ForumDefesa.com

Forças Armadas e Sistemas de Armas => Marinha Portuguesa => Tópico iniciado por: Jorge Pereira em Setembro 12, 2010, 10:27:25 pm

Título: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Jorge Pereira em Setembro 12, 2010, 10:27:25 pm
Serve este tópico para tratar das actividades operacionais e dos exercícios da Marinha.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Miguel Silva Machado em Outubro 10, 2010, 09:58:05 pm
“DEEP DIVEX” PELA 1ª VEZ EM PORTUGAL
Operando a partir do NRP “Almirante Gago Coutinho”, mergulhadores de vários países tendo como denominador comum a utilização do equipamento de mergulho profundo “Viper”, participaram no exercício “Deep Divex 2010″ organizado pela Marinha Portuguesa.

http://www.operacional.pt/%E2%80%9Cdeep ... -portugal/ (http://www.operacional.pt/%E2%80%9Cdeep-divex%E2%80%9D-pela-1%C2%AA-vez-em-portugal/)

(http://www.operacional.pt/wp-content/uploads/2010/10/1m2u02348a_0004-copy.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Outubro 12, 2010, 10:45:38 pm
Video do exercicio

http://www.youtube.com/watch?v=6_X2_dOGBN0 (http://www.youtube.com/watch?v=6_X2_dOGBN0)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: SSK em Janeiro 11, 2011, 10:00:17 pm
O INSTREX 01/11 que estava agendado para o período de 21 a 25 de Fevereiro, muito provavelmente será cancelado devido às restrições orçamentais.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Abril 01, 2011, 09:50:30 pm
É com cada texugo naquelas cabeças...  :shock:
Ainda não sabem o que é tirar os "3" à boina?
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Julho 07, 2011, 02:45:48 pm
GUERRA AERONAVAL- Exercício CONTEX/PHIBEX 2011

http://www.passarodeferro.com/2011/07/nrp-bartolomeu-dias-nrp-d.html
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Dezembro 21, 2011, 11:41:47 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: nelson38899 em Março 21, 2012, 08:46:50 pm
Citar
O INSTREX 12 é um exercício para preparação das forças atribuídas ao Comando Naval e decorre de forma seriada nas áreas oceânicas contíguas ao Continente. O seu objetivo é proporcionar treino às unidades participantes por forma a manter e melhorar os padrões de prontidão operacional estabelecidos, habilitando-as para o cumprimento das missões específicas e para a sua integração em forças navais. Este exercício visa também exercitar as capacidades da força-tarefa portuguesa e estado-maior embarcado em operações navais, com ênfase na condução de operações de segurança marítima.

Sob o comando do Vice-Almirante Monteiro Montenegro (Comandante Naval), participam neste exercício onze navios de superfície, dois submarinos (um português e um espanhol), dois tipos diferentes de aeronaves da Força Aérea Portuguesa, forças de mergulhadores e fuzileiros embarcadas, a rede de comando e controlo do Comando Naval, onde se inserem o Centro de Operações Marítimas (COMAR) e o Centro de Comunicações Dados e Cifra da Marinha (CCDM), e também o comando e estado-maior da força-tarefa portuguesa, envolvendo um total de cerca de 1200 militares.

http://www.marinha.pt/PT/noticiaseagenda/noticias/Pages/ExercicioINSTREX12.aspx
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Março 28, 2012, 05:10:11 pm
http://lmcshipsandthesea.blogspot.pt/20 ... marte.html (http://lmcshipsandthesea.blogspot.pt/2012/03/instrex-12-nrp-bacamarte.html)
http://lmcshipsandthesea.blogspot.pt/20 ... arpao.html (http://lmcshipsandthesea.blogspot.pt/2012/03/instrex-12-nrp-arpao.html)
http://lmcshipsandthesea.blogspot.pt/20 ... ral-e.html (http://lmcshipsandthesea.blogspot.pt/2012/03/instrex-12-fragatas-alvares-cabral-e.html)
http://lmcshipsandthesea.blogspot.pt/20 ... rex12.html (http://lmcshipsandthesea.blogspot.pt/2012/03/exercicio-intrex12.html)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: nelson38899 em Maio 04, 2012, 10:57:11 pm
Citar
Onde os quilómetros se medem em milhas náuticas
A VISÃO acompanhou uma uma ação de fiscalização a bordo do NRP Orion, da Marinha Portuguesa

Ler mais: http://visao.sapo.pt/onde-os-quilometro ... z1twNgPa6e (http://visao.sapo.pt/onde-os-quilometros-se-medem-em-milhas-nauticas=f662416#ixzz1twNgPa6e)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: nelson38899 em Julho 16, 2012, 05:58:25 pm
Citar
A Marinha, em parceria com a Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), encontra-se a realizar até ao dia 20 de julho, nas zonas de Sesimbra, Tróia e Santa Cruz, o Exercício “Rapid Environmental Picture 2012” (REP12), o qual visa testar e avaliar as novas capacidades e tecnologias associadas à utilização de veículos autónomos, submarinos  de superfície e aéreos, no apoio a operações navais.

(http://www.marinha.pt/PT/noticiaseagenda/noticias/PublishingImages/rep12.png)

http://www.marinha.pt/PT/noticiaseagenda/noticias/Pages/marinhattestaveiculosautonomos.aspx
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Agosto 24, 2012, 09:38:42 pm
c34x
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Fevereiro 08, 2013, 10:56:09 pm
COMAR
Centro de Operação Marítimas.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Março 23, 2013, 11:57:46 pm
(http://www.militaryphotos.net/forums/attachment.php?attachmentid=198035)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: nelson38899 em Abril 12, 2013, 11:22:09 pm
Citar
O exercício, que se desenrolou hoje ao largo de Lisboa e Setúbal, conta com a participação de várias unidades das Forças Armadas, visando proporcionar o treino necessário às forças atribuídas ao Comando Naval, de forma a manter e melhorar os padrões de prontidão operacionais. — Exercício INSTREX 2013

(http://sphotos-f.ak.fbcdn.net/hphotos-ak-ash3/11848_443126169109940_40329794_n.jpg)

(http://sphotos-g.ak.fbcdn.net/hphotos-ak-prn1/155712_443126185776605_60881003_n.jpg)

(http://sphotos-a.ak.fbcdn.net/hphotos-ak-ash3/534982_443126205776603_976944443_n.jpg)

mais fotos em:

http://www.facebook.com/photo.php?fbid=443126169109940&set=a.443126019109955.1073741829.119579701464590&type=1&theater
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Abril 13, 2013, 02:11:21 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Abril 30, 2013, 03:35:48 pm
Instrex 2013
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Setembro 12, 2013, 07:00:23 pm

A melhor parte é os F-16 a atacar as Fragatas :G-beer2: .
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Setembro 13, 2013, 05:33:15 pm
Excelente!!  :G-beer2:
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Setembro 23, 2013, 09:20:18 pm
Citar
GUARDEX - Cenários de crise testam cooperação interagência

No âmbito da presidência portuguesa do Fórum das Guardas Costeiras do Atlântico Norte, em inglês North Atlantic Coast Guard Forum (NACGF), irá realizar-se, nos dias 24 e 25 de Setembro, em águas territoriais nacionais, na área compreendida entre Sines e Cascais, o exercício designado por GUARDEX 13.

​Este exercício tem como principal objetivo o incremento da interoperabilidade, no mar, entre agências, organismos e entidades nacionais e internacionais, dos diversos países participantes. O GUARDEX 13 incidirá nas vertentes ligadas ao combate ao narcotráfico, imigração ilegal, saúde, salvaguarda da vida humana no mar e combate à poluição marítima.
 
Detalhes:
• Na vertente da emergência e socorro no âmbito das ações de proteção civil, nomeadamente nas áreas do combate à poluição, imigração ilegal e controlo sanitário, a decorrer no dia 25 de setembro, junto ao porto de Cascais, será edificado um Posto de Comando e controlo conjunto entre a Capitania do Porto de Cascais e a Proteção Civil Municipal, integrando a Autoridade Sanitária e o SEF local, onde o Capitão de Porto de Cascais, na qualidade de Autoridade Marítima local, coordenará as ações de socorro e agilizará os processos envolvendo todas as entidades e agências participantes;
 
• A Marinha empenhará como principais meios, a corveta JACINTO CÂNDIDO, o navio patrulha oceânico VIANA DO CASTELO, o navio hidrográfico D.CARLOS I, a lancha hidrográfica AURIGA, a lancha de desembarque BACAMARTE, a lancha de fiscalização rápida CASSIOPEIA, um helicóptero Lynx MK95, equipas de abordagem dos Fuzileiros, mergulhadores sapadores (equipados com veículos submarinos autónomos), uma equipa médica do Centro de Medicina Naval e uma equipa técnica do Instituto Hidrográfico na componente cientifica de validação de dados.
 
• No que concerne à Autoridade Marítima Nacional, participará com o Grupo de Ação Tática da Policia Marítima, meios do Instituto de Socorros Náufragos e empenhará meios de combate à poluição afetos ao Departamento Marítimo do Centro.
 
• A nível nacional participam ainda outras entidades e departamentos do Estado como a Força Aérea Portuguesa, com as aeronaves P-3C, C-295 e o helicóptero EH-101, a Polícia Judiciária, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, a Direção Geral de Saúde, a Autoridade Nacional de Proteção Civil, a Polícia de Segurança Pública, os Bombeiros Voluntários de Cascais, a Marina de Cascais, a Administração do Porto de Lisboa, a empresa Svitzer Portugal, a Universidade do Algarve e o Instituto Superior Técnico.

• Em termos internacionais, o exercício contará com a participação de uma equipa de mergulhadores da marinha belga, equipada com veículos submarinos autónomos, um navio de combate à poluição da marinha francesa (ARGONAUTE), uma aeronave de patrulha marítima da Guarda Costeira holandesa e um navio de combate à poluição (BAIA TRES) da Agência Europeia de Segurança Marítima (EMSA).

• O comando e controlo do exercício, numa vertente conjunta, serão exercidos a partir do Centro de Operações Marítimas (COMAR) em Oeiras, onde se encontrarão observadores estrangeiros, representantes de organizações homólogas da Bélgica, Finlândia, Irlanda, Suécia e Estados Unidos, sendo ainda mantida uma ligação permanente com o Centro de Operações Marítimas da Dinamarca.

Nota ao editor: Convidam-se todos os órgãos de comunicação social a acompanharem as atividades que irão decorrer na manhã do dia 25 de Setembro.
Para mais pormenores do programa e confirmação de presença contactar até ao dia 24 de setembro até às 18h00:
Tenente Carla Morais – 91 989 38 78

http://www.marinha.pt/pt-pt/media-cente ... encia.aspx (http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/GUARDEX---Cenarios-de-crise-testam-cooperacao-interagencia.aspx)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Outubro 12, 2013, 04:00:52 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Outubro 18, 2013, 02:06:51 am
Citar
Mergulhadores da Marinha em exercício internacional

O Destacamento nº3 de Mergulhadores Sapadores para a Guerra de Minas, da Marinha Portuguesa, participou em mais uma edição do exercício internacional de mergulho profundo DEEPDIVEX 2013, no período de 30 de Setembro a 11 de Outubro.

A Marinha Italiana foi a entidade organizadora e o local escolhido para a realização do exercício foi o Lago di Garda no norte de Itália.

A equipa de mergulhadores da Marinha Portuguesa foi empenhada nos mais variados cenários, como o reconhecimento e inactivação de uma mina marítima, a recuperação dos ocupantes e da caixa negra de uma aeronave acidentada, a identificação de um engenho explosivo improvisado dentro de uma viatura suspeita e a reparação de um pipeline submarino.

Neste exercício estiveram envolvidas sete equipas de mergulhadores dos seguintes países: Portugal, Itália, Suécia, Noruega, Bélgica, Canadá e Finlândia.

http://www.marinha.pt/pt-pt/media-cente ... ional.aspx (http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Mergulhadores-da-Marinha-em-exercicio-internacional.aspx)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Novembro 24, 2013, 10:58:48 am
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Março 07, 2014, 06:22:52 pm
(https://fbcdn-sphotos-c-a.akamaihd.net/hphotos-ak-prn2/t1/1911995_717500284937824_475317039_n.jpg)
(https://scontent-b-mad.xx.fbcdn.net/hphotos-prn1/t1/1978725_717500151604504_2083069806_n.jpg)
(https://fbcdn-sphotos-e-a.akamaihd.net/hphotos-ak-ash3/t1/1959489_717500174937835_1904669933_n.jpg)
(https://fbcdn-sphotos-c-a.akamaihd.net/hphotos-ak-prn2/t1/1655851_717500178271168_1047507475_n.jpg)
(https://fbcdn-sphotos-h-a.akamaihd.net/hphotos-ak-prn2/t1/10004053_717500218271164_1888858348_n.jpg)
(https://fbcdn-sphotos-g-a.akamaihd.net/hphotos-ak-ash3/t1/1898043_717500214937831_910947754_n.jpg)
Citar
Treinos efetuados durante trânsito para o Mindelo.

 :arrow: https://www.facebook.com/media/set/?set ... 594&type=1 (https://www.facebook.com/media/set/?set=a.717500121604507.1073742075.159252640762594&type=1)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Março 23, 2014, 03:39:00 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Abril 08, 2014, 05:03:02 pm
A revista da armada de Abril tem um artigo sobre a participação da Marinha no exercicio da Força Aérea Real Thaw 14.

https://www.marinha.pt/Conteudos_Extern ... ta_484.pdf (https://www.marinha.pt/Conteudos_Externos//RevistaArmada/PDF/Revista_484.pdf)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: nelson38899 em Abril 19, 2014, 10:23:52 pm
(http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/PublishingImages/2014/Abril/988E4515.jpg?w=1600)

Citar
Este exercício, que se realiza até ao próximo dia 23 ao largo da Nigéria e dos Camarões, conta com a presença de vinte e um países dos continentes americano, europeu e africano, e tem como grande objetivo promover a cooperação entre os países participantes e reforçar a capacidade dos países africanos da região no combate às ameaças que se desenvolvem no ambiente marítimo, em particular a pirataria e o tráfico ilícito.
 
No decorrer da fase de mar do exercício serão treinadas técnicas de abordagem e vistoria com ações de emergência médica e busca e salvamento marítimo, sendo também testadas as capacidades de comando e controlo e comunicações dos diferentes meios envolvidos.
 
O exercício OBANGAME EXPRESS é um dos quatro exercícios promovidos anualmente em África pela Marinha Americana fazendo parte do programa Africa Partnership Station.
 
A fragata Bartolomeu Dias tem embarcados 186 militares, incluindo uma equipa de fuzileiros, tendo também embarcado para este exercício 16 elementos da Guarda-Costeira de São Tomé e Príncipe.
 
O navio é o comandado pelo Capitão-de-fragata Rui M. Marcelo Correia.

http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Fragata-Bartolomeu-Dias-inicia-a-participacao-em-exercicio-naval-no-Golfo-da-Guine.aspx

Não percebo, enquanto os outros usam patrulhas nós usamos fragatas. Que tal começarem a usar os patrulhões para este tipo de exercícios e as fragatas para exercícios militares a sério.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Get_It em Abril 19, 2014, 10:39:22 pm
Citação de: "nelson38899"
Não percebo, enquanto os outros usam patrulhas nós usamos fragatas. Que tal começarem a usar os patrulhões para este tipo de exercícios e as fragatas para exercícios militares a sério.
Provavelmente é pelo facto de não termos navios patrulha, ou melhor, não temos navios patrulha suficientes. Além disso, não é o caso de estarmos a roubar as fragatas de outros exercícios militares e faz até algum sentido treinar estas tripulações em algumas destas missões.

Isto fez-me lembrar aquela discussão que tem existido cá no fórum sobre equipar melhor os NPO para os enviar para combater a pirataria e que faz-me lembrar que se não utilizamos as fragatas para estas missões então daqui a uns anos alguém decide que não existe motivo para termos fragatas e a nível de combate à superfície passamos a ter uma marinha que é uma guarda costeira.

Cumprimentos,
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Maio 16, 2014, 05:57:42 pm
(https://scontent-a-lhr.xx.fbcdn.net/hphotos-prn2/t1.0-9/10177445_753350524686133_549176085856872945_n.jpg)
(https://scontent-b-lhr.xx.fbcdn.net/hphotos-prn1/t1.0-9/10306243_753350518019467_6865645954803958431_n.jpg)
(https://fbcdn-sphotos-h-a.akamaihd.net/hphotos-ak-prn2/t1.0-9/1558414_753350514686134_1889661993885364745_n.jpg)
(https://scontent-a-lhr.xx.fbcdn.net/hphotos-prn1/t1.0-9/10264786_753350604686125_4673038442399433911_n.jpg)
(https://fbcdn-sphotos-b-a.akamaihd.net/hphotos-ak-prn2/t1.0-9/10169301_753350668019452_1225973718731663832_n.jpg)
(https://fbcdn-sphotos-h-a.akamaihd.net/hphotos-ak-frc1/t1.0-9/10253963_753350701352782_793013762594505120_n.jpg)
(https://fbcdn-sphotos-e-a.akamaihd.net/hphotos-ak-prn2/t1.0-9/6705_753350724686113_3821788864799769960_n.jpg)
(https://fbcdn-sphotos-c-a.akamaihd.net/hphotos-ak-frc3/t1.0-9/10320558_753350754686110_274934142000246102_n.jpg)
(https://fbcdn-sphotos-a-a.akamaihd.net/hphotos-ak-prn2/t1.0-9/1502502_753350764686109_2478908213904276614_n.jpg)
Citar
Realizou-se no período de 12 a 16 de maio de 2014 o Exercício "TACTICO ALFA" com a participação da Companhia de Fuzileiros nº22 (atribuída, no corrente ano, à Força de Reação Imediata – FRI) e de uma força de escalão Pelotão de Marines dos Estados Unidos da América pertencente à Special Purpose Marine Air Ground Task Force - Crisis Response (SPMAGTF-CR), sediada em Mojón, Espanha.

Pelas excelentes características e condições existentes na Escola de Fuzileiros, em Vale de Zebro, o exercício foi conduzido a partir desta unidade registando-se como um dos momentos mais altos a participação no dia 15 de duas aeronaves Boeing MV-22 Osprey, o que despertou a curiosidade de muitos populares que transitavam pelas imediações. Após as aeronaves terem aterrado na parada da Escola, efetuou-se naquele mesmo local um treino cruzado de fast rope e posterior inserção de Fuzileiros e Marines no Campo de Tiro de Alcochete, culminando com uma ação ofensiva coordenada entre ambas as forças.

O "TACTICO ALFA" é um exercício que integra o plano de atividades anual do Comando do Corpo de Fuzileiros.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Maio 17, 2014, 10:50:01 pm
http://www.passarodeferro.com/2014/05/m ... reiro.html (http://www.passarodeferro.com/2014/05/mv-22-marines-e-fuzileiros-no-barreiro.html)

Ainda vamos ver MV-22 estacionados na Base Aérea de Beja  :wink: .
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Crypter em Maio 18, 2014, 10:49:17 pm
Marines com G3? ;)

(http://s28.postimg.org/5ormme8i5/10301172_805274529482698_8536773511373938676_n.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: sivispacem em Maio 18, 2014, 10:59:43 pm
Citação de: "Crypter"
Marines com G3? ;)

(http://s28.postimg.org/5ormme8i5/10301172_805274529482698_8536773511373938676_n.jpg)



E fuzileiros com M-4.... Cross training...
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: raphael em Maio 19, 2014, 10:23:54 am
Citação de: "Lightning"
http://www.passarodeferro.com/2014/05/mv-22-marines-e-fuzileiros-no-barreiro.html

Ainda vamos ver MV-22 estacionados na Base Aérea de Beja  :wink: .

Tinha a sua piada! O "downwash" da máquina é que é para esquecer...
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Crypter em Maio 19, 2014, 05:49:14 pm
Citação de: "raphael"
Tinha a sua piada! O "downwash" da máquina é que é para esquecer...

Dá para perceber! É impressão minha ou está um "marmanjo" a servir de âncora para o fast-roping ?
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Maio 20, 2014, 12:01:24 am
Citação de: "raphael"
Citação de: "Lightning"
http://www.passarodeferro.com/2014/05/mv-22-marines-e-fuzileiros-no-barreiro.html

Ainda vamos ver MV-22 estacionados na Base Aérea de Beja  :mrgreen: .

Eu falei de Beja por causa disto
viewtopic.php?f=10&t=10916 (http://www.forumdefesa.com/forum/viewtopic.php?f=10&t=10916)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: raphael em Maio 20, 2014, 12:29:48 am
A parte de Beja eu percebi que era por causa do AFRICOM, pela importância estratégica e pelo potenciar da estrutura existente.
A parte do Osprey até os americanos andam a testar a melhor forma de o empregar com os marines.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: nelson38899 em Julho 10, 2014, 11:45:51 am
Citar
PORTUGAL ACOLHE EXERCÍCIO DE VEÍCULOS AUTÓNOMOS NO REP14-ATLÂNTICO (MEDIA DAY)
O exercício Recognized Environmental Picture (REP) Atlantic 2014 (REP14-Atlântico) é um exercício conjunto da Marinha, NATO Centre for Maritime Research and Experimentation (CMRE) e a Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), que teve início no dia 7 de julho a partir da Base Naval de Lisboa, e decorrerá nas áreas marítimas a sul de Sesimbra e de Sines, até ao dia 24 de julho.
No REP 14-Atlântico irão ser operados diversos veículos autónomos, nomeadamente veículos autónomos de superfície (ASVS), veículos autónomos submarinos (AUV) e veículos aéreos não tripulados (UAV), equipados com diferentes sensores acústicos, bem como diversos equipamentos de comunicações a partir de navios da Marinha Portuguesa, nomeadamente o NRP Pégaso, o NRP Auriga e o submarino NRP Arpão, bem como do navio de investigação da NATO, o NRV Alliance.

(http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/PublishingImages/2014/Julho/press_release_REP14_V6.jpg?w=1600)

http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/REP-2014-portugues0709-3353.aspx
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Julho 16, 2014, 02:08:06 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Alvalade em Julho 21, 2014, 04:50:05 pm
Movido:  :arrow:  viewtopic.php?f=13&t=9878&p=245645#p245645 (http://www.forumdefesa.com/forum/viewtopic.php?f=13&t=9878&p=245645#p245645)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Julho 31, 2014, 08:55:58 pm
Citar
Patrulha oceânico Viana do Castelo em missão de fiscalização no Canadá

Integrado no Plano de Ação Conjunta (JDP – Joint Deployment Plan), e coordenado pela Agência Europeia de Controlo de Pescas (EFCA), o NRP Viana do Castelo vai colaborar, a partir do dia 01 de agosto, em conjunto com a Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos, numa missão de fiscalização no âmbito da União Europeia, a realizar nos Grandes Bancos de Pesca da Terra Nova – Canadá.

Nesta missão, que decorre até 30 de agosto, irão embarcar um coordenador da EFCA e três inspetores da União Europeia (um proveniente da Lituânia).

As ações de fiscalização das embarcações de pesca estendem-se por um vasto espaço marítimo (aproximadamente 2.700.000Km2), denominado por área da convenção NAFO (North Atlantic Fishing Organization), e vão prolongar-se até ao final do mês de agosto. No decurso da missão prevê-se uma escala logística ao porto de St. John’s (na Terra Nova), onde serão realizados vários eventos de cariz protocolar com o objetivo de fortalecer os laços entre as comunidades dos dois Países.

Em simultâneo será realizada a Viagem de Instrução de cadetes do Curso contra-almirante Almeida Henriques, proporcionando aos treze alunos do 3º ano da Escola Naval a aplicação dos conhecimentos e perícias adquiridos ao longo do ano letivo.

http://www.marinha.pt/pt-pt/media-cente ... anada.aspx (http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Patrulha-oceanico-Viana-do-Castelo-em-missao-de-fiscalizacao-no-Canada.aspx)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: nelson38899 em Agosto 01, 2014, 06:07:49 pm
Citar
PATRULHA OCEÂNICO FIGUEIRA DA FOZ NO CONTROLO DOS FLUXOS MIGRATÓRIOS NO MEDITERRÂNEO
O NRP Figueira da Foz, o segundo navio da classe Viana do Castelo, largou no dia 30 de julho rumo ao mar Mediterrâneo para participar na missão "ÍNDALO 2014" do âmbito da agência FRONTEX(1), no controlo dos fluxos migratórios para o espaço da União Europeia provenientes do norte de África, e participar ainda em ações de busca e salvamento marítimo na região.

marinha.pt
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Crypter em Agosto 01, 2014, 07:52:36 pm
Lá ficamos sem patrulhas!! Bem dizia que 2 eram insuficientes....
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: SSK em Agosto 07, 2014, 12:06:54 am
Citação de: "Crypter"
Lá ficamos sem patrulhas!! Bem dizia que 2 eram insuficientes....

Antigamente tinhamos 10 corvetas e outros tantos patrulhas, agora temos 3 patrulhas e 4 corvetas e 2 NPO  e deus sabe o esforço dos técnicos para navegarem, excepto os 2 NPO que estão bem. As missões são mais que muitas, bem mais que antigamente...

Faltam e muitos NPO, NPC e o mais que lhes quiserem chamar...
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Setembro 17, 2014, 05:12:22 pm
Citar
O Comandante do NRP Figueira da Foz em entrevista sobre a mais recente missão do navio, no âmbito do combate à imigração irregular da agência da União Europeia "FRONTEX".

http://www.rtp.pt/play/p389/e165932/ent ... rdp-africa (http://www.rtp.pt/play/p389/e165932/entrevista-rdp-africa)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Setembro 30, 2014, 11:39:36 am
Seaborder 2014
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Outubro 25, 2014, 03:45:45 pm
(https://scontent-b-lhr.xx.fbcdn.net/hphotos-xap1/v/t1.0-9/10670122_596284350477320_6754002026545671553_n.jpg?oh=29fbade19512cdcaaa9ebec0861568e1&oe=54E2EC1A)
ALBORAN SEA (Oct. 17, 2014) – A rigid-hulled inflatable boat from Portuguese frigate NRP Francisco de Almeida (F334) carries members of the ship’s visit, board, search and seizure team to Standing NATO Maritime Group 2 (SNMG2) flagship USS Leyte Gulf (CG 55) during a simulated maritime interdiction operation (MIO) as a part of exercise Noble Justification. Noble Justification is part of the NATO Response Force 2015 certification; it develops force integration, multinational interoperability and enhances readiness by building joint capability and deployability. (U.S. Navy photo by Mass Communication Specialist 2nd Class Amanda S. Kitchner/Released)

https://www.facebook.com/22954314715144 ... =1&theater (https://www.facebook.com/229543147151444/photos/a.596284210477334.1073741881.229543147151444/596284350477320/?type=1&theater)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Outubro 29, 2014, 05:30:12 pm
(https://scontent-a-lhr.xx.fbcdn.net/hphotos-xpf1/v/t1.0-9/10411110_839225796098605_2355321077082525838_n.jpg?oh=68a95b470ec52fc94fbcb55f44592eb1&oe=54F8DA50)
(https://scontent-a-lhr.xx.fbcdn.net/hphotos-xpa1/v/t1.0-9/1236837_839225799431938_4411387702706932921_n.jpg?oh=d68e8eb969ae0071f3d145d15a66d904&oe=54AC45D2)

(https://fbcdn-sphotos-e-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xaf1/v/t1.0-9/10710828_839225872765264_4398793478011016603_n.jpg?oh=bd4f40adb7460b8aa357a478138e4ab9&oe=54E228D1&__gda__=1424324704_b97d7341048fe352783b0cd9c1bc5cb8)

(https://scontent-a-lhr.xx.fbcdn.net/hphotos-xpa1/v/t1.0-9/10712976_839225882765263_6835879232363768736_n.jpg?oh=255bd4710f5769ed734562526c5c99a8&oe=54AB8C31)

 :arrow: https://www.facebook.com/media/set/?set ... 594&type=1 (https://www.facebook.com/media/set/?set=a.839225786098606.1073742150.159252640762594&type=1)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Novembro 04, 2014, 07:48:26 pm
Citar
Navio patrulha Viana do Castelo participa no controlo da imigração ilegal no Mar Mediterrâneo

O navio patrulha oceânico Viana do Castelo encontra-se no Mar Mediterrâneo, a sul de Itália, desde o passado domingo, dia 02 de novembro, a participar na missão TRITON 2014, no âmbito da agência FRONTEX da União Europeia, no controlo dos fluxos migratórios procedentes do norte de África.

A agência FRONTEX é a Agência Europeia responsável pela Gestão e Cooperação Operacional nas Fronteiras Externas dos Estados-Membros da União Europeia.

A operação TRITON 2014, organizada pela agência FRONTEX,  é conduzida nas águas de responsabilidade italiana e maltesa e tem como objetivo detetar, localizar, identificar e impedir a atividade ilegal de embarcações envolvidas no fluxo migratório e, se necessário, prestar assistência humanitária e de socorro.

Esta missão enquadra-se no esforço europeu de controlo das fronteiras externas, e é coordenada pelas autoridades italianas e conta com a participação de meios militares e civis de vários países da União Europeia.

No decorrer desta missão o Navio da República Portuguesa (NRP) Viana do Castelo tem embarcado dois inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras e um oficial de ligação italiano. A sua participação nesta operação decorrerá até ao dia 30 de novembro.

http://www.defesa.pt/Paginas/naviopatru ... raneo.aspx (http://www.defesa.pt/Paginas/naviopatrulhavianadocasteloparticipanocontrolodaimigracaoilegalnomarmediterraneo.aspx)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Novembro 08, 2014, 08:02:07 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: nelson38899 em Novembro 11, 2014, 01:10:51 pm
(https://scontent-b.xx.fbcdn.net/hphotos-xpa1/t31.0-8/1275204_740726756010268_4742536424048305075_o.jpg)

(https://scontent-a.xx.fbcdn.net/hphotos-xfa1/t31.0-8/10548029_740726879343589_3693168358438871986_o.jpg)

(https://fbcdn-sphotos-h-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xpf1/t31.0-8/1400510_740726739343603_7187282751529689195_o.jpg)

teste do UAV da tekever na Marinha.

fonte: facebook da tekever
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Novembro 13, 2014, 09:24:24 pm
ESCLUSIVA. Missione Triton a bordo del pattugliatore Viana do Castelo a largo di Lampedusa
(reportagem Italiana)

http://www.rainews.it/dl/rainews/media/ ... 247a0.html (http://www.rainews.it/dl/rainews/media/Son-Finocchiaro-Triton-e3d740db-b2a4-4c9a-92dc-7e6a224247a0.html)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Alvalade em Novembro 19, 2014, 09:36:55 pm
A marinha vai estar de volta a São Tomé ?
https://dre.pt/application/file/58925006
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: nelson38899 em Novembro 20, 2014, 07:40:41 am
Citação de: "Alvalade"
A marinha vai estar de volta a São Tomé ?
https://dre.pt/application/file/58925006

É engraçado que de um momento para o outro passamos a ser uma super potencia militar, ou seja, não temos dinheiro para patrulhar as nossas costas mas temos dinheiro para andar a passear por outros países.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Novembro 20, 2014, 11:19:35 am
Citação de: "nelson38899"
Citação de: "Alvalade"
A marinha vai estar de volta a São Tomé ?
https://dre.pt/application/file/58925006

É engraçado que de um momento para o outro passamos a ser uma super potencia militar, ou seja, não temos dinheiro para patrulhar as nossas costas mas temos dinheiro para andar a passear por outros países.

Caricato no mínimo !
Nos últimos anos os constrangimentos orçamentais, por nós bem conhecidos, limitaram, e de que maneira, as actividades operacionais dos três ramos das Forças Armadas Portuguesas.
A Marinha teve restricções de tal ordem que não só foi obrigada a continuar a utilizar embarcações consideradas há muito obsoletas, reduzir as guarnições de grande parte dos seus navios, limitar os exercícios navais, reduzir ao mínimo o patrulhamento marítimo e, agora, qual milagre sem termos adquirido novos navios, andamos com navios empenhados no Mediterrâneo, em missões de grande prestigio é certo mas, como se não bastasse vamos também patrulhar algumas zonas marítimas de  São-Tomé ????
Espectacular  " não temos onde cair mortos " mas aparentamos ter muito o que eu acho que este acordo esconde é porventura a possível venda da Classe Cacine e, se calhar mais uma das velhinhas corvetas aos Santomenses............será ????
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: PereiraMarques em Novembro 20, 2014, 12:03:52 pm
LOL! Só se for mesmo algum Patrulha da classe Cacine. A Guarda Costeira de STP nem deve ter o número de elementos suficientes para fazer a guarnição de uma Corveta!
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Novembro 20, 2014, 03:02:18 pm
Citação de: "PereiraMarques"
LOL! Só se for mesmo algum Patrulha da classe Cacine. A Guarda Costeira de STP nem deve ter o número de elementos suficientes para fazer a guarnição de uma Corveta!

Isso agora....... com o actual efectivo de uma corveta......... dá para guarnecer todas, ainda para nos emprestar pessoal para operar o NAVPOL que nunca iremos ter !!!!!
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: ICE 1A+ em Novembro 20, 2014, 09:12:48 pm
So vim aqui dizer: parabéns a quem construiu este navio!

    ondas de 12 metros............

   

    Excelente   desempenho! parece que levita as ondas!
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Novembro 22, 2014, 02:27:54 pm
Citação de: "ICE 1A+"
So vim aqui dizer: parabéns a quem construiu este navio!

    ondas de 12 metros............

   

    Excelente   desempenho! parece que levita as ondas!

Pena é que nos fiquemos por estes dois e talvez mais dois que virão nos próximos anos para que a classe fique pelos quatro numero mínimo para que uma classe de navios tenha alguma utilidade, mas a ver vamos se alguém com capacidade de decisão decide que necessitamos de pelo menos seis unidades destas, pelo menos seis......

Abraços
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: ICE 1A+ em Novembro 26, 2014, 09:25:21 pm
http://www.theguardian.com/world/video/2014/nov/16/mediterranean-migrant-patrol-toughest-mission-video
 
  minuto 2:28  a  2:44  :shock:
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Alvalade em Novembro 26, 2014, 11:15:15 pm
http://observador.pt/2014/11/26/portugal-disponibiliza-fragata-para-apoiar-operacoes-ligadas-ao-vulcao-no-fogo/
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Get_It em Novembro 27, 2014, 12:17:11 am
Fragata? Porquê é que não enviam antes o NAVPOL (http://http)? Ah, pois... Já me esquecia...

Cumprimentos,
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Dezembro 05, 2014, 08:15:48 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: hugof em Fevereiro 15, 2015, 01:51:53 pm
VÍDEO - Cadetes da Escola Naval descem Tejo entre Constância e Chamusca

http://www.omirante.pt/noticia.asp?idEd ... OChL_msWSo (http://www.omirante.pt/noticia.asp?idEdicao=54&id=79959&idSeccao=479&Action=noticia#.VOChL_msWSo)

http://rd3.videos.sapo.pt/playhtml?file ... 8Lz9/mov/1 (http://rd3.videos.sapo.pt/playhtml?file=http://rd3.videos.sapo.pt/poPSNvYk8Jg4uPqY8Lz9/mov/1)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Fevereiro 19, 2015, 07:15:14 pm
Citação de: "hugof"
VÍDEO - Cadetes da Escola Naval descem Tejo entre Constância e Chamusca

http://www.omirante.pt/noticia.asp?idEd ... OChL_msWSo (http://www.omirante.pt/noticia.asp?idEdicao=54&id=79959&idSeccao=479&Action=noticia#.VOChL_msWSo)

http://rd3.videos.sapo.pt/playhtml?file ... 8Lz9/mov/1 (http://rd3.videos.sapo.pt/playhtml?file=http://rd3.videos.sapo.pt/poPSNvYk8Jg4uPqY8Lz9/mov/1)

Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Março 16, 2015, 06:15:23 pm
Citar
Portugal reforça presença militar no Golfo da Guiné

Em Abril, um navio de patrulha oceânico vai juntar-se à fragata Bartolomeu Dias nos exercícios militares da Marinha americana.

Portugal vai enviar um Navio de Patrulha Oceânico (NPO) para o Golfo da Guiné, que se vai juntar à fragata Bartolomeu Dias que zarpou para a região no final do mês de Fevereiro para a região. A proposta recebeu esta quinta-feira parecer favorável do Conselho Superior de Defesa e assume particular relevância dado o âmbito da missão.


Tal como a Bartolomeu Dias, o patrulhão vai participar nos exercícios militares que a Marinha dos EUA tem promovido em África com a participação de forças de países europeus e de países africanos. Está prevista para Abril a partida deste navio. O Estado Maior das Forças Armadas descreveu como objectivo principal destes exercícios o “fortalecimento de parcerias marítimas globais através de actividades de formação e de colaboração para melhoraria da segurança marítima nas regiões do Golfo da Guiné e da costa ocidental africana”.

Actualmente, estão empenhados nesses exercícios 172 militares portugueses, que fazem parte da guarnição da fragata. Com a chegada do patrulhão, o efectivo português nesses exercícios atingirá os 210 militares.

Há algumas semanas, o embaixador norte-americano em Portugal, Robert Sherman, defendeu a criação em Lisboa de um Centro de Segurança Marítima “com liderança portuguesa” por entender que “os portugueses têm mais conhecimento técnico nessa área que nós”. O Golfo da Guiné tornou-se uma preocupação para o Ocidente quando a instabilidade regional juntou casos de pirataria aos problemas relacionados com o tráfico de drogas e o crime organizado.

Mas o reforço da presença militar portuguesa em África não se esgota nos meios da Marinha. O conselho Superior deu também o seu aval ao envio de oito militares para a missão da União Europeia na República Centro-Africana. Actualmente, Portugal tem 50 militares e um avião de transporte C-295 no Mali, no âmbito de uma missão das Nações Unidas. A que há a acrescentar  outros nove que fazem parte da missão de treino militar promovida pela União Europeia.

A República Centro-Africana é palco de violências interreligiosas desde que o presidente François Bozizé foi afastado do poder, em Março de 2013, por uma coligação predominantemente muçulmana, a Séléka. A reunião avaliou também a "situação das Forças Nacionais actualmente destacadas em diversos países da Europa, Médio Oriente e África, cumprindo missões de apoio à paz e de carácter humanitário, no âmbito da União Europeia, da ONU e da Aliança Atlântica".

http://www.publico.pt/politica/noticia/ ... ne-1688999 (http://www.publico.pt/politica/noticia/portugal-reforca-presenca-militar-no-golfo-da-guine-1688999)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Março 26, 2015, 06:19:06 pm
INSTREX 2015

(https://pbs.twimg.com/media/CBBMWt3XEAAfCVn.jpg:large)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Alvalade em Abril 02, 2015, 07:57:52 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Abril 09, 2015, 12:34:14 pm
Citar
Fuzileiros portugueses e 'marines' dos EUA em exercício conjunto para missões em África

Um companhia de fuzileiros da Marinha e sessenta 'marines' norte-americanos participam ao longo desta semana num exercício de treino em Tróia para missões no continente africano, com combate em áreas edificadas e manobras com tiro real.

"Cerca de 60 'marines' e marinheiros norte-americanos irão participar neste exercício, que é altamente valorizado pois identifica a logística necessária para concluir potenciais missões em África, bem como a comunicação, planeamento e ensaios detalhados que essas mesmas missões precisam", refere em comunicado a embaixada dos Estados Unidos.

Na sexta-feira, dia do exercício aberto à imprensa, estes militares norte-americanos que fazem parte da Força de Intervenção Especial de Fuzileiros Aeroterrestres de resposta a crises, que atua especialmente em África e no Médio Oriente, irão participar com os militares portugueses num 'raid' aéreo numa área edificada.

http://visao.sapo.pt/fuzileiros-portugu ... ca=f815958 (http://visao.sapo.pt/fuzileiros-portugueses-e-marines-dos-eua-em-exercicio-conjunto-para-missoes-em-africa=f815958)

PS: Até fiquei parvo com a tradução da SP-MAGTF-CR :mrgreen: .
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: NVF em Abril 10, 2015, 03:26:45 am
Se alguém aqui no FD segue o site marinetraffic.com alguma assiduidade já deve ter reparado na quantidade anormal de navios de guerra que se estão a amontoar ali para os lados de Glasgow, incluindo a nossa Alvares Cabral. Os mais informados já devem saber a razão, para os restantes aqui fica a explicação: "Massive training exercise off Scotland will showcase Nato military might".

http://www.heraldscotland.com/news/home ... .120644424 (http://www.heraldscotland.com/news/home-news/massive-training-exercise-off-scotland-will-showcase-nato-military-might.120644424)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Abril 10, 2015, 10:12:57 am
https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa?fref=nf
Citar
O Bom dia de hoje chega-nos de Glasgow, na Escócia, onde a Fragata Álvares Cabral participa até ao final do mês no exercício da NATO "Joint Warrior".
Este exercício envolve 55 navios, 70 aeronaves, 13 mil militares de 13 países.
Cá está ela. Afinal não está "encostada" no Alfeite ... :twisted:
(https://fbcdn-sphotos-c-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xaf1/v/t1.0-9/11150142_924881084199742_563931451774074057_n.jpg?oh=1af51a68a9c145d328e3aa2b89ba02ef&oe=55A982DC&__gda__=1436791970_cc78597aefd3f39be2b9dd2b81b08299)

Cumprimentos
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: NVF em Abril 10, 2015, 12:58:15 pm
Neste momento, todas as nossas fragatas estão atracadas :G-beer2:
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Abril 10, 2015, 01:37:53 pm
Citação de: "NVF"
Neste momento, todas as nossas fragatas estão atracadas :G-beer2:

No exercicio Instrex 1-15 em Março, participaram as Fragatas Alvares Cabral, D.Francisco de Almeida e a Vasco da Gama, já com a Bartolomeu Dias em África, só tinhamos a Corte Real parada :G-beer2: .
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: faica em Abril 10, 2015, 08:38:55 pm
Neste momento,a AC em Glasgow, a BD no Lobito e as restantes três no Alfeite. As duas estão a ser empregues em missoes operacionais as  restantes três no Alfeite,VG está em estado de prontidão enquanto a FA está a ultimar pequenas modificações para integrar ainda este ano na stanforland.Ao contrario de outras marinhas (pseudo super potencias) que andam ao pé coxinho. :G-beer2:
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: paraquedista em Abril 12, 2015, 06:21:55 pm
A Fragata Alvares Cabral acabou the partir do Porto de Glasgow.

Para quem quiser seguir as viagens dos nossos navios, aqui esta um site para o fazer:

http://www.marinetraffic.com/en/ (http://www.marinetraffic.com/en/)

Na versao gratuita, podem escolher ate 5 navios no "My Fleet" e recebem mensagem via email sobre os movimentos desses navios.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Abril 12, 2015, 06:38:24 pm
E um submarino alemão ao largo de Sesimbra!  :shock:
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Abril 13, 2015, 11:00:12 am
http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Operacao-de-assistencia-a-embarcacao-de-recreio-RESSACA-V.aspx
Citar
OPERAÇÃO DE ASSISTÊNCIA À EMBARCAÇÃO DE RECREIO RESSACA V
O Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa (MRCC Lisboa), em articulação com a Capitania do Porto de Lisboa, coordenou durante a tarde de hoje (ontem) a operação de assistência à embarcação de recreio RESSACA V, com quatro pessoas a bordo, que se encontrava sem meios de propulsão próprios por ter um cabo preso ao hélice e consequentemente à deriva, junto à Torre de Belém.
Sempre activa a marinha portuguesa...  :wink:

Cumprimentos
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Abril 13, 2015, 04:27:09 pm
Citação de: "mafets"
Sempre activa a marinha portuguesa...  :mrgreen: .
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Abril 13, 2015, 06:42:35 pm
Dougie Coull
‏@DougCoullPhotos

Early morning inbound for Glasgow - NRP Alvares Cabral - yesterday.

#NRPAlvaresCabral #jointwarrior
(https://pbs.twimg.com/media/CCT-zi7WgAAy7Uc.jpg)


 Iain Cameron @ScotlandDX  ·  23h 23 hours ago

F-331 NRP Alvares Cabral passing Greenock outbound for #JointWarrior
(https://pbs.twimg.com/media/CCaX_06W0AAw7B5.jpg:large)


Citar
British Led War Games "Biggest Ever"

Fourteen countries will be involved in Exercise Joint Warrior this year, in what is described as the “biggest yet” to reassure the tense Baltic states under threat from instability in the region.
 
At least 55 NATO warships, 70 aircraft and 13,000 sailors have arrived in Scotland to take part in demos including submarine hunts, amphibious landings and ship against ship attacks.
 
They take place against a background of rising concern about Russian expansionism
 
Joint Warrior is held twice a year - in April and October - and includes several locations in Scotland and in the sea off its coast.

http://forces.tv/07768368 (http://forces.tv/07768368)
Título: NRP Vasco da Gama de partida
Enviado por: NVF em Abril 16, 2015, 04:15:06 pm
A Vasco da Gama saiu há poucas horas do Alfeite.

Citar
NRP VASCO DA GAMA departed from
port COVA DA PIEDADE
at 2015-04-16 11:52 UTC
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: NVF em Abril 17, 2015, 07:02:20 pm
Navios participantes no Joint Warrior 151

(https://turkishnavy.files.wordpress.com/2015/04/preview.png)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Abril 19, 2015, 12:01:27 am
(https://fbcdn-sphotos-h-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xaf1/v/t1.0-9/p480x480/10701998_917533181601199_4970020838830225857_n.jpg?oh=8a623624abd29e2172f3db8841ab6fdf&oe=55D7DE17&__gda__=1436614640_72c6e2b08273234507438edfd6eeb285)
(https://scontent-mad.xx.fbcdn.net/hphotos-xap1/v/t1.0-9/p480x480/11052023_917533011601216_3970451712831413208_n.jpg?oh=b7f5db76fbde3c8d875bfdaa1e43fc11&oe=55DF75F3)
(https://fbcdn-sphotos-g-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xfp1/v/t1.0-9/p180x540/11083891_917533241601193_6768505555776021584_n.jpg?oh=3e8697795eec455a07155667fd5aade5&oe=55A53384&__gda__=1440293556_0267ef8f5cde664719240fe8e5c9a076)
(https://scontent-mad.xx.fbcdn.net/hphotos-xap1/v/t1.0-9/p480x480/11091289_917533021601215_6388251002765147646_n.jpg?oh=008b8c754049da358423a93b1633f20b&oe=559C53C9)
Citar
Pesqueiro envolvido em atividades de pesca ilícitas (simulado por NRP Bartolomeu Dias) é abordado pela
Marinha da República do Congo.
(https://scontent-mad.xx.fbcdn.net/hphotos-xpf1/v/t1.0-9/p480x480/11081133_917533048267879_8525585013000976347_n.jpg?oh=800d801331769c4dfe1bc0b3e233a7d0&oe=55A49E24)
(https://scontent-mad.xx.fbcdn.net/hphotos-xpa1/v/t1.0-9/p480x480/11049491_917533068267877_6192236883259374595_n.jpg?oh=12edd8fd4862d45fe64494d792453be8&oe=55DE12CB)
(https://scontent-mad.xx.fbcdn.net/hphotos-xfa1/v/t1.0-9/p480x480/11094686_917533071601210_5870692395632827557_n.jpg?oh=acbbef8e584fa1a7daa7a101c7e435b4&oe=55DB1B6B)
(https://fbcdn-sphotos-f-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xap1/v/t1.0-9/p480x480/1797318_917533124934538_6641249171439535728_n.jpg?oh=c3889d34acd95434510497c41e434a4a&oe=559DD570&__gda__=1440842841_75b4570b435154d668ee8cd82aed4be7)
(https://fbcdn-sphotos-c-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xaf1/v/t1.0-9/p480x480/11080896_917533108267873_5239691004122896755_n.jpg?oh=39400b7093a39c8cf008ee93ad2b05ac&oe=559F31CB&__gda__=1437116204_d05b7c9cb5b4d0110b2e143d59d0b93a)
Citar
Navio mercante envolvido em atividades ilícitas (simulado por NRP Bartolomeu Dias) é abordado pela Marinha de Angola.
Militares Angolanos projetados a partir do OPV Amazonas, da Marinha do Brasil
(https://scontent-mad.xx.fbcdn.net/hphotos-xpf1/v/l/t1.0-9/p480x480/11081195_920177848003399_1281289421912069524_n.jpg?oh=0bd70c3d3f658c1e51f79d8c4e239b9f&oe=559E322A)
Citar
Exercício de segurança marítima ao largo da Costa Angolana no âmbito da Cooperação Técnico-Militar.
(https://fbcdn-sphotos-h-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xpf1/v/t1.0-9/p480x480/1908399_920177811336736_4407645213349118997_n.jpg?oh=0e3619b1cc99f116616a0f8485e0de16&oe=55988DBA&__gda__=1437212733_4ade04f1377f44fa575b2f94bc312371)
Citar
Fuzileiro da Marinha Portuguesa recebe instruções relativas à proteção de força
(https://scontent-mad.xx.fbcdn.net/hphotos-xfa1/v/t1.0-9/p480x480/11114020_928386893849161_2980675559799117392_n.jpg?oh=494c96547407910ec2168e5d16bc45a2&oe=55E446D5)
Citar
A fragata Bartolomeu Dias atracou no porto da cidade da Praia, Cabo Verde, a 16 de abril de 2015, para participar no exercício internacional SAHARAN EXPRESS 2015, que vai decorrer entre 19 e 26 de abril na costa ocidental africana, ao largo deste arquipélago.

Este exercício, sob a égide do Comando Norte-Americano para África (AFRICOM), visa o reforço da capacidade dos parceiros africanos no combate às ameaças marítimas, bem como a promoção da cooperação destes parceiros Africanos com os Estados Unidos e a Europa.

O evento tem como finalidade o adestramento das forças militares das nações participantes no âmbito do conhecimento situacional marítimo e em técnicas, táticas e procedimentos necessários à interceção e abordagem de navios suspeitos em alto mar, com vista ao combate a atos ilícitos marítimos, como o narcotráfico, o tráfico de armas, pessoas e bens, a pirataria, a pesca ilegal entre outros.


Mais em:  :arrow: https://www.facebook.com/media/set/?set ... 594&type=1 (https://www.facebook.com/media/set/?set=a.917532924934558.1073742177.159252640762594&type=1)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: night_runner em Abril 19, 2015, 03:37:30 pm
Citação de: "HSMW"
E um submarino alemão ao largo de Sesimbra!  :shock:
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Abril 24, 2015, 08:52:34 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: ICE 1A+ em Maio 07, 2015, 03:06:38 am
Citar

FIGUEIRA DA FOZ EM DIREÇÃO AO GOLFO DA GUINÉ E COSTA OCIDENTAL DE ÁFRICA


O patrulha oceânico Figueira da Foz largou ontem, dia 5 de maio, do porto de Lisboa em direcção ao Golfo da Guiné e costa ocidental africana, dando inicio a uma missão no âmbito da cooperação técnico-militar com países da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), com vista ao estreitamento das relações bilaterais com as respectivas Marinhas.

No decorrer da missão, que se prolongará até ao próximo dia 1 de Julho, o navio da Marinha Portuguesa irá navegar cerca de 10.000 milhas náuticas visitando, pela primeira vez, países amigos como São Tomé e Príncipe, Guiné Equatorial, Angola, Guiné-Bissau e Cabo Verde.

Durante a permanência nos referidos países, o navio desenvolverá acções no quadro dos acordos de cooperação bilateral em matérias tão diversas como a vigilância, fiscalização e segurança marítima, bem como outras acções de apoio no âmbito da política externa do Estado português.

O NRP Figueira da Foz, tem embarcados 60 militares, incluíndo uma equipa de fuzileiros, uma equipa de mergulhadores e uma equipa médica.

Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Alvalade em Maio 07, 2015, 02:12:22 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Crypter em Maio 07, 2015, 02:32:52 pm
Pelas noticias, hoje foi de facto extremamente complicado devido ao número de embarcações que pediram auxilio (penso que 5) e número de pessoas envolvidas (14) sendo que infelizmente faleceu 1 criança de 6 anos que esteve com o pai numa balsa durante 7 horas!

Sei que fizeram um trabalho fantástico estando empenhados 2 C-295, um C-130 dos EUA e 1 Eh101, mas se tivessemos um segundo EH em prontidão nos Açores não teriamos conseguido salvar esta vida?

Sei que situações destas o mais provável é que aconteçam uma x na vida, mas acontecem! Não serão os meios escassos para enormissima área que cobrem? Não será motivos mais que suficientes para o reforço de meios?
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Maio 07, 2015, 03:20:53 pm
Citação de: "Crypter"
Pelas noticias, hoje foi de facto extremamente complicado devido ao número de embarcações que pediram auxilio (penso que 5) e número de pessoas envolvidas (14) sendo que infelizmente faleceu 1 criança de 6 anos que esteve com o pai numa balsa durante 7 horas!

Sei que fizeram um trabalho fantástico estando empenhados 2 C-295, um C-130 dos EUA e 1 Eh101, mas se tivessemos um segundo EH em prontidão nos Açores não teriamos conseguido salvar esta vida?

Sei que situações destas o mais provável é que aconteçam uma x na vida, mas acontecem! Não serão os meios escassos para enormissima área que cobrem? Não será motivos mais que suficientes para o reforço de meios?

Excelente desempenho da tripulação do Merlin, a tripular esta também excelente aeronave, Com HOMENS deste calibre o impossível torna-se VIÁVEL, Bem Hajam pelo vosso PROFISSIONALISMO E CORAGEM !!!!

Tens toda a razão se houvesse mais meios aéreos SAR teria sido possível salvar uma vida, uma vida que vale milhões de EH101, mas foi melhor termos gasto rios de dinheiro no projecto NH90!
Os cerca de quatro EH101 que poderíamos ter adquirido ao invés de ter estoirado o nosso dinheiro na pseudo UALE, teriam feito toda a diferença nesta missão, se houvesse uma segunda unidade de prevenção.............., a EXTENSA Zona Marítima dos Açores disso tem necessidade há muitos, mas mesmo muitos Anos !!!!!!!
Penso que os responsáveis NACIONAIS, deviam parar para acudir a esta urgente necessidade de meios humanos e equipamento, do nosso SAR, ACORDEM E AJAM ou é necessário perderem-se mais vidas ????!!!!
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Maio 07, 2015, 03:33:46 pm
O problema principal não é o numero de EH101 que são 12, mas sim o Numero escasso de Tripulações e os Problemas de Manutenção, que volta e meia aparecem.
Citar
http://observador.pt/especiais/porque-e-que-saem-os-pilotos-da-forca-aerea/

http://defesanacionalpt.blogspot.pt/2015/02/forca-aerea-com-oito-helicopteros-eh.html

http://www.passarodeferro.com/2013/09/frota-portuguesa-eh101-de-novo-com.html

http://www.publico.pt/portugal/jornal/tribunal-de-contas-detecta-facturacao-duplicada-na-manutencao-dos-eh-101-25047970
(http://observador.pt/wp-content/uploads/2014/06/cropped-EH101_1-2.jpg)
(http://1.bp.blogspot.com/-NSa3h9k6OFc/UL04K9DG_KI/AAAAAAAAG74/C8eFahTce7w/s1600/FAP03.jpg)
Agora de facto não percebo porque a UALE que tinha estrutura e pilotos, não ficou com os Puma (ou mesmo os dois c212-300, agora vendidos aos Uruguai), ajudando nestas alturas mais difíceis a SAR, ainda mais quando vários tiveram de ser no passado reactivados para fazer face ao numero de Merlin realmente operacionais. Actualmente já não é tão relevante pois segundo consta por "informantes" parte dos efectivos já não lá esta e os helicópteros à muito que estão encaixotados.  :shock:  
(http://www.cavok.com.br/blog/wp-contents/uploads/2012/04/186.jpg)
(http://www.operacional.pt/wp-content/uploads/2009/10/003-puma-light-gun-copy.jpg)

Cumprimentos
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: dc em Maio 07, 2015, 04:25:38 pm
mafets, segundo se dizia os Puma já não estavam em condições de voar penso eu... E C-212-300 no Exército?  :shock:

Citação de: "tenente"
Tens toda a razão se houvesse mais meios aéreos SAR teria sido possível salvar uma vida, uma vida que vale milhões de EH101, mas foi melhor termos gasto rios de dinheiro no projecto NH90!
Os cerca de quatro EH101 que poderíamos ter adquirido ao invés de ter estoirado o nosso dinheiro na pseudo UALE, teriam feito toda a diferença nesta missão, se houvesse uma segunda unidade de prevenção.............., a EXTENSA Zona Marítima dos Açores disso tem necessidade há muitos, mas mesmo muitos Anos !!!!!!!
Penso que os responsáveis NACIONAIS, deviam parar para acudir a esta urgente necessidade de meios humanos e equipamento, do nosso SAR, ACORDEM E AJAM ou é necessário perderem-se mais vidas ????!!!!

Há 10 anos não se previa que o Merlin tivesse problemas de manutenção nem que houvesse falta de pilotos desta dimensão... Não atire as culpas para cima dos NH-90, até porque são helicópteros que com o devido equipamento podiam TAMBÉM realizar SAR.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Maio 07, 2015, 04:42:55 pm
Citação de: "dc"
mafets, segundo se dizia os Puma já não estavam em condições de voar penso eu... E C-212-300 no Exército?  :shock:

Citação de: "tenente"
Tens toda a razão se houvesse mais meios aéreos SAR teria sido possível salvar uma vida, uma vida que vale milhões de EH101, mas foi melhor termos gasto rios de dinheiro no projecto NH90!
Os cerca de quatro EH101 que poderíamos ter adquirido ao invés de ter estoirado o nosso dinheiro na pseudo UALE, teriam feito toda a diferença nesta missão, se houvesse uma segunda unidade de prevenção.............., a EXTENSA Zona Marítima dos Açores disso tem necessidade há muitos, mas mesmo muitos Anos !!!!!!!
Penso que os responsáveis NACIONAIS, deviam parar para acudir a esta urgente necessidade de meios humanos e equipamento, do nosso SAR, ACORDEM E AJAM ou é necessário perderem-se mais vidas ????!!!!

Há 10 anos não se previa que o Merlin tivesse problemas de manutenção nem que houvesse falta de pilotos desta dimensão... Não atire as culpas para cima dos NH-90, até porque são helicópteros que com o devido equipamento podiam TAMBÉM realizar SAR.
Isso não é verdade. Quando chegaram os Merlin falei directamente com pilotos e mecânicos que me afirmaram categoricamente que os PUma ainda duravam uns bons anos (estavam destinados na altura à Protecção Civil). Tanto mais que alguns anos depois foram re-activados.http://movv.org/2008/11/16/ainda-sobre-a-reativacao-dos-sa-330-puma-na-fap/
(http://www.johncnyren.com/uploads/processed/1213/1203301904341nyl_15.jpg)
(http://2.bp.blogspot.com/-dmSQNGE1T8I/UCkSQNXDEDI/AAAAAAAA0YM/ncKzV5ry98g/s1600/untitled2.bmp)
Os C212 Aviocar são usados por muitos exércitos (seja sub-contratados ou próprios). DE qualquer forma refiro-me aos aos c212-300 para Reconhecimento Marítimo, pois foram comprados nos anos 90. E com a desactivação dos primeiros Aviocar, um dos que deixou de ser usado foi este da ultima fotografia, ou seja o de ECM. Portanto, poderia-se perfeitamente usar os C212-300 e passar esta valência para o Exercito (nomeadamente a UALE), já que a FAP desde logo disse que não tinha essa capacidade com a aquisição dos C295.
(http://tecnodefesa.com.br/wp-content/uploads/2014/12/Foto1-C212-300-Uruguai..jpg)
(http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/e/e6/C-212-100ECM_Portugal.jpg)

Cumprimentos
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Maio 07, 2015, 04:48:46 pm
Citação de: "dc"
mafets, segundo se dizia os Puma já não estavam em condições de voar penso eu... E C-212-300 no Exército?  :shock:

Citação de: "tenente"
Tens toda a razão se houvesse mais meios aéreos SAR teria sido possível salvar uma vida, uma vida que vale milhões de EH101, mas foi melhor termos gasto rios de dinheiro no projecto NH90!
Os cerca de quatro EH101 que poderíamos ter adquirido ao invés de ter estoirado o nosso dinheiro na pseudo UALE, teriam feito toda a diferença nesta missão, se houvesse uma segunda unidade de prevenção.............., a EXTENSA Zona Marítima dos Açores disso tem necessidade há muitos, mas mesmo muitos Anos !!!!!!!
Penso que os responsáveis NACIONAIS, deviam parar para acudir a esta urgente necessidade de meios humanos e equipamento, do nosso SAR, ACORDEM E AJAM ou é necessário perderem-se mais vidas ????!!!!

Há 10 anos não se previa que o Merlin tivesse problemas de manutenção nem que houvesse falta de pilotos desta dimensão... Não atire as culpas para cima dos NH-90, até porque são helicópteros que com o devido equipamento podiam TAMBÉM realizar SAR.

Mas onde é que está escrito que eu culpo os NH90 ???
Epá vamos lá a por os pontos nos is, se não se importa !!!!
As culpas estão nos decisores e não no equipamento, claro que podem fazer SAR mas onde estão eles, os NH90 ?????
Se na altura se tivessem adquirido mais EH101 a dotação de HELIS/crews  colocados na ZMA teria sido maior e logo as capacidades de salvamento maiores, foi o que eu escrevi, e não retiro uma única virgula caro dc.

Cumprimentos
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: NVF em Maio 07, 2015, 05:24:34 pm
Mas o que é que o problema da falta de tripulações tem a ver com um segundo tipo de heli, ou com mais células Merlin? Já aqui aqui foi postado que a FAP retirou o segundo Merlin dos Açores, simplesmente porque não há pilotos-comandante em número suficiente para manter uma segunda guarnição completa nas Lajes.

Se a protecção civil nacional, ou o INEM, não podem colocar helis nos Açores, talvez fosse altura de o Governo Regional criar um serviço SAR regional para trabalhar em articulação com a FAP. Não faz sentido (em termos económicos) mandar um Merlin para evacuações sanitárias entre ilhas, ou em missões SAR junto à costa. Este tipo de missões podiam facilmente ser cumpridas por helis mais ligeiros e económicos, salvaguardando o Merlin para missões de longo raio de alcance (que são bastantes). ou para backup quando há múltiplas ocorrências em simultâneo.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: dc em Maio 07, 2015, 08:00:07 pm
Citação de: "tenente"
Mas onde é que está escrito que eu culpo os NH90 ???
Epá vamos lá a por os pontos nos is, se não se importa !!!!
As culpas estão nos decisores e não no equipamento, claro que podem fazer SAR mas onde estão eles, os NH90 ?????
Se na altura se tivessem adquirido mais EH101 a dotação de HELIS/crews colocados na ZMA teria sido maior e logo as capacidades de salvamento maiores, foi o que eu escrevi, e não retiro uma única virgula caro dc.

Tecnicamente "culpou" o projecto NH-90... mas isto são perfeccionismos... percebeu o que quis dizer...
A culpa não está em ninguém, pois foram adquiridos os helicópteros necessários na altura, 12, o que representa um número superior ao número de Pumas em serviço na altura (na altura da compra dos Merlin, penso eu), e para além de em maior número são helicopteros muito mais capazes. Por fim, de nada adiantava hoje ter 14, 16 ou 20, não teríamos tripulações para todos agora, para além de serem carinhos.. sendo que o custo de mais 3 ou 4 dava para substituir os Al3... mas, não divagando mais, os NH-90 vinham permitir um "alivio" nas tarefas dos Merlin, ficando estes ultimos quase exclusivamente para SAR/CSAR e SIFICAP. Os NH-90 eram utilizados para todas as missões de cariz militar e, quando necessário, podiam ser utilizados para compensar os Merlin em busca e salvamento.
O que estou a dizer é que os Merlin eram os necessários do ponto de vista da FAP, basta ver que até existem 4 prontos para operar no LPD demonstrando que na altura a ideia era que mesmo descontando 2 ou 3 num futuro Navpol a busca e salvamento continuaria assegurada.

Mafets,
pois então não sei, mas lembro-me de ter visto que algures, provavelmente até foi aqui no fórum, que os Puma não estavam em condições de voar e que para o fazerem era necessário fazer uma revisão à fuselagem ou algo assim...

Quanto aos C-212-300, o exército não tem capacidade de operar uma aeronave de asa fixa e mesmo que tivesse não compensava visto já haver rotinas na FAP para essas aeronaves, basicamente seria uma mudança de casa para os C-212-300. Mas concordo com quem diz que a venda dos mesmos foi mal feita... eram aeronaves com bastantes horas de voo para dar.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: night_runner em Maio 07, 2015, 08:41:19 pm
Pela mesma lógica não se trocavam as João Belo pelas M, as Chaimite pelas Pandur, deixa-se estar as G-3 porque ainda disparam e os Alouette afinal não precisam de substituto porque o raio do zingarelho teima em voar!  :shock:
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Maio 07, 2015, 08:58:29 pm
Citação de: "dc"
Mafets,
pois então não sei, mas lembro-me de ter visto que algures, provavelmente até foi aqui no fórum, que os Puma não estavam em condições de voar e que para o fazerem era necessário fazer uma revisão à fuselagem ou algo assim...

Quanto aos C-212-300, o exército não tem capacidade de operar uma aeronave de asa fixa e mesmo que tivesse não compensava visto já haver rotinas na FAP para essas aeronaves, basicamente seria uma mudança de casa para os C-212-300. Mas concordo com quem diz que a venda dos mesmos foi mal feita... eram aeronaves com bastantes horas de voo para dar.
Dc, estou-me a referir a 2005, quando os Merlin chegaram. Até 2015 "muita água passou de baixo da ponte" e tendo os Puma ficado em armazém, à exepção da re-activação, é natural que se tenham degradado.
(http://3.bp.blogspot.com/-O7N3l6jIfK4/TWZ5qIzZM-I/AAAAAAAAELw/qgGKnG-VY_8/s1600/PUMA2.jpg)
A FAP desde o inicio disse que não tinha capacidade em operar em simultâneo com os Aviocar/C295. Existindo 2 em bom estado (já que os restantes esgotou-se as hoars de voo) e com a UALE a ter uma estrutura montada para os NH90 e operando desde uma Base Aérea, não me parece ser de todo que fosse impossível converter essa estrutura (ou parte dela) para operar Aviocar. Até porque um dos argumentos para não vir o Siroco é que faltam meios de fiscalização da ZEE (exactamente uma das missões que os 212/300 fazem) e a UALE nada faz à duas decadas. Por isso, até de Ultraleve.  :mrgreen:  
Citar
http://www.exercito.pt/sites/UALE/Paginas/Localizacao.aspx
(http://static.panoramio.com/photos/large/6218678.jpg)  
(http://cdn-www.airliners.net/aviation-photos/photos/5/5/9/0992955.jpg)
Citar
por night_runner

Pela mesma lógica não se trocavam as João Belo pelas M, as Chaimite pelas Pandur, deixa-se estar as G-3 porque ainda disparam e os Alouette afinal não precisam de substituto porque o raio do zingarelho teima em voar!  :mrgreen:  :mrgreen:  :roll:  ) ou a Chaimite são outras conversas (esta ultima dava para um filme estilo USA: http://www.operacional.pt/chaimite-o-comeco-esteve-para-ser-na-forca-aerea/ ). Até a G3 se a maior parte das novas não tivesse "desaparecido" após o 25 de Abril de 1974(http://www.areamilitar.net/noticias/noticias.aspx?nrnot=359), quem sabe  :mrgreen: . Aliás, no meio de tanto desgoverno e comparativamente aos 87 milhões que já voaram com os NH90 ou aos 30 milhões que já investimos nos KC390 que não sabemos se vamos comprar, as minhas "ideias" até saem baratinhas ao Estado e não se pode dizer que quero o Siroco mas dispenso meios de SAR, Patrulha e afins :mrgreen:
Já agora, a ideia do C212/300 era "converte-lo" para uma máquina que fizesse "vigilância" como o RC12N no US Army, como já tinha referido acima e até postei a foto do Aviocar ECM que era usado pela FAP. :wink:
Citar
RC-12N
U.S. Army Guardrail Common Sensor system aircraft.
 http://en.wikipedia.org/wiki/Beechcraft_C-12_Huron
(http://www.aviation-news.co.uk/archive/media/guardrail1.jpg)

Cumprimentos
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Maio 07, 2015, 10:32:49 pm
Citação de: "dc"
Citação de: "tenente"
Mas onde é que está escrito que eu culpo os NH90 ???
Epá vamos lá a por os pontos nos is, se não se importa !!!!
As culpas estão nos decisores e não no equipamento, claro que podem fazer SAR mas onde estão eles, os NH90 ?????
Se na altura se tivessem adquirido mais EH101 a dotação de HELIS/crews colocados na ZMA teria sido maior e logo as capacidades de salvamento maiores, foi o que eu escrevi, e não retiro uma única virgula caro dc.

Tecnicamente "culpou" o projecto NH-90... mas isto são perfeccionismos... percebeu o que quis dizer...
A culpa não está em ninguém, pois foram adquiridos os helicópteros necessários na altura, 12, o que representa um número superior ao número de Pumas em serviço na altura (na altura da compra dos Merlin, penso eu), e para além de em maior número são helicopteros muito mais capazes. Por fim, de nada adiantava hoje ter 14, 16 ou 20, não teríamos tripulações para todos agora, para além de serem carinhos.. sendo que o custo de mais 3 ou 4 dava para substituir os Al3... mas, não divagando mais, os NH-90 vinham permitir um "alivio" nas tarefas dos Merlin, ficando estes ultimos quase exclusivamente para SAR/CSAR e SIFICAP. Os NH-90 eram utilizados para todas as missões de cariz militar e, quando necessário, podiam ser utilizados para compensar os Merlin em busca e salvamento.
O que estou a dizer é que os Merlin eram os necessários do ponto de vista da FAP, basta ver que até existem 4 prontos para operar no LPD demonstrando que na altura a ideia era que mesmo descontando 2 ou 3 num futuro Navpol a busca e salvamento continuaria assegurada.

Mafets,
pois então não sei, mas lembro-me de ter visto que algures, provavelmente até foi aqui no fórum, que os Puma não estavam em condições de voar e que para o fazerem era necessário fazer uma revisão à fuselagem ou algo assim...

Quanto aos C-212-300, o exército não tem capacidade de operar uma aeronave de asa fixa e mesmo que tivesse não compensava visto já haver rotinas na FAP para essas aeronaves, basicamente seria uma mudança de casa para os C-212-300. Mas concordo com quem diz que a venda dos mesmos foi mal feita... eram aeronaves com bastantes horas de voo para dar.

Permita-me voltar ao tema e dizer que os PUMAS em serviço na altura da substituição pelos EH eram se a memória não me falha 10, mas, o SAR nos açores na Altura estava a cargo da FA/Armada com a possibilidade de reforço de meios pelo destacamento aéreo dos EUA coisa que agora não acontece.
O número de EH comprado foram 12 pois essa quantidade foi limitada pelo factor preço não pelas necessidades da FAP !

Então se adquirimos doze unidades formamos o mesmo número de tripulações se adquirirmos 16 ???
Essa para mim é nova mas gosto de ir lendo estes comentários, estou sempre a aprender.
Que são caros todos sabemos, mas que também são muito, mesmo muito superiores aos NH90, globalmente e mais especificamente no que toca ao SAR, não tenho qualquer dúvida !

Se adquiríssemos os NH90 teríamos mais custos com uma linha logística/mnt para os ditos Helis.

Qual é o modelo de NavPol que se refere ?? Se for o LPD Adamastor tendo como base a classe Galicia ou a Rotterdam apenas tem dois pontos para atteragens/descolagens.

Nem o Siroco tem quatro pontos de aterragem/descolagem para conseguir operar quatro Helis em simultâneo !!
Apenas se usar o elevador como recurso o poderá fazer mas a operação em simultâneo desse número de aeronaves, levanta problemas de segurança acrescidos nessas operações !!

Cumprimentos
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: dc em Maio 07, 2015, 11:58:55 pm
Citação de: "tenente"
Então se adquirimos doze unidades formamos o mesmo número de tripulações se adquirirmos 16 ???
Essa para mim é nova mas gosto de ir lendo estes comentários, estou sempre a aprender.
Que são caros todos sabemos, mas que também são muito, mesmo muito superiores aos NH90, globalmente e mais especificamente no que toca ao SAR, não tenho qualquer dúvida !

Olhe, tínhamos/temos 39 F-16 e apenas 20 e tal pilotos... faça favor de utilizar a sua lógica aqui também... enfim... se "só" com 12 não há tripulações suficientes para todos, imagine com 16... Mas deixe lá, "o burro sou eu"...

"Muito, mas mesmo muito superiores" em quê especificamente? SAR sem dúvida, e em termos de alcance e capacidade de carga também, mas e de resto são superiores em quê? A diferença é que o exército não queria um helicóptero de SAR, queria um helicóptero "para a guerra" que lhe tivesse atribuído 100% do tempo e não houvesse impedimento por estar a ser utilizado para as missões da FAP actualmente executadas somente pelos Merlin. Claro que criar de propósito uma unidade de aviação no exército é um desperdício de dinheiro, agora ter helicópteros extra que permitissem aliviar as missões dos Merlin (especialmente as de cariz militar) já não seria desperdício nenhum mas sim um complemento. Era para isto que serviria o NH-90, não para fazer o trabalho do Merlin mas sim para executar as missões em que não há necessidade de utilizar o dispendioso Merlin.

Citação de: "tenente"
Qual é o modelo de NavPol que se refere ?? Se for o LPD Adamastor tendo como base a classe Galicia ou a Rotterdam apenas tem dois pontos para atteragens/descolagens.

Nem o Siroco tem quatro pontos de aterragem/descolagem para conseguir operar quatro Helis em simultâneo !!
Apenas se usar o elevador como recurso o poderá fazer mas a operação em simultâneo desse número de aeronaves, levanta problemas de segurança acrescidos nessas operações !!

Os Galicia/Rotterdam têm Hangar para 4  :wink:
E eu não disse que iam estar lá os 4, ou disse? Se ler bem escrevi "mesmo descontando 2 ou 3 para uso no Navpol"... E nem venha com o Siroco para a conversa, na altura a ideia era um LPD de raiz com hangar para 4 Merlin, o Siroco vem 10 anos depois dos primeiros Merlin chegarem e uns 12 ou 13 depois de os termos escolhido e que versões. Portanto a vinda do Siroco em teoria até veio a ser melhor para a FAP pois só tem de dispensar no máximo dois Merlin.
Aqui a discussão é, hoje com "apenas" 12 Merlin, não temos tripulação para tudo, portanto de nada nos servia agora ter 16 Merlin e provavelmente nem sequer os 10 NH-90, pois os pilotos são escassos e para pouco mais dão do que para parte da frota de Merlin.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Bravo Two Zero em Maio 08, 2015, 12:02:58 am
Citação de: "NVF"
Mas o que é que o problema da falta de tripulações tem a ver com um segundo tipo de heli, ou com mais células Merlin? Já aqui aqui foi postado que a FAP retirou o segundo Merlin dos Açores, simplesmente porque não há pilotos-comandante em número suficiente para manter uma segunda guarnição completa nas Lajes.

Se a protecção civil nacional, ou o INEM, não podem colocar helis nos Açores, talvez fosse altura de o Governo Regional criar um serviço SAR regional para trabalhar em articulação com a FAP. Não faz sentido (em termos económicos) mandar um Merlin para evacuações sanitárias entre ilhas, ou em missões SAR junto à costa. Este tipo de missões podiam facilmente ser cumpridas por helis mais ligeiros e económicos, salvaguardando o Merlin para missões de longo raio de alcance (que são bastantes). ou para backup quando há múltiplas ocorrências em simultâneo.

Ressalvando as características orográficas distintas, já fiz essa pergunta para a Madeira. Porque não a aquisição de um Kamov 32, que devem ser mais baratos, para as evacuações sanitárias Madeira-Porto Santo e combate a incêndios e manter o Merlin para as missões SAR e apoio ao comando marítimo açoriano? Nessa lógica bastaria um Merlin nas Lajes e outro no Porto Santo.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Maio 08, 2015, 12:06:55 am
(http://mousse2cie-7172.fr/reportage/siroco/le_sir22.DSC_0227_m.jpg)
(http://www.defense.gouv.fr/var/dicod/storage/images/base-de-medias/images/ema/cote-d-ivoire/06-04-10-rci-la-force-licorne-sur-le-tcd-foudre/les-puma-de-licorne-sur-le-pont-d-envol/353892-1-fre-FR/les-puma-de-licorne-sur-le-pont-d-envol.jpg)
Tenente, o Tcd Siroco tem 3 pontos de aterragem, situando-se o mais afastado à popa. Permite perfeitamente operar com 3 merlin sem qualquer problema.
(http://tcd.siroco.free.fr/28062007tigrea.jpg)
O elevador dá acesso à doca e apenas permite que helicópteros como o tiger da imagem tenha acesso à doca.
(http://www.meretmarine.com/objets/500/24296.jpg)
O hangar do siroco foi feito para 2 super frelon, maiores e mais altos que o eh101. Por isso enquanto que usa os pontos da plataforma de aterragem, 2 helis podem estar no hangar.
(http://www.helicopassion.com/images/WBL/WBL233/NAV480h.jpg)
(http://www.ffaa.net/helicopters/super-frelon/images/super-frelon-052.jpg)

Cumprimentos
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: night_runner em Maio 08, 2015, 02:48:27 am
O problema é sempre o mesmo, falta de verbas. Não vale a pena procurar soluções noutros lados quando fica mais barato resolver os problemas que já existem. Como parece que ninguém consegue ou quer ver isso é com grande naturalidade que começou a surgir a "ideia" de que algo está a ser feito para que no futuro haja uma privatização do SAR em Portugal... :roll:  

Uma estrutura como a que existe em Portugal, que tem uma Esquadra que até ganho prémios e que agora até organiza exercícios com os "pros", tem mais é de ser apoiada a fazer mais e melhor, nunca suplantada e muito menos substituída! Tem de receber investimentos em material e pessoas, não fazer parte das tristes novelas das manutenções e das horas de voo.

Recordo-me das intenções no início de 2006, expressas pelo CEMFA da altura:
DAA BA4: 1x C-295 + 3x EH101 (2/1x SAR/SIFICAP)
DAM AM3: 1x C-295 + 1x EH101 (SAR)
MOB BA6: 10x C-295 + 8x EH101 (3/4/1x SAR/CSAR/SIFICAP)

Programa-se bem, projecta-se bem, mas depois na prática...
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Maio 08, 2015, 10:20:51 am
Citação de: "night_runner"
O problema é sempre o mesmo, falta de verbas. Não vale a pena procurar soluções noutros lados quando fica mais barato resolver os problemas que já existem. Como parece que ninguém consegue ou quer ver isso é com grande naturalidade que começou a surgir a "ideia" de que algo está a ser feito para que no futuro haja uma privatização do SAR em Portugal... :roll:  :roll: )   é quando se vai a ao Orçamento Geral do Estado, ver as verbas que se gastam em tretas, desde veículos novos e topos de gama, passando por assessores, consultadorias e acabando em 200 milhões ao ano para fundações em que 90% pouco ou nada fazem pelo pais. Existe dinheiro para os Bancos, para os continuas PPP que privatizam até bens como a Água e para "safar" empresas públicas que passam o tempo a dar prejuízo, questionando-se que tipo de serviço público fazem na realidade (como a RTP, que ainda em 2011 veiu o estado pagar-lhe 500 milhões de dívidas http://www.idealista.pt/news/financas-pessoais/credito-a-habitacao/2011/08/31/4031-estado-assume-mais-de-500-milhoes-de-dividas-da-rtp). Para as Forças Armadas é em segunda mão, a conta gotas e advém constantes problemas quer nos contratos de fornecimento, mas também na manutenção, isto já para não falar na constante falta de meios humanos e matérias. No mínimo ultrajante quando se vê o trabalho das F.A. no dia a dia (http://defesanacionalpt.blogspot.pt/).
(http://www.defesa.pt/Galeria%20Imagens/ImagensNoticias/20130524_fap_combate_incendios_noticia.jpg)
(http://3.bp.blogspot.com/-zKgT51T-EKk/Uhs18CHSATI/AAAAAAAABdY/YKWVDaeTApE/s1600/image001.jpg)

Cumprimentos
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: diogo13350 em Maio 08, 2015, 05:31:20 pm
Chamem-me burro mas 1 EH 101 na Madeira ,2 nos Açores  e 9 no continente sendo 2 desses para busca e salvamento 4 para o Siroco e o resto para transporte de tropas nao dá??











''
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Maio 08, 2015, 05:46:19 pm
Citação de: "diogo13350"
Chamem-me burro mas 1 EH 101 na Madeira ,2 nos Açores  e 9 no continente sendo 2 desses para busca e salvamento 4 para o Siroco e o resto para transporte de tropas nao dá??

O Siroco só tem hangar para 2 EH101.

O resto quase que dá :wink: , 1 na Madeira, 2 nos Açores, 2 em SAR no continente.

Os restantes 5 que deviam ser para transporte de tropas não deve dar pois devem estar todos parados em inspecções de fase ou avariados, só acredito que num caso muito pontual, a FAP consiga recuperar 1/2 desses 5 numa emergência, mas depois ainda há a questão de ter tripulantes para isso tudo.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: diogo13350 em Maio 08, 2015, 06:35:23 pm
ok mais 2 para transporte de tropas mas como é que metade dos EH-101(um dos melhores do mundo) estão avariados wtf

tantos desempregados e não hà pilotos deixa eu terminar o 12º que vou ser 1 :)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Maio 08, 2015, 07:37:10 pm
Citação de: "mafets"
(http://mousse2cie-7172.fr/reportage/siroco/le_sir22.DSC_0227_m.jpg)
(http://www.defense.gouv.fr/var/dicod/storage/images/base-de-medias/images/ema/cote-d-ivoire/06-04-10-rci-la-force-licorne-sur-le-tcd-foudre/les-puma-de-licorne-sur-le-pont-d-envol/353892-1-fre-FR/les-puma-de-licorne-sur-le-pont-d-envol.jpg)
Tenente, o Tcd Siroco tem 3 pontos de aterragem, situando-se o mais afastado à popa. Permite perfeitamente operar com 3 merlin sem qualquer problema.

Isso foi o que eu escrevi, num dos meus posts anteriores, o Siroco, tem até maior capacidade de operar Helis em simultâneo, três, do que a classe Galicia/Rotterdam, apenas dois, mas parece-me que há aqui quem fale em capacidades dos hangar para acomodar os helis enquanto que eu falo em capacidade de operações em simultâneo no landing deck.  

Citar
[(http://tcd.siroco.free.fr/28062007tigrea.jpg)
O elevador dá acesso à doca e apenas permite que helicópteros como o tiger da imagem tenha acesso à doca.
(http://www.meretmarine.com/objets/500/24296.jpg)
O hangar do siroco foi feito para 2 super frelon, maiores e mais altos que o eh101. Por isso enquanto que usa os pontos da plataforma de aterragem, 2 helis podem estar no hangar.

Afirmativo disso não tenho qualquer dúvida .

(http://www.helicopassion.com/images/WBL/WBL233/NAV480h.jpg)
(http://www.ffaa.net/helicopters/super-frelon/images/super-frelon-052.jpg)

Cumprimentos[/quote]
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Maio 08, 2015, 07:53:29 pm
Citação de: "dc"
Citação de: "tenente"
Então se adquirimos doze unidades formamos o mesmo número de tripulações se adquirirmos 16 ???
Essa para mim é nova mas gosto de ir lendo estes comentários, estou sempre a aprender.
Que são caros todos sabemos, mas que também são muito, mesmo muito superiores aos NH90, globalmente e mais especificamente no que toca ao SAR, não tenho qualquer dúvida !

Olhe, tínhamos/temos 39 F-16 e apenas 20 e tal pilotos... faça favor de utilizar a sua lógica aqui também... enfim... se "só" com 12 não há tripulações suficientes para todos, imagine com 16... Mas deixe lá, "o burro sou eu"...

"Muito, mas mesmo muito superiores" em quê especificamente? SAR sem dúvida, e em termos de alcance e capacidade de carga também, mas e de resto são superiores em quê? A diferença é que o exército não queria um helicóptero de SAR, queria um helicóptero "para a guerra" que lhe tivesse atribuído 100% do tempo e não houvesse impedimento por estar a ser utilizado para as missões da FAP actualmente executadas somente pelos Merlin. Claro que criar de propósito uma unidade de aviação no exército é um desperdício de dinheiro, agora ter helicópteros extra que permitissem aliviar as missões dos Merlin (especialmente as de cariz militar) já não seria desperdício nenhum mas sim um complemento. Era para isto que serviria o NH-90, não para fazer o trabalho do Merlin mas sim para executar as missões em que não há necessidade de utilizar o dispendioso Merlin.

Epá você já disse que eles são superiores nem vale a pena eu estar a numerar as diferenças dos dois mas uma há que salta há vista o 101 tem três motores contra dois do NH, será preciso continuar, são dois HELIS diferentes muito diferentes só que o EH101 é na realidade superior ao NH90.

Citação de: "tenente"
Qual é o modelo de NavPol que se refere ?? Se for o LPD Adamastor tendo como base a classe Galicia ou a Rotterdam apenas tem dois pontos para atteragens/descolagens.

Nem o Siroco tem quatro pontos de aterragem/descolagem para conseguir operar quatro Helis em simultâneo !!
Apenas se usar o elevador como recurso o poderá fazer mas a operação em simultâneo desse número de aeronaves, levanta problemas de segurança acrescidos nessas operações !!

Citar
Os Galicia/Rotterdam têm Hangar para 4  :roll: mencionei os pontos para operar as aeronaves no landing deck !!!!!!

Citar
E eu não disse que iam estar lá os 4, ou disse? Se ler bem escrevi "mesmo descontando 2 ou 3 para uso no Navpol"... E nem venha com o Siroco para a conversa, na altura a ideia era um LPD de raiz com hangar para 4 Merlin, o Siroco vem 10 anos depois dos primeiros Merlin chegarem e uns 12 ou 13 depois de os termos escolhido e que versões. Portanto a vinda do Siroco em teoria até veio a ser melhor para a FAP pois só tem de dispensar no máximo dois Merlin.

Mas a realidade é que o SIROCO tem maior capacidade mais 50% para operar helis em simultâneo, que a classe Galicia/Rotterdam, essa é que é essa !!!

Citar
Aqui a discussão é, hoje com "apenas" 12 Merlin, não temos tripulação para tudo, portanto de nada nos servia agora ter 16 Merlin e provavelmente nem sequer os 10 NH-90, pois os pilotos são escassos e para pouco mais dão do que para parte da frota de Merlin.

Quando se adquire uma frota de aeronaves temos de contar com tudo o que é necessário para os colocar operacionais, tripulações/mnt/sobressalentes, ora se fossem 16 inicialmente e não doze, eu nunca referi que haveria tripulações suficientes para operarem todos mas logicamente teriam de se formar mais tripulações e como tal estariam mais unidades disponíveis e desse modo o SAR na ZMA teria uma cobertura mais eficaz, sem qualquer desprimor para as excelentes tripulações de cockpit/cabine e recuperadores/salvadores que as compõem, tripulações que se tem revelado de primeiríssima qualidade !!!!

Se houve qualquer má interpretação da minha parte, peço desculpa dc, mas as minhas opiniões são as que acabei de referir.

Cumprimentos
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: dc em Maio 08, 2015, 08:53:34 pm
Citação de: "tenente"
Epá você já disse que eles são superiores nem vale a pena eu estar a numerar as diferenças dos dois mas uma há que salta há vista o 101 tem três motores contra dois do NH, será preciso continuar, são dois HELIS diferentes muito diferentes só que o EH101 é na realidade superior ao NH90.

Pois são superiores, mas são também mais caros de operar e manter, e para certas missões se calhar não seria necessário um helicóptero com as características dos Merlin, daí o exército ter optado por NH-90 e não por Merlin. Sim, três motores torna-o melhor, mas também mais caro de manter... portanto é uma vantagem que nem sempre se justifica, por exemplo, quando fosse necessário transportar 10 soldados de Tancos a Beja, por exemplo. Portanto cada um tem as suas vantagens e desvantagens. Você só está a comparar nas missões de SAR, eu estou a comparar naquilo para que eram pensados os NH-90, ou seja, missões de cariz diferente das de SAR, quanto muito fariam CSAR visto que os Merlin com essa capacidade são poucos. Claro que ficaríamos melhor servidos, do ponto de vista qualitativo, se tivéssemos em vez de 12 Merlin e 10 NH-90, 20 a 22 Merlin... mas ao preço unitário que estes estão e para as missões que desempenhariam no exército não compensava... O Merlin é sem duvida um dos melhores, se não mesmo o melhor, helicóptero na sua categoria, no entanto, seria demais para o exército comportar os custos de um helicóptero daqueles, e quanto muito o numero adquirido seria menor... De qualquer forma, a escolha pelos NH-90 em nada afectou a aquisição dos Merlin e agora já nem vêm... e se viessem em nada impediriam as missões dos Merlin, em vez disso permitiam que estes pudessem "gastar" todas as suas horas de voo em SAR, não havendo necessidade de utilizar os Merlin para tudo e mais alguma coisa, como acontece actualmente. Quantas mais horas de voo fazem, mais vezes têm de ir para a manutenção, quanto mais tempo na manutenção, menos disponibilidade têm, ora os NH-90 (independentemente de estarem no UALE ou, de preferência, na FAP) desempenhariam as missões de menor "importância, desde treino a exercícios com os restantes ramos e exercícios internacionais, e os Merlin só tinham a ganhar com isto, ganhavam mais disponibilidade e manutenções menos regularmente.

Citação de: "tenente"
Eu nem falei no HANGAR ou falei ??????  mencionei os pontos para operar as aeronaves no landing deck !!!!!!

Nem eu disse que os 4 Merlin CSAR iam estar no LPD em simultâneo, ou disse? E sim, mencionou que só podem operar 2 em simultâneo, como se os LPD tipo Rotterdam só pudessem levar 2, e eu elucidei-o que podem levar 4, mesmo que só operem dois de cada vez, podem levar 4, hangar não tem essa capacidade à toa... Ou não lhe passou pela cabeça que, em caso de necessidade, podem haver dois em utilização, e os outros dois (e respectivas tripulações) em descanso, e depois rodarem durante a missão?

Citação de: "tenente"
Mas a realidade é que o SIROCO tem maior capacidade mais 50% para operar helis em simultâneo, que a classe Galicia/Rotterdam, essa é que é essa !!!

Então diga-me só uma coisa, o Siroco tem hangar para dois certo? Onde pensa levar o terceiro? Vai "na rua" a apanhar sol? O Siroco, quanto muito, pode operar dois Merlin e um heli ligeiro/ataque, pois só pode levar 2 Merlin. Portanto, em termos de comparação directa, ambas as classes têm a mesma capacidade, mas um com capacidade de operar um terceiro helicóptero ligeiro, enquanto que os da classe Rotterdam podem levar 4 Merlin ou 2 Merlin e 3 helis ligeiros. Cada um com as suas vantagens.

Citação de: "tenente"
Quando se adquire uma frota de aeronaves temos de contar com tudo o que é necessário para os colocar operacionais, tripulações/mnt/sobressalentes, ora se fossem 16 inicialmente e não doze, eu nunca referi que haveria tripulações suficientes para operarem todos mas logicamente teriam de se formar mais tripulações e como tal estariam mais unidades disponíveis e desse modo o SAR na ZMA teria uma cobertura mais eficaz

O problema é esse, é que foram adquiridos 12 e mesmo sendo um número curto (logo muito mais fácil de preencher todas as vagas do que se fossem 16), continua a reinar a falta de pilotos... Se tivéssemos 16 e mesmo que se tivessem formado mais pilotos para os mesmos, hoje a situação seria idêntica, tal como acontece com as tripulações dos P-3 e os pilotos dos F-16, há mais aviões do que pilotos/tripulações completas.
Agora se me disser que, com a aquisição de 16 a 20 Merlin e excluindo os NH-90 por completo, os pilotos que estavam destinados para estes últimos fossem para os EH-101... aí é outra conversa, mas mesmo se assim fosse, nada previa a falta de pilotos fosse tão grave e que os Merlin operacionais fossem escassos.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: diogo13350 em Maio 08, 2015, 09:43:17 pm
exemplo:NH-90 perde um motor ******* todo o EH-101 continua com 2 na boa...
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Get_It em Maio 08, 2015, 10:02:32 pm
Desculpem lá mas para mim esta discussão anda um meio esquisita. Devo confessar que até já me perdi em alguns pontos, o que me até dá a impressão que às vezes estão a discutir o sexo dos anjos em relação a alguns pormenores e que noutros casos as pessoas dos dois lados "de oposição" estão a dizer a mesma coisa.

Uma pequena achega, que até acho que já vem agora tarde na discussão: Se os Merlin são tão caros de operar e/ou são poucos (seja por falta de pilotos, manutenção, avaria... o que for) para fazer as missões de evacuação médica entre ilhas e busca e salvamento então que tratem de arranjar uma outra solução:


Se os NH-90 tivessem vindo teriam sem dúvida aliviado a FAP, até certo ponto, no que diz respeito à busca e salvamento na zona costeira com o resultado de libertar Merlins suficientes para os Açores ou libertar o destacamento de SAR em Ovar (supondo que o Alouette III na FAP fosse substituído por um helicóptero mais moderno) para operar nos Açores ao lado dos Merlin.

Agora, essa discussão de NH-90 vs mais EH-101 já foi discutida de forma bem interessante num dos tópicos do UALE e acaba por envolver outros assuntos como a própria organização e estrutura dos meios aéreos nas forças armadas, a dupla capacidade (missões de interesse público e militar) das forças armadas, e custos de operacionais vs custos de manutenção/linhas de logística.

Citação de: "night_runner"
Como parece que ninguém consegue ou quer ver isso é com grande naturalidade que começou a surgir a "ideia" de que algo está a ser feito para que no futuro haja uma privatização do SAR em Portugal... :roll:  :arrow: «Que gozo! (http://http)»

Citação de: "diogo13350"
tantos desempregados e não hà pilotos deixa eu terminar o 12º que vou ser 1 :)
O problema não é bem a falta de pilotos. O problema é a falta de pilotos-comandante e de verbas para o treino e formação de pilotos. É preciso dar horas de voo suficientes e o treino necessário para formar pilotos-comandante e também é preciso pagar-lhes bem (ou prendê-los à FAP) para evitar que o pessoal fuja todo depois de cumprido o tempo mínimo obrigatório de contrato.

Cumprimentos,
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: diogo13350 em Maio 08, 2015, 10:27:47 pm
supostamente em 2018 os alouette 3 perdem o certifica do de voo ou seja novos helis em 2019 ...
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Maio 09, 2015, 04:01:14 pm
Citação de: "Get_It"
Desculpem lá mas para mim esta discussão anda um meio esquisita. Devo confessar que até já me perdi em alguns pontos, o que me até dá a impressão que às vezes estão a discutir o sexo dos anjos em relação a alguns pormenores e que noutros casos as pessoas dos dois lados "de oposição" estão a dizer a mesma coisa.,

Afirmativo, eu falo de alhos o dc responde de bugalhos, por mim sem mais comentários !! :wink:

Cumprimentos
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Maio 09, 2015, 04:25:47 pm
Eu sei que é um problema meu, mas nunca percebi a aquisição dos Nh90 para o Exercito. Ainda a aquisição para a UALE dos Ec 635 ( http://www.operacional.pt/helitech-portugal-2010/)faziam algum sentido agora os NH90, é como dar um Ferrari Testarossa a quem acaba de tirar a carta de condução.  :mrgreen:
(http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/e/e4/Eurocopter_EC_635_mock-up_ILA_2012.jpg)
Para ganhar doutrina até uns Huey e Cobra da Amarc serviam, ao invés do NH90 que para quem nunca operou qualquer tipo de helicóptero, é uma aeronave avançada, com uma manutenção que não é "pêra doce" e com diversos problemas que têm sido verificados (http://www.flightglobal.com/news/articles/germany-calls-a-halt-to-nh90-flights-over-safety-fears-408844/). Mas se queriam um "brinquedo novo" tinham os A109 que também era mais que bom.  :wink:
(http://i128.photobucket.com/albums/p170/MarkNH/arizona/AMARG13-Bell-UH-1-Huey.jpg)
(http://www.wingsovereurope.com/belgian%20agusta%20a-109%20gallery%201/Agusta%20A%20109%20H-37%20Ieper%202007%20(5).jpg)
Mas "batendo mais no ceguinho", não entendo a UALE num pais do tamanho de Portugal e nem me tinha chocado se a Marinha não tivesse Helis e fosse a FAP a ter uma esquadra para operações navais, como a FAB tinha relativamente aos Tracker na altura do saudoso Porta-Aviões Minas Gerais. Aliás, os próprios Lynx estão baseados no Montijo, por isso só mudava o Ramo e o sitio de guarida e manutenção até ficava igual..  :twisted:  
(http://freepages.military.rootsweb.ancestry.com/~otranto/fab/fotos/historicas/tracker_p16_08.jpg)
(http://4.bp.blogspot.com/-8zDFYR54jrU/T_Gy0n31TyI/AAAAAAAAD_E/mzJzJld30bQ/s1600/20120701_LPMT-47s.jpg)
Já que não quiseram os PUMA, os Merlin ou mesmo os Lynx (neste caso a versão do Exercito ingles) que já tinham estrutura e logística montada, a UALE que continua de "pedra e cal" apesar das ZERO aeronaves que opera, junto com a idade dos Al III da FAP, fazem "pairar no ar" a ideia que mais tarde ou mais cedo alguma coisa há-de vir, restando saber o que ou se pelo contrário serão mais décadas de aeronaves virtuais e o continuar do milagre da "manutenção" a assegurar que os Aloutte permaneçam a voar.  :mrgreen:
(http://i73.servimg.com/u/f73/12/43/71/08/ppp110.jpg)
(http://www.shephardmedia.com/media/images/article/lynx.jpg)

Saudações  :wink:
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: diogo13350 em Maio 09, 2015, 04:44:15 pm
Só em Portugal: The Eurocopter EC635 was developed to meet a Portuguese Army requirement for a light fire support and medical evacuation helicopter, as part of its programme for the raise of a specialist army aviation unit, the UALE. The EC635 was first revealed at the Aviation Africa exhibition in May 1998 and the Portuguese Ministry of Defence subsequently signed an agreement for nine EC635 T2 helicopters equipped with Turbomeca Arrius 2B2 engines, at a cost of €35 million in October 1999.[2] Delivery of the first Portuguese aircraft was expected to begin in 2001; however, continual delays in production led to the Portuguese Ministry of Defence canceling the contract in August 2002, citing Eurocopter's failure to deliver all aircraft between August 2001 and April 2002 as the reason. Eurocopter claimed that disagreements over the integration of weapons systems on the helicopter were the reason for the cancellation.[3]

The Royal Jordanian Air Force agreed to purchase the 9 Portuguese helicopters in October 2002 and the first aircraft was delivered in July 2003. Jordan ordered a further 4 helicopters in January 2006 and deliveries of all machines were completed in 2007.

In April 2006, the Swiss Defence Procurement Agency (Armasuisse) ordered 20 EC635's for the Swiss Air Force, to replace the aging Aérospatiale Alouette III in performing transport and advanced training missions.[4] The first four aircraft will be built by Eurocopter, with the remaining 16 being built by RUAG Aerospace in Alpnach, Switzerland, and deliveries expected to be completed between March 2008 and December 2009.[5]
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: dc em Maio 09, 2015, 09:37:07 pm
Citação de: "tenente"
Afirmativo, eu falo de alhos o dc responde de bugalhos, por mim sem mais comentários !!

Então mas diga-me lá em que parte vossemecê "falou de alhos e eu de bugalhos"? Por eu ter mencionado o hangar num LPD? Do qual dependem os helicópteros? E que simplesmente um LPD podia levar 4, mesmo só operando dois em simultâneo?

Eu quando falei no hangar respondi a isto:
Citar
tenente Escreveu:
Qual é o modelo de NavPol que se refere ?? Se for o LPD Adamastor tendo como base a classe Galicia ou a Rotterdam apenas tem dois pontos para atteragens/descolagens.
Ou seja, mesmo que só tenha dois pontos de descolagem/aterragem, um navio dessa classe podia levar 4 Merlin. E é neste contexto que tinha dito isto antes:
Citar
dc Escreveu:
O que estou a dizer é que os Merlin eram os necessários do ponto de vista da FAP, basta ver que até existem 4 prontos para operar no LPD demonstrando que na altura a ideia era que mesmo descontando 2 ou 3 num futuro Navpol a busca e salvamento continuaria assegurada.
Logo, eu falei em 4 Merlin prontos a ser operados a partir do Navpol, independentemente de só poder operar 2 em simultâneo, mas embarcadas podem ser 4, de um total de 12.
Portanto, eu falei no hangar porque representa a capacidade total do navio relativamente aos helicópteros embarcados que no fundo foi isso que falei antes da sua resposta... Agora veja lá quem respondeu bugalhos em vez de alhos.  :wink:

PS: Começo a achar que foi tudo um lapso de leitura da sua parte... Pois eu disse 4 prontos e não 4 pontos...
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Get_It em Maio 09, 2015, 10:50:22 pm
Acho que um post meu colocado no início deste ano continua a ser válido quanto a esta discussão do NH-90: «Re: Portugal gastou + de 120 M c/ helis que nunca irá ter (http://http)».

Citação de: "mafets"
Eu sei que é um problema meu, mas nunca percebi a aquisição dos Nh90 para o Exercito. Ainda a aquisição para a UALE dos Ec 635 ( http://www.operacional.pt/helitech-portugal-2010/)faziam algum sentido agora os NH90, é como dar um Ferrari Testarossa a quem acaba de tirar a carta de condução.  :mrgreen:

Para ganhar doutrina até uns Huey e Cobra da Amarc serviam, ao invés do NH90 que para quem nunca operou qualquer tipo de helicóptero, é uma aeronave avançada, com uma manutenção que não é "pêra doce" e com diversos problemas que têm sido verificados (http://www.flightglobal.com/news/articles/germany-calls-a-halt-to-nh90-flights-over-safety-fears-408844/). Mas se queriam um "brinquedo novo" tinham os A109 que também era mais que bom.  :wink:
Já fiz essa mesma critica mas tenho de discordar. Nos dias de hoje não é preciso andar a comprar meios inferiores ou "sucata" para ganhar experiência e criar uma doutrina dado que isso já faz-se facilmente com formação do próprio fabricante dos helicópteros e enviando pessoal ao estrangeiro. Afinal essa é uma das vantagens de sermos um Estado membro da NATO. A Marinha também nunca tinha operado qualquer helicóptero e no entanto conseguiu com bastante sucesso começar a operar os Lynx que em termos de performance e capacidade anti-submarinos eram bastante avançados. O problema aqui, na minha opinião, não foi a aquisição do NH-90 mas como o Exército colocou a carroça à frente dos bois e a falta de sinergia que existiu entre o Exército e a FAP.

Citação de: "mafets"
Mas "batendo mais no ceguinho", não entendo a UALE num pais do tamanho de Portugal e nem me tinha chocado se a Marinha não tivesse Helis e fosse a FAP a ter uma esquadra para operações navais, como a FAB tinha relativamente aos Tracker na altura do saudoso Porta-Aviões Minas Gerais. Aliás, os próprios Lynx estão baseados no Montijo, por isso só mudava o Ramo e o sitio de guarida e manutenção até ficava igual..  :twisted:  
Até concordo quanto ao UALE, mas no caso da Marinha acho que já faz sentido que estes tenham os seus próprios meios e próprio pessoal em termos de helicópteros dado as missões que fazem e como são uma parte orgânica das fragatas. Especialmente quando olhamos para como a Esquadrilha de Helicópteros da Marinha foi criada.

Cumprimentos,
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Maio 10, 2015, 12:34:14 am
A UALE não tem nenhum meio aérea à 20 anos, nem nunca teve desde que foi criada. Portanto não se trata de ser "Sucata" (algo que não considero os UH1N e Ah1j Sea Cobra, pois se existem estes armazenados, o mais lógico é falarmos deste tipo e não de outros mais antigos), mas sim de ter algo para permitir transportar tropas e mandar no mínimo uns Tows, algo que se calhar não tem porque sempre quis novo e certamente mais caro que material re-condicionado. Relembro que parte dos F16 da FAP vêm da AMARC (http://www.tcontas.pt/pt/actos/rel_auditoria/2006/audit-dgtc-rel051-2006-2s.pdf) e estão re-condicionados e a voar.  :wink:
Citar
https://www.defenseindustrydaily.com/nh90-europes-medium-helicopter-contender-04135/
(http://i128.photobucket.com/albums/p170/MarkNH/arizona/AMARG15-Bell-AH-1S-Huey-Cobra.jpg)
(http://www.air-and-space.com/20020624%20China%20Lake/5%2019%20WSL%20UH-1N%20left%20rear%20l.jpg)
Mas confesso que sou um fã dá "sucata" do amarc. Uns uh1n e uns sea cobra ah1s dariam bastante jeito na uale e até na fap como substituto do al3.  Os marines continuam a gostar muito deles ( nas versões y e z claro está, daí terem estes armazenados) :mrgreen:
(http://2.bp.blogspot.com/-9PxwMbywJh8/UfkuCBJ1jnI/AAAAAAAAMsM/bz7SdLh14Ws/s1600/1075484_609616099059577_1723320839_o.jpg)
Não discordo dos Lynx na marinha. O problema é que em Portugal ás capelinhas e o tráfico de influências entre os proprios ramos das f.a. causam alguns problemas complicados de se resolver. O dinheiro esbanjado nos ec e nh, caso o md tivesse dito "helis só na fap" poderia ter sido evitado e como ás meko necessitadas de helicópteros, poderiam ter sido em maior número e pertencentes à força aérea, se calhar reforçados com uns quantos Lynx british army, superiores ão al3. Mas isto podera ser apenas mais um desvaneio pessoal,  pois conhecendo aqui o burgo o mais certo era o dinheiro ser gasto em qq lado e fap ainda acabar como os belgas a levar al 3 nas k. Dorman.  :wink:
(http://www.zap16.com/zapp/wp-content/uploads/2011/03/Lynx-XZ675.jpg)

Cumprimentos
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: NVF em Maio 10, 2015, 03:47:44 am
Citação de: "mafets"
O caso dá marinha explica-se tambem no exelente lynx. Infelizmente o nh90 tem tido muitos mais problemas que qualquer Lynx por onde tem passado. Imagino num pais que já tem cronicos problemas de manutenção com o merlin, mais o nh90 e a falta de dinheiro numas f.a. constantemente com o orçamento reduzido. Daí a necessário de material com custos de operação e manutenção baixos, como era o A109, entre outros citados.   :wink:

Os problemas do NH90 são bem conhecidos, mas parece-me injusto fazer comparações com o historial do Lynx na nossa Marinha. O NH90 trata-se de um aparelho novo, enquanto o Lynx, pela altura que entrou ao serviço da Marinha, já levava mais de 10 anos de operações, incluindo combate no Atlântico Sul.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Maio 10, 2015, 12:57:09 pm
Citação de: "NVF"
Citação de: "mafets"
O caso dá marinha explica-se tambem no excelente lynx. Infelizmente o nh90 tem tido muitos mais problemas que qualquer Lynx por onde tem passado. Imagino num pais que já tem crónicos problemas de manutenção com o merlin, mais o nh90 e a falta de dinheiro numas f.a. constantemente com o orçamento reduzido. Daí a necessário de material com custos de operação e manutenção baixos, como era o A109, entre outros citados.   :wink:
Citar
O primeiro lote foi de nove aparelhos Lynx HAS.2 entregues até 1978 e passaram a integrar o 1º Esquadrão de Helicópteros de Esclarecimento e Ataque (HA-1). O projeto inovador e moderno do helicóptero também trazia os problemas de uma aeronave ainda não testada. O míssil MBDA Sea Skua da Marinha do Brasil foi o primeiro míssil ar-superfície da América Latina. Diversos problemas ocorreram nos primeiros anos de operação, superados pela parceria entre a Marinha do Brasil e a Marinha Real Britânica.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Westland_Lynx
Curiosamente, na década de 70 quem teve maiores problemas com os primeiros Lynx foi a Marinha Brasileira.  :roll:
(http://www.naval.com.br/blog/wp-content/uploads/2009/05/ogaaaawan62bpqhoex4t9wsiuqbbq6txsmewvdk2yowz3haaaziceajg2_cm0qg43d7yjynz482d67vt9i1ncald-vqam1t1uoiimkvx6p2zj3l4tbrmk7didann.jpg)

Cumprimentos
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Maio 11, 2015, 01:16:48 pm
Citação de: "dc"
Citação de: "tenente"
Afirmativo, eu falo de alhos o dc responde de bugalhos, por mim sem mais comentários !!

Então mas diga-me lá em que parte vossemecê "falou de alhos e eu de bugalhos"? Por eu ter mencionado o hangar num LPD? Do qual dependem os helicópteros? E que simplesmente um LPD podia levar 4, mesmo só operando dois em simultâneo?

Eu quando falei no hangar respondi a isto:
Citar
tenente Escreveu:
Qual é o modelo de NavPol que se refere ?? Se for o LPD Adamastor tendo como base a classe Galicia ou a Rotterdam apenas tem dois pontos para atteragens/descolagens.
Ou seja, mesmo que só tenha dois pontos de descolagem/aterragem, um navio dessa classe podia levar 4 Merlin. E é neste contexto que tinha dito isto antes:
Citar
dc Escreveu:
O que estou a dizer é que os Merlin eram os necessários do ponto de vista da FAP, basta ver que até existem 4 prontos para operar no LPD demonstrando que na altura a ideia era que mesmo descontando 2 ou 3 num futuro Navpol a busca e salvamento continuaria assegurada.
Logo, eu falei em 4 Merlin prontos a ser operados a partir do Navpol, independentemente de só poder operar 2 em simultâneo, mas embarcadas podem ser 4, de um total de 12.
Portanto, eu falei no hangar porque representa a capacidade total do navio relativamente aos helicópteros embarcados que no fundo foi isso que falei antes da sua resposta... Agora veja lá quem respondeu bugalhos em vez de alhos.  :lol:

Cumprimentos
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: dc em Maio 11, 2015, 02:23:08 pm
Pois não, não há argumentos...
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Maio 16, 2015, 10:21:44 am
https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa?pnref=story
Citar
Exercício Anémona 2015
Nos dias 13 e 14 de maio, no porto de Leixões realizou-se o exercício Anémona 2015, um exercício de combate à poluição no mar, organizado pela Autoridade Marítima Nacional.
Este exercício envolveu mais de 400 pessoas, e contou com o apoio da Marinha, através do NRP D. Carlos I e do NRP Cuanza.
Os dias dos eventos foram dedicados a atividades diferentes, tendo o dia 13 de Maio sido reservado para um colóquio sobre o combate à poluição do meio marinho e a preservação do ambiente, e o dia 14 de Maio ficou reservado para a simulação de poluição marítima.
(https://scontent-mad.xx.fbcdn.net/hphotos-xpa1/v/t1.0-9/22688_940451729309344_118623924685579517_n.jpg?oh=08cd8e37a7d3c5c23499e1bc665bc4fe&oe=55CBB028)
(https://scontent-mad.xx.fbcdn.net/hphotos-xfp1/v/t1.0-9/10996500_940451739309343_1272831136308115524_n.jpg?oh=9278c69932d95cc7818ce041c1017da5&oe=560653A2)
(https://scontent-mad.xx.fbcdn.net/hphotos-xtf1/v/t1.0-9/11064810_940451735976010_8449597558038888763_n.jpg?oh=5db121928a458939a03be5096dd8dab8&oe=55C82267)
(https://scontent-mad.xx.fbcdn.net/hphotos-xpf1/v/t1.0-9/11012131_940451725976011_979097339995991451_n.jpg?oh=e1fa027f29db292544bc28bae838a1fc&oe=55C7CA77)

Cumprimentos
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Bravo Two Zero em Maio 16, 2015, 10:26:32 pm
Citação de: "mafets"
https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa?pnref=story
Citar
Exercício Anémona 2015
Nos dias 13 e 14 de maio, no porto de Leixões realizou-se o exercício Anémona 2015, um exercício de combate à poluição no mar, organizado pela Autoridade Marítima Nacional.
Este exercício envolveu mais de 400 pessoas, e contou com o apoio da Marinha, através do NRP D. Carlos I e do NRP Cuanza.
Os dias dos eventos foram dedicados a atividades diferentes, tendo o dia 13 de Maio sido reservado para um colóquio sobre o combate à poluição do meio marinho e a preservação do ambiente, e o dia 14 de Maio ficou reservado para a simulação de poluição marítima.
(https://scontent-mad.xx.fbcdn.net/hphotos-xpa1/v/t1.0-9/22688_940451729309344_118623924685579517_n.jpg?oh=08cd8e37a7d3c5c23499e1bc665bc4fe&oe=55CBB028)
(https://scontent-mad.xx.fbcdn.net/hphotos-xfp1/v/t1.0-9/10996500_940451739309343_1272831136308115524_n.jpg?oh=9278c69932d95cc7818ce041c1017da5&oe=560653A2)
(https://scontent-mad.xx.fbcdn.net/hphotos-xtf1/v/t1.0-9/11064810_940451735976010_8449597558038888763_n.jpg?oh=5db121928a458939a03be5096dd8dab8&oe=55C82267)
(https://scontent-mad.xx.fbcdn.net/hphotos-xpf1/v/t1.0-9/11012131_940451725976011_979097339995991451_n.jpg?oh=e1fa027f29db292544bc28bae838a1fc&oe=55C7CA77)

Cumprimentos

Isto é uma opinião pessoal, mas um exercício de combate à poluição no mar com um patrulha e um navio hidrográfico, estando a unidade mais vocacionada para esta missão (o Schultz Xavier) em comissão na ZMM, só mostra as lacunas da Marinha neste campo.
Benditos patrulhas classe Tejo e o tal modulo de combate à poluição que parece que foi adquirido. E que haja sentido de oportunidade e orçamento para a aquisição do patrulha norueguês.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Maio 27, 2015, 10:32:28 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Junho 02, 2015, 10:21:57 am
https://www.facebook.com/media/set/?set=a.948222021865648.1073742194.159252640762594&type=1
Citar
Corveta Baptista de Andrade integrou a EUROMARFOR, em Espanha

O NRP Baptista de Andrade participou durante o mês de maio na cerimónia do 20º aniversário da Força Marítima Europeia (EUROMARFOR) e no exercício espanhol SP MINEX 15.

(https://scontent-mad1-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xfp1/v/t1.0-9/10420207_948222215198962_1348411376729361963_n.jpg?oh=58f99826e3537dd4c803bc1e34694e67&oe=5605473F)
(https://scontent-mad1-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xfa1/v/t1.0-9/11390141_948222168532300_8674266042931944574_n.jpg?oh=9b7ea162500222d8993f9ee240772b11&oe=5605313C)
Módulo de desminagem? :mrgreen:
(https://scontent-mad1-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xpf1/v/t1.0-9/10306483_948222245198959_5083985586355682993_n.jpg?oh=16d30c6e5cf8be30d6ada8b95a437811&oe=55F6064E)
Citar
O veículo autónomo submarino português (AUV – Autonomous Underwater Vehicle), o SEACOM-1, operado a partir da Baptista de Andrade, efetuou um excelente trabalho de deteção de objetos suspeitos que foram depois validados e inativados pelos navios caça-minas e pelos mergulhadores embarcados.
(https://scontent-mad1-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xfa1/v/t1.0-9/11393244_948222175198966_1175137945666263589_n.jpg?oh=38097453af50bc27c1ccf621a5d86d64&oe=5606DCA8)
Citar
Na corveta portuguesa esteve embarcado um destacamento de mergulhadores sapadores, o DSM3.
(https://scontent-mad1-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xta1/v/t1.0-9/11295564_948222138532303_7717306400715208903_n.jpg?oh=df619ee805cfed224270999d1574be3f&oe=55EAC81E)
Citar
Os caça-minas espanhol “Tajo”, o navio de ação marítima (BAM) espanhol “Relámpago”, a corveta portuguesa “Baptista de Andrade”, e os caça minhas francês “Capricorne” e o italiano “Rimini” formaram o grupo tarefa da EUROMARFOR, sob o comando do COMGRUEUROMARFOR, o CMG (SP) Jaime Golmayo Hafnar, embarcado no navio de comando, o BAM “Relámpago”. O estado-maior deste oficial espanhol foi constituído por oficiais espanhóis, um português e um italiano.

Saudações
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Junho 18, 2015, 12:14:46 am
Citar
Começou o maior exercício naval feito em Portugal

Marinha, a Força Aérea, a Força Naval Permanente da NATO e a Força Marítima Europeia realizam entre hoje e dia 26 um exercício especial para testar um cenário de crise

Em comunicado divulgado à imprensa, a Marinha portuguesa explica que no âmbito exercício vão participar 4.000 militares.
O objetivo do exercício é proporcionar às unidades envolvidas, nomeadamente forças navais, anfíbias e aéreas, treino para manterem os “seus elevados padrões de prontidão e interoperabilidade”, refere o documento.

Ao mesmo tempo, as unidades vão testar e colocar em prática os procedimentos e táticas associadas às várias disciplinas da guerra naval, incluindo vigilância naval, interdição marítima, desembarque anfíbio e operações integradas no combate ao terrorismo e pirataria.

O treino vai ser feito num cenário criado para efeito, tendo em conta o ambiente internacional e as atuais ameaças do mundo real.

No exercício, comandado pelo vice-almirante Pereira da Cunha, vão participar um total de 20 navios, oito dos quais estrangeiros, provenientes de Espanha, França, Holanda e Alemanha.

Participam igualmente os fuzileiros portugueses e espanhóis e ainda dois tipos de aeronaves da Força Aérea Portuguesa.

http://www.tvi24.iol.pt/sociedade/marin ... ium=social (http://www.tvi24.iol.pt/sociedade/marinha/comecou-o-maior-exercicio-naval-feito-em-portugal?utm_campaign=ed-tvi24&utm_source=facebook&utm_medium=social)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Junho 18, 2015, 12:23:11 am
Citar
MAIOR EXERCÍCIO NAVAL EM PORTUGAL TESTA CENÁRIOS DE CRISE

No âmbito da preparação da Marinha para resposta a cenários de crise, decorre até 26 de junho, na costa Oeste de Portugal Continental, um exercício com o nome de código “CONTEX/PHIBEX 2015 AND HARBOUR PROTECTION EXPERIMENTATION” (CT-PH15/HPX15).

​Sob o comando do vice-almirante Pereira da Cunha (Comandante Naval), participam neste exercício um total de doze navios nacionais e oito estrangeiros (de Espanha, França, Holanda e Alemanha), Forças de Fuzileiros Nacionais e Espanholas e ainda dois tipos de aeronaves da Força Aérea Portuguesa, englobando um total de 4000 militares.

O exercício CT-PH15/HPX15 vai contemplar a presença de quatro navios atribuídos à Força Naval Portuguesa, comandada pelo capitão-de-mar-e-guerra Gonçalves Alexandre – NRP Bérrio, NRP Bartolomeu Dias, NRP Vasco da Gama e NRP Jacinto Cândido, dois navios atribuídos à Força Naval Permanente da NATO (SNMG1), comandada pelo contra-almirante português Silvestre Correia - NRP D. Francisco de Almeida (PRT) e HNLMS Tromp (HOL); três navios atribuídos à European Maritime Force (EUROMARFOR) - NRP Álvares Cabral (PRT), FS Courbet (FRA) e ESPS Cristobal Colón (ESP); três navios pertencentes à Força Anfíbia de Espanha – ESPS Juan Carlos I, o ESPS Castilha e o ESPS Santa Maria; o submarino português Tridente, o NRP D. Carlos I, o NRP Viana do Castelo, o NRP Cassiopeia, o NRP Orion e o NRP Argos.

Resultando numa economia de meios e de recursos, sem se comprometerem os objetivos definidos e os requisitos de treino, o CT-PH15/HPX15 congrega dois tipos de atividades com objetivos complementares concebidos para o treino de forças navais, no âmbito das operações anfíbias, e ainda a validação da doutrina experimental da NATO relativa às medidas de proteção de porto, cujo processo de desenvolvimento é liderado por Portugal.

Este exercício contribuirá de forma significativa na preparação das Unidades envolvidas, com o objetivo proporcionar às forças navais, anfíbias e aéreas a manutenção dos seus elevados padrões de prontidão e interoperabilidade, bem como a coesão de todas as forças e comandos envolvidos. Paralelamente, serão igualmente testados e colocados em prática todos os procedimentos e táticas associadas às várias disciplinas da guerra naval, no âmbito da vigilância e interdição marítima, do desembarque anfíbio e das operações integradas no combate global contra o terrorismo e pirataria num cenário especialmente criado para o efeito, tendo em conta o ambiente internacional e as actuais ameaças difusas do mundo real.

http://www.marinha.pt/pt-pt/media-cente ... crise.aspx (http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/MaiorexercicionavalemPortugaltestacenariosdecrise.aspx)
(video)
https://drive.google.com/folderview?id= ... sp=sharing (https://drive.google.com/folderview?id=0ByGrufzEVVslfmt5dmNnbkFYdEJXekh6SUFVYmlJbGhBeTlUNlNKRUM3RG10b0ZVd05zZU0&usp=sharing)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: NVF em Junho 18, 2015, 05:04:17 pm
Exercício Contex Phibex 2015

Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Junho 21, 2015, 10:42:53 pm
Comando português da SNMG1 [Standing NATO Maritime Group 1]
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Crypter em Junho 21, 2015, 11:12:44 pm
O gabinete de comunicação da marinha está de parabéns! Imagens fantásticas!!
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Junho 22, 2015, 10:06:47 am
Citar
NATO TREINA PROTEÇÃO PORTUÁRIA EM PORTUGAL

Está a realizar-se no Porto de Portimão de 17 a 22 de junho um exercício inédito de experimentação, designado por Harbour Protection Experimentation 2015 (HPX 15), que tem como objetivo a validação prática da doutrina, táticas, técnicas, procedimentos e os ensaios de interoperabilidade entre os meios e forças participantes nas quais se incluem representantes de Portugal, Alemanha, Holanda, Noruega, Dinamarca, Espanha, Jordânia e de um Centro de Excelência da NATO, bem como o apoio das autoridades portuárias.

Estão ainda presentes meios navais e forças de Portugal, Alemanha e Espanha, assim como um módulo de comando e controlo de Harbour Protection alemão, totalizando cerca de 140 participantes.

As missões, em especial de resposta a cenários de crise, exigem a utilização de portos em apoio às operações expedicionárias. Esta realidade requer muitos desafios, pois procura-se garantir o normal funcionamento da atividade portuária e, simultaneamente, estabelecer areas de segurança indispensáveis para as referidas operações.

É neste contexto que surge o presente exercício, no âmbito da iniciativa Smart Defence da NATO, no qual Portugal lidera um projeto para o desenvolvimento da capacidade militar de Harbour Protection, a qual faz parte dos objetivos de força identificados no NATO Defense Planning Process.

http://www.marinha.pt/pt-pt/media-cente ... tugal.aspx (http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/NATO-treina-protecao-portuaria-em-Portugal.aspx)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Junho 24, 2015, 11:44:16 pm
http://sicnoticias.sapo.pt/pais/2015-06 ... ta-da-NATO (http://sicnoticias.sapo.pt/pais/2015-06-24-Irmaos-portugueses-lideram-a-Forca-de-Reacao-Imediata-da-NATO)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Junho 29, 2015, 06:23:32 pm
US Mission to NATO @USNATO 12h
Spain -- Standing NATO Maritime Group 1 at Rota #AlliedStrong

(https://pbs.twimg.com/media/CIpOI0rUkAEDsHz.jpg:large)
(https://pbs.twimg.com/media/CIpOI_VUMAEGBG2.jpg:large)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Julho 01, 2015, 09:56:14 am
http://defesanacionalpt.blogspot.pt/2015/06/robotics-exercise-2015.html
Citar
No REX 15 são realizados testes e demonstrações de tecnologias usadas em robótica com o objectivo de recolher dados para a investigação científica nas áreas de interesse da Marinha.

Em simultâneo, irão também decorrer demonstrações da componente marítima do projecto Europeu ICARUS, denominado por ICARUS Sea Trials Lisbon 2015, que visa desenvolver tecnologia robótica para dar apoio em acções de busca e salvamento em caso de grandes catástrofes. Como parceiros deste projecto estão os investigadores do CINAV, e cerca de uma centena de elementos de universidades, centros de investigação e empresas, nacionais (INESC-TEC e ESRI) e estrangeiras, a destacar a Academia Militar Belga, que lidera o projecto, e a universidade ETH de Zurique, que é uma referência na área da robótica móvel.

No último dia do REX 15, realiza-se a demonstração final do projecto ICARUS num cenário de busca e salvamento marítimo, que irá apresentar a integração dos veículos autónomos não tripulados, desenvolvidos pelos parceiros do projecto, e as equipas humanas de busca e salvamento, num cenário simulado de crise. (MGP)
(http://1.bp.blogspot.com/-fT6rq9fhIMc/VZKzhTmFkVI/AAAAAAAATWw/JZuS8Iw84E4/s1600/Exerc%25C3%25ADcioREX2015.jpg)

Saudações
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Julho 01, 2015, 12:50:10 pm

Já se vê ali umas Lanchas de Desembarque e Fuzileiros, mas deviam fazer um video mais completo com a parte anfíbia. :D
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: NVF em Julho 06, 2015, 06:58:00 pm
A D. Francisco de Almeida já se encontra no Mar Negro. Esperemos que regressem todos bem após o cumprimento da missão.

http://www.marinetraffic.com/en/ais/det ... :263021000 (http://www.marinetraffic.com/en/ais/details/ships/shipid:317897/mmsi:263021000)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Julho 06, 2015, 09:43:29 pm
Citação de: "NVF"
A D. Francisco de Almeida já se encontra no Mar Negro. Esperemos que regressem todos bem após o cumprimento da missão.

http://www.marinetraffic.com/en/ais/det ... :263021000 (http://www.marinetraffic.com/en/ais/details/ships/shipid:317897/mmsi:263021000)
(http://photos.marinetraffic.com/ais/showphoto.aspx?photoid=1109358&size=)
O que vale é que está bem acompanhada.  :arrow: viewtopic.php?f=5&t=1228&start=300#p260137 (http://www.forumdefesa.com/forum/viewtopic.php?f=5&t=1228&start=300#p260137)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: NVF em Julho 07, 2015, 12:19:19 am
Especialmente com os dois de baixo  :) Em termos de capacidades, claro. Não tenho nada contra a Armada de nuestros hermanos.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Julho 07, 2015, 02:14:16 am
Parece ser um navio de cada especialidade.

A nossa fragata para ASW
Guerra de minas para os espanhóis
Defesa aérea para os holandeses
O Arleigh Burke faz isto tudo mais a capacidade de ataque com Tomahawk.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Julho 08, 2015, 11:01:46 am
http://defesanacionalpt.blogspot.pt/
Citar
AÇORES RECEBE EXERCÍCIO DE VEÍCULOS AUTÓNOMOS NÃO TRIPULADOS

Este exercício é composto por três fases. Na primeira, de 6 a 12 de Julho, irão decorrer operações simultâneas em Ponta Delgada, no Faial e no Pico. Estas visam endereçar o mapeamento dos fundos com recurso a AUVs, e o mapeamento com recurso a câmaras híper-espectrais instaladas a bordo de UAVs. Haverá ainda, uma componente de comunicação e localização submarinas realizadas com recurso a AUVs e Wave Gliders, operados a partir do NRP Gago Coutinho. Na zona de São Miguel pretende-se desenvolver a capacidade de protecção portuária, guerra de minas, busca e salvamento e fiscalização marítima. Nestas acções serão utilizados veículos submarinos e aéreos autónomos, operados a partir de terra em Ponta Delgada e a partir do NRP João Roby.


A segunda fase, de 13 a 19 de Julho, terá lugar no banco de São Mateus e procura realizar o seguimento de cetáceos e caracterizar as condições ambientais das suas áreas de alimentação. Estas operações decorrerão a partir do NRP Gago Coutinho e das embarcações do Instituto do Mar/Departamento de Oceanografia e Pescas, da Universidade dos Açores, ficando a cargo do Instituto Hidrográfico a caracterização das condições ambientais. Na baía do Porto do Faial serão executados os levantamentos hidrográficos, com recurso a AUVs, tendo em vista o apoio a forças expedicionárias, bem como participar em cenários de busca e salvamento marítimo.
De 20 a 28 de julho irá decorrer a última fase, no Faial, onde se prevêem caracterizar as fontes hidrotermais e o mapeamento de fundos, estando para o efeito prevista a utilização de AUVs e de UAVs.

O Recognized Environmental Picture (REP) teve início em 2010, resultado de uma organização entre a Marinha Portuguesa e da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP). Em 2014 a organização foi alargada ao Centre for Maritime Research and Experimentation (CMRE) e este ano associaram-se o Instituto do Mar/Departamento de Oceanografia e Pescas, da Universidade dos Açores. A forte adesão internacional nesta edição é marcada pela participação da Marinha dos Estados Unidos da América, através do Undersea Warfare Center (NUWC); da Universidade de Michigan e da NASA; da Noruega pela Norwegian University of Science and Technology (NTNU); da Agência de Investigação de Defesa da Noruega; e da Suécia pelo Royal Institute of Technology. Participa ainda a empresa nacional OceanScan Marine Systems & Technology, Lda, e representantes da Marinha do Qatar na qualidade de observadores. Fonte: MGP
(http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/galeria-digital/PublishingImages/meios-operacionais/nrp-almirante-gago-coutinho/10-EX-03JF-518_.jpg?w=600&h=236)
(https://images.vesseltracker.com/images/vessels/midres/Nrp-Joao-Roby-634237.jpg)

Cumprimentos
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Julho 08, 2015, 12:43:59 pm
Citação de: "NVF"
A D. Francisco de Almeida já se encontra no Mar Negro. Esperemos que regressem todos bem após o cumprimento da missão.

http://www.marinetraffic.com/en/ais/det ... :263021000 (http://www.marinetraffic.com/en/ais/details/ships/shipid:317897/mmsi:263021000)


postei umas fotos lá no tópico das BD :arrow: viewtopic.php?p=260183#p260183 (http://www.forumdefesa.com/forum/viewtopic.php?p=260183#p260183)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Julho 08, 2015, 12:51:34 pm
(http://www.mc.nato.int/PressReleases/PublishingImages/20150706NATO%20Forces%20in%20Operations%20in%20the%20BSea_1__large.jpg)

07/07/2015
   Standing NATO Maritime Group One and Standing NATO Mine Countermeasures Group Two
NATO Naval Forces Began Operations in the Black Sea

BLACK SEA – This weekend NATO ships assigned to Standing NATO Maritime Group One (SNMG1) and Standing NATO Mine Countermeasures Group Two (SNMCMG2) have arrived in the Black Sea, to train and operate with ships from the Bulgarian, Romanian, United States, Greek and Turkish Navies.

This training opportunity will begin with both groups participation in the Bulgarian lead Exercise BREEZE 2015, an annual Maritime exercise, based on a Crisis Response Operation scenario, which aims to enhance interoperability through practice between the host nation, invited nations and NATO units.  The exercise will also contribute to the reassurance of Black Sea nations by NATO.

Sponsored by the Bulgarian Navy, this exercise will involve 23 surface vessels and a Turkish submarine.  There are numerous air assets participating: organic rotary wing aircraft from naval units along with fixed wing aircraft from the Bulgarian Air Force.

Led by Rear Admiral Silvestre Correia (PRT Navy), SNMG1 is currently composed by the Flagship NRP D. Francisco de Almeida (F 334), HNLMS Tromp (F 803) and ROS Regele Ferdinand (F 221). SNMCMG2 is led by Captain Ramazan Kesgin (TUR Navy) since last Thursday and the Group is currently composed by the flagship TCG BARBAROS, TCG ENEZ and ROS ALEXANDRU AXENTE. These NATO maritime forces possesses substantial sea-control, anti-submarine, anti-air warfare and mine-warfare capabilities.

“This is a great opportunity to work with our Black Sea Allies and to operate in conjunction with SNMCMG2. The Black Sea is a key strategic area for the Alliance and NATO deeply values its partnerships with the nations in the region. I truly believe that our participation in exercise BREEZE 2015 with both NATO Groups will contribute for a better mutual understanding and knowledge of the maritime environment. NATO Forces and national navies conducting this multinational training will contribute to enhance our interoperability and to maintain the highest level of readiness with our Allied navies in the region.” said Alberto Correia.

SNMG1 and SNMCMG2 deployment into the Black Sea is conducted in full compliance of international conventions as a scheduled visit in support of training as well as emphasising the defensive nature of the Alliance. The Group will return to the Mediterranean later this month to resume patrols contributing to maritime situational awareness in the region.

SNMG1 and SNMCMG2 are two of the NATO’s four Standing Naval Maritime Groups, multinational integrated forces that project a constant and visible reminder of the Alliance’s solidarity and cohesion on the world’s seaways. These Forces provides NATO a continuous maritime capability for operations and other activities in peacetime and periods of crisis and conflicts. An immediate maritime response to an emerging crisis or maritime operational requirement may be provided by the Standing Naval Force (SNF) under the command of the Allied Maritime Command, based in Northwood, UK.

http://www.mc.nato.int/PressReleases/Pa ... k-Sea.aspx (http://www.mc.nato.int/PressReleases/Pages/NATO-Naval-Forces-Began-Operations-in-the-Black-Sea.aspx)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Julho 09, 2015, 12:33:12 pm
Crew_ZrMs_Tromp ‏@Crew_ZrMs_Tromp Jun 19

Olieladen uit NRP Berrio. Hoistex met Portugese Lynx. #marine #CTPH15 #NATO

(https://pbs.twimg.com/media/CH3ATf9WIAA_5nc.jpg:large)
(https://pbs.twimg.com/media/CH3AYkkWgAEWpsU.jpg:large)

Crew_ZrMs_Tromp ‏@Crew_ZrMs_Tromp Jun 17

Manoeuvreer oefening met diverse NATO partners. #NATO #SNMG1 #CTPH15

(https://pbs.twimg.com/media/CHspOKtUYAEhtzh.jpg:large)
(https://pbs.twimg.com/media/CHspRhRUMAApNDA.jpg:large)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Julho 16, 2015, 10:29:34 am
http://defesanacionalpt.blogspot.pt/
Citar
A equipa de mergulhadores do Destacamento de Guerra de Minas da Marinha removeu no domingo uma caixa de armazenamento de material militar afundada a cerca de 150 metros do porto das Velas em São Jorge.

Segundo uma nota da Marinha, os mergulhadores foram empenhados na sequência da informação transmitida à Polícia Marítima da Horta pelo mestre da embarcação de recreio “Marlin”, que havia recolhido duas caixas de alumínio, com inscrições de cariz militar, junto à fajã João Dias, na costa sul de S. Jorge, tendo-as rebocado, para o porto.

Quando a embarcação se encontrava à entrada do porto, uma das caixas afundou-se, sem que fosse possível verificar o que se encontrava no seu interior, tendo-se considerado material de elevada perigosidade face às inscrições no exterior da caixa.

A equipa de mergulhadores que se encontrava em S. Miguel a participar no exercício REP15, foi transportada para o porto das Velas de S. Jorge pela corveta João Roby, onde chegou na manhã de domingo.

Nas Velas, e com a corveta João Roby em apoio às operações, o Destacamento de Guerra de Minas iniciou as buscas pela caixa afundada com recurso a um Veículo Autónomo Submarino (AUV) Seacon, que detectou um objecto coincidente com as dimensões e características da caixa, a cerca de 150 metros da raiz do molhe leste do porto das Velas. O objecto foi observado mais pormenorizadamente por um veículo submarino de controlo remoto (ROV) que confirmou tratar-se da caixa desaparecida.

Os mergulhadores sapadores identificaram a caixa como sendo uma caixa de transporte de míssil Seasparrow vazia, tendo-a recolhido para bordo da corveta João Roby.

As caixas serão agora transportadas pela corveta para o Depósito de Munições da Marinha onde serão analisadas. (Açoriano Oriental)
(http://1.bp.blogspot.com/-kF04KRjGrVY/VaZB8Cc60ZI/AAAAAAAAT1A/FO-9VvDq8IM/s400/23050.jpg)

Cumprimentos
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: night_runner em Julho 16, 2015, 11:09:12 am
(http://www.acorianooriental.pt/image_cache/images/view/_video/23049.jpg)

(http://www.acorianooriental.pt/image_cache/images/view/_video/23051.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Julho 16, 2015, 11:41:43 am
http://www.acorianooriental.pt/noticia/marinha-recupera-material-militar-afundado
Era para fazer de recife natural (à falta de navios vão caixas)  :mrgreen:
Citar
Os mergulhadores sapadores identificaram a caixa como sendo uma caixa de transporte de míssil Seasparrow vazia, tendo-a recolhido para bordo da corveta João Roby.


Saudações
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Julho 22, 2015, 10:23:03 am
https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa
Citar
Mergulhadores no REP Atlantic 15
O Destacamento de Mergulhadores Sapadores finalizaram um exercício no âmbito do REP Atlantic 15 e quiseram partilhar algumas imagens do seu trabalho. No Porto das Velas, nos Açores, fizeram um treino de procedimentos de contramedidas de minas, seguindo-se uma inativação real de engenhos explosivos.
(https://scontent-lhr3-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xpf1/v/t1.0-9/11013406_973202312700952_7148494128161973460_n.jpg?oh=807fad15b1093d4c108e1596ea8c4bfd&oe=56175A96)
(https://scontent-lhr3-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xft1/v/t1.0-9/11752011_973202672700916_5207957328573648259_n.png?oh=2f0129d48e4817299ce43d13c16ce4bc&oe=5618E034)

Cumprimentos
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Alvalade em Julho 22, 2015, 12:15:30 pm
(https://scontent-lhr3-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xtf1/t31.0-8/p180x540/11412032_708904702548617_4512508672641691405_o.jpg)
(https://scontent-lhr3-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xat1/t31.0-8/p180x540/11717364_708904689215285_9156660577163790796_o.jpg)
(https://scontent-lhr3-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xpt1/t31.0-8/p480x480/11717511_708904685881952_4260138702059858017_o.jpg)
(https://scontent-lhr3-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xft1/t31.0-8/p480x480/11731563_708904842548603_2608398499058624868_o.jpg)
(https://scontent-lhr3-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xfp1/t31.0-8/p180x540/11212193_708904732548614_7790676334210293416_o.jpg)
(https://scontent-lhr3-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xtf1/t31.0-8/p480x480/11722385_708904745881946_5759892902485126395_o.jpg)
(https://scontent-lhr3-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xtf1/t31.0-8/p480x480/11731774_708904852548602_7209959262929185364_o.jpg)
(https://scontent-lhr3-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xta1/t31.0-8/p480x480/11105172_708511772587910_4119820511265105049_o.jpg)
(https://scontent-lhr3-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xpt1/t31.0-8/p480x480/11717479_708511775921243_3166859525656434874_o.jpg)
(https://scontent-lhr3-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xtf1/t31.0-8/p180x540/11713874_708511769254577_4448152744506076186_o.jpg)
(https://scontent-lhr3-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xpt1/t31.0-8/p180x540/11705822_708511829254571_3618654181201865754_o.jpg)
(https://scontent-lhr3-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xtf1/t31.0-8/p480x480/10504836_708511832587904_1152269762418430768_o.jpg)
(https://scontent-lhr3-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xpf1/t31.0-8/p480x480/10922852_708511879254566_7778095867541260625_o.jpg)


Photo by WO ARTIGUES (HQ MARCOM)
https://www.facebook.com/NATOMaritimeCommand
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Julho 22, 2015, 07:27:10 pm
(https://scontent-lhr3-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xfa1/v/t1.0-9/11108665_706496229456131_5531843658776555261_n.jpg?oh=a47d39a7cf5b0b5100a6e93dd640b145&oe=565362D4)
SNMG1- Black sea - Portuguese marines boarding team training with LYNX on board NRP D. Fransisco de Almeida (F334) - 14 JULY 2015 - Photo by WO ARTIGUES (HQ MARCOM).
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Julho 24, 2015, 11:32:03 am
http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Apoio-ao-veleiro-frances-REVE-DE-MAI-no-Funchal.aspx
Citar
24 JUL 2015, 08:35
 
​O pedido de apoio foi recebido no MRSC Funchal através de chamada telefónica do proprietário do veleiro, reportando a situação e referindo não se encontrar em situação de perigo.
 
O navio atualmente atribuído ao dispositivo naval do Comando da Zona Maritima da Madeira, NRP SCHULTZ XAVIER,  que se encontrava na área, dirigiu-se para o local, tendo prestado apoio, através do envio a bordo de uma equipa técnica.
 
Após a deteção da avaria no circuito de combustível da instalação propulsora, foi efetuada a sua reparação, tendo o veleiro retomado o trânsito para a marina do Funchal.
(http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/galeria-digital/PublishingImages/meios-operacionais/nrp-schultz-xavier/Ilha%20Deserta2003%20040_.jpg?w=1600)

Cumprimentos
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Julho 24, 2015, 07:59:53 pm
Defence of Ukraine ‏@DefenceU 7 hHá 7 horas

SEA SHIELD-2015 exercise in the Black Sea
(с) Photographer Cedric Artigues, FRENCH AIR FORCE

(https://pbs.twimg.com/media/CKrYVhAXAAAcQT9.jpg:large)
(https://pbs.twimg.com/media/CKrYUdMW8AEde8x.jpg:large)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Aegir em Julho 29, 2015, 12:31:08 pm
O NRP VIANA DO CASTELO  larga hoje dia 29 de julho de 2015, rumo ao mar Mediterrâneo,  para participar na missão INDALO 2015, no âmbito da agência FRONTEX1 da União Europeia, de controlo dos fluxos migratórios provenientes do norte de África.

http://www.emgfa.pt/pt/noticias/859 (http://www.emgfa.pt/pt/noticias/859)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Aegir em Julho 29, 2015, 12:34:35 pm
Contex Phibex 15

https://vimeo.com/132705800 (https://vimeo.com/132705800)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Cabeça de Martelo em Agosto 07, 2015, 06:54:07 pm
72 horas a combater nas barbas dos russos
J. Parracho / Marinha


Os russos andam por cá com bombardeiros e NATO por lá com fragatas e destroyers. Este é o diário de bordo de um exercício no Mar Negro liderado por um almirante português, que a bordo da D. Francisco de Almeida comanda uma das forças navais permanentes da Aliança Atlântica. Um exclusivo Expresso

...

 :arrow: http://expresso.sapo.pt/politica/2015-0 ... dos-russos (http://expresso.sapo.pt/politica/2015-08-07-72-horas-a-combater-nas-barbas-dos-russos)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Agosto 23, 2015, 10:51:18 am
http://defesanacionalpt.blogspot.pt/2015/08/grupo-de-accoes-tacticas-da-policia.html
Citar
O Grupo de Acções Tácticas da Polícia Marítima tomou esta quarta-feira de assalto o navio liberiano ‘Celine’, que se encontrava a 52 milhas de Setúbal, depois de um tripulante ter agredido o comandante e o 2º comandante. O primeiro ficou com ferimentos em dois dedos de uma mão e o segundo também apresentava marcas de agressão. O homem ameaçou incendiar o navio e os oficiais tiveram de se refugiar na ponte. O tripulante, de nacionalidade turca, foi detido e entregue ao SEF. O alerta foi dado às 09h10 e a operação terminou perto das 18h00. Ao que o CM apurou, na origem do motim estão motivos laborais, e o homem, com cerca de 40 anos, não ofereceu resistência à detenção. Na operação, coordenada com a Marinha e a Força Aérea, estiveram 21 agentes. (CM)
(http://2.bp.blogspot.com/-7FnoslEuw-M/Vdb_isNN0dI/AAAAAAAAURE/XT82hs2PVf8/s1600/img_757x426%25242015_08_20_01_46_14_478125.jpg)

Cumprimentos
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Outubro 13, 2015, 09:06:57 pm
Reportagem Linha da Frente sobre a Marinha.

Episódio 32 - Maquina de Guerra
http://www.rtp.pt/play/p1764/linha-da-frente (http://www.rtp.pt/play/p1764/linha-da-frente)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Outubro 14, 2015, 04:49:51 pm
TRIDENT JUNCTURE 2015 - Assalto anfíbio em Pinheiro da Cruz

No âmbito do exercício NATO de Alta Visibilidade - TRIDENT JUNCTURE 2015, a STRIKFORNATO, Fuzileiros Portugueses e Fuzileiros Navais dos Estados Unidos (em inglês: United States Marines Corps) participam num Assalto Anfíbio Combinado (Com Forças Militares de mais do que um país), a ter lugar em 20 de outubro, na área de treino de Pinheiro da Cruz, com vista à demonstração de cooperação e interoperabilidade entre as Forças participantes.

https://www.marinha.pt/pt-pt/media-cent ... -Cruz.aspx (https://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/TRIDENT-JUNCTURE-2015-Assalto-anfibio-em-Pinheiro-da-Cruz.aspx)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Outubro 19, 2015, 11:13:53 am
http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Salvamento-dos-tripulantes-do-veleiro-CHILOM.aspx
Citar
Marinha Portuguesa
17 de Outubro de 2014 ·
O Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Ponta Delgada (MRCC Delgada), em articulação com a Força Aérea Portuguesa (FAP), coordenou durante o dia 16 de outubro, uma operação de busca e salvamento de dois tripulantes, ambos de nacionalidade sueca, do veleiro “CHILOM”, que navegava a cerca de 110 Km (60 milhas náuticas) a oeste da ilha das Flores, com motor avariado, sem energia a bordo e as velas seriamente danificadas pela força do vento.
(http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/PublishingImages/2014/Outubro/Veleiro%20CHILOM/FOTO2.jpg?w=1600)

Cumprimentos
Título: Trident Junc ture 2015
Enviado por: Nuno Bento em Outubro 21, 2015, 02:55:01 pm
Um assalto anfíbio, inserido no exercício NATO "Trident Juncture" e que juntou 500 militares portugueses e norte-americanos, decorreu hoje na praia da Raposa, em Grândola, e ficou marcado pelas dificuldades impostas pela areia. O exercício da NATO "Trident Juncture 2015", que teve início a 3 de outubro e que termina a 6 de novembro, contou hoje com um dia aberto à comunicação social, no qual foi possível assistir a um assalto anfíbio onde fuzileiros da Marinha Portuguesa e 'marines' dos Estados Unidos da América (EUA) combinaram forças. Além dos militares que participam diretamente no exercício (940 integrados na Força de Resposta da NATO e 2.016 e 2.220 nos meios complementares, Portugal disponibiliza ainda mais 3000 militares para funcionarem como forças de apoio, totalizando em cerca de 6.000 os efetivos portugueses envolvidos neste exercício. Em Portugal, o exercício militar de grande visibilidade decorre nas zonas de Beja, Santa Margarida, Tróia e Setúbal.
http://images.cdn.impresa.pt/sicnot/2015-10-20-04985297.jpg?v=w960http://images.cdn.impresa.pt/sicnot/2015-10-20-04985298.jpg?v=w960
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Outubro 21, 2015, 08:00:46 pm
Citação de: "Nuno Bento"
Um assalto anfíbio, inserido no exercício NATO "Trident Juncture" e que juntou 500 militares portugueses e norte-americanos, decorreu hoje na praia da Raposa, em Grândola, e ficou marcado pelas dificuldades impostas pela areia. O exercício da NATO "Trident Juncture 2015", que teve início a 3 de outubro e que termina a 6 de novembro, contou hoje com um dia aberto à comunicação social, no qual foi possível assistir a um assalto anfíbio onde fuzileiros da Marinha Portuguesa e 'marines' dos Estados Unidos da América (EUA) combinaram forças.
http://images.cdn.impresa.pt/sicnot/2015-10-20-04985297.jpg?v=w960
(http://images.cdn.impresa.pt/sicnot/2015-10-20-04985297.jpg?v=w960)
Até aqui estava tudo a correr bem. O problema foi depois ( e os nossos Fuzos à espera  :mrgreen:  :mrgreen:  :twisted:
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Outubro 21, 2015, 08:40:24 pm
Mesmo os Hovercrafts tiveram dificuldades.

Neste link tens o vídeo completo.
http://observador.pt/2015/10/20/nato-at ... o-da-cruz/ (http://observador.pt/2015/10/20/nato-atascada-pinheiro-da-cruz/)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: NVF em Outubro 21, 2015, 09:03:07 pm
Simples falta de momento. Agora não esvaziarem inicialmente os pneus dos veículos de rodas, ou utilizarem esteiras ou qualquer outro dispositivo para aumentar a tracção, foi de amador (dá para ver os marines a esvaziarem os pneus do terceiro LAV).
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: nelson38899 em Outubro 21, 2015, 09:41:59 pm
Que vergonha! Se fosse numa guerra a sério iam ser todos mortos!

Agora percebo porque perderam as guerras no Iraque e no Afeganistão entram à herois e depois levam na cabeça!

Não percebo como é que não se estuda o terreno do desembarque!  :shock:  :shock:
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Outubro 21, 2015, 10:16:20 pm
Se era para jornalista ver, vinham assim os humvee e os lav iam nos hovercrafts. Em dois anos de preparação ninguém se lembrou... tinham poupado alguns "embaraços"... :twisted:

(https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/3/32/US_Navy_030130-M-0000X-001_Two_U.S._Marine_Corps_CH-53E_Super_Stallion_helicopters_assigned_to_Marine_Heavy_Helicopter_Squadron-772_(HMM-772)_receive_fuel_from_a_KC-130_Hercules.jpg)
(https://c1.staticflickr.com/7/6175/6206202742_7798b84062_b.jpg)
(http://www.mylifeinqoutes.com/wp-content/plugins/RSSPoster_PRO/cache/ecea9_emp1flqk3xvhmudqlsry.jpg)

Cumprimentos
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Outubro 21, 2015, 10:33:49 pm
RTP

http://www.rtp.pt/noticias/pais/areias- ... to_v867697 (http://www.rtp.pt/noticias/pais/areias-alentejanas-bloquearam-marines-da-nato_v867697)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Nuno Bento em Outubro 22, 2015, 08:09:40 am
Porque razão o nossos fuzos combatem de boina. Não seria melhor de capacete como os marines, visto ser um exercicio de  combate?
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Cabeça de Martelo em Outubro 22, 2015, 09:42:06 am
O pessoal continua a não perceber a diferença entre um show montado para os jornalistas e o exercicio em si:

 :arrow: https://www.facebook.com/jfcbs/videos/996292590414116/ (https://www.facebook.com/jfcbs/videos/996292590414116/)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Outubro 22, 2015, 09:58:37 am
https://www.facebook.com/USSARLINGTON

O site do navio publica 3 fotos "desatascadas"... :twisted:
(https://scontent-lhr3-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xta1/v/t1.0-9/12144942_10154279906613916_5461870473894579503_n.jpg?oh=2e01a6438ba508273d4623ad3d8652a4&oe=569052EF)
Citação de: "Cabeça de Martelo"
O pessoal continua a não perceber a diferença entre um show montado para os jornalistas e o exercicio em si:

 :mrgreen:  :mrgreen:  :twisted:
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Luso em Outubro 22, 2015, 07:53:54 pm
Citação de: "Nuno Bento"
Porque razão o nossos fuzos combatem de boina. Não seria melhor de capacete como os marines, visto ser um exercicio de  combate?

Helmets? We don´t need no steenkeen helmets!
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Novembro 23, 2015, 08:46:55 pm
https://www.facebook.com/groups/171295294376/ (https://www.facebook.com/groups/171295294376/)
(https://scontent-mad1-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xtf1/v/t1.0-9/12240040_10208441979751840_6769849577128175786_n.jpg?oh=6f1626ff18c6ed13b71c347d27ed2923&oe=56AC06EF)
Citar
Spanish Alvaro de Bazan frigate. Portuguese view from Tridente submarine during Trident Juncture 2015. Photo by Nobre Rodrigues.

Cumprimentos
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: pedropassoscoelho em Dezembro 04, 2015, 10:43:25 am
http://observador.pt/especiais/alerta-perigo-de-emergencia-o-assalto-ao-celine-passo-a-passo/ (http://observador.pt/especiais/alerta-perigo-de-emergencia-o-assalto-ao-celine-passo-a-passo/)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Dezembro 14, 2015, 02:58:25 pm
http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Marinha-realiza-operacao-de-recolha-de-contentores-a-deriva.aspx (http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Marinha-realiza-operacao-de-recolha-de-contentores-a-deriva.aspx)
Citar
13 DEZ 2015, 21:00
Nas operações levadas a cabo para encontrar os contentores, cujos cálculos de deriva foram fornecidos pelo Instituto Hidrográfico, foram empenhados dois meios navais, o Navio Patrulha Oceânico (NPO) Figueira da Foz e o Navio Patrulha Cacine, uma equipa de Mergulhadores da Armada e dois meios marítimos das Capitanias de Caminha e de Viana do Castelo. Participou também na operação de deteção dos contentores uma aeronave de vigilância marítima da Força Aérea (P-3C Orion).
 
Um dos contentores, por se encontrar vazio, foi recolhido pelo NPO Figueira da Foz, com apoio dos mergulhadores até à entrada do porto de Viana do Castelo, tendo sido transportado posteriormente por um rebocador local para o interior do porto, em coordenação com o Capitão do Porto.
 
O segundo contentor, que já se encontrava meio afundado, constituía maior perigo para as embarcações de pesca que exerciam a sua atividade nas proximidades. Por precaução foi recolhido e afundado a uma profundidade segura de 650 metros, por forma a não interferir com os vários tipos de artes de pesca que são utilizadas nesta região.
(http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/PublishingImages/2015/Dezembro/FFOZ_REBOQUE_CONTENTOR_alterada.jpg?w=1600)

Cumprimentos
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Dezembro 30, 2015, 02:03:23 pm
Marinha empenhamento 2015
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Março 03, 2016, 10:32:10 am
https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/?pnref=story (https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/?pnref=story)
Citar
A Marinha e a Força Aérea realizam com frequência ações de treino conjunto no mar, com o objetivo de exercitar e manter as suas valências operacionais de resposta a acidentes no mar, no âmbito da busca e salvamento marítimo.
Aqui fica o registo fotográfico da sequência de um desses treinos realizado recentemente entre um helicóptero MERLIN EH-101 da Força Aérea e o navio patrulha oceânico Figueira da Foz, simulando a evacuação de feridos e de náufragos a partir de um navio.
(https://scontent-mad1-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xfa1/v/t1.0-9/12798946_1080214175333098_2026015428555941459_n.jpg?oh=e7d4242b8bffa80a9990ddc7aa0f20d2&oe=576369ED)
(https://scontent-mad1-1.xx.fbcdn.net/hphotos-xpl1/t31.0-8/s960x960/12764387_1080214185333097_8032522473580395501_o.jpg)
E para quando?

Cumprimentos
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Johnnie em Março 03, 2016, 05:43:24 pm
Na minha opinião fazia mais sentido esta missão SAR ser desempenhada pela marinha e não pela força aérea ou não?
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Março 03, 2016, 09:01:02 pm
Na minha opinião fazia mais sentido esta missão SAR ser desempenhada pela marinha e não pela força aérea ou não?

Legalmente a Força Aérea é a entidade competente para efectuar o serviço de busca e salvamento aéreo, e a Marinha/AMN o serviço de busca e salvamento marítimo, quando uma precisa da outra elas apoiam-se, apesar de ser muito mais usual um navio precisar de salvamento no mar do que uma aeronave que caia ao mar.

O serviço de busca e salvamento aéreo também apareceu por necessidade da própria Força Aérea, no tempo dos A-7 vários caíram ao mar e era preciso recuperar esses pilotos.

De uma maneira mais prática, a Força Aérea é que possui as Bases Aéreas necessárias ao uso de helicópteros, além de possuir todo o pessoal pilotos, manutenção, operações, etc, necessário a essas operações.

Durante operações militares é a Força Aérea que tem a responsabilidade de efectuar as missões SAR/CSAR, se uma força de caças entrar em território inimigo tem que existir a capacidade de recuperar (no mar ou em terra) esses elementos, penso que todos os países ocidentais/NATO acontece o mesmo.

Por essa razão até podiam passar os P-3C também para a Marinha, e até os C-295M, mas isso ia criar uma 2ª Força Aérea com todas as duplicações que isso acarreta, esses meios também cumprem missões que saem fora do âmbito da Marinha como o transporte de tropas, operações ISR sobre terra, etc, finalmente foi isso que levou, nos anos 50, à criação da Força Aérea Portuguesa, é que tínhamos duas Forças Aéreas, uma no Exército e outra na Marinha.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Johnnie em Março 03, 2016, 09:08:47 pm
Nos USA é a marinha a fazer resgates sobre o mar ou estou a divagar?
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Março 03, 2016, 09:17:29 pm
Nos USA é a marinha a fazer resgates sobre o mar ou estou a divagar?

Nos EUA é a Guarda Costeira ;).
(http://www.helis.com/h/h65_houston.jpg)

Mas a Força Aérea faz o CSAR 8),

(http://fallenherobracelets.com/uploads/3/4/5/9/34591817/6664947_orig.jpg)

E a US Navy, e muito bem também tem essa capacidade, tal como a Marinha Portuguesa com os Lynx, se um marinheiro cair ao mar no meio de um oceano qualquer, esse navio tem que ter capacidade de recuperar esse marinheiro, vamos imaginar um navio na Somália a fazer combate à pirataria, não vão pedir à Força Aérea, a muitos km de distância que vão lá, não é prático e muitas vezes nem é possivel pois nem há bases em terra perto, tem que ser um helicóptero que vá embarcado, para os Americanos na prática é, cada força tem que ser capaz de resgatar os seus.

(http://www.dodlive.mil/files/2013/08/130809-N-HI414-138.jpg)

Marinha Portuguesa
(http://3.bp.blogspot.com/_8vV4aVw1DhI/Skt7ilwXhwI/AAAAAAAAAMY/6EEwnGX2e8Q/s400/sarlinx.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Março 03, 2016, 09:24:22 pm
Assim de cor, penso que em quase todos os países deve ser ou a Força Aérea ou uma entidade civil, tipo Guarda Costeira a fazer a parte aérea do SAR. Os EUA são um exemplo que se calhar ninguém pode seguir, podem-se dar ao luxo de ter meios exclusivos para a missão, em Portugal, e em muitos outros países, os meios tem que ser capazes de fazer várias coisas, missões de paz, de guerra, sobre o mar, sobre a terra.

A Guarda Costeira Americana até tem C-130 para SAR e CN-235 para vigilância marítima.

(https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/1/1e/USCG_C130_Hercules.jpg)

(http://www.sldinfo.com/wp-content/uploads/2013/02/CN235-US-Coast-Guard-0914346.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: NVF em Março 31, 2016, 02:09:24 pm
Benguela: Portuguese Navy vessel moors in Lobito Port

http://www.portalangop.co.ao/angola/en_us/noticias/politica/2016/2/13/Benguela-Portuguese-Navy-vessel-moors-Lobito-Port,7962bcc7-231b-41a0-8a02-b090e511407a.html (http://www.portalangop.co.ao/angola/en_us/noticias/politica/2016/2/13/Benguela-Portuguese-Navy-vessel-moors-Lobito-Port,7962bcc7-231b-41a0-8a02-b090e511407a.html)

Citar
Lobito - The Portuguese Vasco da Gama vessel moored last Tuesday in Lobito Port, centre-west Benguela Province, with 185 foreign military persons and 20 Angolan Navy cadets.



Speaking to ANGOP, commander António Neves Rodrigues said that this is the second time that the Vasco da Gama vessel moors in Lobito.

He explained that this visit is aimed at the holding of technical and military exercises, in the ambit of the reinforcement of the co-operation between the Navy of both countries. 

For three days, he said, the delegation will be informed on the functioning of the Lobito Port and the local branch of the Angolan Navy (MGA).

António Neves Rodrigues explained that “the vessel is coming from Cabo Verde, having already passe through the Angolan capital, and it in Lobito so that the cadets of the third and fourth year can put into practice what they have been learning in theory”.

The Portuguese commander stressed also that matters relating to sea problems must be resolved in co-operation among the nations, reason why the vessel brought military persons from England, Brazil, Spain and Portugal, aimed at the sharing of experiences.   

The next destination of the Vasco da Gama vessel is São Tomé and Príncipe.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Março 31, 2016, 10:50:07 pm
reportagem da sic sobre o dunker da Marinha, curso de abandono de aeronaves submersas.

https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/videos/1094839877203861/
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Abril 19, 2016, 12:51:52 pm
Diário de Noticias

Citar
Exercício militar junta fuzileiros e marines no Alfeite
TREINO TÁTICO


Quatro dezenas de militares da 26ª Unidade Expedicionária dos Marines norte-americanos participaram ontem num exercício com 130 fuzileiros portugueses que visou fortalecer as relações militares entre os dois países informou a embaixada dos EUA.
O exercício ocorreu no âmbito das comemorações do Dia do Corpo de Fuzileiros portugueses no Alfeite e envolveu ações de planeamento e execução de um treino tático empregando técnicas táticas e procedimentos em operações anfíbias.
Este quinto exercício militar entre fuzileiros e marines foi apoiado pelo navio USS Oak Hill que pertence ao 4º esquadrão anfíbio norte americano.
A 26ª Unidade Expedicionária dos Marines cujo lema é "Uma certa força num mundo incerto" inclui meios terrestres navais e de apoio logístico.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Cabeça de Martelo em Abril 19, 2016, 04:30:11 pm
É que nem traduzir uma simples frase em inglês estes tipos são capazes... e ainda tiram uma licenciatura para quê?! ???
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Alvalade em Maio 05, 2016, 10:44:42 am
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Maio 27, 2016, 02:13:21 pm
(https://scontent.flis2-1.fna.fbcdn.net/t31.0-8/13254684_1133597769994738_5254615296820552247_o.jpg)

Citar
O NRP João Roby largou da Base Naval de Lisboa rumo a Itália onde vai participar até 25 de junho no exercício ITAMINEX. A formação e o treino são essenciais para a prontidão da Esquadra.

https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/photos/a.166558256698699.31818.159252640762594/1133597769994738/?type=3&theater
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Junho 09, 2016, 12:59:54 pm
Esta manhã andava uma BD e uma VdG a pairar no mar da palha
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Junho 09, 2016, 01:09:35 pm
E vão continuar por lá juntamente com o Bérrio. É para o 10 de Junho.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Junho 13, 2016, 11:34:36 am
A nossa corveta NRP João Roby é a nau capitânia (com o seu contentor no deck  do helicoptero)  ;)
Citar
An EUROMARFOR Task Group composed by 1 Corvette NRP Joao Roby (the Flagship) and 3 MHC, FS Capricorne, ITS Milazzo and ESPS Duero, will be activated from the 6th to the 18th  of June in order to participate in the exercise Italian Minex 16.

The Italian Minex 16 is an annual exercise, scheduled by the Italian Navy Fleet Commander (CINCNAV) and conducted by the Italian Mine Warfare Forces Command (MARICODRAG).

The commander of EUROMARFOR Task Group will be the Italian Navy CDR Giuseppe Villani, supported by multinational staff, composed by Portugal and Italy Navy personnel.

The exercise will take place in the Ligurian Sea with the scope to train naval assets to conduct Mine Counter Measures (MCM) operations to make and keep secure the maritime environment.

The activity will be carried out in a realistic scenario in which the participant units will carry out an intensive two weeks of training activities, aimed to set up common methods of work necessary to improve their interoperability in the framework of MCM operations.

https://www.euromarfor.org/article/1/446 (https://www.euromarfor.org/article/1/446)
(https://www.euromarfor.org/resources/images/euromarfor/2016/06/20160609_EMF_Flag.jpg)
(https://www.euromarfor.org/resources/images/euromarfor/2016/06/20160606_NRP_Joao_Roby_01.jpg)

Cumprimentos
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Junho 21, 2016, 03:10:55 pm
https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/photos/?tab=album&album_id=1149293855091796 (https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/photos/?tab=album&album_id=1149293855091796)
Citar
O NRP João Roby e o Destacamento de Mergulhadores Sapadores n.º 3 terminaram a participação no exercício ITAMINEX 16 que se realizou ao largo de Itália (La Spezia).

O objetivo deste exercício consistiu em melhorar os procedimentos em busca, deteção e inativação de minas, bem como reforçar a interoperabilidade, a cooperação e a coordenação entre as várias marinhas presentes no exercício: Portugal, Itália, Espanha, França e Turquia, que integravam forças da NATO e da EUROMARFOR.

Além do seu envolvimento na busca, inativação e recuperação de minas, a guarnição do NRP João Roby teve que enfrentar vários
exercícios de ameaça assimétrica e de combate interno, assim como exercícios de manobras e evoluções com os restantes navios da força.

O navio está agora de regresso a Portugal onde irá participar no exercício Swordfish.
(https://scontent-lhr3-1.xx.fbcdn.net/v/t1.0-9/13495196_1149294045091777_6124910247409631625_n.jpg?oh=60bd2e7d5db50caf38bc37fcc213a23f&oe=57CCFE73)
(https://scontent-lhr3-1.xx.fbcdn.net/v/t1.0-9/13434718_1149293955091786_4220177888417343377_n.jpg?oh=5179f027c7adc1c9c66fdef7098fe324&oe=57D4B3E5)

Cumprimentos
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Charlie Jaguar em Junho 24, 2016, 05:45:07 pm
Citar
CM - 23.06.2016  20:27

Marinha realiza exercício naval SWORDFISH 16

O exercício naval decorre entre 20 e 30 de junho.

http://www.cmjornal.xl.pt/nacional/portugal/detalhe/marinha_realiza_exercicio_naval_swordfish_16.html
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Junho 25, 2016, 09:56:15 pm
SWORDFISH 16 - MAIOR EXERCÍCIO NAVAL

A Marinha realiza, no período de 20 a 30 de junho, o exercício naval SWORDFISH 16, na costa Ocidental Portuguesa, que tem como objetivo principal preparar a esquadra para dar resposta em cenários de crise.

Sob o comando do Vice-almirante Pereira da Cunha (Comandante Naval), participam neste exercício um total de onze navios nacionais, três navios espanhóis, Forças de Mergulhadores e Fuzileiros Nacionais e Espanholas, e ainda aeronaves da Força Aérea Portuguesa, englobando um total de 1600 militares.
 
O SWORDFISH 16 é um exercício naval, realizado nas áreas de exercícios da Costa Ocidental Portuguesa, concebido para melhorar a proficiência da esquadra na condução de operações navais, designadamente o Comando e Estado-Maior da Força Naval Permanente que, juntamente com as outras forças e unidades aliadas, interagem perante um cenário multidimensional, no âmbito das operações de resposta à crise.
 
Este exercício contribuirá de forma significativa na preparação das unidades envolvidas, com o objetivo de proporcionar às forças navais e aéreas a manutenção dos seus elevados padrões de prontidão e interoperabilidade, bem como a coesão de todas as forças e comandos envolvidos.
 
Para mais informações sobre o exercício SWORDFISH 16, poderá consultar o microsite do exercício em https://swordfish.marinha.pt/ [/quote]

http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/SWORDFISH-16-Maior-exercicio-naval-.aspx
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: nelson38899 em Julho 05, 2016, 12:46:08 am
Citar
O “Robotics EXercise 2016” (REX16) está a decorrer até 8 de Julho. O evento, organizado no âmbito das actividades e projectos de investigação do Centro de Investigação Naval (CINAV), vai já na sua quarta anual.

O exercício esta semana, de 4 a 08 de Julho, decorre a bordo de um navio entre São Julião da Barra e Cascais. Na semana passada o REX realizou-se no Canal do Arsenal do Alfeite, no Rio Tejo, informa a Marinha Portuguesa.

Estes exercícios, que são promovidos pela Marinha através do Centro de Investigação Naval, visam testar e demonstrar tecnologias usadas em robótica e recolher dados para investigação científica nas áreas de interesse da Marinha.

Para além dos investigadores do CINAV o evento conta com a participação de outras entidades de referência, nomeadamente: do Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores – Tecnologia e Ciência (INESC-TEC), Centro de Investigação da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa (UniNova) e a empresa Tekever.

Ainda associado ao exercício REX16, está a decorrer uma Escola de Verão subordinada ao tema “Introduction to advanced marine technologies”, que terá uma parte prática de mar em conjunto com o exercício.
http://agriculturaemar.com/marinha-testa-robotica-no-robotics-exercise-2016/
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Julho 05, 2016, 09:51:30 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Agosto 01, 2016, 11:11:58 pm
No Facebook da SNMG1 diz que esta força reuniu-se em Brest, França e que é constituída pela Fragata Espanhola ESPNS Mendez Nunez (F-104) e pela Fragata Portuguesa NRP Alvares Cabral (F-331).
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Agosto 08, 2016, 09:48:34 pm
A revista da Armada de Agosto tem vários artigos interessantes, um dos quais é a participação do NRP Tridente no exercicio BALTOPS 2016 no Mar Báltico em que nos batemos contra submarinos Alemães, Suecos, vários navios de superficie e aviões P-3 e  P-8 Poseidon. Também Interessante ver fotos dos vários navios que estiveram na mira do Tridente ;D.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Agosto 23, 2016, 12:26:43 pm
http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Corveta-Joao-Roby-resgata-pescador-a-longa-distancia-nos-Acores.aspx (http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Corveta-Joao-Roby-resgata-pescador-a-longa-distancia-nos-Acores.aspx)
Citar
0 AGO 2016, 15:45
A operação está a ser coordenada desde a tarde do passado dia 18 de agosto pelo Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Ponta Delgada (MRCC Delgada), em articulação com o INEM - Centro de Orientação de Doentes Urgentes no Mar (CODUMAR) e a Força Aérea Portuguesa (FAP).
 
O alerta chegou ao MRCC Delgada pelas 19h45 do dia 18, através do seu congénere de Madrid, que informou que o pesqueiro espanhol, que navegava, ainda na região de busca e salvamento do Canadá, tinha um pescador a bordo doente. Recolhida a informação necessária contactou o CODUMAR do INEM, o qual, após contacto com o navio, identificou a necessidade de evacuação urgente do tripulante.
 
Considerando a posição onde se encontrava o navio e dada a informação da FAP que o alcance do helicóptero estava limitado a uma autonomia de 450 quilómetros da ilha Terceira, o MRCC Delgada deu instruções ao navio pesqueiro para navegar em direcção à ilha Terceira e enviou a corveta João Roby ao seu encontro, de forma a diminuir, no possível, o tempo necessário à evacuação do doente.
 
Durante a madrugada de hoje, dia 20 de agosto, a corveta João Roby estabeleceu contacto com o pesqueiro “Vizconde de Eza” e procedeu ao resgate do doente, onde foi entregue aos cuidados do enfermeiro de bordo, dirigindo-se depois à máxima velocidade, rumo ao ponto de encontro com o helicóptero da Força Aérea, EH-101 Merlin.
 
A extração do pescador pelo meio aéreo, irá decorrer ao final da tarde de hoje, para posteriormente ser transportado para a ilha Terceira e ser entregue aos cuidados dos serviços médicos daquela ilha.
(http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/galeria-digital/PublishingImages/meios-operacionais/nrp-joao-roby/08-EX-02-182.JPG?w=1600)
(http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/PublishingImages/2016/Agosto/DSC01509.JPG)

Cumprimentos
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Agosto 23, 2016, 07:21:17 pm
Se estavam na zona SAR do Canadá não devia ter sido o Canadá a fazer o salvamento? Eles até tem praticamente o mesmo helicóptero que nós. Depois transportava-se o homem de avião para Espanha.

Só percebo se o navio já estivesse em rota de regresso e não quisesse fazer meia-volta em direcção ao Canadá.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Menacho em Agosto 31, 2016, 12:16:32 pm
Citar
En Suecia.
Ejercicio de abordaje dentro de la misión de la OTAN SNMG-1 realizado ayer por los equipos de la fragata Méndez Núñez y Álvares Cabral de la marina portuguesa sobre el buque MV Schieborg.

(https://scontent.fmad3-2.fna.fbcdn.net/t31.0-8/14138254_2111898409035679_1007318413780988625_o.jpg)

(https://scontent.fmad3-2.fna.fbcdn.net/t31.0-8/14125598_2111898455702341_4728804244618718151_o.jpg)

(https://scontent.fmad3-2.fna.fbcdn.net/t31.0-8/14138219_2111898425702344_6646042390268438811_o.jpg)

(https://scontent.fmad3-2.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/14088674_2111898535702333_8066036789843062146_n.jpg?oh=98ca13505585e12f374f0b0b2459d1d8&oe=5853266C)

(https://scontent.fmad3-2.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/14095857_2111898562368997_8554158872868482077_n.jpg?oh=472a2807bab24152dd8a4746f176dca2&oe=58556808)

(https://scontent.fmad3-2.fna.fbcdn.net/t31.0-8/14125506_2111898589035661_2651111524043718680_o.jpg)

(https://scontent.fmad3-2.fna.fbcdn.net/t31.0-8/14124416_2111898755702311_9046446707380567945_o.jpg)

(https://scontent.fmad3-2.fna.fbcdn.net/t31.0-8/14124485_2111898765702310_7875037626675076480_o.jpg)

(https://scontent.fmad3-2.fna.fbcdn.net/t31.0-8/14188099_2111898915702295_4097022461034008503_o.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Setembro 08, 2016, 10:07:56 am
https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/photos/a.166558256698699.31818.159252640762594/1206106032743911/?type=3&theater (https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/photos/a.166558256698699.31818.159252640762594/1206106032743911/?type=3&theater)
Citar
Pescador mordido por tubarão

O Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa (MRCC Lisboa), em articulação com a Força Aérea Portuguesa (FAP) e o INEM - Centro de Orientação de Doentes Urgentes no Mar (CODU-Mar), está a coordenar durante a tarde de hoje uma operação de evacuação médica de um tripulante, de nacionalidade portuguesa e de 55 anos de idade, que se encontrava a bordo da embarcação de pesca PARMA, a navegar a cerca de 150 milhas a oeste de Peniche.

​O alerta foi dado pela embarcação referindo que um dos tripulantes teria sido mordido por um tubarão numa perna e encontrava-se com hemorragia controlada. O CODU-Mar avaliou a necessidade de evacuação médica como urgente, sendo de imediato empenhados os meios para o local.

Foi empenhado no salvamento o helicóptero EH-101 da FAP que efetuou o resgate do tripulante pelas 16h27, dirigindo-se para a base aérea do Montijo, onde aguarda uma ambulância do INEM que o irá transportar para o Hospital de São José, em Lisboa.
(https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/14233077_1206106032743911_3492674924830792237_n.jpg?oh=1e1e783eadb278e6b8031736127ede00&oe=583BB95F)

Cumprimentos
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Barlovento em Setembro 15, 2016, 07:36:50 pm
http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Corveta-Joao-Roby-resgata-pescador-a-longa-distancia-nos-Acores.aspx (http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Corveta-Joao-Roby-resgata-pescador-a-longa-distancia-nos-Acores.aspx)
Citar
0 AGO 2016, 15:45
A operação está a ser coordenada desde a tarde do passado dia 18 de agosto pelo Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Ponta Delgada (MRCC Delgada), em articulação com o INEM - Centro de Orientação de Doentes Urgentes no Mar (CODUMAR) e a Força Aérea Portuguesa (FAP).
 
O alerta chegou ao MRCC Delgada pelas 19h45 do dia 18, através do seu congénere de Madrid, que informou que o pesqueiro espanhol, que navegava, ainda na região de busca e salvamento do Canadá, tinha um pescador a bordo doente. Recolhida a informação necessária contactou o CODUMAR do INEM, o qual, após contacto com o navio, identificou a necessidade de evacuação urgente do tripulante.
 
Considerando a posição onde se encontrava o navio e dada a informação da FAP que o alcance do helicóptero estava limitado a uma autonomia de 450 quilómetros da ilha Terceira, o MRCC Delgada deu instruções ao navio pesqueiro para navegar em direcção à ilha Terceira e enviou a corveta João Roby ao seu encontro, de forma a diminuir, no possível, o tempo necessário à evacuação do doente.
 
Durante a madrugada de hoje, dia 20 de agosto, a corveta João Roby estabeleceu contacto com o pesqueiro “Vizconde de Eza” e procedeu ao resgate do doente, onde foi entregue aos cuidados do enfermeiro de bordo, dirigindo-se depois à máxima velocidade, rumo ao ponto de encontro com o helicóptero da Força Aérea, EH-101 Merlin.
 
A extração do pescador pelo meio aéreo, irá decorrer ao final da tarde de hoje, para posteriormente ser transportado para a ilha Terceira e ser entregue aos cuidados dos serviços médicos daquela ilha.
(http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/galeria-digital/PublishingImages/meios-operacionais/nrp-joao-roby/08-EX-02-182.JPG?w=1600)
(http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/PublishingImages/2016/Agosto/DSC01509.JPG)

Cumprimentos

El "Vizconde de Eza" no es un navio pesquero, es un barco oceanografico.

http://www.magrama.gob.es/es/pesca/temas/proteccion-recursos-pesqueros/buques-secretaria-general-pesca/buque-oceanografico-vizconde-de-eza/#
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Setembro 19, 2016, 03:56:43 pm
http://defesanacionalpt.blogspot.pt/2016/09/policia-maritima-realizou-mais-de-cem.html (http://defesanacionalpt.blogspot.pt/2016/09/policia-maritima-realizou-mais-de-cem.html)
Citar
Polícia Marítima realizou mais de cem mil ações de fiscalização no último ano
A Polícia Marítima realizou no último ano mais de cem mil acções de fiscalização, reportando 1200 crimes e 7700 contra ordenações, segundo um balanço hoje apresentado pelo Comandante-Geral, que destacou a participação na missão de salvamento marítimo na Grécia.

"Em termos práticos, da missão já resultou o salvamento de mais de 3500 vidas humanas de refugiados, além das acções de assistência e de cooperação com outras forças europeias", afirmou o Comandante-Geral da Polícia Marítima, vice-almirante António Silva Ribeiro.

O vice-almirante adiantou que está em ponderação a "possibilidade de, a partir de maio de 2017, voltar a participar na missão Poseidon, na Grécia", uma missão da agência Europeia Frontex.

Em termos de resultados operacionais, o comandante Silva Ribeiro enumerou 101.000 acções de fiscalização, das quais 10.300 ocorreram em embarcações no mar, 1200 crimes reportados e 7700 ilícitos contraordenacionais.

O militar discursava nas instalações centrais da Marinha, numa cerimónia de homenagem à Polícia Marítima (PM), tutelada pelo ministério da Defesa, que tem em preparação alterações à orgânica da Autoridade Marítima Nacional e ao estatuto do pessoal da PM.

Sobre este ponto, o vice-almirante Silva Ribeiro afirmou que é necessário actualizar o regime orgânico estabelecido em 1995 para a Polícia Marítima bem como à revisão do estatuto do pessoal "de modo a conformá-lo às realidades presentes do serviço e da carreira".

Para o vice-almirante, a "edificação da Polícia Marítima do futuro é uma missão ambiciosa e de exercício constante", tarefa "complexa" que "dificilmente será viável" sem "o compromisso" do governo e "o apoio da Marinha".

Na cerimónia, o ministro da Defesa, Azeredo Lopes, disse que a Polícia Marítima pode "contar com a tutela da Defesa Nacional em tudo o que tem que ver com as acções do futuro" num "espírito de modernização".

O vice-almirante António Silva Ribeiro apontou ainda as necessidades da PM em termos materiais, entre os quais a compra de "equipamentos específicos de polícia e a renovação das viaturas operacionais" e adiantou que no próximo ano o objectivo é equipar mais três viaturas de "vigilância costeira com capacidades de comunicações, visão térmica e nocturna", entre outras especificidades. (RTP)
(http://3.bp.blogspot.com/-6VQroJofJfk/VO4c0u49cdI/AAAAAAAAB80/EnzjWapAVNo/s1600/policiamaritimaalbufeira.jpg)
(http://files.ct2gpz.webnode.com.pt/200000286-b0694b163b/policia_maritima.jpg)
(http://zap.aeiou.pt/wp-content/uploads/2015/08/62cd9746bfa9c6d2f16decc451d531fb-783x450.jpg)
(http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/PublishingImages/2015/Setembro/PM%20Embarca%C3%A7%C3%A3o%20TEJO.JPG?w=1600)

Cumprimentos
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Menacho em Setembro 28, 2016, 01:05:08 pm
Citar
Hoje despedimo-nos do navio da Armada Española ESPS Mendez Nuñez, que após cerca de 4 meses ao serviço da NATO, regressa a casa, sendo rendido pelo ESPS Almirante Juan de Borbón.
Buen viaje compañeros. ¡Hasta siempre!
#aequoanimoF331

(https://scontent.fmad3-1.fna.fbcdn.net/t31.0-8/14500184_698545506987659_2049569954784898273_o.jpg)

(https://scontent.fmad3-1.fna.fbcdn.net/t31.0-8/14425442_698545830320960_1484569104287653953_o.jpg)

(https://scontent.fmad3-1.fna.fbcdn.net/t31.0-8/14468560_698545640320979_3902568704950539245_o.jpg)

(https://scontent.fmad3-1.fna.fbcdn.net/t31.0-8/14525208_698547310320812_2364736209883661493_o.jpg)

(https://scontent.fmad3-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/14517505_698545713654305_5990578142252576354_n.jpg?oh=30387b0c601b297ce1e55a8deee007f1&oe=588270C4)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Outubro 11, 2016, 09:58:35 pm
A SNMG1 anda a passear pela Noruega, faz parte a NRP Alvares Cabral

(https://scontent-mad1-1.xx.fbcdn.net/v/t1.0-9/14516385_1283020891717511_4573309156139962622_n.jpg?oh=04224d0cdd8f68848cff6d1fc634b841&oe=58A83651)

(https://scontent-mad1-1.xx.fbcdn.net/v/t1.0-9/14445958_1283021988384068_6148937084383476710_n.jpg?oh=fc2f345107279fd5edcc6eff390309b5&oe=586764A6)

(https://scontent-mad1-1.xx.fbcdn.net/v/t1.0-9/14494730_1283022795050654_4939920116972747950_n.jpg?oh=c249a754207795b2d039229dc514782a&oe=585FD632)

(https://scontent-mad1-1.xx.fbcdn.net/v/t1.0-9/14568158_1283022355050698_1878013926251142668_n.jpg?oh=02b13c74016b6dd6a1e0e3d37f0643a5&oe=58A4758D)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Outubro 11, 2016, 11:10:34 pm
Citar
NRP Almirante Gago Coutinho em missão de segurança marítima e presença naval na África ocidental

O Navio hidrográfico NRP Almirante Gago Coutinho largou da Base Naval de Lisboa, dia 30 de setembro de 2016, a fim de participar numa missão na costa ocidental africana com a duração de aproximadamente de 3 meses.

A missão enquadra-se no âmbito das Forças Nacionais Destacadas e visa contribuir para o esforço da comunidade internacional na capacitação dos países da região do Golfo da Guiné na segurança marítima, e ainda, a presença nacional junto de países africanos de língua portuguesa, dinamizando os projetos em curso de cooperação técnico-militar.

Para a consecução desses objetivos, o navio irá participar em ações bilaterais de treino e formação com as guardas costeiras e Marinhas de Cabo Verde e São Tomé e Príncipe, tendo em vista potenciar as capacidades de defesa e segurança marítima, e as relações de amizade e confiança entre os países de língua portuguesa.

O NRP Almirante Gago Coutinho é comandado pelo capitão-de-fragata Marques Peiriço e tem um total de 44 militares embarcados, incluindo uma secção de fuzileiros do pelotão de abordagem, uma equipa de mergulhadores e um médico.

Durante a missão está previsto embarcarem vários militares convidados de Marinhas Amigas e Aliadas.

http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/NRP-Almirante-Gago-Coutinho-em-missao-de-seguranca-maritima-e-presenca-naval-na-%c3%81frica-ocidental.aspx
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Outubro 14, 2016, 03:36:38 pm
Um navio hidrográfico? Tá certo...
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Outubro 14, 2016, 04:59:41 pm
É uma ação de espionagem!!! Tal como a "pesquisa cientifica" dos chineses nos açores.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: LM em Outubro 25, 2016, 06:02:29 pm
В открытом море, мы бдительнее всех!

https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/videos/1250050628349451/ (https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/videos/1250050628349451/)

Já agora qual é o NRP que está a acompanhar? E, só por curiosidade, podemos aprender algo com estes "acompanhamentos", que dados podem tratados através do equipamento (qual?) da fragata e/ou P3...?

Claro que já tantos os seguiram que nós não devemos recolher nada de novo, ainda se fosse ao largo da Síria ou durante treinos. 
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Outubro 25, 2016, 10:06:32 pm
Para recordar uma recente passagem de navio russo, mais tranquila. :G-beer2:

Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Outubro 26, 2016, 01:53:38 am
В открытом море, мы бдительнее всех!

https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/videos/1250050628349451/ (https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/videos/1250050628349451/)

Já agora qual é o NRP que está a acompanhar? E, só por curiosidade, podemos aprender algo com estes "acompanhamentos", que dados podem tratados através do equipamento (qual?) da fragata e/ou P3...?

Claro que já tantos os seguiram que nós não devemos recolher nada de novo, ainda se fosse ao largo da Síria ou durante treinos.

Será o Viana do Castelo? Não ia agora para uma missão no Mediterrâneo?
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Outubro 26, 2016, 09:12:09 pm
NRP FIGUEIRA DA FOZ, RUMA AO MEDITERRÂNEO CENTRAL

Na Base Naval de Lisboa a guarnição do FIGUEIRA DA FOZ ultima os preparativos para a próxima missão. Dentro de dias ruma ao Mediterrâneo Central onde se vai juntar aos esforços da União Europeia no controlo dos fluxos migratórios provenientes do norte de África. O comandante, Capitão-Tenente Guardado Neto, sabe que a missão se reveste de contornos especiais, com uma grande carga emocional, mas não deixa de estar também atento à protecção da sua força. Na realidade, parecendo iguais, todas as missões são diferentes, nunca se sabe exactamente o que se vai encontrar.

http://www.operacional.pt/nrp-figueira-da-foz-ruma-ao-mediterraneo-central/

(http://www.operacional.pt/wp-content/uploads/2016/10/01-5-NRP-FIGUEIRA-DA-FOZ-DSC_0096.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Outubro 28, 2016, 09:33:42 pm
NATO ships prepare to support quick-reaction forces
Com a nossa F331
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Outubro 28, 2016, 10:44:55 pm
Video da preparação da componente naval da FRI para o exercicio Lusitano

https://www.facebook.com/emgfa/videos/561506687383411/?hc_ref=PAGES_TIMELINE
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Novembro 10, 2016, 01:22:38 am

O LUSITANO é um exercício LIVEX (live exercise), que envolve o Estado-Maior General das Forças Armadas (EMGFA), através do Centro de Operações Conjunto (COC), e conta com Forças Navais, Terrestres e Aéreas. O LUSÍADA é um exercício, no âmbito da preparação das Forças Armadas para o cumprimento das missões específicas de apoio à política externa, nomeadamente a proteção e evacuação de cidadãos nacionais em áreas de tensão ou crise.

Este exercício anual desenvolve-se num cenário fictício de evacuação de cidadãos nacionais e, eventualmente, de países amigos ou aliados, com a ativação de unidades pertencentes à Força de Reação Imediata (FRI), operação tipificada, em termos NATO, como Operação de Evacuação de Não-combatentes (NEO). Este tipo de operações, insere-se num plano mais vasto, ao nível nacional, pelo que implica a coordenação estreita entre os Ministérios da Defesa Nacional (MDN), Negócios Estrangeiros (MNE), e Administração Interna (MAI), envolvendo designadamente as estruturas do Conselho Nacional Planeamento Civil de Emergência (CNPCE), Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) e o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM). Neste tipo de exercícios Lusíada estão normalmente presentes elementos das referidas entidades o que permite a articulação de procedimentos, como seja a montagem de Centros de Coordenação de Evacuados (CCE).
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Menacho em Novembro 14, 2016, 01:30:51 pm
(https://scontent-fra3-1.xx.fbcdn.net/t31.0-8/15025204_961557457283339_3400744849352130299_o.jpg)

(https://scontent-fra3-1.xx.fbcdn.net/t31.0-8/15016259_961557537283331_1039229342051898792_o.jpg)

(https://scontent-fra3-1.xx.fbcdn.net/v/t1.0-9/15037333_961557470616671_3570413527985762988_n.jpg?oh=74c1dccd17c45dd44648e57edcadb9e3&oe=589335B8)

Citar
Standing NATO Maritime Group One (SNMG1) steams in formation while transiting to Hamburg, Germany. Ships include German Replenisment Tanker FGS Rhön (A1443), Portuguese Frigate NRP Álvares Cabral (F331), Flagship Spanish Frigate ESPS Almirante Juan de Borbón (F-102), British Destroyer HMS Duncan (D37) and German Corvette FGS Ludwigshafen am Rhein (F264). Photo by PO ESP-N Sánchez Oller/Released.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Menacho em Novembro 18, 2016, 02:04:00 pm
Infantes de marina portugueses, participando en España en el ejercicio GRUFLEX 61:

(http://elpueblodeceuta.es/upload/img/periodico/img_22888.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Cabeça de Martelo em Novembro 18, 2016, 03:10:06 pm
Infantes de marina portugueses, participando en España en el ejercicio GRUFLEX 61:

(http://elpueblodeceuta.es/upload/img/periodico/img_22888.jpg)

Com ML Espanholas?!
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Novembro 18, 2016, 08:04:07 pm
Eles estão lá.

http://www.tribunadamadeira.pt/2016/11/17/submarino-e-fuzileiros-participam-em-exercicio-espanhol/

Mas realmente a foto não é conclusiva, poderá ser pessoal misturado espanhol e português?
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Novembro 27, 2016, 06:59:25 pm
Marinha ‏@MarinhaPT  1 hHá 1 hora
A Fragata Vasco da Gama largou há momentos da Base Naval de Lisboa rumo ao Mediterrâneo para mais uma missão. @Frontex  #frontex #triton

(https://pbs.twimg.com/media/CySVJdEXAAUwgJW.jpg)
(https://pbs.twimg.com/media/CySVJdSXUAAgjLX.jpg)
(https://pbs.twimg.com/media/CySVJdGWEAESWkC.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Menacho em Novembro 28, 2016, 01:11:08 pm
Eles estão lá.

http://www.tribunadamadeira.pt/2016/11/17/submarino-e-fuzileiros-participam-em-exercicio-espanhol/

Mas realmente a foto não é conclusiva, poderá ser pessoal misturado espanhol e português?

Correcto, hay 2 soldados espanhois en esa foto, uno con la AMELI.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Dezembro 14, 2016, 10:16:13 am
Outra evacuação médica.  :)

http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Evacuacao-medica-de-tripulante-a-bordo-do-navio-de-passageiros-Saga-Sapphire.aspx (http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Evacuacao-medica-de-tripulante-a-bordo-do-navio-de-passageiros-Saga-Sapphire.aspx)

Citar
O alerta foi dado pelo MRCC Madrid, a informar que a bordo do navio de passageiros Saga Sapphire encontrava-se um passageiro com uma lesão no ombro esquerdo.
 
O MRCC Lisboa colocou o CODU-Mar em contacto com o navio, que avaliou a evacuação médica como urgente, tendo sido empenhado o EH-101 da Força Aérea Portuguesa que resgatou o individuo às 09h47 e que foi transportado para a base aérea do Montijo onde aguardava uma ambulância dos Bombeiros Voluntários do Montijo que posteriormente efetuou o transporte até ao Hospital do Barreiro.

Saudações
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Dezembro 16, 2016, 07:50:51 pm
Whidbey Island marines train with Portuguese counterparts in Lisbon

(https://navaltoday.com/wp-content/uploads/2016/12/whidbey-island-marines-train-with-portuguese-counterparts-in-lisbon.jpg)
U.S. marines with 2nd mortar platoon, 22nd Marine Expeditionary Unit (MEU) show Portuguese marines an expeditionary fire support system and provide information on its capabilities during a visit and static display aboard the amphibious dock landing ship USS Whidbey Island (LSD 41). Photo: US Navy

U.S. marines aboard the amphibious dock landing ship USS Whidbey Island (LSD 41) completed a successful port visit to Lisbon, Portugal, on December 10.

The embarked 22nd Marine Expeditionary Unit (MEU) welcomed members of the Fuzileiros- the Portuguese Marine Corps – aboard Whidbey Island for a visit and joint training.

“We also demonstrated Marine Corps marital arts program moves, did some fast-roping exercises, and finished with a mud run over a series of obstacles with them,” said Sgt. Jonathan Swaffer, 3rd section leader for amphibious assault vehicle platoon. “It was a bit of a change of pace for us. It was a good time.”

While in Lisbon, Whidbey Island’s sailors and marines took part in two community relations projects and tour the Portuguese countryside on a morale, welfare and recreation (MWR) trip.

During the visit Whidbey Island took on fuel, supplies and mail.

The ship and its embarked Marines departed Norfolk, Virginia, on June 25, 2016, for a regularly scheduled deployment as part of the Wasp Amphibious Ready Group (ARG).

https://navaltoday.com/2016/12/12/whidbey-island-marines-train-with-portuguese-counterparts-in-lisbon/
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Dezembro 16, 2016, 09:27:02 pm
Whidbey Island marines train with Portuguese counterparts in Lisbon

(https://navaltoday.com/wp-content/uploads/2016/12/whidbey-island-marines-train-with-portuguese-counterparts-in-lisbon.jpg)
U.S. marines with 2nd mortar platoon, 22nd Marine Expeditionary Unit (MEU) show Portuguese marines an expeditionary fire support system and provide information on its capabilities during a visit and static display aboard the amphibious dock landing ship USS Whidbey Island (LSD 41). Photo: US Navy

U.S. marines aboard the amphibious dock landing ship USS Whidbey Island (LSD 41) completed a successful port visit to Lisbon, Portugal, on December 10.

The embarked 22nd Marine Expeditionary Unit (MEU) welcomed members of the Fuzileiros- the Portuguese Marine Corps – aboard Whidbey Island for a visit and joint training.

“We also demonstrated Marine Corps marital arts program moves, did some fast-roping exercises, and finished with a mud run over a series of obstacles with them,” said Sgt. Jonathan Swaffer, 3rd section leader for amphibious assault vehicle platoon. “It was a bit of a change of pace for us. It was a good time.”

While in Lisbon, Whidbey Island’s sailors and marines took part in two community relations projects and tour the Portuguese countryside on a morale, welfare and recreation (MWR) trip.

During the visit Whidbey Island took on fuel, supplies and mail.

The ship and its embarked Marines departed Norfolk, Virginia, on June 25, 2016, for a regularly scheduled deployment as part of the Wasp Amphibious Ready Group (ARG).

https://navaltoday.com/2016/12/12/whidbey-island-marines-train-with-portuguese-counterparts-in-lisbon/

O 1º Ten Preto sempre na 1ª Linha !! :G-beer2:
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Dezembro 20, 2016, 12:03:28 pm
(https://media4.giphy.com/media/142dhzXGA8EsIE/200_s.gif)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Dezembro 20, 2016, 01:50:17 pm
(https://media4.giphy.com/media/142dhzXGA8EsIE/200_s.gif)

....................é por eu ser RACISTA..............que eu sou branco, .................casei com uma mulher branca, ..............o nosso filho é branco, mas............ a madrinha de baptismo dele é PRETA, :conf: :conf: :conf: :conf: :conf: :conf: :conf: :conf:  sou mesmo um RACISTA de primeira, só pode !!!!! ::) ::) ::) ::) ::) ::)

O 1º TEN FUZ Preto, na foto com sargentos e praças da sua companhia, é Preto de sobrenome, só isso !!

Abraços
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Cabeça de Martelo em Dezembro 20, 2016, 02:31:27 pm
(https://media4.giphy.com/media/142dhzXGA8EsIE/200_s.gif)

....................é por eu ser RACISTA..............que eu sou branco, .................casei com uma mulher branca, ..............o nosso filho é branco, mas............ a madrinha de baptismo dele é PRETA, :conf: :conf: :conf: :conf: :conf: :conf: :conf: :conf:  sou mesmo um RACISTA de primeira, só pode !!!!! ::) ::) ::) ::) ::) ::)

O 1º TEN FUZ Preto, na foto com sargentos e praças da sua companhia, é Preto de sobrenome, só isso !!

Abraços

Tenente, o P44 colocou aquilo como piada! ;D
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Dezembro 20, 2016, 06:50:15 pm
Era brincadeira tenente!!!!!!!!!!!!!
Quantas vezes já parecidas?!?

(http://img.wonkette.com/wp-content/uploads/2015/04/thatsracist-1.gif)

 :rir: :rir: :rir:
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Dezembro 20, 2016, 07:45:42 pm
Era brincadeira tenente!!!!!!!!!!!!!
Quantas vezes já parecidas?!?

(http://img.wonkette.com/wp-content/uploads/2015/04/thatsracist-1.gif)

 :rir: :rir: :rir:


À era brincadeira ???????? pois olha que o Preto não gostou nada da Brincadeira.............





Vocês ainda não entenderam porque é que uso as reticências..........com os vossos comentários,................. só pode, muito bom mesmo, caíram que nem PATOS, mas REAIS.................ou Republicanos. :nice: :nice: :nice: :nice: :nice: :nice: :nice: :nice: :nice:
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Dezembro 20, 2016, 07:47:42 pm
(https://media4.giphy.com/media/142dhzXGA8EsIE/200_s.gif)

....................é por eu ser RACISTA..............que eu sou branco, .................casei com uma mulher branca, ..............o nosso filho é branco, mas............ a madrinha de baptismo dele é PRETA, :conf: :conf: :conf: :conf: :conf: :conf: :conf: :conf:  sou mesmo um RACISTA de primeira, só pode !!!!! ::) ::) ::) ::) ::) ::)

O 1º TEN FUZ Preto, na foto com sargentos e praças da sua companhia, é Preto de sobrenome, só isso !!

Abraços

Tenente, o P44 colocou aquilo como piada! ;D

E tú e não só, caíste que nem um Pato ó CdM...................afinal haviam outros.......... :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir: :rir:
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Dezembro 21, 2016, 07:47:49 pm
Peço desculpa se ofendi o colega, era só uma piada...
 :-[
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Dezembro 22, 2016, 09:45:18 am
Peço desculpa se ofendi o colega, era só uma piada...
 :-[

Nem nada, se fosse racista não tinha nem tenho as amigas e amigos de cor mais escura, como tenho, no harm done, mas ..............agora colega P44, ...........colegas são as .... PU..S. :rir: :rir: :rir: :rir: :rir:

Abraços E Boas Festas....no corpo todo carago
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Dezembro 23, 2016, 02:16:35 pm
https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/videos/1316220215065825/

Tiro de 100mm da Corveta João Roby.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Dezembro 30, 2016, 12:05:07 pm
Já lá está...   ;D 8)
(https://scontent.xx.fbcdn.net/v/t1.0-9/15780723_1323032044384642_5673966636721536733_n.jpg?oh=ead9aee187f9122edd02171cd4923b31&oe=58EFA994)
Citar
A primeira noite do NRP Tejo na Madeira.

Boa noite a todos.
Foto de Cristina Costa e Silva

https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/ (https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/)

Cumprimentos  :G-beer2:
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Janeiro 15, 2017, 03:13:46 pm
http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/O-NRP-Cacine-prestou-primeiros-socorros-a-tripulantes-acidentados.aspx (http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/O-NRP-Cacine-prestou-primeiros-socorros-a-tripulantes-acidentados.aspx)
Citar
14 JAN 2017, 12:05
A outra embarcação de apoio à manobra de cabos presente recolheu os tripulantes e dirigiu-se de imediato ao NRP Cacine a solicitar ajuda.

 
À chegada da equipa de primeiros-socorros do NRP Cacine, verificou-se que um tripulante estava consciente mas em avançado estado de hipotermia e não respondia a qualquer estímulo. O outro elemento apenas estava em choque devido à situação e com pequenas escoriações.

 
A guarnição do NRP Cacine prestou de imediato os primeiros socorros, através do Enfermeiro e socorristas, tendo imobilizado e evacuado os elementos para as ambulâncias dos Bombeiros de Matosinhos, que entretanto tinham chegado ao local. Os tripulantes foram evacuados para o Hospital Pedro Hispano.

 
O NRP Cacine encontra-se em missão na Zona Marítima do Norte até fevereiro.
​​​
(http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/galeria-digital/PublishingImages/meios-operacionais/nrp-cacine/Cacine-1_.jpg?w=1600)

Cumprimento
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Alvalade em Janeiro 18, 2017, 12:31:08 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Alvalade em Janeiro 19, 2017, 09:56:12 am
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Fevereiro 23, 2017, 09:02:44 pm
Treino operacional do NRP Pegaso, treino realizado entre 30 de Janeiro e 10 de Fevereiro.

Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Março 22, 2017, 09:13:09 pm
MISSÃO MAR ABERTO NO GOLFO DA GUINÉ REFORÇADA COM NAVIO REABASTECEDOR DA MARINHA

http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Missao-Mar-Aberto-no-Golfo-da-Guine-refor%C3%A7ada-com-navio-reabastecedor-da-marinha.aspx
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Março 24, 2017, 01:55:29 pm
Além dos 50 Fuzileiros que vão no Bérrio, também vão 10 Fuzileiros do DAE na Alvares Cabral.

Marinha em missão de ataque à pirataria no Golfo da Guiné

http://www.cmjornal.pt/portugal/detalhe/marinha-em-missao-de-ataque-a-pirataria-no-golfo-da-guine?ref=Bloco_CMAoMinuto
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Abril 01, 2017, 01:44:10 pm


http://observador.pt/2017/03/30/fragata-portuguesa-alvares-cabral-em-missao-a-cabo-verde-a-partir-de-sabado/

Não deveria esta missão ser executada por um NPO ??????
É deste modo que derretemos rios de dinheiro que não temos, uma guarnição de 180 almas contra um guarnição de 40 !!!

Abraços
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: nelson38899 em Abril 02, 2017, 02:44:26 pm


http://observador.pt/2017/03/30/fragata-portuguesa-alvares-cabral-em-missao-a-cabo-verde-a-partir-de-sabado/

Não deveria esta missão ser executada por um NPO ??????
É deste modo que derretemos rios de dinheiro que não temos, uma guarnição de 180 almas contra um guarnição de 40 !!!

Abraços

Seguindo esse pensamento, as Fragatas neste momento não servem para nada! Bastava ter em vez de cinco fragatas, 10 NPO.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Abril 04, 2017, 10:03:10 am


http://observador.pt/2017/03/30/fragata-portuguesa-alvares-cabral-em-missao-a-cabo-verde-a-partir-de-sabado/

Não deveria esta missão ser executada por um NPO ??????
É deste modo que derretemos rios de dinheiro que não temos, uma guarnição de 180 almas contra um guarnição de 40 !!!

Abraços

Seguindo esse pensamento, as Fragatas neste momento não servem para nada! Bastava ter em vez de cinco fragatas, 10 NPO.
O Brasil tem um Patrulha Oceânico no Golfo da Guiné e as Fragatas e Corvetas no Líbano. Parece-me ser uma melhor rentabilização de recursos. A própria Espanha já fez o mesmo embora os Patrulhas usados sejam de outro calibre... ;)
Citar
Brasília, 31/03/17 – Com o objetivo de promover a segurança marítima no Golfo da Guiné, como o combate de pesca ilegal e tráfico de drogas, a Marinha participou da operação “Obangame Express 2017”. A Força Marítima brasileira enviou para aquela região o Navio-Patrulha Oceânico Apa, com 122 militares.

Além dos brasileiros, participaram também militares europeus, norte-americanos e sul-americanos. A ação foi conduzida pela Marinha dos Estados Unidos, para capacitar  militares dos países da costa oeste da África na atuação em ações de interdição marítima.

http://www.defesa.gov.br/noticias/29724-marinha-participa-de-operacao-internacional-no-golfo-da-guine (http://www.defesa.gov.br/noticias/29724-marinha-participa-de-operacao-internacional-no-golfo-da-guine)

(http://www.defesa.gov.br/arquivos/2017/mes03/20170331_Obangame_grande%20I.jpg)
(http://www.defesa.gov.br/arquivos/2017/mes03/20170331_Obangame_grande.jpg)

Saudações
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Abril 04, 2017, 10:18:31 am


http://observador.pt/2017/03/30/fragata-portuguesa-alvares-cabral-em-missao-a-cabo-verde-a-partir-de-sabado/

Não deveria esta missão ser executada por um NPO ??????
É deste modo que derretemos rios de dinheiro que não temos, uma guarnição de 180 almas contra um guarnição de 40 !!!

Abraços


Seguindo esse pensamento, as Fragatas neste momento não servem para nada! Bastava ter em vez de cinco fragatas, 10 NPO.


Qual pensamento ???
O de rentabilização de meios Navais e Humanos da nossa já depauperada MdG ??
Uma fragata para uma Missão a Cabo Verde ????
Qual a Missão tão importante para empenhar 20% da nossa Força naval de combate de Superficie ???
Não devemos estar assim tão longe de ter apenas quatro, se forem quatro fragatas num futuro próximo, mas até te digo que em minha opinião se tivéssemos quatro Boas Fragatas e seis NPO's estávamos bem melhor que agora estamos.

Os NPO's são Navios que podem e devem ser empenhados neste tipo de missões, agora se estão mal armados e não tem capacidade de operar os Helis isso é outra história para quem decide, se é que decidem..............mas que pensem nisso e os melhorem, só poupávamos com isso e até podíamos, digo podíamos, ter pilim para adquirirmos outros equipamentos para a Marinha !

Abraços
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Abril 04, 2017, 10:29:41 am


http://observador.pt/2017/03/30/fragata-portuguesa-alvares-cabral-em-missao-a-cabo-verde-a-partir-de-sabado/

Não deveria esta missão ser executada por um NPO ??????
É deste modo que derretemos rios de dinheiro que não temos, uma guarnição de 180 almas contra um guarnição de 40 !!!

Abraços

Seguindo esse pensamento, as Fragatas neste momento não servem para nada! Bastava ter em vez de cinco fragatas, 10 NPO.
O Brasil tem um Patrulha Oceânico no Golfo da Guiné e as Fragatas e Corvetas no Líbano. Parece-me ser uma melhor rentabilização de recursos. A própria Espanha já fez o mesmo embora os Patrulhas usados sejam de outro calibre... ;)
Citar
Brasília, 31/03/17 – Com o objetivo de promover a segurança marítima no Golfo da Guiné, como o combate de pesca ilegal e tráfico de drogas, a Marinha participou da operação “Obangame Express 2017”. A Força Marítima brasileira enviou para aquela região o Navio-Patrulha Oceânico Apa, com 122 militares.

Além dos brasileiros, participaram também militares europeus, norte-americanos e sul-americanos. A ação foi conduzida pela Marinha dos Estados Unidos, para capacitar  militares dos países da costa oeste da África na atuação em ações de interdição marítima.

http://www.defesa.gov.br/noticias/29724-marinha-participa-de-operacao-internacional-no-golfo-da-guine (http://www.defesa.gov.br/noticias/29724-marinha-participa-de-operacao-internacional-no-golfo-da-guine)

(http://www.defesa.gov.br/arquivos/2017/mes03/20170331_Obangame_grande.jpg)

Saudações

Ora nem mais, gerir bem o pouco que temos já o devíamos ter começado fazer há décadas mas, como somos muito ricos.......lá vai Fragata, ponham na conta que nós pagamos !!!!!!!!
Depois admiram-se que não há dinheiro para combustíveis/lubrificantes/mnt/munições, sequer colocar ao serviço os Navios da classe TEJO/Fisga etc mas há para irmos á grande para Cabo Verde, enfim mais do mesmo !!
Não tarda nada lá vem a comparação com os gastos do sistema bancário............:conf: :conf: :conf: :conf: :conf: :conf:
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: NVF em Abril 04, 2017, 07:28:42 pm


http://observador.pt/2017/03/30/fragata-portuguesa-alvares-cabral-em-missao-a-cabo-verde-a-partir-de-sabado/

Não deveria esta missão ser executada por um NPO ??????
É deste modo que derretemos rios de dinheiro que não temos, uma guarnição de 180 almas contra um guarnição de 40 !!!

Abraços

Mas tu brincas com coisas sérias, ou quê? Não havendo arrastões espanhóis na área de operação não faz sentido nenhum enviar NPO's. Aliás, como se pode ver por esse mundo fora, ninguém arma os seus NPO's com calibres acima do 12.7 mm, nem os envia para cenários de risco, visto estes serem navios para missões exclusivamente civis.  ;D
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Abril 04, 2017, 08:13:28 pm


http://observador.pt/2017/03/30/fragata-portuguesa-alvares-cabral-em-missao-a-cabo-verde-a-partir-de-sabado/

Não deveria esta missão ser executada por um NPO ??????
É deste modo que derretemos rios de dinheiro que não temos, uma guarnição de 180 almas contra um guarnição de 40 !!!

Abraços

Mas tu brincas com coisas sérias, ou quê? Não havendo arrastões espanhóis na área de operação não faz sentido nenhum enviar NPO's. Aliás, como se pode ver por esse mundo fora, ninguém arma os seus NPO's com calibres acima do 12.7 mm, nem os envia para cenários de risco, visto estes serem navios para missões exclusivamente civis.  ;D

Ora nem mais, e que venham mais dois NPO's a seguir a estes dois em construção, que são bem vindos para efectuarem o patrulhamento em Navio " descaracterizado " tipo GNR navalizado, não sei se me faço entender !!! :conf: :conf: :conf: :conf: :conf: :rir: :rir: :rir: :rir:
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Abril 04, 2017, 11:43:08 pm
Pode-se ter enviado uma fragata por os NPOs estarem ocupados com outras missões. Ou mesmo não sendo o caso pode ser para mostrar uma presença mais musculada, isto é, mostrar aos países da região, PALOP principalmente, que estamos seriamente empenhados na segurança daquelas águas, isso as vezes pode abrir outras portas no campo económico, etc.

Enviar uma fragata, um reabastecedor e uma força de 60 fuzileiros, andamos uns malucos, deve haver outros assuntos por trás, se fosse só para a fotografia, eram menos meios.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Cabeça de Martelo em Abril 05, 2017, 10:36:18 am
Pode-se ter enviado uma fragata por os NPOs estarem ocupados com outras missões. Ou mesmo não sendo o caso pode ser para mostrar uma presença mais musculada, isto é, mostrar aos países da região, PALOP principalmente, que estamos seriamente empenhados na segurança daquelas águas, isso as vezes pode abrir outras portas no campo económico, etc.

Enviar uma fragata, um reabastecedor e uma força de 60 fuzileiros, andamos uns malucos, deve haver outros assuntos por trás, se fosse só para a fotografia, eram menos meios.
Também vão vários Cadetes de várias Marinhas aliadas e esta força será usada para "reforçar os laços com...", para além disso como iam treinar as infiltrações dos Fuzos e do DAE sem o Lynx?

Era mais barato enviar um NPO, mas não conseguia-se fazer tantas coisas.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Abril 05, 2017, 11:01:34 am
Os ricos até chegaram a enviar Lpd's. Nós é que somos pobres...  ;D ;) http://www.guineaecuatorialpress.com/noticia.php?id=6361&lang=en (http://www.guineaecuatorialpress.com/noticia.php?id=6361&lang=en)
Citar
The French navy ship Siroco arrived on March 18 to the port of Malabo, to enhance maritime security in the Gulf of Guinea. The French ship will also call at the ports of Bata and Annobon.
(http://gcaptain.com/wp-content/uploads/2014/01/2014M35F-001_005s-1024x678.jpg)
(https://mvistatic.com/photos/2010/03/06/nm_243870_px_640_.jpg)
Já agora, existem patrulhas e patrulhas... ;D ;)


Saudações :G-beer2:
 
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Abril 05, 2017, 11:11:01 am
Pode-se ter enviado uma fragata por os NPOs estarem ocupados com outras missões. Ou mesmo não sendo o caso pode ser para mostrar uma presença mais musculada, isto é, mostrar aos países da região, PALOP principalmente, que estamos seriamente empenhados na segurança daquelas águas, isso as vezes pode abrir outras portas no campo económico, etc.

Enviar uma fragata, um reabastecedor e uma força de 60 fuzileiros, andamos uns malucos, deve haver outros assuntos por trás, se fosse só para a fotografia, eram menos meios.
Também vão vários Cadetes de várias Marinhas aliadas e esta força será usada para "reforçar os laços com...", para além disso como iam treinar as infiltrações dos Fuzos e do DAE sem o Lynx?

Era mais barato enviar um NPO, mas não conseguia-se fazer tantas coisas.

Pois é, pois é, se os NPO's pudessem ter lynx embarcados...................os  " laços também eram reforçados " e ficava mais barato não seria?????? Mas, continuamos a brincar e a esbanjar o pouco dinheiro que as FFAA tem, essa é que é a verdade, a realidade está bem á vista a MdG NÃO TEM MEIOS MATERIAIS NEM HUMANOS !!!!

Quando aqui se diz/escreve que os NPO´s são unidades que muita falta fazem e possuem capacidades que a serem melhoradas, podem facilmente, em certas zonas de pseudo conflitos, substituir as unidades de combate de superfície, NÃO SE ESTÁ A INVENTAR NADA ESTAMOS SIMPLESMENTE A CONSTATAR FACTOS NADA MAIS !!!!

Assim algo com as capacidades dos BAM Espanhóis, resolveria várias necessidades de uma trolitada só:

(http://i1357.photobucket.com/albums/q745/jolumeme/1394843_-_main_zps6jtqwmtn.jpg) (http://s1357.photobucket.com/user/jolumeme/media/1394843_-_main_zps6jtqwmtn.jpg.html)

Quando alguns dos decisores entendidos, atingir/perceber o que isto significa em termos de rentabilização de meios e redução de custos operacionais, ALELUIA, ALELUIA!!!!

Só não vê quem não quer, um NPO com a possibilidade de ter heli embarcado e com armamento mais substancial, nem falo em misseis.........não seria algo a construir ?????

(http://i1357.photobucket.com/albums/q745/jolumeme/C8LeNeEV0AAJrRu_zpsivfjeppm.jpg) (http://s1357.photobucket.com/user/jolumeme/media/C8LeNeEV0AAJrRu_zpsivfjeppm.jpg.html)

Abraços
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Cabeça de Martelo em Abril 05, 2017, 12:16:05 pm
Para que helicopteros? Eu defendo que a Marinha adquira helicópteros leves para uso nos NPO e a construção de NPO modificados para isso mesmo. Mas dúvido que o façam.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Abril 05, 2017, 12:43:06 pm
Para que helicopteros? Eu defendo que a Marinha adquira helicópteros leves para uso nos NPO e a construção de NPO modificados para isso mesmo. Mas dúvido que o façam.

Pelo menos que conseguisse operar Helis até ás 06 ou 07 tons.
Claro que vão andar a marcar passo até perceberem que é aí que devem investir os parcos orçamentos que tem para investir, os NPO's com essas capacidades são uma mais valia para a MdG !!
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: NVF em Abril 05, 2017, 01:12:23 pm
Não há crise, pessoal! Daqui a 10 anos a Marinha vai dispor de 3 (provavelmente 2) dos melhores e mais musculados NPO's a nível mundial. Tratam-se, obviamente, dos NPO classe VdG. Retiram-se os Harpoon, Sparrow e torpedos. Reduz-se a guarnição para a casa dos 100/120, mantém-se a capacidade heli e até se podem embarcar uns Stinger para dar cobertura AA extra. Et voilà!
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Abril 05, 2017, 01:43:52 pm
Não há crise, pessoal! Daqui a 10 anos a Marinha vai dispor de 3 (provavelmente 2) dos melhores e mais musculados NPO's a nível mundial. Tratam-se, obviamente, dos NPO classe VdG. Retiram-se os Harpoon, Sparrow e torpedos. Reduz-se a guarnição para a casa dos 100/120, mantém-se a capacidade heli e até se podem embarcar uns Stinger para dar cobertura AA extra. Et voilà!

Brinca, brinca...  ;D :D https://pt.wikipedia.org/wiki/Classe_Descubierta (https://pt.wikipedia.org/wiki/Classe_Descubierta)
Citar
Entre 1978 e 1984 foram construídos 9 navios para as marinhas Espanhola, Egípcia e Marroquina. Atualmente, os navios ao serviço da Espanha deixaram de ser usados como escoltas oceânicos passando a ser usados como patrulhas.
(http://militaryedge.org/wp-content/uploads/2013/10/Lieutenant_Colonel_Errhamani_morocco_2.jpg)
(https://wargamingmiscellanybackup.files.wordpress.com/2010/12/orianaxmas15.jpg)

Saudações  :P ;D
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Crypter em Abril 05, 2017, 02:44:14 pm
Não há crise, pessoal! Daqui a 10 anos a Marinha vai dispor de 3 (provavelmente 2) dos melhores e mais musculados NPO's a nível mundial. Tratam-se, obviamente, dos NPO classe VdG. Retiram-se os Harpoon, Sparrow e torpedos. Reduz-se a guarnição para a casa dos 100/120, mantém-se a capacidade heli e até se podem embarcar uns Stinger para dar cobertura AA extra. Et voilà!

Já não é o que as corvetas fazem??? que eu saiba os alouette III chegaram a andar embarcados nas corvetas.. Por isso..
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Abril 05, 2017, 03:22:55 pm
Não há crise, pessoal! Daqui a 10 anos a Marinha vai dispor de 3 (provavelmente 2) dos melhores e mais musculados NPO's a nível mundial. Tratam-se, obviamente, dos NPO classe VdG. Retiram-se os Harpoon, Sparrow e torpedos. Reduz-se a guarnição para a casa dos 100/120, mantém-se a capacidade heli e até se podem embarcar uns Stinger para dar cobertura AA extra. Et voilà!

Já não é o que as corvetas fazem??? que eu saiba os alouette III chegaram a andar embarcados nas corvetas.. Por isso..

Epá......... essa eu não sabia os ALIII embarcados nas corvetas ???????
Que por várias vezes operaram nos FD das corvetas eu sabia e vi in loco mas daí a estarem embarcados não sabia, mas sempre a aprender !!!
Quanto ao futuro das VdG vai ser o mesmo das corvetas, como Patrulhas, tripulação reduzida e zás já esta´o problema resolvido !!

ABRAÇOS
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Abril 05, 2017, 03:33:51 pm
Quanto ao futuro das VdG vai ser o mesmo das corvetas, como Patrulhas, tripulação reduzida e zás já esta´o problema resolvido !!

Mas isso já é aceite oficialmente, por isso mesmo o upgrade dessas fragatas não vai incluir armamento, as Vasco da Gama ficam para missões de baixa/média intensidade e as Bartolomeu Dias para missões de alta intensidade.

Vão ser as nossas Holland, mas dos pobres.
https://en.wikipedia.org/wiki/Holland-class_offshore_patrol_vessel
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Abril 05, 2017, 03:36:55 pm
Não há crise, pessoal! Daqui a 10 anos a Marinha vai dispor de 3 (provavelmente 2) dos melhores e mais musculados NPO's a nível mundial. Tratam-se, obviamente, dos NPO classe VdG. Retiram-se os Harpoon, Sparrow e torpedos. Reduz-se a guarnição para a casa dos 100/120, mantém-se a capacidade heli e até se podem embarcar uns Stinger para dar cobertura AA extra. Et voilà!

Que vão ter missões de patrulha é mais que certo.
Mas tirar os Sparrow para se por uns stinger? lool. ;D Mais vale deixar como os Sparrow não é? Senão imaginem o "novo programa" de modernização 2.0 das Vasco da Gama, mais uns quantos milhões de euros para integrar o sistema AA Stinger no navio ;D.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Abril 05, 2017, 03:54:56 pm
Agora está mais na moda na Marinha de Guerra Portuguesa a 12,7mm ...  ;D ;)

(http://55ca7cd0-f8ac-0132-1185-705681baa5c1.s3-website-sa-east-1.amazonaws.com/defesanet/site/upload/news_image/2017/01/34340_resize_620_380_true_false_null.jpg)

Saudações
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Charlie Jaguar em Abril 05, 2017, 05:17:46 pm
Pode-se ter enviado uma fragata por os NPOs estarem ocupados com outras missões. Ou mesmo não sendo o caso pode ser para mostrar uma presença mais musculada, isto é, mostrar aos países da região, PALOP principalmente, que estamos seriamente empenhados na segurança daquelas águas, isso as vezes pode abrir outras portas no campo económico, etc.

O mais curioso, porém, é que ambos os NPO estão neste momento atracados na BNL...
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Abril 05, 2017, 06:21:47 pm
Pode-se ter enviado uma fragata por os NPOs estarem ocupados com outras missões. Ou mesmo não sendo o caso pode ser para mostrar uma presença mais musculada, isto é, mostrar aos países da região, PALOP principalmente, que estamos seriamente empenhados na segurança daquelas águas, isso as vezes pode abrir outras portas no campo económico, etc.

O mais curioso, porém, é que ambos os NPO estão neste momento atracados na BNL...

A nivel económico com a Fragata lá só estou a vender tentarem vendê-la ...........para peças no mercado das usadas LOL, LOL, LOL !!!!!!
Agora se me dizes a nível económico e com um dos NPO's lá eu já acreditava mais, pois fala-se há muito nas possiveis encomendas de NPO's de países estrangeiros, bem que já eram porque o Chile no entretanto já fez as compras que fez, Marrocos é o que sabemos, a Venezuela está como está e a Argentina bem esses agora viram-se para os Amarelos a todo o vapor !!!
Quanto aos NPO's estarem no Alfeite deve ser para tirarem as medidas ás Marlin para os Classe Tejo, só pode.  :nice:

Abraços
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: NVF em Abril 05, 2017, 07:14:22 pm
Não há crise, pessoal! Daqui a 10 anos a Marinha vai dispor de 3 (provavelmente 2) dos melhores e mais musculados NPO's a nível mundial. Tratam-se, obviamente, dos NPO classe VdG. Retiram-se os Harpoon, Sparrow e torpedos. Reduz-se a guarnição para a casa dos 100/120, mantém-se a capacidade heli e até se podem embarcar uns Stinger para dar cobertura AA extra. Et voilà!

Que vão ter missões de patrulha é mais que certo.
Mas tirar os Sparrow para se por uns stinger? lool. ;D Mais vale deixar como os Sparrow não é? Senão imaginem o "novo programa" de modernização 2.0 das Vasco da Gama, mais uns quantos milhões de euros para integrar o sistema AA Stinger no navio ;D.

Integrar? Um ou dois bacanos para os por aos ombros chegam perfeitamente. É o que fazem os pobretanas dos alemães e dos canadianos, por exemplo; não há cá radares ou diretores de tiro sofisticados.  Quando referi o possível embarque de Stinger era para providenciar cobertura extra em relação aos Phalanx. A retirada dos Sparrow faz sentido a nível económico e de redução da guarnição. Gastar não sei quantos milhões para  remotorizar um sistema ultrapassado, quando as VdG vão ser utilizadas como patrulhas em África, é que soa um pouco absurdo, não achas? Para este tipo de missões chegam perfeitamente o Phalanx e (de vez em quando) uns Stinger aos ombros.

PS: com a retirada dos Sparrow, podias também mandar os STIR às urtigas e quiçá o DA08, já que para missões de patrulha em cenários de baixa intensidade o MW08 é mais que suficiente.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Abril 05, 2017, 07:27:50 pm
Integrar? Um ou dois bacanos para os por aos ombros chegam perfeitamente.

Eu sei que o Stinger é de ombro, mas com o exemplo da modernização da classe Fisga, não me arrisco  ;D.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Abril 05, 2017, 08:07:37 pm
Integrar? Um ou dois bacanos para os por aos ombros chegam perfeitamente.

Eu sei que o Stinger é de ombro, mas com o exemplo da modernização da classe Fisga, não me arrisco  ;D.

Com ou sem STINGER, daqui a uns anos temos quatro fragatas, quatro NPO's, quatro LFc's, uma dezena de lanchas de 100 Tons, dois tridentes, e com sorte um AOR e ficamos por aqui que com vinte e cinco Navios já gozamos !!!!!
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Abril 05, 2017, 09:25:00 pm
Pelo site da Marinha o NRP Viana do Castelo esteve até 30 Março nos mares dos Açores, a guarnição deve estar a gozar licença/férias, ou o navio talvez precise de alguma manutenção.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Abril 06, 2017, 10:07:36 pm
A Fragata Bartolomeu Dias vai amanhã integrar missão da NATO no Mediterrâneo.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Abril 07, 2017, 10:38:01 pm
Exercício PROTEGER 17
A Marinha apoiou à Autoridade Marítima Nacional e à Proteção Civil, em contexto de cenário de catástrofe natural (terramoto seguido de tsunami) em Cascais.
Na passada quarta-feira uma força naval projetou do mar para a terra vários meios de emergência e fuzileiros, para cooperaram com o capitão do porto e órgãos de proteção civil locais, com ajuda médica e de busca e salvamento.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Abril 17, 2017, 11:43:29 am
https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/?pnref=story (https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/?pnref=story)
Citar
Marinha vigiou navio russo em águas de jurisdição portuguesa.

O navio de pesquisa oceanográfica da marinha russa, Admiral Vladimirskiy ,passou durante os dois últimos dias em águas nacionais, tendo sido empenhados dois navios da Marinha para acompanhar o navio de guerra, no quadro das responsabilidades nacionais na NATO, de partilha de informação e de patrulha e vigilância de navios de interesse.

O navio russo provinha do mar do Norte e encontra-se em trânsito para Gibraltar em direção ao Mediterrâneo. O navio russo entrou na ZEE portuguesa na madrugada de sexta-feira e começou por ser acompanhado pelo navio patrulha Cuanza, em missão na zona marítima do Norte. Posteriormente, a corveta João Roby, já ao largo de Lisboa, acompanhou desde ontem pelas 18h00 o navio russo até à saída da ZEE portuguesa, a Sul do Algarve.
A missão de vigilância terminou hoje, Sábado, pelas 10 horas, após o navio ter saído das águas de jurisdição portuguesa, passando a ser monitorizado por navios das marinhas aliadas da NATO, a partir de Gibraltar.
(https://scontent.flis3-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/17990698_1434018143286031_154844155700986207_n.jpg?oh=cba4c86dc2b1c56a99b7c9e4613021c1&oe=59915FE1)
(https://scontent.flis3-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/17952443_1434018083286037_3965753827071268870_n.jpg?oh=994257975805b2f331f67e2b36c44d02&oe=598B93C5)

Cumprimentos
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Abril 30, 2017, 07:09:43 pm
O DAE foi à Jordânia.

NA JORDÂNIA: FUZILEIROS PORTUGUESES PARTICIPAM NA MAIOR COMPETIÇÃO INTERNACIONAL DE OPERAÇÕES ESPECIAIS
http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Na-Jordania-Fuzileiros-portugueses-participam--na-maior-competicao-internacional-de-operacoes-especiais.aspx
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Maio 06, 2017, 11:54:39 am
Facebook da Marinha

Citar
A fragata D. Francisco de Almeida, integrada na Força Marítima Europeia (EUROMARFOR), está atualmente a participar no Multicooperative Exercise 17 com a Marinha Marroquina.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Maio 06, 2017, 07:27:56 pm
(https://pbs.twimg.com/media/C_I0RebXkAEQo1m.jpg)

NATO Operation Sea Guardian Maps Activities in the Central Mediterranean


3 MAY 2017
NORTHWOOD, United Kingdom – NATO ships, provided by Greece, Italy, Portugal and Turkey, conducted focused security patrols in international waters of the central Mediterranean Sea as part of Operation Sea Guardian (OSG) April 14-30, 2017.

This focused security patrol concentrated on gathering pattern of life information about the shipping routes in international waters off the coast of Libya.

As a maritime security operation, OSG is charged with enhancing security throughout the international waters of the Mediterranean and works to reassure local and transiting mariners.

While conducting this focused security patrol, NATO ships interacted with smaller fishing vessels as well as large commercial shipping vessels. This information is collected and compiled at Allied Maritime Command Headquarters in Northwood, United Kingdom where it is analysed and distributed back to Allied Navies in order to help NATO better understand the environment in the central Mediterranean Sea.

While monitoring maritime traffic during this focused security patrol, NATO ships hailed more than 151 vessels and visited 3 vessels.

In addition to the ships, maritime patrol aircraft from Portugal provided reconnaissance coverage and Allied submarines also provided information on the area in direct support to the mission to build Maritime Situational Awareness. This combined information is used to help identify possible security concerns such as weapons smuggling or terrorist activity while at the same time increasing cooperation, flexibility and strength through unified effort.

http://mc.nato.int/media-centre/news/2017/nato-operation-sea-guardian-maps-activities-in-the-central-mediterranean.aspx
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Maio 13, 2017, 11:07:42 am
Cá andam os Russos...  :P ;)
Citar
A fragata Bartolomeu Dias acompanha de perto os movimentos do submarino SSK RFS Krasnodar e do rebocador de alto mar RFS Viktor Konetskiy, da Marinha da Rússia, em trânsito na Zona Económica Exclusiva portuguesa.
https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/?pnref=story (https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/?pnref=story)

(https://scontent.flis3-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/18423863_1461122583908920_9123538187776258290_n.jpg?oh=e9632f0c47096dcc23693a72c181acdb&oe=597CFD0D)
(https://scontent.flis3-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/18424166_1461122507242261_352643189156692562_n.jpg?oh=cee6f1fbeb91e16ed6488b07eb25dff6&oe=59AEECB6)

Cumprimentos
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Maio 19, 2017, 12:12:18 pm
“OPERAÇÃO LEVANTE”

Apreensão de elevada quantidade de haxixe no Mar Mediterrâneo e detenção de seis elementos de uma organização criminosa

A Polícia Judiciária, através da Unidade Nacional de Combate ao Tráfico de Estupefacientes, contando com o apoio da Marinha e da Força Aérea, desencadeou nos últimos dias uma operação de combate ao tráfico de estupefacientes da qual resultou a interceção, no Mar Mediterrâneo, de uma embarcação de pesca transformada em embarcação de recreio que estava a ser utilizada no transporte de elevada quantidade de haxixe, tendo a mesma sido apreendida e posteriormente conduzida para um ponto de apoio naval da Armada Portuguesa.

http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Marinha-coopera-com-Policia-Judiciaria-em-operacao-de-combate-ao-narcotrafico.aspx

Facebook da Defesa Nacional

Citar
A Marinha Portuguesa colaborou na 'Operação Levante' com a corveta António Enes e um grupo de Fuzileiros do Destacamento de Ações Especiais
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Maio 20, 2017, 11:42:22 am
Na TV mostrou uma reportagem sobre a operação Levante, a PJ estava assim.

(http://cdn.cmjornal.pt/images/2017-05/img_757x498$2017_05_18_17_51_04_629453.jpg)

Colete à prova de bala e MP-5, já estão quase como os para-militares da CIA ;D. Isto não é o Inspector Max  ;).
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Cabeça de Martelo em Maio 20, 2017, 03:02:35 pm
Devem ser seguranças, os mesmos que tomam conta das instalações da PJ, etc. Só soube da existência dos mesmos quando vi uma reportagem que eles queriam um aumento salarial porque nessa altura ganhavam salvo erro uns 600€... :o
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: jorgeshot1 em Maio 20, 2017, 09:34:17 pm
Na TV mostrou uma reportagem sobre a operação Levante, a PJ estava assim.

(http://cdn.cmjornal.pt/images/2017-05/img_757x498$2017_05_18_17_51_04_629453.jpg)

Colete à prova de bala e MP-5, já estão quase como os para-militares da CIA ;D. Isto não é o Inspector Max  ;).
Em que canal e programa isto deu ? Quem são os homens presentes na foto ? Há mais fotos ?
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Maio 22, 2017, 11:27:25 am
Em que canal e programa isto deu ? Quem são os homens presentes na foto ? Há mais fotos ?

Deu dia 18 no telejornal das 20h, acho que na SIC.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: antoninho em Maio 22, 2017, 11:45:11 am
http://www.cmjornal.pt/portugal/detalhe/pj-deteve-seis-homens-e-10-toneladas-de-haxixe-num-barco-no-mediterraneo
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Maio 24, 2017, 05:59:26 pm
Citar
Mergulhadores da Marinha detetam minas reais em Itália

A Marinha terminou esta semana a sua participação no exercício Italiano Mare Aperto – Italian Minex 17, na zona da Sardenha, no qual empenhou o Destacamento de Mergulhadores Sapadores Nº 3 – Mine Warfare.

https://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Mergulhadores-da-Marinha-detetam-minas-reais-em-It%c3%a1lia0523-3160.aspx
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Maio 25, 2017, 10:27:23 am
Já agora as fotos.   :P ;)

(https://scontent-lhr3-1.xx.fbcdn.net/v/t1.0-9/18622668_1474198199268025_3289250044853933359_n.jpg?oh=a3841b43e408375eeee9e092075c6f4e&oe=59BF033C)
(https://scontent-lhr3-1.xx.fbcdn.net/v/t1.0-9/18698385_1474200189267826_4865509700080686458_n.png?oh=64be6a55c16976c2a976de74fc9c89e4&oe=59B3DDE3)
(https://scontent-lhr3-1.xx.fbcdn.net/v/t1.0-9/18622383_1474198205934691_1059780091826896944_n.jpg?oh=821a3706d4c5550c6511d03072dd9139&oe=59A9FD5C)
Citar
O Destacamento de Mergulhadores Sapadores nº3 foi ativado em 2008 no prosseguimento da edificação da capacidade de Guerra de Minas, prevista na Componente Operacional do Sistema de Forças Nacional.

Enquanto unidade vocacionada para a guerra de minas, o DMS3-MW tem como áreas de atuação principais o mergulho profundo, até à profundidade máxima de 81 metros, e a operação de veículos submarinos não-tripulados (UUV).

Este destacamento mantém igualmente uma estreita relação com o NATO Centre for Maritime Research and Experimentation (CMRE) e a Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), para efeitos de investigação e desenvolvimento, e está preparado para participar em missões reais de busca e salvamento em profundidades superiores a 54 metros.
O DMS3-MW utiliza equipamentos de mergulho que operam em circuito semi-fechado com misturas respiráveis de Heliox, assim como veículos submarinos operados remotamente e autónomos (ROV e AUV), dos quais se destacam os AUV “Seacon”, desenvolvidos pela FEUP em parceria com a Marinha Portuguesa, ao abrigo de um protocolo de investigação e desenvolvimento assinado entre o Ministério da Defesa Nacional e estas duas entidades.

https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/?pnref=story (https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/?pnref=story)

Saudações



Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Maio 26, 2017, 10:16:50 am
Citar
No âmbito da participação no exercício COASTEX17 da Agência Europeia FRONTEX, o NRP Bérrio encontra-se a simular que é um navio mercante que larga um foco de poluição, materializado pela largada ao mar de 400 kg de pipocas biodegradáveis. Sendo posteriormente despoletados os meios necessários para conter esse mesmo foco de poluição.

https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/?pnref=story (https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/?pnref=story)

(https://scontent-lhr3-1.xx.fbcdn.net/v/t1.0-9/18622538_1475129019174943_1728807082883967937_n.jpg?oh=07ceffc9f76e55903164481811b8baa8&oe=59A2688A)
(https://scontent-lhr3-1.xx.fbcdn.net/v/t1.0-9/18622277_1475129015841610_4931709219127603311_n.jpg?oh=08de618b5799a0801d36aef0f8b5376e&oe=59A99B1C)
(https://scontent-lhr3-1.xx.fbcdn.net/v/t1.0-9/18620444_1475129022508276_9037556680468917417_n.jpg?oh=1c231cb2ac4d237be1e3328ee0d1b6ce&oe=59BCC3E3)

Saudações

Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Junho 19, 2017, 01:28:47 pm
http://www.dn.pt/lusa/interior/pedrogao-grande-marinha-fornece-2400-refeicoes-diarias-entre-hoje-e-terca-feira-8571963.html (http://www.dn.pt/lusa/interior/pedrogao-grande-marinha-fornece-2400-refeicoes-diarias-entre-hoje-e-terca-feira-8571963.html)
Citar
A Marinha tem a caminho de Pedrógão Grande (Leiria) 20 militares e uma cozinha de campanha para fornecer 2.400 refeições diárias a 800 pessoas entre esta noite e terça-feira, adiantou este ramo das Forças Armadas.

O porta-voz da Marinha, comandante Pedro Coelho Dias, explicou à agência Lusa que a caminho de Pedrógão Grande encontra-se uma coluna com duas dezenas de fuzileiros que vão servir o pequeno-almoço, almoço e jantar a 800 pessoas, entre a noite de hoje e terça-feira, pelo menos.

O fogo, que causou pelo menos 61 mortos e mais de 50 feridos, deflagrou ao início da tarde de sábado numa área florestal em Escalos Fundeiros, em Pedrógão Grande, e alastrou aos municípios vizinhos de Castanheira de Pera e Figueiró dos Vinhos, obrigando a evacuar povoações ou deixando-as isoladas.

A Marinha está ainda a aprontar quatro pelotões (80 militares) do Batalhão de Fuzileiros N.º 2, sediados na Base Naval do Alfeite, em Almada, que terão como missão no teatro de operações o rescaldo e o reconhecimento de zonas de difícil acesso, às quais os bombeiros ainda não conseguiram chegar, sob coordenação da ANPC.

Este ramo das Forças Armadas encontra-se também a preparar um posto avançado de saúde para a prestação de cuidados médicos, a ser utilizado em caso de necessidade.

Já o Exército mobilizou para Pedrógão Grande quatro pelotões (perto de 100 militares) para apoiar nas operações e três equipas ligeiras de vigilância, compostas por 3 a 4 militares cada equipa.
(https://www.dinheirovivo.pt/wp-content/uploads/2017/06/28274285_06_18T134420Z_1312261239_RC1B39580970_RTRMADP_3_PORTUGAL_FIRE-1024x594.jpg)


Saudações
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Junho 25, 2017, 02:25:07 pm
https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/ (https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/)
Citar
Inspetores da Pesca de Portugal e Espanha embarcam em navio da Marinha

Estiveram embarcadas a bordo do Navio Patrulha Oceânico Figueira da Foz inspetores da Autoridade Nacional da Pesca (Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos) e da autoridade homóloga espanhola, a fim de efetuar um esforço conjunto de fiscalização marítima na Zona Económica Exclusiva de Portugal.

Esta operação teve como objetivo assegurar a vigilância do espaço marítimo português ao mesmo tempo que foram partilhadas experiências e conhecimento.

Foram fiscalizadas 10 embarcações de pesca das quais 4 se encontravam em presumível infração devido a vários documentos e material fora de validade e não regulamentado, inexistência de escadas quebra-costas a bordo e existência de correntes nas redes, perto do fundo do saco.
(https://scontent.flis3-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/19429879_1505868349434343_3503267322943788321_n.jpg?oh=614312461309053c100c2b323f5700c3&oe=5A0F0309)
Citar
Porto de Setúbal
(https://scontent.flis3-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/19399619_1505868339434344_6972958090946221564_n.jpg?oh=d12fba1e3ec028d14e7a237c108cedc6&oe=59E56942)
(https://scontent.flis3-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/19397059_1505868406101004_8978361967597677287_n.jpg?oh=5e2d1eab8d380d5c01cc38c9f791216f&oe=5A1106EB)

Saudações
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Cabeça de Martelo em Julho 19, 2017, 05:13:27 pm
Citar
A Marinha encontra-se a realizar o exercício naval PRONTEX 17, a decorrer no mar e em terra no período de 13 a 21 julho de 2017, que prepara uma força naval para ser empregue em cenários de crise.
Participam no exercício a fragata Vasco da Gama, o navio patrulha oceânico Figueira da Foz, o navio reabastecedor Bérrio, a corveta João Roby, o submarino Arpão, a lancha de fiscalização rápida Argos, forças de Fuzileiros e Destacamentos de Mergulhadores.
Integram igualmente no exercício meios aéreos da Força Aérea: caças F-16 e aeronaves de patrulha marítima P3-C CUP e de transporte e projeção C-130.
No dia 18 de julho decorreu na Península de Tróia uma demonstração de capacidades que incidiu sobre a ação do Destacamento de Ações Especiais (DAE) dos Fuzileiros e Força de Fuzileiros, onde esteve presente o Ministro da Defesa Nacional, Professor Doutor José Azeredo Lopes e o Chefe do Estado-maior da Armada, Almirante António Silva Ribeiro.
Foram projetadas equipas de Operações Especiais dos Fuzileiros com recurso a salto de paraquedas a partir da aeronave C-130 da Força Aérea, para abordagem e recuperação de um navio mercante em alto mar tomado por terroristas, efetuado transporte de material de apoio aos Fuzileiros através dos helicópteros de Marinha, e de motoX4 com recurso a um protótipo de catamaran concebido na Escola de Fuzileiros.
Foi também efetuado um desembarque anfíbio da Força de Fuzileiros e tiro de combate em situação de emboscada.

(https://scontent.flis2-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/20140163_1533878383300006_7687977159099087488_n.jpg?oh=6a008e6bb54da9977b192210598e4935&oe=59F367B4)

(https://scontent.flis2-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/20139828_1533877896633388_3070094225039797309_n.jpg?oh=384e724fa239d61c2cce37fd004d4ca8&oe=59C45E2A)

(https://scontent.flis2-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/20228784_1533877303300114_457800177339945236_n.jpg?oh=4f5b28a91d6af9f6522781499bceea53&oe=59F69886)

(https://scontent.flis2-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/20246465_1533879699966541_542040364240563396_n.jpg?oh=ce6feff7137991c322a59fea983c7bdb&oe=59FDF2F0)

(https://scontent.flis2-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-0/s480x480/20228609_1533875906633587_4123316077603004330_n.jpg?oh=6aab0d499dc05fa4851d35fd82c19338&oe=59FFFB25)

(https://scontent.flis2-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/20139828_1533878516633326_6971610484575586722_n.jpg?oh=7060a26e3f5a45a005706db1f27186a7&oe=5A117B9A)

(https://scontent.flis2-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/20228332_1533877163300128_5014472507773519070_n.jpg?oh=eb5ba6746c216eff8373ee167a8ff1c5&oe=5A0046F3)

(https://scontent.flis2-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/20139900_1533877899966721_7704924538141895793_n.jpg?oh=051902fe9be7d1a434c685a272b7dabc&oe=59EF7D29)

(https://scontent.flis2-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/20139710_1533875799966931_4686638691717687033_n.jpg?oh=0e0c4be8867ef5c0ba016d9fa6dc4ba8&oe=5A05CD3F)

(https://scontent.flis2-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/20228699_1533878169966694_8100163623765587665_n.jpg?oh=a24a171579df597b0bb1d6c4cd325820&oe=59FBB430)

(https://scontent.flis2-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/20245658_1533878286633349_1138862389963400085_n.jpg?oh=c0cfb74a7aaa885447a319e8c54e827a&oe=59C4A3EB)

(https://scontent.flis2-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/20245765_1533877069966804_218643991227325334_n.jpg?oh=00491595b9a9a341dd3bdd84cf52c93d&oe=5A048E26)

(https://scontent.flis2-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/20108176_1533880169966494_8194765148984591164_n.jpg?oh=eb83eee084eb43edb42b98d28b1b4406&oe=5A04070D)

(https://scontent.flis2-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/20139966_1533877513300093_5829186288269160777_n.jpg?oh=5f493e3404a96b2d86c486449e056509&oe=59F01278)

(https://scontent.flis2-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/20228399_1533877786633399_3329946357257625034_n.jpg?oh=2904bb5cbe8ba3d5c175fd2833d6b319&oe=5A062179)

Fonte: Marinha
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Julho 20, 2017, 05:03:22 pm
Reportagem sobre exercício da Marinha.

TVI
https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/videos/1534113236609854/

CMTV
https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/videos/1534070849947426/
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Julho 20, 2017, 05:08:05 pm
Algumas fotos que o Cabeça de Martelo não colocou, mas que me parecem interessantes.

Capacete com extras
(https://scontent.fopo2-2.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/20108517_1533876223300222_5492216124858439274_n.jpg?oh=0fd01ababfa5b26b50414ce696ab92db&oe=5A07B984)

Atrelado para a moto 4, transporte de pessoal? Com ML?
(https://scontent.fopo2-2.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/20108587_1533876766633501_3736287245549166125_n.jpg?oh=9c381a9b0c2ff2a39abd93913fe2910a&oe=5A06896E)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Cabeça de Martelo em Julho 20, 2017, 05:55:07 pm
Dúvido que seja para isso, provavelmente estará a ser usado para isso, mas como recurso. Os FAV também eram usados assim e a sua função era o reconhecimento.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Cabeça de Martelo em Julho 21, 2017, 10:27:02 am
 :o

(https://scontent.flis2-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/20245646_1394837007272180_2032205794719409261_n.jpg?oh=b601fb768eb61984406fa013e49d19da&oe=59FE5F40)

(https://scontent.fopo2-2.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/20108587_1533876766633501_3736287245549166125_n.jpg?oh=9c381a9b0c2ff2a39abd93913fe2910a&oe=5A06896E)

(https://scontent.flis2-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/19990607_1394837040605510_331269674646021976_n.jpg?oh=6381f6a24124a4492167e11dd6f0beba&oe=59F9EE6B)

Fonte: Defesa Nacional
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Julho 26, 2017, 09:34:49 am

Citar
Patrulha Tejo em missão internacional de segurança marítima

O navio de patrulha costeira da Marinha "Tejo" já iniciou a sua participação na operação internacional conjunta de segurança marítima no âmbito da Agência Europeia de Fronteiras e Guarda Costeira – FRONTEX, para o controlo e vigilância das fronteiras marítimas e combate ao crime transfronteiriço, estando igualmente preparado para efetuar salvamento de migrantes náufragos. O navio encontra-se atualmente no mar mediterrâneo, entre a Itália e a Albânia.
A bordo do NRP Tejo segue também uma representante portuguesa do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) e um elemento italiano da Guarda de Finanças.
Envie a sua mensagem ao NRP TEJO e à guarnição, que largou de Portugal no passado dia 14 de julho.

https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/ (https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/)
(https://scontent-lhr3-1.xx.fbcdn.net/v/t1.0-9/20264658_1540280472659797_7121371198457380455_n.jpg?oh=5eaef6ddb3609cfad564448cb2461fcc&oe=59F40CEF)

Cumprimentos
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Agosto 11, 2017, 09:36:52 pm
RN in Scotland‏
@RNinScotland

Pleased to welcome #SNMG1 🇳🇴HMoMS Otto Sverdup and 🇵🇹NRP D. Francisco De Almeida to #Leith #Scotland this morning @NATO_MARCOM

(https://pbs.twimg.com/media/DG8LepqXkAAUjRw.jpg)
(https://pbs.twimg.com/media/DG8LepuXoAA9MDC.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Agosto 17, 2017, 01:38:13 pm
http://defesanacionalpt.blogspot.pt/2017/08/navio-patrulha-oceanico-viana-do.html (http://defesanacionalpt.blogspot.pt/2017/08/navio-patrulha-oceanico-viana-do.html)
Citar
O NRP Viana do Castelo chega amanhã, quinta-feira, dia 17 de Agosto, ao porto de St. John´s, no Canadá, após ter largado de Lisboa no passado dia 1 de Agosto de forma apoiar a Autoridade Nacional da Pesca, numa missão de fiscalização da actividade da pesca nos Grandes Bancos do mar da Terra Nova.

Após dezassete dias de mar, e navegado 4167 milhas, o navio estará na Terra Nova de 17 a 20 de Agosto. (MGP)
(https://2.bp.blogspot.com/-mB_8LzAd_s8/WZWKfO0Es7I/AAAAAAAAVwA/oEYKB5KA7XosvzBqBWGHNlxQCYRVJ5rOACLcBGAs/s1600/2017NRP%2BViana%2Bdo%2BCastelo.jpg)

Cumprimentos
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Agosto 19, 2017, 11:35:14 am
Marinha Portuguesa
20 hrs ·

O Comandante da força naval da NATO "SNMG1", Comodoro da Marinha Norueguesa
Petter Kammerhuber, visitou o NRP D. Francisco de Almeida dirigindo umas palavras de boas vindas à Guarnição.
O NRP D. Francisco de Almeida estará integrado nesta força naval nos próximos quatro meses.

(https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/20881907_1565016263519551_3641730914630984631_n.jpg?oh=e0d8ce700a1ed4f71f0a7b172f8fecaa&oe=5A257888)

(https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/20915612_1565016856852825_3612172602686945253_n.jpg?oh=ff2e09f0fcb501418f1a1eefa81e5193&oe=5A1FF783)

https://www.facebook.com/pg/MarinhaPortuguesa/photos/?tab=album&album_id=1565015623519615
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Agosto 21, 2017, 10:19:38 pm
http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Incendios-Marinha-mobiliza-250-militares.aspx (http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Incendios-Marinha-mobiliza-250-militares.aspx)
Citar
19 AGO 2017, 10:30
Os militares agora destacados irão apoiar as autoridades de proteção civil e as corporações de bombeiros nos Distritos de Vila Real e de Bragança, nomeadamente através da realização de vigilância ativa e patrulhas dissuasoras.

Os elementos da Marinha que partiram esta madrugada da Base Naval de Lisboa são constituídos por Fuzileiros e elementos das unidades navais.

Recorde-se que a Marinha mantém no terreno um pelotão em Vila de Rei, outro em Boticas e ainda militares envolvidos em patrulhas na Serra da Arrábida, Mata dos Medos e Costa de Caparica.
(http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/PublishingImages/Fuzileiros/Incendios/20374658_10209924294764362_33122356429686613_n.jpg?w=1600)

Saudações
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Agosto 25, 2017, 02:54:29 pm
NATO MaritimeCommand‏Verified account @NATO_MARCOM  2h2 hours ago
More
 🇳🇴HNoMS Otto Sverdrup, 🇩🇪FGS Rhoen, 🇵🇹NRP Francisco De Almeida, and 🇨🇦HMCS Charlottetown, of SNMG1, work with a 🇩🇰#Danish Task Group Aug. 22

(https://pbs.twimg.com/media/DIEn2sGXkAAWBDw.jpg:large)
(https://pbs.twimg.com/media/DIEn5ZrXgAAFpEy.jpg:large)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Agosto 25, 2017, 02:56:26 pm
NATO MaritimeCommand‏Verified account @NATO_MARCOM  56m56 minutes ago
More
 SNMG1 flagship HNoMS Otto Sverdrup and NRP Francisco De Almeida in #Helsinki #Finland. #WeAreNATO @Forsvaret_no @MarinhaPT

(https://pbs.twimg.com/media/DIE0e9aXgAE-b0a.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Agosto 25, 2017, 02:57:24 pm
NATO MaritimeCommand‏Verified account @NATO_MARCOM  2h2 hours ago
More
 Standing #NATO Maritime Group One ships sailing under the Storebaelt bridge in #Denmark at #sunset this week.
(https://pbs.twimg.com/media/DIExd54W0AAxNIj.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Setembro 11, 2017, 01:21:45 pm
https://www.facebook.com/pg/MarinhaPortuguesa/photos/?tab=album&album_id=1586958477991996 (https://www.facebook.com/pg/MarinhaPortuguesa/photos/?tab=album&album_id=1586958477991996)
Citar
Mais uma semana de treino termina para o NRP Corte-Real em Inglaterra. Esta fase é importante para preparar o navio para o ciclo operacional que se aproxima.
Aqui ficam alguns momentos desta semana.
(https://scontent-lhr3-1.xx.fbcdn.net/v/t1.0-9/21557718_1586959054658605_5410431712421601442_n.jpg?oh=8b95793c3ab596c8b6bb277221e5919e&oe=5A46507A)
(https://scontent-lhr3-1.xx.fbcdn.net/v/t1.0-9/21433099_1586958737991970_1813332398020450584_n.jpg?oh=1c7c1cd132f9cda2930c87e7394ca929&oe=5A5428E6)
(https://scontent-lhr3-1.xx.fbcdn.net/v/t1.0-9/21430497_1586958921325285_4496532650820313443_n.jpg?oh=427516f06a454a573c1f3e18a9799174&oe=5A4BD41E)

Saudações

P.S. - Novo Heli?  ;D
(https://scontent-lhr3-1.xx.fbcdn.net/v/t1.0-9/21371317_1586958931325284_756107199586339146_n.jpg?oh=3fc95f75ffd5848d48f62acee85feab8&oe=5A16D9D6)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Setembro 13, 2017, 09:53:26 pm
Nem tinha noção destas instalações da Marinha na ilha da Culatra

http://www.sulinformacao.pt/2017/09/marinha-garante-que-nao-fara-rebentamentos-nem-treinos-com-tiro-nos-hangares/

http://www.sulinformacao.pt/2017/09/marinha-sempre-teve-relacao-proxima-com-a-populacao-dos-hangares/

Aquilo não parece ter grande coisa, mas a Marinha diz que vai construir instalações modernas para acolher as forças da Marinha que forem para lá.

Se pensarmos que droga tem aparecido na região
http://rr.sapo.pt/noticia/81957/marinha_encontra_segundo_fardo_de_haxixe_ao_largo_da_ilha_da_culatra

E que aquilo é um labirinto de ilhas e cursos de água
(https://www.sabinoboattours.com/pt/img/riaformosa/ria-air02.jpg)
(http://www.formosamar.com/media/galleries/46/c0cc80bffdf7ab4f8e799e592eba0d0b.jpg)

Será que vamos ter equipas especiais em lanchas rápidas por aqui?
(https://scontent.flis8-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/10393686_1574214189458469_7190487101642044027_n.jpg?oh=b0eb346626c4d65868b8fc45087039e9&oe=5A460E3C)

(https://scontent.flis8-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/1240060_1479893688890520_156829823_n.jpg?oh=d6f818b58d9d12248241322fe73c3936&oe=5A4FB0BE)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: NVF em Setembro 14, 2017, 03:44:55 am
Depois de o Exército ter praticamente abandonado o sul do país, a Marinha assegura, com esta iniciativa, que se vai manter uma presença militar no Algarve. Não deixa de ser positivo.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Setembro 22, 2017, 09:24:53 am
http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Portugal-ja-comanda-a-EUROMARFOR.aspx (http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Portugal-ja-comanda-a-EUROMARFOR.aspx)
Citar
PORTUGAL JÁ COMANDA A EUROMARFOR
Decorreu esta manhã a cerimónia de entrega de comando da Força Marítima Europeia (EUROMARFOR) na qual Portugal recebeu o comando para os próximos dois anos.

O vice-almirante Gouveia e Melo é assim por inerência do cargo de Comandante Naval o novo Comandante operacional da EUROMARFOR sucedendo no cargo ao vice-almirante Donato Marzano da Marinha Italiana.
 
No seu discurso de tomada o novo COMEURAMORFOR destacou a importância da organização num período em que se assiste pelo mundo a várias e diferentes ameaças.
 
A cerimónia, que foi presidida pelo Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas, General Pina Monteiro e contou com a presença do Secretário de Estado da Defesa Nacional, Dr. Marcos Perestrello e dos Chefes dos Estados-Maiores dos três ramos, realizou-se no cais da Rocha Conde de Óbidos e teve presente os navios ITS Luigi Rizzo (Itália), SPS Blas de Lezo (Espanha) e os NRP Vasco da Gama e NRP João Roby (Portugal).
 
Portugal assume assim pela terceira vez a liderança da EUROMARFOR, os anteriores comandos ocorreram no período de 2009 a 2011 e em 1998-1999.
A Força Marítima Europeia foi criada em 1995 pela França, Itália, Portugal e Espanha. Na sequência da Declaração de Petersberg (1992), as quatro nações criaram uma Força Marítima Multinacional com capacidade para ser empregue de forma independente ou em conjunto com outras forças, em operações autónomas ou patrocinadas por entidades supranacionais (União Europeia Ocidental - UEO, União Europeia - UE, Organização das Nações Unidas - ONU, entre outras) em missões humanitárias ou de evacuação, de resgate, de manutenção de paz e de combate.
(http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/PublishingImages/2017/Setembro/20170919_114753.jpg?w=1600)

Saudações
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Setembro 29, 2017, 05:32:26 pm
29 Set 2017, 10:35

A MdG em Exercício de cenário contra terrorismo no Mediterraneo

O grupo dos 5+5 é constituído pelos países magrebinos Mauritânia, Marrocos, Argélia, Líbia e Tunísia, e pelos países da bacia do Mediterrâneo, onde se inclui Portugal, Espanha, França, Itália e Malta.

No exercício anual dos 5+5, participam meios navais e aéreos da Argélia, Espanha, França, Itália, Malta, Marrocos e vários observadores internacionais. da Marinha e da Força Aérea daqueles países. Portugal participará com o Navio da República Portuguesa (NRP) Viana do Castelo.

O exercício contempla cenários de terrorismo marítimo e de fluxos migratórios irregulares com origem nas alterações climáticas. Está igualmente previsto ser realizada a interceção de um navio mercante reportado como ligado a uma rede de crime transnacional com destino a um porto europeu bem como ações de cooperação internacional no âmbito da busca e salvamento no mar.

O objetivo do exercício passa por criar  mecanismos de troca de informação e procedimentos de cooperação estimulando simultaneamente as relações de confiança entre as Marinhas e Forças   Aéreas dos 10 países, por forma a melhorar a atuação conjunta e eficiente em operações internacionais de segurança marítima no mar Mediterrâneo.

Nesta missão o NRP Viana do Castelo embarca ainda uma equipa de abordagem dos Fuzileiros.

http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Marinha-treina-cenarios-de-terrorismo-maritimo-no-Mediterraneo.aspx

Não daria jeito a este tipo de Navios ter o convés de voo certificado para operar os benditos Lynx que ainda vamos tendo, e já agora possuir a capacidade de embarcar um heli para este tipo de exercício/acção ??


Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: NVF em Setembro 30, 2017, 02:40:18 am
Tratando-se de um navio concebido exclusivamente para emprego no âmbito da Autoridade Marítima — vulgo missões civis —, embarcar um helicóptero não faz sentido nenhum. Mesmo para missões SAR os helicópteros já estão completamente desatualizados, sendo a tendência mais actual utilizar pequenos drones (como aquele que o marinheiro atirou do cais).

Tal como muitos membros disseram há uns tempos, estes navios nunca irão actuar em cenários perigosos, pelo que nem se justifica armamento mais pesado. A única razão por que mandaram um NPO para um exercício antiterrorismo foi como engodo para potenciais terroristas, já que numa situação real empregaríamos uma fragata musculada, equipada com os modernos Sea Sparrow e com os radares AESA 77, tira-tira, mete-mete.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Outubro 01, 2017, 07:50:11 pm
A fragata Corte-Real regressou ontem à Base Naval de Lisboa, após concluir a sua participação no “Operational Sea Training (OST)” em Plymouth, Reino Unido.
Assista agora à reportagem da RTP que acompanhou o navio português em Inglaterra.

https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/videos/1607130025974841/
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Outubro 01, 2017, 07:51:59 pm
Navio Hidrográfico da Marinha coopera com países Africanos.
http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/CONVITE-AOS-OCS-Navio-Hidrogr%C3%A1fico-da-Marinha-coopera-com-paises-Africanos.aspx

Citar
O navio hidro-oceanográfico NRP D. Carlos I largou na manhã deste domingo da Base Naval de Lisboa a fim de participar na missão Mar Aberto na costa ocidental africana, com duração prevista até 22 de dezembro de 2017.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Outubro 02, 2017, 08:19:21 pm
MARINHA TREINA CENÁRIOS DE TERRORISMO MARÍTIMO NO MEDITERRÂNEO
http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Marinha-treina-cenarios-de-terrorismo-maritimo-no-Mediterraneo.aspx

Citar
O navio patrulha oceânico Viana do Castelo larga hoje de Lisboa com destino a Toulon (França) para participar no exercício SEABORDER 17, no período de 3 a 6 de outubro, em que participam os 10 países da Iniciativa 5+5.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Outubro 02, 2017, 08:22:16 pm
NRP D. FRANCISCO DE ALMEIDA EM EXERCÍCIO INTERNACIONAL
http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/NRP-D--Francisco-de-Almeida-em-exercicio-internacional.aspx

Citar
A fragata D. Francisco de Almeida começa hoje a participação no exercício Brilliant Mariner, que irá decorrer até ao dia 13 de outubro no Mar Mediterrâneo a sul de França na área do golfo de Lion.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Outubro 07, 2017, 06:35:04 pm
O Navio Patrulha Oceânico (NPO) Viana do Castelo concluiu a sua participação no exercício SEABORDER 17 no âmbito da iniciativa 5+5 Defesa, ao largo de Toulon, em França.

http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/NRP-Viana-do-Castelo-conclui-exercicio-de-resposta-a-ameaca-terrorista-e-salvamento-em-massa-em-Franca-.aspx
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Outubro 09, 2017, 05:27:08 pm
Drones no combate ao tráfico de droga por mar e ar
https://www.jn.pt/justica/interior/drones-no-combate-ao-trafico-de-droga-por-mar-e-ar-8826795.html

O artigo em papel tem mais informação, como por exemplo, a Marinha apostar em "Navios Porta-Drones" aéreos, submarinos e de superficie, drones lançados de submarinos e do nível de desenvolvimento de drones construidos em Portugal.
E o pessoal da FEUP já criou uma empresa para comercializar os drones.
http://www.oceanscan-mst.com/
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lusitano89 em Outubro 20, 2017, 04:00:22 pm
Navio hidrográfico D.Carlos I investigou mais de 90 mil quilómetros quadrados do fundo do mar dos Açores


(http://thumbs.web.sapo.io/?epic=MTM5ZMzaRbXa5yMOf/ujWJmmzvAhNJdOQcZ5ihpp3J47Fc9dY3yxtUprmPayPIpZROC86PLwF2V9UstSzxpMPsdtiGqhl3cxdVtwo4P/b05zrMc=&W=650&H=0&delay_optim=1)


O navio hidrográfico D. Carlos I, investigou mais de 90 mil quilómetros quadrados do fundo do mar dos Açores, entre junho e setembro, permitindo mapear com "mais rigor áreas consideráveis a sul de São Miguel", foi hoje anunciado.

“A área coberta pelos levantamentos deste ano foi superior a 90.000 quilómetros quadrados. Mas, muito mais há a fazer. Para já foi possível mapear com muito mais resolução e mais rigor áreas consideráveis, em concreto a sul de São Miguel. Depois, obviamente que iremos continuar este trabalho por outras áreas”, afirmou o diretor-geral do Instituto Hidrográfico, o contra-almirante António Coelho Cândido.

O responsável falava, em declarações aos jornalistas, em Ponta Delgada, na Universidade dos Açores, à margem da apresentação dos trabalhos realizados pelo D. Carlos I no mar dos Açores, no âmbito do projeto de mapeamento do mar português.

Durante a investigação, o navio usou um sistema moderno de sondador multifeixe de grandes fundos, para a aquisição de dados de profundidade, tendo sido efetuados levantamentos hidrográficos ao largo dos grupos central (Pico, Faial, Graciosa, São Jorge e Terceira) e oriental (Santa Maria e São Miguel), incluindo ainda zonas costeiras, nomeadamente ao largo do ilhéu das Formigas e Mosteiros, assim como levantamentos multifeixe e topográfico do porto da Praia da Vitória, na ilha Terceira.

O diretor-geral do Instituto Hidrográfico disse que, apesar da vasta área coberta pelos levantamentos desta missão, no caso dos Açores, há ainda muita área para investigar, acrescentando que serão necessários cerca de 10 anos com um navio para mapear toda a zona do arquipélago.

“Tivemos um empenhamento grande este ano nos Açores com a presença de um navio hidrográfico, em colaboração com as estruturas regionais, o que permitiu otimizar o tempo de permanência” da embarcação na região, salientou, destacando a parceria com a Universidade dos Açores nesta missão, já que o navio D.Carlos I recebeu também uma equipa de alunos e investigadores da academia açoriana que acompanharam e realizaram trabalhos de apoio à comunidade científica.

Adiantou que o planeamento deste projeto para 2018 prevê ter dois navios hidrográficos, o D.Carlos I e o Almirante Gago Coutinho, durante seis meses, entre maio e outubro, em períodos alternados no arquipélago.

O responsável realçou que, para “este grande projeto de mapeamento do mar português, é fundamental a colaboração entre todas as estruturas e, neste caso concreto, entre a Marinha através do Instituto Hidrográfico, o Governo Regional e a Universidade dos Açores”.

O secretário regional do Mar, Ciência e Tecnologia, referiu que, além da utilidade do levantamento hidrográfico, esteve também em causa algum trabalho em termos da biodiversidade do mar profundo dos Açores.

"Temos uma vasta área por descobrir e, portanto, o potencial de descoberta é muito grande, nomeadamente ao nível da biodiversidade e dos organismos de profundidade que eventualmente têm um potencial grande ao nível de recursos para utilização em biotecnologia", sublinhou Gui Menezes.


>>>>>  http://24.sapo.pt/atualidade/artigos/130156
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lusitano89 em Outubro 27, 2017, 12:55:47 am
Levantamento hidográfico da bacia de Bissau revela cinco navios naufragados


"Descobrimos algumas coisas incríveis, nomeadamente que os levantamentos anteriores que rondavam a 1960, ainda se mantinham bastante atuais em algumas zonas. Algo que nunca pensamos. Outra coisa foi alguns navios afundados e que estão completamente retratados nos nossos levantamentos", afirmou o primeiro-tenente.

O navio D. Carlos I da Marinha portuguesa chegou a Bissau a 12 de outubro para fazer um levantamento hidrográfico da bacia de Bissau no rio Geba para fazer uma nova carta de navegação, que permita aos navios decidirem um percurso mais seguro para chegar ao porto da capital guineense.

O último levantamento hidrográfico tinha sido feito em 1967.

A necessidade de se fazer uma nova carta de navegação para Bissau prende-se também com o facto de o sistema de coordenadas mundiais ter mudado.

"Antigamente cada país tinha o seu próprio sistema de coordenadas. Neste momento, é utilizado um sistema de coordenadas que é global e as cartas que estão a ser utilizadas são antigas e têm o sistema de Bissau o que obriga os navios a calcular sempre um desvio de cerca de 200 metros", disse.

A Marinha portuguesa está também a estudar as alterações das marés e descobriu uma diferença de 50 centímetros entre a maré prevista e a real e 50 minutos de desfasamento.

"Pensamos que temos uma praia-mar às 11:00 e ela só vem às 11:50, o que pode ser crítico para a segurança dos navios", afirmou, sublinhando que o último estudo das marés foi feito nos anos 50 do século XX.

A nova informação vai ficar disponível para a navegação apenas em 2019.

"São trabalhos muito sensíveis e demorados e não pode haver erros, porque temos a segurança dos navios nas nossas mãos", explicou o primeiro-tenente António Tavares.

O levantamento hidrográfico decorreu no âmbito da missão "Mar Aberto" e que trouxe à capital guineense o navio D. Carlos I, especialmente construído e equipado para a execução de trabalhos hidrográficos ou oceanográficos.

O navio vai permanecer na Guiné-Bissau até sexta-feira.

A bordo do navio seguem 50 militares, incluindo uma guarnição de 37 militares, uma equipa da Brigada Hidrográfica, uma equipa de fuzileiros do pelotão de abordagem, uma equipa de mergulhadores e um médico naval.

A missão enquadra-se no âmbito da cooperação técnico-militar e de ações de apoio à diplomacia, em particular com os países da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

O navio vai realizar também missões em Cabo Verde, Senegal, Mauritânia e Marrocos, tendo chegada prevista a Portugal a 22 de dezembro.


>>>>>   https://www.rtp.pt/noticias/mundo/levantamento-hidografico-da-bacia-de-bissau-revela-cinco-navios-naufragados_n1036452
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Outubro 27, 2017, 06:38:19 pm

Thursday, 26 October 2017
Westland WG-13 Lynx Mk95 (exercise "Lusitano 17")
(https://4.bp.blogspot.com/-Bo2lsBV1H_s/WfHvpCF4POI/AAAAAAAAMWQ/Hmimm2zbt94ZFyaI96SvwlbCvN4ojpoZwCLcBGAs/s1600/19201.JPG)

http://theaircraftspotting.blogspot.pt/2017/10/westland-wg-13-lynx-mk95-exercise.html
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Novembro 03, 2017, 07:54:35 pm

Ministro da Defesa Nacional no Exercício PRONTEX 17
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Novembro 06, 2017, 10:04:21 am
https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/ (https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/)
Citar
A fragata D. Francisco de Almeida, que integra a Força Naval Permanente da NATO (SNMG1), terminou a sua participação na Operação Sea Guardian ao fim de 41 dias.
Durante esta missão o navio monitorizou 132 navios considerados de interesse para a NATO, contribuindo assim para o esforço da segurança marítima global e em particular na região do Mar Mediterrâneo.
(https://scontent-lhr3-1.xx.fbcdn.net/v/t1.0-9/23130884_1642724389082071_437112088595912770_n.jpg?oh=7090adaf39f2a13adaeebf3bef50cd4e&oe=5A9B8ADA)

Saudações
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Novembro 15, 2017, 06:31:20 pm
Standing NATO Maritime Group 1 added 11 new photos.
22 hrs ·
A couples of day exercising with the Portuguese Navy outside Lisbon. Ready and capable together. #WeAreNato

(https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/23561350_1716716265014636_6060835356663921032_n.jpg?oh=ca09331f5dad1cf74044a474f4b764f0&oe=5AA40877)

+Fotos
https://www.facebook.com/snmg01/posts/1715720398447556
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Dezembro 04, 2017, 10:09:29 am
http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Marinha-tentara-mergulho-a-grande-profundidade-para-encontrar-mestre-da-embarcacao-desaparecido.aspx (http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Marinha-tentara-mergulho-a-grande-profundidade-para-encontrar-mestre-da-embarcacao-desaparecido.aspx)
Citar
MARINHA TENTARÁ MERGULHO A GRANDE PROFUNDIDADE PARA ENCONTRAR MESTRE DA EMBARCAÇÃO DESAPARECIDO
O navio hidrográfico da Marinha, NRP Almirante Gago Coutinho, detetou no fundo do mar, hoje ao final da manhã,  a embarcação de pesca "Veneza" afundada na quarta-feira a cerca de 20 km da costa da Figueira da Foz.

03 DEZ 2017, 20:40
A embarcação foi localizada com recurso às capacidades tecnológicas de um sistema sonar de varrimento lateral de grande precisão, instalado a bordo do navio hidrográfico "Almirante Gago Coutinho", operado por uma equipa do Instituto Hidrográfico.
 
Seguiu-se uma operação complexa, minuciosa e demorada para confirmar o estado da embarcação, com recurso a um outro equipamento operado remotamente, vulgarmente conhecido por ROV (Remotely Operated Vehicle). Este veículo subaquático, controlado a partir do navio de investigação científica da Marinha, permitiu a observação e recolha de imagens fotográficas e vídeo do navio afundado.
 
Do que foi possível analisar até ao momento das imagens recolhidas, pode-se perceber que a embarcação está inteira e não existem indícios de rombos exteriores no seu casco.
 
Infelizmente, dada a elevada turbidez da água, não foi possível com este veiculo subaquático confirmar ainda se o mestre da embarcação se encontra no seu interior.
 
A equipa de 10 mergulhadores da Marinha a bordo do navio hidrográfico, com capacidade de realizar operações de mergulho a grande profundidade, terá como missão prioritária, durante a manhã de amanhã, tentar efetuar um mergulho a 80 metros de profundidade, por forma a confirmar se o mestre da embarcação se encontra no interior da casa do leme e, se exequível, recuperá-lo.
 
Vídeo recolhido pelo veículo subaquático da Marinha (ROV - Remotely Operated Vehicle) onde é visível a popa (parte traseira da embarcação) com a arte de pesca enrolada

 https://drive.google.com/open?id=11PZqxqESXkzfDQ2rKN9yXEgXq-0yAgfh

 (https://drive.google.com/open?id=11PZqxqESXkzfDQ2rKN9yXEgXq-0yAgfh)

 https://drive.google.com/drive/folders/1ndowfZUPnLl3LdAAZx_tAGstgw6Kx22r (https://drive.google.com/drive/folders/1ndowfZUPnLl3LdAAZx_tAGstgw6Kx22r)
(http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/PublishingImages/2017/Dezembro/IMG_4513.JPG?w=1600)

Saudações
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Dezembro 04, 2017, 06:45:28 pm
Standing NATO Maritime Group 1 added 9 new photos.
1 hr ·
Sail pass: After 4 months of good cooperation and friendship, the Portuguese are leaving the force. We where ready and capable togheter. SNMG1 wishes Fair Winds and Following Seas to the frigate NRP Dom Francisco de Almeida. BZ

(https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/23755796_1726478437371752_8005610074591124764_n.jpg?oh=2371d83188b00fdeed51153c744aec44&oe=5A8A796E)
(https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/24294414_1737178106301785_5875035142426316738_n.jpg?oh=6340f392746712b5331db32002f48c40&oe=5ACC25BC)
(https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/24312398_1737177969635132_4437917959816980545_n.jpg?oh=89b0b935df202f4974f9c8123da0f598&oe=5AD2CF7A)
(https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/24294223_1737177966301799_8810520038778137765_n.jpg?oh=102270276cd6ac41d7a13c749111ac4a&oe=5AD437CF)
(https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/24293901_1737177512968511_7368475403629451155_n.jpg?oh=5bda90a78b5bd1794b2d3e1927dbc6f0&oe=5AD53734)
(https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/24796409_1737177746301821_5719558695101961153_n.jpg?oh=89b949d44335f9916baa9cd063feda5c&oe=5AD31614)
(https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/24296467_1737177942968468_5556016465371424404_n.jpg?oh=e1dc9303419b102c4ee0115cfbb33805&oe=5AD637DB)

https://www.facebook.com/snmg01/posts/1737180719634857
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: nelson38899 em Dezembro 10, 2017, 08:03:12 pm
Citar
Portugal vai disponibilizar, a partir de janeiro de 2018, um navio-patrulha da armada portuguesa para «ajudar na fiscalização marítima das águas de São Tomé e Príncipe», anunciou o secretário de Estado da Defesa Nacional de Portugal, Marcos Perestrello.

O governante português fez este anúncio no final de uma audiência com o ministro são-tomense da Defesa e Administração Interna, Arlindo Ramos.

«Estamos a criar as condições e a estabelecer os termos que nos permitirão, no próximo ano, ter em permanência ao longo de todo o ano um navio da armada portuguesa com militares de Portugal e de São Tomé e Príncipe», disse Marcos Perestrello.

São Tomé e Príncipe e Portugal estabeleceram um acordo no domínio da fiscalização conjunta das águas territoriais do arquipélago, que as autoridades lusas garantem estar «muito empenhadas» em cumprir.

A presença de um navio da armada portuguesa, com caráter permanente durante um ano, em São Tomé e Príncipe, na perspetiva do governante português «estabelece um novo patamar no quadro da cooperação no domínio da Defesa entre os dois estados».

Portugal considera que o desenvolvimento desse acordo permite a São Tomé e Príncipe «reforçar as condições e o exercício da sua autoridade no mar» e reforça, também, a presença de Portugal no Golfo da Guiné, «onde muitos navios com bandeira portuguesa navegam e cuja segurança é preciso manter».

abola.pt

Somos mesmo ricos e temos mesmo muitos navios!
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Dezembro 10, 2017, 08:43:31 pm
Citar
Portugal vai disponibilizar, a partir de janeiro de 2018, um navio-patrulha da armada portuguesa para «ajudar na fiscalização marítima das águas de São Tomé e Príncipe», anunciou o secretário de Estado da Defesa Nacional de Portugal, Marcos Perestrello.

O governante português fez este anúncio no final de uma audiência com o ministro são-tomense da Defesa e Administração Interna, Arlindo Ramos.

«Estamos a criar as condições e a estabelecer os termos que nos permitirão, no próximo ano, ter em permanência ao longo de todo o ano um navio da armada portuguesa com militares de Portugal e de São Tomé e Príncipe», disse Marcos Perestrello.

São Tomé e Príncipe e Portugal estabeleceram um acordo no domínio da fiscalização conjunta das águas territoriais do arquipélago, que as autoridades lusas garantem estar «muito empenhadas» em cumprir.

A presença de um navio da armada portuguesa, com caráter permanente durante um ano, em São Tomé e Príncipe, na perspetiva do governante português «estabelece um novo patamar no quadro da cooperação no domínio da Defesa entre os dois estados».

Portugal considera que o desenvolvimento desse acordo permite a São Tomé e Príncipe «reforçar as condições e o exercício da sua autoridade no mar» e reforça, também, a presença de Portugal no Golfo da Guiné, «onde muitos navios com bandeira portuguesa navegam e cuja segurança é preciso manter».

abola.pt

Somos mesmo ricos e temos mesmo muitos navios!

Mais uma  decisão dos políticos, iluminados e especialistas nas capacidades das nossas FFAA, os tais , os mesmos que conseguiram o aumento da plataforma Continental, os mesmos que advogam que o futuro de Portugal está intimamente ligado ao Mar, espaço marítimo que os nossos Valorosos Antepassados souberam usar em proveito Nacional,  mas também os mesmos que anos a fio negaram que as nossas FFAA, neste caso a MdG, possuísse mais meios Materiais e Humanos para que o patrulhamento da nossa ZEE fosse uma realidade não a fantochada de patrulhamento Naval, que vem acontecendo ano após ano.

Não temos capacidade financeira para colocar em operação os cinco Classe Tejo, mais de dois anos após a sua aquisição, mas já temos capacidade financeira para destacar um meio naval, para S. Tomé, é o que temos !!!!

Abraços
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Dezembro 13, 2017, 04:42:27 pm
Este artigo e infografia explicam o "dispositivo naval padrão" da Marinha, isto é, que tipo e quantidade de navios é que normalmente estão em que zona do país para SAR e fiscalização.
http://www.cmjornal.pt/portugal/detalhe/armada-reforca-meios-permanentes-no-mar

PS: A lancha fluvial em Viana do Castelo deve ser o NRP Rio Minho no rio Minho, os Patrulhas não devem ser os Viana do Castelo da foto, devem ser os Tejo ou Cacine, as Corvetas é que também devem ser os Viana do Castelo, a lancha hidrográfica na Madeira também tem a foto errada  ;D.

Se isso estiver tudo certo, achei curioso haver tantas lanchas de fiscalização no sul, em relação por exemplo entre Lisboa e Porto não há nada, pelo menos permanente, outra curiosidade é haver uma lancha ali para a costa alentejana, será que serve para controlar os navios que se dirigem a Sines?
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Dezembro 13, 2017, 05:03:28 pm
Este artigo e infografia explicam o "dispositivo naval padrão" da Marinha, isto é, que tipo e quantidade de navios é que normalmente estão em que zona do país para SAR e fiscalização.
http://www.cmjornal.pt/portugal/detalhe/armada-reforca-meios-permanentes-no-mar

PS: A lancha fluvial em Viana do Castelo deve ser o NRP Rio Minho no rio Minho, os Patrulhas não devem ser os Viana do Castelo da foto, devem ser os Tejo ou Cacine, as Corvetas é que também devem ser os Viana do Castelo, a lancha hidrográfica na Madeira também tem a foto errada  ;D.

Ou seja o que está representado, maioritáriamente, não é o meio Naval correcto, mais do mesmo.

Os meios Navais que acho a MdG deveria ter em permanência fora da BNL, além dos  NPO's/Corvetas e LFC's, que estão empenhados no SAR e afins, deveriam ser uma Fragata e um Submarino em Patrulha/Exercicio/Visita, na ZEE/Ilhas/Palops.

Os restantes Meios Navais de Combate, quatro Fragatas e um Submarino, eu defendo a aquisição do terceiro Tridente que apesar de ser um meio Naval muito dispendioso  a sua capacidade de dissuasão é muito superior a qq das nossas Fragatas, e a médio/longo prazo a sua operação é muito menos onerosa, poderia/DEVERIA ter sido adquirido como contrapartidas a um custo muitíssimo Inferior ao das duas primeiras unidades, estariam disponíveis para os nossos compromissos Internacionais.

(http://imagizer.imageshack.us/v2/xq90/923/MMMdCs.jpg) (https://imageshack.com/i/pnMMMdCsj)

Abraços
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: NVF em Dezembro 13, 2017, 07:30:42 pm
Se o plano original de aquisição tivesse sido seguido, teríamos adquirido três submarinos a um custo inferior ao que custaram o Arpão e o Tridente. Se juntarmos mais o outro que os alemães nos quiseram 'oferecer', podíamos ter agora quatro submarinos, o que seria uma força de respeito.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Dezembro 13, 2017, 07:49:06 pm
Se o plano original de aquisição tivesse sido seguido, teríamos adquirido três submarinos a um custo inferior ao que custaram o Arpão e o Tridente. Se juntarmos mais o outro que os alemães nos quiseram 'oferecer', podíamos ter agora quatro submarinos, o que seria uma força de respeito.

Eu já me contentava com três unidades, claro que quatro era ouro sobre azul !!!
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Barlovento em Dezembro 14, 2017, 10:17:49 am
Este artigo e infografia explicam o "dispositivo naval padrão" da Marinha, isto é, que tipo e quantidade de navios é que normalmente estão em que zona do país para SAR e fiscalização.
http://www.cmjornal.pt/portugal/detalhe/armada-reforca-meios-permanentes-no-mar

PS: A lancha fluvial em Viana do Castelo deve ser o NRP Rio Minho no rio Minho, os Patrulhas não devem ser os Viana do Castelo da foto, devem ser os Tejo ou Cacine, as Corvetas é que também devem ser os Viana do Castelo, a lancha hidrográfica na Madeira também tem a foto errada  ;D.

Se isso estiver tudo certo, achei curioso haver tantas lanchas de fiscalização no sul, em relação por exemplo entre Lisboa e Porto não há nada, pelo menos permanente, outra curiosidade é haver uma lancha ali para a costa alentejana, será que serve para controlar os navios que se dirigem a Sines?

A base do NRP Río Minho está em Vilanova da Cerveira.

La lancha hidrográfica de la infografía (A92) e unha lancha espanhola de nome "Escandallo".
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Dezembro 14, 2017, 10:40:26 am
Citar
Portugal vai disponibilizar, a partir de janeiro de 2018, um navio-patrulha da armada portuguesa para «ajudar na fiscalização marítima das águas de São Tomé e Príncipe», anunciou o secretário de Estado da Defesa Nacional de Portugal, Marcos Perestrello.

O governante português fez este anúncio no final de uma audiência com o ministro são-tomense da Defesa e Administração Interna, Arlindo Ramos.

«Estamos a criar as condições e a estabelecer os termos que nos permitirão, no próximo ano, ter em permanência ao longo de todo o ano um navio da armada portuguesa com militares de Portugal e de São Tomé e Príncipe», disse Marcos Perestrello.

São Tomé e Príncipe e Portugal estabeleceram um acordo no domínio da fiscalização conjunta das águas territoriais do arquipélago, que as autoridades lusas garantem estar «muito empenhadas» em cumprir.

A presença de um navio da armada portuguesa, com caráter permanente durante um ano, em São Tomé e Príncipe, na perspetiva do governante português «estabelece um novo patamar no quadro da cooperação no domínio da Defesa entre os dois estados».

Portugal considera que o desenvolvimento desse acordo permite a São Tomé e Príncipe «reforçar as condições e o exercício da sua autoridade no mar» e reforça, também, a presença de Portugal no Golfo da Guiné, «onde muitos navios com bandeira portuguesa navegam e cuja segurança é preciso manter».

abola.pt

Somos mesmo ricos e temos mesmo muitos navios!

Mais uma  decisão dos políticos, iluminados e especialistas nas capacidades das nossas FFAA, os tais , os mesmos que conseguiram o aumento da plataforma Continental, os mesmos que advogam que o futuro de Portugal está intimamente ligado ao Mar, espaço marítimo que os nossos Valorosos Antepassados souberam usar em proveito Nacional,  mas também os mesmos que anos a fio negaram que as nossas FFAA, neste caso a MdG, possuísse mais meios Materiais e Humanos para que o patrulhamento da nossa ZEE fosse uma realidade não a fantochada de patrulhamento Naval, que vem acontecendo ano após ano.

Não temos capacidade financeira para colocar em operação os cinco Classe Tejo, mais de dois anos após a sua aquisição, mas já temos capacidade financeira para destacar um meio naval, para S. Tomé, é o que temos !!!!

Abraços

Aprenderam com os francius e vão mandar o nosso futuro lpd... :jok: :nice:

http://www.asemana.publ.cv/?Cape-Verdean-marines-carry-out-tests-with-French-troops&ak=1 (http://www.asemana.publ.cv/?Cape-Verdean-marines-carry-out-tests-with-French-troops&ak=1)
Citar
A total of 45 officials participated in the activities that began on Friday, March 2, with instruction son personal defense techniques and first aid in combat situations. The project, which is aimed at assisting Cape Verde in its fight against international drug trafficking, arose following a request from Cape Verdean authorities, and took place during a stopover by French military ship Siroco on the island of São Vicente.

(http://www.deagel.com/library1/medium/2012/m02012041600004.jpg)
Citar
French Navy BPC Tonnerre along with TCD Siroco at the Mindelo bay, Cape Verde, in April 2012

http://www.alamy.com/stock-photo-french-naval-ship-at-dock-in-marseille-75098993.html (http://www.alamy.com/stock-photo-french-naval-ship-at-dock-in-marseille-75098993.html)
Citar
APS aims to bring international training teams to Senegal, Liberia, Ghana, Cameroon, Gabon, and Sao Tome and Principe, and will support more than 20 humanitarian assistance projects in addition to hosting information exchanges and training.

http://www.emgfa.pt/pt/noticias/788 (http://www.emgfa.pt/pt/noticias/788)
Citar
A fragata portuguesa Bartolomeu Dias realizou hoje, dia 17 de março, um exercício naval de oportunidade com o navio polivalente logístico francês Siroco, ao largo da República Democrática de São Tomé e Príncipe.

(http://www.emgfa.pt/useruploads/images/sciroco3.jpg)


Saudações  ;D 8)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Dezembro 27, 2017, 02:51:01 pm
http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Navio-Patrulha-Oceanico-Viana-do-Castelo-parte-para-missao-nos-Acores.aspx (http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Navio-Patrulha-Oceanico-Viana-do-Castelo-parte-para-missao-nos-Acores.aspx)
Citar
NAVIO PATRULHA OCEÂNICO VIANA DO CASTELO PARTE PARA MISSÃO NOS AÇORES
O Navio Patrulha Oceânico (NPO) Viana do Castelo parte esta tarde em direção à Região Autónoma dos Açores, onde chegará dia 29 de dezembro, para efetuar uma missão na região durante os próximos 3 meses.

(http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/PublishingImages/Navios/NRP%20Viana%20do%20Castelo/NRP%20Viana%20do%20Castelo.jpg?w=1600)

Saudações
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: faica em Dezembro 27, 2017, 07:43:23 pm
Citar
Portugal vai disponibilizar, a partir de janeiro de 2018, um navio-patrulha da armada portuguesa para «ajudar na fiscalização marítima das águas de São Tomé e Príncipe», anunciou o secretário de Estado da Defesa Nacional de Portugal, Marcos Perestrello.

O governante português fez este anúncio no final de uma audiência com o ministro são-tomense da Defesa e Administração Interna, Arlindo Ramos.

«Estamos a criar as condições e a estabelecer os termos que nos permitirão, no próximo ano, ter em permanência ao longo de todo o ano um navio da armada portuguesa com militares de Portugal e de São Tomé e Príncipe», disse Marcos Perestrello.

São Tomé e Príncipe e Portugal estabeleceram um acordo no domínio da fiscalização conjunta das águas territoriais do arquipélago, que as autoridades lusas garantem estar «muito empenhadas» em cumprir.

A presença de um navio da armada portuguesa, com caráter permanente durante um ano, em São Tomé e Príncipe, na perspetiva do governante português «estabelece um novo patamar no quadro da cooperação no domínio da Defesa entre os dois estados».

Portugal considera que o desenvolvimento desse acordo permite a São Tomé e Príncipe «reforçar as condições e o exercício da sua autoridade no mar» e reforça, também, a presença de Portugal no Golfo da Guiné, «onde muitos navios com bandeira portuguesa navegam e cuja segurança é preciso manter».

abola.pt

Somos mesmo ricos e temos mesmo muitos navios!

Vão dar o N.R.P. Zaire que foi reparado á 1 ano e meio e é dos "cacine" que está melhor porque nao enviam o cacine ou o cuanza,para eles qualquer coisa serve mais uma dos nossos almirantes como temos muitos navios oferecemos os que nos resta aos palop fora o pessoal que vai para lá dar formação durante 1 ano,sabemos que nao querem que os cacine façam madeira no inverno mais ainda dao jeito a fazer o norte e madeira no verão enquanto nao há os restantes 3 tejos mas enfim é o temos a chefiar a nossa marinha.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Dezembro 29, 2017, 08:04:00 pm
Esperemos que o Zaire nao afunde


Citar
NRP Bérrio and Zaire Deploying to Africa January 3rd[/b]
December 29, 2017 seawaves

(http://seawaves.com/wp-content/uploads/2017/12/NRP-Zaire.jpg)

On 3 January, the ceremony for the start of the patrol vessel “Zaire” and the refueling vessel “Bérrio” will be held at the Lisbon Naval Base, in Alfeite, for a maritime training mission of the Sao Tome and Principe Coast Guard. The ceremony will be chaired by the Minister of National Defense, Professor Doctor Azeredo Lopes.

The two ships will sail to the Gulf of Guinea with the mission of promoting the training project of the São Tomé and Príncipe Coast Guard and technical-military cooperation with the friendly countries of the region, particularly by promoting pioneering initiatives for the development of maritime defense and security capabilities in the Gulf of Guinea. The duration of the mission is expected to be 1 year for the “Zaire” patrol and 3 months for the “Bérrio” refueling vessel.

http://seawaves.com/2017/12/29/nrp-berrio-and-zaire-deploying-to-africa-january-3rd/


1 ano...marinha rica é outra coisa!!!! :N-icon-Axe:
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Dezembro 29, 2017, 11:48:38 pm
Esperemos que o Zaire nao afunde


Citar
NRP Bérrio and Zaire Deploying to Africa January 3rd[/b]
December 29, 2017 seawaves

(http://seawaves.com/wp-content/uploads/2017/12/NRP-Zaire.jpg)

On 3 January, the ceremony for the start of the patrol vessel “Zaire” and the refueling vessel “Bérrio” will be held at the Lisbon Naval Base, in Alfeite, for a maritime training mission of the Sao Tome and Principe Coast Guard. The ceremony will be chaired by the Minister of National Defense, Professor Doctor Azeredo Lopes.

The two ships will sail to the Gulf of Guinea with the mission of promoting the training project of the São Tomé and Príncipe Coast Guard and technical-military cooperation with the friendly countries of the region, particularly by promoting pioneering initiatives for the development of maritime defense and security capabilities in the Gulf of Guinea. The duration of the mission is expected to be 1 year for the “Zaire” patrol and 3 months for the “Bérrio” refueling vessel.

http://seawaves.com/2017/12/29/nrp-berrio-and-zaire-deploying-to-africa-january-3rd/


1 ano...marinha rica é outra coisa!!!! :N-icon-Axe:

Afinal quando as chefias Militares vem dizer, as que tem coragem para tal, que não tem meios humanos, orçamento suficiente e nem Navios suficientes para as necessidades de patrulha, combate etc, etc, os políticos, lá aparecem em cena, e, qual golpe de magia, não é que fazem aparecer,  " alguns Navios que estavam bem guardadinhos, e suas guarnições ", os tais que estavam a fazer falta á nossa MdG, afinal até temos patrulhas a mais e o Bérrio nem faz assim tanta falta cá por casa ?!

E eu pergunto na minha santa ignorância, para que servem na estrutura militar da Armada os Almirantes, se os politicozecos que temos, são uns gestores e peras, e mais, até descobrem Navios de um dia para o Outro, quais Vasco da Gama na sua demanda por terras da India ???

Sabem o que vos digo a Importância que esta gentinha do governo dá ao Patrulhamento da nossa ZEE e o Aumento da plataforma Continental ao pé da cooperação com S. Tomé, não desfazendo, são peanuts, é o que é, e eles lá sabem o porquê !!!

E andam alguns de nós preocupados com a falta de meios da MdG, pois estamos redondamente enganados, pelo que parece há, não só com fartura, como também há quem os utilize esbanjando o erário público, em missões que deveriam ser executadas em território Nacional adestrando as guarnições de S. Tomè nas nossas Aguas territoriais, ou estou enganado ???

Mas como somos uma Nação muito Rica, damo-nos ao luxo de gastar milhões neste tipo de cooperação em vez de por exemplo actualizarmos devidamente as Fragatas VdG, ou adquirirmos mais Helis para a Marinha ou termos colocado ao serviço os restantes classe Tejo, que nem para isso houve dinheiro, mas pelo que parece, agora já há, mas é assim que se vão descobrindo as prioridades que os políticos tem para com as nossas FFAA, e o seu emprego, haja dinheiro, que há que o estoire e bem MAL !!!

Abraços
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Janeiro 13, 2018, 10:11:05 am
Pelo menos a Cabo Verde chegou...  ;D :jok:

(https://scontent.flis3-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/26196375_1713548508666325_8843158588124332292_n.jpg?oh=8093cfd1742c8a540ff81120e19186d1&oe=5AE9781E)
Citar
O navio patrulha Zaire e o navio reabastecedor Bérrio já chegaram a Cabo Verde.

Os navios irão prosseguir viagem dentro de poucos dias rumo ao Golfo da Guiné.

Obrigado por todas as mensagens de apoio.

https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/ (https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/)

Cumprimentos
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: faica em Janeiro 13, 2018, 06:47:42 pm
Pelo menos a Cabo Verde chegou...  ;D :jok:

(https://scontent.flis3-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/26196375_1713548508666325_8843158588124332292_n.jpg?oh=8093cfd1742c8a540ff81120e19186d1&oe=5AE9781E)
Citar
O navio patrulha Zaire e o navio reabastecedor Bérrio já chegaram a Cabo Verde.

Os navios irão prosseguir viagem dentro de poucos dias rumo ao Golfo da Guiné.

Obrigado por todas as mensagens de apoio.
Vai chegar ao destino,pois era dos "cacine" o que estava em melhor estado.

https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/ (https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/)

Cumprimentos
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Crypter em Janeiro 16, 2018, 10:28:28 pm
O Zaire é para ser oferecido a S Tome?

Citar
Por Roberto Lopes Especial para o Poder Naval Com pouco mais de 40 navios e atravessando um momento de renovação dos seus meios de patrulha, a Marinha Portuguesa conseguiu designar apenas uma força-tarefa de embarcações bem antigas, para contribuir, este ano, com a “capacitação marítima” da Guarda Costeira de São Tomé e Príncipe. O patrulheiro NRP Zaire, de 292 toneladas – incorporado em 1970 –, e o navio reabastecedor NRP Bérrio, de 11.522 – construído para a Marinha Real no final da década de 1960 –, chegarão na próxima terça-feira à capital São Tomé, para diferentes temporadas na costa ocidental africana: enquanto o Bérrio tem seu regresso a Lisboa marcado para meados de abril, o Zaire continuará no país africano por mais nove meses – período que deverá ser concluído com sua transferência à flotilha da Guarda Costeira São-Tomense. [  483 more words ]

http://www.naval.com.br/blog/2018/01/16/marinha-portuguesa-mantem-treinamento-da-guarda-costeira-sao-tomense-mas-com-navios-bem-antigos/
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Janeiro 17, 2018, 10:24:16 am
Bem, tendo em conta que este ano o Sines e o Setúbal devem entrar ao serviço, até faz algum sentido, ficar em São Tomé, a MP treina os futuros membros da tripulação e no final transfere o navio para eles...será???  ???

É que eu noticias do "Bob Lopes" tomo-as sempre com 2 grãos de sal
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Janeiro 17, 2018, 10:50:07 am
Até faz sentido. E não deixarem o Bérrio é uma sorte (somos uns mãos largas)  ;D ;) Entretanto o Tejo anda a meter na ordem as aves das Desertas...  :G-Kill: :rir:

https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/?hc_ref=ARThFdhURsavRlWxkFv1s1auUpff5SlAziLCXGgkJMUh_86y3-Ut446U5H5jDkVsURU&pnref=story (https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/?hc_ref=ARThFdhURsavRlWxkFv1s1auUpff5SlAziLCXGgkJMUh_86y3-Ut446U5H5jDkVsURU&pnref=story)
Citar
NRP Tejo em missão nas Desertas

O navio de patrulha costeiro Tejo realizou, esta sexta-feira, mais uma missão nas ilhas Desertas. Esta missão foi composta por três tarefas que consistiram na rendição do dispositivo do IFCN (Instituto das Florestas e Conservação da Natureza), o apoio logístico à equipa de faroleiros que realizou uma ação de manutenção no farolim da Ponta da Agulha, na ilha do Bugio e proporcionar uma visita de estudo a 11 alunos da Escola B+S Bispo D. Manuel Ferreira Cabral que acompanhados por dois professores visitaram a ilha.

(https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/26231076_1715621188459057_757642376372714510_n.jpg?oh=4eb275d5ea99d385a8404fc4549263c3&oe=5AFB7EE0)

(https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/26239246_1715621171792392_8765985681665226162_n.jpg?oh=1576e42d23ffb3ee0ff897fd251cefb7&oe=5AF6101E)

(https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/26230551_1715621255125717_4175543397712767031_n.jpg?oh=086dcc3ea03e2826340e3ccf66527189&oe=5AE776A8)

(https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/26229782_1715621401792369_3198164849470409897_n.jpg?oh=e49313ce437fa62a2a70596bb5286ccc&oe=5AF830B0)

Cumprimentos
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Janeiro 17, 2018, 06:39:51 pm
Marinha

Verified account
 
@MarinhaPT
 4m4 minutes ago

Reabastecimento em alto mar

Os navios Zaire e Bérrio prosseguem viagem rumo ao Golfo da Guiné onde irão estar em missão de capacitação marítima da Guarda Costeira de São Tomé e Príncipe.
Aqui fica uma imagem da ação de reabastecimento do patrulha Zaire.

(https://pbs.twimg.com/media/DTw2J5GX0AAa1ep.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Barlovento em Janeiro 18, 2018, 11:45:31 am
Una Compañía de Fuzileiros está a participar en el Golfo de Cadiz en el ejercicio anfibio Marfibex-81 junto con 1300 militares, 14 aviones y helicópteros y 5 barcos.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Menacho em Janeiro 18, 2018, 12:51:46 pm
Una Compañía de Fuzileiros está a participar en el Golfo de Cadiz en el ejercicio anfibio Marfibex-81 junto con 1300 militares, 14 aviones y helicópteros y 5 barcos.

Mas info:

http://www.infodefensa.com/es/2018/01/17/noticia-armada-despliega-militares-aeronaves-buques-cadiz.html
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: LM em Janeiro 18, 2018, 12:52:40 pm
Marinha

Verified account
 
@MarinhaPT
 4m4 minutes ago

Reabastecimento em alto mar

Os navios Zaire e Bérrio prosseguem viagem rumo ao Golfo da Guiné onde irão estar em missão de capacitação marítima da Guarda Costeira de São Tomé e Príncipe.
Aqui fica uma imagem da ação de reabastecimento do patrulha Zaire.

Eu que nem marinheiro de água doce sou... só passageiro de cacilheiro e nem isso há muitos anos... esta viagem em pleno inverno para um navio deste porte não é "arriscada"? Não eram os patrulhas desta classe que tinham restrições em uso nos arquipélagos ou estou a fazer confusão?

Claro que vai acompanhado pelo Bérrio e há sempre a hipótese de se a previsão ser complicada ir para um porto...     
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Janeiro 19, 2018, 10:08:23 am
https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/?hc_ref=ARTQ3rJ992TN82X5LbCPEeMPR_VOeY1pkHMc6qhdPLfaDfsvFjjhjeQdrvyW7JJc7_I&pnref=story (https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/?hc_ref=ARTQ3rJ992TN82X5LbCPEeMPR_VOeY1pkHMc6qhdPLfaDfsvFjjhjeQdrvyW7JJc7_I&pnref=story)
Citar
Navio Patrulha Oceânico em missão no mar dos Açores

O NRP Viana do Castelo terminou mais um período de atividade operacional entre as 150 e 200 milhas na Zona Económica Exclusiva dos Açores, tendo mantido vigilância a embarcações de pesca nacionais e comunitárias.

A missão do navio patrulha oceânico da Marinha teve como objetivo principal impedir a atividade de pesca ilegal para garantir a preservação das espécies e habitats presentes, bem como a monitorização da navegação mercante.
(https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/26904726_1719237828097393_6511106097644428998_n.jpg?oh=ce79b1c2dd40ea339efefcfb07b72663&oe=5AFD5AF3)
(https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/26239914_1719237901430719_7818613751127491294_n.jpg?oh=f1c75a9ff2e6b0131b25bf7d65eec30a&oe=5AE96538)

Cumprimentos
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Janeiro 22, 2018, 07:09:51 pm
21 Jan 2018, 14:35

​Os Fuzileiros portugueses, através da Força de Fuzileiros nº1, participam neste  exercício de natureza anfíbia com a Armada Real Espanhola, integrados no Primer Batallón de Desembarco (BDE-1), no âmbito dos compromissos assumidos com a NATO, força que estará em prontidão durante todo o ano.

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/923/rHOkl5.jpg) (https://imageshack.com/i/pnrHOkl5j)

Com um efetivo de 121 militares, a força portuguesa embarcará no navio de assalto anfíbio JUAN CARLOS I, que os projetará para o campo militar da SIERRA DEL RETÍN, junto a Barbate, na província de Cádiz. A fase tática decorrerá no período compreendido entre os dias 22 e 26 de janeiro, permitindo à Força de Fuzileiros nº1 consolidar as técnicas, táticas e procedimentos inerentes às operações anfíbias, com recurso a meios militares de superfície, terrestres e aéreos de outras nacionalidades.

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/922/UFi3NE.jpg) (https://imageshack.com/i/pmUFi3NEj)

Com cerca de 5 anos de participação contínua, os exercícios com a Infantaria de Marinha espanhola assumem um especial relevo para a Marinha portuguesa, em particular pela importância da interação com forças congéneres e a aferição do seu nível de proficiência e prontidão, com consequentes ganhos operacionais. Este exercício permite consolidar a integração da Força de Fuzileiros portuguesa no batalhão espanhol e testar a sua prontidão num cenário de conflito onde potencialmente poderão vir a ser empregues.

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/923/7U7mXP.jpg) (https://imageshack.com/i/pn7U7mXPj)

http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Fuzileiros-testam-prontidao-em-Espanha.aspx

Abraços
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Janeiro 23, 2018, 02:33:33 pm
https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/videos/1724679367553239/?hc_ref=ARSnR7neJR6544zNW08ski9gHp3wU9EAsKuKCTCST5sjaTQumgq7oxCyBZyAHld2Uy8&pnref=story (https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/videos/1724679367553239/?hc_ref=ARSnR7neJR6544zNW08ski9gHp3wU9EAsKuKCTCST5sjaTQumgq7oxCyBZyAHld2Uy8&pnref=story)

Citar
Navios da Marinha chegaram a São Tomé e Príncipe

Chegaram, esta segunda-feira, a São Tomé os dois navios da Marinha, o reabastecedor "Bérrio" e o navio patrulha "Zaire", que largaram de Portugal, no dia 3 de janeiro para uma missão de capacitação marítima da Guarda Costeira de São Tomé e Príncipe.

Os dois navios navegaram para o Golfo da Guiné com a missão de promover o projeto de capacitação da Guarda-Costeira de São Tomé e Príncipe e de cooperação técnico-militar com os países amigos da região, potenciando, em especial, iniciativas percursoras para o desenvolvimento de capacidades de defesa e segurança marítima no Golfo da Guiné. A duração da missão está prevista ser de 1 ano para o patrulha “ Zaire” e de três meses para o navio reabastecedor “Bérrio”.

(http://4.bp.blogspot.com/-mi3dE76iJs4/UeHK7JA8pkI/AAAAAAAABBE/Fo4RFe3OYI8/s1600/900734.jpg)

(http://3.bp.blogspot.com/_wRqiJC1qJgI/TCUpynzh7NI/AAAAAAAAAh0/8aCmVBA425Q/s1600/DSC06648.JPG)

Saudações
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Janeiro 23, 2018, 10:06:11 pm
FRAGATA ÁLVARES CABRAL REALIZA AÇÕES DE TREINO NO MAR

A fragata Álvares Cabral, actualmente com uma guarnição de cerca de 142 militares, encontra-se em preparativos para realizar uma missão na região do Golfo da Guiné, como parte do contributo de Portugal para o esforço internacional de capacitação dos países do Golfo da Guiné no âmbito da segurança marítima e no combate às actividades ilícitas no mar.

http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/NRP-alvares-Cabral-realiza-acoes-de-treino-no-mar-.aspx
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Janeiro 23, 2018, 11:24:18 pm
Fragata Corte-Real treina para manter padrões de prontidão

A ação de treino realizada esta semana pela fragata Corte-Real abordou várias áreas, nomeadamente reacção contra ameaça de mísseis e treino de emergência médica, que obrigou todo os militares do navio a estabelecerem postos de combate.

(https://scontent.flis8-2.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/26733848_1720520304635812_4383686114814511775_n.jpg?oh=eaebe1c4067226600482a285d936a3c0&oe=5B2535BD)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Janeiro 24, 2018, 10:26:31 am
Pelos vistos é mesmo verdade

Citar
Portugal oferece barco de patrulha a São Tomé e Príncipe


17 DE OUTUBRO DE 2017
14:51
Lusa

Portugal vai oferecer a São Tomé e Príncipe, em fevereiro de 2018, um navio patrulha para melhor controlo da sua costa, garantiu hoje o vice-almirante da marinha portuguesa, Gouveia e Melo que se encontra de visita ao arquipélago.

"Nós estamos a planear entre janeiro e fevereiro de 2018 ter cá o navio", disse Gouveia e Melo no final de um encontro de hora e meia com o primeiro-ministro são-tomense, Patrice Trovoada.

"Quando há força de vontade e intenção, é só uma questão de tempo" acrescentou o vice-almirante do exército português, sublinhando que "há intenção firme de ambas as partes de seguir em frente com este processo".

Portugal e São Tomé e Príncipe mantêm uma forte cooperação técnico-militar que é financiada no âmbito do Programa Estratégico de Cooperação (PEC) que inclui a formação de quadros, fornecimento de equipamentos, fardamentos e botas e fiscalização das suas águas.

O vice-almirante da marinha portuguesa que é igualmente comandante operacional da força marítima europeia deseja que essa cooperação "seja intensificada" e no encontro com Patrice Trovoada o único ponto discutido foi o fornecimento de um navio patrulha ao arquipélago.

"Viemos trazer uma proposta de uma cooperação mais alargada entre a Guarda Costeira de São Tomé e Príncipe e a Guarda Costeira e a Marinha portuguesa", explicou.

"Nós já cooperamos há bastante tempo, mas agora há a necessidade de aprofundar essa cooperação e conseguir dar um salto mais qualitativo", acrescentou Gouveia e Melo.

A embarcação que vai ser disponibilizada a São Tomé, segundo o responsável português tem "maiores capacidades de suportar essa operação", de patrulhamento e ficará nos primeiros meses sob a égide da guarda costeira portuguesa, e "transferido mais tarde" para controlo direto da guarda costeira são-tomense.

As autoridades portuguesas pretendem tornar a cooperação a nível da guarda costeira "mais sustentável".

Por isso defendem a necessidade de capacitar quadros da guarda costeira "para ela própria ter capacidade para controlar as águas de São Tomé e Príncipe".

"Numa perspetiva não militar, mas numa perspetiva de jurisdição, capacidade para saber o que é que se passa nas suas águas, de intervir e de garantir a autoridade do estado são-tomense nas águas que são por direito internacional de São Tomé", explicou o vice-almirante português.

Gouveia e Melo deixa esta quarta-feira o país.



https://www.dn.pt/lusa/interior/portugal-oferece-barco-de-patrulha-a-sao-tome-e-principe-8850815.html
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: faica em Janeiro 24, 2018, 08:32:51 pm
Pelos vistos é mesmo verdade

Citar
Portugal oferece barco de patrulha a São Tomé e Príncipe


17 DE OUTUBRO DE 2017
14:51
Lusa

Portugal vai oferecer a São Tomé e Príncipe, em fevereiro de 2018, um navio patrulha para melhor controlo da sua costa, garantiu hoje o vice-almirante da marinha portuguesa, Gouveia e Melo que se encontra de visita ao arquipélago.

"Nós estamos a planear entre janeiro e fevereiro de 2018 ter cá o navio", disse Gouveia e Melo no final de um encontro de hora e meia com o primeiro-ministro são-tomense, Patrice Trovoada.

"Quando há força de vontade e intenção, é só uma questão de tempo" acrescentou o vice-almirante do exército português, sublinhando que "há intenção firme de ambas as partes de seguir em frente com este processo".

Portugal e São Tomé e Príncipe mantêm uma forte cooperação técnico-militar que é financiada no âmbito do Programa Estratégico de Cooperação (PEC) que inclui a formação de quadros, fornecimento de equipamentos, fardamentos e botas e fiscalização das suas águas.

O vice-almirante da marinha portuguesa que é igualmente comandante operacional da força marítima europeia deseja que essa cooperação "seja intensificada" e no encontro com Patrice Trovoada o único ponto discutido foi o fornecimento de um navio patrulha ao arquipélago.

"Viemos trazer uma proposta de uma cooperação mais alargada entre a Guarda Costeira de São Tomé e Príncipe e a Guarda Costeira e a Marinha portuguesa", explicou.

"Nós já cooperamos há bastante tempo, mas agora há a necessidade de aprofundar essa cooperação e conseguir dar um salto mais qualitativo", acrescentou Gouveia e Melo.

A embarcação que vai ser disponibilizada a São Tomé, segundo o responsável português tem "maiores capacidades de suportar essa operação", de patrulhamento e ficará nos primeiros meses sob a égide da guarda costeira portuguesa, e "transferido mais tarde" para controlo direto da guarda costeira são-tomense.

As autoridades portuguesas pretendem tornar a cooperação a nível da guarda costeira "mais sustentável".

Por isso defendem a necessidade de capacitar quadros da guarda costeira "para ela própria ter capacidade para controlar as águas de São Tomé e Príncipe".

"Numa perspetiva não militar, mas numa perspetiva de jurisdição, capacidade para saber o que é que se passa nas suas águas, de intervir e de garantir a autoridade do estado são-tomense nas águas que são por direito internacional de São Tomé", explicou o vice-almirante português.

Gouveia e Melo deixa esta quarta-feira o país.



https://www.dn.pt/lusa/interior/portugal-oferece-barco-de-patrulha-a-sao-tome-e-principe-8850815.html

Fala se que o "Cuanza" vai também no mesmo rol,irá é um pouco mais tarde só depois de o "Mondego" estar pronto.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: perdadetempo em Janeiro 25, 2018, 07:44:19 pm
Pelos vistos é mesmo verdade

Citar
Portugal oferece barco de patrulha a São Tomé e Príncipe


17 DE OUTUBRO DE 2017
14:51
Lusa

Portugal vai oferecer a São Tomé e Príncipe, em fevereiro de 2018, um navio patrulha para melhor controlo da sua costa, garantiu hoje o vice-almirante da marinha portuguesa, Gouveia e Melo que se encontra de visita ao arquipélago.

"Nós estamos a planear entre janeiro e fevereiro de 2018 ter cá o navio", disse Gouveia e Melo no final de um encontro de hora e meia com o primeiro-ministro são-tomense, Patrice Trovoada.

"Quando há força de vontade e intenção, é só uma questão de tempo" acrescentou o vice-almirante do exército português, sublinhando que "há intenção firme de ambas as partes de seguir em frente com este processo".

Portugal e São Tomé e Príncipe mantêm uma forte cooperação técnico-militar que é financiada no âmbito do Programa Estratégico de Cooperação (PEC) que inclui a formação de quadros, fornecimento de equipamentos, fardamentos e botas e fiscalização das suas águas.

O vice-almirante da marinha portuguesa que é igualmente comandante operacional da força marítima europeia deseja que essa cooperação "seja intensificada" e no encontro com Patrice Trovoada o único ponto discutido foi o fornecimento de um navio patrulha ao arquipélago.

"Viemos trazer uma proposta de uma cooperação mais alargada entre a Guarda Costeira de São Tomé e Príncipe e a Guarda Costeira e a Marinha portuguesa", explicou.

"Nós já cooperamos há bastante tempo, mas agora há a necessidade de aprofundar essa cooperação e conseguir dar um salto mais qualitativo", acrescentou Gouveia e Melo.

A embarcação que vai ser disponibilizada a São Tomé, segundo o responsável português tem "maiores capacidades de suportar essa operação", de patrulhamento e ficará nos primeiros meses sob a égide da guarda costeira portuguesa, e "transferido mais tarde" para controlo direto da guarda costeira são-tomense.

As autoridades portuguesas pretendem tornar a cooperação a nível da guarda costeira "mais sustentável".

Por isso defendem a necessidade de capacitar quadros da guarda costeira "para ela própria ter capacidade para controlar as águas de São Tomé e Príncipe".

"Numa perspetiva não militar, mas numa perspetiva de jurisdição, capacidade para saber o que é que se passa nas suas águas, de intervir e de garantir a autoridade do estado são-tomense nas águas que são por direito internacional de São Tomé", explicou o vice-almirante português.

Gouveia e Melo deixa esta quarta-feira o país.



https://www.dn.pt/lusa/interior/portugal-oferece-barco-de-patrulha-a-sao-tome-e-principe-8850815.html

Fala se que o "Cuanza" vai também no mesmo rol,irá é um pouco mais tarde só depois de o "Mondego" estar pronto.

Provavelmente está-se a falar do o Zaire que lá vai ficar em missão por um ano. Como gastaram 4 milhões de euros numa grande reparações/manutenção da embarcação terminada em 2014, ainda deve aguentar-se operacional por mais uns cinco anos.

https://ionline.sapo.pt/371955 (https://ionline.sapo.pt/371955)

Cumprimentos,



Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Janeiro 26, 2018, 03:37:53 pm
NAVIO DA MARINHA PORTUGUESA TREINA COM AS MARINHAS NORTE-AMERICANA E ESPANHOLA

Citar
A fragata da Marinha “Corte-Real” realizou esta semana, entre os dias 21 e 24 de janeiro, um exercício de oportunidade (PASSEX) com a Marinha norte-americana, representada pela fragata USS Ross e pelo submarino nuclear USS Virgínia, e com a Marinha espanhola, cujos navios participantes foram as fragatas ESPS Almirante Juan de Borbon, ESPS Numância e ESPS Blas de Lezo.

Citar
Este exercício teve como objectivo a preparação do NRP Corte-Real para ser o navio-chefe da Força Marítima Europeia (EUROMARFOR), que Portugal comanda actualmente, e para ser atribuído ao grupo de tarefa da NATO Response Force (NRF) no segundo semestre de 2018.

http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Navio-da-Marinha-portuguesa-treina-com-as-Marinhas-norte-americana-e-espanhola.aspx

Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Janeiro 26, 2018, 06:48:17 pm

Citar
Chegaram, esta segunda-feira, a São Tomé os dois navios da Marinha, o reabastecedor "Bérrio" e o navio patrulha "Zaire", que largaram de Portugal, no dia 3 de janeiro para uma missão de capacitação marítima da Guarda Costeira de São Tomé e Príncipe.
Os dois navios navegaram para o Golfo da Guiné com a missão de promover o projeto de capacitação da Guarda-Costeira de São Tomé e Príncipe e de cooperação técnico-militar com os países amigos da região, potenciando, em especial, iniciativas percursoras para o desenvolvimento de capacidades de defesa e segurança marítima no Golfo da Guiné.
A duração da missão está prevista ser de 1 ano para o patrulha “ Zaire” e de três meses para o navio reabastecedor “Bérrio”.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Janeiro 26, 2018, 08:54:12 pm
Pelos vistos é mesmo verdade

Citar
Portugal oferece barco de patrulha a São Tomé e Príncipe


17 DE OUTUBRO DE 2017
14:51
Lusa

Portugal vai oferecer a São Tomé e Príncipe, em fevereiro de 2018, um navio patrulha para melhor controlo da sua costa, garantiu hoje o vice-almirante da marinha portuguesa, Gouveia e Melo que se encontra de visita ao arquipélago.

"Nós estamos a planear entre janeiro e fevereiro de 2018 ter cá o navio", disse Gouveia e Melo no final de um encontro de hora e meia com o primeiro-ministro são-tomense, Patrice Trovoada.

"Quando há força de vontade e intenção, é só uma questão de tempo" acrescentou o vice-almirante do exército português, sublinhando que "há intenção firme de ambas as partes de seguir em frente com este processo".

Portugal e São Tomé e Príncipe mantêm uma forte cooperação técnico-militar que é financiada no âmbito do Programa Estratégico de Cooperação (PEC) que inclui a formação de quadros, fornecimento de equipamentos, fardamentos e botas e fiscalização das suas águas.

O vice-almirante da marinha portuguesa que é igualmente comandante operacional da força marítima europeia deseja que essa cooperação "seja intensificada" e no encontro com Patrice Trovoada o único ponto discutido foi o fornecimento de um navio patrulha ao arquipélago.

"Viemos trazer uma proposta de uma cooperação mais alargada entre a Guarda Costeira de São Tomé e Príncipe e a Guarda Costeira e a Marinha portuguesa", explicou.

"Nós já cooperamos há bastante tempo, mas agora há a necessidade de aprofundar essa cooperação e conseguir dar um salto mais qualitativo", acrescentou Gouveia e Melo.

A embarcação que vai ser disponibilizada a São Tomé, segundo o responsável português tem "maiores capacidades de suportar essa operação", de patrulhamento e ficará nos primeiros meses sob a égide da guarda costeira portuguesa, e "transferido mais tarde" para controlo direto da guarda costeira são-tomense.

As autoridades portuguesas pretendem tornar a cooperação a nível da guarda costeira "mais sustentável".

Por isso defendem a necessidade de capacitar quadros da guarda costeira "para ela própria ter capacidade para controlar as águas de São Tomé e Príncipe".

"Numa perspetiva não militar, mas numa perspetiva de jurisdição, capacidade para saber o que é que se passa nas suas águas, de intervir e de garantir a autoridade do estado são-tomense nas águas que são por direito internacional de São Tomé", explicou o vice-almirante português.

Gouveia e Melo deixa esta quarta-feira o país.



https://www.dn.pt/lusa/interior/portugal-oferece-barco-de-patrulha-a-sao-tome-e-principe-8850815.html

Fala se que o "Cuanza" vai também no mesmo rol,irá é um pouco mais tarde só depois de o "Mondego" estar pronto.

Essas intervenções nos Classe Cacine para serem oferendados a S. Tomé, são os motivos que explicam os atrasos, nas entradas ao serviço na Armada, dos Classe Tejo, agora começo a entender para onde foram alguns milhões e muitas centenas de horas de trabalho que deveriam ser aplicadas nos Tejo !!

Abraços
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Janeiro 27, 2018, 09:40:38 am
Tenente,

Isso é a sério ou ironia???  ??? :-\
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: perdadetempo em Fevereiro 03, 2018, 04:25:17 pm
Citar
Marinha e Guarda Costeira de S. Tomé e Príncipe colocam no mar boia inovadora
Uma equipa de mergulhadores da Marinha portuguesa em conjunto com mergulhadores  da Guarda Costeira de São Tomé e Príncipe, concluíram os trabalhos de colocação de uma boia de amarração na Baía de Ana Chaves, em S. Tomé, destinada ao patrulha “Zaire” da Marinha portuguesa, que se encontra em missão na região durante um ano.

03 Fev 2018, 14:00
Esta boia, com um trem de amarração reforçado e acoplado ao fundo, tem a particularidade de fornecer energia elétrica ao navio, por estar ligada a terra por um cabo elétrico submarino. Esta nova capacidade permitirá que o navio patrulha possa permanecer amarrado à boia com alimentação elétrica fornecida a partir de terra.

Ligação do video https://drive.google.com/drive/folders/1aKFdeoxkxc0sgPNh9TCowEj1IJo8UF-K (https://drive.google.com/drive/folders/1aKFdeoxkxc0sgPNh9TCowEj1IJo8UF-K)

http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Marinha-e-Guarda-Costeira-de-S--Tome-e-Principe-colocam-no-mar-boia-inovadora--.aspx (http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Marinha-e-Guarda-Costeira-de-S--Tome-e-Principe-colocam-no-mar-boia-inovadora--.aspx)

Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Fevereiro 06, 2018, 09:57:54 pm
FRAGATA ÁLVARES CABRAL EM MISSÃO NO GOLFO DA GUINÉ

http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Fragata-alvares-Cabral-em-missao-no-Golfo-da-Guine.aspx

Citar
O navio irá juntar-se aos navios da Marinha Portuguesa NRP Bérrio e NRP Zaire que já se encontram em águas de São Tomé e Príncipe com a missão de promover o projeto de capacitação da guarda-costeira deste país.

Assim sem dar conta já temos a esquadra do Atlântico Sul ;D.

Citar
Durante a permanência no Golfo da Guiné a fragata Álvares Cabral irá ainda participar na iniciativa “OBANGAME EXPRESS” promovida pelo United States Naval Forces Europe-Africa / United States 6th Fleet

Citar
Está ainda planeada a participação do navio no exercício “ALCANTARA 18” organizado em conjunto entres as Marinhas Portuguesa e do Reino de Marrocos que decorrerá em águas territoriais marroquinas, com o objetivo de promover a interoperabilidade através do treino operacional naval e anfíbio.

Citar
Durante a missão, a Marinha continuará a testar o novo modelo de emprego operacional de fragatas com o embarque de uma força de 53 fuzileiros reforçando a sua capacidade expedicionária na perspetiva de operações de resposta a crise, tais como são o caso da evacuação de cidadãos não combatentes, apoio humanitário e de resposta a catástrofes.
A fragata Álvares Cabral, comandada pelo Capitão-de-fragata Alexandre Santos Fernandes, efetua esta missão com uma guarnição base de 135 militares, sendo 30 do sexo feminino, tem embarcada uma Força de Fuzileiros, uma equipa de abordagem também dos Fuzileiros, uma equipa de mergulhadores, uma equipa médica e três Aspirantes a Oficial da Escola Naval, além de quatro oficiais observadores oriundos do Brasil, França, Espanha e Chile (no âmbito das relações bilaterais com esses países) perfazendo um total de 205 militares embarcados.

Vai bem carregadinha ;D.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Get_It em Fevereiro 06, 2018, 10:33:37 pm
Pronto. NAVPOLs para quê? No máximo já estamos é a provar o conceito das Absalons na MGP.

Cumprimentos,
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Fevereiro 07, 2018, 09:35:49 am
FRAGATA ÁLVARES CABRAL EM MISSÃO NO GOLFO DA GUINÉ

http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Fragata-alvares-Cabral-em-missao-no-Golfo-da-Guine.aspx

Citar
O navio irá juntar-se aos navios da Marinha Portuguesa NRP Bérrio e NRP Zaire que já se encontram em águas de São Tomé e Príncipe com a missão de promover o projeto de capacitação da guarda-costeira deste país.

Assim sem dar conta já temos a esquadra do Atlântico Sul ;D.
Goza Goza. Mas com esta grande esquadra lusitana e face ao estado dos Argentinos dava para conquistarmos a Patagónia argie (tinha é que ser já porque com o andar da carruagem em breve estaremos como eles) ...  8) :nice:
(http://www.planobrazil.com/wp-content/uploads/2016/06/Larcveiculosendoretiradodopor%C3%A3o.jpg)
(http://3.bp.blogspot.com/-XpvYQJghcG8/U6V5yaq_nhI/AAAAAAAAGeg/BeHejxbSV_A/s1600/Argentine+Navy+active+duty+diesel-electric+attack+submarine+runs+aground+1.jpg)

Citação de: Lightning

Citar
Durante a permanência no Golfo da Guiné a fragata Álvares Cabral irá ainda participar na iniciativa “OBANGAME EXPRESS” promovida pelo United States Naval Forces Europe-Africa / United States 6th Fleet

Citar
Está ainda planeada a participação do navio no exercício “ALCANTARA 18” organizado em conjunto entres as Marinhas Portuguesa e do Reino de Marrocos que decorrerá em águas territoriais marroquinas, com o objetivo de promover a interoperabilidade através do treino operacional naval e anfíbio.

Citar
Durante a missão, a Marinha continuará a testar o novo modelo de emprego operacional de fragatas com o embarque de uma força de 53 fuzileiros reforçando a sua capacidade expedicionária na perspetiva de operações de resposta a crise, tais como são o caso da evacuação de cidadãos não combatentes, apoio humanitário e de resposta a catástrofes.
A fragata Álvares Cabral, comandada pelo Capitão-de-fragata Alexandre Santos Fernandes, efetua esta missão com uma guarnição base de 135 militares, sendo 30 do sexo feminino, tem embarcada uma Força de Fuzileiros, uma equipa de abordagem também dos Fuzileiros, uma equipa de mergulhadores, uma equipa médica e três Aspirantes a Oficial da Escola Naval, além de quatro oficiais observadores oriundos do Brasil, França, Espanha e Chile (no âmbito das relações bilaterais com esses países) perfazendo um total de 205 militares embarcados.

Vai bem carregadinha ;D.
Já viste a quantidade de gente que cabe no hangar duplo só com um Lynx? Aquilo com uns beliches anda dá espaço para uns zebros e uma máquina de imperial (Admiro-me que ninguém ainda tenha lá metido um dos nossos anfíbios. Entrar na água vai de mergulho, regressar ou vai a reboque ou mete-se com a grua do Bérrio). Qual LPD qual Carapuça.  ;D :jok:
(http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/galeria-digital/PublishingImages/meios-operacionais/nrp-corte-real/08-DM-01-0384_.jpg?w=1600&h=629)
(http://4.bp.blogspot.com/-C4JU_CXAI-c/Tl0COQsrHEI/AAAAAAAAGgU/3g4KTGxVQpM/s1600/20110827_MDN_Visita_Vasco_da_Gama_5.jpg)

Saudações  8) :P
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Fevereiro 07, 2018, 06:42:39 pm
E ainda sonham com Rotterdams seus malucos  ;D ;D
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Fevereiro 08, 2018, 11:38:41 am
E ainda sonham com Rotterdams seus malucos  ;D ;D

Já estou como os canadianos. Nem com um barco a remos quanto mais o Rotterdam ou qualquer coisa do género...  :P 8)

(https://static1.fjcdn.com/comments/The+canadian+navy+is+fearsome+indeed+_ea6803cdd3539ccfc140fc3e18ef13ff.jpg)

Cumprimentos

Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Março 16, 2018, 11:08:10 am
http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Mergulhadores-pela-primeira-vez-na-Forca-da-NATO-dedicada-a-guerra-de-minas.aspx (http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Mergulhadores-pela-primeira-vez-na-Forca-da-NATO-dedicada-a-guerra-de-minas.aspx)
Citar
MERGULHADORES PELA PRIMEIRA VEZ NA FORÇA DA NATO DEDICADA À GUERRA DE MINAS
O Destacamento de Mergulhadores Sapadores nº 1 da Marinha Portuguesa integra pela primeira vez a Standing NATO Mine Countermeasures Group 1 (SNMCMG1). O Destacamente encontra-se embarcado no navio caça minas Alemão FGS BAD BEVENSEN.

(http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/PublishingImages/Mergulhadores/IMG-20180225-WA0009.jpg?w=1600)

(http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/PublishingImages/Mergulhadores/IMG-20180301-WA0016.jpg)

Saudações
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Cabeça de Martelo em Março 21, 2018, 10:26:36 am
O navio patrulha Zaire realizou exercício conjunto com o navio da Marinha do Brasil NPO Amazonas em águas de S. Tomé.

A bordo do NRP Zaire foram efetuadas diversas instruções práticas com o objetivo treinar os militares santomenses da futura guarnição do navio. Em simultâneo, a bordo do navio Amazonas foram realizadas diversas séries de abordagem, em que os fuzileiros de S. Tomé e Príncipe, que se encontram no curso de abordagem ministrado pelos fuzileiros portugueses, tiveram oportunidade de pôr em prática o conhecimento adquirido até ao momento.

(https://scontent.fopo1-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/29468860_1787640434590465_912355380795999277_n.jpg?oh=1890c4b2728b97ea988a7d4536147ab5&oe=5B76093F)

(https://scontent.fopo1-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/29425787_1787640417923800_1646484288727330641_n.jpg?oh=6f8d0cc5bd71cfeb3fae2ceb3c55aacc&oe=5B452751)

(https://scontent.fopo1-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/29496431_1787640414590467_4760506493562742252_n.jpg?_nc_cat=0&oh=fc693fa45611f5f9ea80ed8ece82b563&oe=5B494489)

(https://scontent.fopo1-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/29432735_1787640517923790_1083899582324588890_n.jpg?oh=3e497f71eddd9de5c085e643871c8188&oe=5B74EAF0)

(https://scontent.fopo1-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/29541446_1787640794590429_4281667597535093563_n.jpg?_nc_cat=0&oh=476d90c1049c57e0404e7c7d25a4c8a4&oe=5B4C5085)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Abril 11, 2018, 01:24:06 pm
https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/ (https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/)

Citar
Mergulhadores treinam com explosivos reais

Equipa do Destacamento de Mergulhadores Sapadores nº1 realizou treino de inativação de engenhos explosivos reais no Campo de Tiro de Alcochete.
Os Mergulhadores mantêm em prontidão permanente uma equipa de Inativação de Engenhos Explosivos.

(https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/30415639_1808413909179784_106841161749627298_n.jpg?_nc_cat=0&oh=1fa547d26b518c80805acd337cd62b4e&oe=5B2792B5)

(https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/30516569_1808413895846452_1753302449779066666_n.jpg?_nc_cat=0&oh=a57825f29119c8e901f14c4b87810fc6&oe=5B60CF52)

Saudações
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Abril 12, 2018, 08:44:43 pm
Afinal a Marinha Portuguesa não acompanha só os navios russos ;D.

Marinha acompanha navios argelinos em águas portuguesas
http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Marinha-acompanha-navios-argelinos-em-aguas-portuguesas.aspx
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Abril 18, 2018, 09:03:26 pm
SUBMARINO ARPÃO TREINA NAVIOS DE MARINHAS ESTRANGEIRAS NO REINO UNIDO
http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Submarino-Arpao-treina-navios-de-Marinhas-estrangeiras-no-Reino-Unido.aspx

Citar
o NRP Arpão efetuou diversos exercícios no âmbito da guerra anti-submarina, tendo operado como unidade opositora à Força Naval constituída pelo destroyer americano USS Ross, o reabastecedor americano USNS WILLIAM MCLEAN, a fragata holandesa HNLMS DE RUYTER e as fragatas inglesas HMS MONTROSE e HMS DRAGON,  contando ainda com a ajuda de meios aéreos ingleses e franceses.

Contra-Torpedeiro ao fundo ;D
(http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/PublishingImages/Submarinos/NRP%20Arp%C3%A3o/4.png)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: jpthiran em Abril 18, 2018, 09:29:23 pm
SUBMARINO ARPÃO TREINA NAVIOS DE MARINHAS ESTRANGEIRAS NO REINO UNIDO
http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Submarino-Arpao-treina-navios-de-Marinhas-estrangeiras-no-Reino-Unido.aspx

Citar
o NRP Arpão efetuou diversos exercícios no âmbito da guerra anti-submarina, tendo operado como unidade opositora à Força Naval constituída pelo destroyer americano USS Ross, o reabastecedor americano USNS WILLIAM MCLEAN, a fragata holandesa HNLMS DE RUYTER e as fragatas inglesas HMS MONTROSE e HMS DRAGON,  contando ainda com a ajuda de meios aéreos ingleses e franceses.

Contra-Torpedeiro ao fundo ;D
(http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/PublishingImages/Submarinos/NRP%20Arp%C3%A3o/4.png)


quando temos material de qualidade, convidam-nos para treinamos com os melhores...faz sentido!...
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Abril 23, 2018, 12:54:49 pm
http://www.marinha.pt/pt-pt/media-center/noticias-destaques/Paginas/Marinha-Portuguesa-resgata-mais-de-100-migrantes-no-Mediterraneo-numa-semana.aspx

Se a nossa MdG tem de empenhar uma Fragata neste tipo de actividades, para mim está tudo dito !!! :N-icon-Axe:
Não construam mais NPO's que eles não fazem falta, deve ser melhor utilizar um Navio com uma guarnição quatro vezes maior, deve haver desconto de quantidade...........fica mais barato para o contribuinte !!  :G-beer2:

Abraços
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: NVF em Abril 23, 2018, 05:30:46 pm
Ainda há uns tempos vi uma peça no Vice em que os italianos estavam a utilizar uma Horizon no combate ao contrabando de migrantes — e os italianos não têm propriamente falta de meios. Por vezes, um navio com outras características pode ser mais adequado, seja por ter melhores sensores, ou por ter outra capacidade de combate para operar, por exemplo, mais perto da costa da Líbia, ou de outro país com grau de ameaça mais elevado. Mas obviamente que mais NPO's precisam-se... para ontem.

Obs: correcção ortográfica
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Abril 23, 2018, 07:39:53 pm
Ainda há uns tempos vi uma peça no Vice em que os italianos estavam a utilizar uma Horizon no combate ao contrabando de migrantes — e os italianos não têm propriamente falta de meios. Por vezes, um navio com outras características pode ser mais adequado, seja por ter melhores sensores, ou por ter outra capacidade de combate para operar, por exemplo, mais perto da costa da Líbia, ou de outro pais com grau de ameaça mais elevado. Mas obviamente que mais NPO's precisam-se... para ontem.

NVF,

A Itália tem entre corvetas, fragatas e destroyers, 19 Navios de combate, daí poderem dispor de unidades de combate para esta tarefa, enquanto que nós temos cinco unidades de combate.

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/924/t7XMTC.jpg) (https://imageshack.com/i/pot7XMTCj)

Abraços
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: NVF em Abril 23, 2018, 09:45:33 pm
Eu sei, camarada tenente. E se incluíres a Guardia Costiera e Guardia di Finanza, tens ainda mais alguns navios de patrulha e NPO's com capacidades superiores aos VdC. Mas o meu ponto não era esse. O que queria salientar é que por vezes é necessário algo mais musculado (o que vem de encontro ao que temos vindo aqui a discutir desde que este fórum começou) e, como muito bem dizes, mandamos 20% da nossa frota de combate de superfície, porque é o que temos e a isso nos obrigam os tratados e acordos internacionais que subscrevemos. Em contrapartida, os outros enviam CL-215, CL-415 e helis para combater os nossos FF porque a nossa classe política passou os últimos 40 anos a ignorar o que para todos é evidente — e vai continuar a fazê-lo!

Também vamos enviar 4 F-16 para o Báltico e quantos caças ficam para defender o nosso espaço aéreo? Entre aeronaves e pilotos disponíveis, diria que, no máximo dos máximos, uns 12. E enquanto a Marinha dispõe de mísseis para armar todos os navios de combate, o mesmo já não podemos dizer da FAP, pois muito provavelmente levaram quase todos os AMRAAM disponíveis para a Lituânia. Só no resta rezar para que não surja qualquer ameaça aérea grave (ou que não possa ser enfrentada com os Sidewinder) até os restantes F-16 regressarem da Lituânia. Caso contrario, lá terão que vir os nuestros hermanos em auxílio.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Maio 04, 2018, 02:36:18 pm
https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/ (https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/)

Citar
Navio patrulha Tejo em missão na Madeira

No início da semana, o navio patrulha Tejo atracou no porto do Funchal para render o navio patrulha Douro que termina a sua missão na Madeira.

Esta terça-feira, dia 01 de maio, o navio realizou uma missão de apoio à Autoridade Marítima Nacional (AMN) e ao Instituto das Florestas e Conservação da Natureza (IFCN) através da rendição dos agentes da Polícia Marítima e dos Vigilantes da Natureza que se encontram nas Ilhas Selvagens. Durante a patrulha ao largo daquelas ilhas foi também realizada uma ação de fiscalização marítima a uma embarcação de pesca de tunídeos.

O NRP Tejo irá assegurar o dispositivo do sistema de forças da região, atribuído ao Comando da Zona Marítima da Madeira, até ao início do mês de agosto.

(https://scontent.fopo2-2.fna.fbcdn.net/v/t1.15752-9/30708963_1873392449372677_3551371597929512960_n.jpg?_nc_cat=0&_nc_eui2=v1%3AAeGO3dvAOJG2OnnxhODGyyzcoFm8zMXXwaDFbxGvPKFc9mhm1XZAc2zn0pHlvwGWR5YHCnqV1PQo5Y5G6zB02Ii2bIAHTV2pNnWi9twkpo2wjQ&oh=7d000c6543dc692f395c018aae20b1cd&oe=5B611D55)


Afinal a fisga mantêm-se. Devia estar em afinação.  ;D :nice:

(http://www.dnoticias.pt/documents/1/0/804x432/18c0/768d432/none/11506/IOKE/image_content_1066175_20171018172824.jpg)

Saudações  ;) :jok:
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Maio 06, 2018, 06:55:48 pm
Mas já lhe construiram uma tenda á volta, para evitar espionagem industrial  8)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Barlovento em Maio 08, 2018, 12:29:56 pm
NPO Viana do Castelo en Spanish Minex:

http://www.infodefensa.com/es/2018/05/08/noticia-buques-submarinos-cazan-minas-aguas-baleares.html
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Maio 22, 2018, 10:29:55 pm
Parabéns aos nossos mergulhadores

https://www.marinha.pt/pt/media-center/Noticias/Paginas/Mergulhadores-portugueses-detetam-e-eliminam-mina-russa-e-torpedo-alemao-no-Mar-Baltico.aspx

Abraços
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Maio 23, 2018, 08:21:35 pm

Instituto Hidrográfico | Vídeo institucional
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Barlovento em Julho 27, 2018, 07:49:28 pm
Manobrando entre as unidades da Marinha de Portugal e Gibraltar

https://www.defensa.com/otan-y-europa/maniobras-entre-unidades-marina-portugal-gibraltar
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Agosto 29, 2018, 02:41:34 pm
Fuzileiros: o braço às armas feito

Cumpridos que estão mais de 3 meses, a missão na Lituânia prossegue com o mesmo empenho de sempre.
Os Fuzileiros têm realizado diversas ações com as forças armadas lituanas no quadro das medidas de tranquilização da NATO naquele território.

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/921/NeBAiz.jpg) (https://imageshack.com/i/plNeBAizj)

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/922/qz3BWg.jpg) (https://imageshack.com/i/pmqz3BWgj)

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/923/wnbrJP.jpg) (https://imageshack.com/i/pnwnbrJPj)

https://twitter.com/marinhapt

Abraços
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: diogo13350 em Agosto 29, 2018, 07:32:45 pm
A ver quanto o pessoal desembarcar, pode ser que o Zaire afunde e já nos livramos dessa sucata
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Setembro 01, 2018, 03:17:39 pm
NRP Arpão

 Em apenas dois meses o submarino português "Arpão" fez 980 horas em imersão, o que equivale a 40 dias debaixo de água, percorreu 6.800 milhas, mais de 12.500 Km, e recolheu informação sobre mais de 10 mil navios.

 NRP Arpão - a discrição acima de tudo.

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/923/zAws38.jpg) (https://imageshack.com/i/pnzAws38j)

https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/photos/a.166558256698699/2003463136341526/?type=3&theater

Dados impressionantes para um SSK Submarino convencional de ataque.
E ainda há quem afirme para que é que Portugal necessita de submarinos.
Pois eu respondo: Se  Portugal tivesse três Tridentes eram poucos, Pois são só os melhores sub convencionais que actualmente existem, e, são só o MELHOR SISTEMA DE ARMAS QUE O PAÍS POSSUI !!!

https://en.wikipedia.org/wiki/Type_214_submarine

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/923/vpCSzl.jpg) (https://imageshack.com/i/pnvpCSzlj)

Abraços
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Get_It em Setembro 01, 2018, 05:59:14 pm
São um meio essencial para um país supostamente marítimo como o nosso e que na última década teve políticos de A a Z a dizer que o mar é um recurso estratégico e importantíssimo.

Cumprimentos,
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: NVF em Setembro 02, 2018, 01:58:53 am
São um meio essencial para um país supostamente marítimo como o nosso e que na última década teve políticos de A a Z a dizer que o mar é um recurso estratégico e importantíssimo.

Cumprimentos,

Última década? Desde que o bochechas era PM que ouço essa treta do mar como desígnio nacional. Não passam de palavras oucas para entreter o Zé Tuga.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Setembro 03, 2018, 12:21:38 am

Portugal integra força naval da NATO para a segurança da Aliança atlântica
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Setembro 06, 2018, 10:16:38 am
=68.ARDMQVlj__LmLbaI1qJU3CHzzrCIqL0lvhx9OXgO9F4scrnFYxExTRVBAVqwvdTU4oQleW4uiEhurV75gamTGehYwgPUSkUrBD3IdOytf5V_yaAxoRBwtxB8gnf4a8iK6ztE2bD_XiLBKNwONE9qWgEcgQclfi9x1mNUqpUyMrKTSFHPBJWi5A&__tn__=k*F&tn-str=k*F]https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/?__xts__[0]=68.ARDMQVlj__LmLbaI1qJU3CHzzrCIqL0lvhx9OXgO9F4scrnFYxExTRVBAVqwvdTU4oQleW4uiEhurV75gamTGehYwgPUSkUrBD3IdOytf5V_yaAxoRBwtxB8gnf4a8iK6ztE2bD_XiLBKNwONE9qWgEcgQclfi9x1mNUqpUyMrKTSFHPBJWi5A&__tn__=k*F&tn-str=k*F (https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/?__xts__[0)

Citar
Simplesmente obrigado.

A tripulação de embarcação de recreio incendiada envia agradecimento

"A tripulação da embarcação “Ocean Rain”, mais uma vez, quer agradecer o enorme esforço, prontidão, rapidez e eficácia no salvamento das nossas vidas.

Obrigado ao Senhor do Centro de Coordenação de Busca e Salvamento que recebeu o meu pedido de socorro, grande profissional. Obrigado por não desistir, dando força e recebendo os dados para que o salvamento decorresse em segurança, que nem sempre foi fácil.

Obrigado ao comandante e sua tripulação do navio porta-contentores “Wec Van Gogh” pelo esforço e sem desistirem deste salvamento atribulado, depois do seu salva-vidas ficar à deriva sem motor.

Obrigado à Marinha Portuguesa pela rapidez com que chegou ao local, depois de ter cancelado o exercício que estaria a decorrer, com o propósito que nos salvar e de nos colocar em segurança.

Obrigado ao marinheiro que me deu calçado e também ao enfermeiro que me vigiou e ainda a toda a guarnição do NRP António Enes que nos alimentou.

Obrigado aos marinheiros angolanos que se encontravam em estágio/formação pela força dada.

Obrigado marinheiros, todos juntos fazem a diferença! Agradeço, ainda, ao ISN de Sines, à tripulação da lancha SR-36, capitania Porto de Sines, pelo vosso profissionalismo. Desejamos a todos as maiores felicidades."

Paulo Ferraz

(https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/41033738_2008352365852603_6878983495750778880_n.jpg?_nc_cat=0&oh=3dd17448cffb1356a1c09a9265e48019&oe=5BF3F3A1)

Cumprimentos
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Setembro 24, 2018, 07:30:23 pm

Advanced Search and Rescue Exercise | ASAREX 18

Citar
A Marinha coordenou exercício internacional de Busca e Salvamento nos Açores - ASAREX 18 O exercício “Advanced Search and Rescue Exercise” - ASAREX18 que decorreu na ilha de São Miguel entre os dias 17 e 21 de setembro, organizado pelo Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Ponta Delgada (MRCC Delgada) e pelo Centro de Coordenação de Resgate das Lages (RCC Lages).
Este exercício contou com a presença de equipas e meios de busca e salvamento da Marinha, da Força Aérea Portuguesa (FAP), da Autoridade Marítima Nacional (AMN) e de outras entidades nacionais e internacionais (Canadá e dos Estados Unidos da América).
O ASAREX18 é um exercício especialmente dedicado para a busca e salvamento, tem uma periodicidade anual, cabendo a sua organização ao MRCC Delgada e ao RCC Lages de forma alternada. O exercício tem como principal objetivo exercitar as operações conjuntas e combinadas, no âmbito da busca e salvamento marítimo, de forma a assegurar as qualificações dos elementos envolvidos e elevar os níveis de proficiência operacionais.
Por outro lado, a participação de outras entidades nacionais e internacionais, irá aprofundar o conhecimento mútuo sobre diferentes metodologias e procedimentos de operação, melhorar a interoperabilidade e a cooperação entre as várias entidades envolvidas.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Novembro 01, 2018, 03:16:30 pm

Lynx aos 5:52
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Novembro 17, 2018, 07:15:53 pm
Neste artigo do observador dá para entender o dispositivo que a Marinha colocou em operação caso o avião da Air Astana tivesse caído à água.

https://observador.pt/especiais/air-astana-piloto-do-f-16-teve-vontade-de-chorar-quando-o-piloto-me-disse-que-o-aviao-estava-completamente-descontrolado-temi-o-pior/
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Barlovento em Dezembro 20, 2018, 01:14:06 pm
NPO Viana do Castelo, buque de mando de la EUROMARFOR MCM.

https://twitter.com/hashtag/EuromarforAdventCalendar18?src=hash&ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Eembeddedtimeline%7Ctwterm%5Eprofile%3AArmada_esp&ref_url=http%3A%2F%2Fwww.armada.mde.es%2FArmadaPortal%2Fpage%2FPortal%2FArmadaEspannola%2Finiciohome%2FprefLang-es%2F

Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Janeiro 08, 2019, 09:18:55 pm
Jornal Publico de 21 de Dezembro

Plataforma continental
PSD propõe fixar parte dos meios da Armada nas ilhas


PSD e PS pretendem que o governo reforce os meios para salvaguardar a pretensão portuguesa de extensão portuguesa da plataforma continental, ainda em analise pelas Nações Unidas e que deve ter resposta dentro de dois anos.

Este artigo é pequeno e não o encontro online, mas encontrei este do mesmo tema de 2017
https://www.publico.pt/2017/04/30/politica/noticia/psd-quer-parte-da-armada-portuguesa-nos-acores-1770547

O grande numero de NPO planeados será por causa disto?
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lusitaniae em Janeiro 08, 2019, 09:52:54 pm
A minha opinião é que deveríamos ter 16 NPO, 3 nos Açores, 2 na Madeira e 5 no Continente e mais 6 com valência de antipoluição e anti submarinos e mais de combate e não de patrulha, teriam que melhorar o projecto para estes, como aumentar a velocidade e meios de ataque e com helicópteros em vez de fragatas novas ou usadas.

Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Janeiro 22, 2019, 09:36:53 pm
Fragata Alvares Cabral vai andar dois meses pela costa de África.
https://observador.pt/2019/01/22/defender-a-costa-africana-e-contribuir-para-seguranca-de-portugal-afirma-o-ministro-da-defesa/
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Janeiro 23, 2019, 12:06:26 am
A Fragata Vasco da Gama ou melhor o patrulha Musculado com o mesmo nome, lá partiu da BNL

https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/photos/ms.c.eJxNVNuRRTEI6mjHd7T~;xnaiR3J~;GUUEExFKykwtYZE8f~;IBR9w8GEC558kyQYV0hTzAhiMaMBcvTxM~;uYD6BYLkA1it~_AQpWm49lQgtQHQBJVtATlecg4rL4RXgEJ~_K~_gCqbjFCS~_ptyQRQ0i0MYRwtzN~;YbilDi54GVLdF5C532LH~_KH0tpTOFt8WrpwAQb4M8BS00LauDqUm1lpSjSdUeRwzHmzIVDkDH0wNSl9GRj7SDehVa3RK7nFlXaG1F0N3FPXZKcN4K4Y3BJ6hAUEZ0K0x3F9c~_GKnVobOLYRfPFKcsBkdfkB9ckJ0eq17g6PXZH8dMsZ1ytV9hvEdn2edAIiDt5aLAoad1xI~;0AWCQR3NgSjDfiiyFYzlAQFhvK1Bq1JdMVXBdxvU3ZYB06PBWqgtodXJMAKwPN0Uxtk~;b8RrMmuPItoRyVyh0yBiEOzVpC48~;C3UshGOnwxY4ZspdcVaHcZ~_UyZ6Ul0xQ0MGj1A~_ytbkPcOREWfSybQ58Fz6nLTjt0IkBZ~_l05k71AZ0t3pzTrI9~;LDSGA2HbhP04wmfsc6x3OfZIT0epsJAn~;fxcL9E71sFRIjWAL8B3fa6gBfpVcu2rLGnXXdb1~_xs1UA~_QbvEEYAPEPxYKP1M~-.bps.a.2208084852546019/2208088839212287/?type=3&theater

Abraços
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lusitano89 em Janeiro 26, 2019, 10:55:06 am
Missão Mar Aberto envia fragata Álvares Cabral à costa ocidental de África


Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: HSMW em Janeiro 29, 2019, 04:58:43 pm

Ministro da Defesa Nacional presente na partida da fragata “Álvares Cabral”
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Fevereiro 03, 2019, 08:25:46 pm
O patrulha Oceanico musculado NRP Alvares Cabral em Cabo Verde.


http://rd.videos.sapo.cv/playhtml?file=http://rd.videos.sapo.cv/bwE7O9Co8s3HotZEFr5z/mov/1

Abraços
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Fevereiro 26, 2019, 05:34:32 pm
Mas que bela progressão a destes Fuzos de S. Tomé, ombro com ombro como nas guerras Napoleónicas, uma única equipa ML do IN fazia uma razia nestes gajos que era obra !

https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/videos/399247933970934/

Abraços
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lancero em Fevereiro 26, 2019, 06:39:34 pm
Mas que bela progressão a destes Fuzos de S. Tomé, ombro com ombro como nas guerras Napoleónicas, uma única equipa ML do IN fazia uma razia nestes gajos que era obra !

https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/videos/399247933970934/

Abraços

Formados no Brasil
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Charlie Jaguar em Fevereiro 28, 2019, 05:56:03 pm
A fragata Côrte-Real partiu ontem para o Mediterrâneo a fim de integrar a escolta anti-submarina do porta-aviões francês "Charles de Gaulle".

https://recordeuropa.com/noticias/portugal/fragata-da-marinha-vai-escoltar-porta-avioes-frances/
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Março 05, 2019, 11:40:14 am
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Março 13, 2019, 02:25:29 pm
https://m.facebook.com/revistademarinha/photos/a.871579279545351/2155599871143279/?type=3

(https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/53468147_2155599877809945_7891022406532202496_n.jpg?_nc_cat=102&_nc_ht=scontent.flis5-1.fna&oh=f447e1b3a5ea314f6e91b3c833949a69&oe=5D0745FD)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Cabeça de Martelo em Março 26, 2019, 10:37:08 am
Entrevista ao fuzileiro herói em Moçambique: “A missão dos portugueses é o que nos pedirem”

Militar da primeira equipa de portugueses em Moçambique contou como resgatou a mulher numa ilha isolada em Moçambique. Está lá há dois dias mas já não se lembrava: "Estamos concentrados na missão".

(https://s3.observador.pt/wp-content/uploads/2019/03/24220718/resgate_770x433_acf_cropped.jpg)
Sargento fuzileiro Faustino voluntariou-se para resgatar a mulher moçambicana

Sargento Fuzileiro Faustino. Enquanto estiver em Moçambique a ajudar no resgate e apoio da população após a tragédia do ciclone Idai, Faustino não tem primeiro nome. Foi isso que combinou com a sua mulher. Homem experiente, o sargento entrou para a Marinha há 18 anos e já esteve em missões na Lituânia, no Senegal, em Timor e no Afeganistão. Na sexta-feira, herdou outra: incorporar a primeira equipa da Marinha Portuguesa enviada para a cidade moçambicana da Beira.

Ao fim de dois dias, Faustino tornou-se num herói ao resgatar uma mulher isolada numa minúscula ilha no meio da mar de lama em que parte da província de Sofala se transformou.  O momento foi captado em vídeo pela Marinha Portuguesa. E o sargento descreveu, passo a passo, como tudo aconteceu ao Observador através de uma chamada telefónica de 10 minutos com o fuzileiro Faustino, constantemente interrompida por momentos de silêncio e gaguejos impostos pelas falhas de comunicação no país. Na verdade, falha tudo em Moçambique.


Quando os militares das Forças Armadas portuguesas sobrevoam as aldeias perdidas nas margens dos rios moçambicanos, as crianças queixam-se de falta de água e de comida. É para que esses bens cheguem até elas que os fuzileiros como Faustino viajam para um país a 8 mil quilómetros de Portugal. Quem sobreviveu ao ciclone Idai, sobrevive agora à fome e às doenças graças a esta ajuda humanitária.

A missão dos portugueses é “o que nos pedirem”, descreve o fuzileiro. Este domingo foram duas. Primeiro, sobrevoaram em helicópteros indianos as regiões inundadas da cidade de Beira para saberem onde estão as povoações isoladas quando o fluxo do rio galgou as margens e inundou os campos. Depois, os botes dos fuzileiros da Força de Reação Imediata (FRI) — a que pertence Faustino — levam comida, água e assistência médica via mar. Em casos mais extremos, os fuzileiros a bordo dos helicópteros atiram esses bens para terra ainda antes dos botes serem enviados para lá. Ou então resgatam quem está em perigo.

Este último caso foi o da mulher que o sargento Faustino salvou. “Estávamos a fazer um reconhecimento de zona para rentabilizar os meios e saber se era possível chegar a sítios isolados. Aproveitamos a Força Aérea indiana para distribuir alimentação nessas zonas isoladas. Numa dessas aldeias vimos gestos de socorro. E identificámos uma pessoa, uma senhora”, recorda o fuzileiro poucas horas depois da operação.

O helicóptero aproximou-se da ilhota de onde a mulher acenava para que os militares pudessem falar com ela. Mas não se ouvia nada por causa do barulho das hélices e dos motores. Foi então que o sargento tomou a decisão de descer a terra para ir buscá-la: “Os indianos só falam inglês, por isso voluntariei-me para falar em português com ela. Como não conseguia ouvir nada, pedi para ir lá abaixo e ver se havia mais gente”, recorda o fuzileiro ao Observador. Não havia. Mas aquela mulher precisava de ser resgatada. Apresentava “sinais evidentes de fraqueza”.

É uma operação “simples” e “não apresenta riscos” para o militar, explicou o sargento. O fuzileiro desce do helicóptero para terra através do guincho, depois coloca um cinto em redor da pessoa que está a ser resgatada e sobe para o helicóptero pelo mesmo guincho. A opção de pousar a aeronave nunca esteve em cima da mesa: “Aquilo estava completamente alagado”, recorda o sargento fuzileiro Faustino.

A mulher salva pelo militar português “estava muito calminha, não falou praticamente nada”: “Dizia que estava bem, mas fez um gesto como que a dizer que estava triste, por assim dizer”, descreve o sargento. Depois de recuperada pelo fuzileiro português, a mulher foi levada para o aeroporto da Beira, onde foi montada uma tenda com profissionais de saúde que prestam socorro às vítimas do furacão.

Depois de a deixar lá, Faustino perdeu o rasto à mulher que salvou. O fuzileiro não sabe quando vai regressar a casa, mas diz não se importar com o tique-taque dos ponteiros do relógio — tanto que precisa de fazer contas para saber há quanto tempo está em Moçambique: “Estamos mais concentrados nesta missão do que preocupados em regressar”, confessa.

https://observador.pt/2019/03/24/entrevista-ao-fuzileiro-heroi-em-mocambique-a-missao-dos-portugueses-e-o-que-nos-pedirem/
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Abril 30, 2019, 07:23:57 am
Navio patrulha oceânico Figueira da Foz participa em exercício em Espanha

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/924/TLd5T9.jpg) (https://imageshack.com/i/poTLd5T9j)

Ontem, 29 de abril, o NRP Figueira da Foz iniciou a sua participação no exercício SPANISH MINEX19, dedicado essencialmente à guerra de minas, com a saída coordenada do porto de Mahon.
Após a largada dos treze navios do Grupo-Tarefa do porto, efetuaram-se exercícios de manobras e evoluções, onde todos os navios da força participaram.

São esperados vários cenários de treino tático, entre eles, a defesa a ameaça assimétrica e a realização de ações de busca, deteção, reconhecimento, identificação e inativação de minas marítimas realizadas pelo Destacamento de Mergulhadores Sapadores embarcado.

Após concluir a sua participação no exercício espanhol o navio ruma à Figueira da Foz onde estará aberto a visitas no âmbito do Dia da Marinha.

https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/

PS : lá está o belo do Contentor ! E se em vez do VdC tivéssemos usado um Classe Tejo, com os módulos apropriados para esta missão, que tal ??

Abraços
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Barlovento em Abril 30, 2019, 11:07:31 am
En la noticia se ve foto del NPO Figueira da Foz atracado en la Estación Naval de Mahón.

http://www.infodefensa.com/es/2019/04/30/noticia-buques-cinco-submarinos-cazan-minas-baleares.html

Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Maio 07, 2019, 06:32:10 pm
https://mobile.twitter.com/seawaves_mag/status/1125814423623557120
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Maio 07, 2019, 06:58:26 pm
https://mobile.twitter.com/seawaves_mag/status/1125814423623557120

Lá ficamos sem 40% da MdG, de superfície, a classe BD deu de FROSK, digo FOST.  :mrgreen:

Abraços
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Maio 08, 2019, 06:21:57 am
https://mobile.twitter.com/seawaves_mag/status/1125814423623557120

Lá ficamos sem 40% da MdG, de superfície, a classe BD deu de FROSK, digo FOST.  :mrgreen:

Abraços

E ainda levou o Bérrio!

https://m.facebook.com/159252640762594/posts/2376393825715120/?app=fbl
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Maio 08, 2019, 07:52:30 am
https://mobile.twitter.com/seawaves_mag/status/1125814423623557120

Lá ficamos sem 40% da MdG, de superfície, a classe BD deu de FROSK, digo FOST.  :mrgreen:

Abraços

E ainda levou o Bérrio!

https://m.facebook.com/159252640762594/posts/2376393825715120/?app=fbl


Isso é que é uma excelente Noticia, os Bifes devem querer o Bérrio para o colocar num museu e vão-nos dar em troca o Wave Ruler.  :G-beer2: ;)

Abraços
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Maio 30, 2019, 11:26:49 pm
Alguém sabe se na Madeira continuam a operar os Tejo ou já são enviados os NPO?

É que nas fotos do exercício SOFEC que está a decorrer na Madeira aparece um NPO e pergunto-me se este navio fará parte do dispositivo naval normal ou se foi enviado para lá por causa do exercício.

(https://sofec.pt/_files/200000326-e2845e37c2/Sofec_28_003.jpg)
(https://sofec.pt/_files/200000329-daadddba6a/Sofec_28_007.jpg)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Cabeça de Martelo em Maio 31, 2019, 10:24:59 am
É um NPO sim senhor.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: LM em Maio 31, 2019, 11:29:47 am
Alguém sabe se na Madeira continuam a operar os Tejo ou já são enviados os NPO?

É que nas fotos do exercício SOFEC que está a decorrer na Madeira aparece um NPO e pergunto-me se este navio fará parte do dispositivo naval normal ou se foi enviado para lá por causa do exercício.

Mas o Tejo também esteve - o NPO é que deve estar lá apenas para exercício. 
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Maio 31, 2019, 12:59:45 pm
Sim LM :G-beer2:

Vi as fotos do dia de demonstração e parece estar lá um navio mais pequeno, deve ser um Tejo.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Crypter em Maio 31, 2019, 02:36:05 pm
Sim LM :G-beer2:

Vi as fotos do dia de demonstração e parece estar lá um navio mais pequeno, deve ser um Tejo.

Sim, estiveram os dois. o NPO que está lá é o Sines..
Citar
Numa demonstração no Porto Santo que envolveu um helicóptero Merlin e um avião de transporte C295 da Força Aérea, a placidez do Miradouro da Portela foi interrompida pela descida em rapel de uma equipa que veio simular o resgate de um refém de alto nível.

Sem sobressaltos, o refém foi içado para o helicóptero, enquanto na baía em frente à praia de Porto Santo lanchas de alta velocidade, o navio de patrulha oceânica Sines, o navio de patrulha costeira Tejo e duas largadas de para paraquedistas a partir de um C295 proporcionaram um espetáculo diferente aos poucos turistas a banhos na ilha.

Fonte: https://www.jornaldocentro.pt/online/regiao/militares-treinados-em-lamego-vao-ser-enviados-para-o-iraque/#
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Junho 05, 2019, 11:12:46 am
Vá lá que os traficantes vinham pouco armados e não foi preciso usar a arma principal no NRP Setúbal...  :mrgreen: :mrgreen:

Citar
A Marinha colaborou com a Polícia Judiciária, juntamente com a Força Aérea, na apreensão em pleno oceano Atlântico de uma embarcação que transportava mais de uma tonelada de cocaína, numa operação de combate ao tráfico transnacional de estupefacientes por via marítima.

Ao Centro de Operações Marítimas, ao Destacamento de Ações Especiais dos Fuzileiros e ao mais recente navio da Marinha, o NRP Setúbal, parabéns por mais uma missão cumprida. Estamos onde é preciso.

(https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/61688510_2425287834159052_9050905885622140928_n.jpg?_nc_cat=111&_nc_ht=scontent.flis5-1.fna&oh=fdd856bafa0009847aed0aa194344ba1&oe=5D530E1D)

=68.ARA3E3WbHOPiW4fEcjiPOvCwFCPXjjUxKQV-d97XM7teonl8dzw9rwb4CupvyklwGkWejlR3pnAmSNLJ1ESBzDVOJK5IKIq46qowEkdKDPzRGIPtaT5KPvaLMrnxYCUpwRDjQagQ3ZrjKCAz0mWAg0qC-0wOInodF5a7ETpJN2IiTK9Egx4HVIjY5Ud6ztdWMsSkXzgtTd0n_Z1NwuFYObOfW8QsupOt7wT_aSVXeDlxefA1qSzvzJCsKuKS8ayDIj7o890XAGntKaySVaKK8G5DVRA9yNOk2xu7TWYI0VXBVyiaR72IjUKH6Tu_LtXkNagdgTqDlwtbq_VUIrFmi7oSAw&__tn__=k*F&tn-str=k*F]https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/?__xts__[0]=68.ARA3E3WbHOPiW4fEcjiPOvCwFCPXjjUxKQV-d97XM7teonl8dzw9rwb4CupvyklwGkWejlR3pnAmSNLJ1ESBzDVOJK5IKIq46qowEkdKDPzRGIPtaT5KPvaLMrnxYCUpwRDjQagQ3ZrjKCAz0mWAg0qC-0wOInodF5a7ETpJN2IiTK9Egx4HVIjY5Ud6ztdWMsSkXzgtTd0n_Z1NwuFYObOfW8QsupOt7wT_aSVXeDlxefA1qSzvzJCsKuKS8ayDIj7o890XAGntKaySVaKK8G5DVRA9yNOk2xu7TWYI0VXBVyiaR72IjUKH6Tu_LtXkNagdgTqDlwtbq_VUIrFmi7oSAw&__tn__=k*F&tn-str=k*F (https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/?__xts__[0)

Cumprimentos
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: LM em Junho 05, 2019, 01:02:58 pm
Vá lá que os traficantes vinham pouco armados e não foi preciso usar a arma principal no NRP Setúbal...  :mrgreen: :mrgreen:

 :mrgreen:
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: zawevo em Junho 05, 2019, 03:35:08 pm
Qual quê! O NRP Setúbal é um navio fortemente desarmado.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Junho 05, 2019, 07:19:54 pm
Juntemos a esse chasso o rebocador apreendido recentemente e o cargueiro adornado e ficamos com mais 3 fragatas!
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Junho 24, 2019, 10:54:27 am
Target Drone.  :mrgreen: :mrgreen:

(https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/65018543_2460843483936820_1249823040615743488_n.jpg?_nc_cat=110&_nc_oc=AQnAdzefgdnbPJgu3P9ydMR1RtjvzQm0Wcmdxt0OGno6pZYn7dHXfSjUl7Uha8HryiYIsLZs7p7eeqZeylYrzV1A&_nc_ht=scontent.flis5-1.fna&oh=7b28008522ca72a7ab32e31b2cdb30fe&oe=5D861774)

=68.ARCxCNO1YLv8r9H6gyesD42wCUP5E6TnyhncCcQzx1H3utLplt0iG2Us6K9Sxkc8z1Un1c2m9ih4aQ-R0robFpEoAeuWyp1EFuN2ZyeHj9zd29mc9_QqfTpgI4kdFg8aatTwkKKYzZPCFfx_wNYkQhNmGFioZWt_mDHq2SgIUKWoxrUWljTbViOE744gnpenDN-YPQhoUMC_ezd6xIAtApsOB6HZHCedCTMYRyE1LwQvfjGSm7obXB8keG4GFEua7jhKjA-iZOcWSJS-F3IXctv056LT0tmPsOZRSkwu4kt3APDf6_AvL_SfcLhI51M9d4iB5-hYNWfLvsTRuubA7CUZGQ&__tn__=k*F&tn-str=k*F]https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/?__xts__[0]=68.ARCxCNO1YLv8r9H6gyesD42wCUP5E6TnyhncCcQzx1H3utLplt0iG2Us6K9Sxkc8z1Un1c2m9ih4aQ-R0robFpEoAeuWyp1EFuN2ZyeHj9zd29mc9_QqfTpgI4kdFg8aatTwkKKYzZPCFfx_wNYkQhNmGFioZWt_mDHq2SgIUKWoxrUWljTbViOE744gnpenDN-YPQhoUMC_ezd6xIAtApsOB6HZHCedCTMYRyE1LwQvfjGSm7obXB8keG4GFEua7jhKjA-iZOcWSJS-F3IXctv056LT0tmPsOZRSkwu4kt3APDf6_AvL_SfcLhI51M9d4iB5-hYNWfLvsTRuubA7CUZGQ&__tn__=k*F&tn-str=k*F (https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/?__xts__[0)

Saudações
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Charlie Jaguar em Junho 24, 2019, 11:15:40 am
Isso é no convés de voo do Setúbal? Para quê, praticar tiro de G3?  :mrgreen:

Ao menos algo com características aéreas opera do convés de voo de um NPO, muito bom.  :jok:
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Junho 24, 2019, 11:24:17 am
Isso é no convés de voo do Setúbal? Para quê, praticar tiro de G3?  :mrgreen:

Ao menos algo com características aéreas opera do convés de voo de um NPO, muito bom.  :jok:

G3 ou as 12,7mm montadas nas "asas da ponte". Na proa também existem dois canhões de água...  :mrgreen: :-P

(https://www.marinha.pt/pt/media-center/Noticias/Imagens%20Noticias/NAVIOS/NRP%20Set%C3%BAbal/stbal.jpg)

(https://radioaltominho.pt/wp-content/uploads/2018/12/setubal-1.jpg)

Saudações
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Turlu em Junho 24, 2019, 02:19:12 pm
Isso é no convés de voo do Setúbal? Para quê, praticar tiro de G3?  :mrgreen:

Ao menos algo com características aéreas opera do convés de voo de um NPO, muito bom.  :jok:

Possivelmente para servir de alvo para os navios (as Fragatas) que participam no Contex.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Charlie Jaguar em Junho 24, 2019, 03:11:51 pm
Isso é no convés de voo do Setúbal? Para quê, praticar tiro de G3?  :mrgreen:

Ao menos algo com características aéreas opera do convés de voo de um NPO, muito bom.  :jok:

Possivelmente para servir de alvo para os navios (as Fragatas) que participam no Contex.

Sim, eu sei.  ;)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Junho 24, 2019, 06:36:15 pm
Aquilo é um Kalybr disfarçado

Mas não digam a ninguém
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Junho 27, 2019, 06:53:25 pm
O pessoal na Marinha anda maluco, então não era só um míssil por ano?

Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: MATRA em Junho 27, 2019, 07:06:58 pm
Sei que já deve ter sido mais que respondido, mas de onde vem a cor "verde" da nossa Marinha?
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: NVF em Junho 27, 2019, 09:10:07 pm
Mais vale ir disparando uns quantos de quando em vez do que deixá-los expirarem de prazo.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lusitaniae em Junho 27, 2019, 09:55:56 pm
Navios da Federação Russa seguem exercício da Marinha Portuguesa

O Centro de Operações Marítimas (COMAR), em articulação com as Forças Navais e a Força Aérea Portuguesa que participam no exercício CONTEX–PHIBEX 19, acompanha a passagem de dois navios da marinha russa, ao largo da costa nacional.

A corveta Vasily Bykov e o navio auxiliar Spasatel Demidov encontram-se em águas nacionais em trânsito para norte, tendo-se aproximado, na manhã de ontem, da área onde se desenvolve o exercício CONTEX-PHIBEX.

A Marinha continuará, na prossecução da sua missão de vigilância dos espaços marítimos sob soberania ou jurisdição nacional, a acompanhar a passagem destes navios.

(https://i.ibb.co/mBjV8sx/Vasily-Bykov.jpg) (https://ibb.co/b30MJhf)

Foto : Marinha Portuguesa
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: dc em Junho 27, 2019, 11:32:31 pm
Quanto muito terá sido para tentar monitorizar/avaliar um dos Tridente. É o único meio da MP que seria capaz de infligir danos à frota russa, porque de resto...  ::)
Com isto levanto a questão, nestas situações, com potencial movimentação hostil por parte de navios russos, os P-3 e ou F-16 saem equipados para um ataque real às ditas embarcações caso surgisse a necessidade de retaliar?

O pessoal na Marinha anda maluco, então não era só um míssil por ano?


O vídeo não se encontra disponível. O lançamento tratou-se de que mísseis? Sea Sparrow ou também Harpoon(duvido)?
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Junho 28, 2019, 12:14:16 am
Já estava a ver que tinha sido censurado lol. No youtube diz-me que este video foi "estreia" mas que em breve voltará a estar disponível. Espero que sim pois eu gostava de o voltar a ver.

Os misseis disparados foram Sea Sparrow.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Junho 28, 2019, 12:23:22 am
Quanto muito terá sido para tentar monitorizar/avaliar um dos Tridente. É o único meio da MP que seria capaz de infligir danos à frota russa, porque de resto...  ::)

Em relação a meios portugueses é verdade, mas estão envolvidos meios de outros países, França, Espanha, Itália, um P-8 dos EUA...

Citar
Com isto levanto a questão, nestas situações, com potencial movimentação hostil por parte de navios russos, os P-3 e ou F-16 saem equipados para um ataque real às ditas embarcações caso surgisse a necessidade de retaliar?

Penso que uma "potencial movimentação hostil", não é razão para retaliação imediata, mas um aviso e demonstração de força sim.
Neste caso da corveta, era colocar no seu horizonte duas Fragatas com Harpoons, fazer alguns voos de F-16 e P-3 lá por cima, para ver se entende a mensagem. O Tridente estaria escondidinho debaixo de água (tipo ás de trunfo), para o caso das coisas correrem mesmo mal e seja preciso enfiar uns black sharks no barquinho.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Junho 28, 2019, 10:27:46 am
Vocês andam é a ver muitos filmes
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: asalves em Junho 28, 2019, 11:41:28 am
Quanto muito terá sido para tentar monitorizar/avaliar um dos Tridente. É o único meio da MP que seria capaz de infligir danos à frota russa, porque de resto...  ::)

Em relação a meios portugueses é verdade, mas estão envolvidos meios de outros países, França, Espanha, Itália, um P-8 dos EUA...

Citar
Com isto levanto a questão, nestas situações, com potencial movimentação hostil por parte de navios russos, os P-3 e ou F-16 saem equipados para um ataque real às ditas embarcações caso surgisse a necessidade de retaliar?

Penso que uma "potencial movimentação hostil", não é razão para retaliação imediata, mas um aviso e demonstração de força sim.
Neste caso da corveta, era colocar no seu horizonte duas Fragatas com Harpoons, fazer alguns voos de F-16 e P-3 lá por cima, para ver se entende a mensagem. O Tridente estaria escondidinho debaixo de água (tipo ás de trunfo), para o caso das coisas correrem mesmo mal e seja preciso enfiar uns black sharks no barquinho.

para que? para recolherem as assinaturas de radares e as assinaturas "sonoras" dos navios e submarino? é deixa-los irem à vidinha
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: asalves em Junho 28, 2019, 11:42:41 am
Navios da Federação Russa seguem exercício da Marinha Portuguesa

O Centro de Operações Marítimas (COMAR), em articulação com as Forças Navais e a Força Aérea Portuguesa que participam no exercício CONTEX–PHIBEX 19, acompanha a passagem de dois navios da marinha russa, ao largo da costa nacional.

A corveta Vasily Bykov e o navio auxiliar Spasatel Demidov encontram-se em águas nacionais em trânsito para norte, tendo-se aproximado, na manhã de ontem, da área onde se desenvolve o exercício CONTEX-PHIBEX.

A Marinha continuará, na prossecução da sua missão de vigilância dos espaços marítimos sob soberania ou jurisdição nacional, a acompanhar a passagem destes navios.

(https://i.ibb.co/mBjV8sx/Vasily-Bykov.jpg) (https://ibb.co/b30MJhf)

Foto : Marinha Portuguesa

Mas afinal quem é que segue quem? O titulo induz uma coisa e a noticia descreve outra.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Charlie Jaguar em Junho 28, 2019, 11:48:10 am
Três Sea Sparrow lançados depois de mais de 10 anos sem disparos reais, e a Bacamarte ao fundo.  :'(

Citar
10 anos depois, a Marinha voltou a lançar mísseis para, se chegar a hora,"combater tal como se treina"
28 jun 2019 07:59

Cerca de 1700 militares estão envolvidos no CONTEX-PHIBEX, o maior exercício naval multinacional dos últimos dois anos organizado pela Marinha Portuguesa e que conta também com as marinhas de Espanha, França, Itália e Estados Unidos da América, que começou já no dia 17 de junho – a fase de mar arrancou dois dias depois – e só termina hoje.

Na segunda-feira, o dia começou cedo, pelas 06:00, e o “prato forte” foi o disparo de mísseis `sea sparrow´ – três, no total, divididos em dois exercícios -, movimentações que foram acompanhadas de perto pelo Chefe do Estado-Maior da Armada (CEMA), almirante Mendes Calado, e pelo Comandante naval, vice-almirante Gouveia e Melo.

“A Marinha não disparava mísseis `sea sparrow´ há mais de 10 anos e hoje [segunda-feira passada] disparámos três mísseis, com sucesso. Utilizámos os nossos sistemas de armas com a tranquilidade que eu admiro e que aprecio. Estou satisfeito com aquilo que vi na força naval e penso que a Marinha estará pronta para as missões que são esperadas no futuro próximo”, disse aos jornalistas o CEMA, visivelmente satisfeito, no final dia, a bordo da fragata Corte-Real, navio que comanda a Força Naval Europeia (EUROMARFOR) durante o exercício.

Antes do “epicentro” da ação estar na Corte-Real, foi a fragata Álvares Cabral que concentrou todas as atenções para o lançamento matinal de um míssil e, depois, de diversos tiros da peça de artilharia de 100 mm que tinha como alvo um antigo navio da Marinha, o Bacamarte.

“Hit”, ouviu-se pelos altifalantes na asa da ponte da fragata, depois do disparo do míssil, antecedido da devida contagem decrescente – tal como se vê nos filmes - quando os olhos do CEMA e de todos os presentes estavam no Bacamarte, que depois de atingido repousa agora no fundo das águas do Atlântico, tendo sido devidamente preparado para o afundamento.

“Nós estamos em modo treino, mas nós treinamos como combatemos para um dia combater como treinamos, ou seja, para que tudo seja fácil no dia em que tivermos de agir em termos reais”, explicou aos jornalistas, no final desta parte do exercício, o comandante naval.

A importância do exercício, segundo Gouveia e Melo, “tem a ver com o treino e com a certeza das capacidades” da força naval porque quando estas capacidades não são usadas nem empregadas nunca se sabe se vão ou não falhar, caso um dia sejam necessárias.

“O país não espera, com todos estes investimentos que faz na Marinha, que a Marinha falhe num momento em que mais necessita disso”, justificou.

Depois do almoço e dos necessários transbordos usando semirrígidos entre as fragatas, da Corte-Real voltou a assistir-se ao lançamento de dois mísseis, cujos alvos eram drones, de cor laranja, que simularam “perfis de aeronaves em ataque aos navios de superfície” e que pretendiam dificultar, e muito, a vida à força naval.

Não foi possível avistar o cruzamento entre mísseis e drones – o tempo e as nuvens não ajudaram -, mas a Marinha garantiu o sucesso da operação uma vez que se os drones tivessem a dimensão de uma aeronave teriam sido atingidos.

Ao final do dia, e já depois do regresso ao recente navio-patrulha oceânico Setúbal – que serviu de quartel-general e “casa” aos jornalistas que acompanharam este exercício – foi possível ver um dos drones a ser recuperado, enquanto um segundo estava ainda em parte incerta.

Questionado sobre o porquê da Marinha Portuguesa ter ficado tanto tempo sem fazer treinos com mísseis, o CEMA justificou com “questões de oportunidade e questões de prestação de treino em áreas não combatentes em que a Marinha se viu envolvida”.

“Daí que estamos neste momento no esforço de recuperar essa capacidade de combate no sentido de ganharmos novas perícias e novas competências no sentido de aprontarmos agora a nossa força para novas exigências que se possam vir a colocar no futuro”, antecipou, prevendo-se assim que não passe outra década sem que a Marinha Portuguesa volte a lançar mísseis.

https://24.sapo.pt/atualidade/artigos/10-anos-depois-a-marinha-voltou-a-lancar-misseis-para-se-chegar-a-horacombater-tal-como-se-treina
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Junho 28, 2019, 11:50:29 am
Também não fazia ideia que à 10 anos que não disparavam.

O vídeo já está disponível, já corrigi os links.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: asalves em Junho 28, 2019, 12:10:24 pm
Também não fazia ideia que à 10 anos que não disparavam.

O vídeo já está disponível, já corrigi os links.

Ou seja, houve provavelmente marinheiros da especialidade de armas que nunca disparou um míssil.  :bang:

Citar
Questionado sobre o porquê da Marinha Portuguesa ter ficado tanto tempo sem fazer treinos com mísseis, o CEMA justificou com “questões de oportunidade e questões de prestação de treino em áreas não combatentes em que a Marinha se viu envolvida”.

Mas para mim esta foi a mais forte, então a marinha todos os anos faz exercícios e nunca tiveram oportunidade de lançar um míssil?

Não era mais simples dizer que custa dinheiro e não o há para lançar misseis em modo de treino? E que aproveitaram estes que deviam estar a acabar a data de validade?
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: asalves em Junho 28, 2019, 12:19:08 pm
Também não fazia ideia que à 10 anos que não disparavam.

O vídeo já está disponível, já corrigi os links.

Os misseis falharam o drone de propósito ou  ...

É que na noticia referem que é por o drone ser muito pequeno, mas no vídeo parece que o míssil passa muito ao largo do drone.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: dc em Junho 28, 2019, 02:04:56 pm
Nunca iriam lançar Harpoons, estes são muito caros.  :mrgreen:

Mas para mim esta foi a mais forte, então a marinha todos os anos faz exercícios e nunca tiveram oportunidade de lançar um míssil?

Não era mais simples dizer que custa dinheiro e não o há para lançar misseis em modo de treino? E que aproveitaram estes que deviam estar a acabar a data de validade?


É claramente por falta de dinheiro, se não for para os mísseis, será para os alvos aéreos.
Quanto muito é como disse, foi só para aproveitar já que a validade dos mísseis estava perto do fim... e para fazer espaço nos paióis para os futuros ESSM das BD.  ::)

Os misseis falharam o drone de propósito ou  ...

É que na noticia referem que é por o drone ser muito pequeno, mas no vídeo parece que o míssil passa muito ao largo do drone.

Deve ser para tentarem fazer como o Exército na substituição dos M-60... foi preciso um avariar para se lembrarem de os substituir.

Mas essa desculpa de o míssil falhar por o alvo ser pequeno... então se o drone é do tamanho de um míssil anti-navio, provavelmente mais lento até... os Sea Sparrow são usados para atingir o quê? Bombardeiros? Realisticamente falando, dificilmente seriam alguma vez utilizados contra uma aeronave, já que quase todos, senão todos, os mísseis anti-navio no mercado têm alcances muito superiores ao dos SS... Isto só mostra, mais uma vez, a obsolescência das fragatas, e faz lembrar aquele exercício em que todos ou quase todos os mísseis do Chaparral falharam os alvos há uns anos...
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Major Alvega em Junho 28, 2019, 02:53:29 pm
 Vi o vídeo há pouco e tudo aquilo é uma autêntica palhaçada de A a Z. Ele é o Sea Sparrow obsoleto que ninguém da NATO já usa aquilo há muito. Ele é o 100mm  que só nós e os bulgaros é que temos aquilo. As fragatas com tecnologia da década de 80 do século passado.

O mais ridículo é ver um daqueles "arrastões" ridículos fabricados em Viana do Castelo, atrás da Meko, a imitar uma fragata. Ahahahahah    :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:

Isto é mesmo um manicómio.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: asalves em Junho 28, 2019, 03:39:36 pm
Vi o vídeo há pouco e tudo aquilo é uma autêntica palhaçada de A a Z. Ele é o Sea Sparrow obsoleto que ninguém da NATO já usa aquilo há muito. Ele é o 100mm  que só nós e os bulgaros é que temos aquilo. As fragatas com tecnologia da década de 80 do século passado.

O mais ridículo é ver um daqueles "arrastões" ridículos fabricados em Viana do Castelo, atrás da Meko, a imitar uma fragata. Ahahahahah    :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:

Isto é mesmo um manicómio.

Talvez é por ser uma encenação para os media , mas achei estranho é o tempo que leva desde o "alerta" até efetivamente o míssil ser lançado. Se aquilo é suposto ser anti-aéreo e anti-míssil não era suposto ter um tempo de reação menor?

É que nos dias de hoje no máximo para uma ameaça de míssil temos um tempo de reação de que 30 seg a 1 minuto e meio?

Quem percebe disto corrijam-me se estou enganado sff
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: dc em Junho 28, 2019, 04:21:26 pm
Deviam levar os ministros num iate para as redondezas... depois lançava-se um Harpoon que "acidentalmente" e por obsolescência dos meios, atingia o dito iate... Depois lá se ia a correr assinar um contrato para fragatas novas.  ::)

Vá, para não ser mau, lançava-se uma versão do míssil sem ogiva, só para "atropelar" o iate.  :mrgreen:

Falando a sério, se este míssil não é capaz de interceptar um drone, como seria capaz de interceptar um míssil subsónico stealth como um NSM? Eu já nem falo nos mísseis hipersónicos...
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: NVF em Junho 28, 2019, 05:29:23 pm
Vi o vídeo há pouco e tudo aquilo é uma autêntica palhaçada de A a Z. Ele é o Sea Sparrow obsoleto que ninguém da NATO já usa aquilo há muito. Ele é o 100mm  que só nós e os bulgaros é que temos aquilo. As fragatas com tecnologia da década de 80 do século passado.

O mais ridículo é ver um daqueles "arrastões" ridículos fabricados em Viana do Castelo, atrás da Meko, a imitar uma fragata. Ahahahahah    :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:

Isto é mesmo um manicómio.

És mesmo mauzinho. O SS ainda é utilizado pela Alemanha (por pouco tempo), Bélgica, Bulgária, Grécia, Japão e Turquia. A Argentina, Bulgária, França, Marrocos, Taiwan e Uruguay ainda utilizam a CADAM 100mm. Mas que é uma grande palhaçada, sem dúvida!
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Major Alvega em Junho 28, 2019, 07:52:49 pm
Vi o vídeo há pouco e tudo aquilo é uma autêntica palhaçada de A a Z. Ele é o Sea Sparrow obsoleto que ninguém da NATO já usa aquilo há muito. Ele é o 100mm  que só nós e os bulgaros é que temos aquilo. As fragatas com tecnologia da década de 80 do século passado.

O mais ridículo é ver um daqueles "arrastões" ridículos fabricados em Viana do Castelo, atrás da Meko, a imitar uma fragata. Ahahahahah    :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:

Isto é mesmo um manicómio.

És mesmo mauzinho. O SS ainda é utilizado pela Alemanha (por pouco tempo), Bélgica, Bulgária, Grécia, Japão e Turquia. A Argentina, Bulgária, França, Marrocos, Taiwan e Uruguay ainda utilizam a CADAM 100mm. Mas que é uma grande palhaçada, sem dúvida!

Eu falei no âmbito NATO e aliados, espaço militar onde nos pertencemos e onde logicamente deve ser medida a nossa bitola. Vamos por partes e vais ver que eu estou a ser justo na minha análise:

Sea Sparrow 
- a Belgica ainda usa, mas é titulo puramente transitório. Querias que usassem ESSMs quando vão abater aquelas fragatas M daqui a 3 anos? Ou que "enchuriçacem" os Mk. 27 com o ESSM ? Os tipos não são fazem tuguíces.
- O Japão e a Turquia usam nos navios mais antigos. E não o usam como míssil principal. Não me importava de ter Sea Sparrows nas meko e M desde que tivessemos outros navios modernos e da actual geração. Na Alemanha é só nas Bremen que estão a ser abatidas. Apesar de serem mais antigas que as VdG, já foram modernizadas a sério e são navios de longe muito mais capazes que as nossas Meko.
- A Grécia só usa os SS nas Eli que são as antecessoras das M. Que não têm qualquer valor naval ou militar. Nas MEKO já usam ESSM's há muito tempo. Coisa que nós só temos de paleio, quando almirantado indígena quando dá entrevistas à Janes's.

100mm voltamos à mesma "estória": Argentina (a congénere lusa do hemisfério sul), Uruguai?? O que é isso? Têm marinhas?
Esqueceste foi de dizer que a França só tem isso nos navios mais antigos e que as Lafayettes foranm as últimas a instalar esse calibre há mais de vinte anos. E que vão começar a ser abatidas daqui a 3 anos. E que ainda no séc. passado o calibre da marinha francesa é o 76mm.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: FoxTroop em Junho 28, 2019, 09:46:29 pm
Estas duas ultimas páginas deste tópico fizeram recordar-me porque razão raramente cá venho e muito menos escrevo algo. Aliás nem vale de nada. Enquanto não se entender que o que se passa nas FA é um sintoma de algo muito mais profundo e que, infelizmente, é transversal à maioria das nações ocidentais (sim com os EUA também), debater seja o que for é desperdiçar tempo, pura e simplesmente.

Depois, é só pseudo-especialistas que devem conhecer a fundo a nossa metodologia de treino e como as nossas congeneres treinam. Aliás eles vêm cá treinar connosco apenas para se rirem e as nossas fragatas ainda vão fazendo de "nau capitanea" na NATO porque eles são bonzinhos e é por caridade.

Temos inumeros problemas que vão desde a obselescencia de meios, passando pela falta de pessoal e a crónica sub-orçamentação da Defesa, mas leiam, leiam com olhos de ler e entender, e vejam bem o que foi escrito especialmente nestas ultimas duas páginas e se reveêm nisso.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Junho 29, 2019, 07:07:47 pm
Três Sea Sparrow lançados depois de mais de 10 anos sem disparos reais, e a Bacamarte ao fundo.  :'(

Citar
10 anos depois, a Marinha voltou a lançar mísseis para, se chegar a hora,"combater tal como se treina"
28 jun 2019 07:59

Cerca de 1700 militares estão envolvidos no CONTEX-PHIBEX, o maior exercício naval multinacional dos últimos dois anos organizado pela Marinha Portuguesa e que conta também com as marinhas de Espanha, França, Itália e Estados Unidos da América, que começou já no dia 17 de junho – a fase de mar arrancou dois dias depois – e só termina hoje.

Na segunda-feira, o dia começou cedo, pelas 06:00, e o “prato forte” foi o disparo de mísseis `sea sparrow´ – três, no total, divididos em dois exercícios -, movimentações que foram acompanhadas de perto pelo Chefe do Estado-Maior da Armada (CEMA), almirante Mendes Calado, e pelo Comandante naval, vice-almirante Gouveia e Melo.

“A Marinha não disparava mísseis `sea sparrow´ há mais de 10 anos e hoje [segunda-feira passada] disparámos três mísseis, com sucesso. Utilizámos os nossos sistemas de armas com a tranquilidade que eu admiro e que aprecio. Estou satisfeito com aquilo que vi na força naval e penso que a Marinha estará pronta para as missões que são esperadas no futuro próximo”, disse aos jornalistas o CEMA, visivelmente satisfeito, no final dia, a bordo da fragata Corte-Real, navio que comanda a Força Naval Europeia (EUROMARFOR) durante o exercício.

Antes do “epicentro” da ação estar na Corte-Real, foi a fragata Álvares Cabral que concentrou todas as atenções para o lançamento matinal de um míssil e, depois, de diversos tiros da peça de artilharia de 100 mm que tinha como alvo um antigo navio da Marinha, o Bacamarte.

“Hit”, ouviu-se pelos altifalantes na asa da ponte da fragata, depois do disparo do míssil, antecedido da devida contagem decrescente – tal como se vê nos filmes - quando os olhos do CEMA e de todos os presentes estavam no Bacamarte, que depois de atingido repousa agora no fundo das águas do Atlântico, tendo sido devidamente preparado para o afundamento.

“Nós estamos em modo treino, mas nós treinamos como combatemos para um dia combater como treinamos, ou seja, para que tudo seja fácil no dia em que tivermos de agir em termos reais”, explicou aos jornalistas, no final desta parte do exercício, o comandante naval.

A importância do exercício, segundo Gouveia e Melo, “tem a ver com o treino e com a certeza das capacidades” da força naval porque quando estas capacidades não são usadas nem empregadas nunca se sabe se vão ou não falhar, caso um dia sejam necessárias.

“O país não espera, com todos estes investimentos que faz na Marinha, que a Marinha falhe num momento em que mais necessita disso”, justificou.

Depois do almoço e dos necessários transbordos usando semirrígidos entre as fragatas, da Corte-Real voltou a assistir-se ao lançamento de dois mísseis, cujos alvos eram drones, de cor laranja, que simularam “perfis de aeronaves em ataque aos navios de superfície” e que pretendiam dificultar, e muito, a vida à força naval.

Não foi possível avistar o cruzamento entre mísseis e drones – o tempo e as nuvens não ajudaram -, mas a Marinha garantiu o sucesso da operação uma vez que se os drones tivessem a dimensão de uma aeronave teriam sido atingidos.

Ao final do dia, e já depois do regresso ao recente navio-patrulha oceânico Setúbal – que serviu de quartel-general e “casa” aos jornalistas que acompanharam este exercício – foi possível ver um dos drones a ser recuperado, enquanto um segundo estava ainda em parte incerta.

Questionado sobre o porquê da Marinha Portuguesa ter ficado tanto tempo sem fazer treinos com mísseis, o CEMA justificou com “questões de oportunidade e questões de prestação de treino em áreas não combatentes em que a Marinha se viu envolvida”.

“Daí que estamos neste momento no esforço de recuperar essa capacidade de combate no sentido de ganharmos novas perícias e novas competências no sentido de aprontarmos agora a nossa força para novas exigências que se possam vir a colocar no futuro”, antecipou, prevendo-se assim que não passe outra década sem que a Marinha Portuguesa volte a lançar mísseis.

https://24.sapo.pt/atualidade/artigos/10-anos-depois-a-marinha-voltou-a-lancar-misseis-para-se-chegar-a-horacombater-tal-como-se-treina

Lamentável é o estado operacional a que chegaram as nossas FFAA.
Então uma MdG de uma Nação membro da NATO e, que possui cinco Fragatas como Únicos Navios de combate de superfície em dez anos faz somente três disparos de misseis ???
Nem sequer um por navio ???
Mas, anualmente fazem-se exercícios para testar as capacidades operacionais da Marinha, e, sobre os quais os responsáveis da Armada e da Tutela botam discursos apregoando as capacidades bélicas dos nossos Navios de combate da Armada como são eficientes e possuem guarnições altamente treinadas e apenas se dispararam três misseis em dez anos ?????
Mas que treinos são estes que com apenas três misseis disparados em dez anos conduzem a uma elevada operacionalidade dos poucos navios de combate que possuímos ??
A Fragata que disparou os misseis tinha a bordo as guarnições das restantes fragatas ????

Os Responsáveis por este estado operacional da Armada só podem mesmo estar a gozar com o Zé Povinho e a sua Ignorância no que diz respeito aos assuntos da Defesa nacional, quando afirmam que a Armada possui navios de combate eficazes e com guarnições altamente treinadas !   

Quantos sub-harpoons os dois 214 que possuimos dispararam desde que foram adquiridos ??
Nenhum que eu saiba, e quanto aos torpedos que utilizamos no nosso arsenal e que carregam, os BlackShark, penso que nem uma dezena chegaram a ser utilizados em treino !

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/923/MMMdCs.jpg) (https://imageshack.com/i/pnMMMdCsj)

E dizem os responsáveis que “Nós estamos em modo treino, mas nós treinamos como combatemos para um dia combater como treinamos, ou seja, para que tudo seja fácil no dia em que tivermos de agir em termos reais”, explicou aos jornalistas, no final desta parte do exercício, o comandante naval.
Mas que bela prosápia, eles usam, que miséria Franciscana e palhaçada esta, disparados três Misseis em dez anos, que mais será preciso dizer, NADA !!!

Abraços
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Junho 29, 2019, 07:18:31 pm
Estas duas ultimas páginas deste tópico fizeram recordar-me porque razão raramente cá venho e muito menos escrevo algo. Aliás nem vale de nada. Enquanto não se entender que o que se passa nas FA é um sintoma de algo muito mais profundo e que, infelizmente, é transversal à maioria das nações ocidentais (sim com os EUA também), debater seja o que for é desperdiçar tempo, pura e simplesmente.

Depois, é só pseudo-especialistas que devem conhecer a fundo a nossa metodologia de treino e como as nossas congeneres treinam. Aliás eles vêm cá treinar connosco apenas para se rirem e as nossas fragatas ainda vão fazendo de "nau capitanea" na NATO porque eles são bonzinhos e é por caridade.

Temos inumeros problemas que vão desde a obselescencia de meios, passando pela falta de pessoal e a crónica sub-orçamentação da Defesa, mas leiam, leiam com olhos de ler e entender, e vejam bem o que foi escrito especialmente nestas ultimas duas páginas e se reveêm nisso.

Completamente de acordo !!

Abraços
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Junho 30, 2019, 06:50:36 pm
Sem comentários.

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/921/Ogaw0T.jpg) (https://imageshack.com/i/plOgaw0Tj)

https://twitter.com/Defence360/status/1144683872346656769

Abraços
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Junho 30, 2019, 10:11:01 pm
Não conheço os detalhes das fragatas, mas de certeza que é possível treinar todos os procedimentos de detectar alvo e disparar míssil sem realmente disparar.

Claro que num exercício de grande envergadura, podermos fazer todos os procedimentos que já treinamos vezes e vezes sem conta e realmente disparar um míssil contra um alvo real deve dar um sabor diferente de o fazer virtualmente.

Os F-16 também treinam todos os dias e não andam a disparar mísseis uns nos outros.

Mas 10 anos é demais, devia ser anual, aqueles mísseis já deviam ter teias de aranha.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Julho 01, 2019, 10:20:35 am
Sem comentários.

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/921/Ogaw0T.jpg) (https://imageshack.com/i/plOgaw0Tj)

https://twitter.com/Defence360/status/1144683872346656769

Abraços

É emoldurar porque durante os próximos 10 anos não se vai voltar a ver
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Julho 01, 2019, 11:06:16 am
Sem comentários.

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/921/Ogaw0T.jpg) (https://imageshack.com/i/plOgaw0Tj)

https://twitter.com/Defence360/status/1144683872346656769

Abraços

É emoldurar porque durante os próximos 10 anos não se vai voltar a ver

P44, se daqui a dez anos virmos foto igual, no mínimo significará que as VdG terão quarenta anos de serviço. ;)

Abraços
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: NVF em Julho 01, 2019, 05:05:22 pm
Daqui a 10 anos, os mísseis ja devem ter expirado de prazo, dizem que efectuaram uns disparos e colocam esta fotografia para ilustrar a notícia. E tudo isto é possível e continuará a ser possível porque já ninguém liga.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: dc em Julho 01, 2019, 05:11:45 pm
(https://c8.alamy.com/comp/HFTMT6/bow-on-view-of-the-us-navy-usn-arleigh-burke-class-flight-i-guided-HFTMT6.jpg)

Daqui a 10 anos vai ser assim.  :mrgreen:
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: tenente em Julho 01, 2019, 05:32:12 pm
(https://c8.alamy.com/comp/HFTMT6/bow-on-view-of-the-us-navy-usn-arleigh-burke-class-flight-i-guided-HFTMT6.jpg)

Daqui a 10 anos vai ser assim.  :mrgreen:

no mínimo, no mínimo !!!! :mrgreen:
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: dc em Julho 01, 2019, 11:49:51 pm
Sejamos sinceros... mesmo com os custos de operação deste navio da foto, mais a tripulação enorme, seriam ou não seriam uma dádiva 4 meninos destes na MP? Flight III então... passávamos do zero naval para uma micro-potência naval, se lhes juntássemos o terceiro Tridente.  :mrgreen:
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Julho 02, 2019, 10:09:58 am
Sem comentários.

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/921/Ogaw0T.jpg) (https://imageshack.com/i/plOgaw0Tj)

https://twitter.com/Defence360/status/1144683872346656769

Abraços

É emoldurar porque durante os próximos 10 anos não se vai voltar a ver

P44, se daqui a dez anos virmos foto igual, no mínimo significará que as VdG terão quarenta anos de serviço. ;)

Abraços

Nunca tal aconteceu  c56x1 ::)
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Cabeça de Martelo em Julho 05, 2019, 02:16:50 pm
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Crypter em Julho 05, 2019, 03:25:18 pm
00:47 que aeronave é aquela?
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: mafets em Julho 05, 2019, 03:56:35 pm
00:47 que aeronave é aquela?

https://newatlas.com/piaggio-maiden-flight-p1hh-hammerhead-uas/36262/ (https://newatlas.com/piaggio-maiden-flight-p1hh-hammerhead-uas/36262/)

(https://img.newatlas.com/piaggio-hammerhead.jpg?auto=format%2Ccompress&fit=max&q=60&w=1000&s=be6caac8b23d69e9e49f03474e68f77f)

(https://www.ainonline.com/sites/default/files/styles/ain30_fullwidth_large_2x/public/uploads/2013/06/927-5dwm9610.jpg?itok=XrCfnRXr&timestamp=1371582754)

Saudações

Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lusitaniae em Julho 19, 2019, 01:02:34 am
Pela primeira vez em mais de 10 anos, a Marinha disparou mísseis reais https://tvi24.iol.pt/videos/sociedade/pela-primeira-vez-em-mais-de-10-anos-a-marinha-disparou-misseis-reais/5d30a8d20cf2918a36668f8e via @tvi24pt
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: P44 em Julho 19, 2019, 10:40:42 am
Pota da loucura...
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Agosto 01, 2019, 09:01:02 pm
Navio patrulha “Figueira da Foz” rumo ao Mediterrâneo para controlo da migração irregular
https://www.emgfa.pt/pt/noticias/1410

Saiu hoje, dia 30 de julho, da Base Naval de Lisboa, o navio patrulha oceânico “Figueira da Foz”, da Marinha Portuguesa, para integrar a missão FRONTEX INDALO 19.

Esta missão tem como objetivo colaborar com a Agência Europeia de Fronteiras e Guarda Costeira – FRONTEX, na redução e controlo do fluxo de migração irregular e crime organizado internacional, em direção às fronteiras externas da União Europeia.

Durante a missão o navio irá patrulhar a área compreendida entre o estreito de Gibraltar e Cartagena e terá a bordo, integrados na missão, dois elementos do Serviços de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) e um elemento da Guarda Civil Espanhola, perfazendo um total de 58 operacionais envolvidos nesta missão.
Título: Re: Actividade Operacional/Exercícios
Enviado por: Lightning em Agosto 01, 2019, 09:10:08 pm
Fragata “D. Francisco de Almeida” parte esta quinta-feira para missão da NATO no Atlântico e Mediterrâneo
https://www.emgfa.pt/pt/noticias/1409

A fragata “D. Francisco de Almeida”, da Marinha Portuguesa, parte na próxima quinta-feira, dia 1 de agosto, para uma missão da NATO no Atlântico e Mediterrâneo, onde integrará o “Standing Nato Maritime Group 1 (SNMG1)”, até ao próximo dia 12 de novembro.

O navio português vai contribuir para a satisfação dos compromissos internacionais assumidos por Portugal, no quadro da Aliança Atlântica. Durante esta missão, a fragata integrará o “2nd Carrier Strike Group” ​da Marinha dos Estados Unidos e participará num exercício internacional no Canadá, no exercício de certificação da “High Readiness Force Maritime” e num exercício NATO de Guerra Eletrónica e defesa anti-míssil.

Durante o processo de aprontamento operacional para a SNMG1, que decorreu entre 9 de maio e 13 de junho de 2019, no Reino Unido, a fragata “D. Francisco de Almeida” foi submetida a um exigente período de treino, designado “Operational Sea Training (OST)”, no que pode ser considerado como o centro de treino de excelência das marinhas mundiais.

A função primária dos SNMG é dotar a NATO de uma capacidade naval permanente e de disponibilidade imediata para conduzir operações no âmbito da NRF (“NATO Response Force”) e não-NRF, bem como outras atividades, para intervenção num largo espectro de operações militares.

A fragata “D. Francisco de Almeida” é comandado pelo capitão-de-fragata Ricardo José Gomes da Silva Inácio e possui uma guarnição de 174 militares, incluindo duas equipas do pelotão de abordagem do Corpo de Fuzileiros e uma equipa de mergulhadores-sapadores.