Novo MDN

  • 146 Respostas
  • 33721 Visualizações
*

asalves

  • Membro
  • *
  • 263
  • Recebeu: 86 vez(es)
  • Enviou: 28 vez(es)
  • +10/-5
Re: Novo MDN
« Responder #135 em: Dezembro 07, 2017, 09:41:17 am »
Ministro da Defesa não sabia que plano de implementação da defesa europeia ia ser secreto
http://observador.pt/2017/12/06/ministro-da-defesa-nao-sabia-que-plano-de-defesa-europeia-era-secreto/
Citar
Primeiro, comprometeu-se a divulgar o plano de implementação da defesa europeia. Depois, alegou que a divulgação punha em causa a segurança nacional. Agora, acrescenta que não sabia o grau de detalhe.
[...]
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 8410
  • Recebeu: 725 vez(es)
  • Enviou: 1137 vez(es)
  • +56/-15
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Novo MDN
« Responder #136 em: Dezembro 07, 2017, 10:27:51 am »
Não sabe é o que anda lá a fazer...
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

perdadetempo

  • Perito
  • **
  • 472
  • Recebeu: 157 vez(es)
  • Enviou: 300 vez(es)
  • +23/-1
Re: Novo MDN
« Responder #137 em: Dezembro 07, 2017, 10:38:23 pm »
Também não se percebe tanto secretismo a não ser que seja para não se perceber o ridículo que  vai ser a nossa participação.

Pela descrição do PESCO não se percebe a razão de tantos dramas, a não ser o hábito de em Portugal se usar e abusar do segredo militar.

http://observador.pt/factchecks/defesa-europeia-governo-comprometeu-se-divulgar-no-parlamento-plano-de-implementacao/

Cumprimentos,
 

*

perdadetempo

  • Perito
  • **
  • 472
  • Recebeu: 157 vez(es)
  • Enviou: 300 vez(es)
  • +23/-1
Re: Novo MDN
« Responder #138 em: Dezembro 12, 2017, 11:26:16 pm »
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7165
  • Recebeu: 543 vez(es)
  • Enviou: 668 vez(es)
  • +49/-13
Re: Novo MDN
« Responder #139 em: Janeiro 10, 2018, 11:03:57 pm »
Briefing sobre a Atividade Operacional das Forças Armadas durante 2017 e projeção para 2018

 

*

paraquedista

  • Membro
  • *
  • 263
  • Recebeu: 33 vez(es)
  • Enviou: 22 vez(es)
  • +1/-0
Re: Novo MDN
« Responder #140 em: Janeiro 11, 2018, 09:12:40 pm »
Alguem reparou que o General CEMFA anunciou aos 1:27:40 que o Contrato dos Helicopteros para substituir os AL III ja foi assinado ?  ;)

O CEME e mesmo um brugencio, uma anedota...mais um mau exemplo da Academia do Militar  ::)
Em contraste com o grande nivel do Almirante CEME e do General CEMFA
Oucam com atencao aos 2 primeiros minutos da sua intervecao...comeca aos 1:01:00   "Pedia que pusessem os pes em terra"  :o :N-icon-Axe:  Sera que ele sabe que Comanda Paraquedistas  ;)
« Última modificação: Janeiro 11, 2018, 10:50:11 pm por paraquedista »
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7165
  • Recebeu: 543 vez(es)
  • Enviou: 668 vez(es)
  • +49/-13
Re: Novo MDN
« Responder #141 em: Janeiro 30, 2018, 09:05:44 pm »
Conferência de Imprensa do Ministro da Defesa e do Secretário-Geral da NATO

 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 7433
  • Recebeu: 257 vez(es)
  • Enviou: 394 vez(es)
  • +53/-166
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 2900
  • Recebeu: 84 vez(es)
  • Enviou: 8 vez(es)
  • +52/-19
Artigo 308º

Traição à Pátria

Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:

a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6660
  • Recebeu: 244 vez(es)
  • Enviou: 174 vez(es)
  • +56/-0
Re: Novo MDN
« Responder #144 em: Outubro 14, 2018, 05:58:29 pm »
Inner circle do Costa... Mais do que fazer alguma coisa, a um ano das eleições, é não fazer mais m*rda...

Ainda pensei que o Costa fosse buscar o seu "bombeiro" para assuntos de "fardas", o TGEN Mourato Nunes.
 

*

zocuni

  • Especialista
  • ****
  • 982
  • Recebeu: 11 vez(es)
  • Enviou: 29 vez(es)
  • +21/-0
    • http://www.mochileiros.com
Re: Novo MDN
« Responder #145 em: Fevereiro 11, 2019, 02:56:41 pm »
Ministro da Defesa destaca convergência com França na estabilização da África Central
5/2/2019, 11:56
2
Portugal participa na missão militar da ONU de estabilização da República Centro Africana depois de um pedido da França, que ativou a cláusula de "assistência mútua" após os atentados em 2015.

Partilhe

O ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, considerou "particularmente útil e pertinente" a realização do I Seminário de Defesa Nacional numa altura em que se discute no parlamento a Lei de Programação Militar
MIGUEL A. LOPES/LUSA

Autor

Agência Lusa
Mais sobre
DEFESA
MINISTÉRIO DA DEFESA
POLÍTICA
O ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, assinalou esta terça-feira os “laços de cooperação estreita” e a “convergência” com a França em matéria de Defesa, em particular na segurança marítima e na estabilização da África Central.

Intervindo na abertura do I Seminário de Defesa Nacional, que decorre esta terça-feira na Gulbenkian, João Gomes Cravinho considerou “particularmente feliz” a presença da ministra francesa das Forças Armadas, Florence Parly, tendo em conta os “laços de cooperação muito estreita” que os dois países têm mantido no domínio da Defesa.



O ministro português sustentou que Portugal e França “têm vindo a aprofundar” a cooperação para a segurança marítima no Golfo da Guiné e para a estabilização da África Central: “continuaremos a fazê-lo refletindo a sobreposição e a convergência dos nossos interesses”, disse Gomes Cravinho.

Portugal participa na missão militar das Nações Unidas de estabilização da República Centro Africana na sequência de um pedido da França, que ativou a cláusula de “assistência mútua” do Tratado da União Europeia depois dos atentados terroristas de 2015.

O ministro da Defesa Nacional considerou “particularmente útil e pertinente” a realização do I Seminário de Defesa Nacional numa altura em que se discute no parlamento a Lei de Programação Militar, que prevê um “aumento muito considerável do investimento nas Forças Armadas”, num total de 4,7 mil milhões de euros até 2030.

Comentario:Alguém sabe de algo sobre essa clausula de assistencia mutua que existe entre Portugal e França desde 2015;O que seria isso?
zocuni
 

*

zocuni

  • Especialista
  • ****
  • 982
  • Recebeu: 11 vez(es)
  • Enviou: 29 vez(es)
  • +21/-0
    • http://www.mochileiros.com
Re: Novo MDN
« Responder #146 em: Fevereiro 11, 2019, 03:25:07 pm »
Pelo que pesquisei realmente existe esse acordo mas e dai os países fracofonos da França sao países independentes então a notícia que postei anteriormente não tem sentido algum.

Inédito na UE: 28 aprovam pedido de defesa mútua francês
Paris diz não poder atuar sozinha contra jihadistas do Estado Islâmico na Síria e no Iraque e ministros europeus aprovam assistência militar



Ministros da Defesa da França e de Portugal, Jean Yves Le Drian e José Pedro Aguiar-Branco, durante o Conselho de Ministros europeus, que ontem decorreu em Bruxelas©  EPA/OLIVIER HOSLET

Patrícia Viegas
18 Novembro 2015 — 10:43

Perante aquele que foi o pior atentado terrorista de sempre em França, o país ativou pela primeira vez a cláusula de solidariedade europeia em matéria de defesa, prevista no Tratado de Lisboa.

"Em Bruxelas acabo de invocar o artigo 42.7 em nome da França", escreveu, na sua conta de Twitter, o ministro da Defesa francês. Jean-Yves Le Drian participou ontem no Conselho de Ministros da Defesa da União Europeia.

O pedido de assistência militar foi aprovado por unanimidade pelos ministros da UE. "Hoje [ontem] a França pede a ajuda e a assistência de toda a Europa. E toda a Europa, unida, responde sim", disse em conferência de imprensa a alta representante da UE para a Política Externa e de Segurança, Federica Mogherini.

O que diz o Tratado de Lisboa

O artigo 42.7 invocado pela França diz que "se um Estado membro vier a ser alvo de uma agressão armada no seu território, os outros Estados membros devem prestar-lhe auxílio e assistência por todos os meios ao seu alcance, em conformidade com o artigo 51.º da Carta das Nações Unidas". Ressalva-se, porém, que "tal não afeta o carácter específico da política de segurança e defesa de determinados Estados membros". E que "os compromissos e a cooperação neste domínio respeitam os compromissos assumidos no quadro da NATO, que, para os Estados que são membros desta organização, continua a ser o fundamento da sua defesa coletiva e a instância apropriada para a concretizar".

Portugal: pedido é justificável

A maioria dos ministros da Defesa ontem presentes na reunião de Bruxelas limitaram o seu apoio à França a uma maior troca de informações entre os serviços secretos dos vários países, para melhor seguir o rasto dos movimentos radicais islâmicos na origem de atentados como o que na sexta-feira matou 129 pessoas em Paris.

"Faremos tudo o que estiver ao nosso alcance para dar ajuda e apoio à França", declarou em Bruxelas a ministra da Defesa alemã, Ursula von der Leyen, enquanto o seu homólogo da República Checa, Martin Stropnicky, defendeu troca de informações entre as secretas da UE, mas ressalvou: "Não espero nenhum contributo em termos de tropas para a França", pois "é um país poderoso que tem as suas próprias capacidades".

Não será nisso, porém, que o governo francês acredita. "A França não pode agir sozinha neste tipo de teatros", disse Le Drian aos seus parceiros europeus, segundo um assessor seu citado pela AFP. Este tipo de teatros são o Iraque e a Síria, onde o Estado Islâmico controla grandes partes de território, treina terroristas e organiza ataques contra interesses ocidentais. Os assessores do ministro francês indicaram que os outros países poderão ajudar "com aviões de transporte, mantimentos ou armas", podendo inclusivamente partilhar o fardo da intensificação de operações levadas a cabo na Síria.

A Espanha, referiu a Europa Press, citando fontes da Defesa, "não tem intenção de se juntar aos bombardeamentos", participando na coligação internacional contra o Estado Islâmico com 300 instrutores que formam forças no Iraque. Portugal, por seu lado, considera que o pedido de auxílio francês "é perfeitamente justificável", disse o ministro Aguiar-Branco, lembrando que o país também participa com formadores na coligação. O ministro adiantou ainda que a UE está disponível para prestar "todo o tipo de ajuda", esclarecendo que o apoio a dar por cada país será negociado bilateralmente.

Kerry e Hollande no Eliseu

O secretário de Estado dos EUA esteve ontem reunido no Eliseu, com o presidente francês. "Devemos aumentar os nossos esforços de troca de informações", declarou John Kerry, que esteve 45 minutos com François Hollande.

O chefe do Estado francês declarara na véspera que o seu país está em guerra com o Estado Islâmico e trabalha agora para unir Estados Unidos e Rússia nessa mesma luta contra os jihadistas. Em entrevista ontem à MSNBC, John Kerry confessou sobre os ataques de Paris: "Fiquei chocado, mas não surpreendido".

zocuni
 

 

Lei nº5/2006 (Novo regime jurídico das armas e munições)

Iniciado por PereiraMarques

Respostas: 2
Visualizações: 1486
Última mensagem Fevereiro 23, 2006, 05:46:24 pm
por PereiraMarques
Federação Ibérica (Merece um novo Tópico)

Iniciado por typhonman

Respostas: 28
Visualizações: 5732
Última mensagem Fevereiro 05, 2010, 08:21:15 pm
por Templário
Novo Conceito Estratégico Nacional

Iniciado por Miguel

Respostas: 0
Visualizações: 953
Última mensagem Novembro 20, 2004, 03:39:41 pm
por Miguel
Novo Ministro da Defesa

Iniciado por typhonman

Respostas: 37
Visualizações: 5580
Última mensagem Dezembro 14, 2010, 12:29:53 am
por typhonman
Novo CEMGFA

Iniciado por MERLIN

Respostas: 8
Visualizações: 3083
Última mensagem Abril 27, 2007, 07:56:50 pm
por Lancero