Ser Policia em Portugal

  • 18 Respostas
  • 16271 Visualizações
*

Rui Nogueira

  • 2
  • +0/-0
Ser Policia em Portugal
« em: Outubro 06, 2011, 09:09:42 pm »
Ola a todos,

Sou agente da Policia britanica, vim pra este pais ha 6 anos e ingressei na policia. tenho uma imensa curiosidade em relacao a realidade em ser policia em portugal. Qual e a realidade? Sao os agentes bem pagos?? Quais os turnos que se pode trabalhar?? O equipamento e adequado??

Agradeco qualquer feedback.

Obrigado, Rui
 

*

Trafaria

  • Investigador
  • *****
  • 1951
  • Recebeu: 36 vez(es)
  • Enviou: 57 vez(es)
  • +0/-0
Re: Ser Policia em Portugal
« Responder #1 em: Outubro 06, 2011, 10:24:54 pm »
Sou policia há mais de 20 anos e gostaria imenso de lhe responder.
Mas foi demasiadamente abrangente e generalista na formulação das suas perguntas.
Mais facilmente responderia a quem me perguntasse quantas estrelas há no céu.

Se é policia saberá certamente que tudo o que perguntou é muito relativo... não será o mesmo ser agente na city ou numa sleeping village... etc...  seja mais especifico e terei muito prazer em debater consigo.

cpts
::..Trafaria..::
Fórum da PSP
 

*

Rui Nogueira

  • 2
  • +0/-0
Re: Ser Policia em Portugal
« Responder #2 em: Outubro 07, 2011, 06:17:51 pm »
Tem toda a razao, a pergunta e muito generalista.
Sou policia em Birmingham que e a segunda maior cidade de Inglaterra.
Apesar de haver varias forcas policiais no reino unido, que sao separadas por regioes, nao existe diferentes tipos de forcas policias como em Portugal ( PJ, GNR, PSP etc). Uma forca Policial como a minha ( West Midlands Police, a segunda maior forca policial do pais) e constituida por varios departamentos. Response ( De que eu faco parte) basicamente respondem a chamadas do 999 (112) e sao sempre os primeiros normamente em qualquer tipo de incidente. Neighbourhood teams- sao equipes que normalmente sao responsaveis por determinados bairros. CID, que investigam ofencas que acarretam maior penas. OFU - Operation firearms unit, que e unidade armada da policia ( No reino unido os policias de maneira geral nao andam armados).

Na minha unidade ( Response ) trabalhamos 24 x 7. Eu faco 2 turnos das 0700 as 1600 horas, 2 turnos 1500 as 0000 hours e 2 turnos das 2200 as 0700 horas e 4 dias de descanso. Se os turnos das 1500 calham a sexta ou sabado entao sao alterados para as 1700 ate as 0300 horas.  Uma unidade e constituida por cerca de 32 homens e mulheres e sao reponsaveis por parte da regiao. Numa sexta ou sabado a noite este numero nunca e suficiente.  Na maioria dos casos todos os agentes sao treinados em " Public order " ( corpo de intervencao), e em caso de um incidente em qualquer parte da regiao os agentes sao mobilizados. Nao podemos sair da esquadra sem colete a prova de bala.
Um agente em inicio de carreira aufere cerca de £25000 por ano e recebe incrementos todos os anos ate a atingir o maximo que sao 10 anos e o valor sao cerca de £38000. Qualquer agente depois de ter completado 2 anos de carreira pode progredir na carreira por exames e intervistas e vai para Sargento, Inpector, Inspector chefe, Superintendente e por ai fora.
Um agente se ultrapassa o seu horario de trabalho e pago automaticamente horas extraordinarias ou devolvido o tempo em folga. A primeira meia hora nao e paga, e para a rainha. Se for chamado num dia de descanso e pago a dobrar ou se o dia de trabalho calhar num feriado.
Apesar da minha unidade ser de resposta rapida somos miotas vezes obrigados a continuar com a investigacao, apesar do tempo ser curto quando se esta num carro sempre a ser despachado para outros servicos.
A mentalidade em geral da Policia britanica e que somos muito " soft" em lidar com os nossos "clientes". De uma maneira em geral ha uma ideia que deveriamos mais ser como a policia portugeusa, espanhola, etc. Que tem fama de serem mais duros.

Espero que tebha ajudao em perceber a realidade que se vive aqui e gostaria que se pudesse comparasse com a realidade em Portugal.

Cumprimentos,

Rui
 

*

Trafaria

  • Investigador
  • *****
  • 1951
  • Recebeu: 36 vez(es)
  • Enviou: 57 vez(es)
  • +0/-0
Re: Ser Policia em Portugal
« Responder #3 em: Outubro 10, 2011, 04:18:53 pm »
Olá Rui,
Desculpa a demora.
De facto em Portugal as forças e serviços de segurança estão organizados e estruturados de uma maneira muito diferente e mais complexa. Não sei se é melhor se pior, o importante no fim de contas é que funcione. Mas pessoalmente penso que a simplificação pode ser amiga da eficiência.

Em Portugal, e simplificadamente explicando, temos uma organização dual de forças, à semelhança de muitos outros países do sul e centro da Europa. Uma é civil, a PSP, e outra é militar, a GNR (de tradição gendarmica – não pertence às forças armadas). Ambas actuam em todo o espaço nacional mas para efeitos de patrulhamento, segurança do território, ordem e tranquilidade pública, estamos separados, cada força tem a sua área de actuação: a PSP nas cidades e a GNR no resto, genericamente.

Mas como somos forças policiais de competências genéricas, as nossas atribuições são vastas, temos outras funções que estão entregues a uma ou outra força e que desenvolvemos em todo o território. Por exemplo a PSP (à qual pertenço) tem a segurança pessoal (VIPs, testemunhas, etc…) em todo o país, somos quem licenciamos as armas e os seguranças privados também em todo o pais… etc…
A GNR, e também a titulo de exemplo, tem à sua responsabilidade o controlo da costa e uma unidade de socorro para atender a calamidades e incêndios… e muito mais.
Ambas as forças possuem unidades de operações especiais, de intervenção (forças anti-motim, reserva), e de investigação criminal.

Na domínio da Investigação criminal estamos limitados a inquéritos e crimes cuja moldura penal não exceda os 5 anos de prisão – isto dito de uma forma simplificada. Dai para cima existe a PJ que corresponde de certa forma ao vosso Serious Organized Crime Agency (acho que é esta a designação). Esta força, que só admite pessoas com formação escolar superior, praticamente só investiga e depende do ministério da justiça enquanto a generalidade das outras forças policiais dependem do ministério da administração interna.

Na “minha” polícia, a PSP, temos um limite de horas de trabalho como referencia, são 36. Mas atenção, é apenas uma referência; todavia em circunstâncias normais são respeitadas. Quando esse limite é ultrapassado, e é-o frequentemente, somos compensados com dias de folga. Não recebemos pelas horas extraordinárias.
Os horários variam muito de serviço para serviço. O pessoal da patrulha faz turnos de 6 horas, aqui tens um exemplo:

 19h00/01h00
 19h00/01h00
 13h00/19h00
 13h00/19h00
 07h00/13h00
 07h00/13h00
 01h00/07h00
 01h00/07h00
 Folga,
Folga,
 19h00/01h00
 e continua …

O vencimento de um jovem agente acabadinho de sair da escola é de pouco mais de mil euros (limpos).

Para progredir na carreira aqui é mais complicado.
Actualmente um agente não pode passar da classe de subchefes (sargentos) sem frequentar a escola superior da policia. Portanto só pode chegar à classe de oficiais se fizer um curso de 5 anos. Até há poucos anos atrás não era necessário, havia uma organização de carreiras idêntica à vossa (em que um sargent podia concorrer a inspector e fazia apenas um curso com a duração de um ano lectivo – isso acabou. Mas está muito mal, não concordo, mas isso poderemos falar noutra ocasião).

Quanto ao facto de vocês serem muito soft comparativamente connosco é mais mito que outra coisa. Não acho que vocês sejam tão “meiguinhos” como por aqui algumas pessoas pensam e nós estamos muito mais condicionados no uso da força do que visto daí possa parecer.
Uma enorme diferença: um inglês em Portugal nao pode ser policia; só cidadãos nacionais.
Um abraço,
::..Trafaria..::
Fórum da PSP
 

*

PENSADOR

  • 14
  • +0/-0
Re: Ser Policia em Portugal
« Responder #4 em: Outubro 18, 2011, 09:35:52 pm »
Eu explico-lhe:

O problema da PSP é mais grave que aquilo que vai transpirando para o exterior. Neste momento os seus profissionais encontram-se completamente desmotivados, sem qualquer incentivo profissional dado que o ambiente interno nunca foi bom e com todos estes problemas conjunturais piorou.

Quando falo em ambiente interno refiro-me à completa falta de diálogo entre as pessoas das mais diferentes hierarquias que não incentivam o diálogo entre si coisa que se esperava dos oficiais provindos do ISCPSI uma vez que possuem (pensava eu) outra formação. Mas o que é facto é que agem de forma diferente, excepto algumas pessoas, no sentido de não permitir que o que quer que seja que possa florescer o possa fazer de forma saudável. Refiro-me por exemplo ao egoismo desses senhores que só pensam na sua carreira, no curriculum vitae, em ascender, ficando a PSP para trás, e o resto por inerência. Outra situação é o facto da PSP possuir hoje em dia muitos agentes com formação superior a nível de Mestrado e Doutoramento e o fim dessa massa humana valiosa tem sido ABANDONAR a instituição quando poderiam ser incentivados a ficar e dessa forma dar prestigio à instituição mas os senhores oficiais são como os eucaliptos!!

Mais, neste momento posso arriscar a dizer que mais de metade do efectivo toma medicamentos para aguentar o ambiente interno, bem como o externo sem apoio nenhum, completamente abandonados pela hierarquia!! E ainda ameaçam os elementos com processos senão autuam, se não trazem detenções, que os tiram dos lugares onde estão etc, etc, etc...
 

*

Camuflage

  • Especialista
  • ****
  • 1166
  • Recebeu: 58 vez(es)
  • Enviou: 25 vez(es)
  • +2/-3
Re: Ser Policia em Portugal
« Responder #5 em: Outubro 18, 2011, 09:57:53 pm »
Apesar do tamanho desconforto a inércia continua, todos se calam e preferem tomar o comprimido do silêncio. Quando saem à rua a questão passa apenas por salários... Como podem querer mudar algo se não fazem nada por isso?
 

*

Trafaria

  • Investigador
  • *****
  • 1951
  • Recebeu: 36 vez(es)
  • Enviou: 57 vez(es)
  • +0/-0
Re: Ser Policia em Portugal
« Responder #6 em: Outubro 18, 2011, 10:36:52 pm »
O pensador deve começar a pensar em escrever sem exagerar.

A PSP, por muito que isso custe a alguns tipos condicionados pela cegueira sindical, vive em paz.
::..Trafaria..::
Fórum da PSP
 

*

PENSADOR

  • 14
  • +0/-0
Re: Ser Policia em Portugal
« Responder #7 em: Outubro 19, 2011, 01:25:31 pm »
Trafaria

Está muito enganado pois eu nunca fui, nem sou, sindicalista, nem nunca fiz parte de sindicato nenhum. Aliás, nunca vi utilidade nos sindicatos (associações) uma vez que pouco ou nada fazem.
Não sou duro nas palavras que escrevi, sou realista. E não confunda acreditar na instituição com não acreditar nas pessoas que compõem a instituição que apenas olham para os seus umbigos, na ascensão na carreira, abandonando tudo e todos em nome de princípios errados.
Quando falamos sobre algo devemos fazê-lo com isenção e sermos imparciais nos juízos que construimos e não criar ilusões em nós mesmos queremos acreditar que tudo está bem e bonito porque nada está bem e basta ver o exemplo dos indíces remuneratórios. Por aqui se vê a competência de quem decidiu!!
O senhor sabe também que as pessoas não estão bem, estão totalmente desmotivadas. Mais, 90% do efectivo se pudesse abandonar a instituição fa-lo-ia sem olhar para trás. Mais, o senhor vê pessoas a abandonar a instituição mas não vê ninguém a querer vir para cá. Mais, a vergonha dos últimos recrutamentos que se reflectem posteriormente negativamente na vida institucional. Mais, a quantidade de pessoas que estão de baixa psicológica por não aguentarem o ambiente nem a vida policial em que as pessoas são muito mal pagas, enxovalhadas, desacreditadas, abandonadas pela hierarquia em nome de filosofias castrenses retrogradas.
Não é pintarmos quadros bonitos para o exterior quando a realidade é outra.
A classe política gosta tanto de nós que manda a empregada da limpeza receber-nos!!!!!!!
 

*

PENSADOR

  • 14
  • +0/-0
Re: Ser Policia em Portugal
« Responder #8 em: Outubro 19, 2011, 11:34:24 pm »
Trafaria

E ainda lhe digo mais, a PSP vive uma paz podre pois as pessoas acobardaram-se uma vez não querem sair dos lugares onde estão!! É essa a paz que o senhor tem!!
 

*

PENSADOR

  • 14
  • +0/-0
Re: Ser Policia em Portugal
« Responder #9 em: Outubro 20, 2011, 10:35:00 am »
Trafaria

Parece que ficou se palavras...veja a notícia do Diário de Notícias (edição on-line de 2011-10-20) no que se refere aos aumentos vergonhosos dos "nossos" "doutos" "colegas" directores...viva à paz na PSP...está tudo bem!!!!!!
 

*

PENSADOR

  • 14
  • +0/-0
Re: Ser Policia em Portugal
« Responder #10 em: Outubro 20, 2011, 10:38:08 am »
É uma traição para com os homens e mulheres que todos os dias patrulham as ruas das cidades de Portugal, que dão a cara pela instituição sem apoio nenhum hierárquico que apenas pensam em servir-se da instituição para atingirem os seus tristes e mesquinhos objectivos que é delapidar os valores democráticos que deveriam pautar a sua conduta. São estes os exemplos que vêm de cima!!Acho piada obrigarem as pessoas a participar, internamente, nas reuniões anti-corrupção!!! Onde está a moral?! Ainda por cima a culpa por eu e outros não estarmos colocados nos indíces é destes senhores que nada fazem, sobem nas carreiras através da brisa que sopra no cuzinho e os vai elevando. Pessoas que apenas assinam papéis que outros já levam preparadinhos...
 

*

Camuflage

  • Especialista
  • ****
  • 1166
  • Recebeu: 58 vez(es)
  • Enviou: 25 vez(es)
  • +2/-3
Re: Ser Policia em Portugal
« Responder #11 em: Outubro 20, 2011, 06:58:03 pm »
Amanhã é um novo dia e vão todos trabalhar como se nada tivesse ocorrido... noticias para entreter nada mais.
 

*

leomendes

  • Membro
  • *
  • 1
  • +0/-0
Re: Ser Policia em Portugal
« Responder #12 em: Junho 03, 2017, 06:37:47 pm »
  Saudações a todos!
  Sei que o tópico é antigo, mas esse assunto se tornou presente em minha discussões no trabalho.
  Sou Policial no Rio de Janeiro, Brasil. Assim, como eu,  os 2 outros  componentes de minha equipe de trabalho estão regularizando os documentos para a obtenção da cidadania Portuguesa por atribuição.
  Nesses casos, uma vez cidadãos com dupla cidadania,  nos seria permitido ingressar nos quadros das forças policiais de Portugal?
  Perdoem-me por não falar nada do meu trabalho aqui no Brasil,  mas após ler os relatos anteriores dos colegas,  fico até envergonhado em relatar as condições trabalho, escalas de serviços, remunerações e equipamentos usados.
  Um forte abraço, Força e Honra!
 
« Última modificação: Junho 03, 2017, 11:59:15 pm por leomendes »
 

*

overlord

  • Membro
  • *
  • 84
  • Recebeu: 5 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +0/-0
Re: Ser Policia em Portugal
« Responder #13 em: Junho 05, 2017, 11:02:03 pm »
  Saudações a todos!
  Sei que o tópico é antigo, mas esse assunto se tornou presente em minha discussões no trabalho.
  Sou Policial no Rio de Janeiro, Brasil. Assim, como eu,  os 2 outros  componentes de minha equipe de trabalho estão regularizando os documentos para a obtenção da cidadania Portuguesa por atribuição.
  Nesses casos, uma vez cidadãos com dupla cidadania,  nos seria permitido ingressar nos quadros das forças policiais de Portugal?
  Perdoem-me por não falar nada do meu trabalho aqui no Brasil,  mas após ler os relatos anteriores dos colegas,  fico até envergonhado em relatar as condições trabalho, escalas de serviços, remunerações e equipamentos usados.
  Um forte abraço, Força e Honra!
 

É permitido desde que tenham idade e passem nas provas de admissão
 

*

Trafaria

  • Investigador
  • *****
  • 1951
  • Recebeu: 36 vez(es)
  • Enviou: 57 vez(es)
  • +0/-0
Re: Ser Policia em Portugal
« Responder #14 em: Junho 07, 2017, 01:17:23 am »
Tendo nacionalidade portuguesa, com naturalidade exterior ao território nacional, apenas está legalmente impedido de se candidatar à Presidência da Republica.
::..Trafaria..::
Fórum da PSP
 

 

Filipe I(II);Filipe II(III); Filipe III(IV) Reis de Portugal

Iniciado por TemplárioQuadro Livros-Revistas-Filmes-Documentários

Respostas: 0
Visualizações: 853
Última mensagem Abril 07, 2010, 01:22:56 pm
por Templário
Portugal "sem fronteiras"

Iniciado por TOMKATQuadro Portugal

Respostas: 6
Visualizações: 2201
Última mensagem Maio 10, 2006, 10:15:52 pm
por superbuzzmetal
"Napoleão e Portugal"

Iniciado por JoseMFernandesQuadro Livros-Revistas-Filmes-Documentários

Respostas: 5
Visualizações: 3015
Última mensagem Maio 22, 2006, 11:22:13 pm
por Luso
Iniciativa "Compromisso Portugal"

Iniciado por Tiger22Quadro Portugal

Respostas: 0
Visualizações: 1316
Última mensagem Fevereiro 11, 2004, 04:12:19 pm
por Tiger22
Winchester "vem" para Portugal

Iniciado por LusoQuadro Exército Português no ForumDefesa.com

Respostas: 0
Visualizações: 1699
Última mensagem Janeiro 31, 2006, 08:52:09 pm
por Luso