DAE vs OEsp Lamego

  • 76 Respostas
  • 14664 Visualizações
*

piteira#19

  • Membro
  • *
  • 19
  • Enviou: 13 vez(es)
  • +0/-0
DAE vs OEsp Lamego
« em: Fevereiro 09, 2016, 08:10:51 pm »
Boas, no dia da defesa nacional o representante dos fuzileiros disse que o destacamento de ações especiais da marinha era a única unidade das forças armadas autorizada pelo presidente a atuar clandestinamente fora do país. Como tal venho perguntar se tal é verdade visto que o exercito possui também uma unidade de operações especiais cujo principal objetivo é o combate não convencional sendo assim necessário atuar clandestinamente. Gostava também de saber entre estas duas unidades (DAE e OEsp Lamego) qual é a que possui mais apetências, por exemplo sei que o DAE tem treino em explosivos, condução de viaturas taticas e também recebem treino para o caso de serem capturados resistirem ao interrogatório, etc no entanto pouco sei em relação ás apetências das OEsp de Lamego.
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14535
  • Recebeu: 817 vez(es)
  • Enviou: 802 vez(es)
  • +89/-90
Re: DAE vs OEsp Lamego
« Responder #1 em: Fevereiro 10, 2016, 10:26:02 am »
Piteira, penso que estejas interessado em ingressar numa unidade de Operações Especiais, certo? Se assim o é, que classe é que vais tentar ir? Praças, Sargentos ou Oficiais?

Uma coisa que deves saber é que enquanto que para o CTOE/FOEsp podes ir tanto como RC como QP, para o DAE só lá entram pessoal QP. O pessoal RC dos Fuzileiros depois do Curso de Operações Especiais Marítimas só pode ir para o Pelotão de Abordagem/Pelotão de Reconhecimento. Para além disso, enquanto que no CTOE podes ingressar directamente da vida civil, o mesmo não acontece para o segundo curso acima mencionado, em que só podes tentar depois de "pronto" (com o Curso de Fuzileiros).
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: piteira#19

*

piteira#19

  • Membro
  • *
  • 19
  • Enviou: 13 vez(es)
  • +0/-0
Re: DAE vs OEsp Lamego
« Responder #2 em: Fevereiro 10, 2016, 02:32:29 pm »
caro cabeça de martelo, deixe-me desde já agradecer a atenção. Sim, o meu objectivo é entrar numa unidade de operações especiais e se entra-se gostaria de entrar como praça, embora esteja na faculdade e quando chegar a altura de ingressar poderia entrar como oficial em RC, contudo eu não quero ir para as forças armadas para "sugar" dinheiro ao estado, eu quero ir para as forças armadas não pelo dinheiro mas sim porque é a minha vocação e a única coisa que me vejo a fazer no futuro e segundo me disseram os oficiais tem funções de chefia e não metem tanto as "mãos na maça" quanto os praças. Tenho conhecimento daquilo que me disse relativamente ao DAE e OEsp contudo é com base nisso que surje a minha verdadeira duvida, eu não queria estar a entrar nos fuzileiros e depois nunca ter a oportunidade de sequer tentar entrar no DAE assim como também não queria entrar nas OEsp e depois não ter tantas missões e tantas habilitações como a malta do DAE. e essa era a minha verdadeira questão, a malta das OEsp têm um treino semelhante ao dos DAE e +/- o mesmo tipo de missões ou o DAE têm um treino muito mais superior e mais missões (por missões refiro-me ás não convencionais)?
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14535
  • Recebeu: 817 vez(es)
  • Enviou: 802 vez(es)
  • +89/-90
Re: DAE vs OEsp Lamego
« Responder #3 em: Fevereiro 10, 2016, 02:45:01 pm »
Os Fuzileiros são uma grande tropa, mas se queres ser militar de Operações Especiais é provável que os Rangers sejam a melhor opção.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

valentim17

  • Membro
  • *
  • 20
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • Enviou: 5 vez(es)
  • +2/-0
Re: DAE vs OEsp Lamego
« Responder #4 em: Fevereiro 10, 2016, 05:09:53 pm »
Boas alguém sabe quando abrem os concursos dos FZ e dos Rangers ?
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14535
  • Recebeu: 817 vez(es)
  • Enviou: 802 vez(es)
  • +89/-90
Re: DAE vs OEsp Lamego
« Responder #5 em: Fevereiro 10, 2016, 05:53:27 pm »
No ano de 2016 está assegurado 2 incorporações no CTOE e mais um COE para militares do Exército (já "prontos"). Para os Fuzos é uma incógnita.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: valentim17

*

valentim17

  • Membro
  • *
  • 20
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • Enviou: 5 vez(es)
  • +2/-0
Re: DAE vs OEsp Lamego
« Responder #6 em: Fevereiro 10, 2016, 06:52:25 pm »
Até agora, tem havido concursos todos os anos ?
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14535
  • Recebeu: 817 vez(es)
  • Enviou: 802 vez(es)
  • +89/-90
Re: DAE vs OEsp Lamego
« Responder #7 em: Fevereiro 11, 2016, 10:22:26 am »
Penso que não, mas não posso confirmar. Este ano houve um aumento muito substancial de vagas para as Forças Armadas, por isso penso que tal situação se aconteceu, não voltará acontecer nos próximos anos.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

piteira#19

  • Membro
  • *
  • 19
  • Enviou: 13 vez(es)
  • +0/-0
Re: DAE vs OEsp Lamego
« Responder #8 em: Fevereiro 11, 2016, 12:39:55 pm »
Mandei um email á marinha a perguntar quais eram os requisitos para entrar no DAE e a resposta foi:

Exmo Senhor André Piteira,

 

Em resposta ao seu e-mail informa-se que primeiro tem de entrar para os fuzileiros, depois quando for FZ é que poderá entrar para os DAE e as condições são:

Praças RC

•Ser cidadão português;

•Autorização por quem detenha o poder paternal (se aplicável);

•Ter aptidão médica, física e psicotécnica para a classe;

•Ter bom comportamento moral e civil;

•Situação militar regularizada;

•Alturas mínimas para os indivíduos do sexo masculino e feminino são, respectivamente de 1,60m e 1,56m, sendo a altura máxima de 1,90.

•Idade entre os 18 anos e os 24 anos de idade até 31 de Dezembro do ano da incorporação;

•Estar habilitado, no mínimo, com o 3º ciclo do ensino básico, ou habilitação legalmente equivalente;

* Consultar provas físicas para a classe Praça Fuzileiros e Praça Mergulhadores (são diferentes e mais exigentes).

 

Oficiais RC

 

•Ser cidadão português

•Autorização por quem detenha o poder paternal, se aplicável

•Ter aptidão médica, física e psicotécnica para a classe

•Ter bom comportamento moral e civil

•Situação militar regularizada

•Alturas mínimas para os indivíduos do sexo masculino e feminino são, respectivamente de 1,60m e 1,56m, sendo a altura máxima de 1,90.

•Idade não superior a 27 anos a 31 de Dezembro do ano da incorporação (candidatos com Mestrado, Licenciatura ou Bacharelato);

•Idade entre os 18 anos e os 24 anos a 31 de Dezembro do ano da incorporação (candidatos com o 12º ano do ensino secundário);

•Estar habilitado com uma das seguintes habilitações literárias:

◦Mestrado;

◦Mestrado Integrado com 300 Ects;

◦Licenciatura;

◦Licenciatura com 240 Ects;

◦Licenciatura de 180 Ects;

◦Bacharelato;

◦12º ano do Ensino Secundário. *

* Para preenchimento das vagas não ocupadas por candidatos habilitados com Mestrado, Licenciatura ou Bacharelato.




Contudo penso que não responderam á pergunta pois eu perguntei se era necessario estar nos QP para ingressar no DAE e perguntei também quais eram os requisitos necessários para entrar no DAE e eles enviaram as condições para entrar nos FZ.
 

*

piteira#19

  • Membro
  • *
  • 19
  • Enviou: 13 vez(es)
  • +0/-0
Re: DAE vs OEsp Lamego
« Responder #9 em: Fevereiro 11, 2016, 12:42:48 pm »
Já agora só por mera curiosidade sabem me dizer +/- qual é a frequencia com que abrem concurso para os QP no CTOE?
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14535
  • Recebeu: 817 vez(es)
  • Enviou: 802 vez(es)
  • +89/-90
Re: DAE vs OEsp Lamego
« Responder #10 em: Fevereiro 11, 2016, 12:59:10 pm »
Há sempre um COE para militares do QP do Exército por ano.

Citar
CERIMÓNIA DE ABERTURA DO CURSO DE OPERAÇÕES ESPECIAIS DO QUADRO PERMANENTE 2016


No dia 11 de janeiro de 2016 decorreu no Centro de Tropas de Operações Especiais, a cerimónia de abertura do Curso de Operações Especiais do Quadro Permanente – 2016 (COE/QP16).

A cerimónia decorreu na parada interior do Quartel de Santa Cruz, com a presença de todos Oficias e Sargentos dos QP da Unidade.

No final do dia, no quartel de “Penude”, decorreu a cerimónia de entrega das mochilas, símbolo internacional das tropas de elite, pelo Oficias e Sargentos dos QP da Unidade aos novos formandos. O Exmo Comandante da Unidade entregou a mochila ao militar “mais antigo” e proferiu algumas palavras de boa sorte ao curso.

Este curso decorre no CTOE, no período de 11Jan16 a 01Jul16, contando com a participação de um total de 13 militares, sendo 8 de nacionalidade Portuguesa e 5 de nacionalidade Angolana.


O CTOE é responsável por ministrar este curso que tem como objetivo principal formar militares do QP para o desempenho de missões na área das Operações Especiais.

Todos os documentos que li acerca do DAE indicam para pertencer-se ao mesmo é mesmo preciso ser do QP. Para um Praça da Marinha entrar para o QP é preciso abrir concurso, o mesmo concorrer e conseguir passar.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: piteira#19

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7136
  • Recebeu: 527 vez(es)
  • Enviou: 652 vez(es)
  • +34/-12
Re: DAE vs OEsp Lamego
« Responder #11 em: Fevereiro 12, 2016, 11:02:34 am »
Acho que ninguém deve ir para os Fuzileiros com o objectivo de entrar no DAE, deve ir para os Fuzileiros quem quer ser Fuzileiro, não quem quer ser Operações Especiais, e se não conseguir entrar? Vai andar frustrado?

Se quer ser de Operações Especiais acho que deve concorrer ao CTOE.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: piteira#19

*

piteira#19

  • Membro
  • *
  • 19
  • Enviou: 13 vez(es)
  • +0/-0
Re: DAE vs OEsp Lamego
« Responder #12 em: Fevereiro 12, 2016, 12:01:43 pm »
Caro Lightning, não podia estar mais de acordo com a sua opinião. A minha questão era se as OEsp não tive-sem tantas habilitações e missões como o DAE, assim já se justificava o risco.
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14535
  • Recebeu: 817 vez(es)
  • Enviou: 802 vez(es)
  • +89/-90
Re: DAE vs OEsp Lamego
« Responder #13 em: Fevereiro 12, 2016, 12:16:10 pm »
Ambas unidades estão bem equipadas e armadas, ambas as unidades têm militares bem qualificados (e com tendência a aumentar), etc.

Eu tenho um carinho especial pelo DAE por razões do fórum pessoal, mas reconheço  que os Rangers também são uma grande tropa.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

piteira#19

  • Membro
  • *
  • 19
  • Enviou: 13 vez(es)
  • +0/-0
Re: DAE vs OEsp Lamego
« Responder #14 em: Fevereiro 12, 2016, 12:25:25 pm »
O meu maior problema levantou-se quando no dia da defesa nacional o representante dos fuzileiros disse que  somente o DAE estava autorizado a atuar clandestinamente em solo estrangeiro. Logo sendo precisamente, a atuação clandestina em território estrangeiro, a base das operações especiais levou-me a questionar se as OEsp de Lamego desenvolviam missões em pé de igualdade do DAE. (no entanto ele também disse que não era necessário estar nos QP para entrar no DAE por isso não sei até que ponto é verídico)