Mensagens recentes

Páginas: [1] 2 3 4 5 6 ... 10
1
Armadas/Sistemas de Armas / Re: Notícias (Armadas/Sistemas de Armas)
« Última mensagem por tenente em Hoje às 08:22:28 pm »
Raytheon delivers RAM launcher for Mexican Navy POLA OPV


US Navy photo of a RAM system in action

US weapon manufacturer Raytheon announced it has delivered a Rolling Airframe Missile (RAM) launcher for the Mexican Navy’s long-range off-shore patrol vessel (Patrulla Oceánica de Largo Alcance, or POLA).

The RAM Block 2 supersonic, quick reaction, fire-and-forget missile to counter enemy anti-ship missiles. This latest version features a larger rocket motor, advanced control section and an enhanced radio frequency receiver.

The US state department approved the sale of RAM missiles and MK 54 Mod 0 lightweight torpedoes to Mexico in January 2018. A total of 23 Block II (RAM) tactical missiles were approved for sale.

Raytheon says this was the first delivery of a RAM product to a Latin American country.
“RAM Block 2 protects ships against a long list of constantly evolving threats,” said Mitch Stevison, Raytheon Air and Missile Defense Systems vice president. “With RAM protecting its frigate, Mexico not only enhances its maritime posture, but they also expand their naval support of national security and defense of critical sea lanes.”

The Mexican Navy POLA OPV is based on Damen’s SIGMA 10514 vessel design and measures 107 meters in length. It is set to be launched in November this year. Further outfitting and trials will proceed in 2019 while delivery and commissioning are expected in 2020.

https://navaltoday.com/2018/10/23/raytheon-delivers-ram-launcher-for-mexican-navy-pola-opv/

Um RAM para um OPV, mas que sacrigélio !!!!!!

Abraços

3
Marinha no ForumDefesa.com / Re: MLU às VdG e/ou BD - Hipóteses
« Última mensagem por tenente em Hoje às 06:37:50 pm »
Vamos ficar ao nível da Bélgica.

Nem por isso. Dentro de 5 a 7 anos, a Bélgica vai ter duas fragatas 'state of the art' e seis MCM novos.

O que me surpreende é que só agora o pessoal está a acordar, quando há três anos que se sabia disto -- como o tenente bem apontou! Ha três anos que alguns de nós andam a dizer que vamos ter dos NPOs mais bem armados do mundo. Temos condições para, com três navios com 30 anos, dominar toda a costa de africana entre o Marrocos e a África do Sul (com esses dois países é melhor não nos esticarmos muito).


O que venho dizendo quanto á substituição das VdG é muito provável que aconteça ainda vamos acabar por daqui a uns cinco anos ir ás compras á Holanda ou á Bélgica para ficarmos com duas ou três M's deles.

Só um aparte a Bélgica já se decidiu pelo substituto do F16, será o F35, tal e qual como cá pelo burgo   :dormir: :dormir: :dormir: :dormir:!!!!

https://www.reuters.com/article/us-aerospace-belgium/belgium-chooses-lockheeds-f-35-over-eurofighter-belga-idUSKCN1MW1J7

Abraços
4
Exércitos/Sistemas de Armas / Re: Exército dos EUA
« Última mensagem por Lusitano89 em Hoje às 06:17:43 pm »
5
Marinha no ForumDefesa.com / Re: MLU às VdG e/ou BD - Hipóteses
« Última mensagem por tenente em Hoje às 06:15:26 pm »
À muito que venho dizendo que esta MLU é uma palhaçada pegada, sobretudo às VDG. Mas para "dourar a pílula" com 2 fragatas dignas desse nome, ainda vão adquirir um abastecedor e um LPD. Ou seja, com isto nem se quisermos ir à Patagónia Argentina, chatearmos os argies (até com os Pucara e Pampa nos dão uma coça, já para não falar do que resta daquela marinha, e ainda nos conquistam a Madeira)...  :o ::) :P ;)

Cumprimentos

E não te esqueças que ficaremos com dez, DEZ, NPO's como se necessitássemos de tal numero de patrulhas oceânicos.........

Pelo caminho que se está a levar daqui a vinte anos a nossa marinha só terá navios Patrulha, serão cerca de 25, entre NPO's, LFC e lanchas de 100 Tons + dois submarinos a precisar de serem substituídos, um NPL e um AOR, Fragatas para quê ??
Não existe ninguém na MdG que se insurja contra este caminho que se está a seguir e diga a estes srs que temos de ter meios de combate efectivo para uma MdG e não só possuirmos meios para uma MdP, Marinha de Patrulha, vulgo Guarda Oceânica/Costeira ???

Os politicozecos de pacotilha que temos tido como mDN, e não só, aos poucos lá vão desmembrando as FFAA e destruindo o pouco poder combativo que lhes resta, e, para essa destruição planeada, nem de inimigos externos as FFAA precisam a quinta coluna, os tais das reformas militares e afins, lá vão fazendo o trabalho casa !!!

Nem dinheiro tivemos para adquirir as duas marlin para os NRP Sines e Setubal, não temos dinheiro para comprar mais helis, mais blindados 4X4, fazer os upgrades ou substituir os F16, comprar as benditas armas ligeiras para substituir a G3, só para  mencionar alguns equipamentos, mas o OE 2019 tem cerca de 400 milhões para ajudar o Novo Banco ??!!
E ainda esses meninos do COIRO, vem depois falar em LPM's, reforço do OE para as FFAA, e em adquirirmos mais seis NPO's um NPL e um AOR, mas que lata e cara de pau a destes gajos .

Abraços
6
Portugal / Re: Sector Vinícola
« Última mensagem por Lusitano89 em Hoje às 05:48:36 pm »
Sabrosa quer fazer vinho oficial da viagem circum-navegação


7
Portugal vai receber 100 refugiados que estão na Grécia
https://tvi24.iol.pt/sociedade/eduardo-cabrita/portugal-vai-receber-100-refugiados-que-estao-na-grecia/


Citar
Portugal vai receber 100 refugiados que estão em campos na Grécia no âmbito de um acordo entre os dois países, podendo este número chegar aos mil no próximo ano, anunciou hoje à Lusa o ministro da Administração Interna.

O acordo entre Portugal e Grécia foi alcançado durante a visita de dois dias que Eduardo Cabrita efetuou àquele país.

Os dois países vão apresentar à Comissão Europeia um projeto de programa bilateral de transferência de refugiados da Grécia para Portugal”, disse à agência Lusa o ministro, que hoje termina a visita.

O governante avançou que este programa vai começar com um projeto piloto de 100 pessoas, podendo depois ser alargado, ao longo de 2019, até cerca de mil refugiados.

Segundo Eduardo Cabrita, a estas 100 pessoas será atribuído um estatuto legal definido na Grécia.

Na sequência de entrevistas que vão ser realizadas por equipas portuguesas em campos de refugiados na Grécia, vai ser atribuído a estas 100 pessoas o estatuto de refugiado.

O ministro referiu que, para já, ainda não é possível estabelecer uma data quanto à chegada destes cem refugiados a Portugal, dependendo da realização das entrevistas de seleção e da apresentação da proposta conjunta à UE.
Eduardo Cabrita explicou que existem na União Europeia recursos disponíveis para apoiar processos de integração, sublinhando que a proposta apresentada à Comissão Europeia “tem fundamentalmente a ver com o modelo de financiamento”.
Temos um acordo de princípio, agora vamos discutir aspetos técnicos”, disse.

Eduardo Cabrita sublinhou igualmente que este acordo é encarado pelos governos de Portugal e Grécia “como um contributo para que se encontrem na Europa soluções permanentes e estáveis para tratar à escala europeia o tema das migrações e refugiados”.
Durante a visita à Grécia, Eduardo Cabrita teve encontros com os ministros gregos da Política de Migrações, do Interior e da Proteção dos Cidadãos, além de ter visitado na ilha de Samos, o contingente da Guarda Nacional Republicana e do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, integrados em missão da agência europeia de controlo de fronteiras Frontex.

O ministro da Administração Interna avançou ainda à Lusa que chegaram hoje a Portugal sete refugiados sírios que tinham deixado Portugal e estavam na Alemanha.

“Chegaram hoje as primeiras sete pessoas no âmbito do programa bilateral com a Alemanha sobre o controlo de movimentos secundários”, disse, frisando que Portugal foi o primeiro país da União Europeia a assinar um acordo desta natureza.

O acordo bilateral com a Alemanha sobre movimentos secundários de requerentes de asilo foi assinado em setembro.

Segundo o Ministério da Administração Interna, este acordo agiliza o processo de retoma relativamente a pessoas que, tendo inicialmente solicitado proteção internacional num dos países, tenham também indevidamente solicitado o mesmo estatuto no outro, ou que aí permaneçam em situação irregular.

Um comunicado entretanto divulgado pelo Ministério refere que estas sete pessoas, duas das quais menores, vão ser acolhidas no Centro de Acolhimento do Conselho Português para os Refugiados, na Bobadela (Loures).

Quem venham mais mil, pois trabalho não vai faltar.  :P 8)
8
Marinha no ForumDefesa.com / Re: MLU às VdG e/ou BD - Hipóteses
« Última mensagem por zawevo em Hoje às 05:17:18 pm »
Está aqui
9
Marinha no ForumDefesa.com / Re: MLU às VdG e/ou BD - Hipóteses
« Última mensagem por Cabeça de Martelo em Hoje às 04:36:31 pm »
Lembro-me de ter visto num video no youtube e era para ameaças assimétricas.
10
Marinha no ForumDefesa.com / Re: MLU às VdG e/ou BD - Hipóteses
« Última mensagem por NVF em Hoje às 03:30:13 pm »
Creio que a Marinha já testou essa capacidade (Sea Sparrow contra alvos de superfície) há uns anos atrás. É uma mais valia para enfrentar navios de menor porte. Deve haver notícia neste tópico.
Páginas: [1] 2 3 4 5 6 ... 10