Crise de refugiados e imigrantes na UE e em Portugal

  • 160 Respostas
  • 26490 Visualizações
*

Camuflage

  • Investigador
  • *****
  • 1229
  • Recebeu: 69 vez(es)
  • Enviou: 29 vez(es)
  • +7/-31
Re: Crise de refugiados e imigrantes na UE e em Portugal
« Responder #15 em: Setembro 05, 2015, 12:40:03 pm »
Quantos é que o Guterres tem em sua casa? Já deu o exemplo antes de pedir aos outros que dêem o exemplo?
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 10665
  • Recebeu: 360 vez(es)
  • Enviou: 224 vez(es)
  • +58/-38
Re: Crise de refugiados e imigrantes na UE e em Portugal
« Responder #16 em: Setembro 05, 2015, 01:32:44 pm »
Proposta de Bruxelas poderá atribuir três mil refugiados a Portugal


A proposta que a Comissão Europeia se prepara para apresentar relativamente à repartição urgente de refugiados entre os Estados-membros da União Europeia poderá atribuir a Portugal uma quota de cerca de 3 mil refugiados.

De acordo com um esboço da proposta ao qual a Lusa teve acesso, que ainda será alvo de discussões e poderá ser alterado, o executivo comunitário, que deverá apresentar o seu projeto na próxima quarta-feira, propõe um esquema de reinstalação urgente de 120 mil refugiados, para ajudar os três países mais afetados pelos fluxos migratórios - Itália, Grécia e Hungria -, cabendo a Portugal uma quota de 3.074 refugiados.

O esboço do plano de redistribuição de refugiados elaborado pela Comissão prevê uma repartição de 15.600 refugiados chegados a Itália, 50.400 à Grécia e 54.000 à Hungria - num total de 120 mil -, e, de acordo com os métodos de cálculo sugeridos por Bruxelas, Portugal deverá acolher 400 refugiados que chegaram a Itália, 1.291 à Grécia e 1.383 à Hungria, num total de 3.074.

A proposta que a Comissão Juncker se prepara para apresentar na próxima semana em Estrasburgo, para fazer face à crise migratória e de refugiados, contempla quotas obrigatória de distribuição por Estado-membro, a questão mais polémica e que mais tem dividido os países europeus, com Alemanha e França a encabeçarem um grupo de Estados-membro que defende essa obrigatoriedade, rejeitada por Hungria, Polónia, Eslováquia e República Checa.

Hoje mesmo, no Luxemburgo, no final de uma reunião informal de ministros dos Negócios Estrangeiros da União Europeia na qual foi discutida a crise migratória - sem no entanto ser debatida a questão do sistema de quotas de redistribuição de refugiados -, o ministro Rui Machete afirmou que Portugal tem de "fazer um esforço de generosidade" no quadro de solidariedade europeia face à crise migratória e que o fará estando disposto a receber mais do que 1.500 refugiados.

"Nós já tínhamos feito uma oferta de (acolhimento de) 1.500 refugiados e estamos dispostos, dentro das nossas possibilidades, a aumentar esse número, porque o problema humano o exige. Portanto, não vamos limitar-nos a esse número, vamos aceitar um número dentro daquilo que seja a equidade de uma repartição razoável, mas temos que fazer um esforço de generosidade e fá-lo-emos certamente. Aliás, é esse o sentimento do povo português", disse.

Lusa
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 5189
  • Recebeu: 968 vez(es)
  • Enviou: 566 vez(es)
  • +86/-49
Re: Crise de refugiados e imigrantes na UE e em Portugal
« Responder #17 em: Setembro 05, 2015, 01:47:25 pm »
Citação de: "Lusitano89"
Proposta de Bruxelas poderá atribuir três mil refugiados a Portugal
Em S. Bento, Assembleia da Republica, Belém e na casa do Sr. Ministro dos Negócios Estrangeiros devem caber. Na Gare do Oriente e por Baixo dos Ministérios é que não que já estão ocupados...  :shock:  





Cumprimentos
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

Get_It

  • Investigador
  • *****
  • 1700
  • Recebeu: 187 vez(es)
  • Enviou: 432 vez(es)
  • +7/-1
Re: Crise de refugiados e imigrantes na UE e em Portugal
« Responder #18 em: Setembro 05, 2015, 02:09:42 pm »
mafets, não há problema, porque enquanto para os sem-abrigo é complicado arranjar-lhes este tipo de apoio, já para os refugiados não falta quem queira oferecer casas:

Igreja oferece casas vazias para acolher refugiados
Citação de: "Ana Bela Ferreira / Diário de Notícias"
Várias dioceses já estão a fazer o levantamento das casas que têm disponíveis. Matosinhos, Braga ou Lisboa estão entre as que já indicaram locais.

A Igreja Católica portuguesa já tem casas disponíveis para acolher os refugiados. Matosinhos, Braga ou Lisboa são algumas das cidades que, segundo o Secretariado Nacional da Mobilidade Humana, que está a fazer o levantamento das disponibilidades, mostraram ter espaços disponíveis para acolher os deslocados. "São casas paroquiais, seminários ou IPSS", sublinha ao DN Eugénia Quaresma, responsável também pela Obra Católica Portuguesa de Migrações.

A Igreja tem estado a fazer uma lista dos locais com condições, "desde a semana das migrações [a segunda semana de agosto]", e garante que não vai ficar de fora do apoio que o país vai prestar. Os próprios bispos têm reforçado a necessidade de a Igreja estar na linha da frente na resposta aos refugiados. Isso mesmo sublinhou D. Jorge Ortiga, arcebispo de Braga, lembrando que na semana passada já tinha revelado numa peregrinação que Braga podia receber refugiados. "Estamos disponíveis para ajudar com habitação e trabalho", disse ao DN o também presidente da Pastoral Social e Mobilidade Humana.

Até porque, lembra o bispo do Porto, a Igreja "tem condições" para ser "a que mais rapidamente ajude e colabore", assim que houver um plano nacional de acolhimento. D. António dos Santos explicou à Rádio Vaticano: "Temos tantas instalações, tantas casas que estão desvalorizadas e desocupadas ou pelo menos subaproveitadas. Temos possibilidade, através das instituições sociais, de ajudar na alimentação, temos colégios que podem abrir lugares para integrar as crianças e os jovens. Temos capacidade de o fazer e temos vontade de o realizar. Haja quem lance mãos à iniciativa de coordenação e isso, a meu ver, cabe ao Estado."
Fonte: http://www.dn.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=4760801

Vê-se mesmo que agora começou uma nova moda.

Cumprimentos,
:snip: :snip: :Tanque:
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 8436
  • Recebeu: 733 vez(es)
  • Enviou: 1164 vez(es)
  • +58/-16
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Crise de refugiados e imigrantes na UE e em Portugal
« Responder #19 em: Setembro 05, 2015, 02:45:55 pm »
Isto é sem duvida a melhor forma de contornar toda a segurança dos aeroportos e fronteiras e colocar umas boas centenas de terroristas do estado islâmico na Europa.
Vai ser só esperar.
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Lusitano89

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 5189
  • Recebeu: 968 vez(es)
  • Enviou: 566 vez(es)
  • +86/-49
Re: Crise de refugiados e imigrantes na UE e em Portugal
« Responder #20 em: Setembro 05, 2015, 03:22:12 pm »
Citação de: "HSMW"
Isto é sem duvida a melhor forma de contornar toda a segurança dos aeroportos e fronteiras e colocar umas boas centenas de terroristas do estado islâmico na Europa.
Vai ser só esperar.
E a maioria quer ir para a Alemanha...



Cumprimentos
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 10665
  • Recebeu: 360 vez(es)
  • Enviou: 224 vez(es)
  • +58/-38
Re: Crise de refugiados e imigrantes na UE e em Portugal
« Responder #21 em: Setembro 05, 2015, 09:32:40 pm »
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 10665
  • Recebeu: 360 vez(es)
  • Enviou: 224 vez(es)
  • +58/-38
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 8436
  • Recebeu: 733 vez(es)
  • Enviou: 1164 vez(es)
  • +58/-16
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Crise de refugiados e imigrantes na UE e em Portugal
« Responder #23 em: Setembro 05, 2015, 11:04:55 pm »
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

ricardonunes

  • Investigador
  • *****
  • 3536
  • Recebeu: 27 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +6/-5
Re: Crise de refugiados e imigrantes na UE e em Portugal
« Responder #24 em: Setembro 06, 2015, 11:15:40 am »
'Just wait…' Islamic State reveals it has smuggled THOUSANDS of extremists into Europe



http://www.express.co.uk/news/world/555434/Islamic-State-ISIS-Smuggler-THOUSANDS-Extremists-into-Europe-Refugees
Potius mori quam foedari
 

*

mayo

  • Membro
  • *
  • 104
  • Recebeu: 11 vez(es)
  • Enviou: 353 vez(es)
  • +2/-11
Re: Crise de refugiados e imigrantes na UE e em Portugal
« Responder #25 em: Setembro 06, 2015, 11:37:18 am »

Ver os animais que querem entrar nos nossos países !

 :2gunsfiring:
 :N-icon-Gun:

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 5189
  • Recebeu: 968 vez(es)
  • Enviou: 566 vez(es)
  • +86/-49
Re: Crise de refugiados e imigrantes na UE e em Portugal
« Responder #26 em: Setembro 06, 2015, 12:48:39 pm »
Citação de: "mayo"

Ver os animais que querem entrar nos nossos países !
Já bastam os que cá estão (só citando alguns  :lol:  )...  :twisted:







Cumprimentos :twisted:  

P.S. Entretanto, parece que os "refugiados" que já estão na Europa, agora andam a implicar com a bandeira da Suiça...  :shock:
http://www.libertaddigital.com/mundo/2011-09-22/musulmanes-exigen-que-suiza-elimine-la-cruz-de-la-bandera-nacional-1276436064/
Citar
Según informa el diario suizo de habla alemana, Aargauer Zeitung, informa sobre una nueva maniobra que quieren llevar a cabo los musulmanes que hay asentados en Europa. En este caso el protagonista es Suiza.

En el país centroeuropeo los musulmanes de segunda generación quieren abolir la bandera suiza. El motivo: la cruz que lleva en el interior. Y justifican esta decisión en que con la actual enseña Suiza no es ni representa un país multicultural.

Por ello, afirman que en el país hay población no cristiana como por ejemplo los musulmanes y que la cruz es un elemento cristiano por lo que exigen que haya una separación entre política y religión cambiando la bandera y consiguiendo que desaparezca la cruz pudiendo ser aceptada la nueva enseña por los musulmanes que residen en el país.


Sin embargo, en sus exigencias sólo se encuentra Suiza y no se encuentra ninguna otra petición a los países de origen de estos musulmanes cuyas banderas contienen elementos meramente islámicos y en cuyos países sí que no existe una separación entre estado y religión.
« Última modificação: Setembro 06, 2015, 03:41:50 pm por mafets »
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 10665
  • Recebeu: 360 vez(es)
  • Enviou: 224 vez(es)
  • +58/-38
Re: Crise de refugiados e imigrantes na UE e em Portugal
« Responder #27 em: Setembro 06, 2015, 01:50:35 pm »
Portugal pode receber 10 milhões de euros para integrar refugiados


Portugal deverá receber 10,2 milhões de euros se aceitar a proposta de Bruxelas para acolher as 1.701 pessoas que lhe cabem na recolocação de 24 mil cidadãos refugiados da Eritreia e Síria, actualmente refugiados na Grécia e Itália.

Portugal tem de se preparar e ser "mais generoso neste processo de emergência humanitária", alerta a presidente do Conselho Português de Refugiados (CPR) ao Económico, o que implica encontrar equipamentos que recebam os refugiados "temporariamente ou não".

A integração, especialmente num interior envelhecido e com os naturais receios relativos a segurança, será sensível, admite Maria Tito Morais. No entanto, salienta os "problemas de desertificação" no país, pelo que a integração até "poderá ser benéfica".

"É um trabalho pedagógico, um desafio para a nossa própria organização, promover esses debates", diz a presidente do CPR. "Mesmo com estes números, não deve haver qualquer alarmismo", salienta, antecipando a necessidade de articulação com o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, Segurança Social e autarquias.

Caso a proposta da CE vingue, os estados-membros receberão 6.000 euros por cada recolocado - na proposta da CE virão 1.021 pessoas actualmente em Itália e 680 das que estão na Grécia (4,25% do total) - e terão dois anos para implementação. Já para reinstalação de outras 20 mil pessoas haverá 50 milhões de euros, a distribuir entre 2015 e 2016. Portugal deverá receber 704 destes reinstalados.

"Estamos longe de saber que os planos vão ser concretizados", salienta a presidente do CPR, explicando que "os países vão colocar muitas questões, designadamente a capacidade de integrar estas pessoas". E ainda "se vêm para Portugal mas depois fogem para outros países com fronteiras abertas".


Económico
 

*

Get_It

  • Investigador
  • *****
  • 1700
  • Recebeu: 187 vez(es)
  • Enviou: 432 vez(es)
  • +7/-1
Re: Crise de refugiados e imigrantes na UE e em Portugal
« Responder #28 em: Setembro 06, 2015, 02:42:01 pm »
Citação de: "Económico - Portugal pode receber 10 milhões de euros para integrar refugiados"
A integração, especialmente num interior envelhecido e com os naturais receios relativos a segurança, será sensível, admite Maria Tito Morais. No entanto, salienta os "problemas de desertificação" no país, pelo que a integração até "poderá ser benéfica".
Falam no interior do país, mas a ver vamos como vão garantir não só esses meios de segurança e supervisão por parte do SEF, mas também o apoio da Segurança Social e ainda apoio médico, quando nem nós conseguimos garantir boas infra-estruturas para as pessoas que actualmente habitam no interior. Depois também será interessante ver quanto tempo os refugiados vão aguentar no interior quando existe um bom motivo para a desertificação nessas zonas: falta de emprego e infra-estruturas.

Citação de: "Económico - Portugal pode receber 10 milhões de euros para integrar refugiados"
E ainda "se vêm para Portugal mas depois fogem para outros países com fronteiras abertas".
Pelo menos agora já falam em algumas questões importantes e não fazem tudo um mar de rosas. Será interessante, mais uma vez, ver quantos desses refugiados vão aceitar ficar em Portugal e não se vão pirar para outro país com melhores condições a nível de emprego e apoios sociais, ou para um país onde já tenham família ou onde o seu grupo religioso está bem mais presente.

Cumprimentos,
:snip: :snip: :Tanque:
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 10665
  • Recebeu: 360 vez(es)
  • Enviou: 224 vez(es)
  • +58/-38
 

 

"Portugal é apenas esperança"-Hernâni Carvalho

Iniciado por TOMSK

Respostas: 124
Visualizações: 18622
Última mensagem Dezembro 08, 2009, 01:03:50 pm
por P44
«Barco do aborto» parte esta segunda-feira rumo a Portugal

Iniciado por Tiger22

Respostas: 22
Visualizações: 6515
Última mensagem Agosto 27, 2004, 10:18:06 am
por P44
Portugal entre os países que mais reduziram mortes/estrada

Iniciado por Falcão

Respostas: 8
Visualizações: 2132
Última mensagem Setembro 28, 2006, 03:37:14 am
por TOMKAT
História de Portugal usada como exemplo no Parlamento alemão

Iniciado por Lancero

Respostas: 4
Visualizações: 1362
Última mensagem Março 23, 2010, 11:13:31 pm
por Camuflage
Protectorado de Portugal 2020-Artigo de José Pacheco Pereira

Iniciado por Sertorio

Respostas: 8
Visualizações: 2180
Última mensagem Dezembro 20, 2012, 02:42:54 am
por typhonman