Sistema de desactivação de bombas produzido em Coimbra

  • 1 Respostas
  • 2148 Visualizações
*

miguelbud

  • Analista
  • ***
  • 701
  • Recebeu: 25 vez(es)
  • Enviou: 15 vez(es)
  • +1/-1
Sistema de desactivação de bombas produzido em Coimbra
« em: Junho 18, 2011, 08:06:26 pm »
Um dispositivo de desacivação remota de bombas artesanais desenvolvido na Universidade de Coimbra foi premiado num congresso europeu realizado na Alemanha sobre armas não-letais.

Trata-se de "uma tecnologia inovadora para a neutralização cirúrgica de dispositivos explosivos improvisados, tipicamente utilizados por terroristas", desenvolvida por uma equipa de investigadores da Universidade de Coimbra (UC).

"É um equipamento opimizado, que pesa dois a três quilos, que desintegra uma bomba terrorista, por exemplo", declarou esta tarde à agência Lusa o investigador Luís Rodrigues.

O dispositivo foi considerado "o terceiro mais importante trabalho científico da Europa nesta área", durante o 6.º Simpósio Europeu de Armas Não-Letais, realizado na Alemanha.

O prémio foi atribuído pelo European Working Group on Non-Lethal Weapons, uma organização que integra investigadores e especialistas das forças policiais e militares da Alemanha, Reino Unido, França, Itália, Rússia, Suíça e Portugal, entre outros países.

"O dispositivo inclui, também ele, um explosivo pouco potente. Pode ser colocado por um robô e accionado remotamente numa direcção preferencial", explicou Luís Rodrigues, da Associação para o Desenvolvimento da Aerodinâmica Industrial (ADAI).

Segundo o investigador, este sistema de detonação "é mais seguro e não provoca tantos danos colaterais".

"O equipamento contém uma carga explosiva de classe civil (como as utilizadas na actividade mineira) e foca a energia sobre o alvo que pretendemos destruir", acrescentou. Uma pequena carga explosiva acelera jactos de água que transportam pequenas agulhas de encontro ao explosivo-alvo, desactivando-o.

O sistema foi desenvolvido, na Universidade de Coimbra, por investigadores da ADAI e do Laboratório de Energética e Detónica (LEDAP).

Para Igor Plaksin, líder do grupo de investigação responsável pelo projecto, esta distinção "premeia o esforço continuado de desenvolvimento e aperfeiçoamento da tecnologia ao longo dos últimos quatro anos".

Segundo Luís Rodrigues, o dispositivo pode ser utilizado por "equipas de desminagem e militares em cenários de guerra" e "permite actuar de uma forma mais precisa e segura do que as tecnologias actualmente em uso".

O LEDAP, da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), "é o único laboratório nacional de investigação e desenvolvimento a trabalhar com explosivos", realça uma nota da assessoria de Imprensa da Universidade.

http://www.jn.pt/PaginaInicial/Sociedad ... 57&page=-1
 

*

Blick

  • 1
  • +0/-0
Re: Sistema de desactivação de bombas produzido em Coimbra
« Responder #1 em: Julho 04, 2011, 12:56:10 am »
Boas,

Penso então que a Universidade de Coimbra desenvolveu algo similar a isto:

http://www.youtube.com/watch?v=gHJo956BtJM&feature=relmfu

Já é algo que é produzido e comercializado nos Estados Unidos a algum tempo... :roll:
 

 

Sistema de Defesa Anti-Míssil

Iniciado por JLRC

Respostas: 33
Visualizações: 15806
Última mensagem Janeiro 27, 2019, 03:28:52 pm
por HSMW
Sistema Galileo

Iniciado por JLRC

Respostas: 23
Visualizações: 11168
Última mensagem Dezembro 16, 2016, 10:11:26 am
por HSMW
Sistema PAAMS

Iniciado por JLRC

Respostas: 0
Visualizações: 966
Última mensagem Junho 06, 2005, 01:27:57 pm
por JLRC
Sistema Aegis

Iniciado por JLRC

Respostas: 5
Visualizações: 3790
Última mensagem Março 21, 2017, 09:06:15 pm
por HSMW