Radar para a Madeira

  • 111 Respostas
  • 39467 Visualizações
*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 2818
  • Recebeu: 53 vez(es)
  • Enviou: 4 vez(es)
  • +11/-16
Re: Radar da FAP na Madeira (pico do Arieiro)
« Responder #60 em: Janeiro 23, 2011, 10:34:11 pm »
Citação de: "JLRC"
Citação de: "Charlie Jaguar"

Vamos declarar guerra a alguém e ainda não me avisaram?  :oops:

É pá, então para que queremos os SSK ? ou as MEKO ? Ou a razão do CEMFA querer a protecção das bases com SAM, contra quem? Deve ser louco o homem.  :mrgreen:
Artigo 308º

Traição à Pátria

Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:

a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele
 

*

Desertas

  • Perito
  • **
  • 338
  • +0/-0
Re: Radar da FAP na Madeira (pico do Arieiro)
« Responder #61 em: Janeiro 24, 2011, 12:28:01 am »
Citação de: "Charlie Jaguar"
Mas uma bateria de mísseis terra-ar para quê? Para espantar as cagarras e os pombos?  :mrgreen:


Lembro-me que em tempos falou-se na possibilidade de instalar mísseis terra-ar no Palheiro Ferreiro para proteger o Porto e o aeroporto. Foi colocada a hipotese de um sistema  M-730 / M48A3 «Chaparral» , mas após algum tempo desistiram da ideia.
God and the soldier all men adore
in time of trouble and no more
for when war is over and all things righted
God is neglected and the old soldiers slighted
 

*

Instrutor

  • Investigador
  • *****
  • 1310
  • Recebeu: 3 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +0/-0
Re: Radar da FAP na Madeira (pico do Arieiro)
« Responder #62 em: Janeiro 24, 2011, 12:43:29 am »
É pah voces são mesmo loucos, realmente aqui no forum existe pessoas a destabilizar o conceito estratégico de defesa nacional. Se construimos.... nao nos faz falta, se nao construimos é porque temos pessoas no governo que não se interessao pela defesa.... é acordem pessoal. Para alél do radar é necessário uma bateria terra-ar e duas parelhas de F16 MLU..... não falo por Espanha andar la passear os seus F-18, mas sim de um possível passeio pelos F-16 Marroquinos que em breve estaram operacionais.... o Magreb é um barril de pólvora pronto arrebentar.... a crise na Tunísia é o principio que bem pode alastrar aos seus vizinhos..... e depois como é. Nota o nosso mais proximo vizinho (Marrocos) vai ter em breve 24 F16 mais modernos que os nossos F-16 MLU M5 varias dezenas de F-5 MLU 1 Fragata Fremm 3 corvetas Visby, para além de possuir mais carros de combate e peças de artilharia que nós. Uma das nossas mais graves lacunas de defesa é mesmo a nossa defesa aérea em termos de capacidade de artilharia anti-aerea.... sou adepto de comprar-mos 4 baterais de misseis AA longo alcance tipo NAssam ou Patriot (1 Madeira, 1 Alentejo e Algarve, 1 Lisboa, 1 Centro-Norte de Portugal) para além de equipar com mais Stinger a BRR e Avengers para a BM e BI).
"Aqui na Lusitanea existe um povo que não se governa nem se deixa governar" voz corrente entre os Romanos do Séc. I a.C
 

*

Desertas

  • Perito
  • **
  • 338
  • +0/-0
Re: Radar da FAP na Madeira (pico do Arieiro)
« Responder #63 em: Janeiro 24, 2011, 12:47:01 am »
Citação de: "Instrutor"
É pah voces são mesmo loucos, realmente aqui no forum existe pessoas a destabilizar o conceito estratégico de defesa nacional. Se construimos.... nao nos faz falta, se nao construimos é porque temos pessoas no governo que não se interessao pela defesa.... é acordem pessoal. Para alél do radar é necessário uma bateria terra-ar e duas parelhas de F16 MLU..... não falo por Espanha andar la passear os seus F-18, mas sim de um possível passeio pelos F-16 Marroquinos que em breve estaram operacionais.... o Magreb é um barril de pólvora pronto arrebentar.... a crise na Tunísia é o principio que bem pode alastrar aos seus vizinhos..... e depois como é. Nota o nosso mais proximo vizinho (Marrocos) vai ter em breve 24 F16 mais modernos que os nossos F-16 MLU M5 varias dezenas de F-5 MLU 1 Fragata Fremm 3 corvetas Visby, para além de possuir mais carros de combate e peças de artilharia que nós. Uma das nossas mais graves lacunas de defesa é mesmo a nossa defesa aérea em termos de capacidade de artilharia anti-aerea.... sou adepto de comprar-mos 4 baterais de misseis AA longo alcance tipo NAssam ou Patriot (1 Madeira, 1 Alentejo e Algarve, 1 Lisboa, 1 Centro-Norte de Portugal) para além de equipar com mais Stinger a BRR e Avengers para a BM e BI).

Concordo plenamente.  :G-beer2:

Um Abraço
God and the soldier all men adore
in time of trouble and no more
for when war is over and all things righted
God is neglected and the old soldiers slighted
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 2818
  • Recebeu: 53 vez(es)
  • Enviou: 4 vez(es)
  • +11/-16
Re: Radar da FAP na Madeira (pico do Arieiro)
« Responder #64 em: Janeiro 24, 2011, 07:53:13 pm »
Citação de: "Desertas"
Citação de: "Instrutor"
É pah voces são mesmo loucos, realmente aqui no forum existe pessoas a destabilizar o conceito estratégico de defesa nacional. Se construimos.... nao nos faz falta, se nao construimos é porque temos pessoas no governo que não se interessao pela defesa.... é acordem pessoal. Para alél do radar é necessário uma bateria terra-ar e duas parelhas de F16 MLU..... não falo por Espanha andar la passear os seus F-18, mas sim de um possível passeio pelos F-16 Marroquinos que em breve estaram operacionais.... o Magreb é um barril de pólvora pronto arrebentar.... a crise na Tunísia é o principio que bem pode alastrar aos seus vizinhos..... e depois como é. Nota o nosso mais proximo vizinho (Marrocos) vai ter em breve 24 F16 mais modernos que os nossos F-16 MLU M5 varias dezenas de F-5 MLU 1 Fragata Fremm 3 corvetas Visby, para além de possuir mais carros de combate e peças de artilharia que nós. Uma das nossas mais graves lacunas de defesa é mesmo a nossa defesa aérea em termos de capacidade de artilharia anti-aerea.... sou adepto de comprar-mos 4 baterais de misseis AA longo alcance tipo NAssam ou Patriot (1 Madeira, 1 Alentejo e Algarve, 1 Lisboa, 1 Centro-Norte de Portugal) para além de equipar com mais Stinger a BRR e Avengers para a BM e BI).

Concordo plenamente.  :G-beer2:

Um Abraço

Se o Magreb estivesse perto disso os EUA não vendiam F-16C a Marrocos....

A questão é que daqui a 10 15 anos não sabemos, podemos ter um regime islamista na mauritânia ou argélia... Que possa ameaçar-nos, daí aventar a possibilidade de mover uma bateria de SAM para o arquipélago em caso de necessidade, como foram os A-7P movidos para lá durante a guerra do Golfo, ainda não percebi para que....
Artigo 308º

Traição à Pátria

Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:

a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4060
  • Recebeu: 226 vez(es)
  • Enviou: 234 vez(es)
  • +12/-0
Re: Radar da FAP na Madeira (pico do Arieiro)
« Responder #65 em: Janeiro 24, 2011, 08:35:47 pm »
É bom não esquecer que o magreb está a mudar, e não se sabe que regimes virão, quando as actuais ditaduras caírem.
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

Instrutor

  • Investigador
  • *****
  • 1310
  • Recebeu: 3 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +0/-0
Re: Radar da FAP na Madeira (pico do Arieiro)
« Responder #66 em: Janeiro 24, 2011, 10:16:16 pm »
Não concordo muito com a sua opinião, relativamente ao que diz que os EUA não venderiam material de guerra a um país destabilizado ou futuramente destabilizado como Marrocos.... a História assim o diz.... vendemos materia porque o mais importante é os dólares e a influencia..... Uma pequena lição de História com todo o respeito que tenho por si: decada de 80 União Sovietica invade Afeganistão, EUA aliados do Afeganistão fornecem material bélico aos Talibãs e Osama Bim Ladem grande amigo dos EUA duas décadas depois e de acordo com os diversos contextos internacionais EUA espetam no Afeganistão 200 mil soldados para combater antigos aliados Osaba Bim Ladem torna-se no mais procurado do mundo inimigo mortal dos EUA e de toda a NATO....... Antes deste episódio 1975 Indonésia invade Timor ex colonia de Portugal um dos mais fieis alidados dos EUA, EUA fornece armamento à Indonésia "para massacrar povo Timorense" Portugal combate Indonésia na ONU sem grande apoio dos seus queridos aliados..... Acha mesmo que os EUA se importam se os F-16 Marroquinos venham passear à Madeira..... :mrgreen: desdde que eles não atinjam a Base das Lajes para os EUA tudo bem. Agora uma lição de economia..... EUA vendem material de guerra a Marrocos entre eles os sofisticados F-16...... Portugal e Espanha sentem-se ameaçados com esta venda..... vamos comprar mais material de guerra entre eles MISSEIS SISTEMAS DE RADARES FRAGATAS DE DEFESA AÉREA (ESPANHA) MODERNIZAÇÕES PARA OS NOSSOS F16 MLU..... TUDO MADE IN EUA.... tudo gira á volta dos Dólares americanos..... por isso eu defendo que Portugal tem mais a ganhar com material construido na Europa..... Portugal tem de estar atento a todas estas pseudoameaças e protegermo-nos convenientemente.... pois em caso de agressão militar diplomática ou mesmo brincadeiras com o nosso espaço aéreo temos mesmo que contar com a nossa capacidade e armamento.... não estou mesmo nada haver F22 a virem salvar os madeirenses e todos os portugueses em geral.... mesmo nada.
NOTA: Marrocos .... com o mesmo governo de agora, ja tentou a gracinha com Espanha quando ocupou aqueles ilheus..... vigorante foi a resposta da Espanha com navios avioes e forças especiais.... a brincadeira acabou logo por ali, porque se acabou com as intenções, agora pergunto e se Espanha tivesse sido passiva? Hoje os ilheus ... Amanha Ceuta e Melilha.... Passado as Canárias....... E Portugal como defenderia caso Marrocos ocupasse as Selvagens ou as Formigas? Uma Lancha com meia duzia de marinheiros? Ou uma resposta dura e expressiva como fez a Espanha?
"Aqui na Lusitanea existe um povo que não se governa nem se deixa governar" voz corrente entre os Romanos do Séc. I a.C
 

*

Desertas

  • Perito
  • **
  • 338
  • +0/-0
Re: Radar da FAP na Madeira (pico do Arieiro)
« Responder #67 em: Janeiro 28, 2011, 01:12:47 am »
Algum dos foristas podia informar se a fase de aceitação do Radar já está concluída , e quando é que este estará funcionando a 100% .

Um Abraço
God and the soldier all men adore
in time of trouble and no more
for when war is over and all things righted
God is neglected and the old soldiers slighted
 

*

jonhfx

  • 50
  • +0/-0
Re: Radar da FAP na Madeira (pico do Arieiro)
« Responder #68 em: Janeiro 28, 2011, 11:06:09 am »
Uma foto recente do Radar ( obrigado entusiastas das neve  :lol: )
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 1715
  • Recebeu: 496 vez(es)
  • Enviou: 223 vez(es)
  • +34/-4
Re: Radar da FAP na Madeira (pico do Arieiro)
« Responder #69 em: Fevereiro 18, 2011, 04:05:16 pm »
Citar
Estação de Radar Nº4

17-02-2011

A Estação de Radar Nº4 (ER4), no Pico do Areeiro, na Madeira, encontra-se numa posição geográfica com fortes condicionamentos nos acessos rodoviários e sujeita a condições meteorológicas adversas, sobretudo nos meses de Inverno, entre Janeiro e Março. A neve, o gelo, a queda de árvores e os ventos fortes, provocados pelas intempéries, constituem obstáculo para os militares que se deslocam diariamente para a ER4.

Para ultrapassar essas dificuldades e garantir, em permanência, o funcionamento do radar, a Força Aérea apostou na formação teórica e prática desses militares. Receberam os conhecimentos e experiência necessários na área da condução em vias com neve e em terreno hostil, com viaturas 4X4, nas vertentes de tracção e redutoras, guincho e Hi-Life, transposição de obstáculos e condução extrema. Aprenderam ainda, sempre com o uso de equipamentos de protecção individual, como manusear a motoserra no abate de árvores, desramação e progressão no terreno.

Esta formação revela-se particularmente importante na medida em que a preparação dos militares é condição essencial para que a missão seja cumprida com segurança e em segurança. A ER4 ainda não se encontra em funcionamento, pois aguarda-se a conclusão das obras. Os militares que irão garantir a operação do radar irão trabalhar em regime de turnos, de forma a garantir a capacidade de operação e de manutenção programada/ inopinada da ER4, 24 horas por dia, em todos os dias do ano.

D.C.  
 




:arrow: http://www.emfa.pt/www/detalhe.php?cod=035.569&lang=pt
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)
 

*

Desertas

  • Perito
  • **
  • 338
  • +0/-0
Re: Radar da FAP na Madeira (pico do Arieiro)
« Responder #70 em: Abril 14, 2011, 05:17:10 pm »
In Diário de notícias da Madeira.(14-04-2011)

Citar
Radar e pista Pt. Santo

O chefe do Estado Maior General das Forças Armadas, Luís Araújo, disse, ontem, numa audiência com Alberto João Jardim, que o radar do Pico do Arieiro estará operacional em breve. Está em fase de afinações técnicas, designadamente de comunicação de dados com Lisboa.

"Está com um problema que tem a ver com a transmissão da imagem radar que recolhe, com o continente. É um problema de comunicação que havemos de resolver logo que possível", assegurou.

Por seu turno, Jardim confrontou o general com a questão relativa à degradação da pista do aeroporto do Porto Santo. E encontrou da parte de Luís Araújo uma identidade de pontos de vista sobre a pista que serve interesses militares e civis.

"Não se pode andar aqui num jogo do empurra. Tem de se fazer um acordo entre o Ministério da Defesa e a ANAM no sentido de se fazer as obras que são necessárias naquela pista", disse Jardim.

Sobre o radar do Pico do Arieiro o chefe do Executivo disse que a inauguração está para breve. Uma infra-estrutura que considera fundamental para garantir "a segurança de pessoas e bens, sobretudo sob o ponto de vista dos transportes que se dirigem e saem da Região".


Espero que os problemas quer do Radar quer da pista de Porto Santo sejam de fácil resolução .

Um Abraço
God and the soldier all men adore
in time of trouble and no more
for when war is over and all things righted
God is neglected and the old soldiers slighted
 

*

Desertas

  • Perito
  • **
  • 338
  • +0/-0
Re: Radar da FAP na Madeira (pico do Arieiro)
« Responder #71 em: Maio 04, 2011, 03:12:06 pm »


Um Abraço
God and the soldier all men adore
in time of trouble and no more
for when war is over and all things righted
God is neglected and the old soldiers slighted
 

*

afonsinho

  • 53
  • +0/-0
Re: Radar da FAP na Madeira (pico do Arieiro)
« Responder #72 em: Outubro 22, 2011, 08:13:03 pm »
Citar
Não concordo muito com a sua opinião, relativamente ao que diz que os EUA não venderiam material de guerra a um país destabilizado ou futuramente destabilizado como Marrocos.... a História assim o diz.... vendemos materia porque o mais importante é os dólares e a influencia..... Uma pequena lição de História com todo o respeito que tenho por si: decada de 80 União Sovietica invade Afeganistão, EUA aliados do Afeganistão fornecem material bélico aos Talibãs e Osama Bim Ladem grande amigo dos EUA duas décadas depois e de acordo com os diversos contextos internacionais EUA espetam no Afeganistão 200 mil soldados para combater antigos aliados Osaba Bim Ladem torna-se no mais procurado do mundo inimigo mortal dos EUA e de toda a NATO....... Antes deste episódio 1975 Indonésia invade Timor ex colonia de Portugal um dos mais fieis alidados dos EUA, EUA fornece armamento à Indonésia "para massacrar povo Timorense" Portugal combate Indonésia na ONU sem grande apoio dos seus queridos aliados..... Acha mesmo que os EUA se importam se os F-16 Marroquinos venham passear à Madeira..... :mrgreen: desdde que eles não atinjam a Base das Lajes para os EUA tudo bem. Agora uma lição de economia..... EUA vendem material de guerra a Marrocos entre eles os sofisticados F-16...... Portugal e Espanha sentem-se ameaçados com esta venda..... vamos comprar mais material de guerra entre eles MISSEIS SISTEMAS DE RADARES FRAGATAS DE DEFESA AÉREA (ESPANHA) MODERNIZAÇÕES PARA OS NOSSOS F16 MLU..... TUDO MADE IN EUA.... tudo gira á volta dos Dólares americanos..... por isso eu defendo que Portugal tem mais a ganhar com material construido na Europa..... Portugal tem de estar atento a todas estas pseudoameaças e protegermo-nos convenientemente.... pois em caso de agressão militar diplomática ou mesmo brincadeiras com o nosso espaço aéreo temos mesmo que contar com a nossa capacidade e armamento.... não estou mesmo nada haver F22 a virem salvar os madeirenses e todos os portugueses em geral.... mesmo nada.
NOTA: Marrocos .... com o mesmo governo de agora, ja tentou a gracinha com Espanha quando ocupou aqueles ilheus..... vigorante foi a resposta da Espanha com navios avioes e forças especiais.... a brincadeira acabou logo por ali, porque se acabou com as intenções, agora pergunto e se Espanha tivesse sido passiva? Hoje os ilheus ... Amanha Ceuta e Melilha.... Passado as Canárias....... E Portugal como defenderia caso Marrocos ocupasse as Selvagens ou as Formigas? Uma Lancha com meia duzia de marinheiros? Ou uma resposta dura e expressiva como fez a Espanha?

Concordo!!!
 

*

pchunter

  • 368
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • Enviou: 16 vez(es)
  • +0/-0
Re: Radar da FAP na Madeira (pico do Arieiro)
« Responder #73 em: Outubro 22, 2011, 11:32:02 pm »
Já se diz a muito tempo, fia-te na virgem e não corras.
 

*

Desertas

  • Perito
  • **
  • 338
  • +0/-0
Re: Radar da FAP na Madeira (pico do Arieiro)
« Responder #74 em: Novembro 29, 2011, 08:42:12 pm »
IN Jornal da Madeira 2011-11-29
Citar
CEMFA visitou ontem obras do futuro radar do Arieiro
General não arrisca data
   
O Chefe de Estado Maior da Força Aérea não arrisca uma data para a entrada em funcionamento da Estação de Radar nº4 (ER4), no Pico do Arieiro. O General José Pinheiro esteve ontem a ver o andamento das obras para a aceitação da infraestrutura.[/b]

Citar
Depois de uma visita às obras da Estação de Radar nº 4, no Pico do Arieiro, o Chefe de Estado Maior da Força Aérea (CEMFA), não quis arriscar a data para a entrada em funcionamento da infraestrutura que está, contudo, na fase final de aceitação. O General José Pinheiro, que aproveitou o segundo aniversário do aeródromo de Manobra nº3, (AM3) no Porto Santo, para uma deslocação, com os seus oficiais, ao local a partir de onde se vai fazer ainda mais e melhor vigilância aérea, assumiu ter esperança de que esteja «para breve a aceitação, mas não quero arriscar uma data, porque também não a tenho». E porque o que está agora por resolver são assuntos que se prendem com a área da informática, às vezes um pequeno problema demora muito tempo a resolver, é um equipamento novo, que está a ser instalado num local de difícil acesso e todas essas questões podem ter contribuído para a morosidade do processo, declarou.
No entanto, o CEMFA reconhece que quando entrar em funcionamento, «aquela instalação dignificará não só a Força Aérea, mas também o país», mas isso não quer dizer que o seu contributo para a vigilância da soberania nacional venha acompanhado de uma parelha de aviões F16 ou apenas um aparelho e nem se isso vai acontecer, admitiu, «de forma permanente», porque há que reequacionar todos os custos previstos anteriormente. O que importa, garantiu o general, é que o espaço aéreo português vai estar «com a sua soberania afirmada, teremos capacidade para a mantermos em mais um espaço da nossa responsabilidade».
O General visitou as instalações do radar antes de rumar para o Porto Santo, onde esteve pela primeira vez nas actuais funções, para ouvir da boca de Telmo Reis, o responsável pelo AM3, que os momentos mais marcantes deste último ano de actividade para os profissionais daquele ramo ali colocados foram o desaparecimento de duas jovens no mar do Seixal, a 14 de Fevereiro e o mais recente do militar que participava no exercício “Zarco 2011”, nos mares da ilha dourada, para destacar apenas duas das mais de cem missões feitas pelos meios da Força Aérea ali existentes.
É também por isso que o coronel que completou na passada sexta-feira, dia da unidade, um ano à frente do Aeródromo, enaltece o esforço de todos quantos ali prestam serviço, razão pela qual aposta fortemente na entrada em funcionamento das novas instalações para receber os militares e dar-lhes mais condições para permanecerem destacados na ilha, onde estão permanentemente de serviço.

Um Abraço
God and the soldier all men adore
in time of trouble and no more
for when war is over and all things righted
God is neglected and the old soldiers slighted
 

 

Qual as prioridades para a Força Aérea entre 2011-2020 ?

Iniciado por dc

Respostas: 38
Visualizações: 9486
Última mensagem Novembro 15, 2010, 02:34:53 pm
por bokaido
Sistemas de defesa antiaérea de longo alcance para Portugal

Iniciado por Tiger22

Respostas: 24
Visualizações: 10930
Última mensagem Agosto 21, 2006, 08:26:19 pm
por Pedro Monteiro
CDS propõe 12 anos de serviço para pilotos da Força Aérea

Iniciado por Marauder

Respostas: 19
Visualizações: 8339
Última mensagem Setembro 12, 2007, 02:40:44 am
por raphael
A voar contra o tempo para tentar salvar vidas

Iniciado por Jorge Pereira

Respostas: 21
Visualizações: 10828
Última mensagem Abril 01, 2010, 11:40:11 am
por Ricardo Nunes
Temos liberdade para utilizar os F-16 MLU onde quisermos?

Iniciado por papatango

Respostas: 4
Visualizações: 2618
Última mensagem Fevereiro 22, 2005, 07:15:36 pm
por Ricardo Nunes