Votação

Deveriam os Militares das Forças Armadas fazer patrulhamentos nas ruas???

Sim
23 (27.7%)
Só em zonas problemáticas
24 (28.9%)
Não
36 (43.4%)

Votos totais: 67

Votação encerrada: Novembro 13, 2008, 06:49:49 pm

Militares das Forças Armadas nas ruas

  • 128 Respostas
  • 16584 Visualizações
*

Trafaria

  • Investigador
  • *****
  • 1959
  • Recebeu: 40 vez(es)
  • Enviou: 57 vez(es)
  • +2/-0
Re: Militares das Forças Armadas nas ruas
« Responder #60 em: Janeiro 08, 2010, 01:57:54 am »
Sobre esta matéria deixo-vos aqui um texto que tirei de um outro fórum e que de uma forma muito sucinta traduz o que a maioria das pessoas e dos polícias pensa sobre este assunto - julgo eu.
Revejo-me nele.


Está na altura de se ultrapassarem complexos que eram justificados em 1982, mas que na actualidade e face às ameaças existentes já não fazem sentido e são geradores de ambiguidades incompreensíveis.

Mas que ameaças??
Bom, a nível de incêndios, perante a calamidade deste ano, acho que sim, os militares devem dar todo o apoio (e não apenas algum apoio, como tem vindo a acontecer).



O Gen. Pinto Ramalho, actual Chefe de Estado-Maior do Exército (CEME), afirmou numa intervenção recente que “os meios policiais são insuficientes para dar resposta às novas formas de conflitualidade, e o Exército tem de cooperar”. E acrescentou que ‘”actualmente há uma fronteira difusa entre a segurança interna e externa. E há capacidades instaladas no Exército para responder a um determinado nível ou grau de ameaça. A primeira linha de resposta deve estar na PSP e na GNR, mas poderemos estar numa circunstância em que isso não chegue e então, naturalmente, o Exército poderá dar resposta, segundo o enquadramento constitucional”.

Ora, se os meios policiais são insuficientes, capacitem as polícias com meios. Se os militares têm excedentes em apoios logísticos, experimentem ter um orçamento mais baixo, que isso passa.

Militares a fazerem de polícias não. O povo não quer!
::..Trafaria..::
Fórum da PSP
 

*

FoxTroop

  • Investigador
  • *****
  • 1406
  • Recebeu: 261 vez(es)
  • Enviou: 181 vez(es)
  • +48/-201
Re: Militares das Forças Armadas nas ruas
« Responder #61 em: Janeiro 08, 2010, 12:21:40 pm »
Não, não estou só a referir-me só a esse belo exemplo da GNR no Iraque e acredito que sabe a que outros casos estou a referir-me.
Quanto ao papel deles no Iraque não me vou pronunciar, porque não quero ferir susceptibilidades nem iniciar um bate boca que não leva a lado nenhum.

Quero que saiba, antes de mais, que sou contra a utilização de forças militares em cenários civis exepto casos pontuais.

Agora quem anda a meter o bedelho no feudo de outrem isso já é outra história. Como o nosso país é extremamente rico e com recursos abundantes claro que nos podemos permitir a que cada força/unidade possa criar as suas capelas em sobreposição a outra unidades ou forças. Claro que essa duplicação de serviços leva às guerrinhas internas e a uma delapidação de recursos brutais, além dos habituais nproblemas de "isto é a minha juridição"

Essas capelinhas apenas são boas para criar tachos e dar emprego a uma miriade de oficiais generais e superiores que passam a vida a guerrear por mais uma migalha e isto tanto nas FA como nas FS.

Um caso que merece reparo foi um exercicio onde eu participei em que se montou um complexo de acolhimento para refugiados em caso de catastrofe. Depois de montados os hospitais de campanha, refeitórios, etc, etc, chegaram as viaturas de apoio e entre elas mais de uma dezena das tais ambulancias que o Sr. diz que não existem. O que me deixou irado foi ver que as ambulancias eram militares e estavam completamente equipadas, mas de um modelo que não permite a sua utilização em cenário puramente militar
Ou seja um desperdicio autentico de meios. Assim como assisti a um enorme desperdicio de meios na equipagem da GNR em Timor e no Iraque em que meios das FA foram desviados de proposito para os sustentar.

Como tal o que me revolta é ver ataques de um lado ao outro, sem excepções só para ver se chove mais uns cobres e dá para mais um tacho, motivadas por pura ganancia que apenas mostra o pouco sentido de estado e de serviço publico das chefias das FS e FA.

Quanto à chapada no PSP e ao seu discurso de desculpabilização do mesmo, apenas lhe digo que se passou no Aeroporto de Lisboa. Experimente a fazer isso num qualquer aeroporto por esse mundo e vai ver como lhe mordem. Tal como me disseram quando indaguei como tal era possivel a resposta foi "Achas que vai fazer alguma coisa?!! Se fizer ondas está sujeito a sair do serviço aeroportuário e olha lá bem os bairros que existem aqui à volta! Aqui está sempre debaixo de telha e as chatices são poucas e até o rabo dão para não sair daqui". Parasitismo completo e a desculpa é "casos são casos".....
 

*

foxtrotvictor

  • Perito
  • **
  • 478
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
Re: Militares das Forças Armadas nas ruas
« Responder #62 em: Janeiro 08, 2010, 01:26:22 pm »
Eu e os restantes formadores de armamento e tiro do serviço de segurança a que pertenço, que nada tem de militar, vamos em breve receber formação à minha antiga ” casa”, uma nobre instituição que herdou as tradições do R.I.9. Uma excelente parceria.
 

*

Trafaria

  • Investigador
  • *****
  • 1959
  • Recebeu: 40 vez(es)
  • Enviou: 57 vez(es)
  • +2/-0
Re: Militares das Forças Armadas nas ruas
« Responder #63 em: Janeiro 08, 2010, 11:43:24 pm »
FoxTroop

Ainda relativamente às DUAS MARINHAS a meu ver esse termo é usado por uns por ignorância e por outros devido a manhosice e/ou chico-espertice.
O recurso a essa expressão desqualifica e cobre de ridículo quem a usa, sobretudo se pertencente á Armada. Significa que nem a sua própria casa conhece, nem as atribuições operacionais e legais da força a que pertence. Enfim, corporativismo levado até limites para alem do tolerável, até à cegueira.

Obstar a que as forças policiais, civis e militarizadas, nomeadamente o SEF e a GNR enquanto forças de segurança responsáveis pelo controlo das fronteiras (todas, incluindo as marítimas) e fiscalização e imposição das leis deste pais em toda a extensão da orla marítima e no mar territorial, com competências específicas de vigilância, patrulhamento e intercepção naval ou terrestre em toda a costa do continente e das Regiões Autónomas disponham dos seus próprios meios navais e outros adequados à sua missão alegando que isso é como criar uma nova marinha é o mesmo que dizer que numa determinada cidade não é precisa policia porque já lá existe tropa. O mesmo que querer negar a colocação dum médico ou enfermeiro numa determinada aldeia alegando que já lá existe um farmacêutico ou herbanário…

Mas em Portugal tudo é de esperar especialmente quando vindo de militares. Os nossos valentes generais da força aérea também tudo fizeram para que frustrar a compra dos heli kamc por parte do MAI.

Nunca mais esquecerei a triste, indignificante e típica dum reles país terceiro-mundista, acção da Armada ao largo da Figueira da Foz quando um vaso de guerra foi enviado para impedir que um barquito com médicos a bordo entrasse no estuário do Mondego. Aquilo seria trabalho especifico para o SEF ou GNR (confesso que não domino esse detalhe) e sendo-lhes legalmente atribuída essa função devem-lhe ser naturalmente facultados os meios (no caso navais) para que a possam desempenhar. Ou acha que não, que devem ir a nado? Se achar diga, não é nada de especial, a maioria dos almirantes é assim que pensa e não tem pejo de o dizer.

Mas em caso afirmativo tambem deve achar por bem que o militares do regimento de cavalaria de santa margarida patrulhem a A23, aquela que lhes fica mais próxima, com seus carros de combate?

Para quê adquirir meios navais para as forças de segurança (SEF/GNR) se a marinha já os tem, fragatas, helis e tudo … e para quê comprar carros patrulha para a PSP/GNR se o exército já tem Pandurs, Lopards, panhards e outros … é isso, não é?

Cpts
::..Trafaria..::
Fórum da PSP
 

*

foxtrotvictor

  • Perito
  • **
  • 478
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
Re: Militares das Forças Armadas nas ruas
« Responder #64 em: Janeiro 09, 2010, 12:16:11 am »
Já agora, companheiro Trafaria, vamos chamar o SEF pelo nome. É um serviço de segurança e não uma força.
 

*

Trafaria

  • Investigador
  • *****
  • 1959
  • Recebeu: 40 vez(es)
  • Enviou: 57 vez(es)
  • +2/-0
Re: Militares das Forças Armadas nas ruas
« Responder #65 em: Janeiro 09, 2010, 12:40:37 am »
Do SEF conheço obvia e genericamente as suas funções, mas como nunca li a respectiva lei orgânica não domino esse detalhe.
Haverá “de jure” uma diferença assinalável e inultrapassável entre o conceito de Serviço de Segurança e o de Força de Segurança?

Se sim, desculpe a ofensa!

Para mim, confesso que talvez (e erradamente!!!) influenciado pelos Serviços Prisionais (esse sim, indubitavelmente um Serviço de Segurança, do MJ e virado para dentro, que só serve esse ministério e praticamente sem interacção alguma com outros sectores ou organiosmos do estado nem com a sociedade em geral) categorizava automática e subconscientemente o SEF como força de segurança.
Os instintos e a intuição também nos traem… ;)
::..Trafaria..::
Fórum da PSP
 

*

foxtrotvictor

  • Perito
  • **
  • 478
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
Re: Militares das Forças Armadas nas ruas
« Responder #66 em: Janeiro 09, 2010, 01:47:09 am »
Não custa nada dar uma espreitadela, companheiro Trafaria.
http://www.sef.pt/portal/v10/PT/aspx/or ... ion=4128#0

" O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, abreviadamente designado por SEF, é um serviço de segurança, organizado hierarquicamente na dependência do Ministro da Administração Interna, com autonomia administrativa e que, no quadro da política de segurança interna, tem por objectivos fundamentais controlar a circulação de pessoas nas fronteiras, a permanência e actividades de estrangeiros em território nacional, bem como estudar, promover, coordenar e executar as medidas e acções relacionadas com aquelas actividades e com os movimentos migratórios.

Enquanto órgão de polícia criminal, o SEF actua no processo, nos termos da lei processual penal, sob a direcção e em dependência funcional da autoridade judiciária competente, realizando as acções determinadas e os actos delegados pela referida autoridade. "
 

*

Trafaria

  • Investigador
  • *****
  • 1959
  • Recebeu: 40 vez(es)
  • Enviou: 57 vez(es)
  • +2/-0
Re: Militares das Forças Armadas nas ruas
« Responder #67 em: Janeiro 09, 2010, 02:17:16 am »
Esclarecido, obrigado!
::..Trafaria..::
Fórum da PSP
 

*

FoxTroop

  • Investigador
  • *****
  • 1406
  • Recebeu: 261 vez(es)
  • Enviou: 181 vez(es)
  • +48/-201
Re: Militares das Forças Armadas nas ruas
« Responder #68 em: Janeiro 09, 2010, 12:40:32 pm »
Caro Trafaria, quere comparar as possibilidades de aplicação dos meios da Armada e da Força Aérea em cenários de fiscalização e controlo, com as capacidades dos meios pesados do Exercito (Pandurs e Leopards) mostra um pensamento tão estreito que vindo de quem, pelos seus textos até mostra uma capacidade lógica, apenas pode ser deliberado.

Num país de recursos bem limitados o segredo está ma maximização de meios de capacidade de os valorar em diversos cenários. É incomportavel para a nossa nação manter serviços duplicados. Se a Armada e a Força Aérea têm meios que permitem o seu uso ma fiscalização e controlo das nossas águas e espaço aéreo e ao mesmo tempo comportam missões puramente militares, explique por que raio é que esses meios não podem ser maximizados nessas funções em vez de se gastar rios de dinheiro a comprar meios paras a FS que apenas permitem um uso puramente civil e que em caso de necessidades mais vigorosas servem absolutamente para nada?!!! Quer explicar porque raio se gastou rios de dinheiro a comprar kits de incendio para os C-130 que agora apodrecem nos hangares para depois comprar os Kamovs e fazer acordos com aeroclubs que apenas servem para tirar dinheiro aos cofres publicos?!!! Que raio de estratégia nacional é essa?!!

Quanto ao SEF, foi mais uma bela quinta que se criou cá no burgo. É bonito ver todos os dias os atritos e falta de colaboração propositada entre as diversas FS e então entre PSP e SEF é lindo....

Também das FS se pode esperar tudo. Desde quererem "subsidios de risco" para executarem a função que lhes compete, a quererem um estatuto especial para umas coisas e serem funcionarios publicos para outras. E tirar os agentes dos serviços de secretariado para os colocar na rua onde fazem falta, aqui del rei que depois civis ficam em posse de dados que são "confidenciais". Quando fala em corporativismo nas FA deveria pensar nas belas figuras ques as FS fazem nesse campo.


Pare de fazer spin e responda logicamente. Ou então que se acabe com as FA e fiquemos apenas com as FS. Alias, atendendo à formação de grande parte dos seus membros, certamente ficaremos todos muito mais seguros e confiantes na nosso nação
 

*

foxtrotvictor

  • Perito
  • **
  • 478
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
Re: Militares das Forças Armadas nas ruas
« Responder #69 em: Janeiro 09, 2010, 01:18:47 pm »
Citação de: "FoxTroop"

Quanto ao SEF, foi mais uma bela quinta que se criou cá no burgo. É bonito ver todos os dias os atritos e falta de colaboração propositada entre as diversas FS e então entre PSP e SEF é lindo....

Olhe que não. O SEF e a PSP têm um excelente relacionamento institucional. Prova disso é o intercâmbio de formações. Eu já tive oportunidade de frequentar uma , ministrada pela UEP/PSP e fui muito bem recebido.
 

*

SLBFaNaTiC

  • Perito
  • **
  • 478
  • +0/-0
Re: Militares das Forças Armadas nas ruas
« Responder #70 em: Janeiro 10, 2010, 03:12:43 am »
Militares das Forças Armadas nas ruas? Só digo... NEM PENSAR!


PTnet @ mIRC #Policia
Fórum Polícia Segurança Pública: www.forumpsp.net
 

*

foxtrotvictor

  • Perito
  • **
  • 478
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
Re: Militares das Forças Armadas nas ruas
« Responder #71 em: Janeiro 10, 2010, 09:24:55 am »
Citação de: "SLBFaNaTiC"
Militares das Forças Armadas nas ruas? Só digo... NEM PENSAR!

Vox populi.
 

*

LuisC

  • Perito
  • **
  • 311
  • +0/-0
Re: Militares das Forças Armadas nas ruas
« Responder #72 em: Janeiro 10, 2010, 01:50:35 pm »
Citação de: "foxtrotvictor"
Citação de: "SLBFaNaTiC"
Militares das Forças Armadas nas ruas? Só digo... NEM PENSAR!

Vox populi.

E é essa voz do povo que conta num pais democrático como o nosso...ou não será?
 

*

pxcastro

  • 276
  • +0/-0
Re: Militares das Forças Armadas nas ruas
« Responder #73 em: Janeiro 10, 2010, 03:20:10 pm »
Não se "matem".
Eles falam, falam, mas não fazem nada.
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 2962
  • Recebeu: 110 vez(es)
  • Enviou: 10 vez(es)
  • +81/-20
Re: Militares das Forças Armadas nas ruas
« Responder #74 em: Janeiro 11, 2010, 09:12:31 pm »
Citação de: "FoxTroop"
Caro Trafaria, quere comparar as possibilidades de aplicação dos meios da Armada e da Força Aérea em cenários de fiscalização e controlo, com as capacidades dos meios pesados do Exercito (Pandurs e Leopards) mostra um pensamento tão estreito que vindo de quem, pelos seus textos até mostra uma capacidade lógica, apenas pode ser deliberado.

Num país de recursos bem limitados o segredo está ma maximização de meios de capacidade de os valorar em diversos cenários. É incomportavel para a nossa nação manter serviços duplicados. Se a Armada e a Força Aérea têm meios que permitem o seu uso ma fiscalização e controlo das nossas águas e espaço aéreo e ao mesmo tempo comportam missões puramente militares, explique por que raio é que esses meios não podem ser maximizados nessas funções em vez de se gastar rios de dinheiro a comprar meios paras a FS que apenas permitem um uso puramente civil e que em caso de necessidades mais vigorosas servem absolutamente para nada?!!! Quer explicar porque raio se gastou rios de dinheiro a comprar kits de incendio para os C-130 que agora apodrecem nos hangares para depois comprar os Kamovs e fazer acordos com aeroclubs que apenas servem para tirar dinheiro aos cofres publicos?!!! Que raio de estratégia nacional é essa?!!

Quanto ao SEF, foi mais uma bela quinta que se criou cá no burgo. É bonito ver todos os dias os atritos e falta de colaboração propositada entre as diversas FS e então entre PSP e SEF é lindo....

Também das FS se pode esperar tudo. Desde quererem "subsidios de risco" para executarem a função que lhes compete, a quererem um estatuto especial para umas coisas e serem funcionarios publicos para outras. E tirar os agentes dos serviços de secretariado para os colocar na rua onde fazem falta, aqui del rei que depois civis ficam em posse de dados que são "confidenciais". Quando fala em corporativismo nas FA deveria pensar nas belas figuras ques as FS fazem nesse campo.


Pare de fazer spin e responda logicamente. Ou então que se acabe com as FA e fiquemos apenas com as FS. Alias, atendendo à formação de grande parte dos seus membros, certamente ficaremos todos muito mais seguros e confiantes na nosso nação

Muito bem dito, os KA-32 Kamov foi um frete que o Sócrates fez ao governo Russo so servem para uma coisa, apagar incêndios, para o resto podem esquecer.
O Trafaria critica as Forças Armadas, mas olhe que nas Forças de Segurança ve-se cada "troll" que até mete dó.

Relativamente ao barco do aborto, penso que se poderia ter feito uma abordagem com um barco da PSP, daqueles que dá pra encher a bomba.
Artigo 308º

Traição à Pátria

Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:

a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele
 

 

"Defesa pessoal" para Forças de Segurança

Iniciado por JKDU Portugal

Respostas: 11
Visualizações: 7880
Última mensagem Agosto 01, 2008, 05:43:48 pm
por RicP
Marca e modelo de algemas usadas pelas forças de segurança?

Iniciado por Duarte

Respostas: 3
Visualizações: 6184
Última mensagem Fevereiro 01, 2010, 04:31:54 am
por Frezze
Legalidade dos requisitos médicos para entrada nas forças de segurança

Iniciado por ice

Respostas: 0
Visualizações: 174
Última mensagem Abril 15, 2019, 01:06:24 pm
por ice
Boleias para as Provas de integração nas forças de Segurança

Iniciado por Xerif3

Respostas: 38
Visualizações: 12073
Última mensagem Agosto 01, 2008, 11:50:08 pm
por Baccus
Provas Culturais p/ as várias Forças e Serviços de Segurança

Iniciado por iron-horse

Respostas: 20
Visualizações: 27950
Última mensagem Maio 12, 2017, 05:12:09 pm
por MarcoPereira