Mensagens recentes

Páginas: [1] 2 3 4 5 6 ... 10
1
Marinha no ForumDefesa.com / Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Última mensagem por ICE 1A+ em Maio 22, 2018, 11:27:06 pm »
 :G-beer2:

Está concluído!
NRP Sines terá na próxima segunda -feira o seu “batismo de mar!

Parabéns a todos os envolvidos pelo escrupuloso cumprimento do calendário da construção!

3
Marinha no ForumDefesa.com / Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
« Última mensagem por tenente em Maio 22, 2018, 10:25:43 pm »
Disse me um passarinho, que o Bérrio está por palitos.

e daqueles já usados por mais que uma pessoa !!!!!

Abraços
4
Conflitos do Futuro / Re: E.U.A. versus Coreia do Norte
« Última mensagem por Lusitano89 em Maio 22, 2018, 10:00:04 pm »
Trump admite adiar cimeira com Kim Jong-un


5
Marinha no ForumDefesa.com / Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
« Última mensagem por nelson38899 em Maio 22, 2018, 09:36:00 pm »
Disse me um passarinho, que o Bérrio está por palitos.
6
Forças Aéreas/Sistemas de Armas / Re: Gripen
« Última mensagem por Vitor Santos em Maio 22, 2018, 07:54:27 pm »
Caça Gripen E pronto para testes de cargas externas


Citar
O caça Gripen E, da Saab, está pronto para iniciar seu próximo grande período de testes, já que a aeronave de nova geração continua no caminho para entrega a partir do próximo ano, segundo o fabricante sueco.

“Estamos nos preparando para a próxima fase de testes de voo – ou seja, cargas externas”, diz Jonas Hjelm, chefe da unidade de negócios de aeronáutica da Saab. Desde a estréia do primeiro protótipo em junho de 2017, o programa permaneceu no caminho, diz ele, com marcos recentes, incluindo voos supersônicos.

“Estamos no caminho certo. Vamos entregar de acordo com os contratos que temos”, confirma Hjelm. A Saab tem pedidos atuais das Forças Aéreas Sueca e Brasileira para um total de 96 caças modelo E/F, com ambos esperando receber seus primeiros exemplos antes do final de 2019.

Falando durante o seminário anual Gripen em Estocolmo, em 16 de maio, Hjelm não revelou quando os dois protótipos remanescentes do programa vão se juntar à frota de testes, mas disse que “eles voarão em um futuro não muito distante”.

Apontando para a adoção da Saab de uma filosofia de desenvolvimento de software do tipo aplicativo com o Gripen E, ele observa: “Resolvemos como se reconfigura uma aeronave sem comprometer a parte crítica de voo. Isso realmente terá impacto sobre como podemos adaptar a aeronave a novos desafios.”

Enquanto isso, o evento anual Gripen User Group ocorreu no início deste mês no Brasil, onde a construção de uma nova planta de aeroestruturas apoiada pela Saab/Akaer também está avançando.

A Saab completou recentemente uma atividade de atualização para levar os Gripen C/D da Força Aérea Checa ao seu mais recente padrão operacional MS20, que foi lançado pela Suécia em 2016.

“A Força Aérea Checa realmente melhorará suas capacidades gerais” como resultado da atualização, diz Hjelm. “Sabemos que outros clientes seguirão: o próximo na fila para obter essas capacidades aprimoradas é a Força Aérea Húngara.” A África do Sul e a Tailândia também são usuários atuais dos modelos C/D.



FONTE: https://www.aereo.jor.br/wp-content/uploads//2017/09/Gripen-E-Weapons-and-Pods.jpg
7
Forças Aéreas/Sistemas de Armas / Re: Gripen
« Última mensagem por Vitor Santos em Maio 22, 2018, 07:49:30 pm »
Seminário da Saab destaca os principais recursos do Gripen


Citar
A Saab realizou hoje seu seminário anual do Gripen em sua sede em Estocolmo, para compartilhar, com um público global, os mais recentes pensamentos e insights sobre essa família exclusiva de caças.

Jonas Hjelm, vice-presidente sênior e chefe da área de negócios Aeronáuticos, foi o anfitrião do evento, abrindo o seminário com uma visão geral do Gripen.

A evolução contínua da classe Gripen C foi destacada, incluindo a atualização da Força Aérea Tcheca com o padrão MS20, que permite novas missões para sua frota Gripen C.

Novas imagens foram mostradas sobre o programa Gripen E em andamento, com notáveis realizações desde o seminário de 2017, incluindo seu primeiro voo e mudança para supersônico.

O recente anúncio de uma nova instalação de aeroestruturas do Gripen E mostrou o progresso da cooperação com o Brasil, enquanto o grupo de usuários Gripen realizou reuniões pela primeira vez.

Uma atualização sobre os níveis contínuos de interesse global na família Gripen foi fornecida por Richard Smith, diretor de marketing e vendas do Gripen, mostrando que a Saab é capaz de atender às demandas de diversos segmentos de mercado com as séries C e E.






O seminário deste ano contou com a participação de novos oradores que discutiram as características da aeronave Gripen E e abordaram especificidades relevantes para os caças. Mikael Olsson, piloto do Gripen do Centro de Ensaios em voo da Saab, falou sobre a importância do Gripen E como um caça que permite ao piloto ter controle total, em vez de apenas voar para sobreviver em um campo de batalha hostil.

O tema da Guerra Eletrônica (EW, sigla em inglês) está ganhando cada vez mais interesse à medida que o número de radares e mísseis avançados em terra e no ar tornam imperativo que um caça seja projetado para competir no espaço de batalha de EW. Inga Bergström, diretora de vendas do Gripen EW, explicou como o Gripen E possui um sistema de EW sofisticado, essencial em seu projeto, para garantir o sucesso da missão contra esse amplo espectro de ameaças.

O seminário Gripen é um evento anual em que a Saab oferece insights sobre seu renomado caça e no qual os participantes podem fazer perguntas. É um evento realizado simultaneamente em Estocolmo, na Suécia, e on-line, ou seja, no mundo todo.

FONTE: https://www.aereo.jor.br/2018/05/16/seminario-da-saab-destaca-os-principais-recursos-do-gripen/
8
Forças Aéreas/Sistemas de Armas / Re: Força Aérea de Israel
« Última mensagem por Vitor Santos em Maio 22, 2018, 07:45:04 pm »
O primeiro ataque operacional do F-35


Citar
Nesta manhã (22.05), uma convenção de comandantes de forças aéreas internacionais começou no Auditório da Força Aérea de Israel, com comandantes da forças aéreas e oficiais superiores de mais de 20 países. O comandante da IAF, major-general Amikam Norkin, disse: “Realizamos o primeiro ataque operacional do F-35. A IAF é pioneira e líder mundial em operação do poder aéreo”.

“As aeronaves ‘Adir’ (F-35I) já estão operacionais e voam em missões de combate. Na verdade, realizamos o primeiro ataque operacional do F-35 no mundo. Nós atacamos duas vezes no Oriente Médio usando o F-35 – nós somos os primeiros no mundo a fazê-lo. A Força Aérea Israelense é pioneira e líder mundial em operação do poder aéreo”.

Estas são as palavras do Comandante da IAF, Major-General Amikam Norkin, falando hoje na abertura da Convenção Internacional de Comandantes de Forças Aéreas no Auditório da Força Aérea de Israel.

Como parte da convenção, que também marca o 70º aniversário da Força Aérea Israelense, os comandantes de força aérea e oficiais superiores de mais de 20 países chegarão a Israel. Entre os países participantes da convenção estão Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha, Canadá, Grécia, Polônia, Itália, Chipre, Áustria, Bulgária, Brasil, França, República Tcheca, Romênia, Croácia, Holanda, Finlândia, Bélgica, Vietnã e Índia.

“Este encontro é um evento excepcional que marca a cooperação aérea, global e regional para fortalecer a estabilidade regional. Sua presença aqui tem um significado estratégico para o pessoal da IAF e para mim, e agradeço a todos vocês”, disse o Maj. Gen. Norkin.

Os comandantes de forças aéreas participarão de palestras e análises sobre temas estratégicos das IDF e da IAF. Estas incluirão uma revisão histórica da IAF; uma revisão estratégica regional; uma palestra sobre a “quinta geração” de aeronaves dada pelo CEO da Lockheed-Martin, Marillyn Hewson; uma palestra da Força Multinacional e Observadores, operando na fronteira Israel-Egito; e uma palestra dada pelo comandante da USAFE (United States Air Force Europe). Mais tarde, os comandantes se encontrarão com o chefe do Estado Maior das IDF, general Gadi Eizenkot.



Eventos Operacionais

O Comandante da IAF falou aos outros comandantes sobre alguns eventos operacionais da IAF nas últimas semanas. “Verificamos o que os iranianos estavam fazendo ao nosso redor. A Força Quds ficava na base aérea T-4, a 250 quilômetros de Israel. Dessa base, eles tentaram nos atacar usando um UAV (veículo aéreo não tripulado) que se infiltrou em Israel meses atrás. Após este evento, vimos que eles continuaram a armazenar munições nesta base, incluindo as capacidades de defesa aérea que atacamos este mês.”

“Nas últimas semanas, entendemos que o Irã estava transportando foguetes e mísseis de longo alcance para a Síria, entre os quais os lançadores de mísseis ‘Uragan’ que atacamos, ao norte de Damasco”, acrescentou o major-general Norkin. “Os iranianos dispararam 32 foguetes contra Israel. Interceptamos quatro deles, enquanto o resto caiu fora do território de Israel.

“Depois, atacamos dezenas de alvos iranianos na Síria. Infelizmente, os sistemas de defesa aérea da Síria dispararam mais de 100 SAM (mísseis superfície-ar) em nossas aeronaves usando baterias de mísseis SA-5, SA-17 e SA-22. Em resposta, destruímos suas baterias de SAM. Pouco tempo depois, destruímos um túnel do Hamas de 20 metros de profundidade”.

Decolando no Lavi

Amanhã (23.05), os comandantes seniores receberão um tour pela Tel-Nof AFB, da qual decolarão para um exercício de treinamento mútuo na aeronave “Lavi” (M-346), a aeronave de treinamento avançado da Academia de Voo. Durante o voo, os comandantes poderão conhecer as vistas de Israel. A aeronave “Lavi” será escoltada pela aeronave “Adir” (F-35I) do esquadrão 140 (“Golden Eagle”) para uma surtida de treinamento.

Posteriormente, os comandantes de forças aéreas se encontrarão com o primeiro-ministro e visitarão uma exposição de aeronaves da IAF e equipamentos da indústria de defesa de Israel. Eventualmente, eles chegarão a Jerusalém, onde encontrarão o presidente e visitarão o Monte do Piloto, o principal memorial da IAF.

FONTE: Força Aérea de Israel / https://www.aereo.jor.br/2018/05/22/o-primeiro-ataque-operacional-do-f-35/
9
Marinha no ForumDefesa.com / Re: Projecto NPO 2000 da Marinha Portuguesa
« Última mensagem por Luso em Maio 22, 2018, 07:30:56 pm »
Boas, ontem tive a oportunidade de ver os novos npo em fase deacabamentos no cais de aprestamento da Westsea, devo dizer que o futuro P362 se encontra praticamente concluído pelo menos a nivel exterior tendo já recebido  a última demão de tinta faltando apenas a instalação da "poderosa" peça de artilharia. Mas meus amigos devo dizer que fiquei um pouco desiludido, navios acabados de construir em 2018 com um projecto de  arquitectura naval que mais parece dos anos 80, estes nossos npo pelo menos a nivél de design ficam a anos luz do que se faz actualmente no estrangeiro.

10
Mundo / Re: Rússia com ambições sobre o Polo Norte
« Última mensagem por Lusitano89 em Maio 22, 2018, 07:30:30 pm »
O 'Titanic Nuclear' chega ao Ártico


Páginas: [1] 2 3 4 5 6 ... 10