Notícias do Exército Brasileiro

  • 1194 Respostas
  • 309776 Visualizações
*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3696
  • Recebeu: 285 vez(es)
  • Enviou: 247 vez(es)
  • +231/-223
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3696
  • Recebeu: 285 vez(es)
  • Enviou: 247 vez(es)
  • +231/-223
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1081 em: Abril 01, 2018, 09:54:37 pm »
Guarani com torre UT30BR tem vantagens sobre o canhão do Cascavel


Em seu esforço de manter os leitores atualizados sobre as possibilidades técnicas do material empregado pelo Exército Brasileiro, o Forças Terrestres reproduz um interessante estudo comparativo dos carros EE-9 Cascavel – que há mais de 30 anos domina a cena “blindada” do Brasil – e Guarani da versão equipada com o sistema de arma UT30BR.

O artigo foi preparado pelo Capitão Gonzales, do Centro de Instrução de Blindados General Walter Pires, sediado na cidade gaúcha de Santa Maria.

Ao autor, os nossos cumprimentos por seu trabalho.

Eis o texto:

Citar
“COMPARAÇÃO ENTRE A VIATURA BLINDADA DE RECONHECIMENTO EE-9 CASCAVEL E A VIATURA BLINDADA GUARANI VERSÃO UT30BR

Cap Gonzales – CI Bld

Esse artigo visa fazer uma comparação entre as características técnicas da Viatura Blindada de Reconhecimento (VBR) EE-9 CASCAVEL, utilizada no Exército Brasileiro (EB) desde a década de 70, e da Viatura Blindada Guarani UT30BR (Unmanned Turret 30mm Brazil), que está sendo distribuída nos Batalhões de Infantaria Mecanizados do EB. O quadro resumo abaixo busca traçar de forma direta a comparação entre as torres das citadas Viaturas Blindadas (VB):


Inicialmente, percebemos a grande diferença entre os calibres dos armamentos das duas Viaturas. A VBR Cascavel possui um canhão 90mm e a UT30 BR consta com um Canhão 30mm. Essa diferença tem como consequência imediata o poder de penetração da munição, porém os módulos optrônicos diurnos e noturnos existentes na VB Guarani amenizam essa diferença uma vez que a expectativa de acerto do primeiro impacto e a cadência de tiro é maior, além da possibilidade de uso de munição cinética na torre UT30 BR.

Cabe ressaltar, ainda, que a Torre UT30BR não é tripulada, o que gera maior proteção blindada ao Comandante da Viatura e ao Atirador, pois ambos ficam posicionados no interior do Guarani. Na VBR Cascavel, ambos os militares devem ocupar a torre, ficando protegidos apenas pela blindagem da torre que é de 16mm na dianteira e 8mm nas laterais e traseira.

Por fim, deve-se levar em consideração que a VBR Cascavel foi desenvolvida, dentro dos parâmetros existentes à sua época, visando combinar, harmonicamente, o máximo poder de fogo, mobilidade e proteção balística. A VB Guarani possui outras evoluções tecnológicas que auxiliam o trabalho da guarnição como sistema de ar condicionado, bancos suspensos com encosto para cabeça e cintos de segurança com cinco pontos.

Ainda pode-se agregar a capacidade anfíbia (com uso de flutuadores para a UT30BR), proteção anti minas e controle de enchimento de pneus como fatores que contribuem sobremaneira para o bom desempenho das missões. Todos esses agregados tecnológicos nas Viaturas Blindadas Guarani versão UT30BR visam apoiar pelo fogo os Batalhões de Infantaria Mecanizados do EB”.

FONTES: http://www.forte.jor.br/2018/03/26/guarani-com-torre-ut30br-tem-vantagens-sobre-o-canhao-do-cascavel/

Um Olhar Sobre o Passado – A fábrica de estojos e espoletas de artilharia em Juiz de Fora, Expedito Carlos Stephani Bastos
Manual Técnico da Viatura Blindada de Reconhecimento EE-9 Cascavel, Engesa-Engenheiros Especializados S/A
Manual Técnico da Viatura Blindada de Reconhecimento EE-9 Cascavel, Torre ET-90 II,ENGESA-Engenheiros Especializados s/a
Manual Técnico 2355-005-12 da Viatura Blindada de Transporte de Pessoal Guarani, 1ª edição 2015
Guia do Usuário Torre Automática 30 mm (UT30BR, Elbit Systems)
https://www.orbitalatk.cotm/defense-systems/armament-systems
http://elbitsystems.com/products/land-systems/unmanned-turret/
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3696
  • Recebeu: 285 vez(es)
  • Enviou: 247 vez(es)
  • +231/-223
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1082 em: Abril 01, 2018, 10:01:16 pm »
Brasil retoma seu programa de Míssil de Cruzeiro com alcance de 300 km


Por Roberto Caiafa

A campanha de voos de testes do Avibras Aeroespacial MTC-300, primeiro míssil de cruzeiro projetado e fabricado no Brasil (300 km de alcance declarado e precisão circular provável – ‘Circular Error Probable‘ ou CEP –  inferior a um raio de 50 metros), será retomada até o final de 2018.

Com essa nova programação, as entregas de 100 mísseis de cruzeiro, encomendados em 2016, começam em 2020, com uma previsão de conclusão fixada para 2023. O investimento, estimado em R$ 2,45 bilhões, também incluiu o desenvolvimento e produção de um novo foguete guiado de 40 km de alcance, o SSG-40.

O foguete guiado SSG-40.

Fabricado pela Avibras Aeroespacial, O Astros 2020 é um sistema de lançadores múltiplos de foguetes empregado para abater alvos estratégicos em engajamentos superfície-superfície. Também é eficaz como artilharia de costa na defesa do litoral, particularmente quando o alvo for um desembarque anfíbio inimigo.

Seu desenvolvimento e posterior aquisição foi definido dentro do Programa Estratégico do Exército (PEE) Astros 2020.

MTC-300, a “Bala de Prata” estratégica


O desenvolvimento e industrialização do MTC-300 entrega ao Brasil uma arma estratégica de alto poder dissuasório, transformando a sua interface de lançamento, o Artillery SaTuration ROcket System, ou Sistema de Foguetes de Artilharia para Saturação de Área Astros 2020, em uma arma ainda mais formidável.

O Astros 2020 é capaz de lançar munições de diferentes calibres a distâncias entre 9 e 300 km (usando um inteligente sistema de troca dos casulos/containers), o Astros 2020 pode disparar  desde os mais comuns foguetes de 70 mm do tipo Skyfire (indicados para treinamento), até os modelos SS-30, SS-40, SS-60, SS-80, SS-150 m (desenvolvimento), FOG-MP (desenvolvimento – fibra ótica, alcance 20 km) e MTC-300 (anteriormente AV-TM 300, estratégico, 300 km alcance declarado).


As ogivas mais complexas disponíveis, nas versões SS-40 a SS-80 entregam dezenas de submunições de 70 mm sobre alvos como estações/linhas de transmissão de energia elétrica, refinarias da indústria de óleo e gás, concentrações de material/pessoal, alvos de grande valor e relativamente desprotegidos em termos de blindagem/controle de danos e avarias em grande escala.

Faltam 17

O Programa Estratégico Astros 2020 nada mais é que a sexta geração de um sistema lançador múltiplo de foguetes de artilharia criado há cerca de 35 anos pela empresa Avibras Aeroespacial, de São José dos Campos (SP).


Reputado como um dos sete programas indutores da transformação da Força Terrestre, compreende o Forte Santa Bárbara, instalado em Formosa (GO), ao lado de Brasília. Ali estão o grupo de lançadores de mísseis e foguetes, paióis de munições, centro administrativo, centro de treinamento, instalações das seis baterias e facilidades de manutenção para uma frota de aproximadamente setenta veículos, distribuídos entre as versões AV-LMU, AV-PCC, AV-MET, AV-RMD e AV-UCF (53 desses veículos já foram entregues).

O motor de aceleração usa combustível sólido e só é ativado no lançamento (direita). Logo após, ele é descartado e entra em ação o motor de cruzeiro estatojato (esquerda) construído para durar 40 horas, dez vezes mais que as quatro horas do tempo máximo de uma missão de ataque. A navegação é feita por uma combinação de caixa inercial e GPS. O míssil faz acompanhamento do terreno com um sensor ótico-eletrônico, corrigindo o curso em conformidade com as coordenadas armazenadas a bordo.

FONTE: http://tecnodefesa.com.br/brasil-retoma-seu-programa-de-missil-de-cruzeiro-com-alcance-de-300-km/
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3696
  • Recebeu: 285 vez(es)
  • Enviou: 247 vez(es)
  • +231/-223
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1083 em: Abril 02, 2018, 12:12:59 pm »







 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3696
  • Recebeu: 285 vez(es)
  • Enviou: 247 vez(es)
  • +231/-223
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1084 em: Abril 04, 2018, 12:22:51 pm »
OBUSEIROS M109 A5 ADQUIRIDOS PELA FORÇA EXECUTAM PRIMEIROS DISPAROS EM SOLO BRASILEIRO



Citar
Três Barras (SC) – No dia 22 de março, a Artilharia Divisionária da 5ª Divisão de Exército (AD/5) coordenou o Tiro de Aceitação de duas Viatura Blindada de Combate Obuseiro Autopropulsado M109 A5 (VBCOAP M109 A5) que desembarcaram no Porto de Paranaguá, há 14 dias.

Após concluídos os trabalhos de manutenção e inspeção dos armamentos, realizados no Parque Regional de Manutenção da 5ª Região Militar (Pq R Mnt/5), os obuseiros foram deslocados para o Campo de Instrução Marechal Hermes, localizado em Três Barras (SC), para a execução de seus primeiros disparos em solo brasileiro.

As guarnições das peças foram compostas por militares do 15º Grupo de Artilharia de Campanha Autopropulsado e cada obuseiro realizou cinco tiros. Após cada disparo, a equipe do Pq R Mnt/5 inspecionava o armamento, a fim de certificar se o obuseiro estava com seu funcionamento regular.

A atividade foi conduzida de forma segura e profissional, sob a supervisão do Comandante da AD/5, General de Brigada Rodrigo Pereira Vergara, acompanhado de seu Estado-Maior e de militares envolvidos no processo de manutenção e transporte das peças.

Diante do resultado bem-sucedido, as VBCOAP M109 A5 estão sendo empregadas novamente no dia 3 de abril, por ocasião do Batismo de Fogo dos novos obuseiros, quando executarão os tiros de demonstração.






 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3696
  • Recebeu: 285 vez(es)
  • Enviou: 247 vez(es)
  • +231/-223
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1085 em: Abril 05, 2018, 01:54:53 pm »
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3696
  • Recebeu: 285 vez(es)
  • Enviou: 247 vez(es)
  • +231/-223
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1086 em: Abril 09, 2018, 12:45:07 pm »
BATISMO DE FOGO DAS VIATURAS M109 A5 MARCA IMPORTANTE ETAPA NA MODERNIZAÇÃO DA ARTILHARIA DE CAMPANHA


Citar
Três Barras (SC) – No dia 3 de abril, a 5ª Divisão de Exército (5ª DE), por intermédio de sua Artilharia Divisionária (AD/5), realizou o Tiro de Demonstração e Batismo de Fogo das Viaturas Blindadas de Combate Obuseiro Autopropulsado (VBCOAP) M109 A5 no campo de Instrução Marechal Hermes, localizado na cidade de Três Barras, em Santa Catarina.

No evento, foi apresentada a evolução histórica da Artilharia de Campanha, evidenciada pelos armamentos dispostos na linha de fogo, desde o canhão francês Schneider 75 mm até o obuseiro M109 A3. A modernização da Artilharia de Campanha foi materializada com a apresentação do sistema Gênesis e do equipamento Atlas Gun-Laying System (AGLS) para a observação dos tiros, culminando com a entrada em posição e tiros do obuseiro M109 A5.

Após os disparos, os Generais de Exército homenagearam as guarnições das VBCOAP M109 A5 compostas por militares do 15º Grupo de Artilharia de Campanha Autopropulsado, materializando a entrega dos novos obuseiros à organização militar. Também foram homenageados os quatro Generais de Exército oriundos da Arma de Artilharia que realizaram o batismo de fogo dos novos obuseiros. O evento histórico para a AD/5 e para o Exército Brasileiro foi finalizado com o canto da canção da Artilharia por todos os presentes.

Juntocom outras autoridades militares, a atividade contou com a participação do Chefe do Departamento de Ciência e Tecnologia, General de Exército Juarez Aparecido de Paula Cunha;  do Comandante Logístico, General de Exército Guilherme Cals Theophilo Gaspar de Oliveira; Chefe do Departamento de Educação e Cultura do Exército, General de Exército Mauro Cesar Lourena Cid; e Chefe do Departamento de Engenharia e Construção, General de Exército Cláudio Coscia Moura, que tiveram a oportunidade de realizar o disparo que simbolizou o “Batismo de Fogo” das novas viaturas adquiridas pelo Exército.

O tiro de demonstração marcou importante etapa no processo de modernização da Artilharia de Campanha, bem como apresentou a grande capacidade logística e operacional da 5ª Divisão de Exército, por meio da preparação e emprego das VBCOAP M109 A5 em curto espaço de tempo.

FONTE:http://www.eb.mil.br/web/noticias/noticiario-do-exercito/-/asset_publisher/MjaG93KcunQI/content/id/8774362




 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3696
  • Recebeu: 285 vez(es)
  • Enviou: 247 vez(es)
  • +231/-223
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1087 em: Abril 09, 2018, 12:49:29 pm »
Programa OCOP entrega viaturas M577A2 e M113BR


Citar
Foram entregues na última sexta-feira, dia 06/04, ao 3º Grupo de Artilharia de Campanha Autopropulsado (3° GAC/AP), o Regimento Mallet, duas Viaturas Blindadas Especiais Posto de Comando (VBE-PC) M577A2 recém-recuperadas.

Também foram entregues duas Viatura Blindada de Transporte de Pessoal (VBTP) M113BR, modernizadas, ambas pelo Parque Regional de Manutenção da 5ª Região Militar (Pq R Mnt/5).

Não houve solenidade de entrega, mas oficiais do Estado Maior da 6ª Brigada de Infantaria Blindada (6° Bda Inf Bld) interessados em conhecer os novos blindados de Posto de Comando compareceram a entrega.

Essas viaturas fazem parte do Programa Estratégico Obtenção de Capacidade Operacional Plena (OCOP), e dão continuidades as entregas das VBE-PC á unidades blindadas, que já entregou duas VBR-PC M577A2 ao 13º Batalhão de Infantaria Blindado (13º BIB), em 29 de novembro de 2017.

Paulo Bastos, especialista em blindados de T&D,

e Primeiro Tenente Eligio Eliseu Prass.

FONTE:http://tecnodefesa.com.br/programa-ocop-entrega-viaturas-m577a2-e-m113br-ao-regimento-mallet/






 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3696
  • Recebeu: 285 vez(es)
  • Enviou: 247 vez(es)
  • +231/-223
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1088 em: Abril 10, 2018, 03:28:26 am »
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3696
  • Recebeu: 285 vez(es)
  • Enviou: 247 vez(es)
  • +231/-223
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1089 em: Abril 10, 2018, 06:23:26 pm »
Exército Brasileiro adestra paraquedistas na região do semiárido (Caatinga)


Citar
Rio de Janeiro (RJ) – O 25º Batalhão de Infantaria Paraquedista (25º BI Pqdt) compõe a Força de Emprego Estratégico do Exército Brasileiro, devendo estar apto a atuar em todos os biomas do território nacional. Por isso, visando à possibilidade de emprego em qualquer ambiente, descolou-se por mais de 2.000 km, do Rio de Janeiro à Fazenda Tanque de Ferro, próximo a Petrolina (PE), para realizar a Operação Bumerangue, que ocorreu entre os dias 14 e 21 de março.

Em uma primeira fase, o 25º BI Pqdt recebeu instruções sobre alimentos de origem vegetal e animal; o processo de orientação na Caatinga; os efeitos do calor e primeiros-socorros; bem como conheceram as características da área de operações e tiveram noção de sobrevivência.

Após as instruções, e estando devidamente adaptados àquele ambiente inóspito, na segunda fase, 129 militares realizaram uma infiltração na Caatinga, que culminou com a ocupação e projeção da Hidrelétrica de Sobradinho, na divisa entre os estados de Pernambuco e da Bahia.

O 25º Batalhão de Infantaria Paraquedista, durante seu deslocamento para Pernambuco, recebeu o apoio do 38º Batalhão de Infantaria Motorizado, em Vila Velha (ES), e do 35º Batalhão de Infantaria Motorizado, em Petrolina (PE).

Ao concluir mais essa etapa de adestramento, o 25º BI Pqdt, fazendo jus a seu brado, “missão dada missão cumprida!”, continua apto a defender o território nacional, sobretudo no sertão brasileiro.

FONTE:http://www.forte.jor.br/2018/04/09/operacao-bumerangue-adestra-paraquedistas-na-caatinga/







 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3696
  • Recebeu: 285 vez(es)
  • Enviou: 247 vez(es)
  • +231/-223
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1090 em: Abril 11, 2018, 03:33:00 pm »
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3696
  • Recebeu: 285 vez(es)
  • Enviou: 247 vez(es)
  • +231/-223
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1091 em: Abril 14, 2018, 08:39:22 pm »













 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3696
  • Recebeu: 285 vez(es)
  • Enviou: 247 vez(es)
  • +231/-223
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1092 em: Abril 16, 2018, 05:55:05 pm »
Exército Brasileiro irá adquirir canhão M198 Howitzer


Citar
O Exército Brasileiro dando prosseguimento ao seu programa de modernização de sua Artilharia, após a chegada dos obuseiros auto-propulsados M109-A5, irá receber em breve os canhões 105mm Light gun e o canhão M198 Howitzer de 155mm, um avanço significativo para a nossa Artilharia.


No vídeo acima, o Gen Ex Juarez Aparecido de Paula Cunha, Chefe do Departamento de Ciência e Tecnologia do Exército, informa sobre a chegada dos novos canhões.

FONTE: http://www.defesaaereanaval.com.br/exercito-brasileiro-ira-adquirir-canhao-m198-howitzer/
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 10686
  • Recebeu: 360 vez(es)
  • Enviou: 224 vez(es)
  • +58/-38
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1093 em: Abril 18, 2018, 03:17:07 pm »
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3696
  • Recebeu: 285 vez(es)
  • Enviou: 247 vez(es)
  • +231/-223
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1094 em: Abril 19, 2018, 01:26:35 pm »
12ª Bda Inf L Amv realiza despedida “Aeromóvel” ao CMSE


Citar
Por Guilherme Wiltgen e Rubens Barbosa Filho

Por ocasião de sua última visita à 12ª Brigada de Infantaria Leve Aeromóvel – Brigada Fornovo di Taro – foi organizada pelo General de Brigada Mario Fernandes a despedida do Comandante Militar do Sudeste, General de Exército João Camilo Pires de Campos, por ocasião de sua passagem para reserva, após 48 anos de serviços prestados à Pátria.

A cerimônia militar foi realizada no Forte Ipiranga, sede do 6º Batalhão de Infantaria Leve (6º BIL), na cidade paulista de Caçapava, e contou com a presença do General de Divisão Eduardo Diniz, Comandante da 2ª Divisão de Exército (2ª DE), do General de Brigada Luciano Guilherme Cabral Pinheiro, Comandante da Aviação do Exército, de Dom Fernando José Monteiro Guimarães, Arcebispo Militar do Brasil, entre outras autoridades civis e militares.

Após realizar o descerramento de uma placa alusiva aos 100 anos da instalação do 6º BIL na cidade de Caçapava, o CMSE foi recepcionado pela Guarda de Honra e realizada Salva de Tiros de Artilharia, pelos integrantes do 20º Grupo de Artilharia de Campanha Leve (20º GAC L).

Finalizando a cerimônia militar, o Gen. Campos foi presenteado com o “Machado Aratu”, que é o símbolo do Combatente Aeromóvel.

Com todos os Comandantes das OM’s da 12ª Bda Inf L Amv perfilados, o machado foi passado de mão em mão até chegar ao Gen Bda Mario, e junto com o Gen Div Diniz fizeram a entrega ao CMSE.

Ao término da cerimônia militar, foi realizada uma demonstração de Assalto Aeromóvel e conquista de uma localidade, na área de instrução do 6º Batalhão de Infantaria Leve (6º BIL).

Além dos militares da Brigada Fornovo di Taro, o exercício contou com o apoio da Aviação do Exército com duas aeronaves, sendo um HM-4 Jaguar, do 1º Batalhão de Aviação do Exército (1º BAvEx), e um HM-1 Pantera, 2º Batalhão de Aviação do Exército (2º BAvEx).

FONTE:http://www.defesaaereanaval.com.br/12a-bda-inf-l-amv-realiza-despedida-aeromovel-ao-cmse/







Demonstração de Assalto Aeromóvel












 

 

Comando de Aviação do Exército (Cavex)

Iniciado por Vitor Santos

Respostas: 86
Visualizações: 1401
Última mensagem Maio 01, 2019, 03:35:34 pm
por Vitor Santos
Comando de Operações Especiais (COpEsp) do Exército Brasileiro

Iniciado por Vitor Santos

Respostas: 47
Visualizações: 1377
Última mensagem Maio 06, 2019, 09:30:56 pm
por Vitor Santos
Exército Brasileiro usará dirigíveis na Amazônia

Iniciado por J.Ricardo

Respostas: 2
Visualizações: 2795
Última mensagem Janeiro 18, 2005, 07:13:34 pm
por J.Ricardo
Novas Armas para o Exército Brasileiro

Iniciado por ualison

Respostas: 52
Visualizações: 15949
Última mensagem Novembro 11, 2006, 08:26:03 am
por ualison
Pogramas modernização Exército Brasileiro

Iniciado por Miguel Silva Machado

Respostas: 3
Visualizações: 1809
Última mensagem Abril 12, 2019, 01:16:00 pm
por Vitor Santos