Patrulhas Costeiros Classe "Tejo"

  • 786 Respostas
  • 214028 Visualizações
*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 5484
  • Recebeu: 1120 vez(es)
  • Enviou: 602 vez(es)
  • +382/-136
Re: Patrulhas Costeiros Classe "Tejo"
« Responder #120 em: Maio 19, 2015, 03:31:33 pm »
Mais duas fotos do "Tejo":https://www.facebook.com/groups/171295294376/


Cumprimentos
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7508
  • Recebeu: 385 vez(es)
  • Enviou: 119 vez(es)
  • +138/-194
Re: Patrulhas Costeiros Classe "Tejo"
« Responder #121 em: Maio 19, 2015, 04:16:36 pm »
Ou seja, dada a tonelagem e função, os "Tejo" substituem os Cacine.
E as corvetas?
São 5, representando também 352 marinheiros (dados a Marinha).
Justificar-se-ia mais uma fragata?
« Última modificação: Maio 19, 2015, 04:29:17 pm por Luso »
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15088
  • Recebeu: 1032 vez(es)
  • Enviou: 964 vez(es)
  • +175/-170
Re: Patrulhas Costeiros Classe "Tejo"
« Responder #122 em: Maio 19, 2015, 04:22:16 pm »
Citação de: "Luso"
Ou seja, dada a tonelagem e função, os "Tejo" substituem os Cacine.
E as corvetas?

Salvo erro são/eram os NPO, afinal as Corvetas foram limpas de grande parte do armamento na última década, certo?
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7508
  • Recebeu: 385 vez(es)
  • Enviou: 119 vez(es)
  • +138/-194
Re: Patrulhas Costeiros Classe "Tejo"
« Responder #123 em: Maio 19, 2015, 04:37:56 pm »
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Citação de: "Luso"
Ou seja, dada a tonelagem e função, os "Tejo" substituem os Cacine.
E as corvetas?

Salvo erro são/eram os NPO, afinal as Corvetas foram limpas de grande parte do armamento na última década, certo?

Refiro-me também à tonelagem e no caso das corvetas uma superior capacidade de combate, pelo menos no papel.

Ou seja, 2 NPO substituem 5 corvetas castradas?
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15088
  • Recebeu: 1032 vez(es)
  • Enviou: 964 vez(es)
  • +175/-170
Re: Patrulhas Costeiros Classe "Tejo"
« Responder #124 em: Maio 19, 2015, 04:44:34 pm »
O que se fala é que o contracto para mais 2 NPO vai sair para breve.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 4155
  • Recebeu: 1971 vez(es)
  • Enviou: 753 vez(es)
  • +551/-71
Re: Patrulhas Costeiros Classe "Tejo"
« Responder #125 em: Maio 19, 2015, 05:41:04 pm »
Citação de: "Cabeça de Martelo"
O que se fala é que o contracto para mais 2 NPO vai sair para breve.

O início da construção do segundo par de NPO's deveria ter sido em Março passado!!!!!!

http://www.portugalglobal.pt/PT/Portuga ... 300914.pdf

cumprimentos
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 4155
  • Recebeu: 1971 vez(es)
  • Enviou: 753 vez(es)
  • +551/-71
Re: Patrulhas Costeiros Classe "Tejo"
« Responder #126 em: Maio 19, 2015, 05:46:44 pm »
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Citação de: "Luso"
Ou seja, dada a tonelagem e função, os "Tejo" substituem os Cacine.
E as corvetas?

Salvo erro são/eram os NPO, afinal as Corvetas foram limpas de grande parte do armamento na última década, certo?

Certo, e tal redução trouxe também uma diminuição da tripulação destes navios, passaram dos 140 elementos iniciais para cerca de 70 elementos,
mesmo assim, os necessários para guarnecer dois NPO's !
« Última modificação: Maio 19, 2015, 06:21:51 pm por tenente »
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6818
  • Recebeu: 345 vez(es)
  • Enviou: 213 vez(es)
  • +216/-0
Re: Patrulhas Costeiros Classe "Tejo"
« Responder #127 em: Maio 19, 2015, 05:49:25 pm »
Flâmulas do ditos...

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Alvalade

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 4155
  • Recebeu: 1971 vez(es)
  • Enviou: 753 vez(es)
  • +551/-71
Re: Patrulhas Costeiros Classe "Tejo"
« Responder #128 em: Maio 19, 2015, 05:51:40 pm »
Citação de: "Luso"
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Citação de: "Luso"
Ou seja, dada a tonelagem e função, os "Tejo" substituem os Cacine.
E as corvetas?

Salvo erro são/eram os NPO, afinal as Corvetas foram limpas de grande parte do armamento na última década, certo?

Refiro-me também à tonelagem e no caso das corvetas uma superior capacidade de combate, pelo menos no papel.

Ou seja, 2 NPO substituem 5 corvetas castradas?

Penso que ainda temos operacionais seis corvetas, e, se assim for os dois primeiros NPO's substituíram quatro corvetas!

Em termos de guarnições a redução foi ainda maior as quatro corvetas cada uma com 70 elementos representavam um total de 280 contra os dois NPO's com 35 elementos cada o que prefaz 70 para a Classe Viana do Castelo, ou seja no que diz respeito aos efectivos dos navios, uma redução de 75% !
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 7753
  • Recebeu: 359 vez(es)
  • Enviou: 627 vez(es)
  • +245/-235
Re: Patrulhas Costeiros Classe "Tejo"
« Responder #129 em: Maio 19, 2015, 06:54:09 pm »
Estão apenas ainda no "ativo" 4 Corvetas

Classe João Coutinho

F471- António Enes
F476- Jacinto Cândido

Classe Baptista de Andrade
F486- Baptista de Andrade
F487- João Roby
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

Crypter

  • Especialista
  • ****
  • 1128
  • Recebeu: 183 vez(es)
  • Enviou: 205 vez(es)
  • +26/-6
Re: Patrulhas Costeiros Classe "Tejo"
« Responder #130 em: Maio 20, 2015, 09:43:23 pm »
Noticia de última hora!!! Afinal os Tejo vieram da Venezuela e não da Dinamarca.. Daí o tempo que demoraram a vir!!  :mrgreen:  :mrgreen:

Citar
Portugal investiu 28 milhões em navios-patrulha
Quatro embarcações compradas à Venezuela terão de ser adaptadas e estarão operacionais, segundo o ministro da Defesa, em 2016 e 2017.
Os quatro navios-patrulha comprados à Dinamarca vão ter um custo global de 28 milhões de euros e estarão operacionais em 2016 e 2017, adiantou esta quarta-feira o ministro da Defesa Nacional.  
“Os quatro navios que custaram quatro milhões de euros têm agora um custo individual para serem adaptados de cerca de sete milhões, portanto significa um investimento global na ordem dos 28 milhões de euros, que é aquele que corresponderia à compra de um navio novo”, afirmou à Lusa José Pedro Aguiar-Branco, no final de uma visita ao navio-patrulha Tejo, o primeiro destes navios a ser entregue na Base Naval de Lisboa, no Alfeite.

“É previsto dois deles [navios-patrulha] estarem a poder ser operados no segundo semestre de 2016 e outros dois no segundo semestre de 2017”, continuou o governante.
Esta aquisição permite “fazer um reequipamento e uma modernização que era necessária em condições muito interessantes, e com isto aumentar a capacidade de operação da Marinha Portuguesa”.

O ministro ressalvou também que os navios ainda têm uma “vida útil de cerca de 15 a 20 anos”, estão “em excelentes condições” e “vão ficar como novos depois de serem restaurados e recuperados no Alfeite”, o que, na sua opinião representa “uma oportunidade para a economia portuguesa e para a indústria portuguesa”.

Os navios-patrulha de classe "Stanflex 300" têm um comprimento de 54 metros e uma guarnição máxima de 29 militares. A sua operação está direcionada para os espaços marítimos costeiros sob jurisdição nacional, podendo ser chamados a atuar fora da área normal de operações caso seja necessário.

By TVI @ http://www.tvi24.iol.pt/politica/aguiar ... s-patrulha

E aquelas contas... 7x4+4 dá 28!!! Oh que artistas!
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4175
  • Recebeu: 264 vez(es)
  • Enviou: 267 vez(es)
  • +54/-14
Re: Patrulhas Costeiros Classe "Tejo"
« Responder #131 em: Maio 20, 2015, 10:02:04 pm »
Citar
Tejo , formerly HDMS Viben (P 562) in Royal Danish Navy (RDN) service, was transferred from Denmark with its original equipment removed. The ship's mine rails are still present, although the ship will not undertake mine countermeasures (MCM) missions with the Portuguese Navy. The ship is also fitted with a navigation radar antenna, but IHS Jane's understands that it does not have radar consoles or software installed at this time.

The remaining ships of the 500-tonne Tejo class are NRP Douro (P 591), NRP Mondego (P 592), and NRP Guadiana (P 593) - formerly HDMS Ravnen (P 560), HDMS Glenten (P 557), and HDMS Skaden (P 561), respectively. These vessels are expected to arrive in Lisbon before the end of August 2015, a Portuguese Navy spokesperson told IHS Jane's . The Tejo class will progressively replace the navy's three remaining Cacine-class large patrol craft and the patrol/auxiliary ship NRP Schultz Xavier (A 521).

Prior to the ships entering service, Portugal's state-owned shipbuilder Arsenal do Alfeite will carry out upgrade and other work under a contract worth around EUR24 million to be awarded by the navy.

The navy is understood to be considering removing the vessels' GE Marine LM500 gas turbine and keeping only its two MTU Friedrichshafen 16V396 TB94 diesels for propulsion.

Equipment to be installed is still being defined by the service, although the class will be equipped in accordance with required missions; these include patrol, fisheries protection, search-and-rescue (SAR), and environmental protection. Equipment under consideration includes communications, navigation, lightweight armament, and electro-optical systems.

Portuguese military communications company EID is expected to deliver some of the communications systems. IHS Jane's understands that Portuguese firm Edisoft (part of the Thales group) may potentially be involved in software integration. The navy is seeking to have the ships fitted with as much indigenous equipment as possible. The ship's modular design consists of weapons and other equipment installed in standardised containers and with standardised interfaces.

http://www.janes.com/article/51556/first-sf300-patrol-boat-for-portugal-arrives
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 8633
  • Recebeu: 805 vez(es)
  • Enviou: 1339 vez(es)
  • +89/-34
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Patrulhas Costeiros Classe "Tejo"
« Responder #132 em: Maio 20, 2015, 10:31:54 pm »
As contas do ministro e umas imagens do interior.
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 4155
  • Recebeu: 1971 vez(es)
  • Enviou: 753 vez(es)
  • +551/-71
Re: Patrulhas Costeiros Classe "Tejo"
« Responder #133 em: Maio 21, 2015, 09:31:01 pm »
Citação de: "Crypter"
Noticia de última hora!!! Afinal os Tejo vieram da Venezuela e não da Dinamarca.. Daí o tempo que demoraram a vir!!  :mrgreen:  :mrgreen:

Citar
Portugal investiu 28 milhões em navios-patrulha
Quatro embarcações compradas à Venezuela terão de ser adaptadas e estarão operacionais, segundo o ministro da Defesa, em 2016 e 2017.
Os quatro navios-patrulha comprados à Dinamarca vão ter um custo global de 28 milhões de euros e estarão operacionais em 2016 e 2017, adiantou esta quarta-feira o ministro da Defesa Nacional.  
“Os quatro navios que custaram quatro milhões de euros têm agora um custo individual para serem adaptados de cerca de sete milhões, portanto significa um investimento global na ordem dos 28 milhões de euros, que é aquele que corresponderia à compra de um navio novo”, afirmou à Lusa José Pedro Aguiar-Branco, no final de uma visita ao navio-patrulha Tejo, o primeiro destes navios a ser entregue na Base Naval de Lisboa, no Alfeite.

“É previsto dois deles [navios-patrulha] estarem a poder ser operados no segundo semestre de 2016 e outros dois no segundo semestre de 2017”, continuou o governante.
Esta aquisição permite “fazer um reequipamento e uma modernização que era necessária em condições muito interessantes, e com isto aumentar a capacidade de operação da Marinha Portuguesa”.

O ministro ressalvou também que os navios ainda têm uma “vida útil de cerca de 15 a 20 anos”, estão “em excelentes condições” e “vão ficar como novos depois de serem restaurados e recuperados no Alfeite”, o que, na sua opinião representa “uma oportunidade para a economia portuguesa e para a indústria portuguesa”.

Os navios-patrulha de classe "Stanflex 300" têm um comprimento de 54 metros e uma guarnição máxima de 29 militares. A sua operação está direcionada para os espaços marítimos costeiros sob jurisdição nacional, podendo ser chamados a atuar fora da área normal de operações caso seja necessário.

By TVI @ http://www.tvi24.iol.pt/politica/aguiar ... s-patrulha

E aquelas contas... 7x4+4 dá 28!!! Oh que artistas!

ai a TABUADA, ai a TABUADA, lindo meninos estes jornalistas, nem leem o que escrevem...............mas que bela merda de artigo, foi mesmo bem escrito !!!!!!!!!!
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15088
  • Recebeu: 1032 vez(es)
  • Enviou: 964 vez(es)
  • +175/-170
Re: Patrulhas Costeiros Classe "Tejo"
« Responder #134 em: Maio 22, 2015, 12:07:07 pm »
Quanto é 7x4? :gren:
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

 

Fotografias de Navios da Classe Cmdte João Belo

Iniciado por AyalaBotto

Respostas: 65
Visualizações: 29749
Última mensagem Agosto 24, 2018, 08:23:02 am
por Get_It
Um LHC Usado Classe Tarawa para a Marinha Portuguesa

Iniciado por Rvsantinho

Respostas: 20
Visualizações: 8257
Última mensagem Janeiro 20, 2011, 09:01:46 pm
por ICE 1A+
Classe Viana do Castelo Melhorias ao Projecto Inicial

Iniciado por tenente

Respostas: 460
Visualizações: 115284
Última mensagem Outubro 09, 2019, 02:24:50 pm
por P44
Corvetas da classe João Coutinho oferecidas às Filipinas

Iniciado por Charlie Jaguar

Respostas: 62
Visualizações: 14947
Última mensagem Junho 01, 2017, 11:34:35 pm
por mafets
Que Nome de Classe devem ter as Karel de Portugal

Iniciado por antoninho

Respostas: 70
Visualizações: 14685
Última mensagem Outubro 13, 2006, 09:35:08 pm
por luis filipe silva