Notícias da Força Aérea Brasileira

  • 833 Respostas
  • 215476 Visualizações
*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 5466
  • Recebeu: 1098 vez(es)
  • Enviou: 602 vez(es)
  • +373/-136
Re: Notícias da Força Aérea Brasileira
« Responder #795 em: Novembro 22, 2018, 10:01:28 am »
https://www.aereo.jor.br/2018/11/21/media-flight-no-exercicio-cruzex-2018/?fbclid=IwAR39xpSQdFMAo40ARr9VVTaCJTXyV8wx6UlFb3w1cGbCnUnQ-6Rd1428ZGA
Citar
Nesta terça-feira (20), o exercício militar multinacional CRUZEX 2018 realizou o Media Flight – voo especial para captação de imagens por profissionais de comunicação.

A bordo de um C-105 Amazonas e de um helicóptero H-36 Caracal, em torno de 40 fotógrafos e cinegrafistas puderam captar imagens do pátio de aeronaves da Ala 10 e de um esquadrão formado por sete caças.

Os caças das fotos estão participando do exercício. A formação foi composta por um A-1M, um F-5M e um A-4, todos brasileiros; dois F-16 – um chileno e um norte-americano; um A-37 uruguaio e um Mirage 2000 peruano.









Cumprimentos
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Vitor Santos

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3968
  • Recebeu: 313 vez(es)
  • Enviou: 266 vez(es)
  • +560/-695
Re: Notícias da Força Aérea Brasileira
« Responder #796 em: Novembro 24, 2018, 06:44:01 pm »
KC-390 - Testes de desembarque de tropas e evacuação de cabine

Cada ensaio é cronometrado e gravado para análise e posterior certificação da aeronave


Citar
Militares da Força Aérea Brasileira (FAB) participaram, na Ala 1, em Brasília (DF), de uma série de ensaios realizados na aeronave KC-390. A infraestrutura da organização militar também foi utilizada para os testes. “Nós estamos participando com a disponibilização de hangar, pista, pallets, rebocador, além do apoio aos integrantes da Embraer”, relatou o Tenente Rafael Macedo Trindade, do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA).

Ele é um dos militares da FAB que acompanham os ensaios realizados pela fabricante. As análises dos ensaios também são acompanhadas por equipes do Instituto de Fomento e Coordenação Industrial (IFI) da FAB.
 
De 29 de outubro a 3 de novembro, a equipe da fabricante Embraer verificou as capacidades do avião no que diz respeito, principalmente, a evacuações de emergência. Cada ensaio é cronometrado e gravado para análise e posterior certificação da aeronave nesse quesito.
 
No total, 600 soldados do Exército Brasileiro de unidades sediadas em Brasília participaram dos ensaios. Nenhum dos militares pôde repetir um teste, já que o objetivo é comprovar que o avião oferece a segurança necessária, por exemplo, em casos em que a tropa tenha que realizar evacuação de emergência ou em transporte com ações de infiltração e exfiltração – quando os militares precisam embarcar ou desembarcar rapidamente sem que a aeronave seja desligada.





“Nós também seremos ‘clientes’ da aeronave, já que nossas tropas serão transportadas e realizarão missões junto à FAB. Então é muito importante participarmos desses testes que garantem que o avião seja certificado”, ressaltou o Capitão do Exército Brasileiro Fabio Ribeiro Fonseca.
 
Durante os ensaios também foram simuladas situações de pouso na água – quando a evacuação foi realizada por meio de uma estrutura metálica montada na parte externa do avião – e em período noturno, sem nenhuma luminosidade. Para isso, o KC-390 ficou dentro do hangar totalmente fechado e com luzes apagadas. Nem mesmo a iluminação de equipamentos de fotografia e filmagem poderiam ser utilizadas e, por isso, a Embraer usou câmeras com capacidade para gravar no escuro. Soldados da Força Aérea realizaram um treinamento diurno antes do ensaio à noite, para que a capacidade das estruturas fossem checadas e a segurança dos demais militares fosse garantida.
 
Em outubro, a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) concedeu o certificado de Tipo da aeronave KC-390, o que permite que o avião possa ser comercializado e operado em todo o território brasileiro. A certificação é emitida quando o projeto de aeronave demonstra ter cumprido todos os requisitos operacionais e de segurança e de proteção ambiental obrigatórios para a operação. Isso evidência que o nível de segurança da aeronave é compatível com padrões internacionais, e permite que o modelo certificado seja comercializado no Brasil e inserido no Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB).
 
Sobre a aeronave
 
O Embraer KC-390 foi desenvolvido para atender os requisitos operacionais da FAB. A aeronave estabelece um novo padrão para o transporte militar médio, por se tratar de um modelo inédito para o transporte de carga militar.
 
O cargueiro é o único da categoria que conta com o sistema de comando de voo eletrônico fly-by-wire que, além de dar maior eficiência para pilotagem, também proporciona uma integração com as demais missões. Um exemplo é o lançamento de carga. O uso dos controles eletrônicos vai mensurar o comportamento do avião durante o voo, que responde a essa dinâmica e repassa as informações ao piloto.

FONTE: http://www.defesanet.com.br/kc390/noticia/31217/KC-390---Testes-de-desembarque-de-tropas-e-evacuacao-de-cabine-/
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3968
  • Recebeu: 313 vez(es)
  • Enviou: 266 vez(es)
  • +560/-695
Re: Notícias da Força Aérea Brasileira
« Responder #797 em: Dezembro 10, 2018, 11:49:20 am »
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3968
  • Recebeu: 313 vez(es)
  • Enviou: 266 vez(es)
  • +560/-695
Re: Notícias da Força Aérea Brasileira
« Responder #798 em: Dezembro 15, 2018, 09:40:11 pm »
Citar
Pela primeira vez no Brasil, será realizado o reabastecimento em voo de helicóptero. Nesta semana, iniciou-se a primeira fase da campanha de certificação do H-36 Caracal e KC-130 Hércules para a operação, na Ala 11, Rio de Janeiro (RJ).

FONTE: https://twitter.com/i/web/status/1073197971112685569




 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3968
  • Recebeu: 313 vez(es)
  • Enviou: 266 vez(es)
  • +560/-695
Re: Notícias da Força Aérea Brasileira
« Responder #799 em: Dezembro 16, 2018, 03:10:17 pm »
Após 51 anos, aeronave multimissão H-1H encerra suas atividades na FAB

Aeronave também é conhecida como "Sapão" e "Hzão"


Citar
Após 51 anos, a aeronave multimissão H-1H Iroquois encerrou suas atividades na Força Aérea Brasileira (FAB). A cerimônia de despedida ocorreu nesta segunda-feira (22/10), na Ala 5, em Campo Grande (MS). O FAB 8703, representando todas as aeronaves H-1H da FAB, realizou o último corte de motor, encerrando um ciclo que teve início em junho de 1967.

Durante a cerimônia, o Comandante da Força Aérea Brasileira, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, ressaltou a importância daqueles que um dia tripularam a aeronave.

“Todos que um dia tripularam essa máquina, certamente guardam em suas memórias pequenas parcelas, das milhares de emocionantes histórias, das quais este ícone da aviação participou. Esse guerreiro presenciou a coragem e a abnegação de várias gerações de tripulantes. Homens de valor que deixaram guardados no interior dessa aeronave um pouco dos melhores sentimentos que um ser humano pode apresentar”, disse.

O piloto mais antigo do H-1H na ativa, Tenente-Brigadeiro do Ar William de Oliveira Barros, foi homenageado durante a desativação da aeronave. “Foi um helicóptero lendário e muito importante para a FAB. De 1967 até a data de hoje, muitas gerações de tripulantes, mecânicos, pilotos, homens de resgate passaram por este helicóptero. Alguns diriam que a máquina não consegue se expressar e não tem sentimentos, mas se o H-1H pudesse se expressar hoje, ele diria que está muito satisfeito e muito feliz", afirmou.


Na despedida o Coronel Aviador da Reserva Edmundo Ferreira Messeder Filho (piloto), o Suboficial da Reserva João Sussumo Yoshizawa (mecânico) e o Suboficial da Reserva Benedito Nascimento (operador) receberam honras durante a formatura por serem os militares mais veteranos que tripularam o H-1H.

O homem de resgate da primeira missão operacional do H-1H - busca do FAB 2068 - Tenente-Coronel Médico Reformado Rubens Marques dos Santos, e o tripulante mais voado na aeronave H-1H (6.500 horas), Suboficial da reserva Cláudio Nunes de Almeida Júnior, também receberam agradecimentos e homenagens.

Versatilidade

Um dos helicópteros mais produzidos e versáteis do mundo, o "Sapão" ou "Hzão", como foi apelidado, realizou pela Força Aérea inúmeras missões, de norte a sul do país e também no exterior.

A história da aeronave começou em 25 de junho de 1967 e hoje encerra as atividades com um currículo de resgates históricos e marcantes. O resgate do FAB 2068, em 1967, foi seu primeiro grande teste. Outras missões vieram, como o auxílio prestado às vítimas do terremoto no Peru, em 1970, onde foram evacuados 577 desabrigados e 211 feridos; o incêndio no Edifício Joelma, em 1974; as enchentes em Santa Catarina, nos anos 1974, 1982 e 2008; o resgate das vítimas do Boeing da Transbrasil; o resgate das vítimas do Varig 254, em 1989, e o resgate das vítimas do Gol 1907, em 2006, completam o currículo da aeronave.


Dentre muitas outras, o H-1H realizou missões de busca e salvamento (SAR, do inglês, Search And Rescue), de emprego armado, operações de vacinação no interior da Amazônia, demarcações de fronteira, apoio à população em catástrofes naturais, apoios à Polícia Federal e ações cívico-sociais.

Ao todo, a FAB recebeu 68 "Hzões", adquiridos em cinco lotes distintos, entre 1967 e 1997. Atualmente apenas dois H-1H, o FAB 8684 e o FAB 8703, permaneciam em atividade, ambos lotados no Esquadrão Pelicano (2º/10º GAV), unidade que deu início às atividades da aeronave.


FONTE: http://www.fab.mil.br/noticias/
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3968
  • Recebeu: 313 vez(es)
  • Enviou: 266 vez(es)
  • +560/-695
Re: Notícias da Força Aérea Brasileira
« Responder #800 em: Dezembro 18, 2018, 01:04:10 pm »
FAB realiza campanha inédita de Reabastecimento em Voo de helicópteros

Primeira fase da Campanha de Ensaio para certificação do sistema de Reabastecimento em Voo (REVO) do helicóptero H-36 Caracal está sendo realizada


Citar
No período de 10 a 21 de dezembro de 2018, militares da Força Aérea Brasileira (FAB) realizam a primeira fase da Campanha de Ensaio para certificação do sistema de Reabastecimento em Voo (REVO) do helicóptero H-36 Caracal, versão operacional FAB, com a aeronave tanker KC-130H, garantindo ao Brasil ser o primeiro país da América do Sul com a capacidade de reabastecimento em voo com helicóptero.

A operação acontece na Ala 11 (Galeão), Rio de Janeiro (RJ), com o objetivo de certificar, tanto em condições diurnas quanto noturnas (assistida com NVG e desassistida). Dessa forma, serão conduzidas avaliações específicas de ambas as aeronaves para determinar um envelope seguro contendo velocidade, altitude e configurações específicas.

Durante esta fase, são executados ensaios em solo com o objetivo de atestar o correto funcionamento do sistema por meio de cheques funcionais e compatibilidade NVG entre as aeronaves por meio de avaliações qualitativas. Os ensaios em voo com conexão a seco tem o objetivo de avaliar a capacidade de reabastecimento em voo por meio das avaliações do grau de turbulência, verificação de possível interferência na leitura do sistema anemométrico devido à perturbação do ar e verificação do funcionamento do sistema mecânico em voo.


A coordenação da campanha é do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), que participa com duas de suas unidades: o Instituto de Fomento e Coordenação Industrial (IFI), organização militar que atua na certificação de sistemas de gestão da qualidade e o Instituto de Pesquisas e Ensaios em Voo (IPEV), que desde 2014 vêm atuando nas previsões teóricas e preparo desta campanha.

Em agosto deste ano, aproximadamente 10 militares que fazem parte da Operação realizaram um intercâmbio na United States Air Force (USAF), em que foi possível se familiarizar com cada uma das etapas do REVO. “Foi uma oportunidade de verificar quais os procedimentos são aplicáveis para nossa aeronave e elevar o nível de segurança dos ensaios”, aponta o Tenente Luís Gustavo Leandro de Paula, engenheiro de ensaio em voo do IPEV.

A transferência de combustível em voo possibilita ao H-36 alcançar os extremos dos 22 milhões de km2 do território brasileiro - a Dimensão 22, para cumprir as missões de resgate no mar, ajudas humanitárias, infiltrações de tropas e transporte de militares em locais estratégicos. Para o Major Aviador Bruno Roque Teixeira, piloto de ensaio e responsável pelo planejamento da campanha, os benefícios do REVO são o aumento da autonomia e alcance da aeronave. “Num cenário de paz, será possível chegar mais longe num menor tempo. Este pode ser o diferencial para salvar mais vidas, num resgate em alto mar”, ressalta.

As aeronaves H-36 utilizadas na missão são dos Esquadraões Falcão (1o/8o GAV) e Puma (3o/8o GAV), e o KC-130H é do Esquadrão Gordo (1o/1o GT).

Segunda Fase

Após o término bem-sucedido da primeira etapa, será realizada, em 2019, a Fase II, na qual serão feitas as verificações finais de certificação. Em cumprimento ao contrato do projeto H-XBR, uma equipagem de ensaios da empresa Airbus Helicopters virá ao Brasil para apoiar na conclusão do processo de certificação por meio de ensaio em voo com conexão molhada (transferência de combustível) e para realizar treinamento dos pilotos da FAB, que futuramente irão operar o H-36 Caracal.

Preparação

Pilotos e Engenheiros de provas do Instituto de Pesquisas e Ensaios em Voo (IPEV) realizaram, no início de dezembro, voos simulados de Reabastecimento em Voo no Simulador do instituto, como atividade preparatória para os ensaios que acontecem agora.


Durante os voos simulados, foi utilizado modelo dinâmico genérico de um helicóptero de categoria pesada em cenário visual similar ao que é encontrado na campanha. Com isso, a atividade atingiu o objetivo proposto de preparar as equipagens de ensaios em voo em termos de cronologia de eventos, divisão de tarefas, fraseologia e métodos a serem aplicados durante os ensaios.

Fotos: IPEV - http://www.fab.mil.br/noticias

 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3968
  • Recebeu: 313 vez(es)
  • Enviou: 266 vez(es)
  • +560/-695
Re: Notícias da Força Aérea Brasileira
« Responder #801 em: Dezembro 19, 2018, 01:00:53 pm »
Helicóptero da FAB resgata, com vida, três vítimas de acidente aéreo

Acidente aconteceu na segunda (17) e resgate foi realizado na manhã de terça-feira (18/12/2018)


Citar
A Força Aérea Brasileira (FAB) acionou, na manhã desta terça-feira (18), um helicóptero H-60 Black Hawk, do Esquadrão Harpia (7º/8º GAV), para realizar o resgate dos três sobreviventes de um acidente aéreo que aconteceu na noite de segunda-feira (17) próximo à cidade de Tabatinga (AM), na fronteira com o Peru.

Os militares da FAB resgataram, todos conscientes, o piloto e dois passageiros, um homem e uma mulher, além de um cachorro que os acompanhava na aeronave. Não havia espaço para o pouso do helicóptero e as vítimas foram içadas. Eles foram levados para Tabatinga onde duas viaturas do Exército Brasileiro aguardavam para levá-los ao atendimento médico.

Segundo informações do Salvaero Amazônico, a aeronave em que estavam os sobreviventes, de matrícula PTKIL, declarou situação de emergência e caiu em seguida, nas proximidades de uma aldeia indígena. Para realizar o resgate, o helicóptero da FAB decolou às 4h (horário local) desta terça (18) de Manaus (AM) com destino ao local do acidente.


Conforme explica um dos pilotos, Tenente Lucas Santos Bezerra Lopes, a aeronave levou a bordo todos os equipamentos necessários ao resgate, além de uma equipe especializada, para fazer os primeiros socorros antes do transporte. A tripulação é composta por dois pilotos, três tripulantes, três militares de resgate, um médico e um enfermeiro. "Um dos desafios que tivemos nessa missão foi que, pelo horário de decolagem, antes do nascer do sol, foi necessário o uso de óculos de visão noturna", afirma. Foram em torno de seis horas de voo e dois abastecimentos no trajeto da aeronave.


Devido às características da localidade, não houve o pouso da aeronave. Foi preciso içar as vítimas com o guincho do helicóptero. Segundo o médico que acompanhou a missão, Capitão Waldyr Moyses de Oliveira Junior, todas as vítimas estavam conscientes e foram necessárias algumas medidas, como estabilização da coluna, medicação para dor e cuidados iniciais com os ferimentos. "O piloto era o mais velho, em torno de 55 anos, e era o que estava mais ferido. Tinha dor nas costas e formigamentos nas pernas, o que nos levou a suspeitar de lesão na coluna. Por isso, triplicamos nossos cuidados ao manuseá-lo. Mesmo com tempo chuvoso e as dificuldades do local, fomos até lá e realizamos o resgate. Ninguém ficou para trás", disse ele, que é Chefe da Subseção de Saúde Operacional do Hospital de Aeronáutica de Manaus.


Fotos: Esquadrão Harpia

FONTE: http://www.fab.mil.br/noticias
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11078
  • Recebeu: 385 vez(es)
  • Enviou: 227 vez(es)
  • +62/-46
Re: Notícias da Força Aérea Brasileira
« Responder #802 em: Dezembro 26, 2018, 04:09:03 pm »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Vitor Santos

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3968
  • Recebeu: 313 vez(es)
  • Enviou: 266 vez(es)
  • +560/-695
Re: Notícias da Força Aérea Brasileira
« Responder #803 em: Janeiro 13, 2019, 04:05:39 pm »
Brigadeiro Bermudez assume o comando da Força Aérea Brasileira


Citar
Brasília, 04/01/2019 - O brigadeiro Antonio Carlos Moretti Bermudez assumiu o Comando da Força Aérea Brasileira na manhã desta sexta-feira (4). Ele substitui o brigadeiro Nivaldo Luiz Rossato, que estava à frente da Aeronáutica desde janeiro de 2015. A cerimônia ocorreu na Ala 1 (Base Aérea) e contou com a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro, do ministro da Defesa, Fernando Azevedo, e demais autoridades civis e militares.

Na solenidade, o brigadeiro Rossato que soma 50 anos de serviço militar prestado à FAB, afirmou que a instituição passa a ser uma feliz lembrança. "Tenho a certeza que as gerações mais jovens, treinadas e capazes, saberão conduzir com maestria os destinos da Força Aérea Brasileira. Confiem, apoiem a FAB, confiem e apoiem as instituições militares", destacou. O brigadeiro desejou ao novo comandante da Força e aos subordinados a ele que continuem atuando para mostrar ao povo a amplitude da missão da FAB. 

Durante a cerimônia, o brigadeiro Rossato recebeu uma homenagem e a insígnia de comandante da Aeronáutica, como símbolo de dever cumprido. Em seu discurso, o brigadeiro Antonio Carlos Moretti Bermudez destacou que ao ser o novo comandante da FAB, considera-se desafiado, porém à vontade. "Por ver, na minha Ala, homens e mulheres, que atuando nos mais diversos setores, voando e fazendo voar. Que portam todas as qualidades habilitadoras para o exercício das demandas operacionais e administrativas inerentes ao cenário dinâmico que vivenciamos na FAB e no Brasil", apontou.


Na ocasião, o ministro da Defesa, Fernando Azevedo, ressaltou que o grande marco de comando do brigadeiro Rossato foi a reestruturação da FAB, que trouxe resultados importantes à instituição, como a otimização de recursos humanos e financeiros, além de mais eficiência à administração. “Outro aspecto relacionado a isso foi a adequação doutrinária. Mais uma vez alinhada com o Ministério da Defesa, a FAB passou a planejar exercícios operacionais que atendessem mais plenamente ao critério da integração. O maior e mais recente exemplo, foi o exercício Cruzeiro do Sul, conhecido como Cruzex”, comentou.

O ministro Fernando Azevedo ainda destacou a consolidação do conceito da Dimensão 22, pois, segundo ele, a sociedade brasileira pôde “compreender melhor a responsabilidade da FAB sobre 22 milhões de quilômetros quadrados, controlando, defendendo e integrando o país de dimensões continental”. A cerimônia foi encerrada com o desfile militar.

Novo comando

Natural de Santo Ângelo (RS), o brigadeiro Bermudez, 62 anos, ingressou na Força Aérea Brasileira em fevereiro de 1975 e foi promovido ao posto de Tenente-Brigadeiro em novembro de 2014.


Ao longo dos 43 anos de carreira dedicados à vida militar, assumiu o comando, a chefia e a direção de diferentes organizações da FAB, dentre elas o Esquadrão Adelphi (1º/16º Grupo de Aviação) - unidade que tem a sua história recente ligada ao projeto A-1, no qual o Brasil desenvolveu uma aeronave de caça em parceria com a Itália. Também foi comandante da Base Aérea de Brasília, chefe do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica (Cecomsaer), comandante da Terceira Força Aérea – responsável pelo gerenciamento das unidades de caça e reconhecimento da FAB, diretor-geral do Departamento de Ensino da Aeronáutica, adido de defesa e aeronáutico junto à Embaixada do Brasil na França e na Bélgica, comandante do Sexto Comando Aéreo Regional (Comar VI), chefe do Estado-Maior do Comando-Geral de Operações Aéreas e chefe da Logística do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas do Ministério da Defesa. Ao ser designado para o cargo de comandante da Aeronáutica, estava à frente do Comando-Geral do Pessoal.

O oficial-general é oriundo da aviação de caça e possui 4 mil horas de voo em 17 diferentes modelos de aeronaves, entre elas F-103, A-1, R-99, E-99, R-35 e A-29.

FONTE: https://www.defesa.gov.br/noticias/51254-brigadeiro-bermudez-assume-o-comando-da-aeronautica
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3968
  • Recebeu: 313 vez(es)
  • Enviou: 266 vez(es)
  • +560/-695
Re: Notícias da Força Aérea Brasileira
« Responder #804 em: Janeiro 13, 2019, 04:12:35 pm »









 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3968
  • Recebeu: 313 vez(es)
  • Enviou: 266 vez(es)
  • +560/-695
Re: Notícias da Força Aérea Brasileira
« Responder #805 em: Janeiro 13, 2019, 04:17:03 pm »
OGMA recebe primeiro C-130 da Força Aérea Brasileira (Full Fleet Support)

A escolha da OGMA pela Força Aérea Brasileira é prova do reconhecimento internacional do know-how da empresa portuguesa neste tipo de aeronave, para a qual tem mais de 40 anos de experiência, contando nos seus efetivos com técnicos altamente especializados e preparados para responder às mais variadas necessidades de manutenção neste produto.

Citar
A primeira de 12 aeronaves Lockheed C-130 Hércules da Força Aérea Brasileira (FAB), destinadas a um programa de Full Fleet Support, chegou às instalações da OGMA – Indústria Aeronáutica de Portugal , em Alverca do Ribatejo, na semana passada (dia 3 de janeiro).

Este é o primeiro passo de vários que serão dados ao longo dos próximos cinco anos na manutenção de frota e suporte logístico à frota de C-130 da Força Aérea Brasileira, anuncia um comunicado distribuída pela OGMA .

O contrato está avaliado em cerca de 85 milhões de euros (98 milhões de dólares) para a OGMA e terá a duração de cinco anos.

Inclui a gestão da frota, suporte logístico, realização de manutenções programadas, substituição e reparação de equipamentos e fornecimento de componentes.

Estão dentro do âmbito deste contrato as aeronaves operadas pela FAB, sediadas no Rio de Janeiro, no Brasil: oito C-130H, dois C-130H2 (aeronaves com equipamentos de combate a incêndios) e dois KC-130H (de reabastecimento aéreo).

A Força Aérea Brasileira escolheu a OGMA para a manutenção da sua frota de C-130 Hércules.

A empresa portuguesa superou a concorrência num concurso internacional promovido pela Comissão Aeronáutica Brasileira, sediada em Washington.

A escolha da OGMA pela Força Aérea Brasileira é prova do reconhecimento internacional do know-how da empresa portuguesa neste tipo de aeronave, para a qual tem mais de 40 anos de experiência, contando nos seus efetivos com técnicos altamente especializados e preparados para responder às mais variadas necessidades de manutenção neste produto.

A OGMA faz manutenção de aeronaves C-130 militares para as forças aéreas de vários países, nomeadamente da Europa, África e Ásia.

FONTE: http://tecnodefesa.com.br/ogma-recebe-primeiro-c-130-da-forca-aerea-brasileira-full-fleet-support/
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11078
  • Recebeu: 385 vez(es)
  • Enviou: 227 vez(es)
  • +62/-46
Re: Notícias da Força Aérea Brasileira
« Responder #806 em: Janeiro 26, 2019, 04:07:31 pm »
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3968
  • Recebeu: 313 vez(es)
  • Enviou: 266 vez(es)
  • +560/-695
Re: Notícias da Força Aérea Brasileira
« Responder #807 em: Janeiro 29, 2019, 12:54:24 pm »
FAB coordena cerca de 300 voos por dia nas buscas às vitimas em Minas Gerais


Citar
Toda a coordenação entre as aeronaves está sendo fornecida por militares da FAB

Os trabalhos continuam intensos no quarto dia de atuação da Força Aérea Brasileira (FAB) em apoio à operação de resgate às vítimas do desastre ocorrido em Brumadinho (MG).

Após a instalação de uma unidade de Serviço de Informações Aeronáuticas (AFIS) – também conhecida como estação-rádio – para dar suporte e garantir a segurança das aeronaves envolvidas nas ações de busca e salvamento, a FAB está atuando na coordenação dos voos, que chegam a 300 por dia.

A estrutura montada na região do desastre está sob a coordenação do Primeiro Grupo de Comunicações e Controle (1º GCC). De acordo com o Chefe da Divisão de Operações do 1º GCC e Chefe do Centro de Operações Aéreas em Brumadinho, Major Leonardo André Haberfeld Maia, estão sendo operadas, simultaneamente, em torno de 16 aeronaves.
 
O AFIS está localizado no terreno de uma igreja no Córrego do Feijão e conta com gerador, antena para enlace via satélite, computadores interligados em rede e sistemas de comunicação VHF, UHF e HF. Além do AFIS, também foi montado um Centro de Comando e Controle, alocado em uma universidade local.

“Nós estabelecemos uma área central coordenada entre esses dois pontos: o que fica alocado na universidade e o da igreja, sendo que o ponto da igreja fica mais próximo da área do desastre. São dois pontos distintos e a coordenada central entre esses dois pontos engloba 9 milhas, cerca de 16 km. É uma área considerada pequena, mas com um movimento muito intenso. São mais de 300 movimentos diários de pouso e decolagem”, afirma o Major Haberfeld.

Além da coordenação das aeronaves envolvidas nas operações de resgate, a FAB também está atuando para que o espaço aéreo da região de Brumadinho fique restrito apenas a essas aeronaves, sendo que os voos com drones também não estão autorizados.

Todo suporte na comunicação entre as aeronaves está sendo fornecido por 25 militares do 1º GCC e também do Primeiro Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA I).

Toda a ação para coordenar as aeronaves no espaço aéreo do município mineiro foi programada após articulação com a Presidência da República, Ministério da Defesa e Defesa Civil e não há previsão para o fim dos trabalhos na região.


FONTE:https://www.aereo.jor.br/2019/01/28/fab-coordena-cerca-de-300-voos-por-dia-nas-buscas-as-vitimas-em-brumadinho/
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3968
  • Recebeu: 313 vez(es)
  • Enviou: 266 vez(es)
  • +560/-695
Re: Notícias da Força Aérea Brasileira
« Responder #808 em: Fevereiro 13, 2019, 08:40:35 pm »
Comandante da Aeronáutica recebe Comandante do Comando do Sul dos EUA

Objetivo foi estreitar relações entre os dois países


Citar
O Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez, recebeu, nesta segunda-feira (11), em Brasília (DF), a visita do Comandante do Comando do Sul dos Estados Unidos (SOUTHCOM), Almirante Craig Stephen Faller. O objetivo foi estreitar as relações entre os dois países.

"É muito importante essa visita para estarmos cada vez mais próximos e compartilharmos experiências nos assuntos comuns afetos aos dois países que são parceiros em diversas atividades", destacou o Tenente-Brigadeiro Bermudez.

O Brasil e os Estados Unidos já realizam diversas ações em comum na defesa, em áreas específicas como pesquisa e desenvolvimento, intercâmbio de informações, treinamento e educação, exercícios militares conjuntos e iniciativas comerciais relacionadas a questões de defesa.


A Academia da Força Aérea (AFA), por exemplo, recebe cadetes da Academia da Força Aérea dos Estados Unidos e cadetes brasileiros também estudam no país norte-americano. Além disso, são diversos os exercícios realizados em cooperação mútua, como a Cruzex, um exercício operacional realizado pela Força Aérea Brasileira (FAB), com a participação de diversos países. Este ano, inclusive, está prevista a ida de dois oficiais brasileiros ao Afeganistão para atuar com os americanos.

Após a reunião, a comitiva visitou o Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE), que é o comando operacional conjunto, permanentemente ativado, responsável pelo planejamento, coordenação, execução e controle das operações aeroespaciais, tanto recorrentes quanto eventuais. Abarca as atividades de defesa aérea e antiaérea, conjugando ainda as ações de emprego de transporte aéreo-logístico, a busca e salvamento e a patrulha marítima, além das operações conjuntas determinadas pelo Ministério da Defesa.

O Almirante Faller, da Marinha dos EUA, assumiu o comando do SOUTHCOM em 26 de novembro de 2018 e é responsável por toda a cooperação de segurança do Departamento de Defesa nas 45 nações e territórios da América Central e do Sul e do Mar do Caribe.


Fotos: Cabo Feitosa / CECOMSAER - http://www.fab.mil.br/noticias/
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11078
  • Recebeu: 385 vez(es)
  • Enviou: 227 vez(es)
  • +62/-46
Re: Notícias da Força Aérea Brasileira
« Responder #809 em: Fevereiro 19, 2019, 09:11:21 pm »
 

 

Esquadrão de Demonstração Aérea - Esquadrilha da Fumaça

Iniciado por Vitor Santos

Respostas: 3
Visualizações: 286
Última mensagem Maio 03, 2019, 03:11:50 pm
por Vitor Santos
FAB e Força Aérea Portuguesa com um Caça de 5º Geração

Iniciado por Leonardo Besteiro

Respostas: 28
Visualizações: 12394
Última mensagem Outubro 04, 2015, 11:21:29 pm
por luis simoes
Reunião da Aviação de Caça (Força Aérea Brasileira)

Iniciado por jambock01

Respostas: 3
Visualizações: 2037
Última mensagem Maio 27, 2006, 11:21:18 am
por Cabeça de Martelo
Modernização da Força Aérea Brasileira

Iniciado por silversantis

Respostas: 50
Visualizações: 23799
Última mensagem Junho 22, 2011, 05:40:41 pm
por HSMW