Patrulhas Costeiros Classe "Tejo"

  • 786 Respostas
  • 213472 Visualizações
*

lexivia

  • Membro
  • *
  • 85
  • Recebeu: 8 vez(es)
  • Enviou: 20 vez(es)
  • +3/-0
Re: Patrulhas Costeiros Classe "Tejo"
« Responder #105 em: Maio 15, 2015, 12:42:48 am »
Citação de: "Crypter"
Citação de: "BARCO À VISTA"
Estimados,

Todos os Navios-Patrulha da classe "Tejo", no que concerne ao que por aqui está em questão, vão receber o seguinte:
- 01 Radar de navegação - KELVIN HUGHES 1007, banda I e/ou manter radar de navegação Furuno (por ser noutra banda);
- 01 Peça OTO MELARA MARLIN WS 30mm;
- 02 metralhadoras-ligeiras MG-3 de 7,62mm ou pesadas Browning M2HB 12,7mm nas asas da ponte.

Por último, foi adquirido pelo menos 01 módulo de combate à poluição.

Isto é que é qualidade de informação!  :D

Agora, é só a mim que me mete confusão um navio de 300 toneladas estar armado ao mesmo nível de um de 1700toneladas (NPO)??

As OTO nos Tejo compreendo e acho que está adequado, agora nos NPO's...
Significa que se vai adquirir 4 Marlin WS 30mm para a classe Tejo + 2 Marlin WS 30mm para os 2 NPO previstos?
 

*

Alvalade

  • Especialista
  • ****
  • 1045
  • Recebeu: 266 vez(es)
  • Enviou: 78 vez(es)
  • +15/-5
Re: Patrulhas Costeiros Classe "Tejo"
« Responder #106 em: Maio 15, 2015, 01:00:51 am »
Não há certezas, mas é um cenário possível.
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4175
  • Recebeu: 264 vez(es)
  • Enviou: 267 vez(es)
  • +54/-14
Re: Patrulhas Costeiros Classe "Tejo"
« Responder #107 em: Maio 15, 2015, 09:29:23 am »
Para uma casca de noz, os Marlin são muita fruta.

Eu acho bem a uniformização de equipamentos, mas para estes navios não seria melhor uma coisa parecida com esta?



ou igual à dos pandur portugueses.
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15073
  • Recebeu: 1027 vez(es)
  • Enviou: 961 vez(es)
  • +174/-170
Re: Patrulhas Costeiros Classe "Tejo"
« Responder #108 em: Maio 15, 2015, 09:35:32 am »
Isso é uma ML em 7.62x51mm, para um navio que estava armado de origem com uma 76mm, acho pouco. A padronização com o mesmo armamento tanto nos NPO como nestes Patrulhas parece-me algo de positivo.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 5478
  • Recebeu: 1115 vez(es)
  • Enviou: 602 vez(es)
  • +379/-136
Re: Patrulhas Costeiros Classe "Tejo"
« Responder #109 em: Maio 15, 2015, 09:39:31 am »
A "casca de nós" anda com uma Oto Melara de 76mm na Lituânia... :roll:

Na Dinamarca à peça de 76 mm ainda por vezes acrescentava este arsenal de Misseis Harpoon, Sea Sparrow e torpedos... :roll:

Ou Minas...  :roll:  

Continua por cá a ideia que é um patrulha costeiro porque o "tamanho interessa"...  :mrgreen:

Já assim não querem por uma XM214 de 5,56mm... :twisted:


Saudações
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4175
  • Recebeu: 264 vez(es)
  • Enviou: 267 vez(es)
  • +54/-14
Re: Patrulhas Costeiros Classe "Tejo"
« Responder #110 em: Maio 15, 2015, 09:59:41 am »
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Isso é uma ML em 7.62x51mm, para um navio que estava armado de origem com uma 76mm, acho pouco. A padronização com o mesmo armamento tanto nos NPO como nestes Patrulhas parece-me algo de positivo.


Tens razão, mas o trabalho dele será sempre tomar conta de uns barcos de pesca. E como tal não precisa de tanto, as lanchas de fiscalização da classe Centauro, quase não andam armadas e não é por isso que não cumprem as suas missões.
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 5478
  • Recebeu: 1115 vez(es)
  • Enviou: 602 vez(es)
  • +379/-136
Re: Patrulhas Costeiros Classe "Tejo"
« Responder #111 em: Maio 15, 2015, 10:29:22 am »

A classe Centauro não tem a capacidade destes navios, que na Dinamarca nunca cumpriram missões "costeiras" (Os próprios Cacine levam duas Bofors de 40mm e nunca foram propriamente costeiros, sendo essa a classe que o SF300 vai substituir). Já se sabe que pelo menos um módulo anti-poluição foi adquirido, se for comprado o de desminagem (pelos menos, já que outros módulos é difícil, com muita pena minha) estes navios ganham um peso diferente, e com uma arma residual será mais complicado cumprir outras funções. E atenção que são mais missões que são cumpridas pelos navios da Marinha de Guerra do que fiscalização de pesca, como por exemplo combate ao narcotráfico, pelo que uma arma com alguma capacidade é necessária (os NPO também era navios não combatentes e agora andam por todo o lado com uma peça Marlin de 30mm). Aliás, não fosse a falta de navios certamente o NRP S. Xavier que é o navio balizador e de combate à poluição (apenas transporta duas metralhadores de 7,62), não andaria a fazer SAR e outras missões que calhem na Madeira.
Citar
https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/photos/a.573003219387532.1073741881.159252640762594/573003232720864/) [/url]


Saudações
« Última modificação: Maio 15, 2015, 10:34:42 am por mafets »
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

Alvalade

  • Especialista
  • ****
  • 1045
  • Recebeu: 266 vez(es)
  • Enviou: 78 vez(es)
  • +15/-5
Re: Patrulhas Costeiros Classe "Tejo"
« Responder #112 em: Maio 15, 2015, 10:30:03 am »
Citação de: "NVF"
Devíamos ter comprado os Tejo com as peças OTO Melara 76mmm. Assim podíamos passá-las para os NPO e as MARLIN dos NPO eram recolocadas para a posição B. As outras marinhas estão a artilhar os seus NPO porque, cada vez mais, estes tendem a ser empregues em missões internacionais (como os nossos aliás).

Entretanto, os nossos NPO's continuam a não passar de traineiras mal armadas. Atenção, que não estou a falar em equipar os NPO com Harpoons, ou SAM, ou torpedos, ou coisa que o valha, mas somente da possibilidade de ter um pouco mais de músculo quando operam sozinhos em África, por exemplo. Estamos simplesmente a falar da capacidade de atingir alvos de superfície e aéreos passar dos actuais  2/3 km para 10/12 km. Esta capacidade aumentaria o leque de opções disponíveis ao comandante do navio num cenário operacional.


Se o problema é poder de fogo que usem as 100mm nos NPO, devem existir umas na reserva c34x
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 4122
  • Recebeu: 1954 vez(es)
  • Enviou: 747 vez(es)
  • +549/-71
Re: Patrulhas Costeiros Classe "Tejo"
« Responder #113 em: Maio 15, 2015, 10:39:14 am »
Citação de: "mafets"

A classe Centauro não tem a capacidade destes navios. Já se sabe que pelo menos um módulo anti-poluição foi adquirido, se for comprado o de desminagem (pelos menos, já que outros módulos é difícil, com muita pena minha) estes navios ganham um peso diferente, e com uma arma residual será mais complicado cumprir a sua função. E atenção que são mais missões que são cumpridas pelos navios da Marinha de Guerra do que fiscalização de pesca, como por exemplo combate ao narcotráfico, pelo que uma arma com alguma capacidade é necessária (os NPO também era navios não combatentes e agora andam por todo o lado com uma peça Marlin de 30mm). Aliás, não fosse a falta de navios certamente o NRP S. Xavier que é o navio balizador e de combate à poluição (apenas transporta duas metralhadores de 7,62), não andaria a fazer SAR e outras missões que calhem na Madeira.
Citar
https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/photos/a.573003219387532.1073741881.159252640762594/573003232720864/) [/url]


Saudações


A meu ver a opção das Marlim é boa não só por padronização do armamento como pelas missões que a classe Tejo irá desempenhar.

No entano, há uns posts atrás eu mencionei não só que seria uma grande melhoria se a colocação do hangar retrátil nos NPO´s fosse uma realidade, MESMO SEM AS UNIDADES POSSUIREM OS hELIS ORGÂNICOS, como também seria uma melhoria substancial se se optasse por instalar o reparo de 57mm/70 da bofors, num futuro próximo nos mesmos navios, o que libertaria as 30mm Marlin dos actuais NPO's para a futura classe de LFC, a construir em PORTUGAL.

http://www.navweaps.com/Weapons/WNSwede ... _mk123.htm

Cumprimentos
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 5478
  • Recebeu: 1115 vez(es)
  • Enviou: 602 vez(es)
  • +379/-136
Re: Patrulhas Costeiros Classe "Tejo"
« Responder #114 em: Maio 15, 2015, 11:34:00 am »
Citação de: "tenente"
A meu ver a opção das Marlim é boa não só por padronização do armamento como pelas missões que a classe Tejo irá desempenhar.

No entanto, há uns posts atrás eu mencionei não só que seria uma grande melhoria se a colocação do hangar retrátil nos NPO´s fosse uma realidade, MESMO SEM AS UNIDADES POSSUIREM OS hELIS ORGÂNICOS, como também seria uma melhoria substancial se se optasse por instalar o reparo de 57mm/70 da bofors, num futuro próximo nos mesmos navios, o que libertaria as 30mm Marlin dos actuais NPO's para a futura classe de LFC, a construir em PORTUGAL.

http://www.navweaps.com/Weapons/WNSwede ... _mk123.htm

Cumprimentos
Sempre considerei uma opção importante para os NPO. Nem que fosse para levar um Al III, bell Jet Ranger ou um UAV. Por exemplo os OPV-80 colombianos possuem um (além da Bofors de 57mm).  :wink:  





Cumprimentos
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

Bravo Two Zero

  • Especialista
  • ****
  • 1009
  • Recebeu: 13 vez(es)
  • Enviou: 16 vez(es)
  • +0/-0
Re: Patrulhas Costeiros Classe "Tejo"
« Responder #115 em: Maio 15, 2015, 04:30:51 pm »
Citar
A classe Centauro não tem a capacidade destes navios, que na Dinamarca nunca cumpriram missões "costeiras" (Os próprios Cacine levam duas Bofors de 40mm e nunca foram propriamente costeiros, sendo essa a classe que o SF300 vai substituir).

Só um aparte:
A classe Cacine, construída para as especificidades da Guerra Colonial e territórios ultramarinos, até teve mais poder de fogo, duas Bofors de 40 mm e lança foguetes de 37 mm para bater as margens dos rios e praias onde se escondiam os guerrilheiros africanos, e cumpriram essa missão admiravelmente.
Mas nunca foram as embarcações mais adequadas para a patrulha da ZEE portuguesa e os caprichos do mar da Madeira (desconheço se serviram nos Açores). Mas era o que havia.
Os SF300 já foram projectados com vista ao rigor do Mar do Norte


Quanto à questão do armamento, a padronização da MARLIN WS 30mm nas duas classes de patrulhas parece-me a escolha acertada.
Só tenho uma questão, os NPOs poderiam receber algo com mais "coice" sem comprometer a navegabilidade? E, perdoem-me o termo leigo, haverá uma perfuração do casco para acomodar o mecanismo ? Sei que há por aqui uma explicação do saudoso chaimites sobre essa capacidade.

"Há vários tipos de Estado,  o Estado comunista, o Estado Capitalista! E há o Estado a que chegámos!" - Salgueiro Maia
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 2885
  • Recebeu: 1297 vez(es)
  • Enviou: 2728 vez(es)
  • +499/-90
Re: Patrulhas Costeiros Classe "Tejo"
« Responder #116 em: Maio 15, 2015, 05:19:01 pm »
Citação de: "Lightning"
Citação de: "chaimites"
Mafets:

Sou eu que  te estou a dizer a plataforma  NPO2000 esta preparada para receber esse tipo de coisas:  sensores radares, armamento
pode inclusivamente levar um hangar sem ter que se recalcular  uma única linha do projeto base do navio.  foi desenhado inicialmente para se poder colocar esse tipo de alterações.  
 Não sei se te devia dizer isto  mas esta preparado para levar em cima mais 250 toneladas de "penduricalhos."  
 
 os NPO 2000 são uma excelente plataforma  a nivel de navegabilidade,  manobrabilidade, e habitabilidade   a unica semelhança que tem com os anteriores a ele é a letra P pintada no casco.

O casco pode ter sido inspirado num navio de pesca  mas a nivel estrutural e de compartimentação.    nada tem a ver com um navio de pesca ou civil
 A unica alteração que obrigaria a estudos e cálculos mais detalhados seria o aumento da velocidade do navio  devido ao reforço estrutural necessário para     eliminação  de vibrações e ruídos.  

 Papatango
 
 nenhum navio  construido para velocidade máxima de 30 nós   atinge essa velocidade com o mar com força 5.
 PS: esta agora fez-me  lembrar os testes de velocidade de um famoso navio. :mrgreen:
Everyone you will ever meet knows something that you don't.
- Bill Nye
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 7747
  • Recebeu: 358 vez(es)
  • Enviou: 627 vez(es)
  • +245/-235
Re: Patrulhas Costeiros Classe "Tejo"
« Responder #117 em: Maio 15, 2015, 06:27:20 pm »
Citação de: "FRONTEIRO"
Citação de: "Duarte"
A pintura actual está em bom estado, para quê pintar sem ser necessário?

Sim compreendo, à outros aspectos bem mais relevantes, mas no entanto a uniformização da cor para identificação de pertença penso ser importante, aconteceu o mesmo a quando da classe Bartolomeu Dias.


Se calhar o "verde-vómito" será aplicado depois das comemorações do Dia da Marinha, antes não devia dar tempo...
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

faica

  • Membro
  • *
  • 103
  • Recebeu: 25 vez(es)
  • +1/-1
Re: Patrulhas Costeiros Classe "Tejo"
« Responder #118 em: Maio 15, 2015, 06:58:29 pm »
Para que gastar dinheiro em pintura se o navio não vai navegar foi só feito estas pinturas para ministro ver e pró dia da marinha,a seguir ao dia da marinha vai direitinho pró AA.
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4175
  • Recebeu: 264 vez(es)
  • Enviou: 267 vez(es)
  • +54/-14
Re: Patrulhas Costeiros Classe "Tejo"
« Responder #119 em: Maio 15, 2015, 11:02:19 pm »
engraçado

esta casca de nós tem um deslocamento superior aos cacines

Citar
Los cuatro buques serán entregados a la Marina a partir de 2016 y recibirán los nombres de cuatro ríos que atraviesan Portugal como son Tejo (Tajo), Guadiana, Douro (Duero) y Mondego. Ofrecen a la industria nacional la posibilidad de trabajar en su puesta al día, tarea que comenzará a llevar a cabo el astillero Arsenal do Alfeite. Vendrán a reemplazar a los buques de la clase Cacine que han sido dados de baja por su deterioro (P11661 NRP Save, P1144 NRP Cuanza, P1140 NRP Cacine y P1146 NRP Zaire) [con un desplazamiento también en torno a las 300 toneladas y que entraron en servicio a comienzos de los setenta.

Ahora queda confirmado que se trata de los buques de la clase Flyverfisken, también conocidos como STANFLEX o Standard Flex 300 (por el sistema flexible de contenedores de misión) o SF 300, navíos que en Dinamarca han sido empleados como buques de medidas contra minas (MCM), vigilancia o combate con un desplazamiento de 320 toneladas y armados, entre otros sistemas, con un cañón OTO Melara de 76 mm. Se construyeron 14 buques de esta clase en tres series diferentes, siendo los de su probable venta a Portugal los cuatro de combate de la llamada Serie 2 P557 HDMS Glenten, P560 HDMS Ravnen, P561 HDMS Skaden y P562 HDMS Viben. Se trata de buques que fueron botados entre 1992 y 1996 y dados de baja en octubre de 2010
http://defensa.com/index.php?option=com_content&view=article&id=15624:llega-a-portugal-el-primero-de-los-patrulleros-stanflex-300-comprados-de-segunda-mano-en-dinamarca&catid=57:otan&Itemid=186
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44

 

Fotografias de Navios da Classe Cmdte João Belo

Iniciado por AyalaBotto

Respostas: 65
Visualizações: 29720
Última mensagem Agosto 24, 2018, 08:23:02 am
por Get_It
Um LHC Usado Classe Tarawa para a Marinha Portuguesa

Iniciado por Rvsantinho

Respostas: 20
Visualizações: 8249
Última mensagem Janeiro 20, 2011, 09:01:46 pm
por ICE 1A+
Classe Viana do Castelo Melhorias ao Projecto Inicial

Iniciado por tenente

Respostas: 460
Visualizações: 115073
Última mensagem Outubro 09, 2019, 02:24:50 pm
por P44
Corvetas da classe João Coutinho oferecidas às Filipinas

Iniciado por Charlie Jaguar

Respostas: 62
Visualizações: 14913
Última mensagem Junho 01, 2017, 11:34:35 pm
por mafets
Que Nome de Classe devem ter as Karel de Portugal

Iniciado por antoninho

Respostas: 70
Visualizações: 14666
Última mensagem Outubro 13, 2006, 09:35:08 pm
por luis filipe silva