Notícias do Exército Brasileiro

  • 1194 Respostas
  • 309780 Visualizações
*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3696
  • Recebeu: 285 vez(es)
  • Enviou: 247 vez(es)
  • +231/-223
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1095 em: Abril 19, 2018, 01:45:07 pm »
19 de abril - Dia do Exército Brasileiro


Citar
Por  2º Ten R/2 Art Sérgio Pinto Monteiro

No dia 15 de fevereiro de 1630, o Nordeste brasileiro começava a viver o pesadelo da invasão dos holandeses, pertencentes à Companhia das Índias Ocidentais. Após 15 anos de bravo enfrentamento, lutando contra forças superiores, em 23 de maio de 1645, 18 líderes da Insurreição Pernambucana assinaram um termo, no qual se destaca o uso, pela primeira vez no Brasil, da palavra “pátria”, no seu sentido atual.

Em 19 de abril de 1648, uma força holandesa, com 7.400 homens, marchou no sentido Barreta-Guararapes, tendo como objetivo final apoderar-se do cabo de Santo Agostinho. O Exército Patriota, de 2.200 homens, deslocou-se para interceptar o invasor. O Sargento-Mor Antônio Dias Cardoso, “soldado mais prático e experiente”, sugeriu que o melhor campo de batalha seria o Boqueirão dos Guararapes.

Na manhã de 19 de abril, primeiro domingo após a Páscoa (“pascoela”), dia de Nossa Senhora dos Prazeres, o Sargento Dias Cardoso, no comando de 200 homens, investiu contra a vanguarda inimiga para, em seguida, retrair em direção ao interior do Boqueirão, onde o restante do nosso Exército estava escondido, pronto para a batalha. Ao comando de “ás de espadas”, os patriotas lançaram-se sobre o inimigo.

O terço (regimento) de Pernambuco, comandado por João Fernandes Vieira, auxiliado por Dias Cardoso, rompeu o inimigo nos alagados. Os índios de Felipe Camarão assaltaram a ala direita dos holandeses. O terço dos negros de Henrique Dias atacou a ala esquerda, ficando as tropas de Vidal de Negreiros em reserva. Os batavos contra-atacaram com suas reservas de 1.200 homens, enquadrando o terço de Henrique Dias.

Os patriotas, habilmente, lançaram a reserva de Vidal de Negreiros no momento adequado. Foram quatro horas de confronto, entre alagados e morros. Ao final, o exército holandês, derrotado, retirou-se com pesadas perdas: 1.038 combatentes, entre mortos e feridos.

Menos de um ano depois, em 19 de fevereiro de 1649, patriotas e holandeses enfrentaram-se na segunda e derradeira Batalha dos Guararapes. Novamente derrotados, os batavos fugiram para Recife, ainda sob o controle holandês, deixando para trás 927 mortos, 89 feridos e 428 prisioneiros, contra 45 patriotas mortos e 245 aprisionados.

Em 14 de janeiro de 1654, o Exército Patriota atacou o último reduto holandês em Recife. Após dez dias de combates, a cidade foi reconquistada. No dia 26 de janeiro, na Campina da Taborda, os holandeses assinaram a rendição e retiraram todas as suas forças no Brasil.

O Decreto do Presidente da República, de 24 de março de 1994, instituiu o Dia do Exército Brasileiro em 19 de abril, data da primeira Batalha dos Guararapes (1648), quando se uniram, no nascedouro, os conceitos de Pátria e de Exército.

Decorridos 370 anos do sacrifício daqueles bravos que, ao expulsarem o invasor holandês, deram origem ao Exército Brasileiro (instituição detentora dos maiores índices de confiabilidade do nosso povo), paira sobre a data um injustificável silêncio. São tempos estranhos, em que as comemorações ficam restritas, praticamente, ao meio militar. A quase totalidade da mídia ignora o acontecimento e os meios educacionais e culturais se omitem, contaminados pela nefasta doutrina do “politicamente correto”.

A história do Exército Brasileiro confunde-se com a da Pátria. Os Soldados de Caxias – povo brasileiro em armas – participaram, intensa e decisivamente, dos acontecimentos mais relevantes de nossa jornada como Nação. O Exército atual é a mesma Pátria em armas do passado. Os soldados de hoje em nada diferem dos militares de ontem, eis que seus princípios, valores e atributos são imutáveis.

O espírito do Pacificador gera não só tolerância, paciência, grandeza, compreensão e capacidade de perdoar, mas também, firmeza, decisão, energia, coragem, retidão de propósitos, nobreza de ideais, culto à verdade e um inquestionável amor ao Brasil.

Ainda hoje, quando vivenciamos um cenário em que maus brasileiros promovem a degradação dos princípios e valores que forjaram a nacionalidade, os herdeiros de Caxias, de Tamandaré e de Eduardo Gomes são a grande reserva moral e ética que leva milhões de brasileiros às ruas e redes sociais, clamando por seu vigoroso Braço Forte e fraterna Mão Amiga. Os soldados brasileiros de terra, mar e ar são exemplos de cidadãos, e a Nação neles reafirma a sua irrefutável confiança.

Soldado do Brasil! … Presente!

FONTE:http://www.defesaaereanaval.com.br/19-de-abril-dia-do-exercito-brasileiro-4/
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 10686
  • Recebeu: 360 vez(es)
  • Enviou: 224 vez(es)
  • +58/-38
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1096 em: Abril 19, 2018, 01:50:15 pm »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3696
  • Recebeu: 285 vez(es)
  • Enviou: 247 vez(es)
  • +231/-223
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1097 em: Abril 19, 2018, 01:51:10 pm »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3696
  • Recebeu: 285 vez(es)
  • Enviou: 247 vez(es)
  • +231/-223
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1098 em: Abril 27, 2018, 02:19:11 pm »
IMBEL participa da 7ª edição da Conferência de Simulação e Tecnologia Militar


Citar
A IMBEL – Indústria de Material Bélico do Brasil participa da 7ª edição da CONFERÊNCIA DE SIMULAÇÃO E TECNOLOGIA MILITAR – CSTM 2018, um dos mais importantes eventos do segmento de Defesa e Segurança do Brasil. A CSTM abrange de forma ampla a tecnologia de Defesa e Segurança aplicada aos setores militar e civil. Simultaneamente à CSTM 2018, está sendo realizada a Brazil Cyber Defence, o maior evento brasileiro de Defesa e Segurança Cibernética, Comunicações e Guerra Eletrônica.

Os eventos ocorrem no período de 23 a 26 de abril, no Centro Internacional de Convenções do Brasil, em Brasília – DF, cuja programação prevê a realização de exposições e conferências sobre temas e projetos estratégicos como os de Defesa Cibernética e SISFRON, conduzidos pelo Comando de Defesa Cibernética (ComDCiber) e Centro de Comunicações e de Guerra Eletrônica do Exército (CComGEx), respectivamente. Serão realizadas, também, reuniões ordinárias com órgãos institucionais e representantes de organizações privadas e de inúmeros seminários temáticos.


A cerimônia de abertura dos citados eventos ocorreu no dia 23 de abril e, assim como aconteceu em anos anteriores, a IMBEL se faz presente por meio de um estande no qual estão sendo expostos os seus principais sistemas e equipamentos de comunicações e eletrônica produzidos na Fábrica de Material de Comunicações e Eletrônica (FMCE). Dentre outras inúmeras autoridades, o estande da IMBEL foi visitado pelo Comandante do Exército, Gen Ex Villas Bôas, pelo Chefe do Departamento de Ciência e Tecnologia (DCT), Gen Ex Juarez, pelo Comandante de Operações Terrestres (COTER), Gen Ex Paulo Humberto e pelo Presidente do Conselho de Administração da IMBEL, Gen Ex Mayer.

São aguardadas no estande da IMBEL diversas delegações oficiais estrangeiras, empresários e visitantes institucionais interessados em conhecer os produtos da Empresa, particularmente o Rádio Transceptor Multibanda TRC-1222, em fase final de desenvolvimento, e o sistema computadorizado de direção e coordenação de tiro nível Brigada, Gênesis, cujo funcionamento e aplicabilidade estão sendo demonstrados de forma interativa e prática no local.


FONTE > http://www.planobrazil.com/imbel-participa-da-7a-edicao-da-conferencia-de-simulacao-e-tecnologia-militar/
« Última modificação: Abril 27, 2018, 02:27:54 pm por Vitor Santos »
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3696
  • Recebeu: 285 vez(es)
  • Enviou: 247 vez(es)
  • +231/-223
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1099 em: Abril 27, 2018, 02:25:18 pm »

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3696
  • Recebeu: 285 vez(es)
  • Enviou: 247 vez(es)
  • +231/-223
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1100 em: Maio 04, 2018, 03:02:02 pm »
Militares brasileiros são atacados na República Centro Africana (MINUSCA)


Citar
O Tenente-Coronel Carlos Henrique Martins Rocha, do Exército Brasileiro, e a Capitão de Corveta Márcia Braga, da Marinha do Brasil, integrantes da Missão de Paz da ONU na República Centro-Africana (MINUSCA) como observadores militares, sofreram um ataque na manhã de hoje (1º de maio).

A emboscada aconteceu quando os militares realizavam patrulhamento de rotina na localidade de Bangui (REPÚBLICA CENTRO AFRICANA).

A viatura da ONU foi apedrejada e em seguida queimada pelos manifestantes.

O TC Rocha teve ferimentos mais sérios e foi evacuado para o hospital da ONU em Kampala (UGANDA), unidade médica com melhores condições técnicas de atender ao militar.

A Comandante MÁRCIA passa bem e sofreu apenas escoriações superficiais.

O Adido Militar do Brasil acreditado na África do Sul deslocar-se-á para UGANDA, a fim de acompanhar a situação do oficial atingido.

As família dos militares, aqui no Brasil, estão recebendo o apoio necessário e as informações mais atualizadas serão prestadas à imprensa oportunamente.


FONTE: http://tecnodefesa.com.br/militares-brasileiros-sao-atacados-na-republica-centro-africana-minusca/

 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3696
  • Recebeu: 285 vez(es)
  • Enviou: 247 vez(es)
  • +231/-223
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1101 em: Maio 04, 2018, 03:04:21 pm »
General brasileiro assumirá o comando da maior missão de paz da ONU


Citar
Brasília (DF) – O Secretário-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, nomeou o General de Divisão Elias Rodrigues Martins Filho, do Exército Brasileiro, o novo comandante militar da Missão de Estabilização das Nações Unidas na República Democrática do Congo, a MONUSCO.  Substituindo o General da África do Sul, Derrick Mgwebi, o novo Force Commander contará com um efetivo de cerca de 17 mil militares, de diferentes países. Pela segunda vez, a MONUSCO irá contar com um comando brasileiro, já que o General de Divisão Carlos Alberto dos Santos Cruz esteve à frente da missão de 2013 a 2015.

Com mais de 35 anos de serviço, o General Elias ocupava cargo no Escritório de Organismos Americanos do Ministério da Defesa, e já foi vice-conselheiro militar junto à ONU, em Nova Iorque; bem como integrante da Missão de Verificação das Nações Unidas em Angola. Além dos cursos militares, o General também é pós-graduado em Relações Internacionais pela Universidade de Brasília e graduado pela Faculdade de Defesa da Escola Superior de Guerra.

O novo Force Commander ainda explica que a missão de paz na República Democrática no Congo (RDC) possui características específicas: “é uma missão que já ocorria em 1960, quando o Brasil participou com um pequeno contingente naquela operação e, depois, ressurgiu no final década de 1990. Desde 2010, a missão segue em um novo modelo com um mandato que prioriza a proteção de civis”. Confiante, o General completa: “estou pronto para dedicar o melhor de mim à comunidade internacional”.

O país está localizado na região central do continente africano e conta com uma série de problemas sociais e conflitos armados. Trata-se de um dos maiores países do mundo em extensão territorial e possui grandes riquezas naturais, o que, infelizmente, não é sinônimo de desenvolvimento nacional. O baixo Índice de Desenvolvimento Humano e o alto índice de mortalidade infantil são apenas alguns dos tristes registros da República Democrática do Congo.

Segundo publicação de fevereiro deste ano na página web brasileira das Nações Unidas, “a situação na República Democrática do Congo é uma das mais complexas do mundo e piorou em virtude do aumento de vários conflitos locais. No início de 2018, existiam cerca de 5 milhões de congoleses deslocados: aproximadamente 674.879 refugiados em outros países africanos e cerca de 4,35 milhões de deslocados internos. Esses números colocam a RDC entre os países com as maiores crises de deslocamento do mundo”.

O General Elias explica que “para que ocorra uma Operação de Manutenção da Paz, como as que o Brasil participa, alguns requisitos precisam ser cumpridos: o primeiro é o consentimento do país anfitrião; o segundo é a existência de um acordo de paz entre as partes envolvidas; e o terceiro diz respeito aos atores que estão contribuindo para o processo de paz: civis, militares e agentes humanitários que devem ser imparciais e representar todos os continentes na área da missão. E, por fim, tudo isso deve que estar sob o comando das Nações Unidas”.

Ao ser abordado sobre os desafios da nova missão, o Force Commander ressalta algumas características do País: “os conflitos nessa região, em particular no leste, são bastante sangrentos e têm provocado desastres humanitários que não têm tido notoriedade diante da comunidade internacional. A República Democrática do Congo tem mais deslocados no interior do País do que o que a guerra da Síria provocou. Estudos indicam que há mais de 200 grupos armados, e bem armados, na região, causando grandes danos às populações civis. Nos últimos anos, tornaram-se comuns os ataques às tropas das Nações Unidas, portanto é um ambiente bastante tenso, uma situação de risco elevada que tem provocado mortes de peacekeepers, que são os militares na missão de paz”.

Confira, aqui,  na íntegra uma entrevista com o General Elias, novo Force Commander na República Democrática do Congo, no programa Papo Verde-oliva, no canal do Exército Brasileiro no YouTube.

FONTE: Agência Verde-Oliva/CCOMSEx
http://www.forte.jor.br/2018/04/30/general-brasileiro-assumira-o-comando-da-maior-missao-de-paz-da-onu/
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3696
  • Recebeu: 285 vez(es)
  • Enviou: 247 vez(es)
  • +231/-223
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1102 em: Maio 05, 2018, 06:09:30 pm »
Exército Brasileiro receberá diferentes equipamentos militares dos EUA segundo site DSCA

Citar
Segundo o site do Defense Security Cooperation Agency – DSCA dos EUA, o Exército Brasileiro – EB, deverá receber diferentes equipamentos militares visando o seu reequipamento.

Dentre os equipamentos, o EB solicitou:

200 veículos M577A2 Command Post Carrier


6 M88A1 Recovery Vehicles


40 M992 Field Artillery Ammunition Supply Vehicle (FAASV) (oferecido)


120 canhões M198 Howitzer


4 aeronaves C-23B+ Sherpa Cargo Transport Aircraft


FONTE: http://www.defesaaereanaval.com.br/exercito-brasileiro-recebera-diferentes-equipamentos-militares-dos-eua-segundo-site-dsca/
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3696
  • Recebeu: 285 vez(es)
  • Enviou: 247 vez(es)
  • +231/-223
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1103 em: Maio 11, 2018, 08:03:13 pm »
1º Batalhão de Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear e a capacidade de Defesa do Exército Brasileiro


Citar
Com a crescente industrialização, aliada à busca de novas tecnologias, formas inovadoras de produção foram aperfeiçoadas. Nesse contexto, a indústria química surgiu em diversos ramos da produção. A partir do século XX, a manipulação de elementos radioativos possibilitou a produção de energia, a irradiação de alimentos, os estudos para a melhoria da saúde e outras atividades. Junto ao progresso, o mundo sofreu com os problemas da utilização dos ramos químico e nuclear. Citam-se a degradação do meio ambiente, os efeitos da radiação sobre o organismo e os impactos diretos sobre a saúde, relacionados à intoxicação química e nuclear.

Outro aspecto a considerar tem relação com o surgimento ou o agravamento de doenças e epidemias em diversas partes do globo. Algumas delas estão relacionadas às atividades humanas de risco, ao manuseio de elementos perigosos e à falta de cuidado ambiental. Pode-se observar, ainda, que a ameaça do emprego de agentes químicos, biológicos, radiológicos e nucleares (QBRN) em atos terroristas traz a necessidade de constante atenção para as nações. Destaca-se que, ao longo da história, existem exemplos de ataques com agentes químicos, tais como o emprego de agentes na Primeira Guerra Mundial (1914-1918), o ataque na cidade de Halabja (1988) e, recentemente, a situação na Síria, acompanhada pela comunidade internacional...

CONTINUA: https://orbisdefense.blogspot.com.br/2018/05/1-batalhao-de-defesa-quimica-biologica.html





 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3696
  • Recebeu: 285 vez(es)
  • Enviou: 247 vez(es)
  • +231/-223
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1104 em: Maio 11, 2018, 08:09:05 pm »
3º Batalhão de Aviação de Exército: apoio ao Centro de Instrução de Operações no Pantanal


Forte Coimbra (MS) – No período de 30 de abril a 2 de maio, o 3º Batalhão de Aviação do Exército apoiou o Centro de Instrução de Operações no Pantanal (CIOpPan) no Estágio de Operações no Pantanal (EOPan 18/1). Durante a fase de operações, realizada em Forte Coimbra-MS, o Batalhão Pantera empregou duas aeronaves HM-1 Pantera e uma aeronave HA-1 Fennec, possibilitando a realização de manobras de Rapel, McGuire e Hellocasting. Foram realizadas também, missões de Reconhecimento e Infiltração Aeromóvel.

O EOPan tem por objetivo capacitar militares a operarem no ambiente hostil da maior planície alagável do mundo.



FONTE: http://www.3bavex.eb.mil.br/not%C3%ADcias/201-eopan-2018
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3696
  • Recebeu: 285 vez(es)
  • Enviou: 247 vez(es)
  • +231/-223
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1105 em: Maio 15, 2018, 02:14:01 pm »
Festa Nacional da Cavalaria 2018

 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3696
  • Recebeu: 285 vez(es)
  • Enviou: 247 vez(es)
  • +231/-223
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1106 em: Maio 17, 2018, 03:33:15 pm »
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 5192
  • Recebeu: 968 vez(es)
  • Enviou: 566 vez(es)
  • +86/-49
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1107 em: Maio 18, 2018, 09:57:53 am »
MBT Osório (Exercito Brasileiro)












Cumprimentos
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Vitor Santos

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14727
  • Recebeu: 894 vez(es)
  • Enviou: 868 vez(es)
  • +118/-113
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3696
  • Recebeu: 285 vez(es)
  • Enviou: 247 vez(es)
  • +231/-223
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1109 em: Maio 22, 2018, 12:30:06 pm »
Paraquedistas do EB participam do Lone Paratrooper 2018 da OTAN


Citar
León (Espanha) – No período de 3 a 11 de maio, na cidader de León, no Reino da Espanha, a Companhia de Precursores Paraquedista (Cia Prec Pqdt) participou do Exercício OTAN Lone Paratrooper 2018. O Exercício consiste em um intercâmbio de táticas, técnicas e procedimentos de Salto Livre Operacional à Grande Altitude (HAHO – HALO).

Neste ano, participaram Unidades Operacionais da Brasil, Espanha, Estados Unidos, França, Holanda, Itália e Portugal, realizando saltos a 12.000, 18.000 e 24.000 pés, a partir de aeronaves C-295 e C-130 espanholas e um C-130 do Corpo de Fuzileiros Navais dos Estados Unidos da América. Ao término do Exercício, as equipes participantes tiveram a oportunidade de atualizar seus conhecimentos e empregar materiais de última geração nesse tipo de infiltração.

A Equipe brasileira foi composta pelo Major Rafael de Oliveira Penteado, Comandante da Cia Prec Pqdt; do Major Flávio Sentone Júnior, do Centro de Instrução Pára-quedista General Penha Brasil; e dos Segundo-Sargentos Anderson Luis Cordeiro e Alexandre Cordeiro Santos, ambos da Cia Prec Pqdt.




FONTE: http://www.forte.jor.br/2018/05/19/paraquedistas-do-eb-participam-do-lone-paratrooper-2018-da-otan/
 

 

Comando de Aviação do Exército (Cavex)

Iniciado por Vitor Santos

Respostas: 86
Visualizações: 1402
Última mensagem Maio 01, 2019, 03:35:34 pm
por Vitor Santos
Comando de Operações Especiais (COpEsp) do Exército Brasileiro

Iniciado por Vitor Santos

Respostas: 47
Visualizações: 1378
Última mensagem Maio 06, 2019, 09:30:56 pm
por Vitor Santos
Exército Brasileiro usará dirigíveis na Amazônia

Iniciado por J.Ricardo

Respostas: 2
Visualizações: 2795
Última mensagem Janeiro 18, 2005, 07:13:34 pm
por J.Ricardo
Novas Armas para o Exército Brasileiro

Iniciado por ualison

Respostas: 52
Visualizações: 15949
Última mensagem Novembro 11, 2006, 08:26:03 am
por ualison
Pogramas modernização Exército Brasileiro

Iniciado por Miguel Silva Machado

Respostas: 3
Visualizações: 1809
Última mensagem Abril 12, 2019, 01:16:00 pm
por Vitor Santos