da PSP , tal como esta outro no curso actual da PSP! as motivações que os levaram "talvez as mesma".

É a segunda vez que dizem que para entrar para o DAE não é necessário estar nos QP o q vai de acordo com o que o representante dos fuzileiros no dia da defesa nacional disse.
 

*

piteira#19

  • Membro
  • *
  • 19
  • Enviou: 13 vez(es)
  • +0/-0
Re: DAE vs OEsp Lamego
« Responder #42 em: Fevereiro 14, 2016, 11:58:03 pm »
Na FOEsp há o COE para RC e o COE para QP, ou seja, os militares contractados terão um COE com menos disciplinas e iram aprender menos coisas (toda a parte das Operações Indirectas).

No Corpo de Fuzileiros todos fazem o mesmo curso, mas só os QP é que podem entrar para o DAE, deixando os contractados relegados para o Pelotão de Abordagem e para o Pelotão de reconhecimento.
Corrija-me se estiver errado, mas para fazer o COEMAR não é necessário já ter feito o CAEDMA (para o qual é necessário pertencer aos QP)? como é assim possível que os RC façam o COEMAR? Já agora sabe me dizer se o CTOE tem treino anti-terrorista?
« Última modificação: Fevereiro 15, 2016, 12:04:20 am por piteira#19 »
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14537
  • Recebeu: 817 vez(es)
  • Enviou: 803 vez(es)
  • +90/-90
Re: DAE vs OEsp Lamego
« Responder #43 em: Fevereiro 15, 2016, 01:13:05 pm »

7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14537
  • Recebeu: 817 vez(es)
  • Enviou: 803 vez(es)
  • +90/-90
Re: DAE vs OEsp Lamego
« Responder #44 em: Fevereiro 15, 2016, 01:27:36 pm »
Citar
Curso de Aperfeiçoamento em Explosivos, Demolições, Minas e Armadilhas.

Este curso é condição para a habilitação e conhecimentos na área de explosivos, minas, armadilhas e demolições/destruições de alvos terrestres.
Confere a habilitação técnico-profissional dos conhecimentos e competências adequadas para o exercício de funções no âmbito da execução das operações de demolição e destruição, instalação, deteção e remoção de campos de minas,
específicas das Unidades de Fuzileiros e de desembarque.
Destina-se a Oficiais, Cadetes, Sargentos e Praças, dos quadros permanentes (QP), da classe de fuzileiros (FZ).
Tem duração de 150 horas / 25 dias úteis (6 tempos lectivos por dia), incluindo 3 dias de exercício de campo.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.