Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa

  • 4623 Respostas
  • 835071 Visualizações
*

Vicente de Lisboa

  • Analista
  • ***
  • 788
  • Recebeu: 14 vez(es)
  • Enviou: 2 vez(es)
  • +3/-3
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4455 em: Março 18, 2019, 02:37:42 pm »
Esse tipo de afirmação assertiva pode funcionar para alguns, mas não necessariamente para todos (isto é só para ser simpático e não dizer que só funciona para otários). Mas, porventura, se os cálculos forem efectuados sem incluir brancos e nulos os resultados são sempre números inteiros?

No exemplo dos 7 vereadores e 4 forças partidárias, não contanto com brancos e nulos, era perfeitamente possível ter:

PSD/CDS: 5,51
PS; 0,51
Ind: 0,51
CDU: 0,47

Somado, dá 7 vereadores. Arredondado dá 8.

Mais, quando se faz a distribuição segundo o Método de Hondt, as divisões dão sempre resto zero, i.e., o quociente é sempre inteiro? É que se não for (e, obviamente, que não é), o parágrafo citado é um exercício fútil. Quanto ao resto (atenção que já não estou a falar de divisões), uma pequena pesquisa no Google revela centenas de artigos em várias línguas sobre quem é favorecido pelo dito método.

O Método d'Hondt implica sempre na prática a possibilidade de ter de ser fazer um arredondamento, (1/3 por ex) mas é do número de votos após a divisão, não do número de mandatos. Por isso nunca há mais ou menos mandatos do que os que cabe atribuir, como na pura proporcionalidade.

De qualquer forma, se já estamos no ponto "otários" e "resultados no google"  (que dá para tudo, vede vacinas ou a curvatura da terra), creio que a discussão acabou e podemos parar de descarrilar os NPO.
« Última modificação: Março 18, 2019, 02:38:30 pm por Vicente de Lisboa »
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 2800
  • Recebeu: 1193 vez(es)
  • Enviou: 2549 vez(es)
  • +455/-88
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4456 em: Março 18, 2019, 05:05:43 pm »
De facto, pouco adianta discutir quem não sabe trabalhar com o Google -- não sei se é esse o caso, mas os comentários vão nesse sentido -- e não tem filtros para discernir entre artigos sérios e estórias sobre vaxxers e terra plana. Mas para os mais iletrados no Google que, ainda assim, pretendem pesquisar assuntos sérios, sugiro o Google Scholar -- atenção que não é para todos e requer alguma familiaridade com artigos científicos (vulgo papers).
Everyone you will ever meet knows something that you don't.
- Bill Nye
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 5466
  • Recebeu: 1098 vez(es)
  • Enviou: 602 vez(es)
  • +373/-136
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4457 em: Março 24, 2019, 07:14:35 pm »

Vá lá à constituição, veja as leis eleitorais e verifique quanto é necessário em termos de percentagem para validar uma votação.  ;)


Agora fiquei com curiosidade em saber onde é que aparece isso e qual é a percentagem...

http://www.cne.pt/sites/default/files/dl/legis_lear_anotada_2015.pdf
Não percebeu a ironia do "piscar o olho". Este artigo do Joaquim Aguiar dá uma luz sobre o "assunto"...

https://www.jornaldenegocios.pt/opiniao/colunistas/mao-visivel/joaquim-aguiar/detalhe/voto_e_abstencao

Cumprimentos

Exacto... Estava a dar uma "chazada" ao outro e agora é apenas ironia... OK   ::)
Falando em "chazadas" parece que o meu caro também as quis dar. Mas veja lá depois deste seu último post onde já vai o debate. Se calhar voltávamos ao  artigo do Jaquim...  :P

Cumprimentos
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

ICE 1A+

  • Analista
  • ***
  • 678
  • Recebeu: 470 vez(es)
  • Enviou: 38 vez(es)
  • +104/-8
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4458 em: Março 29, 2019, 10:08:53 pm »
No meio de tanto,  interessante e informativo off-tópic deixo aqui o meu!:

Os estaleiros west Sea tem falta de mão de obra qualificada , fazem falta 150 eletricistas, picheleiros , carpinteiros  , soldadores

Citar
“Hoje, se aparecessem 150 trabalhadores nós abríamos-lhes as portas (…). Precisamos de carpinteiros, eletricistas, picheleiros e não conseguimos”,

Tanto profeta da desgraça que deve estar a espumar  veneno pela boca!
Actualmente ja empregam 1300 trabalhadores!

Pode seguir o off-topic  do modelo  eleitoral.
« Última modificação: Março 29, 2019, 10:11:00 pm por ICE 1A+ »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: FoxTroop



*

FoxTroop

  • Investigador
  • *****
  • 1416
  • Recebeu: 272 vez(es)
  • Enviou: 188 vez(es)
  • +63/-201
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4461 em: Abril 03, 2019, 01:59:28 pm »
No meio de tanto,  interessante e informativo off-tópic deixo aqui o meu!:

Os estaleiros west Sea tem falta de mão de obra qualificada , fazem falta 150 eletricistas, picheleiros , carpinteiros  , soldadores

Citar
Hoje, se aparecessem 150 trabalhadores nós abríamos-lhes as portas (…). Precisamos de carpinteiros, eletricistas, picheleiros e não conseguimos”,

Tanto profeta da desgraça que deve estar a espumar  veneno pela boca!
Actualmente ja empregam 1300 trabalhadores!

Pode seguir o off-topic  do modelo  eleitoral.

Paguem, tão simples como isso. Sem amendoins não há macacos e, pelos vistos, os "capitalistas" portugueses ainda não perceberam que a lei da oferta e procura, funciona para os dois lados. E para a malta voltar ou, pelo menos, deixar de continuar a sair, não é preciso pagar o que se paga numa Holanda ou Bélgica (que por acaso também estão a ter bastante dificuldades em conseguir suficiente mão de obra qualificada, apesar de terem subido os salários) ou mesmo nem sequer o que se paga aí ao lado em Vigo. Basta pagar decentemente embora entenda que assim sobra menos dinheiro para outras "coisas"
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44, NVF

*

Major Alvega

  • Perito
  • **
  • 533
  • Recebeu: 441 vez(es)
  • Enviou: 208 vez(es)
  • +277/-114
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4462 em: Abril 03, 2019, 02:00:57 pm »
Foram à FNAC. Devem ter gasto uma fortuna.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44, NVF, mayo

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 2800
  • Recebeu: 1193 vez(es)
  • Enviou: 2549 vez(es)
  • +455/-88
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4463 em: Abril 03, 2019, 02:20:50 pm »
E precisam de um primeiro-tenente para operar o drone manhoso?
Everyone you will ever meet knows something that you don't.
- Bill Nye
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14974
  • Recebeu: 986 vez(es)
  • Enviou: 936 vez(es)
  • +170/-166
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4464 em: Abril 03, 2019, 02:49:46 pm »
No meio de tanto,  interessante e informativo off-tópic deixo aqui o meu!:

Os estaleiros west Sea tem falta de mão de obra qualificada , fazem falta 150 eletricistas, picheleiros , carpinteiros  , soldadores

Citar
Hoje, se aparecessem 150 trabalhadores nós abríamos-lhes as portas (…). Precisamos de carpinteiros, eletricistas, picheleiros e não conseguimos”,

Tanto profeta da desgraça que deve estar a espumar  veneno pela boca!
Actualmente ja empregam 1300 trabalhadores!

Pode seguir o off-topic  do modelo  eleitoral.

Paguem, tão simples como isso. Sem amendoins não há macacos e, pelos vistos, os "capitalistas" portugueses ainda não perceberam que a lei da oferta e procura, funciona para os dois lados. E para a malta voltar ou, pelo menos, deixar de continuar a sair, não é preciso pagar o que se paga numa Holanda ou Bélgica (que por acaso também estão a ter bastante dificuldades em conseguir suficiente mão de obra qualificada, apesar de terem subido os salários) ou mesmo nem sequer o que se paga aí ao lado em Vigo. Basta pagar decentemente embora entenda que assim sobra menos dinheiro para outras "coisas"

Ainda hoje falei com um rapaz com quem vou fazer formação e foi isso mesmo que ele disse-me. Não há mão de obra porque:
1 - Foram para fora;
2 - Abrem vagas para empregos com salários do tempo da troika.

E depois queixam-se!... :N-icon-Axe:
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44, NVF, Charlie Jaguar, FoxTroop, oi661114, Stalker79

*

ICE 1A+

  • Analista
  • ***
  • 678
  • Recebeu: 470 vez(es)
  • Enviou: 38 vez(es)
  • +104/-8
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4465 em: Abril 04, 2019, 07:56:36 pm »
Depois há uma diferença....
Os que vão para Vigo não vão trabalhar para Os Estaleiros...

Hijos Barreras  o maior estaleiro Galego tem metade dos Trabalhadores da West Sea,  150
E tem uma carteira de encomendas mais do dobro da west Sea.
Eles vão trabalhar para as empresas Auxiliares.
Ganham muito, trabalham muito e metade vem por fora do recibo!

Em Portugal vão bater à porta do estaleiro, não vão bater à porta da auxiliares!

O modelo de Gestão  dos estaleiros mudou! Já nenhum emprega milhares de trabalhadores.
A Navantia vai enviar 600 para a reforma antecipada!
Os empregadores são as empresas auxiliares que prestam serviços especializados ao estaleiro.


O modelo de gestão dos estaleiros modou
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: FoxTroop

*

FoxTroop

  • Investigador
  • *****
  • 1416
  • Recebeu: 272 vez(es)
  • Enviou: 188 vez(es)
  • +63/-201
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4466 em: Abril 05, 2019, 05:24:24 pm »
Depois há uma diferença....
Os que vão para Vigo não vão trabalhar para Os Estaleiros...

Hijos Barreras  o maior estaleiro Galego tem metade dos Trabalhadores da West Sea,  150
E tem uma carteira de encomendas mais do dobro da west Sea.
Eles vão trabalhar para as empresas Auxiliares.
Ganham muito, trabalham muito e metade vem por fora do recibo!

Em Portugal vão bater à porta do estaleiro, não vão bater à porta da auxiliares!

O modelo de Gestão  dos estaleiros mudou! Já nenhum emprega milhares de trabalhadores.
A Navantia vai enviar 600 para a reforma antecipada!
Os empregadores são as empresas auxiliares que prestam serviços especializados ao estaleiro.


O modelo de gestão dos estaleiros modou

E ao fim do mês o pessoal não quer saber se trabalha para os estaleiros ou para uma das auxiliares. O pessoal quer é contar os €€€ que tem para por em casa. E se as empresas portuguesas continuam a pensar que meia dúzia de migalhas e a "efectividade" vale de alguma coisa então mentalizem-se que se o "modelo de gestão" mudou, a maneira como o pessoal encara o mercado de trabalho e os empregadores também mudou.
Se agora precisam de trabalhadores, depois de toda a pressão que foi feita para liberalizar sem rei nem roque todo o mercado laboral, esse tipo de perspetiva só ai fazer com que fiquem os menos aptos, incapazes de singrar em ambientes competitivos e exigentes, pois esses, sabem as suas limitações e jogam pelo seguro, refugiando-se numa falsa "efectividade". Eu encontro desses "profissionais efectivos" às pazadas dentro das empresas portuguesas.

O mais porreiro é quendo vem com a conversa que "ah e tal tu és percário, acaba a obra e vai embora e blá blá blá". "Pois é, sou percário, mas olha lá, quanto ganhas mesmo? Ah ok!" Mas pronto, são "efectivos", seja lá o que é que isso significa hoje em dia....
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44, NVF, Charlie Jaguar

*

asalves

  • Perito
  • **
  • 398
  • Recebeu: 133 vez(es)
  • Enviou: 46 vez(es)
  • +20/-8
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4467 em: Abril 05, 2019, 05:50:50 pm »
Depois há uma diferença....
Os que vão para Vigo não vão trabalhar para Os Estaleiros...

Hijos Barreras  o maior estaleiro Galego tem metade dos Trabalhadores da West Sea,  150
E tem uma carteira de encomendas mais do dobro da west Sea.
Eles vão trabalhar para as empresas Auxiliares.
Ganham muito, trabalham muito e metade vem por fora do recibo!

Em Portugal vão bater à porta do estaleiro, não vão bater à porta da auxiliares!

O modelo de Gestão  dos estaleiros mudou! Já nenhum emprega milhares de trabalhadores.
A Navantia vai enviar 600 para a reforma antecipada!
Os empregadores são as empresas auxiliares que prestam serviços especializados ao estaleiro.


O modelo de gestão dos estaleiros modou

E ao fim do mês o pessoal não quer saber se trabalha para os estaleiros ou para uma das auxiliares. O pessoal quer é contar os €€€ que tem para por em casa. E se as empresas portuguesas continuam a pensar que meia dúzia de migalhas e a "efectividade" vale de alguma coisa então mentalizem-se que se o "modelo de gestão" mudou, a maneira como o pessoal encara o mercado de trabalho e os empregadores também mudou.
Se agora precisam de trabalhadores, depois de toda a pressão que foi feita para liberalizar sem rei nem roque todo o mercado laboral, esse tipo de perspetiva só ai fazer com que fiquem os menos aptos, incapazes de singrar em ambientes competitivos e exigentes, pois esses, sabem as suas limitações e jogam pelo seguro, refugiando-se numa falsa "efectividade". Eu encontro desses "profissionais efectivos" às pazadas dentro das empresas portuguesas.

O mais porreiro é quendo vem com a conversa que "ah e tal tu és percário, acaba a obra e vai embora e blá blá blá". "Pois é, sou percário, mas olha lá, quanto ganhas mesmo? Ah ok!" Mas pronto, são "efectivos", seja lá o que é que isso significa hoje em dia....

Há profissões e profissões, e certas gerações mais recentes (algumas) tem noção que o que conta não é a efetividade mas sim as competências. Pois já toda a gente viu que de nada serve a efetividade quando uma empresa vai à falência.

Conheço casos de freelancers que tem trabalho angariado para 2 anos, tudo depende lá está das competências. Os incompetentes claro agarram-se a efetividade e ás LEIS de trabalho ainda muito rígidas.

Eu como sou "neo-facista ultra liberal adorador do demónio capitalista" acho que quanto menos rígidas as LEIS laborais melhor, pois um funcionário competente é sempre uma mais valia para a empresa, que se tiver uma boa gestão o vai querer garantir na empresa. É claro que há profissões onde não é preciso competências pode haver abusos, mas mesmo assim essa empresa num vai ser melhor do que a outra que garante os melhores funcionários.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: FoxTroop

*

ICE 1A+

  • Analista
  • ***
  • 678
  • Recebeu: 470 vez(es)
  • Enviou: 38 vez(es)
  • +104/-8
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4468 em: Abril 05, 2019, 06:45:38 pm »
Depois há uma diferença....
Os que vão para Vigo não vão trabalhar para Os Estaleiros...

Hijos Barreras  o maior estaleiro Galego tem metade dos Trabalhadores da West Sea,  150
E tem uma carteira de encomendas mais do dobro da west Sea.
Eles vão trabalhar para as empresas Auxiliares.
Ganham muito, trabalham muito e metade vem por fora do recibo!

Em Portugal vão bater à porta do estaleiro, não vão bater à porta da auxiliares!

O modelo de Gestão  dos estaleiros mudou! Já nenhum emprega milhares de trabalhadores.
A Navantia vai enviar 600 para a reforma antecipada!
Os empregadores são as empresas auxiliares que prestam serviços especializados ao estaleiro.


O modelo de gestão dos estaleiros modou

E ao fim do mês o pessoal não quer saber se trabalha para os estaleiros ou para uma das auxiliares. O pessoal quer é contar os €€€ que tem para por em casa. E se as empresas portuguesas continuam a pensar que meia dúzia de migalhas e a "efectividade" vale de alguma coisa então mentalizem-se que se o "modelo de gestão" mudou, a maneira como o pessoal encara o mercado de trabalho e os empregadores também mudou.
Se agora precisam de trabalhadores, depois de toda a pressão que foi feita para liberalizar sem rei nem roque todo o mercado laboral, esse tipo de perspetiva só ai fazer com que fiquem os menos aptos, incapazes de singrar em ambientes competitivos e exigentes, pois esses, sabem as suas limitações e jogam pelo seguro, refugiando-se numa falsa "efectividade". Eu encontro desses "profissionais efectivos" às pazadas dentro das empresas portuguesas.

O mais porreiro é quendo vem com a conversa que "ah e tal tu és percário, acaba a obra e vai embora e blá blá blá". "Pois é, sou percário, mas olha lá, quanto ganhas mesmo? Ah ok!" Mas pronto, são "efectivos", seja lá o que é que isso significa hoje em dia....

Há profissões e profissões, e certas gerações mais recentes (algumas) tem noção que o que conta não é a efetividade mas sim as competências. Pois já toda a gente viu que de nada serve a efetividade quando uma empresa vai à falência.

Conheço casos de freelancers que tem trabalho angariado para 2 anos, tudo depende lá está das competências. Os incompetentes claro agarram-se a efetividade e ás LEIS de trabalho ainda muito rígidas.

Eu como sou "neo-facista ultra liberal adorador do demónio capitalista" acho que quanto menos rígidas as LEIS laborais melhor, pois um funcionário competente é sempre uma mais valia para a empresa, que se tiver uma boa gestão o vai querer garantir na empresa. É claro que há profissões onde não é preciso competências pode haver abusos, mas mesmo assim essa empresa num vai ser melhor do que a outra que garante os melhores funcionários.

Eu já abandonei essa efetividade há muito Tempo!

Saí dos ENVC na época das « vacas gordas »
Saí para me realizar profissionalmente!
Não estava contente com o rumo que as coisas levavam.
Fui para a vizinha Galiza e depois voltei a Portugal  sempre na área Naval.
Voltei a sair em busca de realização

E hoje trabalho na área aeroespacial .

O meu contrato é precário e  o motivo da minha contratação diz : “Retards du programe Rafale."

O Paradigma do mercado de trabalho está a mudar é preciso saber adaptar
Os melhores tem sempre trabalho.

As empresas buscam...precisam

Sou precário mas ganho mais  que o efetivo que fui substituir.
Já me tentaram com um contrato efetivo .... não aceitei!
Prefiro a liberdade de poder escolher, eles precisam de mim, querem? Pagam!

Daqui posso ir fazer casas para Marte!
Não sei......

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: FoxTroop, HSMW, asalves, Fraz

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 7681
  • Recebeu: 334 vez(es)
  • Enviou: 586 vez(es)
  • +225/-205
Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Responder #4469 em: Abril 06, 2019, 12:18:54 pm »
No meio de tanto,  interessante e informativo off-tópic deixo aqui o meu!:

Os estaleiros west Sea tem falta de mão de obra qualificada , fazem falta 150 eletricistas, picheleiros , carpinteiros  , soldadores

Citar
Hoje, se aparecessem 150 trabalhadores nós abríamos-lhes as portas (…). Precisamos de carpinteiros, eletricistas, picheleiros e não conseguimos”,

Tanto profeta da desgraça que deve estar a espumar  veneno pela boca!
Actualmente ja empregam 1300 trabalhadores!

Pode seguir o off-topic  do modelo  eleitoral.

Paguem, tão simples como isso. Sem amendoins não há macacos e, pelos vistos, os "capitalistas" portugueses ainda não perceberam que a lei da oferta e procura, funciona para os dois lados. E para a malta voltar ou, pelo menos, deixar de continuar a sair, não é preciso pagar o que se paga numa Holanda ou Bélgica (que por acaso também estão a ter bastante dificuldades em conseguir suficiente mão de obra qualificada, apesar de terem subido os salários) ou mesmo nem sequer o que se paga aí ao lado em Vigo. Basta pagar decentemente embora entenda que assim sobra menos dinheiro para outras "coisas"

Foxtroop, seu comuna, sempre a desvirtuar os tópicos!!! 600€ por mês não é bom ,não????? E depois como é que sobra dinheiro para os administradores trocarem de BMWs????  :mrgreen: c56x1
« Última modificação: Abril 06, 2019, 12:21:17 pm por P44 »
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF, mayo

 

Passos quer Marinha com nova "abertura ao mar"

Iniciado por zawevo

Respostas: 4
Visualizações: 3372
Última mensagem Maio 15, 2012, 09:42:43 am
por P44
Marinha entrega pela primeira vez comando de navio a mulher

Iniciado por Marauder

Respostas: 38
Visualizações: 11701
Última mensagem Maio 18, 2006, 09:03:15 am
por Pedro Monteiro
Fragatas e Corvetas Portuguesas a vela da Marinha 1815/1860

Iniciado por mkorobok

Respostas: 9
Visualizações: 3683
Última mensagem Julho 12, 2011, 12:13:30 pm
por mkorobok
Fará sentido comprar mais EH-101 para a marinha?

Iniciado por papatango

Respostas: 28
Visualizações: 10075
Última mensagem Setembro 12, 2005, 05:04:26 pm
por Rui Elias
Novo artigo sobre a Esquadrilha de Helicópteros da Marinha

Iniciado por Pedro Monteiro

Respostas: 0
Visualizações: 1803
Última mensagem Maio 06, 2009, 09:03:24 pm
por Pedro Monteiro