GIOE (ex-COE do Batalhão Operacional do RI GNR)

  • 167 Respostas
  • 68683 Visualizações
*

Miguel Silva Machado

  • Perito
  • **
  • 494
  • +0/-0
    • http://www.operacional.pt/
GIOE (ex-COE do Batalhão Operacional do RI GNR)
« em: Dezembro 01, 2005, 12:00:13 am »
Quem estiver interessado em alguma informação sobre a Companhia de Operações Especiais da GNR pode ler no último "Jornal do Exército" (n.º 545 Nov05), o artigo "GNR no CIOE".
Miguel Silva Machado
http://www.operacional.pt/
 

*

Pedro Monteiro

  • Analista
  • ***
  • 816
  • Recebeu: 48 vez(es)
  • Enviou: 8 vez(es)
  • +2/-0
    • http://www.pedro-monteiro.com
Re: COE do Batalhão Operacional do RI GNR
« Responder #1 em: Dezembro 02, 2005, 12:06:37 am »
Citação de: "Miguel Silva Machado"
Quem estiver interessado em alguma informação sobre a Companhia de Operações Especiais da GNR pode ler no último "Jornal do Exército" (n.º 545 Nov05), o artigo "GNR no CIOE".


Acrescentando, a revista "Armas & Munições" no seu último número traz um artigo sobre a COE excelentemente ilustrado.
Cumprimentos,
Pedro Monteiro
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6458
  • Recebeu: 131 vez(es)
  • Enviou: 116 vez(es)
  • +9/-0
(sem assunto)
« Responder #2 em: Dezembro 02, 2005, 12:12:04 am »
Ver também
http://www.forumdefesa.com/forum/viewto ... 3&start=30

Já agora se o membro do fórum 'Miguel Silva Machado' for o TenCor Miguel Silva Machado, autor deste artigo, desde já peço desculpa por estar o colocar o seu artigo no fórum, se achar que esta situação de alguma forma põem em causa os seus direitos de autor retirarei de imediato as imagens.

Com os mais respeitosos cumprimentos
B. Pereira Marques
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 13703
  • Recebeu: 568 vez(es)
  • Enviou: 613 vez(es)
  • +40/-11
Artigo
« Responder #3 em: Dezembro 02, 2005, 02:43:12 pm »
Ai o menino mau  :lol:
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Miguel Silva Machado

  • Perito
  • **
  • 494
  • +0/-0
    • http://www.operacional.pt/
(sem assunto)
« Responder #4 em: Dezembro 02, 2005, 10:08:55 pm »
Citação de: "PereiraMarques"
Ver também
http://www.forumdefesa.com/forum/viewto ... 3&start=30

Já agora se o membro do fórum 'Miguel Silva Machado' for o TenCor Miguel Silva Machado, autor deste artigo, desde já peço desculpa por estar o colocar o seu artigo no fórum, se achar que esta situação de alguma forma põem em causa os seus direitos de autor retirarei de imediato as imagens.

Com os mais respeitosos cumprimentos
B. Pereira Marques


Como deixei claro nas msg anteriores não me aborrece nada que transcrevam os meus artigos, em todo ou em parte, o que não me parece nada correcto (ainda por cima num Forum de Assuntos de Defesa, gente que em principio cumpre boas regras de conduta civica!) é publicarem alguma coisa de outras pessoa e isso não ser claramente assinalado. Só isso nada mais.
O POE que entretanto evoluiu para COE, deu de facto um grande salto em frente.
Um Abraço,
MMachado
Miguel Silva Machado
http://www.operacional.pt/
 

*

Miguel Silva Machado

  • Perito
  • **
  • 494
  • +0/-0
    • http://www.operacional.pt/
Forças "Paramilitares" e "Policiais"
« Responder #5 em: Dezembro 04, 2005, 05:35:48 pm »
O que é, em Portugal, uma força "paramilitar"?
MMachado
Miguel Silva Machado
http://www.operacional.pt/
 

*

Miguel Silva Machado

  • Perito
  • **
  • 494
  • +0/-0
    • http://www.operacional.pt/
Paramilitar ou Policial?
« Responder #6 em: Dezembro 04, 2005, 07:12:53 pm »
É uma solução, mas porque é que havemos de considerar seja o que for se isso está definido na lei?
De acordo com a lei a GNR é uma Força de Segurança e constitui um Corpo Especial de Tropas, cujos elementos que a constituem são Militares da Guarda (têm um estatuto próprio, diferente dos das FFAA);
Podiam assim, à primeira vista, ser incluidos nas FFAA. Mas o que acontece é que a Lei Orgânica de Bases das Forças Armadas e a Lei de Defesa Nacional, só consideram como FFAA os três ramos.
Não está aqui em causa se a GNR devia ou não ser militar, agora o que me parece é que a GNR cumpre acima de tudo (salvo casos muito muito pontuais) missões como Força de Segurança. No caso concreto da COE, o seu principal papel é o combate a situações de de grande violência na zona de acção da GNR, ou seja em Portugal. Pontualmente nas missões exteriores.
Logo, missões como força de segurança, que é de acordo com a Lei de Segurança Interna.
Também se poderia considerar militar, os seus membros são militares da Guarda, etc. Mas no caso em concreto e não havendo no forum "Forças de Segurança" pareceu-me lógico as unidades policiais de elite que é o caso da COE.
Paramilitar é "algo que se assemelha ao militar mas é civil". Organizações que efectuam instrução pré-militar ou pós-militar. Logo não me parece que a GNR aqui se inclua. Talvez a Mocidade Portuguesa ou coisa do género.
MMachado
Miguel Silva Machado
http://www.operacional.pt/
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7497
  • Recebeu: 277 vez(es)
  • Enviou: 99 vez(es)
  • +38/-27
(sem assunto)
« Responder #7 em: Dezembro 04, 2005, 07:20:58 pm »
Citar
Paramilitar é "algo que se assemelha ao militar mas é civil".


Uma milícia, devidamente organizada e com estatutos, como uma sociedade sem fins lucrativos?
Perdoe a minha ingenuidade mas é um tema que julgo importante, ainda mais que acabaram com o SMO.
O que nos pode dizer sobre isso?
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

Miguel Silva Machado

  • Perito
  • **
  • 494
  • +0/-0
    • http://www.operacional.pt/
Milicia?
« Responder #8 em: Dezembro 05, 2005, 11:09:11 pm »
Citação de: "Luso"
Citar
Paramilitar é "algo que se assemelha ao militar mas é civil".

Uma milícia, devidamente organizada e com estatutos, como uma sociedade sem fins lucrativos?
Perdoe a minha ingenuidade mas é um tema que julgo importante, ainda mais que acabaram com o SMO.
O que nos pode dizer sobre isso?


Atenção porque a Constituição da República Portuguesa diz "...Não são consentidas associações armadas nem de tipo militar, militarizadas ou paramilitares...". Em Portugal a "violência organizada" é um exclusivo das Forças de Segurança e das Forças Armadas.
Miguel Silva Machado
http://www.operacional.pt/
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6458
  • Recebeu: 131 vez(es)
  • Enviou: 116 vez(es)
  • +9/-0
Re: COE vs GOE
« Responder #9 em: Dezembro 07, 2005, 03:22:43 am »
Eu até diria que ambas as unidades são desconhecidas da "imprensa e do povo"...Aliás são os "especialistas" da internet e de foruns como o nosso é que propagandearam o GOE, desde a questão do melhor treino, passando pelo 4º lugar numa competição internacional...Depois há outras questões de visibilidade mediática, o GOE pertence à PSP - polícia das áreas urbanas e com maior criminalidade -e a COE pertence à GNR - polícia das áreas rurais e com menor criminalidade, logo com menores hipóteses de intervenção e de serem notadas pela "imprensa e pelo povo".

A título de exemplo, a carga policial realizada durante os confrontos na Ponte 25 de Abril foi feita pelas Companhias de Ordem Pública do RI da GNR, mas toda a gente julga que foi feita pelo Corpo de Intervenção da PSP...

Cumprimentos
B. Pereira Marques
 

*

Lince

  • Moderador Global
  • *****
  • 245
  • +0/-0
    • http://forumdefesa.com
Re: Paramilitar ou Policial?
« Responder #10 em: Dezembro 07, 2005, 04:02:29 pm »
Citação de: "Miguel Silva Machado"
É uma solução, mas porque é que havemos de considerar seja o que for se isso está definido na lei?
De acordo com a lei a GNR é uma Força de Segurança e constitui um Corpo Especial de Tropas, cujos elementos que a constituem são Militares da Guarda (têm um estatuto próprio, diferente dos das FFAA);
Podiam assim, à primeira vista, ser incluidos nas FFAA. Mas o que acontece é que a Lei Orgânica de Bases das Forças Armadas e a Lei de Defesa Nacional, só consideram como FFAA os três ramos.
Não está aqui em causa se a GNR devia ou não ser militar, agora o que me parece é que a GNR cumpre acima de tudo (salvo casos muito muito pontuais) missões como Força de Segurança. No caso concreto da COE, o seu principal papel é o combate a situações de de grande violência na zona de acção da GNR, ou seja em Portugal. Pontualmente nas missões exteriores.
Logo, missões como força de segurança, que é de acordo com a Lei de Segurança Interna.
Também se poderia considerar militar, os seus membros são militares da Guarda, etc. Mas no caso em concreto e não havendo no forum "Forças de Segurança" pareceu-me lógico as unidades policiais de elite que é o caso da COE.
Paramilitar é "algo que se assemelha ao militar mas é civil". Organizações que efectuam instrução pré-militar ou pós-militar. Logo não me parece que a GNR aqui se inclua. Talvez a Mocidade Portuguesa ou coisa do género.
MMachado

Se a isto tudo que disse juntarmos a definição de paramilitar do dicionário online da língua portuguesa:

Citar
paramilitar:
adj. 2 gén.,
diz-se de organização que tem a estrutura e a disciplina militar, mas não faz parte das forças militares de um país.


Penso que será pacifico definir a GNR como uma força paramilitar.
Cumprimentos

 

*

papatango

  • Investigador
  • *****
  • 5580
  • Recebeu: 9 vez(es)
  • +1/-0
    • http://www.areamilitar.net
(sem assunto)
« Responder #11 em: Dezembro 07, 2005, 04:25:11 pm »
Se formos analisar a História, o que encontramos é que a GNR foi criada, para se opor ao poder do exército, que era na sua imensa maioria monarquico.

Ou seja, os oficiais do exército, eram maioritariamente fiéis ao Rei e contrários à República.

A Guarda Repúblicana foi criada para ter capacide de se opôr ao exército, e durante os primeiros anos da República, era efectivamente mais poderosa que o exército.

Basta referir, por exemplo, que os primeiros carros blindados portugueses foram da Guarda Repúblicana.

Portanto na sua génese, a GNR, é efectivamente uma força militar, não sendo um ramo das Forças Armadas, porque na origem foi feita para se opor ás forças armadas tradicionais.

Pessoalmente sou favorável a que as funções civis da GNR passem para a PSP e que a parte mais militarizada da GNR (forças especiais, forças de choque, unidades de cavalaria)  deixe de ter complexos e se assuma como força militar que é, numa situação em que já não serve para se opor ao exército, servindo sim como complemento.

My two cents.
 

*

Miguel Silva Machado

  • Perito
  • **
  • 494
  • +0/-0
    • http://www.operacional.pt/
Re: Paramilitar ou Policial?
« Responder #12 em: Dezembro 07, 2005, 11:27:57 pm »
Citação de: "Lince"
Citação de: "Miguel Silva Machado"
É uma solução, mas porque é que havemos de considerar seja o que for se isso está definido na lei?
De acordo com a lei a GNR é uma Força de Segurança e constitui um Corpo Especial de Tropas, cujos elementos que a constituem são Militares da Guarda (têm um estatuto próprio, diferente dos das FFAA);
Podiam assim, à primeira vista, ser incluidos nas FFAA. Mas o que acontece é que a Lei Orgânica de Bases das Forças Armadas e a Lei de Defesa Nacional, só consideram como FFAA os três ramos.
Não está aqui em causa se a GNR devia ou não ser militar, agora o que me parece é que a GNR cumpre acima de tudo (salvo casos muito muito pontuais) missões como Força de Segurança. No caso concreto da COE, o seu principal papel é o combate a situações de de grande violência na zona de acção da GNR, ou seja em Portugal. Pontualmente nas missões exteriores.
Logo, missões como força de segurança, que é de acordo com a Lei de Segurança Interna.
Também se poderia considerar militar, os seus membros são militares da Guarda, etc. Mas no caso em concreto e não havendo no forum "Forças de Segurança" pareceu-me lógico as unidades policiais de elite que é o caso da COE.
Paramilitar é "algo que se assemelha ao militar mas é civil". Organizações que efectuam instrução pré-militar ou pós-militar. Logo não me parece que a GNR aqui se inclua. Talvez a Mocidade Portuguesa ou coisa do género.
MMachado

Se a isto tudo que disse juntarmos a definição de paramilitar do dicionário online da língua portuguesa:

Citar
paramilitar:
adj. 2 gén.,
diz-se de organização que tem a estrutura e a disciplina militar, mas não faz parte das forças militares de um país.

Penso que será pacifico definir a GNR como uma força paramilitar.


Pacífico, para o Forum, será, agora que em Portugal essa designação não tem expressão nas leis e regulamentos que se aplicam à GNR, não tem. Mas cá por mim chamem-lhe o que quiserem.
Miguel Silva Machado
http://www.operacional.pt/
 

*

Lince

  • Moderador Global
  • *****
  • 245
  • +0/-0
    • http://forumdefesa.com
Re: Paramilitar ou Policial?
« Responder #13 em: Dezembro 08, 2005, 12:24:27 am »
Citação de: "Miguel Silva Machado"
Pacífico, para o Forum, será, agora que em Portugal essa designação não tem expressão nas leis e regulamentos que se aplicam à GNR, não tem. Mas cá por mim chamem-lhe o que quiserem.


A designação "paramilitar" foi uma definição que adoptamos para enquadrar temas relacionados com forças como a GNR, Gendarmeri, Carabinieri, Guardia Civil etc.
Cumprimentos

 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 1683
  • Recebeu: 378 vez(es)
  • Enviou: 998 vez(es)
  • +20/-0
(sem assunto)
« Responder #14 em: Dezembro 08, 2005, 03:46:03 am »
O que e' que o nosso caro coronel pensa da ideia do PT — de fundir a parte 'policial' da GNR com a PSP e agregar na GNR os corpos especiais e de maior poder de choque das duas corporacoes, acentuando a componente de complemento 'as FFAA —, que ja' foi discutida com alguma profundidade noutros topicos.

E ja' agora, esta ideia, ou outra analoga, ja' foram discutidas no meio militar/policial?

Cumprimentos.
 

 

Chaimite no "Operacional"

Iniciado por Miguel Silva MachadoQuadro Exército Português no ForumDefesa.com

Respostas: 11
Visualizações: 3462
Última mensagem Março 30, 2009, 04:06:05 pm
por Lancero
O "Operacional" vai fechar!

Iniciado por Miguel Silva MachadoQuadro Área Livre-Outras Temáticas de Defesa

Respostas: 7
Visualizações: 1088
Última mensagem Novembro 24, 2010, 04:24:27 pm
por sergio21699
Eleições 2009 no "Operacional"

Iniciado por Miguel Silva MachadoQuadro Portugal

Respostas: 0
Visualizações: 656
Última mensagem Setembro 08, 2009, 11:00:06 pm
por Miguel Silva Machado
BD no "Operacional" - La nuit du Caracal

Iniciado por Miguel Silva MachadoQuadro Livros-Revistas-Filmes-Documentários

Respostas: 0
Visualizações: 697
Última mensagem Setembro 09, 2009, 10:42:15 pm
por Miguel Silva Machado
MAJOR-GENERAL RAUL CUNHA FALA AO “OPERACIONAL”

Iniciado por Miguel Silva MachadoQuadro Exército Português no ForumDefesa.com

Respostas: 9
Visualizações: 2747
Última mensagem Março 25, 2010, 12:00:35 pm
por ACADO