Combate a fogos pela F.A.P.

  • 858 Respostas
  • 162635 Visualizações
*

chaimites

  • 1663
  • Recebeu: 61 vez(es)
  • Enviou: 2 vez(es)
  • +0/-0
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #15 em: Julho 04, 2011, 03:44:52 pm »
Um dos motivos para a sua nao utilizaçao  no combate directo são as descargas demasiado maciças que se tornam perigosas para os homens no terreno


viatura dos bombeiros de Penafiel  destruida pela descarga mal calculada  de um Canadair,
Imaginem o efeito  provocado por um erro de um C130
 Estes  erros de calculo acontecem muitas vezes, com descargas fora do alvo, devido  á falta de visibiliade provocada pelo fumo, perícia do Piloto e deficientes comunicaçoes.

Exemplo de uso de C130 para consolidação de uma faixa de contenção aberta por bombeiros sapadores:

« Última modificação: Julho 04, 2011, 04:20:43 pm por chaimites »
 

*

raphael

  • Especialista
  • ****
  • 1137
  • Recebeu: 156 vez(es)
  • Enviou: 149 vez(es)
  • +18/-2
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #16 em: Julho 04, 2011, 04:19:34 pm »
Não comparar a pericia das tripulações dos nossos C-130H com a dos Canadair...
Bom mas alguém ouviu o ministro a falar na utilização dos C-130H? é que eu não ouvi! não há por aí uns 03 SA-330 Puma ainda com potencial de vôo? As equipas OPSAS não têm viaturas capazes de intervir em situações que ocorram próximas das Unidades? A BA5 pelo menos tem...
O ALIII além da busca e salvamento também não poderá fazer missões de vigilância do tecido florestal em zonas menos acessiveis por terra?
Eventualmente até pode passar pela utilização dos pilotos militares para operarem aeronaves da EMA, independentemente do custo da hora de voo...bom o piloto militar já está pago recebe o ordenado do Ramo a que pertence...no extra!
A ver vamos se se concretiza algo para este ano.
Não digo que não se use os MAFF's no C-130H, mas tendo em conta que é a nossa única aeronave para transporte estratégico...bom é arriscado! :twisted:
Um abraço
Raphael
__________________
 

*

chaimites

  • 1663
  • Recebeu: 61 vez(es)
  • Enviou: 2 vez(es)
  • +0/-0
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #17 em: Julho 04, 2011, 05:17:02 pm »
Citar
Não comparar a pericia das tripulações dos nossos C-130H com a dos Canadair...

De onde pensas que vem  os pilotos de combate a incendios ?

Quem pilota no combate a incêndios ganha 5000 a 7500 euros por mês! 3 vezes mais que na FAP

Combater incêndios florestais é tarefa complexa para aeronaves, o que exige muita experiência dos pilotos e um elevado número de horas de voo", Pilotos vem ma maior parte dos casos  das escolas militares, com experiência em helicópteros e aviões,  Há ainda pilotos militares que aproveitam as férias para compor o salário. E isto porque em Portugal o combate é feito por pilotos aliciados pelos altos salários, 7500 euros em helicópteros e 5000 em aviões. Um salário que é qualquer coisa como três vezes o que se aufere na Força Aérea Portuguesa (FAP).

 A Tarefa  é arriscada e obriga a largar entre os 5 a 15 metros acima da copa das árvores.
 Os pilotos tem que ter  cursos de firefighting
 Em Portugal a  "tribo" dos pilotos é multinacional: espanhóis, australianos, canadianos, portugueses, polacos, ucranianos e ingleses
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7136
  • Recebeu: 527 vez(es)
  • Enviou: 652 vez(es)
  • +34/-12
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #18 em: Julho 04, 2011, 11:08:13 pm »
Citação de: "raphael"
O ALIII além da busca e salvamento também não poderá fazer missões de vigilância do tecido florestal em zonas menos acessiveis por terra?

E por os Alouette a fazer/reforçar o transporte aéreo táctico de equipas GIPS e Canarinhos... Desse modo libertava-se ou aliviava-se os Kamov dessa função.
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 2883
  • Recebeu: 69 vez(es)
  • Enviou: 8 vez(es)
  • +31/-18
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #19 em: Julho 05, 2011, 03:53:35 pm »
Não sei como 16 ? Helis, poderão ser dispersos pelo país para se proceder a esse transporte...

Se ajudarem os C-130 acho que é melhor...Mas penso que não vai passar de um "sound byte"..
Artigo 308º

Traição à Pátria

Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:

a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14534
  • Recebeu: 816 vez(es)
  • Enviou: 802 vez(es)
  • +89/-90
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #20 em: Julho 05, 2011, 05:29:52 pm »
Os Alouette por norma servem para coordenar os outros meios aéreos no TO e não para transportar os Canarinhos ou os seus "primos" da GNR.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 2883
  • Recebeu: 69 vez(es)
  • Enviou: 8 vez(es)
  • +31/-18
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #21 em: Julho 05, 2011, 06:56:49 pm »
Se querem fazer as coisas façam-nas bem, criem um genero de unidade como a UME, 2 batalhoes (ex), com meios, treino,helis etc e extingam os GIPS, como diz o Duarte Caldeira e bem, recebem como se tivessem a apagar incendios 12 meses por ano, mas so actuam 3...
Artigo 308º

Traição à Pátria

Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:

a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 1982
  • Recebeu: 745 vez(es)
  • Enviou: 354 vez(es)
  • +100/-22
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #22 em: Julho 06, 2011, 06:21:09 pm »
Actualmente, e a curto prazo, não estou a ver como a FAP poderá fazer mais no combate aos fogos do que aquilo que faz. É preciso relembrar que o "esforço" para retirar este ramo dessa função, começado há um pouco mais de 15 anos no Governo do então Primeiro-Ministro António Guterres, fez com que se perdesse toda a máquina, o know-how, o treino existente para o cabal cumprimento dessa missão.

A extinção da EMA e a passagem dos seus meios para a Força Aérea levanta outras questões um pouco difíceis de responder no contexto actual de contenção orçamental. A reutilização do Hércules na função também levanta uma outra série de questões, a todos os níveis (logístico, técnico, estado real dos 2 kits MAFFS, etc), enfim, está tudo muito confuso. Como já foi aqui dito, espero sinceramente que as declarações do Sr. Ministro Aguiar Branco tenham sido feitas com fundamento, com reais intenções, e que não passem apenas de um mero sound byte para alegrar a malta em dia de aniversário porque, a terem sido, foram no mínimo levianas e uma das razões pelas quais as pessoas cada vez mais olham de lado os titulares de cargos políticos. Aguardemos, portanto.
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)
 

*

Instrutor

  • Investigador
  • *****
  • 1310
  • Recebeu: 3 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +0/-0
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #23 em: Julho 07, 2011, 10:05:49 am »
Eu defendo a total passagem das aeronaves da EMA para a Força Aérea, e a activação de 1 Esquadra vocacionada para Vigilância e Combate a Fogos Florestais, desde já proponho o nome de Fénix para essa esquadra, poderia estar subdividida e sediada em duas zonas afectas à FAP uma poderia ser o Aeródromo de Manobra de Maceda/Ovar e outro na Base Aérea nº 11 em Beja. Os meios ao seus dispor seriam:
- Canadair
- Kamovºs 32
- Eurocopter AS-350B3 Ecureuil

Neste parametro de vigilancia poderiamos usar caso se verifique a compra do novo Helicoptero ligeiro para a FAP, a reutilização de 12 Allouettes III, ficando cerca de 6 unidades para reposição e susbstituição das peças.

Os Pilavs da FAP receberiam somente os vencimentos do ramo, e não os exorbitantes ordenados dos pilotos contratados pela EMA que rondam os cerca de 7/8 mil euros mês.
Uma racionalização de custos, equipavamos a FAP com mais meios aéreos e valências, e esses meios aéreos poderiam ser usados também noutras missões, e poupavamos aos contribuintes milhoes de euros em despezismos com esta empresa pública.

É somente uma opinião vale o que vale, o que achão?
"Aqui na Lusitanea existe um povo que não se governa nem se deixa governar" voz corrente entre os Romanos do Séc. I a.C
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14534
  • Recebeu: 816 vez(es)
  • Enviou: 802 vez(es)
  • +89/-90
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #24 em: Julho 07, 2011, 12:34:37 pm »
Acho que se calhar não há pilotos para isso, mas se lhes oferecerem um salário mais convidativo, talvez.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 8360
  • Recebeu: 710 vez(es)
  • Enviou: 1088 vez(es)
  • +44/-10
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #25 em: Julho 07, 2011, 02:10:13 pm »
O negócio dos fogos tem de acabar. Não se pode permitir que empresas civis e pilotos continuem  a mamar à custa do crime que são os incêndios.

Citação de: "Cabeça de Martelo"
Acho que se calhar não há pilotos para isso, mas se lhes oferecerem um salário mais convidativo, talvez.
Já ganham pouco! Ponham os Sargentos a voar se for preciso. E os pilotos do Exército e Marinha.
Menos um negócio de aviação civil é menos uma oportunidade de saída.
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

Instrutor

  • Investigador
  • *****
  • 1310
  • Recebeu: 3 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +0/-0
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #26 em: Julho 07, 2011, 02:27:45 pm »
Existem pilotos sim, nem que ponham os PILavs do UALE a pilotar as máquinas em mobilidade na FAP enquanto não chegam os NH90.
"Aqui na Lusitanea existe um povo que não se governa nem se deixa governar" voz corrente entre os Romanos do Séc. I a.C
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14534
  • Recebeu: 816 vez(es)
  • Enviou: 802 vez(es)
  • +89/-90
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #27 em: Julho 07, 2011, 02:28:38 pm »
No Exército salvo erro também formou-se sargentos para pilotos de helicóptero, não foi?!
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6629
  • Recebeu: 234 vez(es)
  • Enviou: 172 vez(es)
  • +31/-0
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #28 em: Julho 07, 2011, 04:14:57 pm »
Não se esqueçam que boa parte dos pilotos que estavam na EMA eram precisamente os pilotos da UALE, que entretanto sairam para iniciar o treino/reconversão para os NH90.

Os seguintes louvores começam todos das mesma maneira: «Por proposta do conselho de administração da EMA — Empresa de Meios Aéreos, S. A., louvo o militar do Exército Português abaixo indicado (...)»

Citar
Gabinete do Secretário de Estado da Protecção Civil:
Louvor n.º 353/2010:
Concessão de louvor ao capitão/piloto-aviador Venâncio José Couto Leitão

Louvor n.º 354/2010:
Concessão de louvor ao capitão/piloto-aviador José Manuel dos Santos Guilherme

Louvor n.º 355/2010:
Concessão de louvor ao sargento piloto-aviador António José Ferreira de Oliveira  

Louvor n.º 356/2010:
Concessão de louvor ao major piloto aviador Paulo Jorge Catarina de Carvalho

Louvor n.º 357/2010:
Concessão de louvor ao sargento/piloto-aviador Nuno Duarte Gonçalves Rodrigues

Louvor n.º 358/2010:
Concessão de louvor ao sargento piloto-aviador Pedro Silva Santos

Louvor n.º 359/2010:
Concessão de louvor ao sargento/piloto-aviador Mário José Carolino Mineiro

Louvor n.º 360/2010:
Concessão de louvor ao sargento piloto-aviador Luís Filipe André de Carvalho

Louvor n.º 361/2010:
Concessão de louvor ao capitão piloto-aviador Henrique Rogério Gonçalves Martins

Louvor n.º 362/2010:
Concessão de louvor ao capitão/piloto aviador Gilberto Henrique Pires Lopes

http://dre.pt/pdfgratis2s/2010/07/2S146A0000S00.pdf

As soluções óbvias já foram pensadas e...descartadas!
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6629
  • Recebeu: 234 vez(es)
  • Enviou: 172 vez(es)
  • +31/-0
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #29 em: Julho 07, 2011, 04:30:06 pm »
Citar
Neste sentido solicitei hoje, mesmo, ao Senhor Chefe de Estado Maior que desenvolva
um  estudo
 no  sentido  da  Força  Aérea  Portuguesa  poder  assumir,  um  papel
determinante no combate aéreo aos incêndios florestais.  

http://www.mdn.gov.pt/NR/rdonlyres/C0DE ... _aerea.pdf

Então tanta conversa e afinal é só um estudo...O pessoal ilude-se com pouco  :mrgreen:
 

 

Puma fora dos fogos

Iniciado por Lancero

Respostas: 17
Visualizações: 5756
Última mensagem Maio 22, 2006, 10:12:07 am
por Rui Elias
Pumas no combate a incêndios

Iniciado por TOMKAT

Respostas: 128
Visualizações: 30690
Última mensagem Setembro 19, 2005, 10:24:30 pm
por TOMKAT
Capacidade de Combate Efetiva da FAP

Iniciado por typhonman

Respostas: 15
Visualizações: 2887
Última mensagem Dezembro 24, 2017, 05:31:14 pm
por Stalker79