ForumDefesa.com

Forças Armadas e Sistemas de Armas => Força Aérea Portuguesa => Tópico iniciado por: psaa em Setembro 27, 2012, 09:27:30 pm

Título: F-16 ex-FAP
Enviado por: psaa em Setembro 27, 2012, 09:27:30 pm
Romênia compra 12 caças F-16 de Portugal por US$ 600 milhões


A Focus Information Agency, com informações do site Libertas da Macedônia, informou em 25 de setembro a compra  pela Romênia de 12 caças F-16 usados de Portugal. A Romênia deverá pagar 600 milhões de dólares a Portugal ao longo de cinco anos.

A notícia, segundo o site, foi confirmada pelo Ministro da Defesa Corneliu Dobriţoiu. Ele disse que a Romênia vai fazer um pagamento de 70 milhões de euros no próximo ano. Ainda segundo a notícia divulgada, os aviões serão apresentados após o término do treinamento dos pilotos, em 2016.

FONTE: Focus Information Agency
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Miguel em Setembro 27, 2012, 10:03:36 pm
ficamos com 24/27 F16 MLU no maximo.

2 esquadras de 12 F16.

Muito pouco, apenas policiamento aereo.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: pchunter em Setembro 27, 2012, 11:58:01 pm
Resta saber para onde vai o dinheiro, orçamento do MD ou para tapar outros buracos?
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Cabeça de Martelo em Setembro 28, 2012, 11:11:14 am
12 F-16 por quanto? DÚVIDO!!!
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: raphael em Setembro 28, 2012, 01:55:26 pm
Citação de: "Cabeça de Martelo"
12 F-16 por quanto? DÚVIDO!!!

Na volta vão doá-los! definitivamente a ser vendidos, serão baratos...quando o forem vão baixar os custos de sustentação da frota!
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Setembro 28, 2012, 09:33:31 pm
Citação de: "Cabeça de Martelo"
12 F-16 por quanto? DÚVIDO!!!

O Tuga é pior que os ciganos, vamos dar uma golpada nos Romenos :twisted: , mas a verdade é que o F-16 MLU é uma aeronave valorizada, como foi modernizada tem um valor superior aos F-16 OCU que compramos novos nos anos 90.

Citar
quando o forem vão baixar os custos de sustentação da frota!

Penso que essa seja a parte que mais interesse à FAP, se a Força Aérea disser que com 28 aeronaves consegue manter as missões dos caças, os alertas, os treinos, as missões expedicionárias, etc, reduz os custos de manutenção de aeronaves ao diminuir o nº de aviões na frota.

Acho preferivel vender 10 F-16, encaixar algum dinheiro, e ter 28 F-16 operacionais, do que, tentar ter 39 F-16, penso que com o passar do tempo, devido a reduções orçamentais alguns F-16 teriam que começar a ficar encostados e iamos ficar na mesma com 28 F-16, ou um numero por ai perto, deste modo ao menos entra dinheiro.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: PereiraMarques em Setembro 28, 2012, 11:42:23 pm
Se forem 38 milhões de euros por avião e se forem os 12 do Peace Atlantis II é um grande negócio! Realmente é a enganar os romenos à força toda!
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Setembro 29, 2012, 01:21:13 am
Eu não sei qual é o valor real de cada F-16 MLU, mas parece-me bom dinheiro.

Também me lembro de ver ou aqui ou num blog sobre aviação, talvez o passaro de ferro, que tinha os nºs de cauda dos F-16 que estavam previstos vender e tenho quase a certeza que eram todos PA2, o que é bem pensado do nosso ponto de vista, os PA1 foram construidos nos anos 90 e vieram novos para nós, os PA2 foram construidos nos anos 80 e vieram em 2ª mão, é como a história de comprar carros usados, é sempre um risco porque nunca sabemos bem como foi a utilização dele, por isso PA1 sempre estiveram na nossa mão, são mais recentes pois foram construidos cerca de 10 anos mais tarde, e não tiveram sei lá quantos anos a torrar no deserto como os PA2.
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Setembro 29, 2012, 12:38:16 pm
Esta noticia ainda não confirma nada, foi apenas uma declaração de intenção de querer os nossos F-16 por parte do ministro da defesa Romeno.
Como também aparece nas noticias, a Bulgária também está interessada.

Penso que seja boa noticia haver vários interessados, dá margem para negociar bem maior do que se fosse só um interessado.
Também me lembro de ler (não sei em que jornal), que iamos dar apoio à Roménia talvez na formação de pilotos, mecânicos, e isso é conhecimento e experiencia que temos que também se vende, o valor de 600 milhões já pode incluir isso.

Interessados nos Puma e nos Aviocar é que não aparecem...
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: HSMW em Setembro 29, 2012, 01:47:31 pm
Citar
Quadro 6 – Mapa de modernização F-16 / Proposta de calendarização para alienação de 10 aeronaves (PA II)
N.º de cauda das aeronaves PA II74 a alienar
15125
15126
15127
15139
15128
15129
15130
15137
15131
15138
ou
15140

 :arrow: http://www.tcontas.pt/pt/actos/rel_audi ... 009-2s.pdf (http://www.tcontas.pt/pt/actos/rel_auditoria/2009/audit-dgtc-rel033-2009-2s.pdf)
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Setembro 29, 2012, 02:18:37 pm
Confirmado  :G-beer2:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Johnnie em Setembro 29, 2012, 07:31:56 pm
Metam ai o 33 na lista sff  :twisted:
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: Lightning em Setembro 30, 2012, 05:55:04 pm
Citação de: "Johnnie"
Metam ai o 33 na lista sff  :mrgreen: .
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: nelson38899 em Setembro 30, 2012, 09:14:33 pm
Citar
Romania’s Supreme Defense Council approved today a plan to buy 12 used F-16 fighter jets from Portugal, Mediafax reported.
The eastern European country is seeking to pay $600 million over five years for the aircraft, the Bucharest-based news service said, citing Defense Minister Corneliu Dobritoiu. The jets will be delivered from 2016, Mediafax said.

http://www.bloomberg.com/news/2012-09-27/romanian-council-approves-plan-to-buy-f-16-jets-mediafax-says.html
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: HSMW em Outubro 02, 2012, 10:46:40 pm
(http://www.militaryphotos.net/forums/attachment.php?attachmentid=187440&d=1349129789)
Olha o que dizem dos nossos F-16...  :evil:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Lightning em Outubro 03, 2012, 06:42:28 pm
Citação de: "HSMW"
Olha o que dizem dos nossos F-16...  :evil:

É mesmo ser má lingua, se um F-16 MLU é velho então os Migs deles são dinossauros.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Cláudio C. em Outubro 05, 2012, 03:22:18 pm
Off topic:

Não posso deixar de reparar que a Grécia numa situação económica/financeira bem mais grave que a nossa e de muito desespero por dinheiro, com incomparavelmente mais maquinaria bélica (caças, carros de combate, fragatas, etc...) não coloca nada à venda, no minimo muito estranho. ( A Turquia per si so não explica isto).

Fim de off topic

Saudações
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Camuflage em Outubro 05, 2012, 03:47:10 pm
Braço de ferro com a Turquia;
Poder dos militares entre a classe politica
Ameaça da Alemanha não financiar caso recusassem receber o material comprado no que se inclui os submarinos.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Cláudio C. em Outubro 05, 2012, 06:07:35 pm
E penso em algo mais gravoso para o nosso caso, não será possível que os poderes europeus, via troika estão a influenciar pela desmantelação das nossas forças armadas? Com  interesse especial no nosso mar? Até porque, no memorando de entendimento com as instâncias internacionais está clausulado o compromisso de redução de efectivos nas nossas forças armadas e com a Grécia não se vê nada discutido neste sentido penso eu. Com isto pretendo apontar a uma eventual maior interesse no enfraquecimentos das nossas capacidades de segurança ao invés de no caso grego, qual é a vossa opinião acerca disto? Estou a ser demasiado fatalista com este ponto de vista?

Obrigado e desde já peço desculpa pelo alongar do off topic.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Lightning em Outubro 05, 2012, 07:39:22 pm
Mas no caso da aquisição dos submarinos, apesar de haver vozes (penso que na NATO) que diziam que não precisavamos de submarinos, o governo comprou-os na mesma, isto é, a necessidade nacional foi superior às vozes internacionais.

Talvez fosse por os submarinos terem sido comprados à Alemanha, e como os NPO iam ser construidos em Portugal, mas se fossem comprados patrulhas à Alemanha já podia ser?

A influencia da Marinha é menor para defender as suas necessidades no actual governo?

A questão da privatização dos ENVC seja a razão de adiar os NPO? Talvez depois disso estar concluido se possa retomar o projecto? Espero que sim...
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Cláudio C. em Outubro 06, 2012, 11:18:05 pm
Citação de: "Lightning"
Mas no caso da aquisição dos submarinos, apesar de haver vozes (penso que na NATO) que diziam que não precisavamos de submarinos, o governo comprou-os na mesma, isto é, a necessidade nacional foi superior às vozes internacionais.

Talvez fosse por os submarinos terem sido comprados à Alemanha, e como os NPO iam ser construidos em Portugal, mas se fossem comprados patrulhas à Alemanha já podia ser?

A influencia da Marinha é menor para defender as suas necessidades no actual governo?

A questão da privatização dos ENVC seja a razão de adiar os NPO? Talvez depois disso estar concluido se possa retomar o projecto? Espero que sim...

O artigo do Público hoje refere que a Marinha acredita (tem informações da tutela nesse sentido) de que o programa NPO foi adiado devido à actual crise e que será para ser retomado...
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Crypter em Outubro 10, 2012, 12:12:17 am
Citar
O ministro da Defesa romeno está disponível para continuar as negociações com Portugal tendo em vista a compra de aviões portugueses F16, disse hoje o ministro José Pedro Aguiar-Branco.
«Hoje, o senhor ministro romeno pediu para ter um encontro […] e veio confirmar-me a sua disponibilidade em prosseguir com essas negociações», afirmou aos jornalistas o ministro da Defesa, à margem da reunião dos ministros da Defesa da NATO, em Bruxelas.

O ministro disse que as negociações tendo em vista a venda de entre nove a 12 aviões portugueses decorrem «já há algum tempo» com a Direcção-Geral de Armamento.

«Aguardamos os desenvolvimentos sobre essa matéria», declarou.

Além da Roménia, as negociações tendo em vista a venda de aviões F16 decorrem também com a Bulgária, acrescentou Aguiar-Branco.

Lusa/SOL

Quer dizer que vamos vender mais que os 12 previstos? Ou é uma salvaguarda no caso da Roménia não os querer??
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Instrutor em Outubro 11, 2012, 02:11:07 pm
Está previsto só a venda de cerca de 12 caças F-16 à Roménia, digamos que a Bulgária é um supelente interessado, caso as negociações com a Roménia fracassem. Contudo com este Governo tudo é de esperar no que toca à desmantelação das Forças Armadas. Caso não exista uma posição mais forte pelas Chefias Militares corremos os risco de termos uma uma Guarda de Defesa simbólica do que realmente umas Forças Armadas. Mas para já só está prevista a venda de 12 F-16.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: P44 em Dezembro 12, 2012, 09:39:45 am
Pelas últimas noticias o valor de venda será de 463M€
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Menacho em Dezembro 12, 2012, 11:50:39 am
Citação de: "P44"
Pelas últimas noticias o valor de venda será de 463M€

¿Y el coste de esos aviones mas la MLU?

Obrigado
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: PereiraMarques em Dezembro 13, 2012, 12:52:53 am
Infelizmente isso é o valor conjunto dos aparelhos, do armamento e suplentes a adquirir (provavelmente junto dos EUA) e de cerca de 15 anos de operação da frota (manutenção e combustíveis). Para Portugal virão apenas 10 a 15 milhões de euros por aparelho.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: P44 em Dezembro 13, 2012, 10:46:10 am
Citação de: "PereiraMarques"
Infelizmente isso é o valor conjunto dos aparelhos, do armamento e suplentes a adquirir (provavelmente junto dos EUA) e de cerca de 15 anos de operação da frota (manutenção e combustíveis). Para Portugal virão apenas 10 a 15 milhões de euros por aparelho.


portanto na melhor das hipóteses lucraremos 180M€????  :shock:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: PereiraMarques em Dezembro 13, 2012, 10:05:13 pm
Alguns sites internacionais falam até de apenas 125 milhões de euros.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: raphael em Dezembro 14, 2012, 12:53:55 am
Citação de: "PereiraMarques"
Alguns sites internacionais falam até de apenas 125 milhões de euros.

E provavelmente poupamos bem mais que isso na sustentação da restante frota! :twisted:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 02, 2013, 04:41:30 pm
E atenção que a venda a ocorrer (ainda nada está decidido, mas como as coisas andam com este Governo não me admiro nada que assim aconteça) contempla aparelhos do Peace Atlantis I, isto é, 12 aparelhos do lote de 20 adquiridos novos em 1994 (Block 15 OCU), e não do lote Peace Atlantis II, afectuosamente chamados pela imprensa de "encaixotados", porque os EUA mantêm que a venda de material militar em segunda-mão não é permitida...  :roll:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: nelson38899 em Janeiro 04, 2013, 05:14:29 pm
Citar
Bulgaria's much anticipated fighter jets purchase will likely come to a disappointing end as the Bulgarian Defense Ministry has decided to buy expensive third-hand F-16s from Portugal, according to the Bulgarian press.

Bulgaria's government is thus expected to pay BGN 700 M for nine F-16s Block 15 to Portugal even though in 1999 Portugal paid twice less – BGN 268 M – to the US government for 25 second-hand F-16 planes, the Bulgarian daily Sega reported Thursday.

The Bulgarian Air Force is thus expected to get "third-hand" planes for a much higher price, the daily concludes, noting that the board numbers of the second-hand Portuguese F-16s were published at http://f-16.net (http://f-16.net), and the 9 planes destined for Bulgaria are from among the 25 planes that Portugal bought from the USA 13 years ago.

Shortly before New Year's Gen. Rumen Radev who is in charge of the working group of the Bulgarian Defense Ministry for the purchase of the jet fighters for the Bulgarian Air Force noted that the offers covering Bulgaria's requirements for the deal include new planes from Swedish producer Gripen, second-hand Eurofighters from Italy, and second-hand F-16s from Portugal.

Radev told the Presa daily that the Portuguese deal was the best option because it included everything necessary for the operation of the planes, while Gripen and Italy offered only the planes without arms and will only the most basic land equipment for their operation.

According to Radev, even though the second-hand fighter jets from Portugal are already 30-years-old, they can be used for 25 more years.

Bulgarian Defense Minister Anyu Angelov defended recently the Portuguese offer by saying that the MiG-29s of the Bulgarian Air Force were bought as second-hand planes in the 1980s, and that since planes are supposed to be modernized every 1-3 years, "it's not important when the plane was made but how much life it has."

According to Angelov, his working group will results from its negotiations with potential providers, and will report to the government by March 1, 2013, in the purchase which will be made without a tender, a decision of the Cabinet made precisely because it wanted to study second-hand purchase options.

According to the minutes from the meeting of the Bulgarian government on December 19, 2012, Bulgarian Prime Minister Boyko Borisov stated that the Cabinet was only allowing the Defense Ministry to hold the talks for the purchase but it was not allocating the money or setting a deadline for the deal to be made. Borisov noted that the next government, after Bulgaria's upcoming elections in the summer of 2013, will make the decision on which offer to accept.

The Bulgarian press points out that if the Borisov Cabinet makes a decision to buy the planes but no purchase gets made, this could mean a repeat of Romania's situation when in 2010 the defense authorities in Bucharest decided to buy second-hand F-16s from the USA but the lack of funds terminated the purchase. Subsequently, Romania's current Defense Minister said in September 2012 that Romania will buy 12 second-hand F-16s from Portugal for USD 600 M without a tender.

According to the Sega daily, some of the 12 planes that Portugal has offered to Romania, have also been offered to Bulgaria, which is why the Bulgarian Defense Ministry is in a hurry to complete the deal.

According to cited sources from Bulgaria's Defense Ministry, back in 2009 the Portuguese Air Force offered on sale F-16s with the following board numbers: 15125, 15126, 15127, 15139, 15128, 15129, 15130, 15137, 15131 and 15138.

The Bulgarian Defense Ministry has asked for 6-7 one-seat fighter jets, and 2 two-seat fighter jets.

The planes in question are among the 25 F-16s Block 15 delivered to Portugal by the USA in 1999 under the Peace Atlantis II Program. Before that, they had been used by the US Air Force since 1984, and were used for 10 years, after that they were stored in the US air base Hill.

After they were bought by Portugal, the planes were modernized under the MLU (Mid-Life Update) standard.


Tags: fighter jets, Eurofighter Typhoon, Gripen, second-hand, F-16, F-16s, Defense Ministry, Defense Minister, Anyu Angelov, Bulgarian Air Force, military, tender, public procurement, public procurement tender, public procurement tenders, public procurement procedure, USA, Germany, Portugal, Sweden, Israel, Germany, Italy, second-hand

http://www.novinite.com/view_news.php?id=146529 (http://www.novinite.com/view_news.php?id=146529)
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: P44 em Janeiro 04, 2013, 07:37:53 pm
agora é pôr os búlgaros e os romenos á porrada e vender a quem der mais :twisted:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 04, 2013, 07:46:38 pm
Isto da venda dos F-16 daqui a pouco assemelha-se a uma novela mexicana.  :roll:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: P44 em Janeiro 04, 2013, 07:53:57 pm
ponham o relvas a liderar as negociações. "Esperto " como ele é ainda os convence nalgum "time-sharing" 6 meses por ano em cada país :twisted:

ou então vendam logo 21 F-16 (ai se o gaspar ouve...)
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 04, 2013, 08:10:37 pm
Desde que veio a público um memorando enviado há uns poucos anos atrás para Washington pelo embaixador norte-americano em Lisboa, dizendo basicamente que éramos uns doidivanas obcecados por brinquedos novos e que só assim se podiam explicar as aquisições de submarinos, fragatas, tanques de guerra, helicópteros, aviões de transporte e a manutenção do incrivel número de 39 caças F-16, que a coisa andava ameaçada. Ainda assim a ver vamos no meio desta confusão toda o que é ou não é verdade, já que em concreto nesta altura a FAP nada sabe.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: P44 em Janeiro 05, 2013, 12:19:37 pm
Deixa lá, temos os nossos "protectores" americanos para tomar conta de nós.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Lightning em Janeiro 05, 2013, 12:21:32 pm
Citação de: "P44"
Deixa lá, temos os nossos "protectores" americanos para tomar conta de nós.

Mesmo que eles estejam de "armas e bagagens" para longe destas paragens... :mrgreen:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: P44 em Janeiro 05, 2013, 12:31:50 pm
Haverá sempre o ombro amigo e desinteressado  :twisted:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 05, 2013, 02:16:45 pm
Citação de: "P44"
Haverá sempre o ombro amigo e desinteressado  :twisted:



Citação de: "Lightning"
Citação de: "P44"
Deixa lá, temos os nossos "protectores" americanos para tomar conta de nós.

Mesmo que eles estejam de "armas e bagagens" para longe destas paragens... :arrow: http://www.af.mil/news/story.asp?id=123329847 (http://www.af.mil/news/story.asp?id=123329847)
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Lightning em Janeiro 05, 2013, 07:25:52 pm
Citação de: "Charlie Jaguar"
Desculpa o off-topic Lightning, mas a opinião reinante nas forças armadas norte-americanas é que a redução nas Lajes se trata de um erro crasso.

Eu não estava a falar da saida das Lajes em particular, mas sim da Europa em geral.  :G-beer2:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 05, 2013, 07:32:05 pm
Citação de: "Lightning"
Citação de: "Charlie Jaguar"
Desculpa o off-topic Lightning, mas a opinião reinante nas forças armadas norte-americanas é que a redução nas Lajes se trata de um erro crasso.

Eu não estava a falar da saida das Lajes em particular, mas sim da Europa em geral.  :wink:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: HSMW em Janeiro 06, 2013, 05:52:46 pm
Citar
A Bulgária poderá adquirir brevemente a Portugal um lote de nove caças F-16 Block 15 Fighting Falcon usados, no valor de 471,9 milhões de dólares.
Em 1999, Portugal comprou aos EUA 25 caças F-16 usados por 180,6 milhões de dólares. Assim, cada caça irá custar à Bulgária sete vezes mais do que eles custaram a Portugal.
Neste momento, a base da Força Aérea búlgara é constituída por aças soviéticos obsoletos MiG-21, MiG-29 e Su-25, num total de 35 aparelhos.

http://www.aereo.jor.br/2013/01/06/vai- ... o-mercado/ (http://www.aereo.jor.br/2013/01/06/vai-faltar-f-16-usado-no-mercado/)

Estes brasileiros ou são burros ou fazem-se...  :roll:
Publicam noticias sobre Portugal sem o mínimo de rigor, com informação omitida, e sem preocupação em esclarecer devidamente as situações.
Não existe sequer uma nota de editor...
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Miguel em Janeiro 06, 2013, 09:10:22 pm
Citar
La Bulgarie peut-être bientôt achètera une partie des avions de chasse d'occasion F-16 Block 15 Fighting Falcon au Portugal pour 471,9 millions de dollars.

En 1999, le Portugal a acheté aux États-Unis de 25 appareils d'occasion F-16 pour 180,6 millions de dollars. Ainsi, chaque avions de chasse coûtera à sept fois plus cher à la Bulgarie qu'au Portugal.

Actuellement, la base de la Force aérienne bulgare est représentée par les MiG-21, MiG-29 et Su-25 obsolètes. Leur nombre total est de 35 unités.

 

Optimo negocio para Portugal :mrgreen:

Investimentos desses nem o Warren Buffet faz :mrgreen:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: P44 em Janeiro 07, 2013, 09:41:10 am
Citação de: "Charlie Jaguar"
. Já falei com muita gente, sobretudo USAF e USN


Este gajo é da CIA. Nunca me enganou... :mrgreen:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: P44 em Janeiro 07, 2013, 09:43:53 am
Citação de: "HSMW"
Citar
A Bulgária poderá adquirir brevemente a Portugal um lote de nove caças F-16 Block 15 Fighting Falcon usados, no valor de 471,9 milhões de dólares.
Em 1999, Portugal comprou aos EUA 25 caças F-16 usados por 180,6 milhões de dólares. Assim, cada caça irá custar à Bulgária sete vezes mais do que eles custaram a Portugal.
Neste momento, a base da Força Aérea búlgara é constituída por aças soviéticos obsoletos MiG-21, MiG-29 e Su-25, num total de 35 aparelhos.

http://www.aereo.jor.br/2013/01/06/vai- ... o-mercado/ (http://www.aereo.jor.br/2013/01/06/vai-faltar-f-16-usado-no-mercado/)

Estes brasileiros ou são burros ou fazem-se...  :?

mas esse blog não é lá de muita confiança.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Lightning em Janeiro 07, 2013, 05:21:31 pm
Citação de: "Miguel"
Podemos vender os Pumas e os Aviocar aos romenos...

[OFFTOPIC]
Pumas não acredito, só se for para peças porque eles já constroem a versão deles, o IAR-330.
(http://cdn-www.airliners.net/aviation-photos/photos/9/4/6/1833649.jpg)
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: cmc em Janeiro 07, 2013, 10:50:38 pm
Nesse caso, a última coisa que precisam é de peças, para mais em segunda mão, já que para os produzirem têm forçosamente que produzir essas mesmas peças.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Lightning em Janeiro 07, 2013, 11:01:42 pm
Citação de: "cmc"
Nesse caso, a última coisa que precisam é de peças, para mais em segunda mão, já que para os produzirem têm forçosamente que produzir essas mesmas peças.

Claro que não estou a falar em peças para helicopteros novos de fábrica, mas sim para hélicopteros já em uso, da mesma maneira que há pessoal que vai há sucata arranjar para-choques, retrovisores, etc para os carros.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: cmc em Janeiro 07, 2013, 11:13:25 pm
Quanto ao hipotético negócio com a Bulgária, primeiro há que entender o seguinte: é que os aviões não seriam simples bloco 15 em 3ª mão, mas sim MLU que, depois de renovados, não foram, ou praticamente não foram, ainda usados; em segundo lugar, o negócio provavelmente envolveria também serviços/equipamentos adicionais, como formação de técnicos e pilotos, peças, manutenção, etc.
Daqui se pode entender que a imprensa búlgara, como a portuguesa, se caracteriza mais pela diletância e intriga, que pela ética profissional...
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: cmc em Janeiro 07, 2013, 11:17:54 pm
Citação de: "Lightning"
Citação de: "cmc"
Nesse caso, a última coisa que precisam é de peças, para mais em segunda mão, já que para os produzirem têm forçosamente que produzir essas mesmas peças.

Claro que não estou a falar em peças para helicopteros novos de fábrica, mas sim para hélicopteros já em uso, da mesma maneira que há pessoal que vai há sucata arranjar para-choques, retrovisores, etc para os carros.

Sim, mas não estás a falar dum mero cliente, mas de um produtor, que iria esgravatar o «lixo» por velharias, quando pode bem produzir novo, com garantias e benefício para a sua economia.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: P44 em Janeiro 08, 2013, 10:49:59 am
Também foi noticia no defense-aerospace

http://www.defense-aerospace.com/articl ... f_16s.html (http://www.defense-aerospace.com/articles-view/release/3/141392/bulgaria-to-buy-third_hand-f_16s.html)
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 08, 2013, 01:10:37 pm
Na edição de hoje do diário "Jornal de Notícias".

Citar
Bulgária quer nove F-16 portugueses por 360 milhões

Delegação búlgara esteve em dezembro em Portugal. Carta a comunicar vontade de compra pode chegar ainda neste mês. Venda abre caminho a mais negócios

Publicado às 00.15 CARLOS VARELA

A venda dos F-16 parece, finalmente, dar passos importantes, com o interesse da Bulgária a ganhar repercussão pública. O MDN confirma o interesse búlgaro. Podem perspetivar-se outros negócios. A Bulgária está disposta a pagar 471 milhões de dólares (cerca de 360 milhões de euros) por nove F-16 MLU portugueses, segundo foi divulgado nos últimos dias pela Imprensa internacional, citando a Sofia News Agency, que se reporta a declarações do ministro da Defesa búlgaro, Anyu Angelov, e do general Rumen Radev, responsável pelo grupo de trabalho que preside à compra de novos caças.

Leia mais na edição e-paper ou na edição impressa

 :roll:




Citação de: "P44"
Citação de: "Charlie Jaguar"
. Já falei com muita gente, sobretudo USAF e USN


Este gajo é da CIA. Nunca me enganou... :mrgreen:

Estás enganado, meu bolchevique subversivo de pacotilha: NSA.  c34x
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: P44 em Janeiro 09, 2013, 10:49:47 am
Talvez os búlgaros levem as corvetas e os Lynx  :twisted:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: nelson38899 em Janeiro 09, 2013, 08:31:54 pm
Citar
O ministro da Defesa Nacional, José Pedro Aguiar-Branco, admitiu esta terça-feira que o País está a negociar a venda de caças F16.

Nos Açores, onde participou na cerimónia de inauguração das instalações do Comando Local da Polícia Marítima, em Ponta Delgada, o governante disse que as negociações para a venda das aeronaves estão a decorrer, e que os compradores poderão ser a Bulgária ou a Roménia:

- Estamos a tratar da venda de cerca de dez F16, podem ir entre nove e doze F16, essa venda está a ser objeto de toda uma negociação, pode ser com a Roménia ou pode ser com a Bulgária, está todo um processo a decorrer.

Para Aguiar-Branco a venda dos caças pode beneficiar não só o País como a Força Aérea, estando o processo a ser acompanhado o chefe de estado-maior da Força Aérea.

O ministro da Defesa lembrou que a Força Aérea Portuguesa tem disponíveis 39 caças F16, escreve o JN.

bola.pt
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: P44 em Janeiro 10, 2013, 09:09:40 am
Também passou no telejornal da RTP 1
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 11, 2013, 12:32:53 pm
Citar
Para Aguiar-Branco a venda dos caças pode beneficiar não só o País como a Força Aérea, estando o processo a ser acompanhado o chefe de estado-maior da Força Aérea.

É impressionante ouvir coisas destas, só admissíveis por estarem a sair da boca de políticos. Mas desde quando é que a FAP e Portugal beneficiam com a redução da sua capacidade operacional de defesa e combate que já não é grande se comparada com os restantes aliados da Aliança Atlântica? É uma opinião na mesma linha daquela que nos querem enfiar que as privatizações dos nossos sectores estratégicos é para melhorar e beneficiar o país.  :roll:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: P44 em Janeiro 11, 2013, 01:12:37 pm
Citação de: "Charlie Jaguar"
Citar
Para Aguiar-Branco a venda dos caças pode beneficiar não só o País como a Força Aérea, estando o processo a ser acompanhado o chefe de estado-maior da Força Aérea.

É impressionante ouvir coisas destas, só admissíveis por estarem a sair da boca de políticos. Mas desde quando é que a FAP e Portugal beneficiam com a redução da sua capacidade operacional de defesa e combate que já não é grande se comparada com os restantes aliados da Aliança Atlântica? É uma opinião na mesma linha daquela que nos querem enfiar que as privatizações dos nossos sectores estratégicos é para melhorar e beneficiar o país.  :twisted:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: jurista em Janeiro 11, 2013, 02:25:24 pm
Citação de: "Charlie Jaguar"
Citar
Para Aguiar-Branco a venda dos caças pode beneficiar não só o País como a Força Aérea, estando o processo a ser acompanhado o chefe de estado-maior da Força Aérea.

É impressionante ouvir coisas destas, só admissíveis por estarem a sair da boca de políticos. Mas desde quando é que a FAP e Portugal beneficiam com a redução da sua capacidade operacional de defesa e combate que já não é grande se comparada com os restantes aliados da Aliança Atlântica? É uma opinião na mesma linha daquela que nos querem enfiar que as privatizações dos nossos sectores estratégicos é para melhorar e beneficiar o país.  :roll:


As coisas podem ser vistas de outra maneira: o dinheiro da venda dos F-16 (aparentemente excedentários), conjugado com o dinheiro poupado na manutenção dos mesmos, pode servir para modernizar outros, fazer investimentos, etc, que levem a uma maior e melhor capacidade da FA. Depende de como for utilizado.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 11, 2013, 02:53:28 pm
Citação de: "jurista"
Citação de: "Charlie Jaguar"
Citar
Para Aguiar-Branco a venda dos caças pode beneficiar não só o País como a Força Aérea, estando o processo a ser acompanhado o chefe de estado-maior da Força Aérea.

É impressionante ouvir coisas destas, só admissíveis por estarem a sair da boca de políticos. Mas desde quando é que a FAP e Portugal beneficiam com a redução da sua capacidade operacional de defesa e combate que já não é grande se comparada com os restantes aliados da Aliança Atlântica? É uma opinião na mesma linha daquela que nos querem enfiar que as privatizações dos nossos sectores estratégicos é para melhorar e beneficiar o país.  :roll:
Título: Fap com menos 12 a 20 F-16Mlu-qual o futuro da defesa aerea
Enviado por: luis simoes em Janeiro 20, 2013, 08:39:39 pm
Boas amigos com este novo topico quero chegar até voces e saber o vosso comentario quais as consequencias quais as alternativas acham positivo esta venda á romenia de 12 a 20 f-16 depois do nosso governo ter investido mais de 300 milhoes nesta arma nesta plataforma que garante a defesa do nosso territorio...aguardo vossa opiniao um abraço luis simoes
Título: Re: Fap com menos 12 a 20 F-16Mlu-qual o futuro da defesa a
Enviado por: Lightning em Janeiro 21, 2013, 12:32:14 am
Citação de: "luis simoes"
Boas amigos com este novo topico quero chegar até voces e saber o vosso comentario quais as consequencias quais as alternativas acham positivo esta venda á romenia de 12 a 20 f-16 depois do nosso governo ter investido mais de 300 milhoes nesta arma nesta plataforma que garante a defesa do nosso territorio...aguardo vossa opiniao um abraço luis simoes

12 a 20? Onde é que foi buscar essa ideia?
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Menacho em Abril 24, 2013, 04:27:45 pm
Confirmados 12, operativos en 2017

Citar
Rumania adquirirá a Portugal cazas F-16 usados
Actualizado a las 24/04/2013 - 09:03
Rumania prevé operar, en 2017, un escuadrón de 12 cazas polivalentes F-16 que adquirirá a Portugal, en sustitución de los actuales MiG-21 Lancer de fabricación soviética, anunció hoy el ministro de Defensa rumano, Mircea Dusa.

http://spanish.peopledaily.com.cn/31618/8218774.html (http://spanish.peopledaily.com.cn/31618/8218774.html)
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: nelson38899 em Abril 28, 2013, 02:02:07 am
Citar
April 22/13: Slooow. Reports indicate that negotiations with Portugal will take until May 2013 (the deadline is June), but that dealing with the American bureaucracy will take until September 2013 – a year after Romania accepted Portugal’s bid.

Romania may also be interested in another 9 planes, which would bring their replacement fighters to 21. They currently operate 40 MiG-21 Lancers

http://www.defenseindustrydaily.com/nothing-but-netz-will-romanias-new-fighters-come-from-israel-01499/
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: pchunter em Abril 28, 2013, 06:41:28 pm
É pá se o Gaspar lê isto, la se vão mais 9.  :lol:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: typhonman em Abril 29, 2013, 07:16:46 pm
Se venderem mais 9... do que adianta andar a fazer abrigos em betão armado para os F-16, a valores de 200 mil euros cada um ?


Isto é um país de LOUCOS e atrasados mentais !!!!
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: P44 em Abril 30, 2013, 10:02:55 am
Depende... quem é o fornecedor do betão?  :twisted:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: raphael em Abril 30, 2013, 02:44:12 pm
Citação de: "typhonman"
Se venderem mais 9... do que adianta andar a fazer abrigos em betão armado para os F-16, a valores de 200 mil euros cada um ?


Isto é um país de LOUCOS e atrasados mentais !!!!

deve ser já a pensar nos destacamentos belgas e afins...! :twisted:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Lightning em Abril 30, 2013, 11:23:48 pm
Citação de: "P44"
Depende... quem é o fornecedor do betão?  :twisted:  :twisted:

(http://economico.sapo.pt/public/uploads/articles/foto_pagina/Mota_Engil_pagina.jpg)
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: mafets em Maio 01, 2013, 04:31:44 pm
(http://t3.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcTEPzh_TOTYvyemvogQsqm2xhuOOWddklveQTwBWW80WpUr0Zfb)

Espero que  o betão seja de melhor qualidade que o destes... :mrgreen:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: raphael em Maio 01, 2013, 07:13:15 pm
Citação de: "mafets"
(http://t3.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcTEPzh_TOTYvyemvogQsqm2xhuOOWddklveQTwBWW80WpUr0Zfb)

Espero que  o betão seja de melhor qualidade que o destes... :mrgreen:

Com a arma certa...não há betão que resista!
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Lightning em Maio 01, 2013, 10:15:07 pm
Citação de: "raphael"
Com a arma certa...não há betão que resista!

Bummm!!!!


Acho que o top das bombas bunker buster agora é esta.

Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: mafets em Maio 01, 2013, 11:40:08 pm
Citação de: "Lightning"
Citação de: "raphael"
Com a arma certa...não há betão que resista!

Bummm!!!!


Acho que o top das bombas bunker buster agora é esta.


Lá foram 200 mil euros "à viola"... :wink:

(http://cavok.com.br/blog/wp-content/uploads/2009/11/339oxo8.jpg)

Façam como os suecos, que é tudo ao natural, ecológico e poupam o dinheiro do betão aos contribuintes ... :D

(http://4.bp.blogspot.com/-Gr0Cswz4ygs/UXfgN4nkQ5I/AAAAAAAAHME/Q-eoykxYZ3o/s1600/1797913.jpg)

fui... :G-beer2:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Lightning em Maio 02, 2013, 12:07:59 am
Citação de: "mafets"
Façam como os suecos, que é tudo ao natural, ecológico e poupam o dinheiro do betão aos contribuintes ... :mrgreen: . construiram uma base aérea subterrânea :mrgreen:

(http://photos.wikimapia.org/p/00/01/79/50/60_big.jpg)

(http://photos.wikimapia.org/p/00/02/16/18/76_full.jpeg)

PS: Ainda dizem que os Americanos é que tinham paranoia com a guerra fria... :shock:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: mafets em Maio 02, 2013, 12:43:55 pm
Citação de: "Lightning"
Os Suecos (nos anos da guerra fria) ainda faziam pior que construir abrigos em betão  . construiram uma base aérea subterrânea

Epá...isso é um virus... :mrgreen:

(http://teteraconsultoria.com.br/infoescravo/arquivos/2009/06/jato-mig-enterrado-iraque.jpg)
Estes, mesmos depois de lhe terem ido ao "betão" continuaram a enterrar-se... :shock:

(http://img516.imageshack.us/img516/6701/undergroundabcloserpz4.jpg)

(http://img516.imageshack.us/img516/6320/undergroundabillustratizy9.jpg)

http://weapons.technology.youngester.com/2010/07/dprk-underground-airfields.html
E estes ainda enterram tudo... :mrgreen:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Lightning em Maio 02, 2013, 06:08:35 pm
Os Americanos acham que é a rocha :twisted:

(http://1.bp.blogspot.com/_Lrcc7a_dlWY/TBC6J0dXwaI/AAAAAAAAAFY/4O6rp3PRIl8/s640/Norad.jpg)
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: typhonman em Maio 02, 2013, 11:52:21 pm
Caros amigos, deixem-se só meter aqui uma acha na fogueira, (sem entrar em TOP SECRET)  :mrgreen: , um direct hit de uma GBU, e Adeus. Resistem a bombas que rebentem nas proximidades, mas impacto directo não.

Os que se vêm nos vídeos, são HAS, Hardned Aircraft Shelter, com várias camadas de betão armado, com portas metálicas, (as vezes duplas), e nos caso dos abrigos iraquianos, com camadas de areia a separar as camadas de betão, mas os preços desses bichos, já rondam os 2 a 3 milhões de euros cada um.


Sem dúvida que os aviões abrigados debaixo de rocha estão bem mais seguros.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Lightning em Maio 03, 2013, 12:10:56 am
Citação de: "typhonman"
os nossos abrigos são denominados Weather-Shelters, ou seja, só abrigam os F-16, do sol, chuva, vento, neve  :lol: , além dos F-16 também abrigam os pilotos e os mecânicos  :mrgreen:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: papatango em Maio 05, 2013, 02:26:23 pm
Tanto quanto me lembro de ter lido, o sistema mais eficiente para defender alguma coisa das bombas perfurantes bunker buster, é um abrigo em cimento armado, construido por debaixo de um tanque com pelo menos 20m de profundidade, cheio de lama ou barro.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: mafets em Maio 05, 2013, 08:29:14 pm
Citação de: "typhonman"
... e nos caso dos abrigos iraquianos, com camadas de areia a separar as camadas de betão, mas os preços desses bichos, já rondam os 2 a 3 milhões de euros cada um.

Ou seja, o Sadam a cada impacto perdeu 2 a 3 milhões de euros, mais os aviões que estavam nos shelter. Não admira que os tenha enterrado na areia no conflito seguinte :mrgreen:

(http://img207.exs.cx/img207/6748/splitafb8te.jpg)
Croatas (mas o primeiro mig 21 parece ser de outra proveniência... )

http://www.fez.ch/modules.php?name=News&file=article&sid=120

(http://www.fez.ch/albums/internesalbum/Slatina_1999_mig_innen.sized.jpg)
Servios

(http://mw2.google.com/mw-panoramio/photos/medium/55472427.jpg)
Italianos

(http://www.globalsecurity.org/military/facility/images/al-udeid-ik-10.jpg)
De volta aos "amigos do betão reforçado" e afins. Os abrigos norte-americanos para aeronaves que a partir de 2002 começaram a surgir na base aerea de Al-udeid no Qatar.

http://www.hardenedstructures.com/military.php
Uma empresa que fabrica os NATO "Third Generation" Direct Attack Aircraft Hangers.

E se alguem quiser um bunkerzito no jardim ou por baixo da habitação... :wink:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: chaimites em Maio 06, 2013, 02:32:32 am
Desculpem eu continuar o Off -topic mas...

 Um land Based Phalanx è eficaz contra bombas do tipo bunker buster?

 
   
 parece que custa 15 milhões,   se calhar fica mais barato que andar a escavar tuneis  :lol:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: HSMW em Maio 06, 2013, 12:08:38 pm
E será que esses sistemas protegiam as aeronaves de uma simples granada de morteiro?  :roll:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Lightning em Maio 06, 2013, 05:51:43 pm
Citação de: "HSMW"
E será que esses sistemas protegiam as aeronaves de uma simples granada de morteiro?  :mrgreen: .
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Charlie Jaguar em Junho 10, 2013, 01:12:47 pm
Alguém me sabe dizer o que mais, além das células dos até agora pelo menos 12 F-16, segue para as mãos dos romenos? É que neste tipo de contratos, ou pacotes, seguem naturalmente outros equipamentos de origem diversa, e até mesmo armamento, que não estou a ver ser fornecido pelos norte-americanos à Roménia. Por isso, além da redução da capacidade de combate, espero que a FAP acautele bem o que possa vir a ter de ceder mais.  :|
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Charlie Jaguar em Junho 19, 2013, 05:37:46 pm
Citar
Governo romeno anuncia compra a Portugal de 12 aviões F-16

Por Agência Lusa
publicado em 19 Jun 2013 - 16:32

As aeronaves de fabrico norte-americano, destinadas a substituir a frota de aviões Mig-21 da Força Aérea romena, deverão começar a ser entregues a partir de 2015
O Governo romeno anunciou hoje a compra a Portugal por 628 milhões de euros de 12 aviões de combate F-16, noticiou hoje a agência France Press. As aeronaves de fabrico norte-americano, destinadas a substituir a frota de aviões Mig-21 da Força Aérea romena, deverão começar a ser entregues a partir de 2015, de acordo com o ministro da Defesa romeno, Mircea Dusa, citado pela France Press.

Após anos de discussões, o Conselho Supremo de Defesa (CSAT), presidido pelo chefe de Estado, Traian Basescu, autorizou em setembro o lançamento de um programa de renovação da frota de aviões de combate. Com a sua adesão à Aliança Atlântica em 2004, a Roménia comprometeu-se a equipar a sua Força Aérea com 48 aparelhos compatíveis com os da NATO.

Em novembro do ano passado, o ministro da Defesa, José Pedro Aguiar-Branco afirmou que a venda de caças F-16 à Roménia não estava fechada."Não há ainda compromissos assegurados em relação à definição concreta da venda. Há um procedimento que está a ocorrer e quando houver uma situação concreta e definitiva em termos de compromissos assumidos, o país será informado sobre isso", explicou então o ministro, no final de uma visita ao Centro de Formação Militar e Técnico da Força Aérea (CFMTFA), na Ota, Alenquer.

Dez caças F-16 e oito helicópteros PUMA (substituídos pelos EH 101 Merlin) da Força Aérea Portuguesa estão inscritos como alienáveis na Lei de Programação Militar (LPM), segundo o relatório de execução de 2011 a que a agência Lusa teve acesso em abril último. De acordo com o documento, dos oito helicópteros PUMA, quatro estão em condições de venda imediata e a outra metade precisa de "uma profunda manutenção". Acrescenta o relatório que, dos "contactos com diversas entidades internacionais potencialmente interessadas" no ano passado "não foi possível identificar interessados".

Existem ainda dez aviões AVIOCAR inscritos para venda na LPM, mas que já só servem "para fins museológicos". Os outros catorze estão "em condições de voo". Os AVIOCAR foram substituídos pelos novos C-295.

 :arrow: http://www.ionline.pt/artigos/portugal/ ... vioes-f-16 (http://www.ionline.pt/artigos/portugal/governo-romeno-anuncia-compra-portugal-12-avioes-f-16)
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Crypter em Junho 19, 2013, 07:49:13 pm
Era de Homens agora pegaram nos 628 milhões e reinvestirem-nos nas FA!! Tal como terminar a construção dos NPO's e das Lanchas...
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Charlie Jaguar em Junho 19, 2013, 09:04:11 pm
Citação de: "Crypter"
Era de Homens agora pegaram nos 628 milhões e reinvestirem-nos nas FA!! Tal como terminar a construção dos NPO's e das Lanchas...

E modernizar/potencializar ao máximo os restantes F-16 MLU, aquela que é a nossa única aeronave de combate. Com 27 aparelhos, a nossa frota será até menor que a dinamarquesa que compreende actualmente 30 aeronaves, por isso ao menos que se utilize parte da verba da venda para conferir o máximo de capacidades às células que ficarão ao serviço da FAP até ao fim da sua vida operacional. Digo eu...  :roll:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: typhonman em Junho 19, 2013, 10:11:19 pm
Citação de: "Charlie Jaguar"
Citação de: "Crypter"
Era de Homens agora pegaram nos 628 milhões e reinvestirem-nos nas FA!! Tal como terminar a construção dos NPO's e das Lanchas...

E modernizar/potencializar ao máximo os restantes F-16 MLU, aquela que é a nossa única aeronave de combate. Com 27 aparelhos, a nossa frota será até menor que a dinamarquesa que compreende actualmente 30 aeronaves, por isso ao menos que se utilize parte da verba da venda para conferir o máximo de capacidades às células que ficarão ao serviço da FAP até ao fim da sua vida operacional. Digo eu...  :roll:

Os nossos F-16 terão de durar para lá de 2025...Isto se o nível de atrição não aumentar...Com a cena internacional a mudar de dia para dia, com 28 aeronaves penso estar-mos curtos, 36 seria o mínimo para mim.

Ao menos que parte desse dinheiro seja investido nas seguintes áreas:

-Modernização continua das tapes (7..8 e as que vierem)...

-Aquisição de mais mísseis ar-ar AMRAAM, bem como o substituto do AIM-9L, (opção IRIS-T,AIM-9X ou mesmo PHYTON5)...

-Aquisição de LDAM, JSOW e JASSM

-Aquisição de capacetes de ultima geração JHMCS II.

-Aquisição de sobressalentes em número suficiente
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Charlie Jaguar em Junho 19, 2013, 10:52:55 pm
Citação de: "typhonman"
... com 28 aeronaves

Agora fiquei curioso: onde é que arranjaste esse F-16 extra? Olha que o "15150" que está junto à porta de armas da BA5 já não sai do pedestal, nem tão pouco o "15100" voltará a cruzar os céus. :mrgreen:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Crypter em Junho 19, 2013, 11:49:54 pm
Citação de: "Charlie Jaguar"
Citação de: "Crypter"
Era de Homens agora pegaram nos 628 milhões e reinvestirem-nos nas FA!! Tal como terminar a construção dos NPO's e das Lanchas...

E modernizar/potencializar ao máximo os restantes F-16 MLU, aquela que é a nossa única aeronave de combate. Com 27 aparelhos, a nossa frota será até menor que a dinamarquesa que compreende actualmente 30 aeronaves, por isso ao menos que se utilize parte da verba da venda para conferir o máximo de capacidades às células que ficarão ao serviço da FAP até ao fim da sua vida operacional. Digo eu...  :roll:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: nelson38899 em Junho 20, 2013, 11:03:08 am
Citação de: "Crypter"
Citação de: "Charlie Jaguar"
Citação de: "Crypter"
Era de Homens agora pegaram nos 628 milhões e reinvestirem-nos nas FA!! Tal como terminar a construção dos NPO's e das Lanchas...

E modernizar/potencializar ao máximo os restantes F-16 MLU, aquela que é a nossa única aeronave de combate. Com 27 aparelhos, a nossa frota será até menor que a dinamarquesa que compreende actualmente 30 aeronaves, por isso ao menos que se utilize parte da verba da venda para conferir o máximo de capacidades às células que ficarão ao serviço da FAP até ao fim da sua vida operacional. Digo eu...  :roll:

Olha que é o mais certo!
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: P44 em Junho 20, 2013, 11:28:45 am
com tanto banqueiro necessitado, não duvido nada...
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Charlie Jaguar em Junho 20, 2013, 11:38:57 am
Citação de: "nelson38899"
Citação de: "Crypter"
Citação de: "Charlie Jaguar"
Citação de: "Crypter"
Era de Homens agora pegaram nos 628 milhões e reinvestirem-nos nas FA!! Tal como terminar a construção dos NPO's e das Lanchas...

E modernizar/potencializar ao máximo os restantes F-16 MLU, aquela que é a nossa única aeronave de combate. Com 27 aparelhos, a nossa frota será até menor que a dinamarquesa que compreende actualmente 30 aeronaves, por isso ao menos que se utilize parte da verba da venda para conferir o máximo de capacidades às células que ficarão ao serviço da FAP até ao fim da sua vida operacional. Digo eu... :roll:

Olha que é o mais certo!

Pois, aquilo que eu disse era mais wishful thinking do que outra coisa qualquer...  :roll:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: typhonman em Junho 20, 2013, 12:34:49 pm
Citação de: "Charlie Jaguar"
Citação de: "typhonman"
... com 28 aeronaves

Agora fiquei curioso: onde é que arranjaste esse F-16 extra? Olha que o "15150" que está junto à porta de armas da BA5 já não sai do pedestal, nem tão pouco o "15100" voltará a cruzar os céus. :?


serão 26 então ?
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Charlie Jaguar em Junho 20, 2013, 12:59:18 pm
Citação de: "typhonman"
Citação de: "Charlie Jaguar"
Citação de: "typhonman"
... com 28 aeronaves

Agora fiquei curioso: onde é que arranjaste esse F-16 extra? Olha que o "15150" que está junto à porta de armas da BA5 já não sai do pedestal, nem tão pouco o "15100" voltará a cruzar os céus. :?


serão 26 então ?

Bom, com a decisão de se avançar para o AM "15141" (que deve estar para aí a rebentar vindo das OGMA devidamente pintadinho) teríamos hipoteticamente 41 células activas, por assim dizer; perdendo o OCU "15111" (cujo "15141" substituiria para repôr o número em 40 unidades) e o BM "15140" ficas com 39. Se retirares uma dúzia a este número sobram-te 27. Com o "15100" e "15150" como aeronaves de exposição, restam-te efectivamente duas células como fonte de sobressalentes. Acho que não me enganei nas contas como o Guterres...  :?
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Lightning em Junho 20, 2013, 06:15:09 pm
Citação de: "typhonman"
Então:

45 células:

5 para spares

15100 e 15150 (fazem parte deste lote para spares)


40-12-1-1= 26 F-16AM/BM    (descontem o 15111 e o 15140)  :?


serão 26 então ?

É tal como o Charlie Jaguar disse, dos 5 spares um deles vai ser modernizado, vai ter o nº 15141, mas penso que isso só foi decido após já termos perdido o 15111, pois a ideia na época continuava a ser termos 40 aviões, inicialmente era 20 (PAI)+25 (PAII), dos quais 5 para peças, mas com a perda do 15111, mudou-se para 19 (PAI)+25 (PAII) dos quais 4 para peças.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Charlie Jaguar em Junho 20, 2013, 07:22:20 pm
Citação de: "Lightning"
É tal como o Charlie Jaguar disse, dos 5 spares um deles vai ser modernizado, vai ter o nº 15141...

Já está modernizado. Agora só falta ir, ou vir, das OGMA devidamente pintadinho.  :arrow: http://jetphotos.net/viewphoto.php?id=7612778&nseq=0 (http://jetphotos.net/viewphoto.php?id=7612778&nseq=0)
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Charlie Jaguar em Agosto 09, 2013, 02:46:02 pm
Está a ser adiantado nos telejornais que um artigo presente no semanário "Sol" de hoje refere que a venda dos 12 F-16 à Roménia apenas resultaria num lucro de 78 milhões de euros. Não consigo achar essa notícia no site do referido semanário, será que alguém consegue encontrá-la? Sei que o Governo já havia autorizado uma despesa na ordem dos 108,2 milhões de euros para concretização da venda, ao que parece um encargo a satisfazer pelas verbas inscritas no contrato de alienação das doze aeronaves e que incluirá a sua modernização, formação, apoio logístico, etc, mas o que é feito agora dos 630 milhões de euros? Agora fiquei confuso...  :arrow: http://www.publico.pt/politica/noticia/ ... ia-1601300 (http://www.publico.pt/politica/noticia/governo-vende-12-cacas-f16-a-romenia-1601300)[/quote]
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Get_It em Agosto 09, 2013, 03:11:14 pm
Citação de: "Charlie Jaguar"
Está a ser adiantado nos telejornais que um artigo presente no semanário "Sol" de hoje refere que a venda dos 12 F-16 à Roménia apenas resultaria num lucro de 78 milhões de euros. Não consigo achar essa notícia no site do referido semanário, será que alguém consegue encontrá-la? Sei que o Governo já havia autorizado uma despesa na ordem dos 108,2 milhões de euros para concretização da venda, ao que parece um encargo a satisfazer pelas verbas inscritas no contrato de alienação das doze aeronaves e que incluirá a sua modernização, formação, apoio logístico, etc, mas o que é feito agora dos 630 milhões de euros? Agora fiquei confuso...  :?
Há que voltar atrás e ver quem é que falou nesses 630 milhões de euros para ver se realmente são 630 milhões de euros ou um número que alguém resolveu mandar para o ar na altura.

Mas é bem possível que o restante montante desses 630 milhões de euros possa ser para pagar aos norte-americanos o armamento e talvez até mais peças sobresselentes e ferramentas. Também é possível que algum desse dinheiro tenha ido parar ao bolso de alguma empresa de consultadoria ou de advogados para tratar do negócio e de toda a papelada necessária.

Cumprimentos,
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Charlie Jaguar em Agosto 09, 2013, 03:19:11 pm
Citação de: "Get_It"
Citação de: "Charlie Jaguar"
Está a ser adiantado nos telejornais que um artigo presente no semanário "Sol" de hoje refere que a venda dos 12 F-16 à Roménia apenas resultaria num lucro de 78 milhões de euros. Não consigo achar essa notícia no site do referido semanário, será que alguém consegue encontrá-la? Sei que o Governo já havia autorizado uma despesa na ordem dos 108,2 milhões de euros para concretização da venda, ao que parece um encargo a satisfazer pelas verbas inscritas no contrato de alienação das doze aeronaves e que incluirá a sua modernização, formação, apoio logístico, etc, mas o que é feito agora dos 630 milhões de euros? Agora fiquei confuso... :roll:

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

EDIT: Já agora a caixa que se encontra hoje na capa do "Sol" e que remete directamente a este assunto.

(http://img51.imageshack.us/img51/1561/tloi.jpg)
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Get_It em Agosto 09, 2013, 09:17:15 pm
Aliás, esse valor de 628 milhões de euros foi avançado pela imprensa, enquanto que da boca do ministro romeno saíram foram 120 milhões de euros para nós.

Citação de: "actmedia"
'Out of the 670 million euros representing the value of the contract, only about 120 million euros go to paying for the aircraft, the rest being logistic support, which would have been the same if we had purchased new aircraft. The first payment will be made next year, with the rest of the instalments being distributed each year for five years, releasing pressure from the budget,' showed Minister Dobritoiu.

A informação do Sol provavelmente está correcta e o resto do dinheiro deve ir é para os EUA e as restantes empresas envolvidas. A pergunta agora é: com quem é que eles assinaram o contrato? Foi com o governo português ou foi com uma empresa que serve de intermediária para a compra dos F-16 e do restante material?

670 milhões €: Dobritoiu: Romania to pay around 600 million dollars over five years for 12 second-hand F-16 fighter jets from Portugal (http://http) (October 1, 2012)
600 milhões $: Romanian Council Approves Plan to Buy F-16 Jets, Mediafax Says (http://http) (Sep 27, 2012)
628 milhões €: Roménia anuncia compra a Portugal de 12 aviões F-16 (http://http) (19 de Junho, 2013)

Saudações,
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Charlie Jaguar em Agosto 10, 2013, 12:27:22 am
Citação de: "Get_It"
Aliás, esse valor de 628 milhões de euros foi avançado pela imprensa, enquanto que da boca do ministro romeno saíram foram 120 milhões de euros para nós.

Citação de: "actmedia"
'Out of the 670 million euros representing the value of the contract, only about 120 million euros go to paying for the aircraft, the rest being logistic support, which would have been the same if we had purchased new aircraft. The first payment will be made next year, with the rest of the instalments being distributed each year for five years, releasing pressure from the budget,' showed Minister Dobritoiu.

A informação do Sol provavelmente está correcta e o resto do dinheiro deve ir é para os EUA e as restantes empresas envolvidas. A pergunta agora é: com quem é que eles assinaram o contrato? Foi com o governo português ou foi com uma empresa que serve de intermediária para a compra dos F-16 e do restante material?

670 milhões €: Dobritoiu: Romania to pay around 600 million dollars over five years for 12 second-hand F-16 fighter jets from Portugal (http://http) (October 1, 2012)
600 milhões $: Romanian Council Approves Plan to Buy F-16 Jets, Mediafax Says (http://http) (Sep 27, 2012)
628 milhões €: Roménia anuncia compra a Portugal de 12 aviões F-16 (http://http) (19 de Junho, 2013)

Pois, é mais do mesmo, isto para não dizer logo claramente de que se trata de um grande barrete e mais uma aldrabice pegada que nos foi vendida. E por isso também tenho infelizmente de concordar que a informação do "Sol" muito provavelmente estará correcta.  :?


----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

EDIT

Entretanto a notícia de hoje na SIC Notícias

Citar
Portugal quer vender 12 aeronaves à Roménia

Portugal deverá vender 12 F-16 à Roménia por 186 milhões, mas o lucro deverá ficar em menos de metade desse valor, mas o negócio ainda não está fechado.

 :shock: Assim percebe-se de facto, e face aos contornos deste negócio, que de lucro só se obtenham os falados 78 milhões de euros...  :roll:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Get_It em Agosto 10, 2013, 01:58:04 am
E agora umas críticas que acabam por ser ligeiramente off-topic (teorias da conspiração) e que não ajudam de muito este tópico:
Sem dúvida que isto é mais aldrabice que outra coisa. Não nos podemos lembrar de dois pontos importantes quanto à aquisição de material militar:
1. Não há crises financeiras na hora de encomendar: Os EUA são um bom exemplo disso, devem biliões e mais biliões de dólares mas continuam a querer adquirir F-35 e outras coisas.
2. Existem sempre subornos que têm de ser pagos: Seja Lockheed Martin, Boeing, SAAB, Eurofighter, Dassault, russos ou chineses, e tenham ganho com base no mérito dos seus produtos ou não, há sempre que pagar os subornos necessários aos políticos ou empresários senão não há negócio para ninguém...

Este negócio da venda dos F-16 não tem nada a ver com a crise financeira do país ou com a falta de dinheiro dos romenos. Isto é mas é uma táctica para os partidos ganharem mais votos (porque estão a combater o défice e a livrarem-se de uma "coisa" que grande parte da população odeia) e é mais brincar à política que outra coisa.

Depois, talvez mais importante ainda, temos os norte-americanos que ficam todos contentes por terem a Roménia com caças made in USA após estas décadas todas. Afinal de contas os romenos vão precisar de comprar mais motores, peças sobresselentes, armamento e outras coisas para os caças. E não vai ser aos portugueses que eles vão comprar isto tudo...
Mas mais importante que isso, é o facto de garantir que a Roménia não compra caças Gripen, Eurofighter ou até Rafale (http://http), que aguentariam mais uns bons anos sem serem substituídos do que os nossos F-16, e nega qualquer vantagem que estes outros caças teriam em utilizar isto como um trunfo ao competirem contra os caças norte-americanos noutras competições. Portanto, asseguram assim, que há hipótese para a Roménia no futuro substituir estes F-16 por F-35 (http://http).

[/rant]

Cumprimentos,
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: HSMW em Agosto 10, 2013, 02:38:07 am
Já os Romenos de alguns fóruns não se admiravam do nível de corrupção dos seus políticos para realizarem um negócio destes.
Não é que os F-16 com MLU fossem maus mas 12 é pouco, e se é para investir que seja em algo mais recente, ou seja, Grippens.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Charlie Jaguar em Agosto 10, 2013, 12:24:42 pm
A este propósito escrevia eu no passado dia 10 de Junho...

Citação de: "Charlie Jaguar"
Alguém me sabe dizer o que mais, além das células dos até agora pelo menos 12 F-16, segue para as mãos dos romenos? É que neste tipo de contratos, ou pacotes, seguem naturalmente outros equipamentos de origem diversa, e até mesmo armamento, que não estou a ver ser fornecido pelos norte-americanos à Roménia. Por isso, além da redução da capacidade de combate, espero que a FAP acautele bem o que possa vir a ter de ceder mais.  :|

E está-se a ver: formação, apoio logístico, treino e, pelo visto, ainda a modernização de 3 células, se não for também algum armamento. Daí que não me espante de todo que a soma que acabe por entrar nos cofres públicos pelos "caixões voadores", como apelida a imprensa romena tão carinhosamente os nossos aparelhos, seja de apenas 78 milhões de euros. Apesar disso, nos media romenos em Inglês, os números continuam a oscilar entre os 628 e os 638 milhões de euros a serem pagos no período 2013-2017.

O que me revolta, e que o Get_It disse bem na sua intervenção, são estas aldrabices pegadas que reiteradamente nos tentam vender enquanto se envolvem em jogos político-partidários que nada de benéfico trazem ao país e às suas reais necessidades. Nunca, mas nunca, se conhecem os contornos reais da coisa, a não ser mais tarde e depois de aparecer nas capas dos jornais.



Citação de: "Get_It"
Este negócio da venda dos F-16 não tem nada a ver com a crise financeira do país ou com a falta de dinheiro dos romenos. Isto é mas é uma táctica para os partidos ganharem mais votos (porque estão a combater o défice e a livrarem-se de uma "coisa" que grande parte da população odeia) e é mais brincar à política que outra coisa.

Ao cidadão comum foi vendido que os F-16 nos iriam render 630 milhões de euros. Li colunas de opinião e comentários em diversos meios de comunicação social, sites, blogs e fóruns onde era dito que, por esse preço, até podiam levar mais! Pura mentira como se vê agora, poeira para os nossos olhos. Estas medidas são tomadas de forma consciente, não acredito apenas na tão propalada incompetência da grande maioria dos membros deste Executivo (e não só), e sem querer embarcar em teorias da conspiração, não deixo ao mesmo tempo de me perguntar que objectivo claro é este de querer enfraquecer as Forças Armadas (sector que para aqui nos diz respeito, mas que não é o único), e a nossa capacidade de exercer e defender a soberania nacional, um fenómeno que aliás neste momento não é exclusivo de Portugal, mas gritante por cá.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Cabeça de Martelo em Agosto 10, 2013, 02:07:59 pm
Quando eu vejo um tipo atinado e nada dado a estas coisas como o Charlie Jaguar a dizer isto...

Como dizia a minha avó, onde há fumo há fogo! :evil:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: mafets em Agosto 11, 2013, 06:04:36 pm
Citação de: "Crypter"
Era de Homens agora pegaram nos 628 milhões e reinvestirem-nos nas FA!! Tal como terminar a construção dos NPO's e das Lanchas...

Quais 628 milhões? Acreditavam nisso? E mesmo qualquer valor que venha acham que vai para as F.A. com esta classe de políticos?

Citar
Para Aguiar-Branco a venda dos caças pode beneficiar não só o País como a Força Aérea, estando o processo a ser acompanhado o chefe de estado-maior da Força Aérea.

O ministro da Defesa lembrou que a Força Aérea Portuguesa tem disponíveis 39 caças F16, escreve o JN.

O sr. Ministro que tem denunciado os contratos praticamente todos (adjudicando a parte jurídica aos advogados dos amigos) e vende agora 12 caças F-16 pela fortuna de 78 milhões que explique onde esta venda beneficia o pais e a FAP que não estou a ver...

Citação de: "Charlie Jaguar"
Ao cidadão comum foi vendido que os F-16 nos iriam render 630 milhões de euros. Li colunas de opinião e comentários em diversos meios de comunicação social, sites, blogs e fóruns onde era dito que, por esse preço, até podiam levar mais! Pura mentira como se vê agora, poeira para os nossos olhos. Estas medidas são tomadas de forma consciente, não acredito apenas na tão propalada incompetência da grande maioria dos membros deste Executivo (e não só), e sem querer embarcar em teorias da conspiração, não deixo ao mesmo tempo de me perguntar que objectivo claro é este de querer enfraquecer as Forças Armadas (sector que para aqui nos diz respeito, mas que não é o único), e a nossa capacidade de exercer e defender a soberania nacional, um fenômeno que aliás neste momento não é exclusivo de Portugal, mas gritante por cá.

A maioria dos cidadãos, jornalistas e políticos nada percebe de defesa nem quer perceber. Dos submarinos aos Leopard basta ver as idiotices, incongruências e palhaçadas que se têm escrito. Aliás, se deixassem de invejar o carro do vizinho, ler a Maria, o Correio da Manha e idolatrar gentinha da TV pública que ganha 30 000 euros mensais para só fazer trampa já se tinham apercebido que os negócios ruinosos para a defesa começaram após o 25 de Abril de 1974 e que os submarinos pelo menos estão parados no Alfeite (ao contrario da verba gasta por exemplo no desenvolvimento do nh-90 u a-400).  

(http://3.bp.blogspot.com/_qCOdACBIQ-g/SE3SXKEXfOI/AAAAAAAAADw/pz4CUEqeliY/s400/12340%2BF16A%2B2%2BS300.jpg)
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Charlie Jaguar em Agosto 13, 2013, 12:35:04 pm
E aqui está então na íntegra (itálicos e negritos incluídos) o artigo publicado no semanário "Sol" na passada Sexta-feira, 9 de Agosto.


Citar
VENDA DE F-16 RENDE 78 MILHÕES DE EUROS

Helena Pereira
helena.pereira@sol.pt

Nem 628 milhões anunciados pela Roménia, nem 186 milhões que constam no contrato. Com a despesa que a Força Aérea terá, a venda dos caças vai dar um lucro bem inferior.

Portugal vai ter de gastar até 108 milhões de euros na modernização dos F-16 para os conseguir vender à Roménia. Este foi o acordo a que os dois países chegaram e que já teve luz verde, aliás, do Conselho de Ministros. Os doze F-16 que Portugal tinha comprado aos EUA mas de que, afinal, nunca precisou serão vendidos por 186 milhões de euros, soube o Sol. Acontece que o Governo português ainda vai ter de gastar 108 milhões de euros, o que se traduzirá num lucro de 78 milhões de euros, sensivelmente 6,5 milhões de euros por aeronave. O mais curioso é que chegou a ser noticiado, na imprensa portuguesa e estrangeira, que a transacção custaria 628 milhões de euros - um bónus que, a ser assim, ajudaria a consolidar as contas deficitárias do Estado. Tudo porque, há algumas semanas, o Governo romeno anunciara a compra a Portugal de 12 aviões de combate F-16 por aquele valor - a notícia saiu primeiro na agência France Presse, sendo replicada a partir daí.

Acontece que aquele montante diz respeito ao investimento total que a Roménia vai fazer para ter a capacidade de operar estes aviões de caça, e não se destina unicamente à compra dos 12 aviões portugueses. Vai pagar programas como a formação de pilotos romenos, a construção de infra-estruturas como pistas e hangares, etc. O comunicado do Conselho de Ministros, de 25 de Julho, não revela o valor da venda, mas revela ter dado autorização à "realização da despesa" para suportar o contrato a celebrar. "A despesa aprovada contempla a preparação e a actualização da configuração das aeronaves, a formação, treino e apoio logístico inicial e a sustentação de uma equipa de apoio técnico, até ao montante de 108,2 milhões de euros, encargo a satisfazer pelas verbas inscritas no contrato de alienação", lê-se.

Ou seja, o Ministério da Defesa ainda terá que gastar dinheiro antes de arrecadar receita. Dos 12 aviões que serão vendidos, Portugal tem nove - já a voar e que foram observados por uma equipa romena em Portugal. Os três que faltam serão, em princípio, ainda comprados aos EUA e depois montados e modernizados em Portugal para seguirem para a Roménia. Parte desta despesa será também para pagar uma equipa de técnicos da Força Aérea que irá prestar apoio aos romenos. Ao todo Portugal tem 39 caças e a Força Aérea pretende ficar com 30 - sendo que uma parte destes ainda não fez a actualização Mid-Life Update (MLU).

EUA autorizaram venda

A primeira esquadra de 20 F-16 foi comprada no tempo de Cavaco Silva, numa altura em que o Ministro da Defesa era Fernando Nogueira, tendo os aviões chegado a Portugal em 1994. Já a segunda esquadra foi comprada durante o Governo de António Guterres, era Ministro da Defesa Veiga Simão, tendo as aeronaves sido entregues à Força Aérea Portuguesa em 1999. De acordo com a Lei de Programação Militar de 1998, essa esquadra custou na altura 50 milhões de euros. As aquisições foram feitas ao abrigo do acordo de cooperação militar Portugal-EUA, e qualquer venda posterior desse equipamento requer autorização prévia dos norte-americanos, o que aconteceu agora. O mais provável, por isso, era que Portugal vendesse os F-16 a países da Aliança Atlântica. A Roménia aderiu à NATO em 2004 e comprometeu-se a equipar a sua Força Aérea com 48 aparelhos compatíveis com os dos aliados.

Os F-16, que estão na Base Aérea de Monte Real, vão substituir os MiG-21, de fabrico soviético, da Força Aérea Romena. Desde que a segunda esquadra foi recebida que o objectivo era modernizá-la, razão pela qual os aparelhos ficaram na Base de Monte Real exactamente como vieram dos EUA, empacotados por blocos de peças, à espera de haver dinheiro para a sua montagem. Esse trabalho só começou em 2004, nas OGMA. Foi sendo gradual e, a determinada altura, a prioridade foi preparar primeiro os aviões a ser vendidos.


Fora algumas imprecisões por parte da autora, típicas como disse o mafets de quem não percebe a fundo destes assuntos, o que está exposto no artigo é bastante claro e perceptível.  :roll:


Entretanto, e ainda a respeito deste assunto - e só para finalizar -, na edição de Setembro da revista "Combat Aircraft", publicada há dias, vem um artigo dedicado aos últimos operadores europeus dos MiG-21 "Fishbed". E no capítulo dedicado à Roménia, escrito pelo holandês Dirk Jan de Ridder, é escrito o seguinte:

Citação de: "Combat Aircraft September 2013"
In common with the other European MiG-21 operators, Romania has been looking to replace its fighters for sometime. Back in 2005, the country reportedly asked Belgium and Israel for information regarding the possibility of purchasing second-hand F-16s. In the years that followed, Eurofighter, Lockheed Martin and Saab also provided proposals for the sale of new aircraft, but a deal was never signed. A Romanian delegation visited Portugal in April 2013 to negotiate the purchase of 12 F-16s. An agreement was made to finalise documents by the following month and hopefully sign a deal by September.

The airframes concerned were built for the US Air Force in 1984, but had been in storage for around 10 years before they were sold to the Portuguese Air Force in the 1990s. In Portugal they received a Mid-Life Update. Some of the most recently updated jets have only flown very few hours with the Portuguese Air Force, but it is still unclear whether Romania will receive these aircraft or some of the ‘older’ ones. The F-16s would form a single operational air policing squadron some time around 2017, and one squadron of LanceRs will reportedly be kept operational until another 12 F-16s are acquired elsewhere.

Falando metaforicamente, se querem mais uma dúzia de ovos que os vão comprar agora a outra mercearia, muito embora duvide seriamente que tenham capacidade para tal.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: PereiraMarques em Agosto 21, 2013, 10:36:33 am
Citar
Resolução do Conselho de Ministros n.º 55/2013

Considerando que, em 1990, Portugal iniciou o programa de aquisição de 20 aeronaves novas F -16 Block15 OCU aos Estados Unidos da América (EUA), sendo cedidas, em 1998, na condição de Excess Defense Articles (EDA), mais 25 aeronaves usadas F -16 Block 15 OCU, das quais, cinco para utilizar como sobressalentes, e que Portugal modernizou, no total, 40 aeronaves para o padrão Mid Life Update, tendo uma delas sido acidentada com perda total.

Considerando que, tal como preconizado no Sistema de Forças Nacional, a Força Aérea atingiu a capacidade operacional prevista de 30 aeronaves atribuídas para operação, estão criadas as condições para que se
proceda à alienação pelo Estado Português, no exercício dos seus poderes de autoridade, de nove aeronaves remanescentes.

Considerando que o Ministério da Defesa Nacional, com a colaboração do Departamento de Defesa dos EUA, recebeu da República da Roménia um pedido formal para a aquisição de 12 aviões F -16MLU.

Considerando que, para facilitar o processo de alienação, foi desenvolvida uma estratégia de incremento de nove para 12 aviões, sem afetar a capacidade operacional da Força Aérea, que passa pela incorporação de mais três aeronaves F -16 cedidas pelos EUA na condição de EDA, que serão posteriormente modernizadas, usando a capacidade da indústria aeronáutica nacional.

Considerando que o Conselho de Chefes de Estado-Maior emitiu parecer favorável à alienação de 12 aeronaves, conforme previsto no artigo 2.º do Decreto -Lei n.º 48/89, de 22 de fevereiro, alterado pelo Decreto -Lei n.º 223/92, de 20 de outubro.

Considerando que a condição atual dos aviões não inclui motor, nem parte dos equipamentos essenciais para o voo, e que a configuração operacional consiste na OFP M4.3.

Considerando que para colocar as aeronaves em estado de voo e complementar a aquisição com um pacote de capacidades que permita uma operação segura e eficaz, foi condição apresentada pela República da Roménia a inclusão neste projeto de um conjunto de bens e serviços, que consiste na modernização e atualização dos aviões para a configuração operacional OFP M5.2, preparação e revisão geral de 14 motores, a formação e treino de 75 mecânicos e nove pilotos e a permanência na República da Roménia de uma equipa de apoio técnico, pelo período de dois anos, com um custo a suportar por aquele país no âmbito
deste contrato.

Considerando que o anterior conjunto de bens e serviços será planeado e executado pela Força Aérea e tem os custos identificados em 108 200 000,00 EUR, a que acresce, quando aplicável, o IVA à taxa legal em vigor, a adicionar ao custo base das aeronaves correspondente à sua condição atual, perfazendo um valor total já submetido à República da Roménia de 186 200 000,00 EUR, com um plano de pagamentos previsto para cinco anos.

Considerando que, apesar de nos termos do artigo 1.º do Decreto -Lei n.º 48/89, de 22 de fevereiro, alterado pelo Decreto -Lei n.º 223/92, de 20 de outubro, o Ministro da Defesa Nacional se encontrar autorizado a proceder à alienação de todo o material de guerra que tenha sido considerado disponível, o presente processo de alienação envolve a assunção de despesa que, nos termos do artigo 17.º do Decreto -Lei n.º 197/99, de 8 de junho, é da competência do Conselho de Ministros.

Considerando que é necessário estabelecer atempadamente todas as condições necessárias para que o Ministro da Defesa Nacional assuma compromissos com a contraparte romena, para efeitos da fixação das concretas estatuições contratuais inerentes à alienação.

Assim:
Nos termos da alínea e) do n.º 1 do artigo 17.º do Decreto-Lei n.º 197/99, de 8 de junho, e da alínea g) do artigo 199.º da Constituição, o Conselho de Ministros resolve:
1 — Autorizar, no âmbito do projeto para alienação pelo Estado Português de 12 aeronaves F -16 à República da Roménia, a realização da despesa destinada a suportar os encargos decorrentes do contrato a celebrar, nomeadamente com a preparação e a atualização da configuração das aeronaves F -16 MLU, a revisão geral dos motores, a formação, treino e apoio logístico inicial e a sustentação de uma equipa de apoio técnico na República da Roménia, bem como para a atualização dos três aviões F -16 obtidos na condição Excess Defense Articles (EDA) dos Estados Unidos da América, até ao montante de 108 200 000,00 EUR (cento e oito milhões e duzentos mil euros), ao qual, quando aplicável, acresce o IVA à taxa legal em vigor.

2 — Determinar que os encargos orçamentais resultantes do número anterior não podem exceder, em cada ano económico, os seguintes montantes, aos quais, quando aplicável, acresce o IVA à taxa legal em vigor:
2013 — 20 000 000,00 EUR;
2014 —37 900 000,00 EUR;
2015 — 29 000 000,00 EUR;
2016 — 18 600 000,00 EUR;
2017 — 2 700 000,00 EUR.

3 — Determinar que os encargos decorrentes da presente resolução são suportados pelas verbas previstas no contrato de alienação de 12 aeronaves F -16 a celebrar com a República da Roménia.

4 — Delegar no Ministro da Defesa Nacional, com faculdade de subdelegação, a competência para a prática de todos os atos a realizar no âmbito na presente resolução.

5 — Determinar que a presente resolução produz efeitos a partir da data da sua aprovação.

Presidência do Conselho de Ministros, 25 de julho de 2013. — O Primeiro -Ministro, Pedro Passos Coelho.

http://dre.pt/pdf1sdip/2013/08/16000/0502005021.pdf (http://dre.pt/pdf1sdip/2013/08/16000/0502005021.pdf)
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: nelson38899 em Agosto 21, 2013, 10:46:49 am
Começo achar que esta venda de F16 é um mau negocio para o estado e um bom negocio para o bolso de alguns.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Johnnie em Agosto 21, 2013, 12:36:52 pm
:roll:  

Do mal o menos, ainda ficamos com 30 e lá se garante algum trabalho suplementar para a rapaziada das OGMA...

Mais valia era comprar os doze aos USA, modernizar, vender e ficarmos sossegadinhos com os nossos mas...adiante...Assim a opinião publica fica saciada por uns tempos...
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: P44 em Agosto 21, 2013, 03:29:42 pm
Citar
Portugal compra 3 F-16 aos EUA para os revender

21 de Agosto, 2013 por Helena Pereira
Portugal vai comprar três aviões F-16 aos EUA para os vender de seguida à Roménia.

De acordo com a resolução do Conselho de Ministros publicada hoje em Diário da República, a Força Aérea não dispõe das 12 aeronaves que se comprometeu a vender à Roménia e, por isso, o Governo teve de dar luz verde para aquela compra extra. Estes três aviões "serão posteriormente modernizados, usando a capacidade da indústria aeronáutica nacional", de modo a estarem em iguais condições aos nove que já estão prontos para a venda e que foram actualizados com um Mid Life Update, feito nas OGMA.

A Roménia vai pagar 186,2 milhões de euros pelas 12 aeronaves, que serão pagos em cinco anos. Mas deste valor há que descontar o investimento que a Força Aérea irá fazer de 108,2 milhões de euros para comprar mais três aviões e suportar a equipa técnica que irá, durante dois anos, dar formação e treino a 75 técnicos romenos e nove pilotos.

Portugal tinha comprado, em 1990, 20 F-16 aos EUA e, em 1998, mais 25.

http://sol.sapo.pt/inicio/Politica/Inte ... t_id=82862 (http://sol.sapo.pt/inicio/Politica/Interior.aspx?content_id=82862)

até parecem as negociatas do vieira com jogadores  :mrgreen:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: typhonman em Agosto 21, 2013, 11:03:47 pm
que macacada.

só rir, para não chorar !!!
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Charlie Jaguar em Agosto 22, 2013, 12:24:31 am
Vá lá, fora esta palhaçada toda, a FAP consegue apesar de tudo assegurar a manutenção de 30 aviões de combate. Não foi fácil, ao que parece.

Os contornos do negócio estão aí para toda a gente ver, mais um para constar no dossier das melhores piadas envolvendo a compra e venda de material militar. :roll:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: nelson38899 em Agosto 22, 2013, 09:37:59 am
Citação de: "Charlie Jaguar"
Vá lá, fora esta palhaçada toda, a FAP consegue apesar de tudo assegurar a manutenção de 30 aviões de combate. Não foi fácil, ao que parece.

Os contornos do negócio estão aí para toda a gente ver, mais um para constar no dossier das melhores piadas envolvendo a compra e venda de material militar. :roll:

Já agora que comprem 3 F16 C/D e que depois fiquem com eles.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Camuflage em Agosto 22, 2013, 07:36:11 pm
Qual foi a lógica de se terem comprado tantos afinal nos anos 90?
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Charlie Jaguar em Agosto 22, 2013, 08:06:16 pm
Citação de: "Camuflage"
Qual foi a lógica de se terem comprado tantos afinal nos anos 90?

Termos 40 caças, com uma aeronave para repôr a fatídica perda do "15111" em 2002, mais 4 células sobressalentes (spares). Essa história que anda aí a correr agora que afinal só queríamos 30 aparelhos e por isso é o programa MLU começou pelas aeronaves do Peace Atlantis II - as adquiridas ao AMARC em 1999 - não é verdade. Pode ser a verdade de hoje, mas não era, nem nunca foi essa, a intenção inicial.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: imaginário em Agosto 22, 2013, 08:43:03 pm
Citação de: "Charlie Jaguar"
Citação de: "Camuflage"
Qual foi a lógica de se terem comprado tantos afinal nos anos 90?

Termos 40 caças, com uma aeronave para repôr a fatídica perda do "15111" em 2002, mais 4 células sobressalentes (spares). Essa história que anda aí a correr agora que afinal só queríamos 30 aparelhos e por isso é o programa MLU começou pelas aeronaves do Peace Atlantis II - as adquiridas ao AMARC em 1999 - não é verdade. Pode ser a verdade de hoje, mas não era, nem nunca foi essa, a intenção inicial.


Exacto, aquando da compra do 2º lote em 1999, ainda foi questionado se 40 F-16ADF/A chegariam uma vez que os Alpha-Jet nessa altura já estariam reduzidos a 25 aeronaves operacionais de um lote de 50, e não havia à data, um número suficiente de aeronaves  para fazer face aos compromissos nacionais e internacionais ( NATO).
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Johnnie em Agosto 22, 2013, 10:39:21 pm
Citação de: "Camuflage"
Qual foi a lógica de se terem comprado tantos afinal nos anos 90?

A lógica é que nos anos 90 eramos ricos  :mrgreen:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Johnnie em Agosto 22, 2013, 10:43:52 pm
Polémicas á parte neste quesito só estamos a seguir a tendência geral, se olharmos para os nossos parceiros da NATO as frotas de hoje nada têm a ver com as de antigamente, (excepto talvez a Grécia que resiste como a aldeia do Asterix  :roll: O que não deixa de ser pena  :roll:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Charlie Jaguar em Agosto 23, 2013, 12:02:12 am
Citação de: "Johnnie"
Polémicas á parte neste quesito só estamos a seguir a tendência geral, se olharmos para os nossos parceiros da NATO as frotas de hoje nada têm a ver com as de antigamente, (excepto talvez a Grécia que resiste como a aldeia do Asterix :roll: O que não deixa de ser pena :roll:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: gh05t em Agosto 23, 2013, 11:36:28 pm
Passei hoje pelo portão de armas da BA5, e vi de bem perto um F-16 MLU totalmente equipado, o nº era o 15100, e estava uma placa que indicava um estado de segurança atual muito elevado, o que poderá ser isto? ou será apenas uma coincidência e o avião era de exposição ao público?
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: PereiraMarques em Agosto 23, 2013, 11:50:42 pm
:mrgreen: O '15100' é o chaço utilizado para as exposições estáticas...acho que nem tem motor...

(http://www.f-16.net/g3/var/resizes/f-16-photos/album37/album24/15100.jpg)

(http://img149.imageshack.us/img149/7866/im000510ly8.jpg)
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Daniel em Outubro 11, 2013, 11:10:05 am
Portugal vende 12 caças F-16 à Roménia

Citar
Portugal vai vender 12 caças F-16 à Roménia, avança a TSF, segundo a qual o negócio, que há muito estava a ser preparado mas só agora foi concluído, pode resultar num encaixe de 78 milhões de euros para os cofres portugueses.

Os 12 caças terão de ser previamente transformados antes de serem entregues para poderem adequar-se às necessidades romenas, avança a TSF.

O negócio contempla ainda a formação de pilotos, técnicos e mecânicos romenos por parte dos militares portugueses, além de os portugueses irem assessorar as Forças Armadas romenas na fase de instalação das aeronaves.

Uma curiosidade é que, dos 12 caças vendidos, apenas 9 faziam parte da frota portuguesa. Para fechar este negócio, Portugal teve de três caças F-16 aos Estados Unidos para contornar questões burocráticas entre os EUA e a Roménia, e esses três aparelhos serão agora incluídos no pacote vendido.

Com esta venda, a Força Aérea Portuguesa, que tinha 39 caças F-16, passa a ficar com 30 aviões.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Nuno Bento em Outubro 11, 2013, 05:15:33 pm
Citar
Negócio de venda de caças F-16 à Roménia é “altamente vantajoso


O ministro da Defesa garantiu que com a diminuição do número destas aeronaves "não haverá uma quebra na operacionalidade", mas antes "uns ajustamentos adequados" à nova realidade



 
O ministro da Defesa classificou hoje de "altamente vantajoso" o negócio da venda de 12 caças F-16 à Roménia, que permite um encaixe direto de 78 milhões de euros do total de 186, envolvidos no contrato.

"[O negócio] É altamente vantajoso em termos financeiros, para a economia portuguesa e para o prestígio e a formação de excelência que é reconhecida à Força Aérea Portuguesa", salientou José Pedro Aguiar-Branco, no fim de uma visita à OGMA - Indústria Aeronáutica de Portugal, localizada em Alverca do Ribatejo, concelho de Vila Franca de Xira.

O ministro acrescentou que a venda dos aparelhos estava prevista desde 2006, mas que só agora foi possível concretizar, mostrando-se "orgulhoso e satisfeito" pela concretização da mesma.

"É um negócio que envolve cerca de 186 milhões de euros, dos quais cerca de 100 milhões são para preparar todos os aviões que são para vender. Desses 100 milhões, cerca de 40 reverterão para empresas portuguesas, o que significa que há um aproveitamento global de 78 milhões de euros [encaixe direto], revertendo mais 40 milhões de euros para empresas portuguesas", explicou Aguiar Branco.

Segundo o ministro, Portugal já recebeu do Governo da Roménia a primeira parcela de cerca de 47 milhões de euros [do total dos 186 milhões de euros], os quais se destinam "a financiar" todas as operações necessárias fazer agora, num processo de venda que se vai prolongar ao longo dos próximos quatro anos.

Aguiar Branco afirmou que os 78 milhões de euros encaixados pelo Estado Português com este contrato serão também "utilizados para o reequipamento" das Forças Armadas Portuguesas.

Além da venda de 12 caças F-16 - nove monolugares e três bi-lugares - o negócio contempla ainda a formação de [9] pilotos, técnicos e mecânicos romenos [79] por parte dos militares da Força Aérea Portuguesa, além de os portugueses assessorarem as Forças Armadas romenas na fase de instalação das aeronaves.

"Vai haver, em simultâneo, ações de formação, preparação e treino de pilotos romenos por parte da Força Aérea Portuguesa. Por isso, devemos ver esta situação como um Kit global, e não especificamente só como venda de equipamento", sublinhou o ministro.

Uma das particularidades do negócio é que três dos 12 aviões foram comprados aos Estados Unidos da América (parceiro neste negócio) e vendidos à Roménia para contornar questões burocráticas entre os EUA e Bucareste.

Nos próximos quatro anos as aeronaves (as nove que já faziam parte do ativo da Força Aérea e as três adquiridas para venda à Roménia) irão ser modernizadas e submetidas a um programa de inspeções e ações de manutenção. A entrega dos primeiros caças está planeada começar em 2016.

Aguiar Branco esclareceu que o negócio teve de ser "tripartido", devido a "direitos de propriedade intelectual" dos EUA, que tiveram "a sua quota-parte de responsabilidade e de retorno financeiro".

Com esta venda, a Força Aérea Portuguesa, que tinha 39 caças F-16, passa a ficar com 30 aviões.

O ministro da Defesa garantiu que com a diminuição do número destas aeronaves "não haverá uma quebra na operacionalidade", mas antes "uns ajustamentos adequados" à nova realidade.

Aguiar Branco acrescentou que Portugal "continua interessado em vender equipamento militar" que já não está a ser utilizado pelas Forças Armadas Portuguesas.

Os aviões C-212 Aviocar e os helicópteros Puma inserem-se nessa política mas, segundo o ministro da Defesa, "ainda não há nada em concreto" sobre o negócio de venda destes aparelhos.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Nuno Bento em Outubro 11, 2013, 05:18:15 pm
Estou para ver o que vão fazer com o $, já dava para comprar alguns helis, para substituir o Alouette .
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Camuflage em Outubro 11, 2013, 08:13:34 pm
Estão a vender para juntar todos os trocos que conseguirem para obter uma poupança de 7 mil milhões como exigido pela troika. Também diga-se que ter equipamento a enferrujar não vale a pena, mais vale a vender enquanto dá algum lucro.

Com quantos F-16 ficamos actualmente? Quantos operacionais e quantos não-operacionais?
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Menacho em Outubro 12, 2013, 12:17:06 pm
Citar
Portugal vende 12 caças F-16 à Roménia por 78 milhões de euros

Maria Lopes

11/10/2013 - 09:46

(actualizado às 13:20)

A alienação resulta do esforço de “racionalização” nas Forças Armadas. Dos 186 milhões de euros que Portugal vai receber, gastará 108 milhões na preparação das aeronaves e formação de técnicos romenos.
Portugal tem actualmente 39 destas aeronaves DR



    Governo vende 12 caças F-16 à Roménia
    Ministro da Defesa confirma negociações para venda de uma dezena de caças F-16
    Força Aérea prevê modernizar 18 caças F-16 até final do ano

Portugal fechou na quinta-feira o contrato para a venda de 12 aviões caças F-16 à Roménia, pelos quais vais receber, em termos líquidos, 78 milhões de euros.

A notícia da conclusão do acordo foi avançada pela TSF, e o PÚBLICO confirmou junto do Ministério da Defesa Nacional que a primeira tranche do pagamento total de 186 milhões de euros, no valor de 47 milhões de euros, já entrou ontem nos cofres do Estado português. O resto do pagamento será faseado até 2017, prazo para a entrega das últimas unidades à Roménia.

Da receita total de 186 milhões de euros que a venda representa, Portugal terá de gastar 108,2 milhões de euros na formação de técnicos romenos e sobretudo na preparação das aeronaves. Desta despesa, pelo menos 40 milhões serão gastos em incorporação nacional, ou seja, com empresas portuguesas que vão fornecer equipamento para a remodelação dos aviões, disse ao PÚBLICO fonte do ministério.

A negociação entre Lisboa e Bucareste durava há vários meses, já havia um acordo formal, e a concretização do negócio estava agora apenas dependente da autorização dos Estados Unidos, uma vez que os F-16 MLU foram originariamente comprados por Portugal àquele país e há questões de patentes que é preciso acautelar. O aval do congresso norte-americano chegou finalmente.

“Depois de negociações técnicas e financeiras, o acordo foi concluído com a aprovação do Governo dos Estados Unidos através da obtenção de um third-party transfer. Esta autorização, por parte do congresso dos EUA, era absolutamente necessária para que o acordo se concretizasse”, anunciou entretanto o Ministério da Defesa em comunicado.

 

Redução da frota não compromete desempenho, diz ministro

Portugal tem actualmente 39 aeronaves F-16, mas parte delas não está operacional. A redução da frota foi assumida pelo ministério numa lógica de racionalização de meios prevista na Lei de Programação Militar. Mas o ministro José Pedro Aguiar-Branco garantiu, em Janeiro, que esta venda de caças “não compromete o cumprimento das missões por parte da Força Aérea”, acreditando mesmo que “poderá vir a facilitar e criar condições para que o reequipamento da própria Força Aérea seja mais forte do que é neste momento”.

A entrega faseada das aeronaves está prevista começar em 2016 e terminar no ano seguinte de forma a que a Roménia consiga atingir a designada capacidade operacional inicial em 2017, com a ajuda e suporte da Força Aérea Portuguesa e a sua congénere norte-americana, a USAF. A Roménia fica assim equipada para poder participar em missões da NATO.

Dos 186 milhões de euros que Portugal recebe, vai gastar 108,2 milhões na preparação e modernização da configuração das aeronaves, em formação, treino e apoio logístico, bem como na preparação de uma equipa romena que depois irá assegurar o apoio e manutenção técnica dos aviões. Segundo o ministério de José Pedro Aguiar-Branco, essa equipa é constituída por nove pilotos e um total de 79 técnicos.

A autorização para essa despesa já foi dada em Julho pelo Conselho de Ministros, pelo que o acordo da venda estava firmado desde então. E também estava já definido que esse valor sairia das verbas do contrato de alienação.

Desta dúzia de F-16 que Portugal vai entregar à Roménia, apenas nove são de facto da actual esquadra nacional. Os restantes três serão comprados em carcaça aos EUA e posteriormente equipados e terminados em território nacional.

De acordo com a agência noticiosa romena AgerPres, o Governo da Roménia aprovou em Junho o negócio da compra dos aviões a Portugal, num processo de investimento de 628 milhões de euros. Este valor, além da factura a pagar a Portugal inclui também toda a logística em que aquele país terá que entretanto investir, como é o caso de infraestruturas (hangares, oficinas, pistas para aterragem, sistemas informáticos de controlo) e recursos humanos (com a constituição e manutenção de uma esquadra dedicada aos F-16).

Entre os candidatos à compra dos F-16 estiveram, além da Roménia, o Paquistão e a Bulgária.

http://www.publico.pt/politica/noticia/ ... os-1608784 (http://www.publico.pt/politica/noticia/portugal-vende-12-cacas-f16-a-romenia-por-78-milhoes-de-euros-1608784)
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Cabeça de Martelo em Outubro 12, 2013, 12:44:00 pm
Finalmente o anúncio formal do acordo entre Portugal e Roménia, para o negócio de venda de 12 F-16, com explicação das verbas envolvidas e trabalhos e serviços incluídos:

 :arrow: http://www.passarodeferro.com/2013/10/os-numeros-da-venda-dos-f-16-explicados.html
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Charlie Jaguar em Outubro 12, 2013, 01:36:09 pm
Como toda a gente estava desconfiada, estes ridículos 78 milhões de euros que vamos receber por 12 F-16 MLU (há jackpots do Euromilhões superiores  :roll:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Charlie Jaguar em Outubro 12, 2013, 06:38:08 pm
Citar
Defense Ministry signs contract for F-16 aircraft purchase

Friday, October 11, 2013

Share Defense minister Mircea Dusa announced on Thursday that he had signed a contract with the Portuguese for the purchase of F-16 airplanes and had paid the first installment of 100 million euro from the total amount of 600 million euro as stipulated by contract. Minister Dusa said, early this month that the equipping program with multirole aircraft would begin this fall by modernizing the airplanes Romania purchased from Portugal. The first F-16 planes will reach Romania in 2015, according to the protocol.

“We have completed all forms to equip the Air Forces with fighter planes and the program will begin this fall by modernizing the planes purchased by us. 80 people – pilots, engineers, technical staff will leave for Portugal for training. The first airplanes will reach Romania in 2015, according to protocol and the full squadron by 2017 when the flight resource of MIG 21 Lancer planes expires,” Dusa said.

 Romania will purchase a squadron of second hand F-16 planes from Portugal. On June 19, the government approved the bill on the purchase of multirole planes, which was adopted by the Chamber of Deputies. President Traian Basescu promulgated the law on the purchase of multirole planes by mid July.

 :arrow: http://actmedia.eu/daily/defense-minist ... hase/48538 (http://actmedia.eu/daily/defense-ministry-signs-contract-for-f-16-aircraft-purchase/48538)
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Camuflage em Outubro 13, 2013, 08:40:52 pm
Citação de: "Charlie Jaguar"
Como toda a gente estava desconfiada, estes ridículos 78 milhões de euros que vamos receber por 12 F-16 MLU (há jackpots do Euromilhões superiores  :roll:

É a chamada Realpolitik queres que ele diga a verdade? Os políticos limitam-se a coordenar esforços e lançar mensagens de esperança, se vão a dizer a verdade às pessoas perdem o poder e arranjam inimigos em todos os lobbies.

A verdade é esta:

http://blasfemias.files.wordpress.com/2 ... pc3bab.jpg (http://blasfemias.files.wordpress.com/2013/09/estrdesppc3bab.jpg)

Não são as scuts, PPP e afins, esse é que é o problema que socialmente custa votos e ninguém está disposto a falar ou a mudar.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Charlie Jaguar em Novembro 10, 2013, 07:42:53 pm
Notícia da venda na edição de Dezembro da revista Combat Aircraft, escrita pelo Paulo Mata.  :wink:

(http://img585.imageshack.us/img585/215/onne.jpg)
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Menacho em Novembro 10, 2013, 08:50:31 pm
Citar
WASHINGTON, Nov 8, 2013 – The Defense Security Cooperation Agency notified Congress today of a possible Foreign Military Sale to Romania of weapons, equipment, and support for 12 F-16 MLU Block 15 for an estimated cost of $457 million.

The Government of Romania has requested a possible sale of weapons, equipment, and support for 12 F-16 MLU Block 15 aircraft that will be procured through a third party transfer from Portugal. Articles and services will include:

13 Embedded Global Positioning Systems/Inertial Navigation Systems (EGPS/INS) with GPS Security Devices, Airborne
3 AN/ALQ-131 Electronic Countermeasure Pods
30 AIM-120C Advanced Medium Range Air-to-Air Missiles (AMRAAM)
5 AIM-120C Captive Air Training Missiles (CATMs)
60 AIM-9M Sidewinder Missiles
4 AIM-9M CATMs
48 LAU-129 Launchers
10 GBU-12 Enhanced Guided Bomb Units
18 AGM-65H/KB Maverick Missiles
4 AGM-65 CATMs
15 Multifunctional Information Distribution System/Low Volume Terminals
2 Multifunctional Information Distribution System Ground Support Systems

Also included are spare and repair parts, support equipment, tanker support, ferry services, repair and return services, software development/integration, test and equipment, supply support, personnel training and training equipment, publications and technical data, U.S. Government and contractor technical services, and other related elements of logistics and program support. The estimated cost is $457 million.

The proposed sale will contribute to the foreign policy and national security of the United States by helping to improve security of a NATO ally which continues to be an important force for political stability and economic progress. The proposed sale of weapons, equipment, and support for the transferred F-16s will support Romania’s needs for its own self-defense and enhance the interoperability of these aircraft with those of the U.S. and other NATO nations.

The proposed sale will support the Romanian Air Force’s (RoAF) efforts to equip and utilize the 12 F-16 aircraft it is procuring from Portugal. These aircraft will provide the RoAF with a fleet of modernized multi-role combat aircraft. This proposed sale of weapons, equipment, and follow-on F-16 support will enable Romania to support both its own air defense needs and coalition operations. The RoAF will have no difficultly absorbing these systems into its armed forces.

The proposed sale of this follow-on support will not alter the basic military balance in the region.

The principal contractors will be:

Elbit Systems of America Fort Worth, Texas

Pratt and Whitney East Hartford, Connecticut

BAE Systems Inc. Arlington, Virginia

Lockheed Martin Corp. Fort Worth, Texas

Northrup Grumman Aerospace Systems Redondo Beach, California

ViaSat Inc. Carlsbad, California

Data Link Solutions LLC Cedar Rapids, Iowa

Snap-On Inc. Kenosha, Wisconsin

Booz Allen Hamilton Engineering Services, LLC McLean, Virginia

There are no known offset agreements proposed in connection with this potential sale.

Implementation of this proposed sale will not require the assignment of additional U.S. Government or contractor representatives to Romania.

There will be no adverse impact on U.S. defense readiness as a result of this proposed sale.

This notice of a potential sale is required by law and does not mean the sale has been concluded.

-30-

http://www.dsca.mil/major-arms-sales/ro (http://www.dsca.mil/major-arms-sales/ro) ... u-aircraft
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Charlie Jaguar em Novembro 29, 2013, 08:35:43 pm
De acordo com o que é adiantado pela edição do mês de Dezembro da revista "Air Forces Monthly", as 3 células que iremos comprar aos EUA de modo a perfazer as 12 unidades a vender aos romenos tratam-se de bilugares F-16B.

Citar
Romania Finalises Purchase of F-16s from Portugal

ROMANIAN DEFENCE Minister Mircea Dusa announced on October 10 that he had signed a contract with Portugal to purchase 12 F-16A/B MLUs, comprising nine single-seaters and three twin-seaters, from Portugal. He said that an initial instalment of €100 million had already been paid as agreed under the €628 million deal. Dusa stated that work on upgrading the aircraft before delivery will commence before the end of the year and the first aircraft will arrive in Romania in 2015, with all 12 scheduled to be in service by 2017. He said 80 Romanian Air Force (Fortele Aeriene Române – FAR) personnel, including pilots, engineers and technical staff, will shortly leave for Portugal, where they will be trained on the aircraft.

The 12 F-16A/B MLUs will equip a single squadron to replace the FAR’s MiG-21 LanceRs, for which Romania had been seeking a replacement for the last eight or nine years. Original plans to acquire new-build aircraft were soon abandoned due to lack of finance. In addition, although the FAR ideally wanted 48 fighters to cover its own air defence requirements and its commitments to NATO, the number has constantly been reduced to fall within continuing defence budget constraints. After determining that the Portuguese offer was within its budget, negotiations to finalise the deal got under way last year and legislation concerning the acquisition was passed by the Romanian Cabinet on June 18, following which it was submitted to parliament for approval.

An official Portuguese Government notice published on August 21 confirmed that Portugal’s Council of Ministers had given approval for €108.2 million to prepare and update the aircraft for sale to Romania. This notice also revealed that there are insufficient surplus FAP aircraft to meet Romania’s requirement and only nine will be ex-Portuguese Air Force (Força Aérea Portuguesa – FAP) examples. To make up the shortfall, Portugal’s arms procurement agency, the Direção-Geral de Armamento e Infra-Estruturas de Defesa (DGAIED) will buy three two-seat F-16Bs from the US through its Excess Defense Articles (EDA) programme, which will then be refurbished by the FAP with assistance from local company OGMA at Alverca, to the same M5.2 Tape MLU standard as the other F-16s. These additional aircraft will come from surplus stocks stored with the 309th AMARG at Davis-Monthan Air Force, Base, Arizona.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Charlie Jaguar em Dezembro 11, 2013, 07:50:01 pm
Citar
Venda de F-16 à Roménia é "alavanca" para oportunidades nas indústrias de Defesa, diz Aguiar-Branco

Lusa   06/12/2013 - 11:58
 
Ministro está de visita oficial à Roménia. Depois da venda de doze aviões, ministro da Defesa não descarta novos negócios com a Roménia.

O ministro da Defesa Nacional, Aguiar-Branco, disse esta sexta-feira que a venda de doze caças F-16 à Roménia é uma "primeira alavanca" para "novas oportunidades" entre os dois países, que têm um "interesse comum" no crescimento das indústrias de Defesa."O programa dos F-16 é mais do que a venda das aeronaves. Temos interesse em que seja uma alavanca para outros projectos entre Portugal e a Roménia nesta área", afirmou o ministro da Defesa, numa declaração conjunta no final da reunião com o seu homólogo romeno, Mircea Dusa, em Bucareste.

José Pedro Aguiar-Branco encontra-se em Bucareste para uma visita oficial na sequência da assinatura, em Outubro, de um contrato para a venda de 12 aeronaves F-16 à Força Aérea romena. O contrato contempla a venda de nove monolugares e três bi-lugares, num encaixe directo de 78 milhões de euros de um total de 181 milhões de euros, dos quais 47 milhões já foram pagos ao Governo português. O Governo da Roménia solicitou já esta sexta-feira a antecipação do pagamento da próxima tranche do pagamento, de cerca de 20 milhões de euros, o que "irá ser analisado", anunciou o ministro português. Essa antecipação, do primeiro trimestre de 2014 para ainda este ano, "não altera" qualquer planeamento ou condições de execução do contrato, acrescentou Aguiar-Branco.

Do total, cerca de 100 milhões de euros serão aplicados na preparação das aeronaves, modernização, formação e treino. As aeronaves começarão a ser entregues em 2016 e as últimas em 2017, sendo que o pagamento do montante em falta será faseado até esse ano. Após a reunião, os dois ministros realçaram "objectivos comuns" para o Conselho Europeu dos próximos dias 19 e 20, face às "restrições orçamentais" nos orçamentos da Defesa, que atingem os dois países, que estão sob um programa de assistência financeira da troika FMI/Comissão Europeia/Banco Central Europeu."Sabemos que é preciso redimensionar as capacidades militares face às restrições de orçamento", disse o ministro romeno, na declaração à imprensa, no ministério da Defesa.

O ministro português anunciou o "reactivar da comissão conjunta" Portugal/Roménia para a cooperação na área da Defesa, que será alargada ao tema das "indústrias e tecnologias", e adiantou que há "projectos concretos" que estão a ser "identificados". "Isso ajuda as pequenas e médias empresas, a economia, o crescimento do emprego nos dois países", disse Aguiar-Branco. Mircea Dusa convidou Aguiar-Branco a regressar à Roménia em 2014, provavelmente em Março, para um encontro com os ministros da Defesa dos países da NATO, quando passam 10 anos sobre a adesão da Roménia à Aliança Atlântica, apoiada por Portugal. No próximo ano, assinalam-se ainda os 40 anos das relações de amizade entre os dois países.
 
 :roll:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: psaa em Dezembro 30, 2013, 12:07:54 am
Reportagem de hoje na RTP:

http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=706253&tm=8&layout=122&visual=61
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: luis simoes em Dezembro 30, 2013, 11:00:03 am
Bom dia de facto a aqui algo muito estranho e deveras suspeito
1 quanto gastamos na modernizacao nos f 16?
2 ax[ch]o manifestamente um mau negocio para portugal
3 ax[ch]o tambem e se os numeros sao reais 600 milhoes romenia tem opx[ç]ões mto [muito] mais apeteciveis
No mercado militar
4 ax[ch]o k ixto n[ão] esta m[ui]to claro existe algo por tras
Caso o negocio avance aproveite sr ministro e adquira novos helicopteros modernize infraestruturas...


Esse tipo de ortografia neste forum é de evitar.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: psaa em Dezembro 30, 2013, 03:32:48 pm
Sei que nem todos concordam com o que vou dizer, mas penso que vender 9 aparelhos das nossas fileiras, independentemente de falta de pilotos e/ou problemas financeiros, é um autentico crime!
Visto que para já as nossas capacidades não podem ser ampliadas, no minimo deveriamos fazer tudo para as manter.

Depois a teoria de que vendendo os 9+3 aparelhos teremos um lucro de €78 milhões, quando todos sabemos que o mais certo é que nem um desses euros seja aplicado nas FA...

Para mim isto é só mais um ataque grosseiro às capacidades das FA, nada mais!

Ainda gostava de conhecer o plano do Governo para a substituição dos F16 em tempo util, pois como é mostrado na peça da RTP, eles têm vida util até 2030! (sei que faltam 16 anos e parece muito tempo...)
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Get_It em Dezembro 30, 2013, 05:46:38 pm
Citação de: "psaa"
Ainda gostava de conhecer o plano do Governo para a substituição dos F16 em tempo util, pois como é mostrado na peça da RTP, eles têm vida util até 2030! (sei que faltam 16 anos e parece muito tempo...)
O governo não tem nenhum plano para substituir os F-16 em tempo útil, e nem vai ter tão cedo. Nem a FAP tem um plano, tirando um ou outro papers da autoria de algum aluno da AFA. Até 2030 vai acontecer muita coisa.

Até 2030, com a falta de verbas e meios, vamos perder capacidade de participar com caças em missões NATO, portanto algum chico esperto bem se vai lembrar de fazer outsourcing da defesa do espaço aéreo. Passamos a pagar apenas as horas de voo pela defesa aérea.

O Gripen agora ganhou foi mais peso como um futuro substituto dos nossos F-16 com a vitória no Brasil. Caça mono-motor de baixo custo operacional com componentes norte-americanos, britânicos, franceses, alemães e suecos, e no futuro com muitos componentes fabricados no Brasil. Logo é algo que os norte-americanos e europeus vão permitir Portugal comprar e também haverá alguma pressão da indústria brasileira nos nossos políticos. Esta pressão é o que poderá fazer a grande diferença em substituirmos os F-16 ou não. Pois sem ela os políticos bem que não fazem nada.

Cumprimentos,
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Charlie Jaguar em Dezembro 30, 2013, 06:12:12 pm
Acho, acima de tudo, que esta reportagem da RTP foi muito realista e verdadeira, ao contrário de tantas outras já emitidas pelos vários canais e que serviram sobretudo para exaltar com um certo patriotismo saloio a figura do piloto de caça. Falou-se de tudo de uma forma franca, é notória a preocupação com a perda das 9 aeronaves e o brutal corte nas horas de voo, por isso gostei sinceramente desta peça do Armando Seixas Ferreira.

Quanto à venda aos romenos, também sou totalmente contra, mas infelizmente estamos literalmente nas mãos de uns senhores que querem desbaratar todos os sectores da sociedade, com a esfera social e os militares e forças de segurança à cabeça.

No que diz respeito ao horizonte 2030, com este Governo nem vale a pena pensar nisso para já. Neste ano que vai entrar de 2014 os F-16 iniciais do "Peace Atlantis I" completarão 20 anos ao serviço da FAP, e como só agora é que está a sair o último MLU (e mesmo esse faz parte do pacote que seguirá para a Roménia), é natural que eles voem durante pelo menos mais uma década e meia, modernizando-se com novas Tapes, armamento, procedimentos, etc. É verdade que o primeiro MLU, o "15133", tem 10 anos de serviço, mas pode ser que despachemos esse também para os romenos.  :twisted:

Em relação ao substituto dos F-16AM/BM, creio que o F-35A, ao preço que está, será incomportável para a FAP; já fomos avisados que esta crise e austeridade, ou melhor, rigor orçamental para usar um palavrão político, é para durar algum tempo e como tal acho que adquirir o Lightning II está fora de questão. O Gripen NG será um aparelho mais em conta, europeu, e com o acréscimo do lobby brasileiro será muito provavelmente a principal opção. Não estou a ver a Alemanha a fornecer-nos Eurofighters em segunda-mão, como fez com outros aparelhos noutras ocasiões, mas como alguém aqui disse até 2030 ainda muita água vai correr por debaixo da ponte.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: nelson38899 em Dezembro 30, 2013, 09:12:27 pm
Infelizmente, isto aconteceu e acontecerá em outros equipamentos, pela falta de conceito geostratégico e a visão de curto alcance de quem manda nesta área das forças armadas.

Anda meio mundo a dizer a outro meio, que o actual mundo é um ninho de vespas pronto explodir. Basta ver a quantidade de barris de pólvora existentes pelo mundo a fora. Este corte no numero de unidades de combate só nos vai criar problemas no futuro. Como dizia o piloto, no dia em que Portugal for chamado apoiar missões da NATO, vai ficar descoberto na nossa defesa.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Charlie Jaguar em Dezembro 30, 2013, 09:57:12 pm
Citação de: "nelson38899"
Infelizmente, isto aconteceu e acontecerá em outros equipamentos, pela falta de conceito geostratégico e a visão de curto alcance de quem manda nesta área das forças armadas.

Anda meio mundo a dizer a outro meio, que o actual mundo é um ninho de vespas pronto explodir. Basta ver a quantidade de barris de pólvora existentes pelo mundo a fora. Este corte no numero de unidades de combate só nos vai criar problemas no futuro. Como dizia o piloto, no dia em que Portugal for chamado apoiar missões da NATO, vai ficar descoberto na nossa defesa.

Quando tens pessoas no Governo, que é quase a sua totalidade, que só pensam em cortar o mais que e onde puderem, vender e privatizar tudo o que possam, e proclamam absurdos como darem prémios aos hospitais e médicos que menos prescreverem medicamentos aos seus pacientes, então tudo o resto é paisagem. Neste Governo não há visão estratégica de nada, nem acerca do país, da Europa ou o mundo.

Estamos num crescendo de conflitualidade social e mundial, com vários países com problemas internos (países árabes, por exemplo), terrorismo e mesmo confrontos armados fronteiriços, por isso visão geoestratégica é uma coisa que não há de certeza nenhuma neste Executivo. No ano que vai entrar de 2014 vai passar-se um século do início da Primeira Grande Guerra Mundial, e o que se vê é que não aprendemos nada com a História.

Quando for necessário agir além-fronteiras ou mesmo na defesa do nosso espaço soberano, quase todo o mundo ocidental estará um pouco com as calças na mão, enfrentando cortes atrás de cortes e uma redução constante na sua capacidade operacional de defesa. Face a perigos crescentes no Magrebe, Médio Oriente, Rússia e Extremo Oriente, não percebo esta linha de acção dos Governos ocidentais. Porque quando a guerra estalar, e eu espero bem que isso não aconteça, já se irão lembrar das Forças Armadas, e perante a política actual a capacidade de resposta será ou estará bastante afectada. Peço desculpa pelo off-topic.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Menacho em Dezembro 30, 2013, 10:09:04 pm
Si me permiten a mia opiniao, para 2030, o Grippen NG, va a ser un avión de 2ª fila, parte de un diseño ya con muitos anos.

A sua mejor opción, desde mi punto de vista, para 2030, o entrar en el F-35, y adquirir 18-24 unidades y pagar como se pueda, o intentar optar por el Eurofighter Tifón, 15 ejemplares novos, y 15 de 2ª mano, ingleses o alemanes. Así tendrían 2 escuadrones operativos.

Hoy por hoy, un Grippen NG, no es muito mejor, ( si no es peor.. :cry:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: psaa em Dezembro 30, 2013, 11:48:07 pm
Citação de: "Menacho"
A sua mejor opción, desde mi punto de vista, para 2030, o entrar en el F-35, y adquirir 18-24 unidades y pagar como se pueda, o intentar optar por el Eurofighter Tifón, 15 ejemplares novos, y 15 de 2ª mano, ingleses o alemanes. Así tendrían 2 escuadrones operativos.

Hoy por hoy, un Grippen NG, no es muito mejor, ( si no es peor.. :roll: ), que un F16 Block 60, asi que en el 2030....

Esta opção de comprar 1 esquadra (15 unidades) em segunda mão de Typhoons e uma 2ª esquadra nova (15 unidades), poderá ser uma boa opção, mas acredito que o cenário infelizmente não será esse.

Se por acaso a filosofia politica portuguesa mudasse, acredito mais em comprar no máximo 20 unidades em segunda mão (o mais certo serão mesmo Gripens devido ao preço), só mesmo para manter o minimo de operacionalidade na NATO, nada mais.
Mas como acredito que a filosofia politica portuguesa não vai mudar, o mais certo é esta capacidade ser extinta.

É mais que claro que os anteriores e o presente Governo, tal como os próximos (pois o disco só vai virar de lado, como sempre), pretendem uma rápida extinção das FA, pois todos estes cortes, falta de investimento e tanto desrespeito nas ultimas décadas, para mim não são mais de que o inicio do fim.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: nelson38899 em Dezembro 31, 2013, 10:52:34 am
Eu gostava de ter o problema de Espanha, ou seja, eles tem F18 e Eurofighter, nós temos um punhado de F16. Mais cedo ou mais tarde quando espanha tiver que substituir os seus F18 terão sempre a possibilidade de os substituir por eurofighter visto que os constroem. No nosso caso o mais certo é não ter nada.

Infelizmente concordo com o psaa, o futuro mais certo será contratar a Espanha um número determinado de horas para efectuar a protecção do nosso espaço aéreo. Esta contratação já é visível em muitas áreas como na saúde, combate a incêndios e etc. Infelizmente o estado Português está a seguir um caminho muito perigoso.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: mafets em Dezembro 31, 2013, 11:54:35 am
Citação de: "Menacho"
Si me permiten a mia opiniao, para 2030, o Grippen NG, va a ser un avión de 2ª fila, parte de un diseño ya con muitos anos.

A sua mejor opción, desde mi punto de vista, para 2030, o entrar en el F-35, y adquirir 18-24 unidades y pagar como se pueda, o intentar optar por el Eurofighter Tifón, 15 ejemplares novos, y 15 de 2ª mano, ingleses o alemanes. Así tendrían 2 escuadrones operativos.

Hoy por hoy, un Grippen NG, no es muito mejor, ( si no es peor.. :cry:

O Gripen NG é actualmente um demonstrador de tecnologia do qual voa um único avião biplace. Se o desenvolvimento correr como o previsto iniciará serviço operacional em meados de 2020. Ora Portugal precisa de substituir o F-16 em 2030 sendo que o Gripen terá quanto muito uma década de serviço, sendo que, quando a FAP adquiriu os primeiros F-16A novos já o aparelho estava à mais anos em serviço em outros países.
(http://3.bp.blogspot.com/_u_P9Wdu3aNk/TTGTlaKnhCI/AAAAAAAAAfQ/0qqlGi7RJfI/s1600/Gripen-D-e-Gripen-NG-Demo-diferen%25C3%25A7as.jpg)
(http://joanisvaldotcom.files.wordpress.com/2013/12/gripen-ng-especificacoes.jpg)
Porem não deixo de concordar com o Menacho quando diz que o Eurofighter é de uma classe superior quer em design mas também em aviónicos e que a opção avançada quantos aos mesmos é atractiva. Agora, da forma como os políticos portugueses tem tratado o pais e as F.A. (já por aqui escrevi muitas linhas sobre o que penso dos actuais partidos, governo e sobretudo do MDN e da sua politica de desbaratar o pouco que as Forças Armadas ainda têm em beneficio de amigos e conhecidos), é evidente que Portugal não terá dinheiro para um F-35, quanto muito para Eurofighter em 2ª mão e provavelmente a opção por um caça tendera sempre a ver com "preâmbulos comuns" nos negócios de defesa nacionais (sendo que a Embraer, com uma forte implementação em Portugal surge como candidata ao fornecimento de Gripen NG pois tem licença para os construir, e não estou a ver os "caçadores de comissões" a optarem por delegarem a defesa aérea em outrem perdendo a hipótese de ganharam umas "massas valentes"... :twisted: ) e com a quantidade de F-16 no mercado (e o facto de a modernização das células ser hoje totalmente feita em Portugal) e a planificação da LM em manter o projecto vivo (em 2009 propunha para a India o  F-16IN Super Viper que entretanto não vingou mas que algures voltará a ser hipótese para alguém) quem sabe se o substituto do F-16 não será o F-16... :G-beer2:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: P44 em Dezembro 31, 2013, 03:54:43 pm
O plano do governo é arranjar comprador para os restantes 30...
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Lightning em Dezembro 31, 2013, 04:15:07 pm
Eu nao acho que deixemos de ter cacas em 2030, e a missao primaria da forca aerea, o controlo do espaco aereo, ao estarmos na NATO tambem temos a estrutura de defesa aerea interligada com os restantes paises logo e uma capacidade que nao pode desaparecer, mas isso nao significa que em 2030 compremos cacas novos, pois se for preciso os nossos F-16 ainda voam mais uns anos, ou na pior das hipoteses fazemos algo como os paises balticos, vem ca outros fazer o policiamento aereo, nao sei ate que ponto isso seria possivel ou visto com bons olhos pelos outros paises, daqui a pouco comecam todos os paises a livrarem-se dos cacas e ficam meia-duzia de parvos com cacas a fazer a defesa aerea dos outros, nos nao somos um pais com 1 milhao ou menos de habitantes, alem disso ainda temos a adicionar o espaco de interesse nacional, areas dos Acores e Madeira, com a construcao de radares e com a presenca de cacas, temporaria para ja, nessas regioes. Eu acho que podemos ficar com menos cacas, pode ser que seja mais tarde que 2030, mas algum caca vira, provavelmente em 2 mao, seja eurofighter, seja F-16 de um bloco mais recente, seja o Gripen por causa da Embraer. Por fim, se o pais teve 1000 milhoes para submarinos, tambem tera 1000 milhoes para cacas, e a Forca Aerea ate e dos ramos militares que mais equipamento novo ou modernizado tem conseguido, por isso ate agora tem conseguido convencer os governos a comprar.

Desculpem a falta de acentos, estou a escrever do telemovel. Bom ano :)
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: nelson38899 em Dezembro 31, 2013, 05:49:13 pm
Citação de: "Lightning"
Eu nao acho que deixemos de ter cacas em 2030, e a missao primaria da forca aerea, o controlo do espaco aereo, ao estarmos na NATO tambem temos a estrutura de defesa aerea interligada com os restantes paises logo e uma capacidade que nao pode desaparecer, mas isso nao significa que em 2030 compremos cacas novos, pois se for preciso os nossos F-16 ainda voam mais uns anos, ou na pior das hipoteses fazemos algo como os paises balticos, vem ca outros fazer o policiamento aereo, nao sei ate que ponto isso seria possivel ou visto com bons olhos pelos outros paises, daqui a pouco comecam todos os paises a livrarem-se dos cacas e ficam meia-duzia de parvos com cacas a fazer a defesa aerea dos outros, nos nao somos um pais com 1 milhao ou menos de habitantes, alem disso ainda temos a adicionar o espaco de interesse nacional, areas dos Acores e Madeira, com a construcao de radares e com a presenca de cacas, temporaria para ja, nessas regioes. Eu acho que podemos ficar com menos cacas, pode ser que seja mais tarde que 2030, mas algum caca vira, provavelmente em 2 mao, seja eurofighter, seja F-16 de um bloco mais recente, seja o Gripen por causa da Embraer. Por fim, se o pais teve 1000 milhoes para submarinos, tambem tera 1000 milhoes para cacas, e a Forca Aerea ate e dos ramos militares que mais equipamento novo ou modernizado tem conseguido, por isso ate agora tem conseguido convencer os governos a comprar.

Desculpem a falta de acentos, estou a escrever do telemovel. Bom ano :)

Pois, mas não te esqueças que um caça não trás votos e ainda vais ouvir muitas das vezes, que mais vale comprar um supertucano que um caça. Uma coisa é verdade que com o radar da madeira será necessario planear as forças de outra forma.

Mas caças permanentes na madeira não acredito.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Lightning em Dezembro 31, 2013, 06:22:43 pm
Pois, mas não te esqueças que um caça não trás votos e ainda vais ouvir muitas das vezes, que mais vale comprar um supertucano que um caça.

Talvez mas isso nao quer dizer que nao se compre ;), daqui ate la ainda muita coisa vai acontecer no mundo, alem de outros equipamentos vao precisar se ser substituidos antes dos F-16, como os Alouette, os C-130, as fragatas, a G-3, etc.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Charlie Jaguar em Dezembro 31, 2013, 07:52:40 pm
Citação de: "Lightning"
Desculpem a falta de acentos, estou a escrever do telemovel. Bom ano :mrgreen:


Citação de: "Lightning"
Pois, mas não te esqueças que um caça não trás votos e ainda vais ouvir muitas das vezes, que mais vale comprar um supertucano que um caça.

Talvez mas isso nao quer dizer que nao se compre ;), daqui ate la ainda muita coisa vai acontecer no mundo, alem de outros equipamentos vao precisar se ser substituidos antes dos F-16, como os Alouette, os C-130, as fragatas, a G-3, etc.

Eu acho que a hipótese aqui levantada de depois do F-16 vir de novo o F-16 também não é nada mal visto, desde que, claro, fosse algo tipo F-16X, Bloco 60 ou posterior. Isto, com certeza, se estivermos para aí virados e o lobby da Lockheed continuar a ser o mesmo de sempre, mas isso é assunto para o tópico respectivo, a substituição dos F-16.

Como já aqui toda a gente praticamente o disse, é necessário urgentemente alguém que pense, táctica e estrategicamente, que coloque definitivamente a pergunta se Portugal quer ter ou não Forças Armadas (até mesmo através de um referendo, se necessário for), e que se então as quiser ter elas devem possuir equipamento à altura, efectivos suficientes para chegar para as necessidades e não esta brincadeira dos 30 mil que não darão sequer para encher meio Estádio da Luz se os juntarmos a todos, e sobretudo condições para exercer conveniente e condignamente as suas funções.

O tratamento actual que está a ser dado às Forças Armadas por parte do Governo não é só desrespeitoso, é insultuoso. A ideia da maioria da população de que, por exemplo, os mancebos e soldados passam a vida nos quartéis sentados sem fazer nada, que os marinheiros têm os navios encostados e passam o dia a jogar às cartas, e que pilotos e restante Força Aérea, com a restrição das horas de voo, jogam Playstation o dia inteiro, e todos recebem o seu soldo ao final do mês sem ter feito nada para o merecer, é uma ideia que nunca, mas nunca foi desmentida ou contraposta por um único membro deste Governo. Portanto há um propósito concreto por detrás disto tudo.

O plano 2020 então dá vontade de rir. A noção de que temos pelo menos de modernizar as nossas 5 fragatas, modernizar os C-130 até chegar um substituto, urgentemente tratar da nova arma ligeira, fazer descansar os Alouette, começar a pensar no universo pós-MLU, num novo AOR para a Marinha, entre tantos outros aspectos que vão dos Pandur à Defesa Anti-Aérea, passando pelos crónicos problemas com a manutenção dos Merlin e encontrar uma solução pós-2019 quando perdermos os Alpha-Jet, é uma que não passa pela cabeça deste Governo senão veja-se quem é o Ministro da Defesa e a Secretária de Estado da Defesa, duas pessoas interessadíssimas no tema, conhecedoras, e empenhadas em melhorar a instituição castrense [Modo Ironia Off].

Bom, é o último dia do ano, chega de falar acerca disto porque a dada altura fica-se aborrecido demais. Aos meus amigos aqui do FD desejo um Bom Ano Novo, com muita saúde, felicidade e alegria, votos extensíveis também às suas famílias e entes queridos. Que nos encontremos todos em 2014 e continuemos por aqui a nossa tertúlia. Abraço a todos!  :wink:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Camuflage em Dezembro 31, 2013, 10:02:35 pm
As FA's é que precisam de se ajustar à economia e às necessidades do país, não o oposto, enquanto a mentalidade continuar a ser "vamos ter um pouco de tudo que é para o que vier" e manter uma estutura tradicional, é natural que as pessoas sejam contra as mesmas e qualquer referendo seria a favor da abolição das respectivas.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Lightning em Janeiro 01, 2014, 11:37:50 am
As Forças Armadas estão ajustadas ao pais em termos de forças e meios que possui, até parece que estamos a falar da Grécia, nós até temos falta de meios, o LPD, a parte da estrutura sim, é algo que costumamos muito dizer aqui no Forum, mas até hoje pouco ou nada se fez.

Há muita coisa que não sabemos, o governo pode não querer umas Forças Armadas populares, que as pessoas gostem, mas isso não quer dizer que queiram acabar com elas, pode ser uma maneira de as ter controladas, as Forças Armadas são sempre um instrumento útil.

Em relação ao referendo, possivelmente se existisse era capaz de ser a favor da abolição, talvez por isso é que o governo nunca fez nenhum referendo sobre isso :wink: , o governo é que quer ter o poder de decisão sobre esses assuntos, não vai deixar na mão do "povo".

Talvez um dia que queira acabar com elas, use esse sistema do referendo para legitimar a decisão, mas ai voltamos a cair noutra situação que é, nós por acaso somos a Islândia? Para sermos um pais da NATO sem Forças Armadas? É que a decisão de acabar com as Forças Armadas é mais abrangente que as Forças Armadas propriamente ditas.

Saimos da NATO? Se sim, vamos passar a ser um pais neutro, sem Forças Armadas?
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Camuflage em Janeiro 01, 2014, 01:09:26 pm
Em Portugal referendos são coisas raras, nunca há muito interesse em fazê-los pois teme-se o resultado não seja favorável à politicas em vigor. Já na Suiça temos o oposto, por exemplo é expectável que durante esta primavera haja um referendo sobre a possivel aquisição dos Gripen, o povo é que vai decidir se é a favor da renovação da frota aerea ou não e para já as sondagens indicam que o povo é contra. Mas na minha opinião é natural que sejam contra, tal como aqui seriam contra os Pandur, helis, Leo's etc, isto porque a instancia militar nunca dá a cara e explica de forma clara e precisa, justificando ao contribuinte porque pretende esses meios. Em vez disso escondem-se, fazem lobby junto dos politicos e empurram as consequencias para a politica.
Se as nossas FA's estão ajustadas ao país, então está tudo bem, não há razão para chorar, só há choradeira quando algo não está bem.
A existir referendo para saída da NATO é mais que certo que as pessoas seriam a favor, eu creio que as pessoas têm uma visão extremamente negativa das forças armadas, no passado pela dureza e no presente por os verem como mais uns mamões, sei de quem é praça e diz exactamente o mesmo "não se faz nada nem se passa nada por lá, só fui para lá para mamar como os outros que lá estão".
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 01, 2014, 01:58:57 pm
Atenção que quando mencionei um possível referendo estava a ser irónico. A figura do referendo em Portugal é, ao contrário de outros países europeus, um escrutínio raríssimo de efectuar, e naturalmente o que eu queria dizer é que se o Governo quisesse mesmo abdicar das FAs teria um instrumento directo à sua disposição. No entanto sou daqueles que acredita que se se referendasse tanto a manutenção das Forças Armadas como a permanência da NATO, o resultado seria favorável à continuidade em ambos os casos. Afinal, e de acordo com os últimos inquéritos, as FAs e as forças de segurança são consideradas as instituições mais credíveis e fiáveis pela sociedade portuguesa.

O que eu quero dizer, e não vou mais bater na mesma tecla até porque o tópico diz respeito a outro assunto, é que este Governo parece ter uma agenda para os militares, que claramente aposta na desarticulação da actividade nos ramos. Não partilho completamente da opinião de certos colunistas que afirmam que este Executivo, e quem o suporta, está finalmente a ajustar contas com quem levou a cabo a revolução do 25 de Abril, que este ano completará 40 anos. Acho, isso sim, que a loucura de cortes e poupança e do discurso economicista, para além de um elenco de incompetentes, está a fazer com que este Governo corte a direito, destrua, e não meça as consequências presentes e futuras de tais actos.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: mafets em Janeiro 01, 2014, 03:30:55 pm
Tomando por exemplo o seguinte trabalho (http://sociologico.revues.org/338), os dados existentes e públicos apresentam o seguinte cenário:

Citar
Sobre as F.A. Portuguesas
(http://sociologico.revues.org/docannexe/image/113/img-1-small580.jpg)
(http://sociologico.revues.org/docannexe/image/113/img-2-small580.jpg)
(http://sociologico.revues.org/docannexe/image/113/img-4-small580.jpg)
Citar
Ajustamento dos efectivos das F.A.
(http://sociologico.revues.org/docannexe/image/338/img-1-small580.jpg)
(http://www.revistamilitar.pt/recursos/imagens/imgs2011/RM2512_728.jpg)

Portanto sendo um trabalho publicado em 2009 e tendo em conta que se apresenta "apenas" como um importante indicativo de uma amostra de parte da população portuguesa (é o que existe e se mais alguém tem outros dados REAIS que atestem outro ponto de vista que os apresente... :? )
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: PereiraMarques em Janeiro 01, 2014, 05:36:18 pm
"Drs." esse possível referendo é totalmente ilegal.

Lei Orgânica do Regime do Referendo
Lei Orgânica n.º 15-A/98, de 3 de Abril, com as alterações introduzidas pela Lei Orgânica n.º 4/2005, de 8 de Setembro.

Citar
Artigo 3.º
Matérias excluídas
 
1 - São excluídas do âmbito do referendo:
 
a) As alterações à Constituição;
b) As questões e os actos de conteúdo orçamental, tributário ou financeiro;
c) As matérias previstas no artigo 161.º da Constituição, sem prejuízo do
disposto no número seguinte;
d) As matérias previstas no artigo 164.º da Constituição, com excepção do
disposto na alínea i) sobre bases do sistema de ensino.

Constituição da Republica Portuguesa de 1976
Com a redacção dada pela Lei Constitucional n.º 1/2005, de 12 de Agosto referente à sétima revisão constitucional

Citar
Artigo 164.º
Reserva absoluta de competência legislativa

É da exclusiva competência da Assembleia da República legislar sobre as seguintes matérias:

a) Eleições dos titulares dos órgãos de soberania;
b) Regimes dos referendos;
c) Organização, funcionamento e processo do Tribunal Constitucional;
d) Organização da defesa nacional, definição dos deveres dela decorrentes e bases gerais da organização, do funcionamento, do reequipamento e da disciplina das Forças Armadas; [...]
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: nelson38899 em Janeiro 01, 2014, 10:47:19 pm
Mudando de assunto. Fica aqui uma questão que fiz num outro forum. Tendo em conta que Portugal vai comprar três F16 aos USA, não seria possível comprar caças block 40/50 e ficarmos com eles. Vendendo à Roménia três dos block 15 dos PAI??
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Lightning em Janeiro 02, 2014, 12:17:00 am
Citação de: "nelson38899"
Mudando de assunto. Fica aqui uma questão que fiz num outro forum. Tendo em conta que Portugal vai comprar três F16 aos USA, não seria possível comprar caças block 40/50 e ficarmos com eles. Vendendo à Roménia três dos block 15 dos PAI??

Assim ficávamos com 27 F-16A/B MLU e 3 F-16 Block 40/50, nem sei se os EUA tem F-16 block 40/50 para vender... (eles lá ainda os usam).

Além disso os PAI são os melhores F-16 que temos, ao menos que vendam PAII :mrgreen: .
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Lightning em Janeiro 02, 2014, 12:22:01 am
Citação de: "PereiraMarques"
"Drs." esse possível referendo é totalmente ilegal.

Pois é :wink:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 02, 2014, 11:17:56 am
Citação de: "PereiraMarques"
"Drs." esse possível referendo é totalmente ilegal.

Já me autoflagelei ontem à noite convenientemente.  :twisted:  


Citação de: "Lightning"
Pois é :wink:

Quite so.  :wink:


Citação de: "nelson38899"
Mudando de assunto. Fica aqui uma questão que fiz num outro forum. Tendo em conta que Portugal vai comprar três F16 aos USA, não seria possível comprar caças block 40/50 e ficarmos com eles. Vendendo à Roménia três dos block 15 dos PAI??

Para quê? Eu sei que os nossos F-16 OCU vinham com muitas características relativas ao C/D Bloco 30 como as asas, por exemplo, entre outras coisas, mas não faria sentido estar a operar modelos diferentes, mesmo com a modernização MLU. Deixa estar os PA1 sossegadinhos porque de certeza que estarão bem melhores que qualquer Bloco 40 que a USAF tenha para vender. E se fossem Bloco 50 ou 52, então mais valia serem novos de fábrica. Além disso, os 9 caças monolugares a vender pertencerão todos, ao que tudo indica, ao PA2 e as 3 aeronaves que vamos comprar aos EUA são todas bilugares F-16B Bloco 10 ou 15.

Há é que explorar também a opção de após o F-16 MLU poder vir de novo o F-16, mas de último modelo. Em 2030 acho pouco credível que a linha de produção na Lockheed Martin ainda esteja aberta dada a necessidade de investir no F-35, mas assim como nos contos de ficção científica de há umas décadas atrás que previam que por esta altura já vivêssemos na Lua, em Marte, etc, com tantos F-16 vendidos a nível mundial irá de certeza continuar a haver um nicho de mercado dedicado a este aparelho.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: PereiraMarques em Janeiro 02, 2014, 08:32:41 pm
Citação de: "Charlie Jaguar"

Já me autoflagelei ontem à noite convenientemente.  :twisted:  

É o que dá teres o mesmo curso que o Seguro  :twisted: mauzinho
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 02, 2014, 09:57:50 pm
[Off-topic On]

Citação de: "PereiraMarques"
Citação de: "Charlie Jaguar"

Já me autoflagelei ontem à noite convenientemente.  :twisted:  

É o que dá teres o mesmo curso que o Seguro  :twisted:

Quanto ao Seguro nem me digas nada... ainda cheguei a conhecê-lo e não parecia nada ser a criatura banana, amorfa e sonsa que hoje todo o país já conhece. Era o fulgor e vigor que conferem aquelas "incubadoras de talentos" chamadas juventudes partidárias.  :roll:

[Off-topic Off]
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Cabeça de Martelo em Janeiro 03, 2014, 09:58:50 am
Citando o poeta:

-Dr. de karaoke! :twisted:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 03, 2014, 02:52:26 pm
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Citando o poeta:

-Dr. de karaoke! :evil:  :mrgreen:  :lol:

(http://i56.servimg.com/u/f56/16/67/34/85/romani10.jpg)
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: HSMW em Janeiro 03, 2014, 03:01:59 pm
A reportagem da RTP.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Charlie Jaguar em Fevereiro 03, 2014, 03:31:22 pm
Citar
Base Aérea Nº 5 recebe visita de delegação da Roménia

03.02.2014  

A Base Aérea N.º 5 (BA5) – em Monte Real - acolheu entre os dias 27 e 31 de janeiro, uma visita de trabalho de uma delegação romena. Esta visita surgiu no âmbito do "1st Program Management Review" - do programa de alienação de 12 aeronaves F-16 à Roménia - e incluiu um intenso programa de reuniões e apresentações às instalações da BA5, que serão utilizadas no âmbito dos trabalhos previstos com a Força Aérea Romena. A comitiva romena, composta por dez elementos, contou com a presença do Chefe do Estado-Maior da Força Aérea Romena, Major-General Laurian Anastasof e do Diretor-Geral de Armamento do Ministério da Defesa Romeno, Major-General Catalin Moraru.

A Roménia adquiriu 12 aeronaves F-16 a Portugal juntamente com um conjunto de serviços. Está previsto que a Força Aérea Portuguesa apoie a Força Aérea Romena através da preparação dos aviões e dos motores, formação de pilotos, técnicos e mecânicos romenos na BA5 e apoio com pessoal especializado na Roménia. Está igualmente previsto que as primeiras aeronaves sejam entregues em 2016, devendo o programa estar finalizado em 2018.

Por: RQ

ALF/RHL
 :arrow: http://www.emfa.pt/www/noticia-484 (http://www.emfa.pt/www/noticia-484)
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Menacho em Agosto 19, 2014, 09:51:32 pm
Romania Welcomed Into The F-16 Family

http://www.lockheedmartin.com/us/news/p ... amily.html (http://www.lockheedmartin.com/us/news/press-releases/2014/may/140513ae_romania-welcomed-to-f-16-family.html)

Aparte:

Citar
WASHINGTON, Nov 8, 2013 – The Defense Security Cooperation Agency notified Congress today of a possible Foreign Military Sale to Romania of weapons, equipment, and support for 12 F-16 MLU Block 15 for an estimated cost of $457 million.

The Government of Romania has requested a possible sale of weapons, equipment, and support for 12 F-16 MLU Block 15 aircraft that will be procured through a third party transfer from Portugal. Articles and services will include:

13 Embedded Global Positioning Systems/Inertial Navigation Systems (EGPS/INS) with GPS Security Devices, Airborne
3 AN/ALQ-131 Electronic Countermeasure Pods
30 AIM-120C Advanced Medium Range Air-to-Air Missiles (AMRAAM)
5 AIM-120C Captive Air Training Missiles (CATMs)
60 AIM-9M Sidewinder Missiles
4 AIM-9M CATMs
48 LAU-129 Launchers
10 GBU-12 Enhanced Guided Bomb Units
18 AGM-65H/KB Maverick Missiles
4 AGM-65 CATMs
15 Multifunctional Information Distribution System/Low Volume Terminals
2 Multifunctional Information Distribution System Ground Support Systems

Also included are spare and repair parts, support equipment, tanker support, ferry services, repair and return services, software development/integration, test and equipment, supply support, personnel training and training equipment, publications and technical data, U.S. Government and contractor technical services, and other related elements of logistics and program support. The estimated cost is $457 million.

The proposed sale will contribute to the foreign policy and national security of the United States by helping to improve security of a NATO ally which continues to be an important force for political stability and economic progress. The proposed sale of weapons, equipment, and support for the transferred F-16s will support Romania’s needs for its own self-defense and enhance the interoperability of these aircraft with those of the U.S. and other NATO nations.

The proposed sale will support the Romanian Air Force’s (RoAF) efforts to equip and utilize the 12 F-16 aircraft it is procuring from Portugal. These aircraft will provide the RoAF with a fleet of modernized multi-role combat aircraft. This proposed sale of weapons, equipment, and follow-on F-16 support will enable Romania to support both its own air defense needs and coalition operations. The RoAF will have no difficultly absorbing these systems into its armed forces.

The proposed sale of this follow-on support will not alter the basic military balance in the region.

The principal contractors will be:

Elbit Systems of America Fort Worth, Texas

Pratt and Whitney East Hartford, Connecticut

BAE Systems Inc. Arlington, Virginia

Lockheed Martin Corp. Fort Worth, Texas

Northrup Grumman Aerospace Systems Redondo Beach, California

ViaSat Inc. Carlsbad, California

Data Link Solutions LLC Cedar Rapids, Iowa

Snap-On Inc. Kenosha, Wisconsin

Booz Allen Hamilton Engineering Services, LLC McLean, Virginia

There are no known offset agreements proposed in connection with this potential sale.

Implementation of this proposed sale will not require the assignment of additional U.S. Government or contractor representatives to Romania.

There will be no adverse impact on U.S. defense readiness as a result of this proposed sale.

This notice of a potential sale is required by law and does not mean the sale has been concluded.

-30-

http://www.dsca.mil/major-arms-sales/ro (http://www.dsca.mil/major-arms-sales/ro) ... u-aircraft


(http://www.aviatiamagazin.com/wp-content/uploads/2013/03/F-16-Romania-wiki1.jpg)
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: HSMW em Agosto 20, 2014, 09:09:06 am
Citação de: "Menacho"
18 AGM-65H/KB Maverick Missiles

Então agora os MLU já podem utilizar o Maverick?
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: night_runner em Agosto 20, 2014, 08:50:06 pm
Citação de: "HSMW"
Citação de: "Menacho"
18 AGM-65H/KB Maverick Missiles

Então agora os MLU já podem utilizar o Maverick?
Os MLU sempre puderam e podem utilizar Maverick. O que foi debatido à uns posts atrás é se a FAP os deixou de usar ou não por razões operacionais, e não técnicas. Eu acho que ainda fazem parte da panóplia de armamento dos MLU; apesar dos rumores de que actualmente só os P-3 usam Maverick na FAP, não consta de que os mísseis já tenham saído de Monte Real (mesmo que este facto de pouco sirva para provar alguma coisa...)
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Get_It em Novembro 28, 2014, 05:50:57 pm
Citação de: "AIRheads↑FLY"
First Romanian pilots fly F-16 solo
The seasoned fighter jocks made their flights from 5 Air Base in Monte Real. At this Portuguese Air Force (FAP) base Romanian crews are preparing for the official hand-over of a dozen Vipers from the FAP, including three jets flown in from US stock since the Força Aérea Portuguesa only had 9 aircraft available.

(...)

The detachment of the Romanian Air Force at Monte Real is 23 people strong and also includes engineers and technical specialists in planning. The program is scheduled to take place in several series, over a period of about two years, and includes the preparation of 80 soldiers, including nine pilots to fly the F-16s. The remainder of the training will be done in Romania, with three of the 12 F-16s – designed in the 1970s by General Dynamics – acting as reserves.
fonte: http://airheadsfly.com/2014/11/28/first-romanian-pilots-fly-f-16-solo/

Cumprimentos,
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: nelson38899 em Novembro 29, 2014, 11:02:47 pm
(http://3.bp.blogspot.com/-I6UzcMBimis/VHpDWKj_QJI/AAAAAAAACIU/kYZrN2S3YZw/s1600/1800184_890001464366684_872370721472871694_n.jpg)

http://www.passarodeferro.com/2014/11/pilotos-romenos-ja-voam-solo-em-f-16-em.html
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Get_It em Abril 02, 2015, 01:41:41 am
A imprensa romena está "chocada" por ter sido contratado o fornecimento de pneus para os MiG-21 e por estes terem de voar até 2020, mesmo com a compra dos F-16.

Deși cumpărăm avioane F-16 din Portugalia, Armata Română se va baza până în anul 2020 pe vechile aeronave MiG 21 LanceR (http://http)
Citação de: "Romania Libera"
Cu toate acestea, cel puțin până în anul 2020, avioanele MiG 21 LanceR vor continua să zboare în serviciul Forțelor Aeriene ale României.

Dovada în acest sens o reprezintă o licitație organizată acum câteva zile de Statul Major al Forțelor Aeriene (SMFA). Licitația s-a referit la cumpărarea de anvelope pentru aeronave.

Documentația aferentă licitației s-a bazat pe așa-numitul „Caiet de sarcini pentru asigurarea anvelopelor la avioanele militare în perioada 2015 - 2020”. Caietul de sarcini nu spune nimic despre cumpărarea de pneuri pentru F-16 (deși oficialii susțin că acesta e viitorul avion de luptă al României).

Cumprimentos,
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Alvalade em Abril 02, 2015, 11:30:58 am
Duvido que eles fossem substituir os 36 (supostamente) MiG-21 modernizados em conjunto com Israel por 12 F-16.

O que sempre me pareceu que ia acontecer é que com a entrada do F-16 eles iam dando baixa a alguns MiG-21 para servirem de fonte de peças para os que restarem de forma a fiquem a operar mais tempo até os decidirem substituir (até em conjunto com os F-16).
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Lightning em Abril 02, 2015, 11:31:34 am
Citação de: "Get_It"
A imprensa romena está "chocada" por ter sido contratado o fornecimento de pneus para os MiG-21 e por estes terem de voar até 2020, mesmo com a compra dos F-16.

Isso já são questões para se por à Força Aérea Romena, eles poderiam querer apenas os 12 F-16, mas podem querer ter mais aviões e só desactivar os Mig quando comprarem mais F-16, nós tambem fizemos algo semelhante, os F-16 vieram em 1994, mas os A-7 só acabaram de vez em 1999, 5 anos depois, não sei as datas todas, mas não deve ter sido grande diferença entre o fim do A-7 e o inicio do programa MLU e da criação da 2ª esquadra de F-16.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: mafets em Abril 02, 2015, 02:26:13 pm
Citação de: "Get_It"
A imprensa romena está "chocada" por ter sido contratado o fornecimento de pneus para os MiG-21 e por estes terem de voar até 2020, mesmo com a compra dos F-16.

Deși cumpărăm avioane F-16 din Portugalia, Armata Română se va baza până în anul 2020 pe vechile aeronave MiG 21 LanceR (http://http)
Citação de: "Romania Libera"
Cu toate acestea, cel puțin până în anul 2020, avioanele MiG 21 LanceR vor continua să zboare în serviciul Forțelor Aeriene ale României.

Dovada în acest sens o reprezintă o licitație organizată acum câteva zile de Statul Major al Forțelor Aeriene (SMFA). Licitația s-a referit la cumpărarea de anvelope pentru aeronave.

Documentația aferentă licitației s-a bazat pe așa-numitul „Caiet de sarcini pentru asigurarea anvelopelor la avioanele militare în perioada 2015 - 2020”. Caietul de sarcini nu spune nimic despre cumpărarea de pneuri pentru F-16 (deși oficialii susțin că acesta e viitorul avion de luptă al României).

Cumprimentos,
Sempre lhes podem meter uns skis e poupar uns cobres em pneus...  :mrgreen:  :twisted:
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Lightning em Abril 02, 2015, 05:28:46 pm
Citação de: "mafets"
Sempre lhes podem meter uns skis e poupar uns cobres em pneus...  :mrgreen:  :mrgreen:
(http://www.richard-seaman.com/Aircraft/Museums/Monino/Highlights/SukhoiS26SkiPlane2.jpg)
Citar
Sukhoi S-26 experimental ski-equipped fighter

Esse trem tinha dado jeito ao Epsilon.

(http://images.cdn.impresa.pt/sicnot/2015-03-31-20150331phc01.JPG?v=w960)
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Leonidas em Junho 01, 2015, 01:22:40 am
Saudações guerreiras

Meus caros, permitam-me um possível esclarecimento sobre os números que circularam.

Os aviões são todos MLU, ou seja, estão todos atualizados tecnologicamente, tirando um ou outro pormenor em relação á potencia dos radares e um ou outro armamento mais moderno, em relação ás ultimas versões (block50/52, excluindo a versão block 60), existindo, na prática, as diferenças publicamente conhecidas.

Os romenos poderão até ter pago os tais 628 milhões de dólares pelos 12 aviões. O que eu não acredito é que Portugal tenha ficado com essa quantia. Lucro? Pois… Os americanos é que tiveram lucro. Só foram eles que construíram os aviões. Nós, não! Prejuízo? Sim, porque tivemos de deslocar a cadeia de produção das OGMA para a base de Montreal. Ainda mais prejuízo? Acredito que sim. Quantos anos (a mais) durou a ” brincadeira”?

Pelas minhas contas o que cá ficou foram alguns milhões somente na mão-de-obra empregue na conversão dos aviões.

http://www.af.mil/AboutUs/FactSheets/Display/tabid/224/Article/104505/f-16-fighting-falcon.aspx

Citar
Unit cost: F-16A/B , $14.6 million (fiscal 98 constant dollars)

Sendo o lote de aviões do PAII, e Portugal tendo-os adquiridos em 1998, o valor dos F-16 Block15/20 rondava os 15 milhões de dólares a unidade.
Sendo assim:

12 F-16 Portugal x 15 milhões dólares (valor aproximado F-16 OCU em 1998)= 186 milhões de dólares (agora já sabemos de onde vem a “história dos 186 milhões ”)

628 milhões dólares Roménia /12 F-16 Portugal= 52.33 milhões com MLU (preços atuais(?))

457 milhões (contas americanas) / 12 F-16 Roménia = 38.08 milhões dólares

(628-457):12= 14.25 milhões (valor mto próximo F-16 OCU em 1998)

50 milhões dólares (2ª esq F-16 1998 – 25 unidades)(de acordo com o citado)= 2 milhões dólares /unidade (fuselagem)

78 milhões / 12 fuselagens = 6.5 milhões – 2 milhões unidade (1998)= 4.5 milhões cada.

Ligando todos os pontos, o valor que apurei representa, para mim, a venda dos F-16 á Roménia.

A boca que se mandou sobre os 600 milhões(+ coisa/- coisa)… que até podiam (os romenos) levar bem mais do que os 12 F-16 MLU… Não estarão muito longe da verdade. É só fazer contas.

Cump.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: NVF em Junho 01, 2015, 08:35:45 pm
Caro Leoninas,

Os 25 aparelhos dos PAII foram oferecidos. Só tivemos que pagar o transporte e, obviamente, os kits MLU. http://www.f-16.net/f-16_users_article16.html

Quanto às contas que envolvem Portugal são muito simples: recebemos 186.200.000 EUR da Roménia e gastamos 108.200.000 EUR na operação. A diferença são 78.000.000. Resumindo, os romenos estão a pagar 15.5 milhões EUR por cada F-16, mas nós só recebemos 6,5 milhões EUR por cada um. Os detalhes estão neste post: viewtopic.php?f=27&t=10531&start=105#p236998 (http://www.forumdefesa.com/forum/viewtopic.php?f=27&t=10531&start=105#p236998)

Quanto aos 457 milhões USD que os romenos vão pagar aos EUA, são relativos a armamento e logística e encontra-se um post nesta página com todo o detalhe: viewtopic.php?f=27&t=10531&start=165#p246477 (http://www.forumdefesa.com/forum/viewtopic.php?f=27&t=10531&start=165#p246477)
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: Leonidas em Junho 10, 2015, 01:16:21 am
Olá, NVF!

Citação de: "NVF"
:
Os 25 aparelhos dos PAII foram oferecidos. Só tivemos que pagar o transporte e, obviamente, os kits MLU. http://www.f-16.net/f-16_users_article16.html (http://www.f-16.net/f-16_users_article16.html)

Quanto às contas que envolvem Portugal são muito simples: recebemos 186.200.000 EUR da Roménia e gastamos 108.200.000 EUR na operação. A diferença são 78.000.000. Resumindo, os romenos estão a pagar 15.5 milhões EUR por cada F-16, mas nós só recebemos 6,5 milhões EUR por cada um. Os detalhes estão neste post: viewtopic.php?f=27&t=10531&start=105#p236998

Também tá certo. :mrgreen:

Citação de: "Charlie Jaguar"
:
E aqui está então na íntegra (itálicos e negritos incluídos) o artigo publicado no semanário "Sol" na passada Sexta-feira, 9 de Agosto.

Citar
VENDA DE F-16 RENDE 78 MILHÕES DE EUROS

Helena Pereira
viewtopic.php?f=27&t=10531&start=105 (http://www.forumdefesa.com/forum/viewtopic.php?f=27&t=10531&start=105)

Ainda sobre os 186 milhões…

Se calcularem o iva sobre os 108,2 milhões  e subtraírem esse valor aos 186.2 milhões vai dar um valor. Então o que será esse valor? Pode-se especular se seria, por exemplo, para pagar os outros 3 aviões que faltam? Mas a questão permanece:  o trabalho? É particularmente relevante, porque nem um parafuso é nosso. Haverá a questão de certo equipamento próprio para quem se aventura em actualizações tecnológicas? Não sei que isso foi contabilizado ou se se poderá colocar a questão nestes termos. Que falem os peritos.

Quaisquer que sejam as contas, resta saber se assim é. Estamos demasiado habituados a meias- verdades e outros tantos enganos. Vá-se lá saber qual as diferenças entre este e os outros (des)governos.

Uma coisa é certa:

Quando nos states se soube do negócio, suou de imediato o alarme na Reserva Federal. A primeira coisa que o Obama fez, foi pedir o canhoto das faturas. Foram imediatamente despachas de Fort Knox.

Comp.
Título: Re: Venda de 12 F-16 MLU para a Roménia
Enviado por: night_runner em Julho 20, 2015, 10:13:43 pm
http://www.rtp.pt/noticias/pais/pilotos ... do_v845903 (http://www.rtp.pt/noticias/pais/pilotos-romenos-vem-a-portugal-aprender-a-operar-aeronaves-vendidas-o-ano-passado_v845903)

Não liguem à última frase, até porque de certeza que esses 45M€ vão ser bem gastos no reequipamento da FAP!

 :N-icon-Axe:
Título: Venda de F-16 à Roménia
Enviado por: Get_It em Agosto 25, 2016, 05:03:49 pm
Nada de novo, só um vídeo que passou ao lado:

F-16 and Romania. What type of fighters will Romania get and prospective F-16V upgrades
(19 de Maio de 2016)
Citar
Interview with Lockheed Martin executive on F-16 fighter jets that will enter Romanian Air Force in autumn 2016 and prospective new F-16 acquisitions, specifically the new F-16V variant

Este artigo (http://www.rumaniamilitary.ro/20-iulie-ziua-fortelor-aeriene) do Romania Military também possui alguns slides de uma apresentação da Lockheed Martin.

Cumprimentos,
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: HSMW em Setembro 19, 2016, 12:07:43 pm
(Ironia) Que mal que fica aquela camuflagem de país do 3º mundo...  8) ::)
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Alvalade em Setembro 19, 2016, 01:46:30 pm
Continuo a não gostar dela
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Lightning em Setembro 19, 2016, 02:52:55 pm
Citar
Que mal que fica aquela camuflagem de país do 3º mundo...  8) ::)

A camuflagem é feia, o avião é que é bonito lool.

Mas querem um avião para passagem de modelos ou para combate?
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Charlie Jaguar em Setembro 19, 2016, 07:19:00 pm
Por acaso até acho a camuflagem bem atraente.  :)

Penso que aquela usada, por exemplo, nos F-16C/D iraquianos é muito mais sensaborona, ou o novo Have Glass 5 que certas unidades da ANG utilizam.

(https://theaviationist.com/wp-content/uploads/2014/05/F-16-Iraqi-Air-Force-from-top.jpg)

(http://s10.postimg.org/vmls9vq89/1772971_1.jpg)


Curioso o esquema escolhido pelos romenos se assemelhar um pouco ao utilizado em várias aeronaves das unidade de "Agressors" do Alaska e de Nellis.

(https://farm3.staticflickr.com/2937/14827255024_055a0d6058_b.jpg)



Mas gostos não se discutem.  ;)
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: NVF em Setembro 19, 2016, 09:27:41 pm
É para enganar os russos  ;)
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: HSMW em Setembro 20, 2016, 09:11:01 am
Citar
Que mal que fica aquela camuflagem de país do 3º mundo...  8) ::)

A camuflagem é feia, o avião é que é bonito lool.

Mas querem um avião para passagem de modelos ou para combate?

Para fazer kits de modelismo!! O que era deles sem camuflagem?!  8)
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: PereiraMarques em Setembro 21, 2016, 10:37:20 am
DESPACHO N.º 11318/2016 - DIÁRIO DA REPÚBLICA N.º 182/2016, SÉRIE II DE 2016-09-2175371328
Defesa Nacional - Gabinete do Ministro
F-16MLU - Apoio Logístico à República da Roménia

https://dre.pt/application/file/75371504
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Charlie Jaguar em Setembro 23, 2016, 12:08:22 pm
Citar
Portugal to hand over 6 F-16s to Romania on Sept. 28
The first six F-16 aircraft will be officially taken over from Portugal on 28 September


Thursday, September 22, 2016

http://actmedia.eu/daily/the-first-six-f-16-aircraft-will-be-officially-taken-over-from-portugal-on-28-september/65835

Citar
Romania plans to take over 12 surplus F-16AM/BMs from Portugal.

http://alert5.com/2016/09/23/portugal-to-hand-over-6-f-16s-to-romania-on-sept-28/
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Srgdoido em Setembro 26, 2016, 07:27:09 pm
"O Governo português está a analisar a viabilidade da venda de mais 12 caças F-16 à Força Aérea da Roménia, que receberá na quarta-feira os primeiros seis de 12 aviões contratualizados em 2013."
http://observador.pt/2016/09/26/portugal-vende-mais-12-f-16-a-forca-aerea-da-romenia/
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: olisipo em Setembro 29, 2016, 04:55:25 pm
(http://alert5.com/wp-content/uploads/2016/09/14500285_1139469019463859_2457900334883959373_o1.jpg)
(http://alert5.com/wp-content/uploads/2016/09/14500646_1139466736130754_7314485118953156560_o1.jpg)
(https://pbs.twimg.com/media/Cpz8MkJXgAcwzqm.jpg)

Let's welcome the newest operator of the F-16

Romania has taken over six F-16 from Portugal on Sept. 28

http://alert5.com/2016/09/29/lets-welcome-the-newest-operator-of-the-f-16/

https://www.rt.com/news/360966-romania-f16-portugal-jets/

http://www.janes.com/article/64152/romania-receives-its-first-f-16-fighter-aircraft
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Alvalade em Setembro 29, 2016, 06:47:55 pm
Feio que doí
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Burro em Setembro 30, 2016, 04:25:42 am
Esses aviões serão repostos por outros similares ou simplesmente se vão por nada no lugar?

Isso foi iniciativa de Portugal ou foi um "pedido" da OTAN?

Quantos F16 Portugal ainda tem no inventário?

Essa Romênia fica numa região muito boca quente mesmo, barra pesada.
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Alvalade em Setembro 30, 2016, 07:48:47 am
Esses aviões serão repostos por outros similares ou simplesmente se vão por nada no lugar?

Isso foi iniciativa de Portugal ou foi um "pedido" da OTAN?

Quantos F16 Portugal ainda tem no inventário?

Essa Romênia fica numa região muito boca quente mesmo, barra pesada.

Eram 39 foram vendidos 12 à Roménia e comprados 3 aos EUA para se finalizar com 30.

Portugal queria vender e a Roménia queria comprar.
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Charlie Jaguar em Setembro 30, 2016, 12:10:17 pm
Eram 39 foram vendidos 12 à Roménia e comprados 3 aos EUA para se finalizar com 30.

Por acaso até eram 38 (perdas do 15111 e 15140), e comprados 4 aos EUA para serem modernizados para a versão MLU: 3 para a Força Aérea Portuguesa, e 1 para a Roménia. No final deste negócio a FAP deverá ficar efectivamente com 27 F-16AM/BM e a aguardar a modernização de 3 células vindas do AMARG de modo a completar as 30 unidades.

Citar
(...) No final da cerimónia, Azeredo Lopes deixou claro que Portugal não está em condições de alienar mais F16, tendo já atingido o número ideal de aparelhos a manter sob o comando da Força Aérea portuguesa para garantir a operacionalidade nacional. Até porque, para concluir a venda de doze aparelhos (os três F16 seguintes partem até ao final de 2016 e os últimos três descolam em setembro de 2017), Portugal teve de recorrer aos Estados Unidos e comprar quatro aeronaves. Em Monte Real ficam 30. “Portugal não está a vender os anéis para ficar com os dedos”, sublinha Azeredo Lopes. (...)

http://observador.pt/2016/09/28/f16-portugal-ja-recebeu-1636-milhoes-de-euros/
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Alvalade em Setembro 30, 2016, 12:16:46 pm
Isso, bem me parecia que as contas não estavam certas.

Não seria mais proveitoso ficarmos com os 4 americanos?
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Charlie Jaguar em Setembro 30, 2016, 12:21:23 pm
Um hipotético futuro negócio para a venda de uma segunda esquadra de 12 F-16MLU à Roménia passaria primeiro pela obtenção de autorização dos norte-americanos, seguido da aquisição de células ao AMARG, respectiva modernização e venda ao Estado romeno, nunca por alienação directa de mais caças da FAP.
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Burro em Setembro 30, 2016, 12:54:07 pm
Esses aviões serão repostos por outros similares ou simplesmente se vão por nada no lugar?

Isso foi iniciativa de Portugal ou foi um "pedido" da OTAN?

Quantos F16 Portugal ainda tem no inventário?

Essa Romênia fica numa região muito boca quente mesmo, barra pesada.

Eram 39 foram vendidos 12 à Roménia e comprados 3 aos EUA para se finalizar com 30.

Portugal queria vender e a Roménia queria comprar.

Estranha negociação, estão no final da vida útil? um preço muito baixo.

Argentina vai comprar 24 T-6 dos EUA, avião inferior ao A-29 por 300 milhões de dólares, os 20 A-29 para o Afeganistão custaram 425 milhões de dólares.

Achei o preço irrisório, quase uma doação.
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Alvalade em Setembro 30, 2016, 01:45:57 pm
600 milhões de euros é irrisório? Os 78 falados são só a parcela desta ano.
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: NVF em Setembro 30, 2016, 01:51:08 pm
Se você for mais atrás neste tópico, ou procurar no Google, vai ver que o valor total do negócio a pagar pela Roménia ultrapassa os 700 milhões de USD, armamento incluído. 180 milhões de euros é o valor pago a Portugal pelas aeronaves, respectiva modernização e treino de pessoal da FA Romena. Os programas de aquisição de aeronaves militares têm custos para além do simples preço dos aviões ou helicópteros.

O F-16A foi desenhado para 6000 horas de voo, com os upgrades fica apto para 8000 horas. Para os F-16C, a USAF planeia estender a vida útil para 12000 horas e eles usam os seus caças de forma mais intensa que a maioria das outras forças aéreas.
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Burro em Setembro 30, 2016, 02:14:15 pm
Beleza, de qualquer forma, perderam 12 aviões, há algum plano para repor essas perdas?

F-16 novos ou quem sabe, Gripen Gavião?
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Alvalade em Setembro 30, 2016, 02:26:46 pm
Beleza, de qualquer forma, perderam 12 aviões, há algum plano para repor essas perdas?

F-16 novos ou quem sabe, Gripen Gavião?
Não
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Burro em Setembro 30, 2016, 02:36:18 pm
Em suma, vão apenas vender 12 F-16 (com possibilidade de mais vendas?) sem repor nada no lugar?

Qual a lógica disso?
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Crypter em Setembro 30, 2016, 02:36:33 pm
Beleza, de qualquer forma, perderam 12 aviões, há algum plano para repor essas perdas?

F-16 novos ou quem sabe, Gripen Gavião?

Não se perdeu 12. Perdemos 9 no inventário, 3 foram comprados aos EUA para revenda. Já foi explicado várias vezes ao longo deste post.

Passamos de 39 para 30 F-16's.

Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Burro em Setembro 30, 2016, 02:47:21 pm
Beleza, de qualquer forma, perderam 12 aviões, há algum plano para repor essas perdas?

F-16 novos ou quem sabe, Gripen Gavião?

Não se perdeu 12. Perdemos 9 no inventário, 3 foram comprados aos EUA para revenda. Já foi explicado várias vezes ao longo deste post.

Passamos de 39 para 30 F-16's.

Amigo, não tem lógica se desfazer de material de defesa, quando a lógica é comprar ou manter o que se tem, exceto claro se esta negociação envolver a venda ou repasse de material bélico a preços camaradas para países amigos, algum tipo de ação geo política, o que não me parece que seja o caso, mesmo assim, sempre tendo em vista adquirir algo novo e mais moderno.

O Brasil costuma doar material de defesa para o Paraguai, recentemente doou vários caminhões traçados modelo Mercedes, em ótimo estado, dezenas de conjuntos de pneus de Urutu, já doou Tucanos, Xavantes, mas o Brasil tem interesse em manter o Paraguai alinhado.

Essa última doação foi feita na usina hidrelétrica de Itaipu, local emblemático para os dois países.

É isso que eu não entendo, foi uma ação puramente comercial, então?

Estranhérrimo.
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Viajante em Setembro 30, 2016, 03:40:11 pm
Beleza, de qualquer forma, perderam 12 aviões, há algum plano para repor essas perdas?

F-16 novos ou quem sabe, Gripen Gavião?

Não se perdeu 12. Perdemos 9 no inventário, 3 foram comprados aos EUA para revenda. Já foi explicado várias vezes ao longo deste post.

Passamos de 39 para 30 F-16's.

Amigo, não tem lógica se desfazer de material de defesa, quando a lógica é comprar ou manter o que se tem, exceto claro se esta negociação envolver a venda ou repasse de material bélico a preços camaradas para países amigos, algum tipo de ação geo política, o que não me parece que seja o caso, mesmo assim, sempre tendo em vista adquirir algo novo e mais moderno.

O Brasil costuma doar material de defesa para o Paraguai, recentemente doou vários caminhões traçados modelo Mercedes, em ótimo estado, dezenas de conjuntos de pneus de Urutu, já doou Tucanos, Xavantes, mas o Brasil tem interesse em manter o Paraguai alinhado.

Essa última doação foi feita na usina hidrelétrica de Itaipu, local emblemático para os dois países.

É isso que eu não entendo, foi uma ação puramente comercial, então?

Estranhérrimo.

Não há nada de estranho. Portugal comprou nos anos 90 e em 2 tranches 39 F-16. Até agora só estamos a utilizar 30. Havia 9 F-16 que estiveram sempre encaixotados a ganhar pó! Surgiu uma oportunidade de Portugal vender 9 F-16 que NUNCA UTILIZOU! Achas um negócio estranho? A Roménia queria 12 F-16, e Portugal comprou + 3 da AMARG que estavam armazenados no deserto.

Os 30 F-16 vão continuar em Portugal até 2030. Obviamente bem antes dessa data, espero eu, Portugal vai escolher um substituto para reformar os F-16.

E como a Roménia ficou contente com o negócio, já pediu a Portugal mais 12 F-16..... que obviamente terão de vir da AMARG.

É tudo uma questão de gestão e racionalização de meios.

Gostávamos de ter mais de 30? Gostávamos, mas não é de momento possível! Por exemplo, quantos caças tem o Brasil para defender um território de 8,5 milhões de Km2?
Eu gostava de ter um Ferrari, um Porsche, etc, mas como não posso, tenho de olhar para aquilo que é possível ter.............
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Charlie Jaguar em Setembro 30, 2016, 03:46:05 pm
Não há nada de estranho: a Força Aérea Portuguesa planeava ter duas Esquadras de Combate com 20 aeronaves cada, porém vários factores determinaram que a nível de custos e eficiência o melhor seriam duas Esquadras com quinze aparelhos cada, logo 30 aparelhos, mais bem equipados. E dado o F-16 em Portugal ter "apenas" 22 anos de serviço face aos quase 40 de alguns dos nossos parceiros europeus, será uma aeronave que continuará a operar pelo menos por mais uma dezena de anos, sendo sucessivamente actualizada e modernizada.

Em meados da próxima década terá forçosamente de se ter já em vista o seu substituto, mas até lá há ainda bastante vida útil nas aeronaves para continuarem a servir o país, mesmo naquelas adquiridas em segunda-mão no final da década de 90 e que passaram, por exemplo, pelo programas Falcon Up/Falcon Star aquando da sua modernização para a versão MLU. Ter 30 aparelhos é o mínimo exigível, veja-se por exemplo o caso da Dinamarca que tem uma frota de dimensões similares e nem por isso deixa de cumprir com qualquer missão que lhe seja incumbida, seja na Europa ou na luta contra o autoproclamado Estado Islâmico.

Além disso Portugal, sendo membro fundador da NATO e pertencendo à União Europeia, não necessita de manter ninguém alinhado. Já é parte integrante de organizações que se alinharam mutuamente quer a nível de Defesa (NATO), quer a nível económico e social (CEE/UE). Tratou-se de um negócio oportuno entre dois Estados soberanos - um que queria vender material militar a mais, outro que queria comprar -, nada mais do que isso, e com um retorno financeiro ainda respeitável. "A win-win situation" como dizem na língua inglesa.
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: HSMW em Setembro 30, 2016, 04:09:08 pm
E não esquecendo a formação dada em Portugal a técnicos e pilotos romenos durante os últimos anos,.

Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Get_It em Setembro 30, 2016, 05:07:14 pm
Os posts anteriores, mais acima, só mostram mais uma vez a diferente realidade geo-política entre Portugal e Brasil e como a cooperação forçada em algumas áreas não faz qualquer sentido.

Esperemos é que Portugal consiga um feito tão grande como o do Brasil, que está a preparar-se para praticamente roubar o Gripen aos suecos. Portugal deve é aproveitar a eventual retirada de serviço do F-16 nos EUA, de Israel e dos principais operadores europeus e tentar colocar-se como o principal fornecedor de F-16 a nível de formação, modernização de aparelhos e suporte.

Há que também aproveitar que os suecos andam indecisos entre vender os seus Gripens C/D em segunda-mão ou se os devem canibalizar e utilizar os seus componentes na produção dos novos Gripen E. Tirando estes Gripen em segunda-mão não estou a ver mais nenhum caça em segunda-mão barato e compatível com sistemas NATO disponível no mercado sem ser o F-16.

Mas devíamos ir ainda mais além e fazer um esforço para substituir as nossas aeronaves de treino (http://www.forumdefesa.com/forum/index.php?topic=7867.0) e melhorar ainda mais a nossa infraestrutura a nível de formação para estabelecer um centro de formação, por forma a atrair estes países a continuarem a enviar para cá os seus pilotos e técnicos para receberem formação ao invés de os enviarem para os EUA, Canadá ou França.

Cumprimentos,
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Viajante em Setembro 30, 2016, 05:23:17 pm
Os posts anteriores, mais acima, só mostram mais uma vez a diferente realidade geo-política entre Portugal e Brasil e como a cooperação forçada em algumas áreas não faz qualquer sentido.

Esperemos é que Portugal consiga um feito tão grande como o do Brasil, que está a preparar-se para praticamente roubar o Gripen aos suecos. Portugal deve é aproveitar a eventual retirada de serviço do F-16 nos EUA, de Israel e dos principais operadores europeus e tentar colocar-se como o principal fornecedor de F-16 a nível de formação, modernização de aparelhos e suporte.

Há que também aproveitar que os suecos andam indecisos entre vender os seus Gripens C/D em segunda-mão ou se os devem canibalizar e utilizar os seus componentes na produção dos novos Gripen E. Tirando estes Gripen em segunda-mão não estou a ver mais nenhum caça em segunda-mão barato e compatível com sistemas NATO disponível no mercado sem ser o F-16.

Mas devíamos ir ainda mais além e fazer um esforço para substituir as nossas aeronaves de treino (http://www.forumdefesa.com/forum/index.php?topic=7867.0) e melhorar ainda mais a nossa infraestrutura a nível de formação para estabelecer um centro de formação, por forma a atrair estes países a continuarem a enviar para cá os seus pilotos e técnicos para receberem formação ao invés de os enviarem para os EUA, Canadá ou França.

Cumprimentos,

Até vou mais longe, há fundos comunitários destinados à formação no Portugal2020 no valor de mais de 3,6 mil milhões de euros.... financiamento a 85% de fundos comunitários......
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: night_runner em Outubro 01, 2016, 12:37:10 am
Por acaso até eram 38 (perdas do 15111 e 15140), e comprados 4 aos EUA para serem modernizados para a versão MLU: 3 para a Força Aérea Portuguesa, e 1 para a Roménia. No final deste negócio a FAP deverá ficar efectivamente com 27 F-16AM/BM e a aguardar a modernização de 3 células vindas do AMARG de modo a completar as 30 unidades.
Será que falta aí o 15141 nessas contas?  ;)


20 F-16 Peace Atlantis I:
1 acidentado (15111)
19 convertidos
Total: 19

25 F-16 Peace Atlantis II
2 em exposição
2 reposição peças/GI
21 convertidos
1 acidentado (15140)
Total: 20

19+20 = 39 - 12 para a Roménia = 27 + 3 (ex-EUA) = 30
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: NVF em Outubro 01, 2016, 12:43:50 am
Se o colega Burro tiver a paciência de ler o outro tópico sobre F-16 MLU, irá facilmente constar que a decisão de alienar parte da frota F-16 foi tomada há vários anos. As razões já foram apontadas pelo camarada Charlie Jaguar, mas eu atrevo-me a adicionar mais uma: a crónica falta de pessoal de voo na FAP.

Longe vão os tempos em que a FAP tinha 15 ou 20 mil efectivos. Hoje a FAP é uma pequena força com cerca de 7000 militares. Portugal, infelizmente, não tem a abundância populacional do Brasil e a realidade económica portuguesa — apesar da crise financeira — é ainda assim muito diferente do Brasil, ou seja, os recursos humanos são mais dispendiosos a formar/treinar e manter.
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Johnnie em Outubro 01, 2016, 01:06:01 pm
A TAP e outras companhias aéreas civis tambem tem dado uma ajudinha a esta cronica falta de pilotos, falta de candidatos acho que não tem havido...

No entanto a redução da frota está em linha com a das outras forças aéreas europeias, nada de extraordinário
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: olisipo em Outubro 01, 2016, 03:22:48 pm

Chegada dos seis F-16 ex-FAP à base aérea 86, em Borcea.  Reportagem da TVR  (http://www.tvr.ro/).
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Get_It em Outubro 15, 2016, 12:24:56 am
Lá vêem eles!

Bulgaria Is Ready with Tender Requirements for New Type of Fighter for Its Air Force
(13 de Outubro de 2016)
Citação de: BTA
The tender requirements for a new type of a multipurpose fighter for the Bulgarian Air Force are now ready and need to be approved by the Defence Council before being sent to prospective contractors, Defence Minister Nickolay Nenchev told the MPs in the parliamentary defence committee.

He said that the team working on the tender requirements were ready over a month and a half ago but he wanted to make sure the document has the approval of the new commander of the Air Force - which is now the case.

Nenchev expects that the tender requirements will be approved by the Defence Council next Wednesday so that a letter of intent can be sent to Sweden, Italy and Portugal. Their reply in then expected in a matter of several months after which Bulgaria can pick its supplier.

The three countries were picked among nine which proposed 15 options for purchase of fighters - new and used - to the Bulgarian Defence Ministry in 2011. Sweden offered new Gripen C/D, Italy offered used Eurofighter Tranche 1 and Portugal used F-16 with a logistics package.

The Defence Minister told the MPs that no pressure was put on the experts as they revised the parameters of the deal.

The Thursday press observes that the purchase of a new type of a fighter for the Air Force will be the costliest project for modernization of the Bulgarian Armed Forces and will cost at least 1.5 billion leva. The Defence Ministry plans to acquire a total of 16 fighters in two tranches.

(...)
Fonte: http://www.bta.bg/en/c/DF/id/1436605? (http://www.bta.bg/en/c/DF/id/1436605?)

Bulgaria’s Defence Ministry may change criteria for jet fighter acquisition – reports
(14 de Outubro de 2016)
Citação de: Sofia Globe
Officials at Bulgaria’s Defence Ministry have begun quietly proposing changing the criteria for assessing the tenders for the supply of multi-role fighter jets for the air force, reports on October 14 said.

This is the latest twist in the long-running saga of Bulgaria acquiring military fighter aircraft that will meet the standards of the Nato alliance of which the country has been a member since 2004, and that will enable Bulgaria to move on from using its diminished fleet of ageing Soviet-made MiG-29s, which for now it is keeping serviceable for air space defence.

The changes in the criteria were drafted after Roumen Radev resigned his post as air force commander to stand as the Bulgarian Socialist Party’s candidate in the country’s November 2016 presidential elections.

Radev is said to have favoured the acquisition of the out-of-the-box new Gripen fighters, which would be made available to the country on a favourable payment plan and, as new aircraft, would have a longer lifespan than second-hand planes.

Reportedly, the changes to the criteria would favour the acquisition of US-made second-hand aircraft.

The main contenders to supply the replacement aircraft to the Bulgarian Air Force are the United States, Portugal and Israel, with second-hand F-16s, Italy, with second-hand Eurofighters, and Sweden, with new Gripens.

The Institute of Defence at the Defence Ministtry, headed by Todor Tagarev, has drafted changes to the criteria for the acquisition, which would involve getting 16 fighters in two tranches. For the first eight of the fighters, with related infrastructure and equipment, a sum of 1.5 billion leva is envisaged.

The changes to the criteria reportedly de-emphasise expected lifespan of the aircraft as a factor, from 25 per cent to only five per cent.

Further, a new criterion is introduced, "military co-operation". This would be an advantage for the US, given that Bulgaria co-operates mainly with the US military, and would be a disadvantage for Sweden, which is not a member of NATO. The institute is said to have put this factor forward as a major factor in making the decision.

The third proposal is to eliminate the multi-purpose fighter factor, which would mean that the air force would need to continue to support the Russian Su-25s based at Bezmer. This move contradicts Defence Ministry plans to get rid of Soviet-made weaponry. It also would be costly because the air force would need to devote more money to support different types of military aircraft.

It is understood that at the time of the first government headed by Boiko Borissov, Bulgaria came close to a deal to acquire used F-16s from Portugal, which would have been third-hand. But the premature end of that Borissov government, when it resigned in the face of cost-of-living protests that turned violent in early 2013, snuffed out the deal.

Romania ended up getting some of Portugal’s F-16s, which have the downside of their limited life expectancy. The rest would be on offer to Bulgaria.

It remains to be seen whether Bulgaria’s Defence Ministry will take on board the changes proposed by the Institute of Defence.

The issue was raised at a meeting of Parliament’s committee on defence, with opposition BSP MP Atanas Zafirov asking whether it was true that the life expectancy of the fighters, which had been the most important criterion, was reduced close to zero as a factor.

(...)

Defence Minister Nikolai Nenchev said that a letter of intent would be sent to Sweden, Italy and Portugal, and once replies were received, a decision made on who would be granted the project.
Fonte: http://sofiaglobe.com/2016/10/14/bulgarias-defence-ministry-may-change-criteria-for-jet-fighter-acquisition-reports/ (http://sofiaglobe.com/2016/10/14/bulgarias-defence-ministry-may-change-criteria-for-jet-fighter-acquisition-reports/) (* (http://www.defense-aerospace.com/articles-view/release/3/177938/bulgaria-may-change-criteria-for-jet-fighter-acquisition.html))

Cumprimentos,
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: HSMW em Outubro 21, 2016, 08:54:44 pm

A auto-estima dos romenos agora está em alta!
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Get_It em Dezembro 10, 2016, 09:19:22 pm
Outra notícia.

Bulgaria seeks to buy eight fighter jets
(9 de Dezembro de 2016)
Citação de: Tsvetelia Tsolova, Jane Merriman /Reuters
Bulgaria plans to spend about 1.5 billion levs ($808.63 million) on eight new or second-hand jet fighters and has asked Italy, Portugal, the United States and Sweden to make offers to supply them, the defence ministry said on Friday.

The fighter jets would replace Bulgaria's ageing Soviet-designed MiG-29 fighters and would improve the Balkan country's compliance with NATO standards and reduce its reliance on Russian-made aircraft.

The Bulgarian parliament has approved the plans and some funds for the deal have been set aside in the 2017 budget.

"The ministers of defence and the economy have signed a request for proposals for the delivery of multipurpose jet fighters," the defence ministry said in a statement.

Sofia will choose between new Gripen jets from Sweden's SAAB and second-hand U.S. F-16 from Portugal, equipped with U.S. weaponry. Another option is to buy second-hand Eurofighter Typhoon fighters from Italy.

A source familiar with the process told Reuters EU and NATO member Bulgaria would give the four countries three months to reply.

The deal would have to be approved by a new government that is likely to be formed after elections that are expected in the spring following the resignation of the country's centre-right government last month.

(...)

No website do ministério da defesa Búlgaro:
Citar
„Искането за предложение“ за доставка на нов боен самолет е изпратено до четири държави

Във връзка със засиления обществен интерес и зачестилите запитвания на отделни медии Министерство на отбраната потвърждава, че след приемането на Държавния бюджет за 2017 г. и заделените целево финансови средства министрите на отбраната и на икономиката на Република България подписаха „Искане за предложение“ за доставка на многоцелеви боен самолет. Съгласно утвърдения от Народното събрание Проект за инвестиционен разход, „Искането за предложение“ е изпратено до определените в него страни, а именно: Италия, Португалия, Съединените американски щати и Швеция. Документът съдържа класифицирана информация и поради това няма да бъде публикуван.
Fonte: https://www.md.government.bg/bg/index.php (https://www.md.government.bg/bg/index.php)

Cumprimentos,
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: dc em Dezembro 11, 2016, 03:47:13 pm
Podia ser interessante para nós, se fossemos buscar 8 células ao AMARC e realizar-lhes o MLU. Eram valências que eram mantidas, e eventualmente, caso os MLU da FAP fossem substituídos por F-16 ex_AMARC (com menos horas de voo nas células) convertidos cá para a versão F-16V, podia-se ganhar novas valências em cima da experiência já existente, havendo a possível capacidade de executar semelhante modernização para outros países.

Interessante é o facto de ser Portugal a ser procurado, para um lote de apenas 4 candidatos.
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: perdadetempo em Dezembro 16, 2016, 01:55:26 pm
Podia ser interessante para nós, se fossemos buscar 8 células ao AMARC e realizar-lhes o MLU. Eram valências que eram mantidas, e eventualmente, caso os MLU da FAP fossem substituídos por F-16 ex_AMARC (com menos horas de voo nas células) convertidos cá para a versão F-16V, podia-se ganhar novas valências em cima da experiência já existente, havendo a possível capacidade de executar semelhante modernização para outros países.

Interessante é o facto de ser Portugal a ser procurado, para um lote de apenas 4 candidatos.

Citar
Bulgaria issues RFP for new fighter

    14 December, 2016 SOURCE: Flightglobal.com Sofia

The Bulgarian ministry of defence has issued a request for proposals to the potential suppliers of a new fighter for the air force.

The RFP was presented to four countries on 9 December, namely Italy, Portugal, the USA and Sweden, which have until March 2017 to submit their bids.

Bulgaria will purchase its fighter through a government-to-government agreement with one of the countries, and the proposals will be prepared by the governments together with the respective manufacturers.

A selection is expected in mid-2017, at which point the selection will have to be put before parliament for approval. This process could be undertaken within 2017, but it is more likely that it will not happen before 2018.

Portugal and the USA are expected to submit a combined proposal for used Lockheed Martin F-16A/B fighters upgraded to the mid-life upgrade (MLU) Block 15 standard. This will use F-16s held in storage, which could be supplied from the USA, with upgrade and refurbishment to be undertaken at Portugal’s OGMA.

The logistics and weapons package would be supplied from the USA through its foreign military sales channels, in the same way it was done when the type was sold to Romania.

Italy’s proposal will comprise used Tranche 1 Eurofighter Typhoons taken from the existing Italian air force inventory.

The only new-build aircraft being pitched is from Sweden, in the form of the Saab Gripen C/D.

Israel Aerospace Industries was offering surplus F-16C/D Block 30s to Sofia, but this was overlooked ahead of the release of the RFP, because Bulgaria wanted a NATO or EU system.

Bulgaria has allocated a budget of €767 million ($815 million) for the procurement of a minimum of eight multi-role fighters, together with logistics and weapons.

The Bulgarian ministry of defence’s eventual plans call for the purchase of 16 fighters, but due to budget shortages, the programme has been divided into two phases, the first of which is underway.

The second phase, set to be undertaken between 2022 and 2023, will include the purchase of eight more fighters, for which the budget is yet to be approved.

Meanwhile, a long-delayed investment in the maintenance of the air force’s MiG-29 fleet has resulted in the award of two support contracts.

Sofia-based company Aviostart, acting as a representative of the aircraft’s OEM, RSK MiG, was awarded a contract to deliver four new and six second-hand Klimov RD-33 series 2 engines at a total price of €21 million. The first two overhauled engines are set for delivery in April 2017.

The same company was also selected to deliver seven brand-new KSA-2 accessory gearboxes under a €11 million deal, with a contract expected to be inked by year-end.

by Alexander Mladenov and Krassimir Grozev

https://www.flightglobal.com/news/articles/bulgaria-issues-rfp-for-new-fighter-432385/ (https://www.flightglobal.com/news/articles/bulgaria-issues-rfp-for-new-fighter-432385/)
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Lightning em Dezembro 16, 2016, 02:01:30 pm
Mais 3 F-16 MLU entregues à FA Romena, vão juntar-se aos primeiros 6 entregues em Setembro.
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Lightning em Dezembro 19, 2016, 09:04:05 am
Força Aérea entrega três F-16 à Roménia

http://www.emfa.pt/www/noticia-1256
Título: Re: F-16 ex-FAP (Bulgária)
Enviado por: Get_It em Dezembro 23, 2016, 05:18:43 pm
Bulgária:

Pelos vistos Israel ofereceu F-16 em segunda-mão à Bulgária mas estes acabaram por preferir equipamento NATO ou europeu.

Citação de: Monitor.bg
- Как се движи проектът за модернизация на ВВС, появи се нова оферта от Израел?

- Първо да припомня, че вече има пристигнали 4 отремонтирани двигателя за МиГ-29, очакваме есента да дойдат още два по договора с Полша. Говори се за закупуване от другаде на още до 10, дано стане и това. Предстои веднага след ваканцията в комисията по отбрана да поканим министър Ненчев, за да го попитаме какво става с придобиването на нов тип многофункционален самолет. В тази връзка имаше посещение у нас на делегация от Израел, тя е провела и среща в МО. Представиха ни накратко и на нас предложението си – става въпрос за самолети F-16 втора употреба в три модификации - Block 30, Block 40 и Block 50. Но на мен ми направи впечатление една от фирмите зад предложението, която остави не дотам добро впечатление в България с един друг свой договор за ремонт на вертолети преди около 10 години. Иначе, ако оставим това на страна, предложението е много добро и идва навреме. В последните година-две повечето държави, които преди искаха да се освобождават от съвместими с НАТО многоцелеви самолети, каквито са F-16, като че ли забравиха за това, поради разместването на пластовете в геополитически план в Европа и света. Пазарът изведнъж позамръзна. Освен това от Израел вече сме доставяли модерни бронирани машини, т. нар. пустинни котки, и там нямаме забележки.

Министерството на отбраната работи отново и с Португалия за F-16, както и по предложението на Швеция за самолетите „Грипен”, които са постоянни в желанието си да доставят на България нови изтребители. Но всичко това ще бъде решено в МО, има си комисии там, а ние ще контролираме процесите.
Fonte: http://www.monitor.bg/a/view/69408-Валентин-Радев-зампредседател-на-Комисията-по-отбрана-в-НС-Охраната-на-армейските-складовете-да-се-затегне-заради-тероризма (http://www.monitor.bg/a/view/69408-Валентин-Радев-зампредседател-на-Комисията-по-отбрана-в-НС-Охраната-на-армейските-складовете-да-се-затегне-заради-тероризма)

Cumprimentos,
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Charlie Jaguar em Dezembro 24, 2016, 12:35:40 pm
Bulgária:

Pelos vistos Israel ofereceu F-16 em segunda-mão à Bulgária mas estes acabaram por preferir equipamento NATO ou europeu.

Citação de: Monitor.bg
- Как се движи проектът за модернизация на ВВС, появи се нова оферта от Израел?

- Първо да припомня, че вече има пристигнали 4 отремонтирани двигателя за МиГ-29, очакваме есента да дойдат още два по договора с Полша. Говори се за закупуване от другаде на още до 10, дано стане и това. Предстои веднага след ваканцията в комисията по отбрана да поканим министър Ненчев, за да го попитаме какво става с придобиването на нов тип многофункционален самолет. В тази връзка имаше посещение у нас на делегация от Израел, тя е провела и среща в МО. Представиха ни накратко и на нас предложението си – става въпрос за самолети F-16 втора употреба в три модификации - Block 30, Block 40 и Block 50. Но на мен ми направи впечатление една от фирмите зад предложението, която остави не дотам добро впечатление в България с един друг свой договор за ремонт на вертолети преди около 10 години. Иначе, ако оставим това на страна, предложението е много добро и идва навреме. В последните година-две повечето държави, които преди искаха да се освобождават от съвместими с НАТО многоцелеви самолети, каквито са F-16, като че ли забравиха за това, поради разместването на пластовете в геополитически план в Европа и света. Пазарът изведнъж позамръзна. Освен това от Израел вече сме доставяли модерни бронирани машини, т. нар. пустинни котки, и там нямаме забележки.

Министерството на отбраната работи отново и с Португалия за F-16, както и по предложението на Швеция за самолетите „Грипен”, които са постоянни в желанието си да доставят на България нови изтребители. Но всичко това ще бъде решено в МО, има си комисии там, а ние ще контролираме процесите.
Fonte: http://www.monitor.bg/a/view/69408-Валентин-Радев-зампредседател-на-Комисията-по-отбрана-в-НС-Охраната-на-армейските-складовете-да-се-затегне-заради-тероризма (http://www.monitor.bg/a/view/69408-Валентин-Радев-зампредседател-на-Комисията-по-отбрана-в-НС-Охраната-на-армейските-складовете-да-се-затегне-заради-тероризма)

Cumprimentos,

Recorrendo rapidamente ao Google Tradutor, mas penso que dá para perceber. É que o meu búlgaro está um pouco enferrujado.  ;D ;)

Citar
Como mover o projeto para modernizar a Força Aérea apareceu uma nova oferta de Israel?

- Primeiro lembre-se que já chegou 4 motor recondicionado MiG-29, esperamos que a queda de vir mais dois contratos com a Polónia. Diz-se para comprar em outros lugares por mais 10, pode se tornar isso. Um férias de vez em comitê de defesa de convidar o ministro Nenchev para perguntar-lhe o que estava acontecendo com a aquisição de um novo tipo de aeronave multi-purpose. A este respeito teve visita de uma delegação de Israel, ela realizou uma reunião no Ministério da Defesa. Nós apresentamos nossa breve e nossa proposta - se trata de os F-16 usados ​​em três modificações - Bloco 30, Bloco 40 e Bloco 50. Mas eu notei uma das empresas por trás da proposta, o que não deixou tão boa impressão Bulgária uns com os outros um contrato para a reparação de helicópteros cerca de 10 anos atrás. Caso contrário, se deixar este país, a proposta é muito boa e vem com o tempo. No último ano ou dois, a maioria dos países anteriormente queria dispor de avião multirole compatível NATO, como F-16, parecia esquecido, devido à turbulência no plano geopolítico na Europa e no mundo. O mercado de repente pozamrazna. Além disso, Israel que são fornecidos veículos blindados modernos, gatos t. Pomegranate. Deserto, e não existem comentários.

Ministério da Defesa trabalhar novamente com Portugal para o F-16 e da proposta de Suécia aviões "Gripen" que são constantes no seu desejo de entregar a Bulgária novos caças. Mas tudo isso será decidido MoD tem seus comitês lá, e vamos controlar o processo.
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: PereiraMarques em Janeiro 05, 2017, 09:07:09 am
Despacho n.º 255/2017 - Diário da República n.º 4/2017, Série II de 2017-01-05 105698827
Defesa Nacional - Gabinete do Ministro
Alienação F-16/MLU - equipamento de guerra eletrónica (ALQ-131), bens e serviços adicionais para a República da Roménia - alteração n.º 10 ao contrato 0013-1/DGAIED/2013

https://dre.pt/web/guest/home/-/dre/105698827/details/maximized?serie=II&parte_filter=31&dreId=105698810
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Charlie Jaguar em Janeiro 30, 2017, 05:54:12 pm
Citar
Governo avalia pedidos da Roménia e da Bulgária para compra de mais F-16
27 jan 2017 · 14:49

O governo e a Força Aérea estão a avaliar pedidos da Roménia e da Bulgária para a compra de, respetivamente, 12 e nove aviões F-16, um projeto que o ministro da Defesa espera que seja concluído com êxito.

"Não duvido do êxito do trabalho atualmente em curso para a eventual alienação de uma segunda esquadra de aeronaves", afirmou Azeredo Lopes, considerando que o primeiro programa de venda de 12 F-16 à Roménia "é um exemplo da competência" da Força Aérea. O ministro da Defesa discursava na cerimónia de imposição de medalhas a 24 militares de um total de 29 que estiveram envolvidos no projeto de venda de 12 aeronaves F-16 à Roménia, no ministério da Defesa Nacional.

Questionado pela Lusa, o chefe do Estado-Maior da Força Aérea, Manuel Rolo, afirmou que a Roménia solicitou a compra e modernização de mais 12 F-16 e a Bulgária de nove mas o modelo terá de ser outro, já que o ramo não prevê alienar mais F-16."O modelo agora tinha que ser ligeiramente diferente, passaria por uma cedência do governo americano de aeronaves disponíveis que por sua vez seriam modificadas e é esse trabalho preliminar que está a ser feito", disse. Azeredo Lopes sublinhou ainda o envolvimento da OGMA (Indústria Aeronáutica de Portugal) na modernização dos F-16 para a Roménia, considerando que "a Defesa Nacional gera valor".

Considerado pelo Governo "um sucesso", o contrato foi assinado em 2013 pelo anterior ministro da tutela, Aguiar-Branco e contemplou a venda de 12 aparelhos - nove monolugares e três bi-lugares - representando um encaixe líquido de 78 milhões de euros de um total de 181 milhões. Para além do contrato inicial, a Roménia solicitou o ano passado ao Governo português um pacote adicional de bens e serviços de apoio logístico, incluindo equipamentos de autoproteção de guerra eletrónica.

Para corresponder a este pedido, o Governo autorizou uma despesa adicional de 8,4 milhões de euros para a aquisição, modernização e atualização daqueles equipamentos, despesa que será suportada pela Roménia em aditamento ao contrato inicial, segundo uma resolução do Conselho de Ministros publicada em dezembro de 2016. Os primeiros seis dos 12 aviões foram entregues em setembro numa cerimónia na Base Aérea de Monte Real, Leiria, e outros três voaram para a Roménia em dezembro. As restantes três, que foram compradas por Portugal ao fabricante norte-americano, ainda estão em processo de atualização, devendo ser entregues em setembro do corrente ano, segundo os prazos previstos.

A alienação de f-16 da FAP estava prevista na lei de programação militar desde 2006, depois de no início da década Portugal ter decidido que não precisava, em termos operacionais e das exigências da missão, de nove das 39 aeronaves de que dispunha. O programa inclui a formação e treino de cerca de 84 militares romenos, entre pilotos, técnicos e mecânicos entre 2014 e 2018, a preparação e modernização das aeronaves e o envio de uma equipa portuguesa de formação e suporte para apoiar a Força Aérea romena durante dois anos.

http://24.sapo.pt/atualidade/artigos/governo-avalia-pedidos-da-romenia-e-da-bulgaria-para-compra-de-mais-f-16
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: night_runner em Fevereiro 26, 2017, 03:05:19 am
Citar
The company plans to keep future production of F-16s in the US, he said. Lockheed has created F-16 assembly plants in Turkey, Portugal, Belgium and the Netherlands in the past. "The next customer that we sell F-16 to we will build them in the US," said Mr Groesch.

The Trump administration has criticised US companies that have factories and assembly lines overseas and has vowed to create US jobs with his "America First" motto.
http://www.defense-aerospace.com/articles-view/release/3/181358/lockheed-talks-f_16-sales%2C-upgrades-with-mid_east-forces.html

Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Charlie Jaguar em Março 14, 2017, 11:39:02 am
Citar
Bulgaria gets three bids to supply eight fighter jets
Mon Mar 13, 2017 4:33pm GMT

SOFIA, March 13 (Reuters) - Bulgaria has received offers from Italy, Sweden and Portugal to supply eight new or secondhand fighter jets as the Balkan country seeks to replace its ageing Soviet-designed MiG-29 fighters, the Defence Ministry said on Monday. Bulgaria plans to spend about 1.5 billion levs ($820 million) to buy new aircraft to improve compliance with NATO standards while reducing reliance on Russian-made aircraft.
 
A special working group will choose between new Gripen jets from Sweden's SAAB and secondhand U.S. F-16 from Portugal, equipped with U.S. weaponry. Another option is to buy secondhand Eurofighter Typhoon fighters from Italy."Offers from Portugal with a logistical package from the United States, Sweden and Italy have been opened at the Defence Ministry," the ministry said in a statement.
 
Bulgaria's parliament approved a plan in June to get eight new or secondhand fighter jets between 2018-2020. Some funds for the deal have been set aside in the 2017 budget. After the working group examines offers by the end of the month, talks with be held with the preferred bidder to prepare a contract, a source familiar with the process said."It is not likely that a deal is to be approved before a new government is formed after general elections on March 26", the source said.
 
($1 = 1.8326 leva) (Reporting by Tsvetelia Tsolova; Editing by Edmund Blair)
 
© Thomson Reuters 2017 All rights reserved

http://af.reuters.com/article/idAFL5N1GQ581
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: sivispacem em Março 14, 2017, 03:17:09 pm
Citar
Bulgaria gets three bids to supply eight fighter jets
Mon Mar 13, 2017 4:33pm GMT

SOFIA, March 13 (Reuters) - Bulgaria has received offers from Italy, Sweden and Portugal to supply eight new or secondhand fighter jets as the Balkan country seeks to replace its ageing Soviet-designed MiG-29 fighters, the Defence Ministry said on Monday. Bulgaria plans to spend about 1.5 billion levs ($820 million) to buy new aircraft to improve compliance with NATO standards while reducing reliance on Russian-made aircraft.
 
A special working group will choose between new Gripen jets from Sweden's SAAB and secondhand U.S. F-16 from Portugal, equipped with U.S. weaponry. Another option is to buy secondhand Eurofighter Typhoon fighters from Italy."Offers from Portugal with a logistical package from the United States, Sweden and Italy have been opened at the Defence Ministry," the ministry said in a statement.
 
Bulgaria's parliament approved a plan in June to get eight new or secondhand fighter jets between 2018-2020. Some funds for the deal have been set aside in the 2017 budget. After the working group examines offers by the end of the month, talks with be held with the preferred bidder to prepare a contract, a source familiar with the process said."It is not likely that a deal is to be approved before a new government is formed after general elections on March 26", the source said.
 
($1 = 1.8326 leva) (Reporting by Tsvetelia Tsolova; Editing by Edmund Blair)
 
© Thomson Reuters 2017 All rights reserved

http://af.reuters.com/article/idAFL5N1GQ581

Caso ganhemos o concurso será positivo, se contribuir para a renovação da frota. E desde que não se corra o risco de se trasnformar a FAP numa concorrente das OGMA.

A propósito, alguém sabe se os 3 F-16 comprados encaixotados na sequência do negócio com as Roménia já estão a ser montados?

Tanto quanto sei destinam-se à FAP e não à Força Aérea Romena, certo?
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: HSMW em Março 14, 2017, 06:16:05 pm
Caso ganhemos o concurso será positivo, se contribuir para a renovação da frota. E desde que não se corra o risco de se trasnformar a FAP numa concorrente das OGMA.

Como assim? Parte do processo de MLU dos nossos F-16 foi feito nas OGMA.
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: sivispacem em Março 14, 2017, 07:05:39 pm
Caso ganhemos o concurso será positivo, se contribuir para a renovação da frota. E desde que não se corra o risco de se trasnformar a FAP numa concorrente das OGMA.

Como assim? Parte do processo de MLU dos nossos F-16 foi feito nas OGMA.

Grande parte, até. Mas esses trabalhos foram feitos para aparelhos destinados a equipar a nossa força aérea.

Outra coisa será fazê-lo numa vertente comercial, para transferência para as FA's de outros países (estou, como é óbvio, a assumir que Portugal não vai reduzir o seu inventário de F16 em mais 8 aparelhos.....)
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: P44 em Março 14, 2017, 07:55:33 pm
Today, Proposals from Participants In the Procedure for the Delivery of A New Type of Fighter Aircraft Were Opened

(Source: Bulgarian Ministry of Defence; issued March 13, 2017)
(Issued in Bulgarian; unofficial translation by Defense-Aerospace.com)

In the procedure for obtaining a new type of fighter, today, March 13, 2017, at the Ministry of Defence, the proposals received from participants were opened from: Portugal, with a logistics package from the United States; Sweden and Italy.

The interdepartmental working group appointed by order of the Prime Minister opened the submitted proposals in the presence of representatives of Italy, Portugal, the USA and Sweden. The working group, chaired by the commander of the Air Force Major-General Tcanko Stoykov, will begin analyzing, evaluating and summarizing the responses on March 14, 2017.

In accordance with the text adopted on June 2, 2016 by the National Assembly resolution on "Project for Acquiring New Type of Fighter," the Ministry of Defense on December 9, 2016 sent a "Request for proposal (RFP)" to the governments of Italy, Portugal and the USA, and Sweden. This document specified a deadline for receipt of proposals at 12.00 on March 13th, 2017. All invited countries met the prescribed deadline.

The investment project to acquire a new type of combat aircraft was approved by decision of the Council of Ministers on April 1, 2016, and provides for the first stage of its implementation to be concluded by an intergovernmental agreement to acquire 8 aircrafts in the period 2018-2020.

(ends)



Bulgaria Gets Three Bids to Supply Eight Fighter Jets (excerpt)

(Source: Reuters; published March 13, 2017)

A special working group will choose between new Gripen jets from Sweden's SAAB and secondhand U. S. F-16 from Portugal, equipped with U. S. weaponry.

Bulgaria has received offers from Italy, Sweden and Portugal to supply eight new or secondhand fighter jets as the Balkan country seeks to replace its ageing Soviet-designed MiG-29 fighters, the Defence Ministry said on Monday.

Bulgaria plans to spend about 1.5 billion levs ($820 million) to buy new aircraft to improve compliance with NATO standards while reducing reliance on Russian-made aircraft.

A special working group will choose between new Gripen jets from Sweden's SAAB and secondhand U.S. F-16 from Portugal, equipped with U.S. weaponry. Another option is to buy secondhand Eurofighter Typhoon fighters from Italy.

"Offers from Portugal with a logistical package from the United States, Sweden and Italy have been opened at the Defence Ministry," the ministry said in a statement. (end of excerpt)

Click here for the full story, on the Reuters website.
http://www.defense-aerospace.com/articles-view/release/3/181931/bulgaria-receives-offers-for-new-fighter-aircraft.html
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Charlie Jaguar em Março 15, 2017, 11:47:59 am
Desta vez, ao que tudo indica, o pedido será feito directamente aos EUA.

Citar
Romania looks to buy 20 more F-16s
Radu Tudor, Bucharest - IHS Jane's Defence Weekly
14 March 2017

Romania is looking to increase the size of its fighter fleet after the government decided to apportion 2% of GDP for defence in 2017. The Parliament and Supreme Defence Council (CSAT) have approved the decision."My intention is to finalise this year the decision to have another 20 F-16 fighters. The Romanian Air Force has nine now and there will be 12 by the end of the year, but we need more to strengthen our air force capability. As a matter of principle Romania intends to buy these 20 F-16 fighters from the United States. All further details will be announced [in due course", Defence Minister Beniamin Les told the Romanian parliament on 13 February.

Romania bought 12 F-16s from Portugal for EUR181 million (USD203 million) in September 2013. These include nine F-16AM single-seaters and three F-16BM two-seaters and were bought via C N Romtehnica under the Peace Carpathian programme, with third-party transfer authorisation coming from the US government.

Les also announced in Parliament that Romania's procurement of four Damen Sigma 10514 corvettes for EUR1.6 billion is to be cancelled because of the "illegal procedure of not having parliamentary approval", although he added that another tender will soon be launched because "the needs of the naval forces are high". For the Romanian Ministry of Defence reaching 2% of GDP for defence is significant after more than 15 years of inconsistent procurement, especially given the country's increasing strategic importance and NATO engagement.

http://www.janes.com/article/68702/romania-looks-to-buy-20-more-f-16s
Título: Re: 40 F16A/B MLU?
Enviado por: paraquedista em Março 19, 2017, 04:47:57 pm
Citar
Quadro 6 – Mapa de modernização F-16 / Proposta de calendarização para alienação de 10 aeronaves (PA II)
N.º de cauda das aeronaves PA II74 a alienar
15125
15126
15127
15139
15128
15129
15130
15137
15131
15138
ou
15140

 <img src="{SMILIES_PATH}/icon_arrow.gif" alt=":arrow:" title="Arrow" /> http://www.tcontas.pt/pt/actos/rel_audi ... 009-2s.pdf (http://www.tcontas.pt/pt/actos/rel_auditoria/2009/audit-dgtc-rel033-2009-2s.pdf)

Estive a analisar os numeros de cauda que acabaram por ir para a Forca Aerea Romena e verifica-se que estes dados de 2009 estavam correctos...apenas 2 alteracoes...

Primeiro retirou-se o 15131 da lista pois com a queda do 15140 passou-se a ter apenas 9 aeronaves destinadas a alienacao.

Segundo decidimos ficar com as 3 Aeronaves a adquirir aos USA e cedemos, os seguintes: 15121, 15123, 15124 a Forca Aerea Romena.

Assim a lista final:

FAP         Forca Aerea Romena
15121  -         1601
15123  -         1602
15124  -         1603
15125  -         1604
15126  -         1605
15127  -         1606
15128  -         1607
15129  -         1608
15130  -         1609
15137  -         1610
15138  -         1611
15139  -         1612

Com isto ficamos apenas com os 8 seguintes F16 do Peace Atlantis II: (todos modelo A)
15122
15131
15132
15133
15134
15135
15136
15141

Quem sabe nao sao estes que vao para a Bulgaria ???  ;)
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Charlie Jaguar em Março 19, 2017, 05:03:17 pm
Não está nos planos a FAP alienar mais nenhum F-16. A nossa proposta conjunta com os norte-americanos consiste em adquirir e modernizar células A/B nas OGMA vindas do AMARG.
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: paraquedista em Março 19, 2017, 05:22:27 pm
Não está nos planos a FAP alienar mais nenhum F-16. A nossa proposta conjunta com os norte-americanos consiste em adquirir e modernizar células A/B nas OGMA vindas do AMARG.

Sim, eu sei disso...mas podemos fazer como fizemos com os 3 que cedemos a Forca Aerea Romana, ficando nos com os 3 adquiridos aos USA  ;) Os Bulgaros levavam estes 8 e nos ficavamos com os "novos"  :D
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: ARIES em Março 27, 2017, 09:50:46 pm
Poland shoots down used F-16A/B acquisition
https://www.flightglobal.com/news/articles/poland-shoots-down-used-f-16ab-acquisition-435508/
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: ARIES em Abril 25, 2017, 04:33:20 pm
Lockheed Martin to provide Romania with F-16A/B Block 15 training system
http://www.airrecognition.com/index.php/archive-world-worldwide-news-air-force-aviation-aerospace-air-military-defence-industry/global-defense-security-news/global-news-2017/april/3423-lockheed-martin-to-provide-romania-with-f-16a-b-block-15-training-system.html
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Charlie Jaguar em Abril 27, 2017, 11:56:28 am
A Bulgária deverá optar por Saab Gripen C/D novos, tendo ficado a proposta conjunta norte-americana e portuguesa de fornecer F-16 modernizados em segundo lugar.

https://www.flightglobal.com/news/articles/gripen-tops-shortlist-for-bulgarian-fighter-deal-436639/
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: P44 em Maio 01, 2017, 08:08:41 pm
Bulgaria opts for Swedish Gripen combat jets

By: Tsvetelia Tsolova and Angel Krasimirov, Reuters, April 26, 2017 (Photo Credit: DIBYANGSHU SARKAR, AFP/Getty Images)

SOFIA, Bulgaria — Bulgaria has decided to start talks with Sweden to acquire eight new Gripen combat jets made by Saab, Bulgarian interim Deputy Prime Minister Stefan Yanev said Wednesday, as the Balkan country seeks to replace its aging Soviet-designed MiG-29s.

The Balkan country has picked the Swedish offer in preference to an offer from Portugal of secondhand U.S. F-16s equipped with U.S. weaponry and an offer from Italy of secondhand Eurofighter Typhoon fighters.

A deal is estimated to be worth about 1.5 billion levs (U.S. $832 million).

A special commission for the negotiations is expected to be set up within a week, Yanev said. The talks with Sweden will be held by Bulgaria's next government, which is expected to take office next week.

"Sweden's offer is ranked first, followed by Portugal and Italy," Yanev said. "It is normal that talks start with the first-ranked country."

Last year, Bulgaria's parliament approved a plan to acquire eight new or secondhand fighter jets between 2018 and 2020 to improve the country's compliance with NATO standards and replace its MiG-29s.

A final deal would still need parliamentary approval.

http://www.defensenews.com/articles/bulgaria-opts-for-swedish-gripen-combat-jets
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Charlie Jaguar em Maio 26, 2017, 12:27:15 pm
Parece que a Bulgária poderá continuar a operar Fulcrums e Frogfoots por mais uma década.

http://sofiaglobe.com/2017/05/25/flying-in-circles-bulgarian-pm-hints-at-further-years-of-delay-in-acquiring-new-jet-fighters/
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Charlie Jaguar em Junho 21, 2017, 08:03:30 pm
Segundo afirmações hoje proferidas no Paris Air Show, é cada vez mais crescente o interesse dos aliados europeus em obter F-16 usados.

Citar
European Allies Want Used F-16s, But Are There Enough to Go Around?
Publicado a 21/06/2017

The venerable U.S. fighter jet is getting a closer look as NATO members seek to build their defenses.

American allies across Europe want used F-16 fighter jets, but there might not be enough planes to go around, U.S. Air Force officials say.“There’s a demand for excess F-16s out there from a lot of our European partners,” Heidi Grant, deputy undersecretary of the Air Force for international affairs, said Monday at the Paris Air Show, a massive military and commercial aviation event held here every other year. First produced in 1974 by General Dynamics and built since 1993 by Lockheed and its successor Lockheed Martin, the F-16 is attractive to some NATO allies that are increasing or planning to increase defense spending and weapons purchases in the wake of Russia’s 2014 annexation of Crimea.

Late last year, Romania received six F-16s from Portugal under a deal approved in 2013. (The U.S. government must approve foreign sales of used F-16s flown by allies.) Last year, a State Department official suggested other Eastern European nations might work similar deals. The deal admitted Romania to a European F-16 club that also includes The Netherlands, Denmark, Norway, Portugal, Belgium, Greece and Poland. Meanwhile, The Netherlands and Norway are buying F-35s and Denmark plans to buy them as well.

“There’s interest as you see some some countries going to the F-35. They may be looking to divest of some of their F-16s and there’s partner nations out there that could [buy] those excess,” Grant said. “It’s more affordable within their defense budgets. We’re working with many countries trying to make these transactions, third-party transfers, work.” There’s also interest in new F-16s, but “it’s mostly excess right now,” she said

http://www.defenseone.com/business/2017/06/european-allies-want-used-f-16-fighter-jet/138812/?oref=d-channelriver
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Get_It em Julho 25, 2017, 10:29:51 pm
Notícia indirectamente relacionada:

5 countries invited to bid for Croatia fighter buy
(25 de Julho de 2017)
Citação de: Jaroslaw Adamowski / DefenseNews
The Croatian Ministry of Defense has submitted requests for proposals to acquire “multi-purpose combat aircraft” to the U.S., Israel, South Korea, Sweden and Greece, the ministry said in a statement.

Zagreb is considering to purchase new or second-hand F-16s from either the U.S., Israel or Greece, acquire South Korean FA-50s, or buy Sweden’s Saab JAS-39 Gripens. Contrary to earlier reports by the local media, France’s Mirage and Israeli Kfir were not included in the RFP.

Potential proposals are to be submitted by Oct. 3, and the first fighters are to be delivered to the Croatian Air Force by late 2020. The ministry reportedly aims to purchase at least 18 fighters to replace its outdated Soviet-designed aircraft.

The Croatian Ministry of Defense has submitted requests for proposals to acquire “multi-purpose combat aircraft” to the U.S., Israel, South Korea, Sweden and Greece, the ministry said in a statement.

Zagreb is considering to purchase new or second-hand F-16s from either the U.S., Israel or Greece, acquire South Korean FA-50s, or buy Sweden’s Saab JAS-39 Gripens. Contrary to earlier reports by the local media, France’s Mirage and Israeli Kfir were not included in the RFP.

Potential proposals are to be submitted by Oct. 3, and the first fighters are to be delivered to the Croatian Air Force by late 2020. The ministry reportedly aims to purchase at least 18 fighters to replace its outdated Soviet-designed aircraft.

[continua]
Fonte: http://www.defensenews.com/smr/european-balance-of-power/2017/07/25/5-countries-invited-to-bid-for-croatia-fighter-buy/ (http://www.defensenews.com/smr/european-balance-of-power/2017/07/25/5-countries-invited-to-bid-for-croatia-fighter-buy/)

Também interessante nessa mesma notícia, embora completamente fora do assunto deste tópico:
Citar
On a related note, on July 24, Krstičević said he withdrew his letter of resignation. This came six days after the minister offered his dismissal over accusations of the military’s slow response to the fires that recently ravaged southern Croatia.

Cumprimentos,
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Get_It em Agosto 04, 2017, 09:32:28 pm
Romania eyes F-16 jets, rocket system amid defense spending hike
(3 de Agosto de 2017)
Citação de: Jaroslaw Adamowski / DefenseNews
Romanian Defence Minister Adrian Tutuianu has unveiled plans by Bucharest to acquire High Mobility Artillery Rocket Systems, or HIMARS, and 36 F-16 fighter jets by 2022.



"These acquisitions are in the interest of safeguarding the security needs of Romania, but also to respect the government’s commitments in relation to NATO’s structures," Tutuianu said, as reported by local news site News.ro.

The announcement comes in the wake of Romania’s Supreme Council of National Defence approving a plan to spend €9.8 billion (U.S. $11.6 billion) on military procurements in the years 2017 to 2026. The state body, chaired by President Klaus Iohannis, identified a number of programs in its procurement plan for the Romanian military. These include procurements of four- and eight-wheel drive armored vehicles, C4I systems, missile launchers, and other weapons and equipment.

(...)
Fonte: http://www.defensenews.com/smr/european-balance-of-power/2017/08/03/romania-eyes-f-16-jets-rocket-system-amid-defense-spending-hike/ (http://www.defensenews.com/smr/european-balance-of-power/2017/08/03/romania-eyes-f-16-jets-rocket-system-amid-defense-spending-hike/)

Cumprimentos,
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Get_It em Agosto 17, 2017, 11:36:24 pm
A parte interessante acerca da proposta luso-norte-americana está a negrito:

Bulgarian parliament to review fighter selection process
(17 de Agosto de 2017)
Citação de: Alexander Mladenov, Krassimir Grozev
Bulgaria’s government has postponed taking a final decision on the selection of a new-generation fighter until later this year, while the nation also considers making significant investments in the maintenance of its RAC MiG-29 and Sukhoi Su-25 fleets.

In late June, Bulgaria’s newly elected parliament decided to establish an investigation board to review all aspects of the fighter tender. This followed the announcement by a temporary government in late April that the Saab Gripen C/D was the preferred candidate in country’s new combat aircraft competition.

The Swedish bid, using new-build aircraft, was ranked ahead of proposals with Tranche 1-standard Eurofighter Typhoons from Italy, and used Lockheed Martin F-16s promoted by the USA and Portugal. The combined US/Portuguese offer was disqualified, reportedly after failing to meet several key requirements, including a deferred payments scheme.

Sofia had requested information on an eight-aircraft deal to be completed under a government-to-government agreement, with deliveries to occur by 2020. The deal – which was also to include a small package of air-to-air and air-to-surface weapons, a simulator, logistics support and training – has an allocated budget of €767 million ($900 million). The plan calls for another eight of the same type to be purchased between 2022 and 2023.

Bulgaria's new right-wing, nationalist government, which entered office in early May, has criticised the preferred-bidder decision. The parliamentary investigation board is expected to complete its work by the end of September, although this could be extended by up to a further two months.

[continua] (https://www.flightglobal.com/news/articles/bulgarian-parliament-to-review-fighter-selection-pro-440364/)
Fonte: https://www.flightglobal.com/news/articles/bulgarian-parliament-to-review-fighter-selection-pro-440364/ (https://www.flightglobal.com/news/articles/bulgarian-parliament-to-review-fighter-selection-pro-440364/)
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: P44 em Setembro 27, 2017, 07:18:05 pm
(https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/21766645_1452516028170944_7006794038240523627_n.jpg?oh=fe9b1eb3df35c5642f19e6b73c7af881&oe=5A3A7AD3)

CERIMÓNIA DE ENTREGA DOS ÚLTIMOS TRÊS F-16 À ROMÉNIA

O Secretário de Estado da Defesa Nacional estará presente na cerimónia de entrega dos últimos três F-16 à Roménia. A cerimónia que encerra o processo de alienação dos F-16 à Roménia realiza-se esta quarta-feira, dia 27 de setembro, na Base Aérea Nº5, de Monte Real, pelas 14h30.

Os governos de Portugal e da Roménia acordaram a venda de doze aeronaves F-16 MLU para equipar a Força Aérea Romena, em setembro de 2013. As primeiras seis aeronaves foram entregues em 28 de setembro de 2016 pelo Primeiro-Ministro, acompanhado pelo Ministro da Defesa Nacional, numa cerimónia que contou com as presenças do Ministro da Defesa romeno, Mihnea Ioan Motoc, do Chefe do Estado-Maior da Força Aérea, General Manuel Teixeira Rolo, e de várias altas entidades militares e civis, nacionais e internacionais.

As aeronaves foram transformadas para a versão romena e submetidas a um rigoroso programa de modernização, inspeções e ações de manutenção conduzidas pela Força Aérea Portuguesa. No âmbito do contrato celebrado, a Força Aérea Portuguesa tem vindo a ministrar formação a nove pilotos e a cerca de 80 técnicos das áreas de manutenção, operações e logística.

https://www.facebook.com/defesa.pt/photos/a.390722367683654.89635.119579701464590/1452516028170944/?type=3&theater
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: P44 em Setembro 28, 2017, 09:06:42 pm
F-16 PARA A ROMÉNIA - FIM DE CICLO

(https://1.bp.blogspot.com/-lCWHWX_p9GY/Wc0VRD04ZgI/AAAAAAAAOnM/4IsBjg_w_-oSlCHXww6qJ_l3NDFJ2Pc6gCLcBGAs/s640/21768301_1046984602108030_1235063946134456680_n.jpg)

Fechou-se ontem com a cerimónia e hoje com a partida dos aviões, um ciclo (pelo menos a parte principal e mais visível dele) inédito na Força Aérea, com a entrega do último trio de caças F-16 (MLU) transformados em Portugal e na Base Aérea nº5, e com destino à arma aérea da Roménia.
Tendo em conta todo o processo, tratou-se de algo que, sendo novo, foi também motivo de orgulho para todos os que foram parte ativa (mais e menos) em todo o processo.
Os três aparelhos descolaram hoje, rumo aos Cárpatos e atrás deles seguramente duas sensações distintas. O trovão dos seus motores rumo à Roménia anunciou o seu poder e as suas capacidades, fruto também da mestria de todos os que neles trabalharam rumo ao objetivo final e, depois do trovão, o silêncio da sua partida definitiva e o vazio, digamos, que se instala.
Fica o registo oficial e mais três fotos dos aviões já no céu, rumo ao seu destino.

(https://2.bp.blogspot.com/-LuvE1hyNjX8/Wc0W6nqaJ-I/AAAAAAAAOno/zxL1Fw_DsHQq3_6ZCD3bogqZhyH7VnQ3QCLcBGAs/s640/22119183_1681559505201160_1920302717_n.jpg)
(https://4.bp.blogspot.com/-BshRUjLhlXQ/Wc0W6jIXT9I/AAAAAAAAOnk/W6Y3Hk4xCE01V1485acWLEUfEry4Y6zMwCLcBGAs/s640/22093667_1681559511867826_1515125719_n.jpg)
(https://4.bp.blogspot.com/-OpZocnC12UY/Wc0W6mwxRFI/AAAAAAAAOns/Zw0axs0FF40hzle-Rw65eFhGOswNV-RZACLcBGAs/s640/22091409_1681559518534492_730396186_n.jpg)


http://www.passarodeferro.com/2017/09/f-16-para-romenia-fim-de-ciclo-m1920.html
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Charlie Jaguar em Setembro 29, 2017, 02:32:14 pm
F-16 PARA A ROMÉNIA - FIM DE CICLO

(https://1.bp.blogspot.com/-lCWHWX_p9GY/Wc0VRD04ZgI/AAAAAAAAOnM/4IsBjg_w_-oSlCHXww6qJ_l3NDFJ2Pc6gCLcBGAs/s640/21768301_1046984602108030_1235063946134456680_n.jpg)

Fechou-se ontem com a cerimónia e hoje com a partida dos aviões, um ciclo (pelo menos a parte principal e mais visível dele) inédito na Força Aérea, com a entrega do último trio de caças F-16 (MLU) transformados em Portugal e na Base Aérea nº5, e com destino à arma aérea da Roménia.
Tendo em conta todo o processo, tratou-se de algo que, sendo novo, foi também motivo de orgulho para todos os que foram parte ativa (mais e menos) em todo o processo.
Os três aparelhos descolaram hoje, rumo aos Cárpatos e atrás deles seguramente duas sensações distintas. O trovão dos seus motores rumo à Roménia anunciou o seu poder e as suas capacidades, fruto também da mestria de todos os que neles trabalharam rumo ao objetivo final e, depois do trovão, o silêncio da sua partida definitiva e o vazio, digamos, que se instala.
Fica o registo oficial e mais três fotos dos aviões já no céu, rumo ao seu destino.

(https://2.bp.blogspot.com/-LuvE1hyNjX8/Wc0W6nqaJ-I/AAAAAAAAOno/zxL1Fw_DsHQq3_6ZCD3bogqZhyH7VnQ3QCLcBGAs/s640/22119183_1681559505201160_1920302717_n.jpg)
(https://4.bp.blogspot.com/-BshRUjLhlXQ/Wc0W6jIXT9I/AAAAAAAAOnk/W6Y3Hk4xCE01V1485acWLEUfEry4Y6zMwCLcBGAs/s640/22093667_1681559511867826_1515125719_n.jpg)
(https://4.bp.blogspot.com/-OpZocnC12UY/Wc0W6mwxRFI/AAAAAAAAOns/Zw0axs0FF40hzle-Rw65eFhGOswNV-RZACLcBGAs/s640/22091409_1681559518534492_730396186_n.jpg)


http://www.passarodeferro.com/2017/09/f-16-para-romenia-fim-de-ciclo-m1920.html

Pronto, já está, com o profissionalismo de sempre.  :D

Agora é hora de começar a pensar no F-16V.  ;)
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Get_It em Julho 13, 2018, 06:28:18 pm
Os romenos estão a planear adquirir mais cinco F-16 a Portugal até ao final do ano.

Încă cinci avioane F-16 vor fi cumpărate de la Portugalia până la finalul anului
(13 de Julho de 2018)
Citação de: Victor Cozmei / HotNews
România va mai cumpăra încă cinci avioane F-16 de la Portugalia, patru aparate cu comandă simplă și unul cu dublă comandă, iar decizia va fi trecută într-un proiecte de lege al Guvernului până la finalul anului, a declarat ministrul Apărării, Mihai Fifor. „Va urma ca în perioada viitoare să discutăm și despre celalelte 36 de aparate F-16 pe care ne dorim să le achiziționăm. Sunt mai multe posibilități luate în calcul, ne-am adresat mai multor state care au în dotare F-16 și care pot disponibiliza aceste aparate, fie că discutăm despre Statele Unite, fie că discutăm de Israel sau Grecia”, a spus Fifor.

„În urmă cu câteva zile secretarul de stat Mircea Dușa s-a deplasat în Portugalia, a avut o discuție pe care am continuat-o la summit-ul NATO cu partenerii portughezi de unde noi am achiziționat cele 12 aparate F-16 din dotarea Forțelor Aeriene Române.  Intenționăm să mai achiziționăm încă cinci astfel de aparate tot din Portugalia pentru a avea completă escadrila de F-16 din dotarea Forțelor Aeriene”, a declarat ministrul Apărării, Mihai Fifor.

„Despre suma pentru aceste aparate vom discuta mai spre finalul anului când intenționăm să promovâm și o lege în Parlament pentru a continua programul F-16. Discutăm de patru aparate comandă simplă și un aparat comandă dublă”, a mai spus ministrul.

Fifor a mai explicat că dincolo de cele cinci avioane de la Portugalia, românia mai vrea să cumpere încă alte 36 de aparate F-16.

„Vom discuta despre o alocare bugetare în momentul în care vom fi convinși că vom putea avea aceste aparate de zbor. Este prematur acum să discutăm despre valoare. Sunt mai multe posibilități luate în calcul, ne-am adresat mai multor state care au în dotare F-16 șic are pot disponibiliza aceste aparate. Fie că discutăm despre Statele Unite, fie că discutăm de Israel sau Grecia”, a spus Fifor.

Ministrul a mai dat detalii și despre mdoernizarea avioanelor IAR 99 Șoim. „În mai puțin de două săptămâni vom putea lansa negocierile cu fabrica de avioane de la Craiova pentru a putea să avem un contract să începem modernizarea celor 21 de aparate IAR 99 Șoim pentru ca acestea să devină aparatul școală pentru piloții de F-16”, a spus Fifor. Detalii despre programul „SuperȘoim”, aici.

[continua]
Fonte: https://www.hotnews.ro/stiri-esential-22565568-cinci-avioane-16-vor-cump-rate-portugalia-finalul-anului-ministrul-rii-mai-vrem-apoi-36-avioane-adresat-mai-multor-state-care-dotare-16-care-pot-disponibiliza.htm (https://www.hotnews.ro/stiri-esential-22565568-cinci-avioane-16-vor-cump-rate-portugalia-finalul-anului-ministrul-rii-mai-vrem-apoi-36-avioane-adresat-mai-multor-state-care-dotare-16-care-pot-disponibiliza.htm)

Romania plans to procure five additional F-16 fighter jets from Portugal (https://defence-blog.com/aviation/romania-plans-procure-five-additional-f-16-fighter-jets-portugal.html) (Defence Blog, 13 de Julho de 2018)

Cumprimentos,
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Stalker79 em Julho 14, 2018, 12:30:50 pm
É como digo, daqui a pouco mais vale dar esta m***a aos espanhóis. Agora vamos ficar sem força aérea também. Nem sequer com 20 aviões de combate ficamos.
Se ainda os tivéssemos a vender porque iam ser substituídos ainda vá que não vá. Agora assim....
 >:(
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: PereiraMarques em Julho 14, 2018, 01:10:37 pm
Podem não ser do inventário da FAP...na encomenda anterior também só tinhamos 9 disponíveis.
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: tenente em Julho 14, 2018, 04:13:51 pm
É como digo, daqui a pouco mais vale dar esta m***a aos espanhóis. Agora vamos ficar sem força aérea também. Nem sequer com 20 aviões de combate ficamos.
Se ainda os tivéssemos a vender porque iam ser substituídos ainda vá que não vá. Agora assim....
 >:(

Se calhar alguém iluminado e com responsabilidades na área da Defesa Nacional, andou a ler uns posts deste fórum e achou interessante aqueles que referiam " ......fazer um jeitinho.... " e dá pensou, vendemos mais uns F16, para arranjarmos uns cobres para ajudar os amigos Banqueiros e afins, e depois pedimos ajuda aos grandes amigos/vizinhos e eles alugam-nos, ou melhor emprestam-nos graciosamente uns eurofighters para a patrulha e protecção do espaço aéreo.... :banana: :banana: :banana: :nice: :nice: :nice:

Fechem mas é a taska que por este andar temos de pedir protecção do principado da Pontinha !!!

https://pt.wikipedia.org/wiki/Principado_da_Pontinha

Abraços
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: P44 em Julho 14, 2018, 07:32:48 pm
Deu a noticia agora mesmo na TVI24.

Serao 5 células cedidas pelos EUA
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Stalker79 em Julho 14, 2018, 08:02:16 pm
Deu a noticia agora mesmo na TVI24.

Serao 5 células cedidas pelos EUA

Então são células que vêm do AMARC. Da maneira que apresentam a noticia dá a parecer que estamos a alienar ainda mais do pouco que temos.
 :-\
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: tenente em Julho 14, 2018, 08:06:36 pm
Deu a noticia agora mesmo na TVI24.

Serao 5 células cedidas pelos EUA

Então são células que vêm do AMARC. Da maneira que apresentam a noticia dá a parecer que estamos a alienar ainda mais do pouco que temos.
 :-\

Mais do mesmo, estes jornalistas nem falar sabem quanto mais escrever !!!!

Abraços
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Crypter em Julho 16, 2018, 11:38:31 am
Citar
Portugal vai vender mais cinco caças F16 à Roménia
Governo português já vendeu 12 caças F16 aos romenos nos últimos anos, num negócio de 180 milhões de euros. Agora deverá vender mais cinco destas aeronaves, revelou o ministro da Defesa da Roménia.

16 DE JULHO DE 2018, ÀS 10:32

Governo português já vendeu 12 caças F16 aos romenos nos últimos anos, num negócio de 180 milhões de euros. Agora deverá vender mais cinco destas aeronaves, revelou o ministro da Defesa da Roménia.

Portugal deverá vender mais cinco caças F16 à Roménia, isto depois de a Força Aérea romena ter adquirido 12 destes aviões ao Governo português nos últimos anos num negócio avaliado em 181 milhões de euros.

Foi o ministro da Defesa da Roménia, Mihai Fifor, quem revelou que ambos os governos tiveram conversações nos últimos meses no sentido de reforçar a Força Aérea romena com mais F16. “Há alguns dias, o secretário de Estado Mircea Dusa realizou uma visita a Portugal. Teve uma conversa lá e eu continuei-a na Cimeira da Nato com os parceiros portugueses para completar o nosso esquadrão de F16. E vamos discutir no futuro sobre 36 caças F16 que queremos comprar para a Força Aérea romena”, adiantou Fifor citado pela BBC.

Em 2013, Portugal celebrou um contrato com os romenos para a venda de 12 caças F16 por 181 milhões de euros, resultando num encaixe líquido para as contas nacionais de 78 milhões de euros. Estas alienações enquadram-se na lei de programação militar desde 2006, depois de as autoridades portuguesas terem decidido vender parte das 39 aeronaves da sua frota.

Em setembro de 2016, após a entrega dos primeiros aviões ao Governo romeno, o ministro da Defesa nacional, Azeredo Lopes, disse que Portugal não estava em condições de vender mais F16 (de origem norte-americana), dado que a Força Aérea nacional dispunha já do número adequado de aeronaves para fazer face às suas responsabilidades operacionais.

Na altura, Azeredo Lopes adiantou que Portugal tem interesse em manter esta parceria, indicando que o país poderia comprar “carcaças” aos EUA e proceder à atualização dos equipamentos, isto no caso de os norte-americanos não estiverem disponíveis parar vender estas aeronaves.

Fonte: https://www.sapo.pt/noticias/economia/portugal-vai-vender-mais-cinco-cacas-f16-a_5b4c66cb3202e8e67d0129f1
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Daniel em Julho 19, 2018, 02:49:59 pm
Ministro confirma: Portugal vende cinco caças F-16 à Roménia
https://www.sapo.pt/noticias/generalista/ministro-confirma-portugal-vende-cinco-cacas-_5b508bf52dc51cfc0257792c
(https://thumbs.web.sapo.io/?H=547&epic=+bIP/8wQ2F/scln1rY8yrjFHpqWuIN288zdR6Aq7GSevJCikCEVxE+EJjoCQO2ivzMe7G0mi/S4NSxSv+GnVZLmTuw==)
Citar
O Ministério da Defesa confirmou hoje que vai vender mais cinco F-16 à Roménia e adiantou que as aeronaves a alienar sairão do “inventário nacional”.O Ministério da Defesa confirmou hoje que vai vender mais cinco F-16 à Roménia e adiantou que as aeronaves a alienar sairão do “inventário nacional”.

O Ministério da Defesa confirmou esta quinta-feira que vai vender mais cinco F-16 à Roménia e adiantou que as aeronaves a alienar sairão do “inventário nacional”, sendo repostas por outras compradas aos EUA e atualizadas em Portugal.

“Tal como no programa anterior, as aeronaves a alienar fazem parte do inventário nacional, sendo repostas por aeronaves adquiridas aos EUA que são sujeitas a um programa de atualização, `Mid-Life Upgrade´, conduzido pela Força Aérea Portuguesa e pela Indústria de Defesa Nacional”, respondeu o Ministério da Defesa, a uma pergunta enviada pela agência Lusa.

Após um “pedido de informação” da Força Aérea da Roménia, o ministro da Defesa Nacional, Azeredo Lopes, deu despacho favorável ao seguimento do processo e a “Força Aérea Portuguesa respondeu à congénere romena” que “haveria a possibilidade de fornecer até cinco aeronaves adicionais”, é referido na resposta do Ministério da Defesa.

A alienação daquelas aeronaves exigirá um processo negocial com os EUA, fabricante, que ainda não está concluído, admitiram à Lusa fontes militares e da Defesa Nacional.

Por essa razão, segundo as mesmas fontes, não está ainda definido o planeamento ou a calendarização do novo processo de alienação das aeronaves, sendo certo que a Roménia já manifestou que quer concretizar a compra o mais rapidamente possível.

A intenção foi reforçada junto do Governo português pelo secretário de Estado romeno Mircea Dusa, que esteve na semana anterior em Portugal.

Na resposta enviada à Lusa, o Ministério da Defesa português sublinha que o anterior processo de alienação de 12 aeronaves F-16 para a Roménia, nove monolugares e três bi-lugares, conduzido por Portugal e com o apoio dos EUA, conheceu um sucesso notável” que foi “amplamente reconhecido por todas as partes”.

Após o programa de alienação dos 12 F-16 à Roménia, Portugal ficou com 30 destas aeronaves.
Citado na imprensa internacional, o ministro da Defesa da Roménia, Mihai Fifor, afirmou na segunda-feira, em conferência de imprensa no Ministério, que irá apresentar até ao fim do ano uma iniciativa legislativa no parlamento romeno visando a compra de mais cinco caças, quatro mono-lugares e um bi-lugar, para completar a esquadra de 12 F-16 comprados a Portugal.

O ministro romeno disse que, além dos cinco novos F-16, quer comprar mais 36, visando a substituição integral dos caças de origem russa MiG-21, cujos voos estão, aliás, suspensos até se concluírem as investigações a um acidente com um MiG-21 Lancer que vitimou o piloto, durante um festival aéreo na Roménia no passado dia 07.

O programa da venda de 12 F-16 à Roménia incluiu a formação e treino de cerca de 84 militares romenos, entre pilotos, técnicos e mecânicos entre 2014 e 2018, a preparação e modernização das aeronaves e o envio de uma equipa portuguesa de formação e suporte para apoiar a Força Aérea romena durante dois anos.
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: tenente em Julho 19, 2018, 07:00:44 pm
Ministro confirma: Portugal vende cinco caças F-16 à Roménia
https://www.sapo.pt/noticias/generalista/ministro-confirma-portugal-vende-cinco-cacas-_5b508bf52dc51cfc0257792c
(https://thumbs.web.sapo.io/?H=547&epic=+bIP/8wQ2F/scln1rY8yrjFHpqWuIN288zdR6Aq7GSevJCikCEVxE+EJjoCQO2ivzMe7G0mi/S4NSxSv+GnVZLmTuw==)
Citar
O Ministério da Defesa confirmou hoje que vai vender mais cinco F-16 à Roménia e adiantou que as aeronaves a alienar sairão do “inventário nacional”.O Ministério da Defesa confirmou hoje que vai vender mais cinco F-16 à Roménia e adiantou que as aeronaves a alienar sairão do “inventário nacional”.

Not a valid vimeo URL[/vimeo]Após um “pedido de informação” da Força Aérea da Roménia, o ministro da Defesa Nacional, Azeredo Lopes, deu despacho favorável ao seguimento do processo e a “Força Aérea Portuguesa respondeu à congénere romena” que “haveria a possibilidade de fornecer até cinco aeronaves adicionais”, é referido na resposta do Ministério da Defesa.

A alienação daquelas aeronaves exigirá um processo negocial com os EUA, fabricante, que ainda não está concluído, admitiram à Lusa fontes militares e da Defesa Nacional.

Por essa razão, segundo as mesmas fontes, não está ainda definido o planeamento ou a calendarização do novo processo de alienação das aeronaves, sendo certo que a Roménia já manifestou que quer concretizar a compra o mais rapidamente possível.

A intenção foi reforçada junto do Governo português pelo secretário de Estado romeno Mircea Dusa, que esteve na semana anterior em Portugal.

Na resposta enviada à Lusa, o Ministério da Defesa português sublinha que o anterior processo de alienação de 12 aeronaves F-16 para a Roménia, nove monolugares e três bi-lugares, conduzido por Portugal e com o apoio dos EUA, conheceu um sucesso notável” que foi “amplamente reconhecido por todas as partes”.

Após o programa de alienação dos 12 F-16 à Roménia, Portugal ficou com 30 destas aeronaves.
Citado na imprensa internacional, o ministro da Defesa da Roménia, Mihai Fifor, afirmou na segunda-feira, em conferência de imprensa no Ministério, que irá apresentar até ao fim do ano uma iniciativa legislativa no parlamento romeno visando a compra de mais cinco caças, quatro mono-lugares e um bi-lugar, para completar a esquadra de 12 F-16 comprados a Portugal.

O ministro romeno disse que, além dos cinco novos F-16, quer comprar mais 36, visando a substituição integral dos caças de origem russa MiG-21, cujos voos estão, aliás, suspensos até se concluírem as investigações a um acidente com um MiG-21 Lancer que vitimou o piloto, durante um festival aéreo na Roménia no passado dia 07.

O programa da venda de 12 F-16 à Roménia incluiu a formação e treino de cerca de 84 militares romenos, entre pilotos, técnicos e mecânicos entre 2014 e 2018, a preparação e modernização das aeronaves e o envio de uma equipa portuguesa de formação e suporte para apoiar a Força Aérea romena durante dois anos.

e porque não ir vendendo os F16 e substituindo-os por aeronaves da versão V ????
Não seria melhor para nós, desde que se mantivessem os já parcos 30 ?

https://www.lockheedmartin.com/en-us/products/f-16/f-16-block-70.html

https://thedefensepost.com/2018/04/28/greece-upgrade-85-f-16-fighter-jets-viper/

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/921/LjE0ow.jpg) (https://imageshack.com/i/plLjE0owj)

Abraços
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Stalker79 em Julho 20, 2018, 12:44:47 am
Nem os 500 milhões de € para os upgrades dos que cá estão quanto mais comprar V´s novos....
 :-\
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: tenente em Julho 20, 2018, 06:09:31 am
Nem os 500 milhões de € para os upgrades dos que cá estão quanto mais comprar V´s novos....
 :-\

Pois não porque existem as CATIVAÇÕES, basta fazer as contas aos orçamentos de cada Ramo das FFAA, juntando-os ver o que sobra em relação aos 1,32% do PIB e deduzir para onde foi o que lá deveria estar e não está, a seguir, somar a parcela referente aos investimentos e............ver a chulice que para aqui vai, as centenas, sim centenas de milhões que anualmente fogem do dito orçamento e ver o que se poderia adquirir/melhorar com essas quantias !!!!

Este discurso faz-me lembrar as nossas FND e outras intervenções a cargo da ONU e afins onde alguns ainda dizem que os custos são pagos na integra por essas organizações............olhem para os items do orçamento das FFAA e tirem as conclusões devidas !

https://www.tsf.pt/economia/interior/oe2018-defesa-com-21513-me-mais-75-face-a-estimativa-de-2017-8842435.html

Abraços
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: oi661114 em Julho 20, 2018, 03:11:59 pm
Estou a ver o filme, tiram 5 da FA para vender e a reposição fica em águas de bacalhau... :(
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: tenente em Julho 20, 2018, 03:40:49 pm
Estou a ver o filme, tiram 5 da FA para vender e a reposição fica em águas de bacalhau... :(

És bem capaz de ter razão !!!!!
Lá vamos ficar com 24/25 aeronaves .

Abraços
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Cabeça de Martelo em Julho 20, 2018, 03:59:01 pm
A mim dá-me 28 caças F-16 AM/BM.
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: asalves em Julho 20, 2018, 04:36:44 pm
Segundo o pássaro de ferro neste momento ainda só temos 27 disponíveis.

Citar
Ao contrário do que sucedeu com a primeira encomenda para a Roménia, em que nove aeronaves estavam no mercado como excedentes, a frota em uso na Força Aérea Portuguesa está actualmente reduzida ao número considerado ideal para as necessidades nacionais (30 células). Na verdade está ainda abaixo desse número, dado que as três células adquiridas aos EUA para completar as três dezenas definidas, não foram ainda entregues à FAP pela OGMA, onde se encontram em processo de modernização.
http://www.passarodeferro.com/2018/07/f-16-para-romenia-sairao-da-fap.html
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: tenente em Julho 20, 2018, 05:07:21 pm
Segundo o pássaro de ferro neste momento ainda só temos 27 disponíveis.

Citar
Ao contrário do que sucedeu com a primeira encomenda para a Roménia, em que nove aeronaves estavam no mercado como excedentes, a frota em uso na Força Aérea Portuguesa está actualmente reduzida ao número considerado ideal para as necessidades nacionais (30 células). Na verdade está ainda abaixo desse número, dado que as três células adquiridas aos EUA para completar as três dezenas definidas, não foram ainda entregues à FAP pela OGMA, onde se encontram em processo de modernização.
http://www.passarodeferro.com/2018/07/f-16-para-romenia-sairao-da-fap.html

OKAPA, então quando escrevi que ficávamos com 24/25 aeronaves se os possíveis cinco fossem vendidos á Roménia sem substituição estava certo, obrigado pela clarificação.

Abraços
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: nelson38899 em Julho 21, 2018, 08:20:39 am
Segundo o pássaro de ferro neste momento ainda só temos 27 disponíveis.

Citar
Ao contrário do que sucedeu com a primeira encomenda para a Roménia, em que nove aeronaves estavam no mercado como excedentes, a frota em uso na Força Aérea Portuguesa está actualmente reduzida ao número considerado ideal para as necessidades nacionais (30 células). Na verdade está ainda abaixo desse número, dado que as três células adquiridas aos EUA para completar as três dezenas definidas, não foram ainda entregues à FAP pela OGMA, onde se encontram em processo de modernização.
http://www.passarodeferro.com/2018/07/f-16-para-romenia-sairao-da-fap.html

OKAPA, então quando escrevi que ficávamos com 24/25 aeronaves se os possíveis cinco fossem vendidos á Roménia sem substituição estava certo, obrigado pela clarificação.

Abraços

Acredito que o PAII seja para despachar por completo!

Agora será que o dinheiro da venda não ficará no banco à espera de melhores dias?
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: typhonman em Julho 21, 2018, 11:47:23 pm
Segundo o pássaro de ferro neste momento ainda só temos 27 disponíveis.

Citar
Ao contrário do que sucedeu com a primeira encomenda para a Roménia, em que nove aeronaves estavam no mercado como excedentes, a frota em uso na Força Aérea Portuguesa está actualmente reduzida ao número considerado ideal para as necessidades nacionais (30 células). Na verdade está ainda abaixo desse número, dado que as três células adquiridas aos EUA para completar as três dezenas definidas, não foram ainda entregues à FAP pela OGMA, onde se encontram em processo de modernização.
http://www.passarodeferro.com/2018/07/f-16-para-romenia-sairao-da-fap.html

OKAPA, então quando escrevi que ficávamos com 24/25 aeronaves se os possíveis cinco fossem vendidos á Roménia sem substituição estava certo, obrigado pela clarificação.

Abraços

Acredito que o PAII seja para despachar por completo!

Agora será que o dinheiro da venda não ficará no banco à espera de melhores dias?

O ideal seria vender os 30 F-16MLU e comprar um mix F-16V+F-35A.

Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: mafets em Julho 22, 2018, 01:26:13 pm
Segundo o pássaro de ferro neste momento ainda só temos 27 disponíveis.

Citar
Ao contrário do que sucedeu com a primeira encomenda para a Roménia, em que nove aeronaves estavam no mercado como excedentes, a frota em uso na Força Aérea Portuguesa está actualmente reduzida ao número considerado ideal para as necessidades nacionais (30 células). Na verdade está ainda abaixo desse número, dado que as três células adquiridas aos EUA para completar as três dezenas definidas, não foram ainda entregues à FAP pela OGMA, onde se encontram em processo de modernização.
http://www.passarodeferro.com/2018/07/f-16-para-romenia-sairao-da-fap.html

OKAPA, então quando escrevi que ficávamos com 24/25 aeronaves se os possíveis cinco fossem vendidos á Roménia sem substituição estava certo, obrigado pela clarificação.

Abraços

Acredito que o PAII seja para despachar por completo!

Agora será que o dinheiro da venda não ficará no banco à espera de melhores dias?

O ideal seria vender os 30 F-16MLU e comprar um mix F-16V+F-35A.
Deixem ver se percebi... Não devemos comprar Kc390 para já (em alguns casos à quem diga nunca) porque é novo, ainda por testar e pode trazer problemas técnicos inesperados numa aeronave ainda em desenvolvimento face ao C130J com provas dadas, etc, etc, e vamos comprar o F35A, que além do preço, são problemas atrás de problemas (mas vale só comprarmos o F16V, pelo menos está numa plataforma que já nada tem a provar)?  ::) ;)

https://breakingdefense.com/2018/01/f-35-problems-late-iote-f-35a-gun-inaccurate-f-35b-tires-threat-data-cyber/ (https://breakingdefense.com/2018/01/f-35-problems-late-iote-f-35a-gun-inaccurate-f-35b-tires-threat-data-cyber/)
Citar
WASHINGTON: Perhaps the most damning thing a director of Operational Test and Evaluation can say about a weapon is that it is not “operationally suitable.”

Here’s what the new DOTE, Robert Behler, says about the F-35 Joint Strike fighter in his office’s latest annual report:

The operational suitability of the F-35 fleet remains below requirements and is dependent on work-arounds that would not meet Service expectations in combat situations (emphasis added). Over the previous year, most suitability metrics have remained nearly the same, or have moved only within narrow bands which are insufficient to characterize a change in performance.
Overall fleet-wide monthly availability rates remain around 50 percent, a condition that has existed with no significant improvement since October 2014, despite the increasing number of new aircraft. One notable trend is an increase in the percentage of the fleet that cannot fly while awaiting replacement parts – indicated by the Not Mission Capable due to Supply rate.
Reliability growth has stagnated. It is unlikely that the program will achieve the JSF ORD (Operational Requirements Document) threshold requirements at maturity for the majority of reliability metrics. Most notably, the program is not likely to achieve the Mean Flight Hours Between Critical Failures threshold without redesigning aircraft components (emphasis added).
While the majority of the testing done occurred before Behler was approved by the Senate, he says in his introduction to the annual report that he reviewed the contents — and you can be sure he reviewed the F-35 information especially closely.

Among the other significant issues the program faces, the program is unlikely to enter the legally-required Initial Operational Test and Evaluation (IOT&E) milestone until late this year because developmental testing may not finish until as late as this May.

The biggest problem it faces right now are ones that have been remarkably persistent. Here’s what Michael Gilmore, the previous DOTE, told the House Armed Services Committee in March 2016:

“Significant, correctable deficiencies exist in the U.S. Reprogramming Laboratory (USRL) that will preclude development and adequate testing of effective mission data loads for (software) Block 3F.”

Those problems have not changed much, according to Behler’s report:

“The U.S. Reprogramming Laboratory (USRL) continues to operate with cumbersome software tools and outdated or incomplete hardware. The lab began creating Block 3F mission data les (MDFs) in the summer of 2017, and it will take 12 to 15 months to deliver a fully-verified mission data load (MDL), made up of a compilation of MDFs, for IOT&E.” This is the F-35’s threat library, with which Breaking D readers are very familiar.

The ALIS logistics and planning system remains vulnerable to cyber attacks, Behler writes. They and the threat to the system are so bad “the F-35 program and Services should conduct testing of aircraft operations without access to ALIS for extended periods of time.” Behler says the plane can operate up to 30 days at a time without hooking up to ALIS. We hear the program is doing all it can to plug the cyber vulnerabilities. While there is certainly an endless cycle of threat, fix, new threat, fix etc, ALIS has been identified as an important cyber vulnerability for the F-35 for years and the program must do something to alter this cycle.

(https://breakingdefense.com/wp-content/uploads/sites/3/2014/11/F-35-graphic.jpg)

(https://breakingdefense.com/wp-content/uploads/sites/3/2017/02/F-35A-Nellis-Red-Flag-2017.jpg)

Cumprimentos
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: tenente em Julho 22, 2018, 02:35:21 pm
Ministro confirma: Portugal vende cinco caças F-16 à Roménia
https://www.sapo.pt/noticias/generalista/ministro-confirma-portugal-vende-cinco-cacas-_5b508bf52dc51cfc0257792c
(https://thumbs.web.sapo.io/?H=547&epic=+bIP/8wQ2F/scln1rY8yrjFHpqWuIN288zdR6Aq7GSevJCikCEVxE+EJjoCQO2ivzMe7G0mi/S4NSxSv+GnVZLmTuw==)
Citar
O Ministério da Defesa confirmou hoje que vai vender mais cinco F-16 à Roménia e adiantou que as aeronaves a alienar sairão do “inventário nacional”.O Ministério da Defesa confirmou hoje que vai vender mais cinco F-16 à Roménia e adiantou que as aeronaves a alienar sairão do “inventário nacional”.

Not a valid vimeo URL[/vimeo]Após um “pedido de informação” da Força Aérea da Roménia, o ministro da Defesa Nacional, Azeredo Lopes, deu despacho favorável ao seguimento do processo e a “Força Aérea Portuguesa respondeu à congénere romena” que “haveria a possibilidade de fornecer até cinco aeronaves adicionais”, é referido na resposta do Ministério da Defesa.

A alienação daquelas aeronaves exigirá um processo negocial com os EUA, fabricante, que ainda não está concluído, admitiram à Lusa fontes militares e da Defesa Nacional.

Por essa razão, segundo as mesmas fontes, não está ainda definido o planeamento ou a calendarização do novo processo de alienação das aeronaves, sendo certo que a Roménia já manifestou que quer concretizar a compra o mais rapidamente possível.

A intenção foi reforçada junto do Governo português pelo secretário de Estado romeno Mircea Dusa, que esteve na semana anterior em Portugal.

Na resposta enviada à Lusa, o Ministério da Defesa português sublinha que o anterior processo de alienação de 12 aeronaves F-16 para a Roménia, nove monolugares e três bi-lugares, conduzido por Portugal e com o apoio dos EUA, conheceu um sucesso notável” que foi “amplamente reconhecido por todas as partes”.

Após o programa de alienação dos 12 F-16 à Roménia, Portugal ficou com 30 destas aeronaves.
Citado na imprensa internacional, o ministro da Defesa da Roménia, Mihai Fifor, afirmou na segunda-feira, em conferência de imprensa no Ministério, que irá apresentar até ao fim do ano uma iniciativa legislativa no parlamento romeno visando a compra de mais cinco caças, quatro mono-lugares e um bi-lugar, para completar a esquadra de 12 F-16 comprados a Portugal.

O ministro romeno disse que, além dos cinco novos F-16, quer comprar mais 36, visando a substituição integral dos caças de origem russa MiG-21, cujos voos estão, aliás, suspensos até se concluírem as investigações a um acidente com um MiG-21 Lancer que vitimou o piloto, durante um festival aéreo na Roménia no passado dia 07.

O programa da venda de 12 F-16 à Roménia incluiu a formação e treino de cerca de 84 militares romenos, entre pilotos, técnicos e mecânicos entre 2014 e 2018, a preparação e modernização das aeronaves e o envio de uma equipa portuguesa de formação e suporte para apoiar a Força Aérea romena durante dois anos.

e porque não ir vendendo os F16 e substituindo-os por aeronaves da versão V ????
Não seria melhor para nós, desde que se mantivessem os já parcos 30 ?

https://www.lockheedmartin.com/en-us/products/f-16/f-16-block-70.html

https://thedefensepost.com/2018/04/28/greece-upgrade-85-f-16-fighter-jets-viper/

(https://imagizer.imageshack.com/v2/xq90/921/LjE0ow.jpg) (https://imageshack.com/i/plLjE0owj)

Abraços

Mafets, também penso ser a melhor opção para nós um País de tesos !!!!
Venham de lá os F16 Victor
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: typhonman em Julho 22, 2018, 03:12:42 pm
O que se fala na FAP a este nível é " se não és interoperável com os teus parceiros NATO, não contribuis, logo não serves para muito", basta ver as EPAF e concluir que:

Holanda -> F-35A

Noruega -> F-35A

Dinamarca -> F-35A

Bélgica-> Ainda nada decidido, mas tudo aponta para F-35A.

Portugal, como sempre, 1 passo atrás, F16MLU ou com muita sorte F-16V.

Daí apostar:

- 10 a 12 F-35A

- 20 F-16V, aviões do PAI, modernizados.

Aeronaves geração 4++ e 5, sendo que o F-35A, nos poderá incluir nas missões NATO, e os F-16V, cumprir as missões nacionais, de defesa aérea, TASMO, CAS e interdição.

Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Stalker79 em Julho 22, 2018, 06:00:35 pm
O F16V é inter-operável com o data-link do F35 e do resto da NATO. Estarmos (mais uma vez) a entrar num programa de cabeça e depois aparecem as facturas loucas acho que não vale a pena
Mais vale o update pro F16V e quando as células estiverem perto do fim de vida ai sim ir buscar uma fornada de caças novos.
 ;)
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: mafets em Julho 22, 2018, 10:37:37 pm
O que se fala na FAP a este nível é " se não és interoperável com os teus parceiros NATO, não contribuis, logo não serves para muito", basta ver as EPAF e concluir que:

Holanda -> F-35A

Noruega -> F-35A

Dinamarca -> F-35A

Bélgica-> Ainda nada decidido, mas tudo aponta para F-35A.

Portugal, como sempre, 1 passo atrás, F16MLU ou com muita sorte F-16V.

Daí apostar:

- 10 a 12 F-35A

- 20 F-16V, aviões do PAI, modernizados.

Aeronaves geração 4++ e 5, sendo que o F-35A, nos poderá incluir nas missões NATO, e os F-16V, cumprir as missões nacionais, de defesa aérea, TASMO, CAS e interdição.

Já agora:

Grécia - F16 e nem se fala no F35.

Turquia - F16, até quer o F35 mas ao que parece os EUA não estão com vontade de vender.

Espanha - F18 e Typhoon, talvez F35B para a marinha.

França - Rafale

RU - Typhoon e Tornado. O F35 da RAF e RN também é o B.
 
Polacos -  F16

Romenos - F16

Húngaros - Gripen

Bulgaros - Mig 29, possivelmente substituídos pelos Gripen ou Typhoon.

Canada - F18, existindo uma possibilidade remota do F35.

Croácia - Mig 21, possivelmente Gripen ou F16.

Alemanha - Typhoon e Tornado, não se fala no F35,

Eslováquia - Mig29, vão ser substituídos pelos F16 block 70/72.

Ou seja, segundo a FAP vamos já para o F35, mesmo ainda em desenvolvimento, porque 4 países confirmados e no máximo mais 4/5, talvez 6 irão escolher o aparelho? E os outros países que pelo menos serão uns 10 a uma dúzia, ficam todos para trás, fora das principais missões NATO, porque não são interoperáveis com os parceiros NATO, não contribuem, logo não servem para muito (de búlgaros a polacos, passando pelos gregos, vai tudo expulso)? Olhe que não, meu caro, olhe que não... (quem escolhe o F16, Gripen, Typhoon ou Rafale, se ficasse de fora ou já tinham saído da estrutura da aliança, caso dos franceses ou compravam outro aparelho, sendo que se os eslovacos acabaram de escolher o investimento F16 block 70/72 com certeza não é para caçar pardais)...  ::) 8)

(https://lh3.googleusercontent.com/proxy/0rI3IC0NUfG9NzDtcLhxTi1T9LZM89sbrrXrnFmlc7Abx8m3Vng1LflFzR8k8RpGJwq5BJc2uH8qGRq4TX3EEjjaSeoCl3c=s0-d)

Já agora, segundo a "linha de pensamento FAP" vai deixar de fazer serviço nos estados bálticos, pois estes não têm F35 ou qualquer outro tipo de caças, logo não servem para muito e ou é para continuar ? É que não vejo qualquer indicação que vão comprar sequer o F16 (sendo que o Montenegro, passa a ser mais outro, embora num quadrante diferente).  ;) 8)
(http://www.gdnonline.com/gdnimages/20160622/20160622191309Nato.jpg?)

Cumprimentos
 


Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: NVF em Julho 23, 2018, 02:37:32 am
 Só uns detalhes mafets:

- Esqueceste-te da Itália (Tornado, Typhoon, F-35) que agora diz que já não quer os F-35 mas, obviamente, que nada se vai desviar do planeado.
- A Turquia é membro fundador do consórcio F-35 e já começou a receber aparelhos (por enquanto estacionados nos EUA); no final vai ficar tudo na mesma como com os italianos.
- O RU vai retirar os últimos Tornado no próximo ano.
- O Canadá vai acabar por comprar os F-35.
- A Espanha já manifestou interesse em adquirir F-35A, o que me parece inevitável dada a idade dos F-18. Possivelmente, vão adquirir uma combinação semelhante aos italianos (50/60 F-35A para o EdA e 10/15 F-35B para a Armada), já que as necessidades são semelhantes.

Quanto ao resto estou contigo, mas acho inevitável adquirirmos uns F-35 lá para depois de 2035 (o ano em que tudo expira nas FFAA portuguesas).
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: mafets em Julho 23, 2018, 09:50:25 am
Só uns detalhes mafets:

- Esqueceste-te da Itália (Tornado, Typhoon, F-35) que agora diz que já não quer os F-35 mas, obviamente, que nada se vai desviar do planeado.
- A Turquia é membro fundador do consórcio F-35 e já começou a receber aparelhos (por enquanto estacionados nos EUA); no final vai ficar tudo na mesma como com os italianos.
- O RU vai retirar os últimos Tornado no próximo ano.
- O Canadá vai acabar por comprar os F-35.
- A Espanha já manifestou interesse em adquirir F-35A, o que me parece inevitável dada a idade dos F-18. Possivelmente, vão adquirir uma combinação semelhante aos italianos (50/60 F-35A para o EdA e 10/15 F-35B para a Armada), já que as necessidades são semelhantes.

Quanto ao resto estou contigo, mas acho inevitável adquirirmos uns F-35 lá para depois de 2035 (o ano em que tudo expira nas FFAA portuguesas).
Correcto, também penso da mesma forma mas não para já. Por volta de 2035 já o aparelho estará com a maioria dos problemas resolvidos e o preço estabilizará na ordem dos 80 milhões, talvez até mais baixo, o que na minha perspectiva viabiliza a substituição dos F16 na totalidade, entre as 25 e 30 unidades, até numa altura em que as células dos F16 que em princípio não serão novos, começarão a sair de serviço.
(https://www.ainonline.com/sites/default/files/uploads/2017/01/chart3_lmt-jan-2017-conf-call-webcharts-web.jpg)

https://www.ainonline.com/aviation-news/defense/2017-01-24/lockheed-martin-balances-f-35-cost-reduction-profit-goals (https://www.ainonline.com/aviation-news/defense/2017-01-24/lockheed-martin-balances-f-35-cost-reduction-profit-goals)

Cumprimentos
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Charlie Jaguar em Setembro 13, 2018, 02:56:42 pm
De facto as aeronaves adquiridas ao abrigo do programa "Peace Atlantis II" irão quase todas elas ser vendidas, isso é verdade.

Os nossos 19 F-16A/B Block 15 OCU do "Peace Atlantis I", novinhos de fábrica, traziam estruturalmente muitas características do C/D Block 30, daí serem sempre estes que avançam para todo o lado como é o caso do BAP. Aliás, há uns anos em Monte Real vi uma foto curiosa das nossas aeronaves na linha de montagem em Fort Worth, de um lado estavam os aparelhos destinados à FAP, do outro os primeiros C/D Block 50 para a USAF. Cómico, diria.

A aproveitar para modernizar para o V (creio que a designação correcta será AV e BV) serão sempre os do PA I, e as 3 células que estão a acabar de ser modernizadas nas OGMA e as outras 5 que terão de vir com esta nova venda à Roménia se derem garantias para isso. Portanto, nós temos até de forma não oficial um PA III e supostamente um PA IV.

Não existem 20 ou 22 aparelhos disponíveis; posso adiantar que o máximo que se tem conseguido ter simultaneamente no activo são entre 6 a 10 células pois manutenção, programada ou não, intervenções, problemas de vária ordem e falta de pessoal especializado estão a deixar a taxa de operacionalidade das Esquadras de Monte Real nos mínimos aceitáveis. Só resulta daqui um único benefício a meu ver: estamos a ficar com um quadro de pilotos altamente qualificados, muitos deles instrutores que se graduaram em ou nos primeiros lugares em cursos dificílimos como o FWIT, entre outros, e isso é apesar de tudo uma mais valia.

Com 2 bilugares disponíveis apenas provenientes do PA I (o terceiro está em manutenção), das 8 células que se prevê ser necessário para perfazer o número de 30 aparelhos pelo menos duas terão de ser bilugares (perdemos 3 para a Força Aérea Romena) ou também a taxa de conversão operacional nas Esquadras descerá. Se faz sentido estar a gastar dinheiro a modernizar células vindas do AMARG ainda para MLU ao invés de avançar directamente para o Viper? Não faz. Porém, com as cativações e a febre do défice zero, até eu só acredito na modernização para a versão V depois de ver o contrato assinado. Esperemos que o PR fale nisso novamente um dia destes ao invés de andar a dar bitaites sobre tudo e mais alguma coisa menos sobre aquilo que realmente interessa.

Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Joaoferriva em Setembro 13, 2018, 07:14:26 pm
So is the FAP is going with the F-35A unless lot 14-16 is available for production? Hope Lockheed lowers the unit to 60 million USD!  :G-beer2:
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: NVF em Setembro 13, 2018, 07:54:12 pm
Não existem 20 ou 22 aparelhos disponíveis; posso adiantar que o máximo que se tem conseguido ter simultaneamente no activo são entre 6 a 10 células pois manutenção, programada ou não, intervenções, problemas de vária ordem e falta de pessoal especializado estão a deixar a taxa de operacionalidade das Esquadras de Monte Real nos mínimos aceitáveis. Só resulta daqui um único benefício a meu ver: estamos a ficar com um quadro de pilotos altamente qualificados, muitos deles instrutores que se graduaram em ou nos primeiros lugares em cursos dificílimos como o FWIT, entre outros, e isso é apesar de tudo uma mais valia.

Estes números não deixam de ser motivo de orgulho, pois deixam-nos ao mesmo nível da Luftwaffe que tem bem mais recursos que nós. :mrgreen:
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Joaoferriva em Setembro 13, 2018, 09:00:13 pm
When will Portugal join the Joint Strike Fighter program?
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: mafets em Setembro 14, 2018, 01:56:08 pm
When will Portugal join the Joint Strike Fighter program?

Numa altura em que quem entrou discute os altos preços, não parece ser boa altura para entrar.  8) ;)

https://www.popularmechanics.com/military/aviation/a19757413/f-35-production-price-drop/ (https://www.popularmechanics.com/military/aviation/a19757413/f-35-production-price-drop/)

Citar
The F-35 Is About To Get Cheaper. Now Here's the Bad News.
A dispute over repairs is holding up deliveries.

That sounds like a pretty open and shut case of contractor liability, but government inspectors were supposed to catch the problem, complicating things. Although fix was devised it is expensive and involves fixing F-35s now located around the world. The F-35 program and Lockheed Martin are now arguing over who will pay for it.

(https://hips.hearstapps.com/hmg-prod.s3.amazonaws.com/images/4226773-1523558471.jpg?crop=1xw:1xh;center,top&resize=768:*)

Cumprimentos
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Charlie Jaguar em Setembro 14, 2018, 02:03:07 pm
Não existem 20 ou 22 aparelhos disponíveis; posso adiantar que o máximo que se tem conseguido ter simultaneamente no activo são entre 6 a 10 células pois manutenção, programada ou não, intervenções, problemas de vária ordem e falta de pessoal especializado estão a deixar a taxa de operacionalidade das Esquadras de Monte Real nos mínimos aceitáveis. Só resulta daqui um único benefício a meu ver: estamos a ficar com um quadro de pilotos altamente qualificados, muitos deles instrutores que se graduaram em ou nos primeiros lugares em cursos dificílimos como o FWIT, entre outros, e isso é apesar de tudo uma mais valia.

Estes números não deixam de ser motivo de orgulho, pois deixam-nos ao mesmo nível da Luftwaffe que tem bem mais recursos que nós. :mrgreen:

:mrgreen:

Mas é verdade: com muito "piloto de secretária" por motivos óbvios, a dúzia que está a acumular mais horas de voo e qualificação possui um standard bastante elevado. Aliás, muitos deles são bem conhecidos e dão cartas no seio da NATO ou não fossem os escolhidos para os destacamentos operacionais como o BAP e o FWIT.  ;)

https://www.flickr.com/photos/forcaaereaportuguesa/42855244105/


When will Portugal join the Joint Strike Fighter program?

Never.
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Charlie Jaguar em Setembro 14, 2018, 02:12:38 pm
When will Portugal join the Joint Strike Fighter program?

Numa altura em que quem entrou discute os altos preços, não parece ser boa altura para entrar.  8) ;)

https://www.popularmechanics.com/military/aviation/a19757413/f-35-production-price-drop/ (https://www.popularmechanics.com/military/aviation/a19757413/f-35-production-price-drop/)

Citar
The F-35 Is About To Get Cheaper. Now Here's the Bad News.
A dispute over repairs is holding up deliveries.

That sounds like a pretty open and shut case of contractor liability, but government inspectors were supposed to catch the problem, complicating things. Although fix was devised it is expensive and involves fixing F-35s now located around the world. The F-35 program and Lockheed Martin are now arguing over who will pay for it.

(https://hips.hearstapps.com/hmg-prod.s3.amazonaws.com/images/4226773-1523558471.jpg?crop=1xw:1xh;center,top&resize=768:*)

Cumprimentos

Nem pelo preço, nem pelo software.  ::)

https://www.janes.com/article/82969/pentagon-delays-f-35-iot-e-owing-to-software-issues


Mas pronto, com o Block 3F já disparam o canhão, menos mal. Há lá coisa mais sexy do que um caça a abrir fogo com o seu canhão...  8)

Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Lightning em Setembro 16, 2018, 11:09:34 pm
Não existem 20 ou 22 aparelhos disponíveis; posso adiantar que o máximo que se tem conseguido ter simultaneamente no activo são entre 6 a 10 células pois manutenção, programada ou não, intervenções, problemas de vária ordem e falta de pessoal especializado estão a deixar a taxa de operacionalidade das Esquadras de Monte Real nos mínimos aceitáveis. Só resulta daqui um único benefício a meu ver: estamos a ficar com um quadro de pilotos altamente qualificados, muitos deles instrutores que se graduaram em ou nos primeiros lugares em cursos dificílimos como o FWIT, entre outros, e isso é apesar de tudo uma mais valia.

Estes números não deixam de ser motivo de orgulho, pois deixam-nos ao mesmo nível da Luftwaffe que tem bem mais recursos que nós. :mrgreen:

Alguns não vão acreditar que isto foi hoje na base aberta em Monte Real, de certeza que os aviões de trás iam a ser rebocados pelos da frente ;D
Videos do sr Luís Neves

https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=2088146134531145&id=100000073373012

https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=2087967131215712&id=100000073373012
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: NVF em Setembro 16, 2018, 11:49:50 pm
O facto de poderem realizar um voo destes não significa que todas estas aeronaves estejam 100% operacionais, ou aptas a efectuarem missões de combate.  Para efectuar um voo destes não é necessário radar, sistemas ECM, RWR, chaffs, flares, etc.   ;)
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Charlie Jaguar em Setembro 18, 2018, 09:12:37 pm
Não existem 20 ou 22 aparelhos disponíveis; posso adiantar que o máximo que se tem conseguido ter simultaneamente no activo são entre 6 a 10 células pois manutenção, programada ou não, intervenções, problemas de vária ordem e falta de pessoal especializado estão a deixar a taxa de operacionalidade das Esquadras de Monte Real nos mínimos aceitáveis. Só resulta daqui um único benefício a meu ver: estamos a ficar com um quadro de pilotos altamente qualificados, muitos deles instrutores que se graduaram em ou nos primeiros lugares em cursos dificílimos como o FWIT, entre outros, e isso é apesar de tudo uma mais valia.

Estes números não deixam de ser motivo de orgulho, pois deixam-nos ao mesmo nível da Luftwaffe que tem bem mais recursos que nós. :mrgreen:

Alguns não vão acreditar que isto foi hoje na base aberta em Monte Real, de certeza que os aviões de trás iam a ser rebocados pelos da frente ;D
Videos do sr Luís Neves

https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=2088146134531145&id=100000073373012

https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=2087967131215712&id=100000073373012

Tens na afirmação do NVF parte da resposta à tua questão.  ;)

O facto de poderem realizar um voo destes não significa que todas estas aeronaves estejam 100% operacionais, ou aptas a efectuarem missões de combate.  Para efectuar um voo destes não é necessário radar, sistemas ECM, RWR, chaffs, flares, etc.   ;)


Depois há contas hipotéticas fáceis de fazer: 16 a 18 aparelhos a voar podem corresponder a 4 caças x 3 rotações no BAP, ou seja, 12; depois tens o par permanente de QRA, 14, e o de stand-by, 16.  Mais os 3 que estão para aí a chegar das OGMA, 19, isto sempre excluindo aeronaves em manutenção. Nem todos estarão completamente em estado ready for flight, mas para o dia da Base Aberta deu para voar e fazer um brilharete perfeitamente.  ;)
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Lightning em Setembro 18, 2018, 09:50:54 pm
CJ vou-te contar um segredo, nos Bálticos (ou qualquer outra missão no estrangeiro) só o pessoal é que roda, o material, incluindo F-16 permanece o mesmo toda a missão :G-beer2:. ;)

PS: Sei que é perfeccionismo mas o BAP teve 4 rotações ;D.

Em relação ao resto é verdade que foi para o brilharete, nem em exercícios a FAP mete 16 F-16 no ar ao mesmo tempo, mas para a situação era o que se pretendia, dar um espectáculo, boas fotos, rapadas, deixar as pessoas surpreendidas, etc.
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Charlie Jaguar em Setembro 18, 2018, 10:05:50 pm
CJ vou-te contar um segredo, nos Bálticos (ou qualquer outra missão no estrangeiro) só o pessoal é que roda, o material, incluindo F-16 permanece o mesmo toda a missão :G-beer2:. ;)

PS: Sei que é perfeccionismo mas o BAP teve 4 rotações ;D.

Tens razão. Rotação de aparelhos aconteceu na Allied Force em 1999, não é o que se passa no BAP ou mesmo no IAP (Icelandic Air Policing).

Obrigado pela tua correcção e perfeccionismo.  ;)

Efeitos do 3º ano sem férias cada vez mais visíveis...  :-[
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Lightning em Setembro 18, 2018, 10:09:22 pm
Tens razão. Rotação de aparelhos aconteceu na Allied Force em 1999, não é o que se passa no BAP ou mesmo no IAP (Icelandic Air Policing).

Obrigado pela tua correcção e perfeccionismo.  ;)

Efeitos do 3º ano sem férias cada vez mais visíveis...  :-[

Sem férias, isso devia ser proibido :o. A pessoa até pode adorar o trabalho que tem, mas também tem que gozar a vida :G-beer2:.

Eu tinha ido buscar esta noticia mas foste mais rápido que eu, mas vou colar na mesma para toda a gente ver o exemplo de rotação nas missões FAP.
https://www.emfa.pt/noticia-201-3-rotacao-de-militares-chega-a-siauliai
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Charlie Jaguar em Março 20, 2019, 11:01:45 am
Porra, IOC alcançada dois anos e meio após a entrega do primeiro lote de 6 aeronaves, e ano e meio depois de todos os 12 aparelhos terem sido entregues à FAR. Já não era sem tempo!  :nice:

Citar
Romanian F-16s reach initial operational capability
Radu Tudor, Bucharest - Jane's Defence Weekly
19 March 2019

Romania has declared initial operational capability for its first 12 F-16s. During the ceremony at the 86th Air Force Base 'Lieutenant Aviator Gheorghe Mociornita' in Borcea on 14 March, Romanian Defence Minister Gabriel Leş said, "Today we are writing an important page in the history of the Romanian Air Force … through the missions that will be carried out starting today by the 53rd Fighter Squadron, Romanian airspace will be better defended. The 86th Air Base was reborn with the decision to host F-16 aircraft … this place can be said to be the restarting point for the Romanian Air Force … a first step in the materialisation of the major multirole aircraft capability."

https://www.janes.com/article/87326/romanian-f-16s-reach-initial-operational-capability






Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: PereiraMarques em Março 20, 2019, 07:49:40 pm
Porra, IOC alcançada dois anos e meio após a entrega do primeiro lote de 6 aeronaves, e ano e meio depois de todos os 12 aparelhos terem sido entregues à FAR. Já não era sem tempo!  :nice:


Por isso disse que essa história dos 36 ou 48 F16 parece mais "conversa (política romena) para boi dormir", semelhante às 5 Divisões que Portugal queria atribuir à NATO na década de 50  ;D
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Major Alvega em Março 21, 2019, 12:16:28 am
Porquê tanto tempo?
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: Charlie Jaguar em Março 21, 2019, 10:16:18 am
Porquê tanto tempo?

Acertar doutrinas (ainda algo modeladas na Roménia pelas antigas soviéticas, à semelhança do que sucede um pouco também noutros membros da NATO a Leste), adequar, construir e completar infraestruturas, garantir a cadeia logística e formar (e converter) pilotos, que foi a parte mais morosa do processo.

Armamento já o têm: pod Sniper XR, AIM-9M e AIM-120C-7 (melhor que o nosso ::)), para além dos 3 pods EW AN/ALQ-131(V) que lhes vendemos.
Título: Re: F-16 ex-FAP
Enviado por: goldfinger em Abril 25, 2019, 03:41:10 pm
Rumanía compra otros 5 F 16 a Portugal:

http://galaxiamilitar.es/rumania-comprara-aviones-de-combate-f-16-adicionales-a-portugal/